Você está na página 1de 2

1.

Um recém-nascido com 28 2/7 semanas de idade gestacional e peso igual a 850


gramas, sexo masculino, percentil 15 na curva de crescimento intrauterino, nasceu de
parto cesárea com Apgar no 1º minuto igual a 5 e no 10º minuto igual a 7. Foi intubado
no Centro Obstétrico, recebeu uma dose de surfactante, foi transferido para a UTI e
colocado em Ventilação Mecânica onde permaneceu por 40 dias. Após algumas horas
o RN apresentou AP: mv+bil com estertores subcreptantes e estertores creptantes
difusos. Ao Rx de toráx apresenta Grau 2 da doença.
A mãe 18 anos, é primigesta, não realizou pré-natal, relata queda da própria altura,
quando então entrou em trabalho de parto e procurou esse serviço.
a) Com base no quadro clinico acima, qual o provável diagnóstico apresentado pelo
mesmo?
b) Qual a provável complicação/doença associada este RN pode apresentar devido a
VM prolongada? Justifique sua resposta e descreva a fisiopatologia da mesma.
c) Qual o quadro clinico apresentado por esta doença?
d) Descreva o RX com relação ao Grau.
e) Descreva os objetivos e conduta fisioterapêuticos e justifique-os.

2. B.S, 38 anos de idade, grávida de 43 semanas de idade gestacional, procurou a


maternidade por ter entrado em trabalho de parto espontâneo há 4 horas, não fez pré-
natal, é tabagista, não sabe informar sorologias. No exame obstétrico apresentava bolsa
íntegra. Diante do quadro foi indicada uma cesariana, nasce RN do sexo masculino,
impregnado de secreção de cor esverdeada, realizado aspiração de vias aéreas e
reanimação com ventilação pulmonar mecânica em seguida intubação. O apgar do 1º
minuto foi 3 e o do 5º minuto foi 8. O peso de nascimento foi 3.120 gr.
Com 6 horas de vida o RN estava extubado, apresentava tosse seca, com RX toráx
apresentando uma imagem de opacificação homogenea em ápice direito com desvio de
traqueia e um BSA igual a 5. A ausculta pulmonar apresenta mv+ bilateral com roncos
e estertores subcreptantes difusos.
a) Qual o diagnóstico apresentado por este quadro clinico? Justifique sua resposta
b) Qual o quadro clinico apresentado por esta doença?
c) O que significa esta imagem de opacificação ao Rx?
d) Descreva os objetivos e conduta fisioterapêuticos e justifique-os.

3. Mãe chega ao hospital com seu filho de 5 meses de idade. Relata que há 3 dias
apresentava coriza e que desde ontem apresenta tosse e dificuldade para mamar e
respirar. Ao ser perguntada a mãe diz que seu filho fica em escola municipal em período
integral e recebeu aleitamento materno por 2 meses. Ao exame físico paciente
apresenta desconforto respiratório, cianose de extremidades com SpO2 de 82% em ar
ambiente e ausculta com estertores subcrepitantes e sibilos. Sobre este caso responda:
a) Por que este lactente apresenta dificuldade para mamar?
b) Descreva os objetivos e conduta fisioterapêuticos e justifique-os.
4. RN de 32 semanas de IG nascido de parto cesárea, AIG com peso ao nascimento de
1.500g, apresentou episódios de cessação da respiração por aproximadamente 20
segundo, com discreta queda de saturação e palidez, porém o mesmo necessitou de
VMNI CPAP com prongue nasal, pois apresentou episódios recorrentes de pausa
respiratória prolongada.
a) Podemos dizer que este RN apresenta apneia da prematuridade ou respiração
periódica? Justifique sua resposta e descreva a fisiopatologia.
b) Qual o quadro clinico apresentado por esta doença?
c) Descreva os objetivos e conduta fisioterapêuticos e justifique-os.

5. Qual a técnica e como esta, estimula o reflexo de Hering Breuer?


6. Com relação à AP abaixo, indique o que representa e a técnica mais adequada:
a) Roncos:
b) Estertores subcreptantes:
c) Estertores creptantes: