Você está na página 1de 2

O que é a Ginástica Cientifica?

É a ginástica de caráter disciplinador, ordenativo e metódico, exigia da ginástica o seu


afastamento de seus vínculos populares, do uso do corpo como simples entretenimento.

Por quem os métodos foram criados?

Estes métodos foram sistematizações criadas por médicos, pedagogos ou militares que
tentavam organizar a prática das atividades físicas

Conforme Soares, foi a partir de 1800 que surgiram novas formas de conceber os exercícios
físicos, os quais receberam o nome de escolas ou métodos ginásticos. Quais eram as
características das escolas ginásticas de uma forma geral?

Regenerar a raça (alta taxa de mortalidade e doenças); promover a saúde (sem alterar as
condições de vida e de trabalho); desenvolver a vontade, a coragem, a força, a energia de viver
(servir a pátria nas guerras e na indústria) e desenvolver a moral (que nada mais é do que uma
intervenção nas tradições e nos costumes dos povos).

Qual o objetivo do Movimento Ginástico Europeu?

Romper seus vínculos com práticas populares, além de disciplinar a população moral e
fisicamente.

A Escola Inglesa influenciou em quê?

Os exercícios fisícos apareciam na antiguidades em quais formas?

Na Antiguidade, principalmente no Oriente, os exercícios físicos aparecem nas


várias formas de luta, na natação, no remo, no hipismo, na arte de atirar com o arco, como
exercícios utilitários, nos jogos, nos rituais religiosos e na preparação guerreira de maneira
geral.

A partir de 1800 com o surgimento das escolas e movimentos ginásticos acima descrito, a
denominação Ginástica assume qual conotação?
Uma conotação mais ligada à prática do exercício físico. De acordo com Soares (1994:64), a
partir desta época, a Ginástica passou a desempenhar importantes funções na sociedade
industrial, “apresentando-se como capaz de corrigir vícios posturais oriundos das atitudes
adotadas no trabalho, demonstrando assim, as suas vinculações com a medicina e, desse
modo, conquistando status.

O Renascimento e a Ginástica
Renascimento trouxe luz ao obscurantismo da Idade Média em todos os âmbitos, o que fez
ressurgir a Ginástica em vários países. Nesse momento, esta assume a missão de recuperar o
corpo macerado pelas guerras, pelos jejuns prolongados e pelos descuidos impostos pela
religião, a qual considerava a prática corporal uma fonte de luxúria e de pecados.
Ginástica na França
Na França a Ginástica integrou a idéia de uma educação voltada para o desenvolvimento
social. A sociedade burguesa em ascensão necessitava de homens com uma formação integral
a qual incluía a prática de exercícios físicos. 3 Tratava-se de uma Ginástica que visava a
desenvolver as qualidades físicas, o aumento das energias e a exaltação das qualidades morais.

10 É nesta perspectiva que a Ginástica foi organizada extrapolando o contexto militar para
abranger toda a população. Baseada nas idéias de L. F. Jahn, Guts Muths e P. H. Ling, a
Ginástica da escola francesa preocupava-se com o corpo anátomo-fisiológico com um forte
traço moral e patriótico. O seu fundador, Francisco de Amoros y Ondeaño, ligado ao exército,
fundamentou os seus conhecimentos na natureza humana e na análise dos movimentos.

No movimento de Centro destaca-se a manifestação artístico-rítmico-pedagógico (euritmica


de J. Dalcroze e a ginástica moderna de R. Bode) e a manifestação técnico-pedagógica
(ginástica natural austríaca).

O que destaca-se no Movimento Leste?


No movimento do leste destaca-se a influência de G. Demeny que unifica na sua proposta
duas correntes: científica e pedagógica. Outros autores centraram o seu trabalho na
manifestação científica (E. Marey, F. Lagrange e P. Tissié) ou na manifestação
técnicopedagógica
(G. Hebert).

O que destaca-se no mobimento Norte?


No movimento do norte, ginástica neo-sueca, destacam-se duas correntes: técnico-pedagógica
(E. Bjorksten, N. Bukh, Ewsd. Falk, M. Carlquist) e manifestação científica (J. Lindhard). O
sueco J. G. Thulin aproximou essas duas correntes em sua obra.

Até quando perduram os movimentos?


Ate 1939, quando houve a universalização dos conceitos de ginástica e uma influência
recíproca que culminou com as ginásticas que
podemos visualizar na atualidade.