Você está na página 1de 19

FISIOLOGIA HUMANA I

PROFª DAIANA DA SILVA CASTIGLIONI

CONTROLE MOTOR

1
Sistema sensorial

Sistema motor

Divisão sensorial: conduz informação para o interior do SNC - geralmente


inicia com atividade nos receptores sensoriais, na periferia.
Divisão motora: conduz informação para fora do SNC até a “periferia” =
contrações musculares e secreção de glândulas.
2
O controle do movimento pelo SN é organizado de forma
hierárquica: níveis mais elevados controlam aspectos mais
complexos do movimento (voluntário – M.Esq).

• Geram a intenção de executar os movimentos


• Especificam os movimentos necessários
• Controle específico aos músculos 3
Controle motor: córtex

Participa do controle do movimento voluntário

Córtex Motor: áreas 4 e 6

® Área 4: córtex motor primário

® Área 6: área pré-motora e área motora suplementar

Obs: especificam os movimentos necessários

Córtex parietal e pré-frontal: gera a intenção de executar o movimento, quais ações

executar - neocórtex.

• VIA PIRAMIDAL ou CÓRTICO ESPINHAL = o córtex envia neurônios diretos a

medula que irão se comunicar com os motoneurônios.


4
5
Controle motor: núcleos da base

* Núcleo caudado, putâmen, globo pálido, o núcleo subtalâmico e a substância nigra;

* Participa da facilitação da iniciação dos movimentos voluntários.

Recebem sinais do córtex e tem projeções por meio do


tálamo – planejamento e execução do movimento
Controle motor: cerebelo

Funções: coordenação do movimento, planejamento e execução do movimento, a


manutenção da postura. Integra informações motoras vindas do córtex cerebral e
informações sobre o equilíbrio, provenientes dos órgãos vestibulares da orelha interna.
8
Controle motor: medula espinhal

• 31 pares de nervos
espinhais, constituídos
por neurônios sensoriais e
motores.

• Execução: controle
específico aos músculos.

Segmentos cervical: controlam os membros superiores;


Segmentos torácicos: controlam o tórax, abdome e membros superiores;
Segmentos lombares e sacrais: controlam os membros inferiores. 9
Cada par de nervos espinhais está conectado à medula espinhal por duas
regiões = raízes. A raiz dorsal é sensitiva e a raiz ventral é motora.

10
Fibras extrafusais (>): geram força muscular
Fibras intrafusais: controle do tônus muscular 11
Reflexos da medula espinhal

ME também atua como centro integrador para alguns reflexos:


São respostas para tipos específicos de estímulos como o estiramento muscular.
O circuito neuronal que conduz essas respostas motoras é chamado de ARCO REFLEXO:

12
* É iniciado por uma percussão
no tendão patelar (estímulo)
levando ao estiramento
muscular.
Comunicação do encéfalo com os motoneurônios da medula:

* axônios do encéfalo “descem” ao longo da medula por dois grupos

principais de vias controladas pelo tronco encefálico:

1) Vias Laterais: envolvidas no movimento voluntário da musculatura

distal e sob controle direto do córtex.

2) Vias Ventromediais: envolvidas no controle da postura e da locomoção

e estão sob controle do cérebro e tronco encefálico.

14
VIAS LATERAIS

• Tracto córtico-espinhal

• Tracto rubro-espinhal

VIAS VENTROMEDIAIS

Tracto vestíbulo-espinhal

Tracto tecto-espinhal

Tracto retículo-espinhal

15
16
17
18
19