Você está na página 1de 1

Kefir de água – tipos de açúcares para a solução

Quando cultiva-se o Kefir de água (Tibico) surge a dúvida de se poder utilizar ou não os diversos
tipos de açúcares. Para cultivar seu kefir de água dê preferência ao açúcar que não utilize produtos
químicos na fabricação. O kefir é muito sensível e reage rapidamente parando de fermentar e/ou
crescer. Vejamos as diferenças de cada um deles:

Açúcar refinado: açúcar branco, processado a partir do melado de cana ou do açúcar mascavo. O
produto inicialmente marrom recebe adição de gás sulfídrico e outras substâncias químicas para
ficar claro, processo que leva à perda de vitaminas e sais minerais. Possui alto índice glicemico (IG
=70), ou seja, é rapidamente absorvido quando ingerido.

Açúcar cristal: É o açúcar com cristais grandes e transparentes, difíceis de serem dissolvidos em
água. Depois do cozimento, ele passa por um leve refinamento e branqueamento que retira grande
parte de suas vitaminas e minerais.

Açúcar mascavo: É o açúcar bruto, escuro e úmido, extraído depois do cozimento do caldo de
cana. Não passa por processo de refinamento, mantendo assim as vitaminas e sais minerais. Seu
gosto, bem parecido com o do caldo de cana ou da rapadura, não agrada a algumas pessoas.

Açúcar demerara: O processo de produção é intermediário, entre o mascavo e o refinado. É um


tipo de açúcar não refinado que tem teor de melaço. Ele passa por um refinamento leve e não tem
adição de alguns aditivos químicos clareadores, por isso seus grãos tem tonalidade marrom-claro e
melhores valores nutricionais, assemelhando-se ao açúcar mascavo.

Açúcar orgânico: não são utilizados ingredientes artificiais em nenhuma etapa do ciclo de
produção: do plantio à industrialização. Até a embalagem do produto é biodegradável. Tem valores
nutricionais similares ao mascavo, é mais caro, mais grosso e mais escuro que o refinado, mas tem o
mesmo poder adoçante. Suas características nutricionais se assemelham com as do açúcar mascavo.

Açúcar de Coco: produzido a partir da seiva das flores da palma de coco. Considerado um dos
açúcares mais saudáveis por sua composição nutricional, contem zinco, diversos minerais,
flavonóides e antioxidantes. Seu baixo índice glicêmico é o que o torna especial (IG=35),
significando que é metabolizado suavemente pelo organismo, sem elevar bruscamente os níveis de
glicose no sangue.

Rapadura: é o produto sólido obtido pela concentração a quente do caldo de cana. É feita a partir
da moagem da cana, fervura do caldo, moldagem e secagem. É considerado um alimento com maior
valor nutritivo que o açúcar refinado pois, enquanto este é quase exclusivamente sacarose a
rapadura possui outras substâncias nutritivas em sua composição. O nome rapadura, uma variação
de "raspadura" (originada do verbo raspar), originou-se da raspagem das camadas espessas de
açúcar presas às paredes dos tachos utilizados para a fabricação do mesmo.

Melado: é o líquido xaroposo obtido pela evaporação do caldo de cana ou a partir da rapadura, por
processos tecnológicos adequados.

Melaço: é o líquido que se obtêm como resíduo de fabricação do açúcar cristalizado, do melado ou
da refinação do açúcar bruto.

Adaptado de http://kefiralimentoprobiotico.blogspot.com.br/