Você está na página 1de 56

Informática na radiologia

• Qual a finalidade da informática na Radiologia


sua utilidade?
• Podemos melhorar os diagnósticos sem
avançar com as tecnologias?
• Qual a posição do técnico/tecnólogo perante a
evolução da “Informática na radiologia”?
Computador

• O computador é uma máquina eletrônica que permite


processar dados. O termo provém do latim computare
(“calcular”).

• Um computador é composto por uma série de circuitos


integrados e outros componentes capazes de uma
variedade de rotinas de instruções indicadas pelo
utilizador num processo que se denomina
programação.
• O HARDWARE diz respeito aos componentes
físicos do computador , seus circuitos, dispositivos e
unidades periféricas. São as partes mecânicas e
eletrônicas do computador.

• Entre eles podemos destacar alguns como exemplos:


• Teclado;
• Impressora;
• Monitor de Vídeo, etc.
HARDWARE
Software
• Software é uma sequência de instruções
escritas para serem interpretadas por um
computador com o objetivo de executar
tarefas específicas.

• Em um computador, o software é classificado


como a parte lógica cuja função é fornecer
instruções para o hardware.
Software
REDE

• Uma rede de computadores consiste de 2 ou


mais computadores e outros dispositivos
conectados entre si de modo a compartilharem
seus serviços.
Segurança na Rede
Internet

• A Internet é um amplo sistema de


comunicação que conecta muitas redes de
computadores.
• Existem várias formas e recursos de vários
equipamentos que podem ser interligados e
compartilhados, mediante meios de acesso,
protocolos e requisitos de segurança.
Modem/ADSL
Modem é um dispositivo que permite a comunicação com outro
computador através do uso de uma linha telefônica comum.
ADSL é a sigla para "Linha Digital Assimétrica para Assinante".
Transformação dos sinal analógico
Computador A
em sinal digital pelo modem B
(envia a mensagem)

Sinal digital Linha Telefônica Sinal digital

Transformação dos sinal digital em


sinal analógico pelo modem A
Computador B (envia a mensagem)
Formas de Conexão
Formas de Conexão
Formas de Conexão
Acesso Remoto

• Acesso remoto é uma tecnologia que permite


que um computador consiga acessar um
servidor privado.
• A conexão à distância é feita com segurança
de dados em ambos os lados e pode trazer
diversos benefícios.
X e Y - Pixel X , Y e Z - Voxel
Para que seja formada, a imagem digital depende de

vários fatores, como: leitura e processamento dos dados

em bytes, conversão dos pixels e ou voxels através de

algoritmo, montagem da imagem através da matriz e a

edição das cores para enfim apresentá-los nos

dispositivos de saída no formato desejado.


• O recebimento dos dados capturados pelos sensores, bem
como a edição das imagens são realizados por softwares
específicos.

• Para o controle, visualização, envio, diagnóstico e


armazenamento (local ou em nuvens), é necessário um
conjunto de softwares que são: PEP, DICOM, PACS, HIS, RIS,
HL7.
Dicom
Sistema PACS
Sistema PACS
Integração PACS, HIS E RIS
Telemedicina – Medicina a distância

• Telemedicina é oferta de serviços ligados


aos cuidados com a saúde, nos casos em
que a distância é um fator crítico.

• Tais serviços são fornecidos por


profissionais da área da saúde, usando
tecnologias de informação e de
comunicação.
Telemedicina
Telerradiologia
Diferenças de imagens
Avanços Tecnológicos
US - 4D
Radioterapia Intra operatória (RT-IO)
• É a administração de níveis terapêuticos de radiação
diretamente no tumor alvo, enquanto o mesmo está exposto
durante a cirurgia, poupando o tecido circundante normal.
• O objetivo da RT-IO é melhorar o controle local do tumor e as
taxas de sobrevida para pacientes com diferentes tipos de
câncer.
• Essa modalidade de tratamento permite a utilização de doses
eficazes mais elevadas de radiação em comparação com a
radioterapia convencional.
• A RT-IO é utilizada para tratar tumores que são difíceis de
serem retirados durante a cirurgia, sem a preocupação de que
quantidades microscópicas da doença possa permanecer no
leito cirúrgico.
Radioterapia com Feixes de Prótons
• A radioterapia com feixe de prótons utiliza um
feixe de prótons em vez de raios X para destruir
as células cancerígenas.
• Ao contrário dos raios X, que liberam energia
antes e depois de atingirem seu alvo, os prótons
causam poucos danos aos tecidos que
atravessam, liberando sua energia após uma
determinada profundidade no tecido, ou seja,
no volume alvo.
• A radioterapia com feixe de prótons oferece
benefícios no sentido de permitir um melhor
confinamento da dose de radiação, com menos
lesão das estruturas normais ao redor do tumor.
Próton Terapia
Próton Terapia
Próton Terapia
Próton Terapia
Próton Terapia
Próton Terapia
PET/RM
• O PET/RM possui vantagens importantes,
incluindo excelentes contrastes e resolução, e
menor radiação ionizante, em comparação ao
PET/TC.
• Esta modalidade tende a se tornar o método
de imagem de escolha para doenças
neurológicas e oncológicas que envolvam
partes moles.
PET/RM
PET/RM

Figura 1. Imagens de 18F-FDG PET/RM de corpo inteiro de um paciente do sexo masculino com mieloma múltiplo após a quimioterapia, mostrando atividade
metabólica residual na crista ilíaca direita e
linfonodo supraclavicular esquerdo hipermetabólico (setas). (A) PET, projeção em máxima intensidade; (B e C) imagem fusionada de PET/RM, corte coronal
ponderado em T1

Fonte: http://www.scielo.br/pdf/eins/v15n1/pt_1679-4508-eins-15-01-0115.pdf
PET/RM

Figura 2. Imagens de F-FDG PET/RM de cabeça e pescoço mostrando captação hipermetabólica na região anterior
18

esquerda da gengiva, estendendo-se para estruturas adjacentes. (A) imagem fusionada PET/RM, corte sagital
ponderado em T1; (B) corte sagital ponderado em T1; (C) imagem fusionada PET/RM, corte axial ponderado em T2
com saturação de gordura; (D) PET, projeção em máxima intensidade (setas)

Fonte: http://www.scielo.br/pdf/eins/v15n1/pt_1679-4508-eins-15-01-0115.pdf
PET/RM

Fonte: http://colato.comunidades.net/ressonancia-magnetica-com-pet
Se você quer transformar o
mundo, experimente primeiro
promover o seu aperfeiçoamento
pessoal e realizar inovações no seu
próprio interior.
Dalai Lama