Você está na página 1de 10

A CONTABILIDADE NAS DECISÕES EMPRESARIAIS:

qual a relevância da contabilidade para o sucesso das empresas?

Erika Carla Silva da Costa1


Francisca Laryssa de Sousa Pinto2
Jardyson Antony Mendes Da Costa3
Júlio César Silva dos Santos Filho4
Naylson dos Santos Lima5

RESUMO: O objetivo deste artigo é mostrar a importância da contabilidade na tomada de


decisões das empresas, o mesmo evidencia a contribuição da contabilidade como meio de
informação para o processo de tomada de decisão das organizações. Para tanto, realizou-se
uma pesquisa bibliográfica, que serviram como suporte teórico para discussão referente ao
objeto de estudo. É o profissional contábil, responsável pela utilização das demonstrações
contábeis, filtrando as informações de acordo com a necessidade dos administradores em cada
momento da gestão empresarial, pois a partir das informações atuais e do passado de uma
empresa, é que se determina todo o planejamento e estratégias das futuras ações que
determinam o sucesso da tomada de decisão. Diante dessa observação, a contabilidade
permite ao gestor obter dados reais referentes à empresa.

Palavras-chave: Tomada de decisão. Contabilidade gerencial. Relevância da contabilidade.


Sucesso empresarial.

1
Graduando em Ciências Contábeis pela Faculdade do Baixo Parnaíba – FAP. E-mail:
erikacarla164376@gmail.com
2
Graduando em Ciências Contábeis pela Faculdade do Baixo Parnaíba – FAP. E-mail: laryyssa@outlook.com
3
Graduando em Ciências Contábeis pela Faculdade do Baixo Parnaíba – FAP. E-mail:
jardysonfla@hotmail.com

4
Graduando em Ciências Contábeis pela Faculdade do Baixo Parnaíba – FAP. E-mail:
sjuliocesar187@gmail.com

5
Graduando em Ciências Contábeis pela Faculdade do Baixo Parnaíba – FAP. E-mail: naylsondsl@gmail.com
1 INTRODUÇÃO

Atualmente as organizações são movidas por decisões, as quais impulsionam as


empresas se desenvolverem. Estas decisões nas organizações passam pelas mãos dos
contadores, pois os mesmos tem a qualificação necessária para auxiliar os empresários nas
suas tomadas de decisões.

A tecnologia vem se desenvolvendo constantemente e os ambientes precisando


cada vez mais de pessoas capacitadas, pois a gestão de negócios vive de incertezas. Conforme
Marion, (2009, p.25):

“A contabilidade é o grande instrumento que auxilia a administração a tomar decisões. Na


verdade, ela coleta todos os dados econômicos, mensurando-os monetariamente,
registrando-os e sumarizando-os em formas de relatórios ou de comunicados, que
contribuem sobremaneira para a tomada de decisões.”

Pretende-se demostra o conhecimento contábil na gestão das empresas, pois o


mesmo se torna um instrumento de decisões baseadas em um conhecimento mais aprofundado
nas situações empresarias, pelo fato de que a contabilidade já estar viabilizada no interior da
empresa.

Contabilidade Gerencial é a responsável por fornecer os instrumentos que contém


as informações sobre a situação econômica e financeira das entidades. E auxiliarão os
administradores nos processos de tomada de decisão

Nessa perspectiva, o intuito deste artigo é mostrar a importância da contabilidade


no processo de tomada de decisão nas empresas, demonstrando a melhor forma de analisar e
avaliar as demonstrações contábeis, para extrair informações relevantes ao gerenciamento do
negócio. Apresenta como metodologia a revisão bibliográfica pautada em autores como:
MARION (2009), IUDÍCIBUS (2009), FIGUEIREDO (2008), e foi baseada em livros
especializados na área, revistas e periódicos.

A relevância da contabilidade para o sucesso das organizações, se da muito por


conta das decisões de suma importância, para a contínua evolução das empresas. Assim,
entende-se que o objetivo do contador consiste em avaliar a percepção dos gestores sobre a
importância atribuída as informações contábeis e sua utilização nos negócios.
Portanto, é competência do gestor de implantar um sistema de provisão para que
as empresas tenham um prévio conhecimento contábil, evitando, desta maneira, possíveis
disfunções no desempenho empresarial.
2 A CONTABILIDADE NAS DECISÕES EMPRESARIAIS

A escolha da temática deste artigo partiu das observações feitas, visto que aqueles
empresários que não consultavam os contadores ao tomarem decisões importantes em suas
empresas, acabavam tendo prejuízos financeiros. Sabendo assim que o contador é uma das
figuras mais importantes na estrutura de uma empresa. Cada contratação, tomada de decisão,
planejamento estratégico ou investimento feito por uma companhia envolve, necessariamente,
a atuação de um profissional de contabilidade. Ele tem em suas mãos as informações
necessárias para gerenciar a vida financeira de um negócio e auxiliar os administradores no
desempenho de suas tarefas. A contabilidade gerencial se torna de suma importância para o
crescimento das empresas para auxiliar na tomada de decisões, pois esta tem como função o
desenvolvimento empresarial, pois repassa tudo detalhado para o empresário, para assim,
tomar a melhor decisão, sabe-se que o perfil do contador gerencial é detalhista, por isso se
esquadra no presente artigo.

Hoje, o profissional da contabilidade vem ganhando merecido destaque no


mercado, pois produzem informações preciosas para tomada de decisões na empresa e para
conquistar novos investidores, e não somente na esfera fiscal. “O mundo atual se caracteriza
por um ambiente dinâmico em constante mudança e que exige das organizações uma elevada
capacidade de adaptação, como condição básica de sobrevivência. Adaptação, renovação e
revitalização significam mudança” (CHIAVENATO, 2003, p. 374).

Segundo Iudícibus (2009, p. 10), a contabilidade “pode ser conceituada como o


método de identificar, mensurar e comunicar informação econômica, financeira, física e
social, a fim de permitir decisões e julgamentos adequados por parte dos usuários da
informação”. Com isso, pode-se dizer que a contabilidade estuda os fenômenos ocorridos nos
patrimônios das empresas, por meio de registros, demonstração, classificação, analisa a
interpretação desses fatos, diante disso oferece a informação e por consequência orienta o
administrador com assuntos gerais para uma boa administração de sua empresa.

Figueiredo e Caggiano (2008, p.17) definem o processo de tomada de decisão


como “uma sequência lógica de etapas que expressam a racionalidade com a qual os gestores
buscam soluções ótimas para os problemas da empresa” e Chiavenato (2000, p.348),
acrescenta que, tomada de decisão é o “processo de análise e escolha entre as alternativas
disponíveis de cursos de ação que a pessoa deverá seguir”.
Entende-se que a decisão está inserida em situações de problemas, e pretende
alcançar objetivos, seguem estratégias para alcançar resultados. Sendo assim o gestor com
base nas informações contábeis, consegue avaliar com eficácia e consciência, prevendo e
analisando os possíveis resultados das medidas administrativas no processo da tomada de
decisão.
3 A ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CÓNTABÉIS

Ela oferece maior controle financeiro e econômico à entidade; Facilita acesso às


linhas de crédito com bancos e fornecedores; Prova aos sócios a verdadeira situação
patrimonial. Demonstração do Resultado do Exercício; Demonstração de Lucros ou Prejuízos
Acumulados; Demonstração de Origens e Aplicação de Recursos. Balanço Patrimonial.

Iudicíbus e Marion (2008, p. 127), falam que “todas as demonstrações financeiras


são suscetíveis de análise, mas a ênfase maior é dada ao Balanço Patrimonial e à
Demonstração do Resultado do Exercício, por se tratarem de evidências objetivas da situação
financeira da empresa”.

Tendo um contador que tenha responsabilidade e buscando sempre o melhor para


empresa, com estas demonstrações e resultados, o mesmo pode fornecer para o empresário a
sua situação real da empresa, logo buscando os melhores caminhos para obter mais lucros ou
até mesmo sair de uma situação difícil, que é o que está acontecendo atualmente no Brasil.

As demonstrações contábeis fornecem informações para serem examinadas,


portanto a análise dessas demonstrações tem a finalidade de detectar os pontos fortes e os
pontos fracos do processo operacional e financeiro da empresa.
As formas de análises das demonstrações contábeis são basicamente as técnicas a
seguir:
 Indicadores Financeiros e Econômicos;
 Análise Vertical e Horizontal;
 Análise da Taxa de Retorno sobre Investimentos (Margem de Lucro X Giro do
Ativo);
 Análise da Demonstração de Origens e Aplicações de Recursos (DOAR), dos
Fluxos de Caixa (DFC) e da Demonstração de Valor Adicionado (DVA).

Portanto, com a análise das demonstrações contábeis, proporcionando uma base


sólida para a tomada de decisão. Os contadores se apoiam por meio dela, para gerenciar e
fornecer assim as melhores decisões para com os empresários.
Segundo Matarazzo (2008, p. 148):
“O importante não é o cálculo de grande número de índices, mas de um conjunto de
índices que permita conhecer a situação da empresa, segundo o grau de profundidade
desejada da análise.”
Para haver uma ideia da importância da análise a partir de índices econômico-
financeiros, basta mencionar a quem tal análise interessa: fornecedores, clientes, bancos,
acionistas ou sócios, governos e os próprios administradores da empresa.

Conforme Crepaldi (2008, p. 5):


“Contabilidade Gerencial é o ramo da Contabilidade que tem por objetivo fornecer
instrumentos aos administradores de empresas que os auxiliem em suas funções
gerenciais.”

Assim como já foi falado no presente artigo, sobre a importância da contabilidade


gerencial, Crepaldi também enfatiza que ela é voltada para a melhor utilização dos recursos
econômicos das empresas, através de um adequado controle dos insumos efetuados por um
sistema de informação gerencial.

Marion (2006, p.26) considera a contabilidade como um instrumento pelo qual


ajuda a administração de uma empresa nas tomadas de decisões, avaliando e analisando todos
os dados econômicos da organização a partir de relatórios. As demonstrações contábeis se
caracterizam como os próprios relatórios ou sumários que evidenciam os aspectos econômicos
e ou patrimoniais.

De acordo com Brizolla, (2008, p. 28) “A contabilidade retrata, por meio do


balanço, a situação patrimonial da empresa em determinada data, propiciando aos analistas o
conhecimento de seus bens e direitos, de suas obrigações e de sua estrutura patrimonial”.

Compreende-se que através das interpretações das análises transforma um


conjunto de dados em informações, passando assim a ter valores determinantes para servir de
ponto de partida para delinear perspectivas futuras das organizações.
4 CONCLUSÃO

Como toda e qualquer atividade necessita de instrumento que possibilitem um


gerenciamento adequado dos recursos existentes para que assim tenha o seu pleno
desenvolvimento. Com isso, a necessidade de instrumentos de controle para verificar, assim
sendo, orientando não somente a forma como a atividade pode ser desenvolvida, porém
também a projeção de sua continuidade e seu planejamento futuro.

Diante das grandes mudanças no cenário contábil, o contador necessita de uma


constante busca de informações para agregar conhecimentos, tornando um profissional
competente para exercer seu papel de gestor da informação e utilizar seus mecanismos para
interferir no processo decisório da empresa.

Com base nos estudos, a base de todas as etapas do processo de gestão e de


tomada de decisão consiste em informações adequadas, confiáveis e disponíveis no tempo
requerido, sobre todas as variáveis que envolvem o reconhecimento e as atribuições do
profissional contábil e sua importância dentro das organizações. Os gestores, de posse destas
informações, analisarão as alternativas disponíveis e optarão por aquela que apresentar melhor
retorno.

E este perfil de melhores informações e mais detalhada se enquadra exatamente na


contabilidade gerencial, por isso, este se torna indispensável para o empresário na hora de sua
tomada de decisão, após isto, a probabilidade de haver êxito é grande.

Portanto, é possível concluir que a contabilidade gerencial, por intermédio de seus


sistemas informacionais e o contador, com uma visão holística, voltada como um todo ao
processo decisório da empresa, é capaz de proporcionar maior segurança na tomada de
decisões, presentes e futuras.
ACCOUNTING IN BUSINESS DECISIONS:
how important is accounting to the success of companies?

ABSTRACT: The objective of this article is to show the importance of accounting in the
decision making of companies, the same evidences the contribution of accounting as an
information medium for the decision making process of organizations. For that, a
bibliographical research was done, which served as theoretical support for discussion
regarding the object of study. It is the accounting professional, responsible for the use of the
financial statements, filtering the information according to the need of the managers in each
moment of the business management, because from the current and past information of a
company, it is determined all the planning and Strategies for future actions that determine the
success of decision making. Based on this observation, accounting allows the manager to
obtain real data regarding the company.

Keywords: Decision making. Management accounting. Relevance of accounting. Business


success.
REFERÊNCIAS
MARION, José Carlos. Contabilidade básica. 10 ed. São Paulo: Atlas, 2009 a.
CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria Geral da Administração. 7.ed. Rio de
Janeiro: Campus, 2003.
IUDÍCIBUS, Sérgio de. Teoria da contabilidade. 9 ed. São Paulo: Atlas, 2009.
FIGUEIREDO, Sandra; CAGGIANO, Paulo César. Controladoria teoria e prática. 4 ed.
São Paulo: Atlas, 2008.
CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à teoria geral da administração. 6 ed. Rio de
Janeiro: Campus, 2000.
IUDÍCIBUS, Sérgio de; MARION, José Carlos. Curso de contabilidade para não
contadores. 4 ed. São Paulo: Atlas, 2008.

MATARAZZO, Dante Carmine. Análise Financeira de Balanços: abordagem básica e


gerencial. 6. ed. – 7. reimpr. – São Paulo: Atlas, 2008.

CREPALDI, Silvio Aparecido. Contabilidade Gerencial: teoria e prática. 4. ed. São Paulo:
Atlas, 2008.
MARION, José Carlos. Contabilidade empresarial. 12 ed. São Paulo: Atlas, 2006 b.

BRIZOLLA, M.M.B., Contabilidade Gerencial, Ijui: Unijui, 2008.