Você está na página 1de 2

OS VÍRUS E ALGUMAS VIROSES

A palavra vírus vem do latim que significa veneno ou toxina.

Composição

 Os vírus são seres muito simples e pequenos (medem menos de 0,2 µm);
 Formados basicamente por uma cápsula proteica envolvendo o material genético, chamado de
nucleocapsídeo, e às vezes ainda, um envelope lipídico, pescoço e haste.
 Material genético do vírus pode ser o DNA, RNA ou os dois juntos (citomegalovírus).

Características dos vírus

 Não são formados por células;


 Não apresentam metabolismo próprio;
 Somente se reproduzem no interior de células (Parasitas intracelulares obrigatórios)
 Sofrem mutações.
 Agentes infecciosos

Por essa razão, os cientistas ainda não chegaram a um acordo se


devem ou não classificar esses seres como organismos vivos.
Consequentemente, os vírus não estão agrupados em nenhum
reino.
Os vírus só conseguem sobreviver e se reproduzir no interior
das células vivas onde injetam seu material genético. Quando
isso ocorre o vírus inativa (desliga) a célula e a obriga a fabricar
novos vírus. Esses novos vírus passam a contaminar novas
células gerando um processo chamado infecção.
Ao se reproduzirem no interior dos seres vivos, os vírus
desequilibram o organismo causando o que denominamos
virose. Existem vírus que atacam animais e outros que atacam
somente vegetais. Ainda existem os que atacam bactérias que
são denominados bacteriófagos.

Antígenos e anticorpos
Quando substâncias estranhas (chamadas antígenos) penetram no nosso organismo existem células do
nosso sangue (certos glóbulos brancos) que são capazes de percebê-las, alertando outras células para o
perigo de uma infecção. As células alertadas, outros glóbulos brancos, fabricam proteínas de defesa
chamadas anticorpos, que inativam os antígenos. Essa capacidade de defesa denomina-se imunização.
Não existem medicamentos para combater os vírus depois que eles passam a parasitar um organismo.
Nesse caso o único procedimento possível é esperar que o organismo reaja e produza anticorpos
específicos para destruí-los.

As vacinas (preventivo)
Contra algumas doenças viróticas existem vacinas, que são medicamentos preventivos. São produzidas a
partir de vírus “mortos” ou enfraquecidos. Uma vez introduzidos num indivíduo, esses vírus são capazes
de estimular o organismo a produzir anticorpos, imunizando-o.

Soro (remediativo)
Tem ação curativa eles agem no organismo após a infecção de um vírus. Tem o objetivo de diminuir o
efeito da virose.
As principais VIROSES Humanas
Principal sintoma
Nome da Características Tem
(sintomas característicos da Forma de transmissão
doença complementares vacina?
doença)
Sexo sem camisinha; Transfusão sanguínea com sangue contaminado; Uso
AIDS Perda da defesa imunitária de material perfuro cortantes contaminados; Amamentação quando a mãe é Não tem cura somente tratamento Não
portadora do vírus.

Dengue Dor nas articulações Picada do mosquito fêmea do Aedes aegypti contaminado com o vírus O mosquito se reproduz em água parada. Não

Calafrios, sede intensa e dores musculares.


Febre Quando grave amarelão devido o ataque ao
Picada do mosquito fêmea do Aedes aegypti ou Aedes albopictus Mesmos métodos de prevenção da
Sim
Amarela contaminado com o vírus dengue.
fígado.
O resfriado também é causado pelo
Gripe ou Problemas respiratórios
Gotículas de saliva ou de secreção respiratória eliminadas no ar por meio da
mesmo vírus da gripe, porém é mais fraca Sim
resfriado tosse, espirro, fala ou ar expirado contendo o vírus.
e dura menos.
Gotículas de saliva ou de secreção respiratória eliminadas no ar ou por
Poliomielite Paralisia do sistema locomotor
alimentos e objetos contaminados.
Esta praticamente erradicada no país. Sim

Sarampo Vermelhidão por todo o corpo Gotículas de saliva ou de secreção respiratória eliminadas no ar Afeta principalmente crianças. Sim

Inchaço das glândulas parótidas, localizada Gotículas de saliva ou de secreção respiratória eliminadas no ar ou por Se ficar grave pode atingir os testículos e
Caxumba abaixo das orelhas. objetos contaminados. os ovários.
Sim

Mordedura de cães, gatos, morcegos, quatis, raposas ou outros animais


Raiva Contração involuntária da face do rosto.
silvestres contaminados pelo vírus.
Possui soro antirrábico Sim

Erupções da pele
Rubéola congênita é passada de mãe para
Rubéola Em grávidas causa aborto espontâneo ou Através do contato direto e por meio da saliva.
o feto na gravidez.
Sim
lesões no feto.
Pequenas manchas na pele do rosto e Gotículas de saliva ou de secreção respiratória eliminadas no ar ou por
Catapora tronco. objetos contaminados.
Pode evoluir de forma benigna Sim

Hepatite A e C – através de água e alimentos contaminados. Tipo A e B -


A hepatite C pode provocar cirrose e
Hepatite viral Inflamação no fígado Hepatite B – contato com sangue contaminado ou na relação sexual sem Sim
câncer de fígado
camisinha. Tipo C - Não
Pequenas bolsas ou vesículas cheias de
Existem medicamentos para combater as
Herpes liquido no canto dos lábios ou na região Contato direto com pessoas portadoras da doença.
lesões provocadas pelo vírus.
Não
genital.