Você está na página 1de 2

AS FIGURAS DE LINGUAGEM II

Profª.: ÉRICA SANTOS Frente: única Aula: 42 - 46

PARADOXO SILEPSE
Observe esta peça publicitária: Ocorre quando a concordância é feita pelo sentido e não
pela forma gramatical. Podemos ter silepse de número, de
gênero e de pessoa.
Exemplos:
“A gente não sabemos escolher presidente”. (Ultraje a rigor).
SILEPSE DE PESSOA

A criançada surgiram correndo não sei de onde


SILEPSE DE NÚMERO

Vossa senhoria está belo hoje.


SILEPSE DE GÊNERO.

HIPÉRBATO
Consiste na inversão da estrutura frásica, ou seja, na inversão
da ordem direta dos termos da oração.:

“É a vaidade, Fábio, nesta vida,


Rosa...” (Gregório de Matos)

Vem, morena
ouvir comigo essa cantiga
sair por essa vida aventureira
tanta toada eu trago na viola
pra ver você mais feliz.

O paradoxo é uma figura que consiste em romper PLEONASMO


com a coerência textual, é uma oposição de sentido tão
profunda que deixa a idéia quase incompreensível.
Ocorre pleonasmo quando há repetição da mesma idéia,
“Quanto mais comiam, mais sentiam fome” isto é, redundância de significado.
"Ó mar salgado, quando do teu sal
ANTÍTESE São lágrimas de Portugal" (Fernando Pessoa)
Vi tudo com os meus próprios olhos.

EXERCÍCIOS
1. . Na expressão “A natureza para estar chorando” temos:
a) antítese
b) polissíndeto
c) ironia
d)personificação
e) eufemismo

2. Que figura de linguagem aparece em :


“Quando a indesejada das gentes chegar/ (Não sei se dura ou
caroável),/ talvez eu tenha medo, /Talvez sorria e diga :/ - Alô,
iniludível”
a) clímax
É a aproximação de termos ou frases que se opõem pelo b) eufemismo
sentido. c)sínquise
d) catacrese
e) pleonasmo
Ex: "Neste momento todos os bares estão repletos de homens
vazios" (Vinicius de Moraes)
Fale conosco www.portalimpacto.com.br
3. . “- O zum-zum-zum das crianças no prédio...” c) imagens eufemísticas já que, ao serem apagadas, as
a) perífrase lâmpadas sintetizam o que ocorre com aqueles que não lêem
b) prosopopéia d) transposição metonímica já que as pessoas são simbolizadas
c) anáfora através das lâmpadas.
d) onomatopéia
11. Em qual dos casos a seguir uma figura de linguagem foi
4. “Eu já lhe disse um bilhão de vezes para não exagerar usada de forma incorreta:
quando falar!”
a) comparação a) “Fiz curso de filosofia para escovar meu pensamento” (Adélia
b) hipérbole Prado) – METÁFORA
c) apóstrofe b) “Na taça gelada e transparente reluzia um vinho vermelho e
d) hipérbato adocicado” –SINESTESIA
c) “Mas a poesia deste momento inunda a minha vida inteira”
5. “- Este anel deve ter custado os olhos da cara.” (Carlos Drummond de Andrade) – PROSOPOPÉIA
a) hipérbato d) “Incêndio em mares de água disfarçado! Rio de neve em fogo
b) metonímia convertido “(Gregório de Matos) – ANTÍTESE
c) metáfora
d) hipérbole O lado soft do metal

6. .“- O Morro dos Ventos Uivantes... “ O canadense Sam Dunn estudava refugiados
a) perífrase guatemaltecos, mas resolveu voltar seu foco para outra “tribo”:
b) prosopopéia fãs e músicos do heavy metal. Depois de cinco anos de
c) metáfora filmagens, o antropólogo, fã do gênero, e o (co-diretor) Scot
d) metonímia McFadyen lançaram o documentário “Metal: a Headbanger’s
Journey”, exibido em algumas cidades do Canadá, EUA e
7. Na frase: "Não se esqueça de levar o som, pois churrasco Inglaterra e com DVD à venda na internet. Dunn acredita que
sem música é entediante", em relação ao termo "som" é correto alcançou seu objetivo principal: desmistificar a imagem dos
dizer que ocorre: “metaleiros” como violentos e ignorantes. A maior polêmica
a) metáfora abordada no filme diz respeito aos incêndios em igrejas cristãs
b) metonímia na Noruega, no começo dos anos 90, provocados por pessoas
c) perífrase envolvidas com o black metal, como o músico Jorn Tunsberg. “O
d) anáfora cristianismo norueguês é uma força limitadora para muitos
jovens, e o metal fornece escape para eles se rebelarem. Os
8. O procedimento de construção textual que consiste em incêndios têm mais relação com esse ressentimento do que com
agrupar idéias de sentidos contrários ou contraditórios numa a música em si”, afirma.
mesma unidade de significação é denominado: Fonte: Adaptado da Revista Galileu. São Paulo, n.o 180, Editora
Globo, jul. 2006, p.11.
a) sinestesia
b) hipérbole 12- Quanto ao texto, é correto afirmar que o objetivo
c) paradoxo fundamental é:
d) ironia
a) Articular argumentos em defesa de determinado
9. Em "o meu olhar é nítido como um girassol", a expressão comportamento.
"como um girassol" denota circunstância de: b) Divulgar estudo científico sobre determinado comportamento.
a) metáfora c) Prescrever, cientificamente, modos diferenciados de
b) antonomásia comportamento.
c) onomatopéia d) Descrever, em termos científicos, determinado
d)comparação comportamento.
e) Promover a ironia sobre determinado comportamento exótico.
10. Analise a publicidade abaixo:
13- É correto afirmar que o heavy metal constitui-se um
gênero musical controverso porque:

a) Pode ser um movimento libertador.


b) Os “metaleiros” são ignorantes e violentos.
c) O cristianismo norueguês é limitador.
d) Desvela a grande revolta dos “metaleiros”.
e) O antropólogo mudou o foco de sua pesquisa.

14- O estrangeirismo, no título do texto, é utilizado para


captar o contraditório. É correto afirmar que, usando o
estrangeirismo, o autor recorreu a um recurso denominado:

a) Eufemismo
b) Antítese.
c) Aliteração
Quanto ao uso da conotação no texto, temos que ela é d) Onomatopéia.
representada por: e) Hipérbole.
a) imagens metafóricas evidenciadas pela representação dos
atores sociais por lâmpadas
b) imagens hiperbólicas representadas pela quantidade de
lâmpadas

Fale conosco www.portalimpacto.com.br