Você está na página 1de 29

Unidade I

ECONOMIA E NEGÓCIOS

Profa. Rachel Brandão


Conceitos

 Oikos =casa.
 Nomos = lei.
Estudo:
 Recursos escassos.
 Uso alternativo.
 Alternância de fins.
Preocupação

 Produção de bens.
 Distribuição de renda.
 Escassez de recursos.
 Necessidades limitadas.
Problemas econômicos

 Sazonalidades.
 Balança comercial.
 Privatização.
 Inflação.
 Desemprego.
O Governo

Obrigação:
 Prover bens públicos.
Conflito:
 Recursos limitados.
 Necessidades ilimitadas.
Foco

Atividades econômicas:
 Emprego de moeda.
Trocas:
 Indivíduos.
 Empresas.
 Governo.
Foco

Empresas:
 Produção eficiente.
 Menos custos.
 Mais lucros.
Consumidor:
 Preços.
 Renda.
 Oferta.
Interatividade

Qual das alternativas abaixo é preocupante


no estudo da Economia?
a) Satisfação dos clientes.
b) Corrupção.
c) Produção de bens.
d) Grandes fortunas.
e) Miséria.
Bens e serviços

Bem:
 Material.
 Tangível.
Serviço:
 Imaterial.
 Intangível.
Divisão dos bens

Bens livres:
 Consumo sem contraprestação.
Bens econômicos:
 Requerem contraprestação.
3 categorias:
 Consumo.
 Intermediário.
 Capital.
Bens econômicos

Consumo.
Duráveis:
 Televisão.
 Carro.
 Computador.
Não duráveis:
 Alimentos.
 Roupas.
 Canetas.
C t
Bens econômicos

Bens intermediários:
 Viram bens de consumo.
 Matérias-primas.
Bens de capital:
 Produzem outros bens.
 Máquinas e equipamentos.
Nova ética do capitalismo

Empreendedorismo atual:
 Necessidade.
 Concorrência.
 Competitividade.
 Estímulo no Brasil.
Empreendedorismo

Características importantes:
 Iniciativa.
 Persistência.
 Comprometimento.
 Qualidade.
 Eficiência.
Interatividade

O que podemos classificar como bem?


a) O que tem valor monetário.
b) O que tem qualquer valor.
c) O imaterial, intangível.
d) O que é pessoal.
e) O material, tangível.
Lucro e o sucesso

 Nem sempre eram bem aceitos.


Período Medieval:
 Outras ideias.
Preconceitos anteriores:
 Altos ganhos.
 Mobilidade social.
Economia

Setores da economia:
 Primário.
 Secundário.
 Terciário.
Divisão:
 Produtos.
 Modos de produção.
Setor primário

Produção:
 Exploração de recursos naturais.
Exemplos:
 Agricultura.
 Mineração.
 Extrativismo vegetal.
 Pecuária.
Setor primário

Responsabilidade:
 Matéria-prima.
Riscos da economia primária:
 Menor valor agregado.
 Depende de condições naturais.
 Vulnerabilidade.
Setor secundário

Definição:
 Indústria.
Características:
 Transformação.
 Produtos industrializados.
 Consumo.
Setor secundário

Vantagens
Altas proporções:
 Desenvolvimento.
Produtos:
 Maior valor agregado.
Interatividade

Qual das opções abaixo representa um


risco da economia baseada no setor
primário?
a) Vulnerabilidade.
b) Inflexibilidade.
c) Independência.
d) Altos ganhos.
e) Pouca influência externa.
Setor terciário

Definição:
 Serviços.
Bens intangíveis:
 Educação.
 Saúde.
 Bancos.
 Comércio e etc.
Setor terciário

Terciário inferior:
 Comércio varejista.
 Serviço doméstico.
Terciário superior:
 Bancos.
 Seguros.
Terciário tecnológico:
 Serviços tecnológicos.
 Ensino.
E i
Industrialização

Espaço conquistado:
 Agricultura.
 Atividades extrativas.
Período:
 Séculos XVIII – XIX.
Inovação:
 Técnicas produtivas.
Industrialização

Revolução industrial:
 Não foi repentina.
 Transformações contínuas.
 Processo cumulativo.
 Irreversível.
Destaques:
 Produtividade.
 Acumulação de capital.
Revolução industrial

Início:
 Inglaterra.
Fatores:
 Enriquecimento.
 Burguesia comercial.
 Cercamentos.
 Carvão.
 Ferro.
 Patentes.
P t t
Interatividade

O que marcou o início da Revolução


Industrial ?
a) Uma mudança repentina.
b) Uma invenção.
c) Transformações intercaladas
intercaladas.
d) A guerra.
e) Transformações contínuas.
ATÉ A PRÓXIMA!