Você está na página 1de 9

MOLAS

Construção de Máquinas II
Prof. Ms. Luiz A. Balsamo

Molas
Definição:

Molas são elementos de máquina


capazes de sofrerem deformações
elásticas.

Aplicações Suas aplicações são as


mais variadas, como produzir
deslocamento, medir forças e
movimentos, armazenar energia,
amortecer choques, manter peças e
dispositivos em contato, etc....

1
Tipos básicos de Molas

Molas de flexão

Molas de torção

Molas prato

Molas de borracha

Anéis elásticos

Molas de plastiprene

2
Sistemas de molas
Feixe de molas (molas Balestra)
Definição: O feixe de molas é constituído
por uma ou mais barras denominadas
lâminas ou folhas, unidas por um
grampo na parte central

Molas de meia Balestra

3
Mola prato (Belleville)
São molas tipo “arruela”

Molas Helicoidais
Definição: são molas largamente utilizadas
em construção mecânica, sendo geralmente
construídas de “arame” de seção circular.

4
Exemplos de aplicações de molas
helicoidais

Molas Helicoidais
Características construtivas

5
Molas Helicoidais - Tipos

(na = N) Hl Hs

As molas helicoidais estão sujeitas a tensões de


cisalhamento por torção e força cortante, além de
tensões normais, devido ao efeito da curvatura,
provocadas por momento fletor.
Constante da mola “K”
É definida como o esforço (força) necessário para
produzir uma deflexão unitária.
K = F/y
A constante “K” da mola pode ser também
expressa por:
K = d4 x G
8 x D3 x N

6
Deflexão da mola
A deflexão axial “y” de uma mola helicoidal
devida à força axial “F” é dada por:

y = 8 x F x D3 x N (mm) , onde:
d4 x G

N = número de espiras ativas


G= módulo de rigidez (kgf/mm2)
para o aço G = 8000 kgf/mm2

Tensão de cisalhamento
a tensão de cisalhamento “τ” em uma mola helicoidal devido
à solicitação “F” (tração ou compressão) é dada por:

8 ×W × F × D
τ= kgf/mm 2
π ×d3
onde:
F - força axial (tração ou compressão) (kgf)

0,6
W = 4×e−1 +
4×e −4 e
e (índice da mola)
e = D/d

W = Fator de Wahl
(considera os efeitos da força cortante e momento fletor)

7
Valores usuais de “e”
Molas de uso industrial comum
 “e” entre 8 e 10

Molas de válvulas e embreagens


 “e” igual a 5

Casos extremos de utilização


 “e” igual a 3

Flambagem

Pode ocorrer quando Hl > 4xD


A carga crítica capaz de produzir
flambagem é dada por:
Fc = K x Hl x c onde:
K = constante da mola
Hl = altura livre
c = fator função de Hl / D

8
Fator “ c ”
extremidades extremidades fixas
livres
HL/D c c

1 0,72 0,72
2 0,63 0,71
3 0,38 0,68
4 0,20 0,63
5 0,11 0,53
6 0,07 0,38
7 0,05 0,26
8 0,04 0,19

Materiais p/ Molas

material E G kgf/mm2
σadm τadm
1060 40 21000 25 8000
6150 50 21000 35 8000
9260 50 21000 35 8000
9254 70 21000 45 8000
latão 15 10500 15 3900
bronze 30 10500 25 4400