Você está na página 1de 3

Português 11.

º Ano
Texto narrativo – Os Maias, de Eça de Queirós

A CRÓNICA DE COSTUMES

O Jantar no Hotel Central

OBJECTIVOS
 homenagear o banqueiro Jacob Cohen;
 proporcionar a Carlos um primeiro contacto com o meio social lisboeta;
 apresentar a visão crítica de alguns problemas;
 proporcionar a Carlos a visão de Maria Eduarda.

INTERVENIENTES
 João da Ega, promotor da homenagem e representante do Realismo/ Naturalismo;
 Cohen, o homenageado, representante das Finanças;
 Tomás de Alencar, o poeta ultra-romântico;
 Dâmaso Salcede, o novo-rico, representante dos vícios do novo-riquismo burguês;
 Carlos da Maia, o médico e o observador crítico.

AMBIÊNCIA
Caracterizada por:
- ociosidade;
- futilidade;
- valorização do estrangeiro.

Conclusões A RETIRAR das discussões

 a falta de personalidade:
- Alencar muda de opinião quando Cohen o pretende;
- Ega muda de opinião quando Cohen quer;
- Dâmaso, cuja devisa é “Sou forte”, aponta o caminho fácil da fuga.
 a incoerência: Alencar e Ega chegam a vias de facto e, momentos depois,
abraçam-se como se nada tivesse acontecido;
 os exageros do ultra-romantismo (Alencar);
 a distorção das teses naturalistas (Ega);
 a irresponsabilidade e incompetência do director do Banco Nacional;
 a mentalidade retrógrada;
 a falta de cultura e de civismo domina as classes mais
destacadas, salvo Carlos e Craft.

As Corridas de Cavalos

OBJECTIVOS
 novo contacto de Carlos com a alta sociedade lisboeta, incluindo o próprio rei;
 visão panorâmica dessa sociedade (masculina e feminina) sob o olhar crítico de Carlos;
 tentativa frustrada de igualar Lisboa às capitais europeias, sobretudo Paris;
 cosmopolitismo (postiço) da sociedade.

Pág. 1 de 3
AS CORRIDAS
1.ª Corrida: a do 1.º prémio dos “Produtos”
2.ª Corrida: a do Grande Prémio Nacional
3.ª Corrida: a do Prémio de El-Rei
4.ª Corrida: a do Prémio da Consolação

VISÃO CARICATURAL
 o hipódromo parecia um palanque de arraial;
 as pessoas não sabiam ocupar os seus lugares;
 as senhoras traziam “vestidos sérios de missa”;
 o bufete tinha um aspecto nojento;
 a 1.ª corrida terminou em cena de pancadaria;
 as 3.ª e 4.ª corridas terminaram grotescamente.

Conclusões A RETIRAR

 fracasso total dos objectivos das corridas;


 radiografia perfeita do atraso e do provincianismo da sociedade lisboeta;
 o mau gosto e o “postiço”;
 o verniz da civilização estalou completamente;
 o contraste entre o ser e o parecer;
 a sorte de Carlos, ganhando todas as apostas, é indício da futura desgraça.

O jantar dos Gouvarinhos

OBJECTIVOS
 reunir a alta burguesia e aristocracia;
 reunir a camada dirigente do país;
 radiografar a ignorância das classes dirigentes.

AMBIÊNCIA
Caracterizada por:
- futilidade;
- ociosidade.

Conclusões A RETIRAR

 mediocridade mental;
 ignorância;
 falta de conhecimento sobre o estrangeiro;
 superficialidade dos juízos dos mais destacados funcionários do Estado;
 incapacidade de diálogo por manifesta falta de cultura.

Pág. 2 de 3
Jornais atingidos

A CORNETA DO DIABO A TARDE

 o director é Palma “Cavalão”, um imoral;  o director é o deputado Neves;


 a redacção é um antro de porcaria;  recusa publicar a carta de retractação de
 publica um artigo contra Carlos mediante Dâmaso porque o confunde com um seu
dinheiro; correligionário político;
 vende a tiragem do número do jornal onde  desfeito o engano, serve-se da mesma carta
saíra o artigo ; como meio de vingança contra o inimigo político;
 publica folhetinzinhos de baixo nível.  só publica artigos ou textos dos seus
correligionários políticos.

Conclusões A RETIRAR

 o baixo nível dos directores dos jornais;


 o compadrio político;
 a ligação do jornalismo à política – jornalismo parcial e tendencioso;
 tais jornais, tal País.

O Sarau do Teatro da Trindade

OBJECTIVOS
 ajudar as vítimas das inundações do Ribatejo,
 apresentar um tema querido da sociedade lisboeta: a oratória;
 reunir novamente as várias camadas das classes mais destacadas, incluindo a família real;
 criticar o Ultra-Romantismo que encharcava o público;
 contrastar a festa com a tragédia.

Pág. 3 de 3