Você está na página 1de 115

2019

INTRODUÇÃO

Prezado (a) docente,

É com prazer que entregamos a você o PORTFÓLIO DOCENTE, que tem por objetivo orientar e apoiar a sua
atividade docente!
Nele você encontrará:
 APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA
 PLANEJAMENTO SEMANAL DAS ATIVIDADES
 ATIVIDADES E EXERCÍCIOS PARA CADA SEMANA
Esse material foi produzido para guiar as aulas do semestre permitindo que o estudante desenvolva as
competências necessárias a sua formação profissional, articulando objetivos de aprendizagem, conteúdos,
estratégias de ensino e aprendizagem, avaliação formativa, atividades extraclasse e recursos. Junto com sua
expertise da área, esse material, com certeza, permitirá um avanço na qualidade do ensino das nossas
instituições.
São apresentadas 16 semanas, de modo que você possa acomodar no calendário do semestre as avaliações
somativas, aulas de reforço de um ou outro tema que seja necessário, feriados ou eventuais situações
inesperadas.
As atividades de aprendizagem e de avaliação formativa desenhadas buscam colocar o estudante numa
posição ativa em relação à própria aprendizagem e formar um profissional empenhado em aprender
sempre, uma competência fundamental nos nossos tempos. Para atingir plenamente esse objetivo o
estudante receberá o PORTFÓLIO DO ESTUDANTE, que apresenta a disciplina, as orientações acadêmicas
para que ele se saia bem e, semana a semana, questões relativas aos temas da(s) aula(s), links e outras
indicações para aprofundamento e desenvolvimento da aprendizagem independente.
Esperamos que esse material seja, para você, como as partituras para os grandes maestros: a partir da sua
apropriação será possível orquestrar um processo de ensino-aprendizagem significativo e único, pois traz a
sua experiência, sensibilidade e profissionalismo.

Bom trabalho!
Qualidade Acadêmica Laureate

ATENÇÃO:
Esse documento é de seu uso exclusivo e não deve ser distribuído aos alunos!
APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA
DISCIPLINA: CÁLCULO I

NATUREZA DA DISCIPLINA:
Curso X Escola Institucional

CURSOS ENVOLVIDOS:
 ENGENHARIA AMBIENTAL E SANITÁRIA
 ENGENHARIA CIVIL
 ENGENHARIA ELÉTRICA
 ENGENHARIA MECÂNICA
 ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO
 ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
 ENGENHARIA QUÍMICA
 ENGENHARIA DE PETRÓLEO E GÁS
 ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO
 CST EM MECATRÔNICA INDUSTRIAL
 CST EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

CONTEXTUALIZAÇÃO CURRICULAR:

A disciplina Cálculo I faz parte de todas as matrizes curriculares dos cursos de Engenharia, Ciência da
Computação e cursos afins. Nele o estudante começa a ter contato com a matemática do ensino superior,
aplicada aos conhecimentos que serão úteis aos discentes nos demais semestres do curso.

Ao longo das aulas o estudante revisa alguns conteúdos da disciplina Fundamentos de Ciências Exatas e
aprende os conceitos e principais resultados associados aos conceitos de Limites, Derivadas e Integrais de
funções de uma variável, sempre focando na teoria e aplicações em problemas do dia a dia de um
profissional da área de exatas.

CARGA HORÁRIA TOTAL:


Teórica: 66 h Prática: 0 h

Espaço de Práticas Acadêmicas Nº de horas


EMENTA
Introduz novos conceitos e formalismos matemáticos essenciais ao desenvolvimento do pensamento
analítico-abstrato e ao estudo de funções de uma variável real, mostrando a importância e a aplicação de
conceitos tais como derivadas e integrais como ferramentas indispensáveis na resolução de problemas em
várias áreas do conhecimento.

COMPETÊNCIAS
I - ANALISAR E RESOLVER PROBLEMAS
VII - PENSAMENTO MATEMÁTICO, FÍSICO E QUÍMICO - Aplicar conhecimentos matemáticos, físicos, químicos
nas atividades da engenharia.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

- Calcular limites, derivas e integrais de funções de reais de variáveis reais.


- Utilizar as regras e resultados sobre derivadas para compreender o comportamento de funções reais de
variáveis reais.
- Identificar e aplicar, em situações reais, problemas que possam ser solucionados com as ferramentas do
Cálculo Diferencial e/ou Integral.

TEMAS

SEMANA TEMA

1 Funções e conceito intuitivo de Limite

2 Continuidade, Limites e Limites Indeterminados

3 Limites Infinitos e no Infinito

4 Derivadas: noção inicial, definição, Regras de Derivação (tabela), Retas Tangentes e Secantes

5 Regras de Derivação (Produto e Quociente), Derivadas Sucessivas, Aplicações de Derivadas em


Cinemática

6 Regra da Cadeia

7 Derivação Implícita e Retas Tangentes

8 Taxas Relacionadas

9 Aula de exercícios

10 Estudo de funções: Máximo, Mínimo, Crescimento/Decrescimento, Gráficos e Concavidade

11 Aula de exercícios

12 Problemas de Otimização
13 Regras de L’Hôspital

14 Conceito de Integral, noção intuitiva (área), Integral Definida

15 Integrais Indefinidas, regras (tabela)

16 Cálculo de Área por integração definida


PLANEJAMENTO SEMANAL
SEMANA 1
TEMA: Funções e conceito de Limite

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Recordar conceitos fundamentais sobre Funções Reais: Função Constante, Polinomiais de grau n,
Exponenciais, Logarítmicas e Trigonométricas.
• Aplicar os conceitos de funções ao esboçar gráficos de Funções Reais, bem como reflexões e translações.
• Compreender intuitivamente o conceito de limite de uma função real.
• Reconhecer e analisar, por meio de gráficos, os limites laterais, os limites no ponto, os limites infinitos e
no infinito.

SEQUÊNCIA DIDÁTICA

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


 Brainstorming: Funções Reais
o Dividir o quadro nos seguintes temas:
 Função Constante e Função Afim;
 Função Quadrática;
 Função Potência - Polinomial de Grau n;
 Função Exponencial;
 Função Logarítmica;
 Função Trigonométrica (sen x, cos x e tg x);
 Função definida por várias sentenças.
o Questionar os alunos sobre:
 O que recordo sobre a função?
 Quais as características da função (forma geral, variáveis e coeficientes, há raízes,
classificação crescente e decrescente)?
 Qual o comportamento gráfico da função?
 O que é necessário para o esboço gráfico da função?
o Registrar no quadro, classificando, toda e qualquer informação/recordação/contribuição dos
alunos sobre as Funções. O professor deve colaborar e finalizar relacionando todas as colocações
exemplificando cada tipo de função, caso ainda não tenha sido realizado.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


Ciclo 1:
Aula expositiva interativa: Esboço gráfico de Funções Reais, translação e reflexão.
 Relembre os alunos sobre translação e reflexão de gráficos, bem como gerar essas movimentações
gráficas.
 Solicite aos alunos componham duplas e organize, aleatoriamente, essas duplas conforme o tipo de
função classificada anteriormente.
 Solicite aos alunos, pelo menos um da dupla, que baixe o software gratuito Geogebra para o esboço
gráfico e análise das movimentações ou encaminhe os alunos até um laboratório de informática.
Certifique-se que há o Geogebra instalado.
 Demonstrar aos alunos como utilizar o Geogebra, em especial, como esboçar gráficos e como deixar
plotado na tela um único gráfico, mesmo quando há diversos gráficos esboçados.
 Solicitar que, em dupla, realizem a atividade descrita:

A – Esboço e Movimentação Gráfica de Função Real

Considere uma função real y = f (x) e C uma constante real.


Para esboço e análise gráfica defina a função (Constante, Afim, Quadrática, ...) e um valor para a constante
real C.

1) Esboce, utilizando o Geogebra, a função real (y = f (x)).


2) Realize, no Geogebra, os seguintes movimentos:
 y = f (x) + C
 y = f (x) - C
 y = f (x + C)
 y = f (x – C)
 y = - f (x)
 y = f (- x)
3) Analise cada movimento em relação ao esboço primário da função (y = f (x)).
4) Para cada movimento realizado, o que ocorre com a função?
5) Classifique esses movimentos em Translações e Reflexões.

 Feedback: Questionar os alunos sobre as conclusões para generalizar as movimentações gráficas


realizadas, independente do tipo de função e destacar as restrições.

Ciclo 2:
Aula expositiva dialogada: Noção intuitiva de Limites
 Questionar os alunos sobre que outra maneira há para representar funções? Recordá-los sobre o
uso de tabelas.
 Construa duas tabelas para a função 𝑦𝑦 = 𝑥𝑥 + 2 e analise-a para valores de x tendendo a 2. Uma
tabela por valores menores que 2 (1 ; 1,5; 1,9; 1,99; ...) e outra para valores maiores que 2 (3; 2,5;
2,1; 2,01; ...).
 Questione-os quanto ao comportamento da função ao se aproximar de 2.
 Definir o conceito de Limite de uma Função, Notação e Limites Laterais.
 Retornar às tabelas para classificação dos Limites Laterais e do limite da função.
FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)
Aula expositiva interativa:
 Apresentar aos alunos que a análise gráfica de funções reais é outra maneira para determinar limites
de funções reais.
 Projetar o gráfico da função definida por mais de uma sentença:

 Em duplas, propor aos alunos que analisem os limites: lim− 𝑓𝑓(𝑥𝑥), lim+ 𝑓𝑓(𝑥𝑥), lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥), lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥),
𝑥𝑥→0 𝑥𝑥→0 𝑥𝑥→0 𝑥𝑥→−2
lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥), lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥)
𝑥𝑥→−∞ 𝑥𝑥→+∞

 Feedback: Questionar os alunos quantos aos resultados e classificar os limites em limites laterais,
limites no ponto, limites infinitos e limites no infinito registrando a notação.

ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Vídeo: “Cálculo Diferencial e Integral e suas aplicações”. Disponível em
https://www.youtube.com/watch?v=1wcAzH4H1Bw (4:35)
 Leitura e análise do Capítulo 2 (p.76 a 86): STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage
Learning, 2013. Disponível na Minha Biblioteca.

RECURSOS
 Computador e/ou tablets e/ou smartphones;
 Geogebra (http://www.geogebra.org);
 Google Forms (https://www.google.com/intl/pt-BR/forms/about/ );
 Blackboard;
 STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Capítulo 2 (p.76 a 86).
Disponível na Minha Biblioteca.
ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

1. Esboce o gráfico de cada função a seguir.


𝑥𝑥 + 1, 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 ≤ −1 0, 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 < −3 𝑜𝑜𝑜𝑜 2 < 𝑥𝑥 < 3
a) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = �2, 𝑠𝑠𝑠𝑠 − 1 < 𝑥𝑥 < 2 b) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = � |𝑥𝑥 2 − 4|, 𝑠𝑠𝑠𝑠 − 2 < 𝑥𝑥 ≤ 2
2𝑥𝑥 , 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 > 2 𝑙𝑙𝑙𝑙𝑙𝑙3 𝑥𝑥, 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 > 3

2. Usando movimentação gráfica, esboce o gráfico de cada função dada a seguir.


a) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = √𝑥𝑥 + 1 − 3 c) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = ln(𝑥𝑥 − 2) e) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = cos(𝑥𝑥) + 3
b) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 4𝑥𝑥 + 2 d) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(𝑥𝑥 − 𝜋𝜋) f) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑒𝑒 𝑥𝑥 − 1
3. Explique o que significa dizer que lim− 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 4 e lim+ 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 9. Nesta situação, é possível
𝑥𝑥→5 𝑥𝑥→5

que exista o lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥)? Por quê?


𝑥𝑥→5

4. (STEWART, 2013 - adaptada) Analise cada gráfico apresentado e defina cada quatidade, se
existir. Se não existir, explique por quê.

A)

B)

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


2
C)

D)

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


3
E)

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


4
SEMANA 2
TEMA: Continuidade, Limites e Limites Indeterminados

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Compreender e aplicar o conceito de limite de uma função real.


• Deduzir e aplicar a Propriedade da Substituição Direta para o cálculo de Limites.
• Compreender e aplicar o conceito de continuidade de uma função (local e global).
• Aplicar as Propriedades de Limites.
• Reconhecer e analisar limites indeterminados (funções racionais com denominador zero).
• Criar estratégias algébricas para o cálculo de Limites Indeterminados.
• Calcular Limites aplicando as propriedades e Limites Indeterminados.

SEQUÊNCIA DIDÁTICA

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


Aula expositiva dialogada: Limites
o Questionar os alunos sobre o que recordam de Limites.
 Sugestão de questões norteadoras:
• O que é Limite de uma Função Real?
• Qual o objetivo do estudo de Limites?
• Que maneiras temos de analisar os Limites de Funções Reais?
• Que tipo de Limites temos?
• Alguém recorda a notação utilizada para Limites?
o Registrar no quadro a contribuição dos mesmos.
o Se necessário, retomar as atividades extraclasse para recordar e analisar limites.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


Aula expositiva Interativa: Continuidade, Propriedades de Limites, Cálculo de Limites de funções contínuas.
 Questionar os alunos sobre às análises dos Limites realizadas, em especial, Limites no ponto para
introduzir as Propriedades de Limites:
o Utilizando o Geogebra, apresente o gráfico da função 𝑦𝑦 = 𝑥𝑥 + 2 e questione-os sobre o
limite da função quando tende a 2. Recordá-los que esse limite foi determinado por meio
da tabela na aula passada. Questioná-los quanto ao valor da 𝑓𝑓(2).
1
o Esboce no geogebra a função 𝑦𝑦 = e questione-os quanto ao limite da função quando x
𝑥𝑥
tende a zero.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


5
o Questioná-los novamente para quais funções são válidas essa “coincidência”?
o Registrar no quadro a contribuição dos alunos.
o Questioná-los se a função é contínua?
 Definir a continuidade de funções reais, apresentar e exemplificar a Propriedade da Substituição
Direta e as Propriedades dos Limites.
 Propor o cálculo de limites de funções para que apliquem as propriedades estudadas, tais como,
2𝑥𝑥 3 −3𝑥𝑥+4 5𝑒𝑒 𝑥𝑥
lim , lim ln(3𝑥𝑥 + 5), lim , lim cos(2𝑥𝑥 + 𝜋𝜋).
𝑥𝑥→−3 𝑥𝑥 2 +5 𝑥𝑥→0 𝑥𝑥→0 2𝑥𝑥+1 𝑥𝑥→0

 Dar feedback quanto as resoluções.

Pense – Pareie – Compartilhe: Cálculo de Limites de funções indeterminadas (funções racionais com
denominador 0).
𝑥𝑥 2 −16 √𝑥𝑥 2 +36−6
 Solicitar que, individualmente, cada aluno calcule os limites: lim e lim ; reflita e crie
𝑥𝑥→4 𝑥𝑥−4 𝑥𝑥→0 𝑥𝑥²
estratégias para o cálculo do mesmo.
 Após, solicitar que os alunos compartilhem com seu colega ao lado as estratégias estabelecidas para
a resolução. Permitir tempo para que testem suas estratégias.
 Se necessário, induzir reflexões para estratégias algébricas, tais como manipulações (fatoração,
produtos notáveis, divisão de polinômio, fator comum, racionalização)
 Questionar os alunos sobre:
o Características da função dada para o cálculo do limite;
o Resultado do limite a partir da substituição direta;
o A estratégia estabelecida para a resolução do limite.
 Sintetizar e definir, por meio das resoluções apresentadas, o conceito de Limites Indeterminados,
bem como o cálculo de Limites que envolvem indeterminações de funções racionais (denominador
zero).
 Feedback: Esboçar, utilizando o Geogebra, o gráfico de cada função racional para confrontar com a
resolução dos limites.

FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)


Treino de Habilidades:
 Propor aos alunos a resolução dos limites indeterminados aplicando as estratégias algébricas
(𝑥𝑥+5)²−25 𝑥𝑥+1 5𝑥𝑥 4 −3𝑥𝑥 3 −4𝑥𝑥 2 +𝑥𝑥 𝑥𝑥 2 +5𝑥𝑥−14
abordadas: lim , lim , lim , lim .
𝑥𝑥→0 𝑥𝑥 𝑥𝑥→−1 𝑥𝑥 3 +1 𝑥𝑥→0 2𝑥𝑥 𝑥𝑥→−7 𝑥𝑥+7

 Confrontar com o colega ao lado suas respostas e ajustar quando necessário.


 Dar feedback das resoluções e estratégias aplicadas.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


6
ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Exercícios para praticar Cálculo de Limites: 2, 10, 11 ao 31 (ímpares), p. 98. STEWART, James. Cálculo –
volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha Biblioteca.
 Exercícios para praticar Continuidade: 2, 3, 35, 37, 44, p. 117-118. STEWART, James. Cálculo – volume 1,
7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha Biblioteca.

RECURSOS
 Geogebra (http://www.geogebra.org);
 STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Capítulo 2, p. 91-117
Disponível na Minha Biblioteca.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


7
ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

1) Analisando o gráfico das funções f(x), g(x) e h(x), defina:

a) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥) e) lim 𝑔𝑔(𝑥𝑥) i) lim ℎ(𝑥𝑥)


𝑥𝑥→1+ 𝑥𝑥→1− 𝑥𝑥→1

b) lim 𝑔𝑔(𝑥𝑥) f) lim ℎ(𝑥𝑥) j) f(1)


𝑥𝑥→1+ 𝑥𝑥→1−

c) lim ℎ(𝑥𝑥) g) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥) k) g(1)


𝑥𝑥→1+ 𝑥𝑥→1
l) h(1)
d) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥) h) lim 𝑔𝑔(𝑥𝑥)
𝑥𝑥→1− 𝑥𝑥→1

2) As funções acima são contínuas? O que é comum ao gráfico das três funções?

3) Dado o gráfico da função f abaixo, determine o que se pede, justificando suas respostas.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


8
 l i m f(x) =  l i m f(x) =
x → − 1− x → 1− y
 
3
 
 
 l i m f(x) =  l i m f(x) =
x → − 1+ x → 1+
  2
 
f(−1) = f(1) =
 
1

f tem limite em xo=-1? f tem limite em xo=1? −4 −3 −2 −1 1

−1
f é contínua nesse ponto? f é contínua nesse ponto?

4) a) Esboce o gráfico das funções abaixo e calcule os limites laterais nos pontos onde estas funções
mudam de sentenças:

𝑥𝑥 + 2; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 < −1
𝑥𝑥 2 − 1; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 < 2 𝑥𝑥 2 − 1; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 < 2 2; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 = −1
a) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = � 3; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 = 2 𝑔𝑔(𝑥𝑥) = � 4; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 = 2 ℎ(𝑥𝑥) = � 2
𝑥𝑥 ; 𝑠𝑠𝑠𝑠 − 1 < 𝑥𝑥 < 1
−𝑥𝑥 + 5; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 > 2 −𝑥𝑥 + 5; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 > 2
−𝑥𝑥 + 2; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 ≥ 1

b) Verifique se as funções f e g são contínuas no ponto xo=2. Justifique suas respostas.

c) Verifique se a função h é contínua nos pontos x=-1 e x=1. Justifique suas respostas.

5) Calcule os seguintes limites indeterminados: (método da fatoração)

x 2 − 3x + 2 2x 2 − 8 x3 − 8 x 3 − 27
a) lim b) lim c) lim d) lim
x →1 x 2 − 4x + 3 x →2 x 2 − 2x x →2 x2 − 4 x →3 x 2 + 3 x − 18

6) Calcule os seguintes limites envolvendo raízes: (multiplicação e divisão pelo conjugado)

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


2
2x − 18 x 2 − 16 x +5 −2
a) lim b) lim c) lim
x →9 x −3 x→4 x −2 x → −1 x +1

7) Calcule os seguintes limites:

x2 − 4 x 2 − 2x + 1 t2 − 4
a) lim b) lim c) lim
x →2 x 2 − 2x x →1 x3 − 1 t →2 3t 2 − 4t − 4

3x 3 − 4x 2 − x + 2 ( 4 + x )2 − 16 x 3 − 6x − 9
d) lim e) lim f) lim
x→1 2x − 3 x + 1 x x 3 − 8x − 3
3 2 x →0 x →3

2x 2 + 3 x − 2 x3 − 8 x2 − 4
g) lim h) lim i) lim 3
x →1 2 8x 3 − 1 x →2 x−2 x → −2 3x + 5x − 2
2

x 2 − 16 x+2 − 2 x −1
j) lim k) lim l) lim
x →4
x −2 x →0 x x →1 x −1

Resultados:
1) a) 2 b) 2 c) 2 d) 1 e) 2 f) 1 g) Não existe h) 2 i) Não existe j) 2 k) 1 l) 1
2) Não. São funções que apresentam descontinuidade em x = 1.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


3
SEMANA 3
TEMA: Limites Infinitos e no Infinito

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Identificar os limites com indeterminações que envolvem o infinito.


• Aplicar as propriedades operatórias para cálculo de limites envolvendo infinitos.
• Resolver limites infinitos e no infinito.
• Identificar as assíntotas horizontais e verticais de uma dada função.
• Resolver situações-problema envolvendo limites infinitos e limites no infinito.

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


 Retomar o conceito de limite de uma função, solicitando para que o aluno registre em poucas palavras o
que entende por limite, ou seja, explicar o que significa para o aluno a expressão: 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 𝐟𝐟(𝐱𝐱) = 𝐋𝐋.
𝐱𝐱→𝐭𝐭

 Sugerir alguns exemplos de limites estudados nas aulas anteriores, para que os alunos retomem o cálculo
de limites e em seguida efetuar a correção coletiva solicitando a participação efetiva dos estudantes.
 Retomar algumas atividades extraclasse para recordar e analisar limites.
 Analisar o comportamento de uma função f(x) quando x assume valores positivos arbitrariamente
grandes(x → +∞), ou valores negativos com valores absolutos arbitrariamente grandes (x → +∞), em
1
seguida, aplicar o teorema de lim 𝑛𝑛=0, para n um número positivo qualquer.
𝑥𝑥→±∞ 𝑥𝑥

Sugestõess de funções:

3𝑥𝑥+1
i) f(x) =
𝑥𝑥+1
11𝑥𝑥+2
ii) f(x) = =
2𝑥𝑥 3 −1
𝑥𝑥 2 −3
iii) f(x) =
2𝑥𝑥−4
𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(𝑥𝑥)
iv) f(x) = 2 +
𝑥𝑥

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


1 1
• Por meio de uma tabela, solicite aos alunos para construírem os gráficos das funções f(x) = e g(x) = ,
𝑥𝑥² (𝑥𝑥+1)²
em folha de papel milimetrado, quando x se aproxima de 0 e -1 respectivamente, questionando os alunos
sobre às análises dos limites realizadas.
𝟏𝟏 𝟏𝟏
• Use o Geogebra para analisar os limites 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 e 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 , fazendo assim que os alunos notem que,
𝒙𝒙→𝟑𝟑− 𝟑𝟑−𝒙𝒙 𝒙𝒙→𝟑𝟑− 𝟑𝟑−𝒙𝒙
na medida em que 𝒙𝒙 → ∞, o gráfico da função vai se aproximando da reta y = 3 por valores maiores que

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


4
3; e se 𝒙𝒙 → −∞, o gráfico da função vai ficando cada vez mais próximo de y = 3 por valores menores que
3, concluindo que a reta y = 3 é uma assíntota.
• Definir limites infinitos e limites no infinito, bem como suas propriedades operatórias.
• Resolver exemplos de limites infinitos e limites no infinito, bem como situações-problema envolvendo
estes tipos de limites.
• Propor por meio de um celular, tablet ou computador, a resolução das questões sugeridas no link do
Microsoft Forms sobre limites e limites no infinito e em seguida analisar por meio dos gráficos gerados
pelo app, as questões em que os alunos tiveram mais dúvidas para dar o feedback das resoluções.
https://forms.office.com/Pages/ResponsePage.aspx?id=nqplKssl7kiFm3JpfMgFXDlI0iW8hftCgfcN3zck9XJ
UNlZFVDdCUlgzNzRXM1VPVkhLOVBVVDE4My4u

FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)


 Feedback referente aos cálculos de Limites infinitos e limites no infinito.
 Apresentação elaborada por meio das atividades 1 e 2

ATIVIDADE EXTRACLASSE
• Exercícios para praticar Cálculo de Limites infinitos e limites no infinito: 1, 2, 3 , e questões 05 à 30
(exercícios ímpares) p. 130 à 132. ANTON, Howard. Cálculo – volume 1, 8ª ed. Porto Alegre: Bookman,
2007. Disponível na Minha Biblioteca.
• Vídeo: Estude Matemática – Limites no infinito (Temporada 2018).
https://www.youtube.com/watch?v=zWJOhFd2sXE&index=5&list=PLizISvNdCrxxu2TTd7vdC1Biiyh3UJkMV&t
=2615s

RECURSOS
 Papel milimetrado;
 Computador e/ou tablets e/ou smartphones;
 Geogebra (http://www.geogebra.org);
 STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013.

ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

1) Calcule os limites a seguir, se existirem:

1
a) lim (𝑥𝑥 3 + √𝑥𝑥 + )
𝑥𝑥→0 𝑥𝑥 2

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


5
b) lim (3𝑥𝑥 5 − 4𝑥𝑥 3 + 1)
𝑥𝑥→+∞

5𝑥𝑥+2
c) lim
𝑥𝑥→−1 |𝑥𝑥+1|

𝑥𝑥 2 +3𝑥𝑥+1
d) lim+
𝑥𝑥→2 𝑥𝑥 2 +𝑥𝑥−6

𝑥𝑥 2 +3
e) lim
𝑥𝑥→+∞ 𝑥𝑥+2

5−𝑥𝑥³
f) lim
𝑥𝑥→+∞ 8𝑥𝑥+2

2𝑥𝑥 4 +3𝑥𝑥 2 +2𝑥𝑥+1


g) lim
𝑥𝑥→+∞ 4−𝑥𝑥 4

𝑥𝑥 2 +3𝑥𝑥−1
h) lim
𝑥𝑥→+∞ 𝑥𝑥 3 −2

𝑥𝑥 2 +6𝑥𝑥−16
i) lim +
𝑥𝑥→−3 𝑥𝑥+3

2𝑥𝑥 ² −5𝑥𝑥+6
j) lim
𝑥𝑥→+∞ −𝑥𝑥 3 −6𝑥𝑥 2 −𝑥𝑥+2

2𝑥𝑥 ² −2𝑏𝑏𝑏𝑏+𝑎𝑎𝑎𝑎−𝑎𝑎𝑎𝑎
k) lim
𝑥𝑥→+∞ 3𝑐𝑐𝑥𝑥 2 −𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐+3𝑑𝑑𝑑𝑑−𝑑𝑑𝑑𝑑

2) O custo médio por unidade (em dólares) que a Companhia Whasnt Ville tem ao fabricar X resistores é
3000
dado pela função C(x) = 1,8 + . Calcule lim 𝐶𝐶(𝑥𝑥) e interprete o resultado obtido.
𝑥𝑥 𝑥𝑥→+∞

3) Um tanque contém 5000 litros de água pura. Salmoura contendo 30 g de sal por litro de água é bombeada
dentro do tanque a uma taxa de 25 l/minuto. Nestas condições, a concentração de sal após t minutos
30𝑡𝑡
(em gramas por litro) é dada por 𝐶𝐶(𝑡𝑡) . O que acontece com a concentração de sal quando t → +∞?
200+𝑡𝑡

4) Considere a função f: R→R definida por:

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


6
2𝑥𝑥 + 1, 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 < 0
f(x) = � 𝑥𝑥 + 2, 𝑠𝑠𝑠𝑠 0 ≤ 𝑥𝑥 < 2
−(𝑥𝑥 − 3)2 + 4, 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 ≥ 2

a) Esboce o gráfico da função f(x), identificando sua imagem.


b) Com base no gráfico, complete a tabela abaixo.

f(0) + f(2) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥)
𝑥𝑥→−∞ 𝑥𝑥→0− 𝑥𝑥→0+ 𝑥𝑥→2− 𝑥𝑥→2+ 𝑥𝑥→∞

5) Determine as assíntotas verticais e horizontais de cada curva. Confira seu trabalho por meio de um
gráfico da curva e das estimativas das assíntoras.

𝑥𝑥
a) f(x) =
𝑥𝑥+4
2𝑥𝑥 2 +𝑥𝑥−1
b) f(x) =
𝑥𝑥 2 +𝑥𝑥−2
𝑥𝑥 3 −𝑥𝑥
c) f(x) =
𝑥𝑥 2 −6𝑥𝑥+5

5
6.º) Faça uma conjectura sobre o valor do limite lim 𝑥𝑥²𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠
𝑥𝑥→−∞ 𝑥𝑥²

ao avaliar f (x) = x² sen(5/x²) para x = 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 20, 50 e 100. Então, confirme seu palpite ao
calcular exatamente esse limite.

7.º) Calcule o limite justificando cada passagem com as propriedades dos limites que forem usadas.

1
a) lim
𝑥𝑥→∞ 𝑥𝑥 √𝑥𝑥
5+2𝑥𝑥
b) lim
𝑥𝑥→∞ 3−𝑥𝑥
𝑥𝑥+4
c) lim
𝑥𝑥→∞ 𝑥𝑥 2 −2𝑥𝑥+5
7𝑡𝑡 3 +4𝑡𝑡
d) lim
𝑥𝑥→∞ 2𝑡𝑡 3 −𝑡𝑡 2 +3
(1−𝑥𝑥)(2+𝑥𝑥)
e) lim
𝑥𝑥→−∞ (1+2𝑥𝑥)(2−3𝑥𝑥)

2𝑥𝑥 2 −1
f) lim �
𝑥𝑥→−∞ 𝑥𝑥+8𝑥𝑥²
1
g) lim
𝑥𝑥→∞ 3+√𝑥𝑥

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


7
𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠²𝑥𝑥
h) lim
𝑥𝑥→−∞ 𝑥𝑥²

Nos problemas 8 e 9, use o Geogebra para avaliar as seguintes situações:

8.º) Se f (x) = 2x +1, dê o valor de:


a) lim f (x) x→+∞
b) lim f (x) x→−∞ 2.

9.º) Para f (x) = −x +1, dê o valor de:

a) lim f (x) x→+∞


b) lim f (x) x→−∞

10.º) Para f(x) = 2x³- 3x² - 3x + 2, Calcule:

a) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥)
𝑥𝑥→+∞

b) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥)
𝑥𝑥→−∞

c) lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥)
𝑥𝑥→1/2

Resultados:
1.º)
a) + ∞
b) + ∞
c) - ∞
d) ∞
e) + ∞
f) - ∞
g) -2
h) 0
i) -∞
j) -5/6
k) 2/3c

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


8
2.º)

O cálculo mostra que, à medida que a produção de resistores cresce, o custo médio diminui e
se aproxima de 1,8 dólar por unidade.

3.º) A concentração de sal se aproxima de L = 30 g/litro por valores menores do que L.

4.º)

5.º)

a) y = 1, x = -4

b) y = 2, x = -2 e x = 1

c) x = 5

6.º) 5

7.º)
a) 0
b) -2
c) 0
d) 7/2
e) 1/6
f) 1/2
g) 0
h) 0

8.º) a) + ∞ b) − ∞
9.º) a) − ∞ b) + ∞
10.º)
a) + ∞
b) − ∞
c) 2

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


9
SEMANA 4
TEMA: Derivadas

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Reconhecer a derivada como medida de taxa de variação, o que pode ser identificada a partir do
coeficiente de uma reta tangente.
• Calcular, a partir da derivada, a equação de retas tangentes e normais ao gráfico de uma função.
• Aplicar a tabela de derivadas e regras de derivação (soma e produto por constante) para derivar
combinações lineares de funções elementares (funções constantes, potência, exponenciais,
logarítmicas, trigonométricas e arcos trigonométricos).

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


 Aula expositiva dialogada: Sondagem dos conhecimentos de limites.
 Questionar os alunos sobre os principais conceitos de limites, como calcular os limites de funções reais,
bem como apresentar problemas envolvendo o cálculo de limites de funções.
 Registrar no quadro a contribuição dos mesmos e em seguida fazer um breve resumo dos conteúdos
abordados no cálculo de limites.
 Solicitar em seguida que os alunos construam um mapa mental, a partir do resumo elaborado e se
possível, utilizar um aplicativo de construção de mapas mentais para registrar e compartilhar através do
e-mail da turma. (Sugestão de aplicativo: Mimind).
 Se necessário, retomar as atividades extraclasse para recordar e analisar limites.
• Relacionar o estudo de limites com o conceito de derivadas, apresentando diversas situações-problema
𝒇𝒇(𝒙𝒙+𝒉𝒉)−𝒇𝒇(𝒙𝒙)
envolvendo limites da forma 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 que envolvam aplicações na engenharia.
𝒙𝒙→𝟎𝟎 𝒉𝒉

• Sugerir aos alunos uma atividade de revisão de limites e em seguida, direcionar a atividade para o cálculo
𝒇𝒇(𝒙𝒙+𝒉𝒉)−𝒇𝒇(𝒙𝒙)
de limites da forma 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 .
𝒙𝒙→𝟎𝟎 𝒉𝒉

• Questionar os alunos sobre a relação dos limites com a derivada de uma função, sobre a inclinação da reta
tangente e se é possível obter a inclinação da reta tangente em qualquer ponto.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


 Aula expositiva interativa: Esboço de gráficos de Funções Reais e suas respectivas Derivadas, Técnicas de
derivação.
 Em pares, solicite que ao menos um aluno do par baixe o software gratuito Geogebra para as
representações do gráfico e de derivadas das funções a serem analisadas.
 Demonstrar aos alunos como utilizar o Geogebra, projetando na lousa o mesmo e demonstrando os
comandos.
 Apresentar graficamente gráficos de algumas funções, fazendo os seguintes questionamentos as alunos:
O que é o coeficiente angular de uma reta? Quais são as posições relativas entre uma reta e uma curva?

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


10
Qual é a relação existente entre o limite de uma função e o coeficiente angular da curva y= f(x) no ponto
P(x0,f(x0)?
 Definir através de aula expositiva ou apresentação em PowerPoint, o coeficiente angular e a tangente a
uma curva em um ponto, e a derivada de uma função em um ponto.
 Definir a derivada de uma função a como o limite, usar a fórmula para calcular o limite de algumas funções
reais e em seguida sugerir alguns exemplos para que os alunos calculem a derivada de algumas funções
usando o limite.
 Apresentar as regras que permitem derivar funções constantes, funções de potência, polinômios, funções
exponenciais de forma simples e diretamente, sem ter que a cada vez aplicar limites.
 Resolver situações-problema envolvendo derivadas, bem como as técnicas de derivação estudadas.

FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)


 Feedback referente ao conceito de derivada, bem como suas técnicas de derivação e aplicações.
 Solicitar que os alunos realizem em dupla a atividade A, no campo atividades de aprendizagem e em
seguida corrigir as questões eles tiveram mais dúvidas.

ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Exercícios sobre derivadas: secção 3.1 (ímpares), p. 164 e 165. STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª
ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013.
 Vídeo: Ferreto Matemática –Playlist: Derivada.
https://www.youtube.com/watch?v=I11VcxwOCm0&list=PLEN25wVEJy6OK1kR5qge7SkFudo80hnIf

RECURSOS
 Computador e/ou tablets e/ou smartphones;
 Geogebra (http://www.geogebra.org);
 STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


11
ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

Tabela de Derivadas
Na tabela de derivadas apresentada u e v são funções deriváveis de x e c, α e a são constantes.
(1) y = c y’ = 0
(2) y = x y’ = 1
(3) y = c.u y’ = c.u’
(4) y = u+v y’ = u’+v’
(5) y = u.v y’ = (u.v’)+(v.u’)
𝑢𝑢 �𝑣𝑣.𝑢𝑢′ �−(𝑢𝑢.𝑣𝑣 ′ )
(6) y = y’ =
𝑣𝑣 𝑣𝑣 2
(7) y = uα, (α ≠ 0) y’ = α.(uα-1).u’
𝑛𝑛 (𝑢𝑢′ )
(8) y = √𝑢𝑢 y’ = 𝑛𝑛
𝑛𝑛 �𝑢𝑢𝑛𝑛−1

(9) y = au, (a ≥ 0, a ≠ 1) y’ = au.lna.u’


(10) y = 𝑒𝑒 𝑢𝑢 y’ = 𝑒𝑒 𝑢𝑢 .u’
𝑢𝑢′
(11) y = loga u y’ = loga e
𝑢𝑢
𝑢𝑢′
(12) y = ln u y’ =
𝑢𝑢
v
(13) y = u y’ = (v.uv-1.u’)+(uv.ln u.v’)
(14) y = sen u y’ = cos u.u’
(15) y = cos u y’ = - sen u.u’
(16) y = tg u y’ = sec² u.u’
(17) y = cotg u y’ = - cosec² u.u’
(18) y = sec u y’ = sec u . tg u.u’
(19) y = cosec u y’ = - cosec u . cotg u.u’
𝑢𝑢′
(20) y = arc sen u y’ =
�1−𝑢𝑢2
−𝑢𝑢′
(21) y = arc cos u y’ =
�1−𝑢𝑢2
𝑢𝑢′
(22) y = arc tg u y’ =
(1+𝑢𝑢2 )

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


12
−𝑢𝑢′
(23) y = arc cotg u y’ =
(1+𝑢𝑢2 )
𝑢𝑢′
(24) y = arc sec u, lul ≥1 y’ = , lul ≥1
lul �𝑢𝑢2 −1
−𝑢𝑢′
y = arc cosec u, lul ≥1 y’ = , lul ≥1
lul �𝑢𝑢2 −1

Atividade A:

1.º) Derive as funções seguintes usando as regras estudadas, justificando detalhadamente cada
passagem.
a) f(x) = x5
b) f(x) = 4x3
c) f(x) = 3x9 + 4x7 – 5x6
d) f ( x) = x
e) f ( x) = x + 2 3 x − 3 x −2
1
f) f ( x ) = x −3 + 7
x
2.º) Dada a função f(x) = x² - 2x + 1, determine a equação da reta tangente à curva f(x) no ponto cuja
abscissa é 2.
3.º) Dadas as funções f(x) = x²+ Ax e g(x) = Bx, determinar A e B de tal forma que

 f ' ( x) + g ' ( x) = 1 + 2x

f(x) - g(x) = x²

4.º) Considere as funções f(x) = x³ - 3x² - 24x + 2 e g(x) = + 3 x ² + 9 x . Determine os
3
intervalos/pontos em que as derivadas f’(x) e g’(x) são positivas, nulas ou negativas.
5.º) Encontre a derivada das seguintes funções usando a definição e em seguida use as regras de
derivação para encontrar as derivadas das funções:
a) y = 8x² + 3x
b) y = 7x² - 5x + 3

6.º) Determine a equação da reta tangente à parábola y = x²- 8x + 9 no ponto (3, -6).

1  1
7.º) A equação da reta tangente ao gráfico f(x) = no ponto  5,  será:
x  5

a) 25y + x − 10 =0.

b) 10y − x + 7 =0.

c) 7y + 2x − 2 =0.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


13
d) 10y + x − 10 =0.

e) 5y + x − 10 =0.

8.º) A derivada da função f, de IR em IR, definida por f(x) = -2x5 + 4x3 + 3x - 6, no ponto de abcissa
x0 = -1, é igual a:

a) 25
b) 19
c) 9
d) 5
e) 3

9.º) Determine uma equação da reta normal á curva y = x3 – 4 no ponto (2,4)

10
10º) Determine uma equação da reta normal á curva y = no ponto (4,-5)
14 − x 2
11.º) Determine a equação da reta tangente ao gráfico da função f(x) = x3 + x + 3 no ponto de abscissa x0 = 0.

12.º) Determine a equação da reta tangente ao gráfico da função f(x) = x2 - 3 + 4 no ponto (1, f(1)).

13.º) Uma partícula se move sobre uma trajetória segundo a equação abaixo onde S é dado em metros e t em
segundos. Determine a velocidade e aceleração nos valores indicados:

a) S (t ) = 2t + 10t − 1 . Determine a velocidade no instante t = 3 s.


2

b) S (t ) = t + 3t . Determine a velocidade no instante t = 2 s.


2

c) S (t ) = t + t + 2t + 1 . Determine a velocidade no instante t = 1 s e aceleração em t = 2 s.


3 2

14.º) A taxa de desemprego varia com o tempo. A tabela fornece a porcentagem de desempregados na força
de trabalho australiana em meados de 1995 a 2004.

(a) Qual o significado de U´(t)? Quais são suas unidades?

(b) Construa uma tabela de valores para U´(t) .

15.º) Seja a P(t) porcentagem da população das Filipinas com idade maior que 60 anos no instante t. A tabela
fornece projeções dos valores desta função de 1995 a 2020.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


14
a) Qual o significado de P´(t)? Quais são suas unidades?
b) Construa uma tabela de valores para P´(t).
c) Faça os gráficos de P e P´.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


15
SEMANA 5
TEMA: Regras de derivação.

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Aplicar a tabela de derivadas e regras de derivação (soma e produto por constante) para derivar
combinações lineares de funções elementares (funções constantes, potência, exponenciais,
logarítmicas, trigonométricas e arcos trigonométricos).
• Identificar funções que necessitem das regras do produto e/ou quociente para o cálculo de sua derivada
• Empregar as regras de derivação (soma, produto por constante, produto e quociente) para calcular
derivadas de funções

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


 Perguntas e respostas:
o Inicie a aula com perguntas exploratórias sobre derivadas, para fazer um levantamento dos
conhecimentos prévios dos estudantes.
o Sugestões de perguntas:
 Qual relação do limite com a derivada?
 O que é inclinação? O que é reta tangente? O que é inclinação da reta tangente?
 É possível obter essa inclinação da reta tangente em todos os pontos da função?
o Valorize as respostas, mesmo quando erradas, identificando pontos positivos e destacando-os e
complementando algumas respostas, de pererência com a contribuição de outros alunos.
o Finalizar a atividade registrando uma resposta coletiva, contemplando os apontamentos feitos
pelos alunos.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


Aula expositiva interativa: Esboço gráfico de Funções Reais e suas respectivas Derivas
 Em pares, solicite que ao menos um aluno do par baixe o software gratuito Geogebra para as
representações do gráfico e de derivadas das funções a serem analisadas.
 Demonstrar aos alunos como utilizar o Geogebra, projetando na lousa o mesmo e demonstrando
os comandos.
 Apresentar graficamente uma função constante e gerar a reta tangente através dos comandos do
Geogebra. Fazer questionamentos para que os alunos verifiquem que esta reta tangente não possui
inclinação (zero) e constatar a correspondência na folha de fórmulas de derivadas (em anexo).
 Plotar gráfico da função identidade, y = x, gerar a reta tangente e verificar que o ângulo formado é
45o, convidar os alunos que não lembram, verificar na calculadora a tangente de 45o, já que derivada
é, geometricamente, a inclinação da reta tangente.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


16
 Fazer o gráfico das outras funções e suas respectivas derivadas, sempre exemplificando o cálculo
das derivadas e fazendo a correspondência com a folha de fórmulas.
o Exemplos de funções a serem derivadas com o auxílio da tabela:
 Derivada de função constante
a) f ( x) = 5 ⇒ f ' ( x) = 0

b) f ( x ) = 6 ⇒ f ' ( x ) = 0
 Derivada da função identidade.
d
f ( x) = x ⇒ [x] = 1
dx
 Derivada de uma constante multiplicando uma função
d
[cf ( x)] = c d [ f ( x)]
dx dx
 Derivada de potência de x.
f ( x) = x n ⇒
d n
dx
[ ]
x = nx n −1
Exemplos:
12
a) f ( x) = x ⇒ f ' ( x) =
4
b) f ( x) = 5 x ⇒ f ' ( x) =
1
f ( x) = ⇒ f ' ( x) =
c) x
3 2
d) f ( x) = x ⇒ f ' ( x) =
 Derivada de somas e diferenças
d
[ f ( x) ± g ( x)] = d [ f ( x)] ± d [g ( x)]
dx dx dx
Exemplos:
4 2
a) f ( x) = x + x ⇒ f ' ( x) =
8 5
b) f ( x) = 3 x − 2 x + 6 x + 1 ⇒ f ' ( x) =

 Derivada de um produto
d
[ f ( x).g ( x)] = d [ f ( x)]g ( x) + f ( x) d [g ( x)]
dx dx dx
Em notação funcional:
( f ⋅ g ) ' = f '⋅ g + f ⋅ g '
2 3
Exemplo: f ( x) = (4 x − 1)(7 x + x) ⇒ f ' ( x) =
 Derivada do quociente
d
d  f ( x) 
[ f ( x)]g ( x) − f ( x) d [g ( x)]
= dx dx , com g ( x) ≠ 0.
dx  g ( x)  [g ( x)]2

Em notação funcional:

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


17
'
f f '⋅ g − f ⋅ g '
  =
g g2
x2 −1
f ( x) = 4 ⇒ f ' ( x) =
Exemplo: x +1
 Derivadas de funções trigonométricas
f ( x) = sen x f ( x) = cos x
a) d b) d
[sen x] = cos x [cos x] = − sen x
dx dx
f ( x) = tg x f ( x) = cot g x
c) d d) d
[tg x] = sec 2 x [cot g x] = − cos sec 2 x
dx dx
f ( x) = sec x f ( x) = cos sec x
e) d f) d
[sec x] = sec x . tg x [cos sec x] = − cos sec x . cot g x
dx dx
 Derivadas de funções exponenciais e logarítmicas
f ( x) = a x , com a > 0 , a ≠ 1
d x
[ ]
a = a x ln a
a) dx
No caso especial onde a = e temos ln e = 1 , assim
f ( x) = e x
d x
[ ]
e = ex
b) dx
f ( x) = log a x , com x > 0
d
[log a x] = 1
c) dx x ln a
No caso especial onde a = e temos log a e = ln e = 1 , assim
f ( x) = ln x , com x > 0
d
[ln x] = 1
d) dx x
 Derivadas das funções trigonométricas inversas.
f ( x) = arc sen x f ( x) = arc cos x
a) d
[arc sen x] = 1 2 b) d
[arc cos x] = − 1 2
dx 1− x dx 1− x

f ( x) = arc tg x f ( x) = arc cot g x


c) d d) d
[arc tg x] = 1 [arc cot g x] = − 1 2
dx 1+ x dx 1+ x
f ( x) = arc sec x f ( x) = arc cos sec x
e) d [arc sec x ] = 1 f) d [arc cos sec x ] = −1
dx x x2 −1 dx x x2 −1

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


18
FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)
 Bingo correspondência da função com a derivada. O Professor poderá gerar as cartelas do Bingo site
http://print-bingo.com
 Autoavaliação: O aluno deverá se autoavaliar e verificar se atingiu os objetivos de aprendizagem
pretendidos para aula, bem como as razões para o resultado obtido.

ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Exercícios 7.3 e 7.4 do cap. 7 do livro: Um curso de cálculo. V.1. do autor: Hamilton Guidorizzi.
 Vídeo

RECURSOS
Lousa, ppt, projetor de slides, Geogebra (http://www.geogebra.org).

GUIDORIZZI, Hamilton Luiz. Um curso de cálculo. V.1. Capítulo 7 – Exercícios 7.7

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


19
ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

1. Calcule as derivadas das funções abaixo:


x2 5
a) y = 2x 3 − + + 3
3 x

x 3 x2
b) y = 3 tgx + + − 6 x + ln(3)
3 2

c) y = x 4 + 4 x + 3ln x − 2 e3

d) y = (x 2 + 3) cos x + 3 tgx

e) y = x 2 ln x + e x senx

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


20
x2 + 1
f) y=
3x + 4

senx
g) y =
4x + 1

2. Ache a derivada em relação a x de:


2
a) f ( x) = x − x b) f ( x) = 2 x + 1.

3. a) Ache a derivada em relação a x de f ( x) = x .


b) Ache a inclinação da reta tangente a y = x em x = 9 .

4. Dada a função f ( x) = x 2 − 3 x + 1, determine


df
dx
.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


21
5. Determine a derivada das funções:
a ) f ( x) = 11

b) f ( x ) = x − 4

c) f ( x) = −5 x 3

d ) f ( x) = −2 sen x
2 3
e) f ( x ) = x
3
f ) f ( x) = 2 x

g ) f ( x) = 48 x

h) y = 3 x 4 − 5 x 2 + 4 x

i ) y = sen x + 2 cos x

6. Se f ( x) = 2 x 3 calcule f ' (2).

7. Dada a função f ( x) = sen x , calcule f ' (π 6).

8. Dada a função f ( x) = 3 x 2 , calcule a derivada de f(x) no ponto x = 8.

9. Dada a função f ( x) = 2 + sen x − cos x , calcule f ' (π 3).

10. Seja a função f (t ) = 4t 3 − 6t 2 + 3t + 2. Determine f ' (1).

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


22
Tabela de Derivadas
Na tabela de derivadas apresentada u e v são funções deriváveis de x e c, α e a são
constantes.
(25) y=c y’ = 0
(26) y=x y’ = 1
(27) y = c.u y’ = c.u’
(28) y = u+v y’ = u’+v’
(29) y = u.v y’ = (u.v’)+(v.u’)
𝑢𝑢 �𝑣𝑣.𝑢𝑢′ �−(𝑢𝑢.𝑣𝑣 ′ )
(30) y= y’ =
𝑣𝑣 𝑣𝑣 2
(31) y = uα, (α ≠ 0) y’ = α.(uα-1).u’
𝑛𝑛 (𝑢𝑢′ )
(32) y = √𝑢𝑢 y’ = 𝑛𝑛 𝑛𝑛−1
𝑛𝑛 √𝑢𝑢
(33) y = a , (a ≥ 0, a ≠ 1)
u
y’ = au.lna.u’
(34) y = 𝑒𝑒 𝑢𝑢 y’ = 𝑒𝑒 𝑢𝑢 .u’
𝑢𝑢′
(35) y = loga u y’ = loga e
𝑢𝑢
𝑢𝑢′
(36) y = ln u y’ =
𝑢𝑢
(37) y = uv y’ = (v.uv-1.u’)+(uv.ln u.v’)
(38) y = sen u y’ = cos u.u’
(39) y = cos u y’ = - sen u.u’
(40) y = tg u y’ = sec² u.u’
(41) y = cotg u y’ = - cosec² u.u’
(42) y = sec u y’ = sec u . tg u.u’
(43) y = cosec u y’ = - cosec u . cotg u.u’
𝑢𝑢′
(44) y = arc sen u y’ = 2
√1−𝑢𝑢
−𝑢𝑢′
(45) y = arc cos u y’ =
√1−𝑢𝑢2
𝑢𝑢′
(46) y = arc tg u y’ =
(1+𝑢𝑢2 )
−𝑢𝑢′
(47) y = arc cotg u y’ =
(1+𝑢𝑢2 )
𝑢𝑢′
(48) y = arc sec u, lul ≥1 y’ = , lul ≥1
lul √𝑢𝑢2 −1
−𝑢𝑢′
(49) y = arc cosec u, lul ≥1 y’ = , lul ≥1
lul √𝑢𝑢2 −1

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


23
SEMANA 6
TEMA: Regra da Cadeia

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Identificar funções compostas.


• Aplicar a Regra da Cadeia para derivação de funções compostas.

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


 Aula expositiva dialogada: Identificar Funções Compostas.
o Apresentar aos alunos as seguintes funções: 𝑦𝑦 = √𝑥𝑥 2 + 4 , 𝑦𝑦 = (𝑥𝑥 + 6)10 , 𝑦𝑦 = cos(5𝑥𝑥) , 𝑦𝑦 =
𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠²(𝑥𝑥), 𝑦𝑦 = 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(𝑥𝑥 2 ), 𝑦𝑦 = 34𝑥𝑥 , 𝑦𝑦 = 𝑒𝑒 𝜋𝜋𝜋𝜋 , 𝑦𝑦 = 𝑒𝑒 𝑡𝑡𝑡𝑡(√𝑥𝑥) , 𝑦𝑦 = cos(cos�𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(2𝑥𝑥)�)
o Questioná-los: O que todas as funções apresentadas têm em comum?
o Definir, a partir da contribuição dos alunos, a definição de Função Composta, bem como a notação
𝑦𝑦 = 𝑓𝑓�𝑔𝑔(𝑥𝑥)� 𝑜𝑜𝑜𝑜 𝑓𝑓 𝑜𝑜 𝑔𝑔.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


 Aula expositiva interativa: Regra da Cadeia
Ciclo 1:
o Questione os alunos sobre possíveis estratégias para derivação das funções compostas
apresentadas.
o Defina a Regra da Cadeia e sua notação como a estratégia para o cálculo de derivadas de funções
compostas.
o Exemplifique a Regra da Cadeia por meio da resolução das derivadas de algumas das funções
dadas anteriormente identificando a função f e g.
o Propor a aplicação da Regra da Cadeia para o cálculo da derivada das funções: 𝑦𝑦 = 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠²(𝑥𝑥), 𝑦𝑦 =
𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(𝑥𝑥 2 ), 𝑦𝑦 = cos(cos�𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(2𝑥𝑥)�)
o Auxiliar os alunos com feedback das resoluções.

Ciclo 2:
o Salientar que a Regra da Cadeia é mais uma regra que integra a tabela de Diferenciação, logo, é
necessário observar as operações entre as funções, bem como a composição de funções. Para
evidenciar isso, questione os alunos sobre as seguintes funções: 𝑦𝑦 = (5𝑥𝑥 3 − 𝑥𝑥 2 ). 𝑒𝑒 3𝑥𝑥 , 𝑦𝑦 =
10
𝑥𝑥 2 +1 𝑒𝑒 √𝑥𝑥
(2𝑥𝑥 5 + 4𝑥𝑥 2 )6 . (5𝑥𝑥 + 7)−4 , 𝑦𝑦 = � � , 𝑦𝑦 = e suas derivadas.
𝑥𝑥 3 +2 cos(2𝑥𝑥)

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


24
o Criar um quiz, utilizando o Kahoot ou Google Forms, com as derivadas das funções descritas acima.
Solicitar aos alunos a resolução do quiz para o feedback imediato da atividade.
o Resolver as questões de maior dificuldade, conforme evidenciado pelo kahoot/Google Forms.

FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)


Resolução de Problema:
 Propor aos alunos que, em duplas, resolvam o desafio proposto:

3
A função 𝑦𝑦 = �(4 − √𝑥𝑥 )3 representa geometricamente um astroide, calcule a equação da reta que

tangencia o astroide no ponto (−3√3, 1).

 Feedback: Para confronto da resolução, utilizando o Geogebra, esboce a função astroide, bem
como a equação da reta tangente calculada para verificar se a equação realmente tangencia o
astroide no ponto dado. Se necessário, realize ajustes.

ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Exercícios para praticar a Derivação – Regra da Cadeia: 1 - 35, p. 185. STEWART, James. Cálculo – volume
1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha Biblioteca.
 Exercícios para Aplicação Equação Reta Tangente com Regra da Cadeia: 51 e 53, p. 185. STEWART, James.
Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha Biblioteca.
 Exercícios Resolução de Problemas com Regra da Cadeia: 58, 79, 80, 81, 82 e 83, p. 185 - 186. STEWART,
James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha Biblioteca.

RECURSOS
 Kahoot (https://kahoot.com/);
 Google Forms (https://www.google.com/intl/pt-BR/forms/about/ );
 Geogebra (http://www.geogebra.org);
 STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Capítulo 3 – p. 179-185
Disponível na Minha Biblioteca.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


25
ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

1) Dada a função, determine a derivada:

a) 𝑦𝑦 = (𝑥𝑥 3 + 9)7
3
b) 𝑦𝑦 = √𝑥𝑥 + 7

c) 𝑦𝑦 = 𝑒𝑒 𝜋𝜋+𝑥𝑥

d) 𝑦𝑦 = 𝑒𝑒 −2𝑥𝑥 cos(3𝑥𝑥)

𝑥𝑥 2 +5𝑥𝑥−7
e) 𝑦𝑦 = �
𝑥𝑥²+4𝑥𝑥

f) 𝑦𝑦 = 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠4 (5𝜃𝜃)
2)
g) 𝑦𝑦 = 𝑒𝑒 −3𝑡𝑡.cos(𝑡𝑡

h) 𝑦𝑦 = 𝑡𝑡𝑔𝑔(cos(2θ))

2) Usando as regras de derivação, determine a expressão da derivada de cada uma das seguintes
funções:

π
a) y = x sen + 3x 
5 

(
b) y = log 3 x 2 − 3x + ) 5
x3

c) y = 3x x 3 arctgx
d) f(x) = 1 − arcsen(2x 3 )

2
π
e) y = cos + x 
5 

f) f(x) = ln (arc cos(x 3 + 1) )

2𝑥𝑥
3) Determine a 𝑦𝑦 ′ 𝑒𝑒 𝑦𝑦′′ da função 𝑦𝑦 = 𝑒𝑒 𝑒𝑒 .

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


26
3
4) Determine uma equação da reta tangente ao gráfico de 𝑦𝑦 = (1 + 𝑥𝑥 + √𝑥𝑥 )2 no ponto de abscissa
xo=1. Ilustre no Geogebra para validação da equação.

5) Encontre a equação da reta que tangencia a curva 𝑦𝑦 = 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠�𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(𝑥𝑥)� no ponto (π, 0).

6) (STEWART, 2013 – adaptada) O deslocamento de uma partícula em uma corda vibrante é dado por
1
𝑠𝑠(𝑡𝑡) = 10 + 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(10𝜋𝜋𝜋𝜋), onde s é medido em centímetros e t, em segundos. Qual a velocidade da
4

partícula após 3 segundos?

7) (STEWART, 2013 – adaptada) O movimento de uma mola sujeita a uma força de atrito ou a uma força
de amortecimento (tal como o amortecedor em um carro) é frequentemente modelado pelo produto
de uma função exponencial e uma função trigonométrica. Suponha que a equação de movimento de um
ponto nessa mola seja 𝑠𝑠(𝑡𝑡) = 2𝑒𝑒 −1,5𝑡𝑡 cos(2𝜋𝜋𝜋𝜋), onde s é medido em centímetros e t, em segundos.
Encontre a velocidade após t segundos.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


27
SEMANA 7
TEMA: Derivação Implícita e Retas Tangentes

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Identificar funções implícitas.


• Derivar funções implícitas.
• Calcular, por meio da derivada de função implícitas, equações de retas tangentes.

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


 Quiz: utilizando o kahoot ou google forms, sobre classificação de funções implícitas e/ou explícitas.
o Solicite aos alunos que respondam ao Quiz, classificando as funções apresentadas enquanto
função implícita ou explícita.
Quiz: Classifique as funções abaixo enquanto funções explícitas (E) e implícitas (I).

1) 𝑦𝑦 = 5𝑥𝑥 2 + 3𝑥𝑥 − 5

2) 𝑦𝑦 3 − 3𝑥𝑥 2 𝑦𝑦 + 5 = 0

3) 𝑥𝑥 2 + 𝑦𝑦 2 = 9

4) 𝑥𝑥 3 − (𝑥𝑥 + 4)2 = 𝑦𝑦

3 2
5) 𝑥𝑥 2 + �𝑦𝑦 − √𝑥𝑥 2 � = 1

6) 𝑥𝑥 2 + 2𝑥𝑥𝑥𝑥 − 𝑦𝑦 2 + 𝑥𝑥 = 2

7) 𝑦𝑦 = (𝑥𝑥 + 5)3 − (𝑥𝑥 − 2)²

o Apresente a estatística do quiz como feedback para os alunos.


o Questione-os sobre o que difere a classificação em implícita ou explícita.
o Retorne as funções classificadas e questione os alunos sobre quais funções poderiam ser escritas
explicitamente e quais não? Por quê?
o Defina, a partir da colaboração dos alunos, funções implícitas e funções explícitas.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


28
ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)
 Aula expositiva interativa:
Ciclo 1: Derivação Implícita
o Projetar as funções implícitas, classificadas na atividade anterior e questionar os alunos sobre
como derivar essas funções.
o “Testar” as hipóteses e sugestões de derivação apresentadas pelo alunos.
o Apresentar o método da derivação implícita.
o Exemplificar resolvendo as derivadas de algumas das funções utilizadas no Quiz.
o Desafiar os alunos a calcular a derivada sucessiva (𝑦𝑦 ′′ 𝑒𝑒 𝑦𝑦 ′′′ ) de funções implícitas, tais como,
3𝑥𝑥 2 + 5𝑦𝑦 2 = 16.
o Forncer feedback das resoluções.

Ciclo 2: Equações de Retas Tangentes, por meio da derivação implícita


2�
o Retornar ao Desafio da aula anterior: Astroide, mas dessa vez abordar a função implícita 𝑥𝑥 3 +
2
𝑦𝑦 �3 = 4.
o Solicitar aos alunos que derivem a função implicitamente.
o Questioná-los sobre a derivação explícita e implícita: qual é mais simplificada, menos trabalhosa?
o Demonstrar a aplicação da derivação implícita para o cálculo de equação de reta tangente da
função Astroide no ponto (−3√3, 1).
o Analisar no Geogebra confrontando e validando a resolução.

FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)


 Treino de Habilidades e Simulação: em duplas
o A função descrita é especial, pois sua forma gráfica nomea a função: A fórmula do Amor: 𝑥𝑥 2 +
3 2
�𝑦𝑦 − √𝑥𝑥 2 � = 1. Calcule a equação da reta que tangencia a função no ponto P (0,7 ; 1,5).
o Simule, utilizando o Geogebra, a função e a equação de reta calculada.
o Verifique se a intersecção da função com a reta realmente é o ponto de tangenciamento. Caso
contrário, ajuste seu cálculo e o esboço gráfico.
o Analisando a simulação, arraste, ou seja, modifique o ponto de tangenciamento da função. O que
ocorre? A equação da reta tangente permanece a mesma?
o As duplas deverão compartilhar, no Blackboard ou no Padlet (ambiente colaborativo online), os
esboços gráficos geradas através das funções e dos cálculos.
o O professor deve fornecer o feedback das resoluções e simulações apresentadas no Blackboard
ou Padlet.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


29
ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Exercícios para praticar a Derivação Implícita: 1 - 23, p. 194. STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed.
São Paulo: Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha Biblioteca.
 Exercícios para Aplicação Equação Reta Tangente: 25, 26, 33, 34, p. 194. STEWART, James. Cálculo –
volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha Biblioteca.
 Exercícios para Derivação Implícita Sucessiva: 35-40, p. 194. STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed.
São Paulo: Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha Biblioteca.

RECURSOS
 Kahoot (https://kahoot.com/);
 Google Forms (https://www.google.com/intl/pt-BR/forms/about/ );
 Padlet (https://pt-br.padlet.com/);
 Tutorial do Padlet (https://www.youtube.com/watch?v=-5uUe9Tzyyo);
 Geogebra (http://www.geogebra.org);
 STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Capítulo 3 - p. 188 – 192.
Disponível na Minha Biblioteca.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


30
ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

𝑑𝑑𝑑𝑑
1) Determine diferenciando implicitamente cada função:
𝑑𝑑𝑑𝑑

a) 𝑥𝑥 2 𝑦𝑦 + 2𝑥𝑥𝑦𝑦 3 − 𝑥𝑥 = 7
3 1
b) + =4
𝑦𝑦 𝑥𝑥
𝑥𝑥−𝑦𝑦
c) 𝑥𝑥 2 =
𝑥𝑥+𝑦𝑦

d) cos(𝑥𝑥 2 𝑦𝑦 2 ) = 𝑥𝑥
e) 𝑡𝑡𝑔𝑔3 (𝑥𝑥𝑦𝑦 2 ) = 𝑦𝑦 + 𝑥𝑥
f) 𝑦𝑦 + 𝑙𝑙𝑙𝑙𝑙𝑙𝑙𝑙 = 1

𝑑𝑑²𝑦𝑦
2) Determine por diferenciação implícita da função:
𝑑𝑑𝑑𝑑²

a) 𝑥𝑥 3 + 𝑦𝑦 2 = ln 𝜋𝜋
b) 𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥 = 𝑥𝑥
c) 2𝑥𝑥𝑥𝑥 − 𝑦𝑦 2 = 5
d) 𝑦𝑦𝑦𝑦𝑦𝑦𝑦𝑦𝑦𝑦𝑦𝑦 = 𝑦𝑦

3) Cada função descrita é especial, pois sua forma gráfica nomeia a função.
- Para cada função calcule a equação da reta que tangencia a função no ponto dado.
- Simule, utilizando o Geogebra, a função e a equação de reta calculada. Verifique se a intersecção da função
com a reta realmente é o ponto de tangenciamento. Caso contrário, ajuste seu cálculo e o esboço gráfico.
- Analisando a simulação, arraste, ou seja, modifique o ponto de tangenciamento da função. O que ocorre?
A equação da reta tangente permanece a mesma?

A) A Curva do diabo: 𝑦𝑦 4 − 4𝑦𝑦 2 − 𝑥𝑥 4 + 5𝑥𝑥 2 = 0 , P(0, -2)

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


31
B) Lemniscata (infinito): 2(𝑥𝑥 2 + 𝑦𝑦 2 )2 − 25𝑥𝑥 2 + 25𝑦𝑦 2 = 0, P(3, 1)

C) Cardioide: 𝑥𝑥 2 + 𝑦𝑦 2 = (2𝑥𝑥 2 + 2𝑦𝑦 2 − 𝑥𝑥)², P(0; 0,5)

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


32
SEMANA 8
TEMA: Taxas Relacionadas

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Identificar e interpretar problemas que envolvem taxas relacionadas.


• Aplicar as regras de derivação para resolução de problemas de taxas relacionadas.

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


 Iniciar a aula fazendo uma revisão de derivadas implícitas através de resolução de exercícios envolvendo
o conteúdo. (sugestão: Atividade A - no item atividades de aprendizagem).
 Em seguida, apresente algumas situações práticas envolvendo o conceito de taxas relacionadas,
questionando os alunos sobre a análise de cada situação – problema, fazendo uma relação com o estudo
da derivada de uma função. (Sugestão de situações na atividade prática B - no item atividades de
aprendizagem).
 Propor aos alunos a identificação de conceitos e conteúdos necessários para solução de problemas
envolvendo taxas relacionadas.
 Elaborar uma sequência didática para que os alunos possam criar soluções para problemas envolvendo
taxas relacionadas.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


Aula expositiva dialogada e Treino de Habilidades: Taxas relacionadas.
 Situações problema:
Lançar diversas situações problema para os alunos tentarem modelar matematicamente e solucionar e criar
hipóteses de soluções.
Sugestões:
 Expresse a taxa de crescimento do volume de uma esfera, relativamente ao raio, em função do raio.
Faça o mesmo para a superfície da esfera. Calcule essas taxas quando o raio for igual a 5 cm.

𝒅𝒅𝒅𝒅 𝒅𝒅𝒅𝒅
Respostas: = 𝟒𝟒𝟒𝟒𝟒𝟒²; = 𝟖𝟖𝟖𝟖𝟖𝟖; Quando r = 5 m essas taxas assumem os valores 100π cm³ por
𝒅𝒅𝒅𝒅 𝒅𝒅𝒅𝒅
centímetro de raio e 40 π cm² por centímetro de raio, respectivamente.

 Qual a taxa média de variação da área de um círculo em relação ao raio, quando este varia de r a r +
∆r? Calcule essa taxa de variação para r = 1,5 m e ∆r= 5 cm.
𝒅𝒅𝒅𝒅 ∆𝑺𝑺
Respostas: = 𝟒𝟒𝟒𝟒(∆𝒓𝒓 + 𝟐𝟐𝟐𝟐); Quando r = 1,5 m e ∆𝒓𝒓 = 5 cm, = 𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏𝟏³ por centímetro de raio.
𝒅𝒅𝒅𝒅 ∆𝒓𝒓

 Se o raio de um círculo cresce à taxa de 30cm/s, a que taxa cresce a área em relação ao tempo?
𝒅𝒅𝒅𝒅
Respostas: A = 𝛑𝛑r², = 𝟔𝟔𝟔𝟔𝟔𝟔𝟔𝟔𝟔𝟔𝒎𝒎𝟐𝟐 /𝒔𝒔.
𝒅𝒅𝒅𝒅

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


33
𝑐𝑐𝑚𝑚3
 Num reservatório contendo um orifício, a vazão pelo orifício é de 110 √ℎ , em que h é a altura, em
𝑠𝑠
centímetros, do nível da água no reservatório, acima do orifício. O reservatório é alimentado à taxa
de 88 l/min. Calcule a altura h do nível a que o reservatório se estabiliza.
𝟖𝟖𝟖𝟖𝟖𝟖𝟖𝟖𝟖𝟖
Respostas: 110√𝒉𝒉= , donde h = 1600/9 cm.
𝟔𝟔
𝑥𝑥³ 𝑥𝑥 2
 O custo de produção de x unidades mensais de um certo produto é 𝐶𝐶(𝑥𝑥) = − + 710𝑥𝑥 + 650.
8400 2
Calcule o custo marginal quando x = 0, o custo marginal mínimo e a produção x=x0 para que esse
mínimo ocorra. Qual o custo médio por artigo produzido quando x=x0?
Respostas: m(0) = 710; x0 = 1400, m(x0) = 10 e C[(x0/x0)] = 243,8.

Pesquisa:
• Solicitar aos alunos a que pesquisem em livros adotados no plano de ensino, situações problemas
envolvendo taxas relacionadas aplicadas à área de conhecimento de seu curso, bem como estratégias
para a resolução desse tipo de problema.
• Após a pesquisa realizada pelos alunos, estimular a confecção de um mapa conceitual envolvendo o
conteúdo e conhecimentos prévios para um bom desenvolvimento de soluções de problemas
envolvendo taxas relacionadas.
• Criar uma estratégia para a resolução de problemas, fazendo para isso um passo a passo.
Sugestão:
1. Faça uma figura, se for possível;
2. Identifique as variáveis (derivada implícita);
3. Escreva todos os fatos numéricos conhecidos sobre as variáveis e suas derivadas em relação à variável;
4. Obtenha uma equação que envolva todas as variáveis do problema (exemplos: altura, tempo, distância,
entre outras);
5. Derive em relação a variável isolada os membros da equação encontrada na etapa anterior;
6. Substitua os valores de quantidades desconhecidas na equação da etapa 5 e resolva em termos da
medida desejada.

FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)


• Criar um quiz, utilizando no Google Forms, com questões envolvendo taxas relacionadas Sugestão de
situações na atividade prática C - no ítem atividades de aprendizagem). Solicitar aos alunos a resolução
do quiz para o feedback imediato da atividade.
• Após a entrega do questionário no googleforms, resolver as questões com a participação dos alunos.

ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Exercícios de fixação: Resolução de questões STEWART, James. Cálculo. v.1. Capítulo 4. Cap. 3, seção 3.9
 Vídeo: Grings-Playlist: taxas relacionadas.
https://www.youtube.com/watch?v=UR7HJFuJkAw&list=PLgUqQ9NQ5_U_4BHG2vXZehZ-P_S7tKA0v

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


34
RECURSOS
 Lousa, ppt, projetor de slides.
 STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Capítulo 3 - p. 220 – 223.
Disponível na Minha Biblioteca.

ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

Atividade prática A:

𝑑𝑑𝑑𝑑
1.º) Dada as equações, determinar , a derivada de y em relação a x.
𝑑𝑑𝑑𝑑

a) x³+y³=8
b) 4x²-9y²=17
1
c) cos(x+y) + sen(x+y) =
3

d) tg(x+y) =4
e) xy²+2y³= x- 2y
f) x²y² + xseny=0
g) ex² + lny = 0
2𝑥𝑥+3𝑦𝑦
h) =9
𝑥𝑥 2 +𝑦𝑦²

𝑥𝑥 1
i) 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠 =
𝑦𝑦 2

Respostas:

𝑑𝑑𝑑𝑑 −𝑥𝑥²
a) =
𝑑𝑑𝑑𝑑 𝑦𝑦²
𝑑𝑑𝑑𝑑 4𝑥𝑥
b) =
𝑑𝑑𝑑𝑑 9𝑦𝑦
𝑑𝑑𝑑𝑑
c) = −1
𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑑𝑑𝑑𝑑
d) = −1
𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑑𝑑𝑑𝑑 1−𝑦𝑦²
e) =
𝑑𝑑𝑑𝑑 2𝑥𝑥𝑥𝑥+6𝑦𝑦 2 +2
𝑑𝑑𝑑𝑑
f) = −2𝑥𝑥𝑒𝑒 𝑥𝑥² . Y
𝑑𝑑𝑑𝑑

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


35
𝑑𝑑𝑑𝑑 5−18𝑥𝑥
g) =
𝑑𝑑𝑑𝑑 18𝑦𝑦
𝑑𝑑𝑑𝑑 𝑦𝑦
h) =
𝑑𝑑𝑑𝑑 𝑥𝑥

Atividade prática B:

Sugestões:
1.) Uma partícula viaja da esquerda para a direita ao longo do gráfico de f(x)= x²ex. Assumindo que sua taxa
pés/s quando x = 1 qual é a taxa de mudança horizontal nesse instante?
Resposta:
𝟕𝟕
pés/s
𝟒𝟒𝟒𝟒

2.) O raio r de um círculo está aumentando à razão de 2 mm/min. Ache a taxa de variação da área quando:
(a) r = 6 mm e (b) r = 24 mm.
Respostas:
a) 24 𝜋𝜋 mm² / min
b) 96 𝜋𝜋 mm² / min

3.) Um balão esférico é inflado com gás à razão de 20 cm³/min. Com que rapidez o raio do balão está
variando no instante em que é:
(a) 1 cm e (b) 2 cm
𝟓𝟓
a) cm / min
𝝅𝝅
𝟓𝟓
b) cm / min
𝟒𝟒𝟒𝟒

4.) Dois viajantes começam no mesmo local e percorrem direções perpendiculares. O viajente A vai na
direção norte a uma taxa de 5 milhas por hora; o viajante B vai na direção oeste a uma taxa de 8 milhas
por hora. Em que taxa a distância entre os viajantes mudará 3 horas após o início da trilha?
Resposta:
Aproximadamente 9,434 milhas/hora.
5.) A água armazenada em um cone circular reto invertido, vaza em uma taxa constante de 2 galões por
dia. Assumindo que o tanque tem 100 pés de altura e o raio de sua base tem 25 pés, a que taxa a
profundidade da água dentro do tanque diminui no momento que ela está a 40 pés de profundidade?
Resposta:
Aproximadamente 0,0064 pés / dia.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


36
Atividade prática C:

1.º) Um tanque tem a forma de um conve invertido com 16 metros de altura e uma base com 4 metros de
raio. A água “flui” no tanque a uma taxa de 2 m3/min. Com que velocidade o nível da água estará se elevando
quando sua profundidade for de 5 metros?
R= 0,407 m / min.

2.º) Dois carros estão se encaminhando em direção a um cruzamento, um seguindo a direção leste a uma
velocidade de 90 hm/h e o outro a direção sul, a 60 km/h. Qual a taxa segundo a qual eles se aproximam um
do outro no instante em que o primeiro carro esta 0,2 km do cruzamento e o segundo a 0,15 km?
R= - 180 Km / h.

3.º) Um tanque cúbico horizontal tem aresta medindo 2 metros, e a vazaão de água é constante, valendo
0,5 m3/s. Determine a velocidade de subida do nível da água.
R= 0,125 m / s.

4.º) Uma escada com 25 unidades de comprimento está apoiada numa parede vertical. Se o pé da escada
for puxado horizontalmente, afastando-se da parede a 3 unidades de comprimento por segundo, qual a
velocidade com que a escada está deslizando, quando seu pé está a 15 unidades de comprimento da parede?
R= A escada está deslizando a uma taxa de 2,25 unidades de comprimento por segundo.

5.º) Uma correia carrega e despeja areia sobre um monte em forma de cone à taxa constante de 3m³/min.
Suponha que a altura do monte seja sempre igual ao raio de sua base. Com que velocidade a altura do monte
aumenta quando ele tem 7 m de altura?
R= aproximadamente 0,01948 m/min.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


37
SEMANA 9
TEMA: Exercícios de revisão

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM:

Fazer um resgate dos conteúdos vistos até o momento e em seguida a resolução de exercícios de revisão.

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


 Solicitar aos alunos que se organizem em grupos de aproximadamente 5 alunos, e solicite que os mesmos
elaborem um resgate do conteúdo, destacando os assuntos mais relevantes da disciplina bem como as
aplicações destes no cotidiano do curso e em seguida solicite a elaboração de um mapa mental (Sugestões
para a elaboração: Mind meister, Mind node) e em seguida solicitar que os grupos compartilhem com a
turma os trabalhos feitos em um ambiente virtual(Sugestões: Blackboard ou googleclassroom).
 Fazer uma breve revisão dos conteúdos trabalhados até o momento através de aula expositiva,
confrontando os conteúdos mais relevantes com os conteúdos apontados como mais importantes pelos
alunos aproveitando os mapas mentais construídos por eles.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


 Quiz: utilizando o google forms, elaborar uma revisão através da lista de exercícios sugeridas a seguir e
após a resolução dos estudantes, resolver com a participação dos alunos as questões começando pelas
que tiveram o maior índice de erros.

1.º) Os valores de A, sabendo-se que a função abaixo é contínua para todos os valores de x, será

 A 2 x − A, x≥3
f(x) = 
4, x<3
1
a) 1 ou −
2
b) 1 ou −2
c) 2 ou 4
3
d) 2 ou
4
4
e) −1 ou
3

2.º) Sejam g e f funções reais, determine a área da região limitada pelo eixo y, por g(x) =
− | x − 3 | +4 e pela
3 3
assíntota de f(x)
= x − x 2 e assinale a opção correta.
13
a)
4
40
b)
9

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


38
c) 7
81
d)
16
e) 9

1
3.º) (Pucrj 2017) Assinale o gráfico que melhor representa a curva de equação y = .
x2

a)

b)

c)

d)

e)

 5x3 − 10x 2
 ,x≠2
4.º) Para que a função seja f(x) =  x − 2 contínua, para todo valor de x, qual será o valor de k ?
k, x = 2

a) 2
b) 10
c) 20
d) 40
e) 50

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


39
1+ x
5.º) Sobre a função f(x) = , analise as afirmativas:
x2

I. f(x) é contínua em todo x ∈ 


II. lim f(x) = lim f(x)
x →−∞ x →+∞
III. lim f(x) = +∞
x →0

Então, pode-se dizer que


a) todas as afirmativas são verdadeiras.
b) todas as afirmativas são falsas.
c) somente as afirmativas I e II são verdadeiras.
d) somente as afirmativas I e III são verdadeiras.
e) somente as afirmativas II e III são verdadeiras.

 4 16 + h − 2 
6.º) Se o limite lim   representa a derivada de uma função real de variável real y = f(x) em x = a,
h→0  h 
então a equação da reta tangente ao gráfico de y = f(x) no ponto (a, f(a)) é
a) 32 y − x = 48
b) y − 2 x =−30
c) 32 y − x =3048
d) y − 32 x =12
e) y − 2 x =0

 1
 1 + e x se x < 0 a
7.º) Sabendo que a função real f(x) =  2 é contínua em x = 0, x ∈  , qual é o valor de , onde
x + x − a b
se x ≥ 0
 x + 2
f 2 (0)
b= ?
4
a) 8
b) 2
c) 1
1
d) −
4
e) −8

x + 25 − 5
8.º) Qual o valor do limite lim ?
x →0 x + 16 − 4
a) 0
b) 1/5
c) 2/5
d) 3/5
e) 4/5
1  1
9.º) A equação da reta tangente ao gráfico f(x) = no ponto  5, 5  será
x  
a) 25y + x − 10 =0.
b) 10y − x + 7 =0.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


40
c) 7y + 2x − 2 =0.
d) 10y + x − 10 =0.
e) 5y + x − 10 =0.

10.º) Seja f(x)= x + n(x), x > 0. Sabendo que f admite função inversa g, calcule g''(1) e assinale a opção
correta.

1
a)
2
1
b)
4
1
c)
6
1
d)
8
1
e)
10

11. º) A equação da reta tangente ao gráfico da função f(x) = 5sen x no ponto x = 0 é:

a) y ( n 5) x + 1
=
b) y =( − n 5) x − 1
c) =
y 5 x+ 1
d) y= x + 1
e) y =− x + 1

12.º) Estima-se que daqui a x meses a população de uma certa comunidade será de P(x) = x2 + 20x + 8000.
Daqui a 15 meses, qual será a taxa de variação da população desta comunidade?

a) 20 habitantes por mês

b) 30 habitantes por mês

c) 40 habitantes por mês

d) 50 habitantes por mês

e) 60 habitantes por mês

13.º) Suponha que o custo total em reais ao se fabricar q unidades de um certo produto seja de
C(q) = 3q² + 5q + 10. Qual é o custo real de produção da 51ª unidade?

a) R$ 308,00.

b) R$ 318,00.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


41
c) R$ 380,00.

d) R$ 381,00.

e) R$ 328,00.

14.º) Um menino de 1 m de altura caminha se afastando de um poste de luz de 6 m de altura, numa


velocidade de 0,7 m/s. Qual é a taxa de crescimento da sombra do menino?

a) 0,10 m/s.
b) 0,12 m/s.
c) 0,14 m/s.
d) 0,16 m/s.
e) 0,18 m/s

Gabarito:
1) E
2) B
3) D
4) C
5) E
6) A
7) E
8) E
9) A
10) D
11) A
12) D
13) A
14) C

FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)


 Autoavaliação: Os alunos deverão sentar em dupla para discutir as melhores estratégias para resolver os
problemas apresentados na atividade A.

ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Vídeo: Ferreto – Playlist Cálculo I
https://www.youtube.com/playlist?list=PLTPg64KdGgYhACfQUtMf3CuhWOfLoTf_a

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


42
RECURSOS
 Mind meister (http://www.mindmeister.com/pt)
 Mind node (www.mindnode.com)
 Goconqr (www.goconqr.com/pt-BR/mapas-mentais)
 Google Forms (https://www.google.com/intl/pt-BR/forms/about/ );
 Geogebra (http://www.geogebra.org);

ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

Atividade A :

1) Para a função representada graficamente na Figura a seguir, determine, se existir, cada item abaixo. Caso
não exista, justifique.
a ) lim f(x) b) lim f(x) c) lim f(x) d) lim f(x) e) f(3)
x→ 0 x → 3+ x → 3- x→ 3

2) Para a função representada graficamente na Figura a seguir, determine, se existir, cada item abaixo. Caso
não exista, justifique.
a ) lim f(x) b) lim f(x) c) lim f(x) d) lim f(x) e) f(3) f)f(-2) g) lim f(x) h) lim f(x)
x → 3- x → 3+ x→ 3 x→ 1 x → − 2- x→− 2+

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


43
3) Para a função representada graficamente na Figura a seguir, determine, se existir, cada item abaixo. Caso
não exista, justifique.
a ) lim− f ( x) b) lim+ f ( x) c) lim f ( x) d) lim− f ( x) e) lim+ f ( x)
x → −3 x → −3 x → −3 x→2 x→2

f) lim f ( x) g) f(2) h)f(1) i) f(-3) j) lim f ( x)


x→2 x →1

4) Para a função representada graficamente na Figura a seguir, determine, se existir, cada item abaixo. Caso
não exista, justifique.
a ) lim− f ( x) b) lim+ f ( x) c) lim f ( x) d) lim− f ( x) e) lim+ f ( x)
x →0 x →0 x →0 x→4 x→4

f) lim f ( x) g)f(4) h)f(0) i) f(-5) j) lim f ( x)


x→4 x → −5

5) Para a função representada graficamente na Figura a seguir, determine, se existir, cada item abaixo. Caso
não exista, justifique.
a ) lim− f ( x) b) lim+ f ( x) c) lim f ( x) d) lim− f ( x) e) lim+ f ( x)
x → −9 x → −9 x → −9 x → −4 x → −4

f) lim f ( x) g) f(-9) h)f(0) i) f(6) j) lim f ( x)


x → −4 x →3

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


44
𝒙𝒙𝟑𝟑 −𝒙𝒙𝟐𝟐 −𝟐𝟐𝟐𝟐
6.º) Calculando-se forma 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥
𝒙𝒙→𝟐𝟐 𝒙𝒙𝟐𝟐 −𝟑𝟑𝟑𝟑+𝟐𝟐
, obtém-se

a) 0.
b) 1.
c) 2.
d) 4.
e) 6.
√𝒙𝒙−𝟑𝟑
7.º) O 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 é igual a
𝒙𝒙→𝟗𝟗 𝒙𝒙²−𝟗𝟗𝟗𝟗

a) 1/9.
b) 1/27.
c) 1/243.
d) 1/243.
e) 1/54.

�𝒙𝒙𝟐𝟐 +𝒙𝒙+𝟏𝟏 −�𝒙𝒙𝟐𝟐 −𝒙𝒙+𝟏𝟏


8.º) O valor de 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 é
𝒙𝒙→∞ 𝒙𝒙²−𝟗𝟗𝟗𝟗

a) 0.
b) 1.
c) 2.
d) 3.
e) ∞.

9.º) Seja 𝒇𝒇(𝒙𝒙) = �√𝒙𝒙 − 𝟒𝟒, 𝒔𝒔𝒔𝒔 𝒙𝒙 ≥ 𝟒𝟒 . O valor de k para oqual f(x) é contínua em x = 4 é
𝒌𝒌 − 𝟐𝟐𝟐𝟐, 𝒔𝒔𝒔𝒔 𝒙𝒙 < 𝟒𝟒
a) 2.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


45
b) 4.
c) 6.
d) 8.
e) 10.
𝒙𝒙
10.º) Sobre a função 𝒇𝒇(𝒙𝒙) = , foram feitas as afirmações abaixo, sendo apenas uma verdadeira.
𝒙𝒙+𝟒𝟒

Assinale-a:

a) Seu gráfico tem a reta x = 4 como uma assíntota vertical.


b) Seu gráfico tem a reta y = 0 como uma assíntota vertical.
c) Seu gráfico passa pelo ponto (0,0).
d)

e)

11.º) Observando o gráfico correspondente à função f(x), assinale a única alternativa incorreta:

a)

b)

c)

d)

e) f(1) = 2

f ( x0 + ∆x ) − f ( x0 )
12.º) Calcule as derivadas abaixo através da definição lim .
∆x →0 ∆x
a) f(x) = 3x + 2
b) f(x) = 1 – 4x²
1
c) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) =
𝑥𝑥+2

d) f(x) = 2x² - x + 12

13.º) Para cada função f(x), determine a derivada f’(x) no ponto x0 indicado:

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


46
a) f ( x) = x 2 para x0 = 4
b) f ( x ) = 2 x + 3 para x0 = 3
c) f ( x) = −3 x para x0 = 1
d ) f ( x) = x 2 − 3x para x0 = 2
2
e) f ( x ) = x − 4 para x0 = 0
f ) f ( x) = 5 x + x − 6 x 2 + 9 x − 4
4 3
para x0 = 0
1
g ) f ( x) = para x0 = 2
x
5 x 2 + 3x − 9
h) f ( x ) = para x0 = 5
x2 + 5
i ) f ( x) = x 2 − 3 x + 4 para x0 = 6

Respostas:

1) a) 3 b) 2 c) 4 d) não existe e) 3

2) a) 2 b) -2 c) não existe d) 3 e) 1 f) -3 g) -1 g) -1

3) a) 1 b) 1 c) 1 d) 1 e) 2

f) não existe g) 1 h) 1 i) não existe j) -1

4) a) + ∞ b) - ∞ c) não existe d) - ∞ e) - ∞

f) não existe g) não existe h) não existe i) não existe j) não existe

5) a) + ∞ b) - ∞ c) não existe d) - ∞ e) - ∞

f) não existe g) não existe h) 1,5 i) 0 j) não existe

6.º) E

7.º) E

8.º) B

9.º) D

10.º) C

11.º) C

12.º)

a) 3 b) - 8x c) −1 d) 4x – 1
( x + 2 )2

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


47
13.º)
a) 8 b)2 c) - 3 d) 1 e) 0 f) 9 g) - 1/4 h) 14/45 i) 9

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


48
SEMANA 10
TEMA: Estudo de funções: Máximo, Mínimo, Crescimento/Decrescimento, Gráficos e Concavidade

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Descrever funções crescentes e decrescentes.


• Realizar os testes da 1◦ e 2◦ derivadas.
• Verificar os pontos de máximos e mínimos de uma função.

SEQUÊNCIA DIDÁTICA

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


(1)
 Escreva na lousa (ou use ppt) três funções. Sugestões:
𝑓𝑓(𝑥𝑥) = cos(𝑥𝑥) , 𝑔𝑔(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 − 5𝑥𝑥 + 6 , ℎ(𝑥𝑥) = 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(𝑥𝑥)

o Aproveite para regatar o conceito de Domínio e Imagem de uma função.


o Peça aos estudantes que identifiquem se o gráfico da função intercepta o eixo 𝑦𝑦.
o Aproveite para resgatar o conceito de simetria de uma função.
o Em duplas, solicite aos estudantes que esbocem os gráficos das três funções apresentadas na
lousa.
o Solicitar as duplas que apresentem à turma os métodos de solução.
 Pergunta provocadora 1: A medida que percorremos o gráfico da esquerda para a direita como se
comporta a curva (de forma crescente, descrescente ou constante)?
 Pergunta provocadora 2: Como poderíamos esboçar os gráficos utilizando o Geogebra, Wolfram
Alpha e/ou outro software?

(2)
 Escreva na lousa (ou use ppt) três funções. Sugestões:
𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 3 − 3𝑥𝑥 2 + 5 , 𝑔𝑔(𝑥𝑥) = 3 + 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(𝑥𝑥) , ℎ(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 + |𝑥𝑥 − 2|

o Aproveite para regatar o conceito de Domínio e Imagem de uma função.


o Peça aos estudantes que identifiquem se o gráfico da função intercepta o eixo 𝑦𝑦.
o Aproveite para resgatar o conceito de simetria de uma função.
o Em duplas, solicite aos estudantes que esbocem os gráficos das três funções apresentadas na
lousa.
o Solicitar as duplas que apresentem à turma os métodos de solução.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


49
 Pergunta provocadora 1: A medida que percorremos o gráfico da esquerda para a direita como se
comporta a curva (de forma crescente, descrescente ou constante)?
 Pergunta provocadora 2: Como poderíamos esboçar os gráficos utilizando o Geogebra, Wolfram
Alpha e/ou outro software?

 O professor deve colaborar e finalizar relatando que por meio das derivadas é possível verificar a condição
de crescimento, decrescimento, concavidade, ponto de inflexão, máximos e mínimos de uma função.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)

 Inicie analisando o comportamento gráfico de uma função, em um determinado intervalo. Por


−𝜋𝜋 𝜋𝜋
exemplo: 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = cos(𝑥𝑥), para ≤ 𝑥𝑥 ≤
2 2

Fig.1 Gráfico da função 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = cos(𝑥𝑥)

 Examine o comportamento gráfico da esquerda para a direita.


 Destaque para o(s) valor(es) máximo e mínimo no intervalo analisado.

 Indique que uma função 𝑓𝑓 é crescente em um intervalo, se, para qualquer par de valores 𝑥𝑥1 e 𝑥𝑥2
pertencentes ao intevalor, 𝑥𝑥2 > 𝑥𝑥1 implica que 𝑓𝑓(𝑥𝑥2 ) > 𝑓𝑓(𝑥𝑥1 ).
 Por outro lado, uma função 𝑓𝑓 será decrescente em um intervalo, se, para qualquer par de valores
𝑥𝑥1 e 𝑥𝑥2 pertencentes ao intevalor, 𝑥𝑥2 > 𝑥𝑥1 implica que 𝑓𝑓(𝑥𝑥2 ) < 𝑓𝑓(𝑥𝑥1 ).
 Resgate o conceito de Derivadas e aproveite para enfatizar que dentre as aplicações das derivadas,
pode-se utiliza-la para determinar se uma função é crescente ou decrescente em um dado
intervalo.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


50
 Escreva na lousa (ou projete no ppt) o Teste para funções crescentes ou descrentes utilizando
Derivadas:

Seja 𝑓𝑓 uma função derivável no intervalo (a,b).

1. Se 𝑓𝑓′(𝑥𝑥) > 0 para qualquer valor de 𝑥𝑥 no intervalor (a,b), 𝑓𝑓 é crescente no intervalo (a,b).
2. Se 𝑓𝑓′(𝑥𝑥) < 0 para qualquer valor de 𝑥𝑥 no intervalor (a,b), 𝑓𝑓 é decrescente no intervalo (a,b).
3. Se 𝑓𝑓′(𝑥𝑥) = 0 para qualquer valor de 𝑥𝑥 no intervalor (a,b), 𝑓𝑓 é constante no intervalo (a,b).

 Solicite aos estudantes que


esbocem o gráfico da função 𝑦𝑦 = 𝑥𝑥 3
e, aproveitem para encontrar os
intervalos de crescimento e
decrescimento da função.

Solução:
Derivando a função, obtem-se:
𝑓𝑓 ′ (𝑥𝑥) = 3𝑥𝑥 2 . Assim,
𝑓𝑓 ′ (𝑥𝑥) > 0 se 𝑥𝑥 < 0
𝑓𝑓 ′ (𝑥𝑥) > 0 se 0 < 𝑥𝑥
Fig.2 Gráfico da função: 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 3
o Uma vez que 𝑓𝑓 é continua em toda a parte, pode-se dizer que a função será crescente em
qualquer intervalo.

 Resgate o conceito de concavidade, realizando alguns exemplos de gráficos com concavidade para
cima ou curvado para baixo.

 Destaque para a utilização do sinal algébrico da segunda derivada para determinar a concavidade
de um gráfico.

 Escreva na lousa (ou projete no ppt) o Teste da Concavidade

Seja 𝑓𝑓 uma função cuja a segunda derivada existe em um intervalo aberto 𝐼𝐼.

1. Se 𝑓𝑓′′(𝑥𝑥) > 0 para qualquer 𝑥𝑥 pertencente a 𝐼𝐼, a concavidade de 𝑓𝑓 é para cima no intervalo 𝐼𝐼.
2. Se 𝑓𝑓′′(𝑥𝑥) < 0 para qualquer 𝑥𝑥 pertencente a 𝐼𝐼, a concavidade de 𝑓𝑓 é para baixo no intervalo 𝐼𝐼.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


51
 Em duplas, solicite aos estudantes
que determinem os intervalos do
gráfico de 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = (𝑥𝑥 − 2)2 (𝑥𝑥 − 5)
onde a concavidade está voltada
para cima ou para baixo e,
aproveitem, para esboçar o gráfico.
Solução:
𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 3 − 9𝑥𝑥 2 + 24𝑥𝑥 − 20,
𝑓𝑓 ′ (𝑥𝑥) = 3𝑥𝑥 2 − 18𝑥𝑥 + 24, e
′′ (𝑥𝑥)
𝑓𝑓 = 6𝑥𝑥 − 18 = 6(𝑥𝑥 − 3);

Fig.3 Gráfico da função: 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = (𝑥𝑥 − 2)2 (𝑥𝑥 − 5)


então,
𝑓𝑓 ′′ (𝑥𝑥) < 0 para 𝑥𝑥 < 3 e
𝑓𝑓 ′′ (𝑥𝑥) > 0 para 𝑥𝑥 > 3

o Assim, o gráfico de 𝑓𝑓 é côncavo para baixo no intervalo (−∞, 3) e côncavo para cima no intervalo (3, ∞).

 Realize o Teste da Concavidade.


 Utilizando a lousa (ou o ppt), destaque a curvatura do gráfico para 𝑥𝑥 = 3.
o Estimule a reflexão, aos estudantes, sobre o comportamento gráfico em 𝑥𝑥 = 3
o Solicite aos estudantes que no par ordenado (3, −2) tracem uma reta tangente. Qual a percepção?

 Explique o significado de Ponto de Inflexão.

O ponto de inflexão marca o lugar em que a taxa de variação de 𝑦𝑦 em relação a 𝑥𝑥 muda de crescente
para decrescente, ou vice-versa.

 Resgate o gráfico da fig.1. Peça aos estudantes que observem os pontos mais altos e mais baixos do
gráfico. Qual a percepção?
 Introduza o conceito de máximos e mínimos relativos de uma função.
 Realize os Testes da derivada primeira e segunda parea encontrar os extremos relativos.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


52
FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)
 Usando Plickers (ou outra solução tecnológica), propor a resolução do quiz a seguir. Para cada pergunta,
o docente deve conduzir a discurssão, reforçando os conteúdos trabalhados.

1) Encontre os intervalos onde a função 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 3 − 12𝑥𝑥 + 11 é monótona (isto é, ou crescente ou


decrescente).
a) Crescente: (−∞, −𝟐𝟐] e [𝟐𝟐, ∞) ; Decrescente: [−𝟐𝟐, 𝟐𝟐]
b) Crescente: [−∞, −2] ; Decrescente: [−2, 2]
c) Crescente: [−∞, 2) ; Decrescente: [−2,2]
d) Crescente: (−∞, 2); Descrescente: (−2, 2)

𝑥𝑥 2 − 1
2) Dada a função 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = , determine os intervalos nos quais a concavidade da curva é para cima, e
2𝑥𝑥 + 1
os intervalos nos quais a concavidade da curva é para baixo.
a) Concavidade para cima no intervalo: (−∞, − 𝟏𝟏⁄𝟐𝟐]; Concavidade para baixo no intervalo: (− 𝟏𝟏⁄𝟐𝟐 , ∞)
b) Concavidade para cima no intervalo: [−∞, − 1⁄2)]; Concavidade para baixo no intervalo: (− 1⁄2 , ∞)
c) Concavidade para cima no intervalo: (−∞, 1⁄2]; Concavidade para baixo no intervalo: (1⁄2 , ∞)
d) Concavidade para cima no intervalo: [−∞, − 1⁄2]; Concavidade para baixo no intervalo: [− 1⁄2 , ∞]

3) Encontre os pontos de máximo relativo e de mínimo relativo da função: 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 3 − 3𝑥𝑥 2 + 5


a) Máximo relativo: (𝟎𝟎, 𝟓𝟓); Mínimo relativo: (𝟐𝟐, 𝟏𝟏)
b) Máximo relativo: (5, 0); Mínimo relativo: (2, 1)
c) Máximo relativo: (0, 5); Mínimo relativo: (1, 2)
d) Máximo relativo: (5, 0); Mínimo relativo: (1, 3)

ln 𝑥𝑥
4) Seja a função 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = . Encontre o ponto de inflexão:
𝑥𝑥

a) 𝒙𝒙 = √𝒆𝒆𝟑𝟑
b) 𝑥𝑥 = 𝑒𝑒
1
c) 𝑥𝑥 = 𝑒𝑒 2
1
d) 𝑥𝑥 =
𝑥𝑥

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


53
ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Vídeo: Me Salva! Máximos e mínimos relativos
https://youtu.be/qb8fO9udclo

 Vídeo: Grings – Máximos e mínimos de uma função (Aula 1)


https://www.youtube.com/watch?v=ICGzFs0YAtU

RECURSOS
 Caderno;
 Computador e/ou tablets e/ou smartphones;
 Geogebra (http://www.geogebra.org);
 STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha
Biblioteca.

ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

6) Encontre os intervalos onde cada função é monótona (isto é, ou crescente ou decrescente).

3
a) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 +
𝑥𝑥 2
4
b) ℎ(𝑥𝑥) = √𝑥𝑥 +
𝑥𝑥

𝑥𝑥 2 − 5, 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 < 4
c) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = �
10 − 3𝑥𝑥, 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 ≥ 4

7) Indique os intervalos onde o gráfico de cada função é côncavo para baixo ou para cima.

1
a) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 2𝑥𝑥 3 − 𝑥𝑥 2 − 7𝑥𝑥 + 2
2

b) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 + 4𝑥𝑥 3 + 6𝑥𝑥 2 + 4𝑥𝑥 − 1


4

4
c) ℎ(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 −
𝑥𝑥 2

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


54
3) Determine os valores mínimos e máxomo absolutos no intervalo dado.

a) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = √4 − 𝑥𝑥 2 , −2 ≤ 𝑥𝑥 ≤ 1
−𝜋𝜋 5𝜋𝜋
b) 𝑓𝑓(𝜃𝜃) = 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(𝜃𝜃) , ≤ 𝜃𝜃 ≤
2 6
𝜋𝜋 2𝜋𝜋
c) 𝑔𝑔(𝑥𝑥) = 𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 (𝑥𝑥) , ≤ 𝑥𝑥 ≤
3 3
−𝑥𝑥
d) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥𝑒𝑒 , −1 ≤ 𝑥𝑥 ≤ 1
1
e) 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = + 𝑙𝑙𝑙𝑙𝑙𝑙 , 0,5 ≤ 𝑥𝑥 ≤ 4
𝑥𝑥

Resultados

1)
3
a) Crescente: (−∞, 0) e [ √6 , ∞) b) Crescente: [4, ∞) c) Crescente: [0, 4)
3
Decrescente: (0, √6] Decrescente: (0, 4] Decrescente: (−∞, 0] e [4, ∞)

2)
1 1
a) Concavidade para baixo: �−∞, � ; Concavidade para cima: � , ∞�
12 12
b) Concavidade para cima em (−∞, ∞)
c) Concavidade para baixo em (−∞, 0) e (0, ∞)

8)

a) Máximo absoluto: 2; mínimo absoluto: 0


b) Máximo absoluto: 1; mínimo absoluto: -1
2
c) Máximo absoluto: ; mínimo absoluto: 1
√3
d) Máximo absoluto: 1⁄𝑒𝑒 ; mínimo absoluto: −𝑒𝑒
1
e) Máximo absoluto em �4, + 𝑙𝑙𝑙𝑙4�; mínimo absolute em (1,1)
4

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


55
SEMANA 11
TEMA: Revisão de conteúdos(Aula de exercícios)

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

Fazer uma revisão dos conteúdos abordados até o momento através da resolução de exercícios com a
participação dos alunos.

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


• Montar uma apresentação de PowerPoint com o objetivo de fazer uma revisão dos principais
conteúdos abordados até o momento e estimular a participação ativa da turma.
• Sugerir alguns exercícios de revisão, estimulando que os alunos participem de forma ativa na
resolução das questões;
• Mediar o exercício, no intuito de retirar as possíveis dúvidas dos estudantes.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


• Em duplas, solicite aos estudantes que resolvam as atividades práticas A e B, e em seguida questione que
questões e alternativas eles apresentaram mais dificuldades na hora da resolução.
• Resolver as atividades sugeridas acima, iniciando por aquelas que os alunos apresentaram mais
dificuldades.
FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)
 Autoavaliação: Os alunos deverão sentar em dupla para discutir as melhores estratégias para resolver os
problemas apresentados na atividade a seguir:

1.º) Calcule os limites seguintes (se existirem), justificando detalhadamente cada passagem:

3x ² − x − 2
a) lim 5x² + 4 x + 1
x → +∞
x
b) lim
x →0 9 + x − 9
2.º) Determine:

a) Uma equação da reta tangente à curva y = x² - 2x + 1 no ponto (-2, 9).


b) os intervalos em que a derivada f’(x) é positiva, nula ou negativa, sendo f(x) = x ³ − 3 x ² − 24 x + 2 .

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


56
3.º) Encontre a derivada das seguintes funções usando a definição e em seguida use as regras de derivação
para justificar o resultado encontrado.

c) y = 7x² - 2x
d) y = 3x² + x - 7

4.º) Derive as funções seguintes usando as regras estudadas, justificando detalhadamente cada passagem e
em seguida simplifique sua resposta quando for possível.

a) f(x) = x4 + 3x2 – 2x3

b) y = (5x3 +3x)(x² + x)
x³ + 2 x² + 5x
c) f(x) =
x 4 + 6x3
d) y = (4x² - 5x + 7)³

5.º) Investigue a continuidade nos pontos indicados:

 x² − 4
 , x≠2
a) f ( x) =  x − 2 em x = 2.
0, x=2
 x³ − 8
 , x≠2
b) f ( x) =  x ² − 4 em x = 2.
0, x=2

• O professor deve fornecer o feedback de possíveis estratégias e resoluções das questões.

ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Propor a realização de uma revisão de conteúdos no Khan Academy:
https://pt.khanacademy.org/math/calculus-home

RECURSOS
 Lousa, ppt, projetor de slides.
 STEWART, James. Cálculo. v.1. Capítulo 4.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


57
ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

Atividade prática A - Revisão de limites:

1.º ) Avalie os limites a seguir, usando os métodos estudados:

a) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 (𝒙𝒙𝟐𝟐 − 𝟑𝟑 + 𝟐𝟐)


𝒙𝒙→𝟒𝟒
𝑥𝑥 2 +2𝑥𝑥−24
b) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥
𝒙𝒙→𝟒𝟒 𝑥𝑥−4
4𝑥𝑥 5 −𝑥𝑥²
c) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥
𝒙𝒙→𝟎𝟎 𝑥𝑥²
𝑥𝑥 2 +5𝑥𝑥−36
d) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥
𝒙𝒙→−𝟗𝟗 𝑥𝑥+9
8𝑥𝑥 2 −26𝑥𝑥+15
e) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥
𝒙𝒙→ 𝟑𝟑/𝟒𝟒 4𝑥𝑥−3

7𝑥𝑥 2 −10𝑥𝑥+3 2−7𝑥𝑥


f) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 � + �
𝑥𝑥−1 𝑥𝑥+1
𝒙𝒙→𝟏𝟏
𝑥𝑥 3 +8
g) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥
𝒙𝒙→−𝟐𝟐 𝑥𝑥+2
2𝑥𝑥 3 −7𝑥𝑥 2 −33𝑥𝑥+18
h) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥
𝒙𝒙→−𝟗𝟗 𝑥𝑥 2 −9
𝑥𝑥−9
i) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥
𝒙𝒙→𝟗𝟗 √𝑥𝑥−3

x−2
j) lim
x →2
2x − 4
x−4
k) lim
x →4 x −2
x
l) lim
x →0 2− 4−x
x
m) lim
x →0 2 − 2−x

2− 3+ x
n) lim
x →1 x −1
x
o) lim
x →0
x +1 −1
1 + 2x − 3
p) lim
x →4 x −2

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


58
Respostas:

a) 6
b) 10
c) -1
d) -13
e) -7/2
f) 3/2
g) 12
h) -21/2
i) 6
j) 0
k) 4
l) 4
m) 2√𝟐𝟐
n) -1/4
o) 2
p) 4/3

2.º) Seja a função definida por partes, f(x) abaixo, determine:

4 − 𝑥𝑥³ ; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 < −1


−10; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 = −1
𝑓𝑓(𝑥𝑥) = �
4 − 𝑥𝑥 3 ; −1 < 𝑥𝑥 < 2
6 − 5𝑥𝑥; 𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 ≥ 2

a) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 𝒇𝒇(𝒙𝒙) 𝒃𝒃) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 𝒇𝒇(𝒙𝒙) 𝒄𝒄) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 𝒇𝒇(𝒙𝒙) d) 𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥𝐥 𝒇𝒇(𝒙𝒙)
𝒙𝒙→−𝟑𝟑 𝒙𝒙→𝟏𝟏𝟏𝟏 𝒙𝒙→−𝟏𝟏 𝒙𝒙→𝟐𝟐

Respostas:
a) 31 b) -49 c) 5 d) -4

3.º) O gráfico a seguir representa uma função f de [−6, 9] em ℜ . Determine:

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


59
a) f (2)

b) lim− f ( x)
x→2

c) lim+ f ( x)
x→2

d) lim f ( x)
x→ 2

e) f (−2) =

f) f (7) =

g) as raízes da função f

Solução:

a) f (2) = 3

b) lim− f ( x) = 2
x→2

c) lim+ f ( x) = 5
x→2

d) Não existe o limite pedido, pois: lim− f ( x) ≠ lim+ f ( x)


x→2 x→2

e) f (−2) = 0

f) f (7) = 0

g) Observe que -2 e 7 são as raízes (ou zeros) da função f.

4.º) Um gás (vapor d’água) é mantido à temperatura constante. A medida que o gás é comprimido, o volume
V decresce até que atinja uma certa pressão (P) crítica. Além dessa pressão, o gás assume forma líquida.
Observando a figura a seguir, determine:

a) lim V b) lim + V c) lim V


p →100 − p →100 p →100

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


60
Solução:

a) lim − V = 0,8
p →100

b) lim + V = 0,4
p →100

c) Não existe o limite pedido, pois: lim − V ≠ lim + V


p →100 p →100

5.º ) Avalie os limites a seguir, usando os métodos estudados:

a) lim (5x 3 − 3x 2 − 2 x − 1) Resposta: + ∞


x → +∞

b) lim (2 x 5 − x 4 + 2 x 2 − 1) Resposta: − ∞
x → −∞

c) lim (−3x 4 + 2 x 2 − 1) Resposta: − ∞


x → −∞

d) lim (3x 4 + 5x 2 + 8) Resposta: + ∞


x → +∞

e) lim (−5x 3 + 3x − 2) Resposta: + ∞


x → −∞

f) lim (− x 2 + 3x − 2) Resposta: − ∞
x → +∞

2 x 3 − 3x 2 + x − 1
g) lim Resposta: + ∞
x → +∞ x2 + x − 3
2x 2 + 1
h) lim 2 Resposta: 2
x → −∞ x − 1

3x
i) lim 2 Resposta: 0
x → −∞ x − 3

3x 3 − 5x 2 + 2 x + 1
j) lim Resposta: 1/3
x → −∞ 9 x 3 − 5x 2 + x − 3

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


61
2 x 3 + 5x 2 − 8
k) lim Resposta: 0
x → −∞ 4 x 5 − 8x + 7

5x 3 − 2 x 2 + 1
l) lim Resposta: + ∞
x → −∞ x+7
2
x + x +1
m) lim Resposta:1/3
x → −∞ ( x + 1) 3 − x 3

(3x + 2)3
n) lim Resposta: 9/8
x → −∞ 2 x (3x + 1)( 4 x − 1)

x2 + x + 1
o) lim Resposta: 1
x → +∞ x +1
2
x + x +1
p) lim Resposta:-1
x → −∞ x +1
2
2 x − 3x − 5
q) lim Resposta: 2
x → +∞
x4 + 1
2 x 2 − 3x − 5
r) lim Resposta: 2
x → −∞
x4 +1

Atividade prática B - Revisão de derivadas:

1.º) Seja f a função da variável real x, definida por f(x) = 2x3 − 3x 2 − 3x + 4. O máximo relativo de f vale:

4+ 3
a)
2
4− 3
b)
2
3 3 −4
c)
2
4+3 3
d)
2
3 3
e) 4+
2

2.º) Assinale a opção que apresenta o intervalo onde a função f, de variável real, definida por f(x) = xe2x , é
côncava para cima.

a) [ −2, − 1[
b) ] − 1, + ∞[
c) [ −1, + ∞[
d) ] − ∞, − 1[
 1 
e)  − , + ∞ 
 2 

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


62
3.º) A concentração de um certo remédio no sangue, t horas após sua administração, é dada pela fórmula
10t
y(t) = , t ≥ 0. Em qual dos intervalos abaixo a função y(t) é crescente?
(t + 1)2

a) t ≥ 0
b) t > 10
c) t > 1
d) 0 ≤ t < 1
1
e) < t < 10
2

4.º) Considere a função real de variável real f(x) = x 2 e x . A que intervalo pertence à abscissa do ponto de
máximo local de f em ] − ∞, + ∞[ ?

a) [ −3, − 1]
b) [ −1, 1[
 1
c)  0, 
 2 
d) ]1, 2]
e) ]2, 4]

 4 16 + h − 2 
5.º) Se o limite lim   representa a derivada de uma função real de variável real y = f(x) em
h→0  h 
x = a, então a equação da reta tangente ao gráfico de y = f(x) no ponto (a, f(a)) é

a) 32 y − x = 48
b) y − 2 x =−30
c) 32 y − x =3048
d) y − 32 x =12
e) y − 2 x =0

6.º) Dentre todos os terrenos de formato retangular de 100 m2 de área, a diagonal do que possui menor
perímetro é :

a) 10 2.
b) 5 17.
c) 5 2.
d) 10.
e) 20.

x
7.º) Assinale a afirmação incorreta referente à função f(x) = 2
, que tem como domínio e contradomínio
x +1
o conjunto dos números reais.
1 − x2
a) f '(x) =
(x 2 + 1)2
b) Os pontos críticos de f são x = 1 e x = -1.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


63
c) f é uma função crescente no intervalo (-1, 1).
d) O valor máximo de f é 0,6.
e) O gráfico de f no intervalo (-6,6) é

8.º) Considere a função real de variável real definida por f(x) = 3x 4 − 4x3 + 5. É verdade afirmar que :

a) f tem um ponto de mínimo em ]− ∞,0[ .


 1 1
b) f tem um ponto de inflexão em  − ,  .
 2 2
c) f tem um ponto de máximo em [0, + ∞[ .
d) f é crescente em [0,1].
e) f é decrescente em [ −1,2].

9.º) O preço de custo, por m2, do material das faces de uma caixa retangular é de R$ 50,00 para a base, R$
60,00 para a face superior e R$ 40,00 para as faces laterais. O volume da caixa deve ser de 9m3, e a altura
de 1m. Qual o comprimento da base, se a área total da superfície da caixa deve custar o mínimo possível?

a) 2,8 m
b) 3,0 m
c) 3,2 m
d) 3,4 m
e) 3,6 m

10º) A equação da reta tangente à curva de equação x 2 + 4y 2 – 100 =


0 no ponto P(8,3) é:

a) 2x + 3y – 25 = 0
b) x + y – 11 =0
c) 3x – 2y – 18 = 0
d) x + 2y – 14 = 0
e) 3x + 2y – 30 = 0

11.º) O valor da derivada da função f(x) = (7 − x) no ponto ( -2, 3 ) é:


1
a) −
2

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


64
1
b) −
6
1
c)
6
d) 2
e) 3

12.º) A equação da reta tangente à curva de equação y = x3 + 2x - 1, no ponto em que x = -1, é :

a) y = 5x + 1
b) y = 4x + 1
c) y = 3x - 1
d) y = -3x + 1
e) y = -4 + 1

13.º) A derivada da função f, de IR em IR, definida por f(x) = -2x5 + 4x3 + 3x - 6, no ponto de abcissa x0 = -1, é
igual a

a) 25
b) 19
c) 9
d) 5
e) 3

14.º) A tangente à curva y=x3 no ponto (1,1) tem coeficiente angular igual a:

a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


65
SEMANA 12
TEMA: Problemas de otimização

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Analisar o crescimento/decrescimento de uma função utilizando derivadas.


• Calcular os valores máximos e mínimos de uma função utilizando os Testes da 1ª e 2ª derivada.
• Identificar problemas que podem ser resolvidos utilizando Teoria da Otimização.
• Solucionar problemas de otimização.

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


 Iniciar a aula questionando como analisar o comportamento de uma função e a identificação de seus
extremos sem a visualização do gráfico. Possibilitando relembrar conceitos e técnicas trabalhados na aula
anterior, sobre estudo de funções a partir da derivada.
o Pode ser usado como exemplo a função: f(x) = x 3 − 3x 2 + 5
o Após, gerar o gráfico da função com Geogebra ou outro software para fazer a correspondência
com à análise feita.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


 Situação problema:
o Lançar uma situação problema para os alunos tentarem solucionar e criarem hipóteses de
soluções.
 Sugestão: Encontre as dimensões para cercar um terreno retangular com 100 m de cerca
disponível, cuja área seja a maior possível.
 Realizar questionamentos durante as construções de hipóteses para enriquecer este
momento.
 Socializar as hipótes, registrando as principais idéias no quadro.
 Demonstração:
o Estimular expectativas, encorajando os alunos a revisarem os conteúdos teóricos da aula anterior,
buscando ligações com a possibilidade de estratégia para solução da situação problema proposta.
o Solucionar juntos a situação problema, compreendendo o conceito de otimização.

FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)


 Mapa conceitual:
o Propor aos alunos a identificação de conceitos e conteúdos necessários para solução de
problemas de orimização, ligando os conceitos e conteúdos por ordem de importância,
estabelecendo relações entre os conteúdos por meio de linhas

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


66
o O mapa poderá ser construído no quadro de forma coletiva pela turma, mediado pelo professor,
que, deverá dar feedback a turma e estimular a construção através de questionamentos.
 CHECKLIST Mencionar outras situações que podem ser solucionadas usando a mesma técnica e solicitar
que os alunos ajudem a criar e registrar um roteiro para solução de problemas de otimização, sempre
lembrando de alguns pontos importante, como:
o Identificação do objetivo do problema (área, volume, custo, lucro…) que será a função a ser
analisada e poderá ser de uma ou mais variáveis.
o Modelagem da função.
o Estudo da função com estabelecimento do intervalo apropriado e identificação dos extremos.
o Interpretação do objetivo do problema (área minima, lucro máximo…).

ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Exercícios de fixação: Resolução de questões STEWART, James. Cálculo. v.1. Capítulo 4. Cap. 4, seção 4.5

RECURSOS
 Lousa, ppt, projetor de slides, Geogebra (http://www.geogebra.org).
 STEWART, James. Cálculo. v.1. Capítulo 4.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


67
ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

1. Pediram para que você projetasse uma lata com capacidade de 1 litro com a forma de um
cilindro reto. Quais dimensões exigirão menos material?

2. Você está projetando uma lata (cilindro reto) com capacidade de 1000cm³ cuja manufatura
levará em conta o desperdício. Não há desperdício ao cortar a lateral de alumínio, mas tanto
a base como o topo, ambos de raio r, são recortados de quadrados que medem 2r de lado.
Portanto a quantidade total de alumínio utilizada para fazer as latas será de A = 8r² + 2πrh.
Quais deverão ser as dimensões da lata para que se tenha a maior economia de material
considerando o desperdício? Comparando com o exercício feito em aula para projetar uma
lata de mesma capacidade sem considerar o desperdício, o que você observa em relação as
dimensões?

3. Considerando:
r(x) = receita proveniente da venda de x itens.
c(x) = custo da produção de x itens.
p(x) = r(x) – c(x) = lucro sobre a produção de x itens.
Os economistas usam os termos receita marginal, custo marginal e lucro marginal para
denominar as derivadas r’(x), c’(x) e p’(x) das funções, receita, custo e lucro.
Sabendo que em uma determinada empresa temos r(x) = 9x como função receita e c(x) = x³ -
6x²+ 15x como função custo, onde x representa milhares de unidades de tocadores de MP3
produzidos. Existe um nível de produção que maximize o lucro? Se sim, qual é?

4. Uma folha de papelão com medidas 24 x 36 pol. é dobrada ao meio para formar um retângulo
de 24 x 18 pol., como mostra a figura a seguir. Depois, quatro quadrados congruentes com
lados medindo x são recortados dos vértices do retângulo dobrado. A folha é desdobrada e
seis abas são dobradas para cima, formando uma caixa com laterais e uma tampa (parecida
com uma mala). Escreva a fórmula V(x) para o volume da caixa. Determine o volume máximo
da caixa e o valor respectivo de x que o fornece.

5. Qual é o menor perímetro possível para um retângulo cuja área é 16m², e quais suas
dimensões?

6. Se 1200c² de material estiverem disponíveis para fazer uma caixa com uma base quadrada
sem tampa, encontre o maior volume possível da caixa.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


68
7. Uma área retangular em uma fazenda será cercada por um rio, e nos outros três lados será
usada uma cerca elétrica feita com apenas um fio. Com 800m de fio à disposição, qual é a
maior área que você poderá cercar, e quais são suas dimensões?

8. Uma folha de papelão mede 10x15cm. Dois quadrados iguais são recortados dos vértices de
um lado com 10cm como mostra a figura. Dois retângulos iguais são recortados dos outros
vértices, de modo que as abas possam ser dobradas para formar uma caixa retangular com
tampa.

a) Escreva uma fórmula V(x) para o volume da caixa.


b) Qual o volume máximo possível?
c) Qual medida de x para que o volume seja máximo?

9. Você foi contratado para projetar e construir um tanque retangular de aço com base
quadrada e com capacidade de 500pés³. O tanque será construído soldando-se chapas de aço
umas às outras ao longo das bordas. Determine as dimensões para base e altura que farão o
tanque pesar o mínimo possível.

a) Que dimensões serão passadas para oficina?


b) Descreva como você levou o peso em consideração.

10. Uma caixa sem tampa será construída recortando-se pequenos quadrados
congruentes dos cantos de uma folha de estanho que mede 12x12 pol. E dobrando-se os lados
para cima. Qual tamanho os quadrados das bordas devem ter para que a caixa tenha a
capacidade máxima?

11. Um triângulo retângulo com hipotenusa √3m gira em torno de um de seus catetos
gerando um cone circular reto. Determine o raio, a altura e o volume do cone que pode ser
gerado dessa maneira.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


69
12. Você está preparando um pôster retangular que deverá conter 50 pol² de material
impresso, com margens inferior e superior de 4 pol. cada uma e margens laterais de 2 pol.
cada. Que dimensões gerais minimizarão a quantidade de papel a ser utilizada?

13. Você está planejando uma caixa retangular aberta com uma folha de papelão de 8x15
dm., recortando-se quadrados congruentes dos vértices da folha e dobrando suas bordas para
cima. Quais são as dimensões da caixa de maior volume que você pode fazer dessa maneira?
Qual é o volume?

14. Um estudo de eficiência do turno da manhã de uma montadora de automóveis indica


que um operário médio, chegando ao trabalho às 8 horas, terá montado 𝑄𝑄(𝑡𝑡) = −𝑡𝑡 3 + 9𝑡𝑡 2 +
15𝑡𝑡 unidades “t” horas depois. A que horas da manhã o operário trabalha com maior
eficiência? Considere o intervalo [0,4] para t, que corresponde das 8 às 12 da manhã.
(Dica: A eficiência é dada pela “velocidade” 𝐸𝐸(𝑡𝑡) = 𝑄𝑄′ (𝑡𝑡) = −3𝑡𝑡 ² + 18𝑡𝑡 + 15 )

15. O Departamento de Trânsito de uma cidade depois de uma pesquisa constatou que,
num dia normal da semana à tarde, entre 2 e 7 horas, a velocidade do tráfego é de
aproximadamente
𝑉𝑉(𝑡𝑡) = 2𝑡𝑡 3 − 27𝑡𝑡 2 + 108𝑡𝑡 − 35 quilômetros por hora, onde t é o número de horas
transcorridas após o meio dia. A que horas no intervalo de 2 às 7 o tráfego flui mais
rapidamente e a que horas flui mais lentamente?

16. Um tanque de base quadrada, sem tampa, deve conter 125cm3. O custo, por centímetro
quadrado, para a base é de R$8,00 e para os lados R$4,00. Encontre as dimensões do tanque para que
o custo seja mínimo.

17. Usando uma folha de cartolina, de lado igual a 60 cm, deseja-se construir uma caixa
sem tampa, cortando seus cantos em quadrados iguais e dobrando convenientemente a
parte restante. Determinar o lado dos quadrados que devem ser cortados de modo que o
volume da caixa seja o maior possível.

18. Em um dia numa estrada, a taxa de fluxo de carros por hora é dada por
v
F= , onde v é a velocidade de tráfego em milhas por hora. Que velocidade vai
22 + 0,02v 2
maximizar a taxa de fluxo na estrada?

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


70
19. Design de uma mala. Uma folha de papelão com medidas 24 x 36 pol. é dobrada ao
meio para formar um retângulo de 24 x 18 pol., como mostra a figura a seguir. Depois, quatro
quadrados congruentes com lados medindo x são recortados dos vértices do retângulo
dobrado. A folha é desdobrada e seis abas são dobradas para cima, formando uma caixa com
laterais e uma tampa. Escreva a fórmula V(x) para o volume da caixa. Determine o volume
máximo da caixa e o valor respectivo de x que o fornece.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


71
SEMANA 13
TEMA: Regra de L’Hospital (ou L’Hôpital)

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

0 ∞
• Recordar alguns limites de funções que apresentam indeterminações do tipo: � , , ∞ − ∞, 00 ,
0 ∞
∞0 , ∞∞ , 1∞ �.

• Apresentar a regra de L’Hospital.


• Aplicar a regra de L’Hospital em limites que apresentam indeterminações.
• Esclarecer a diferença entre: a Regra do Quociente e a regra de L’Hospital.

SEQUÊNCIA DIDÁTICA

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO

(1)
0
 Escreva na lousa (ou use ppt) três limites que apresentem indeterminação sob a forma . Sugestões:
0
𝑥𝑥 3 − 1 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 𝑒𝑒 𝑥𝑥 − 𝑒𝑒 −𝑥𝑥 − 2
lim , lim , lim
𝑥𝑥→1 𝑥𝑥 − 1 𝑥𝑥→0 𝑥𝑥 𝑥𝑥→0 1 − cos(𝑥𝑥)

𝑓𝑓(𝑥𝑥)
o Aproveite para regatar que um limite no formato lim , em que 𝑓𝑓(𝑥𝑥) → 0 e 𝑔𝑔(𝑥𝑥) → 0 quando
𝑥𝑥→𝑎𝑎 𝑔𝑔(𝑥𝑥)
𝟎𝟎
𝑥𝑥 → 𝑎𝑎, pode ou não existir, e é chamado de forma indeterminada do tipo .
𝟎𝟎

o Em duplas, solicite aos estudantes que resolvam dois dos três limites apresentados na lousa (ou
ppt).
o Solicitar as duplas que apresentem à turma os métodos de solução.
 Perguntas para envolver a turma: Será que haveria outra possibilidade (ou técnica) para
resolver esses limites? Como poderíamos utilizar a Derivada para solucionar esses
exemplos? …

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


72
(2)

 Escreva na lousa (ou use ppt) três limites que apresentem indeterminação sob a forma . Sugestões:

𝑥𝑥 2 −1 𝑥𝑥 2 √𝑥𝑥 2 +𝑥𝑥+2
lim , lim , lim
𝑥𝑥→∞ 2𝑥𝑥 2 +1 𝑥𝑥→∞ 1+𝑥𝑥√𝑥𝑥 𝑥𝑥→∞ 𝑥𝑥 +1

𝑓𝑓(𝑥𝑥)
o Aproveite para regatar que um limite no formato lim , em que 𝑓𝑓(𝑥𝑥) → ∞ (𝑜𝑜𝑜𝑜 − ∞) e
𝑥𝑥→𝑎𝑎 𝑔𝑔(𝑥𝑥)
𝑔𝑔(𝑥𝑥) → ∞ (𝑜𝑜𝑜𝑜 − ∞) quando 𝑥𝑥 → 𝑎𝑎, pode ou não existir, e é chamado de forma indeterminada do

tipo .

o Em duplas, solicite aos estudantes que resolvam dois dos três limites apresentados na lousa (ou
ppt).
o Solicitar as duplas que apresentem à turma os métodos de solução.
 Perguntas para envolver a turma: Será que haveria outra possibilidade (ou técnica) para
resolver esses limites? Como poderíamos utilizar a Derivada para solucionar esses
exemplos? …
 O professor deve colaborar e finalizar relacionando a possiblidade de calcular alguns limites utilizando o
conceito de Derivadas, despertando para a Regra de L’Hospital.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)

 Resgate uma das questões utilizadas, anteriormente, no momento da contextualização. Por


𝑥𝑥 3 − 1
exemplo: lim .
𝑥𝑥→1 𝑥𝑥 − 1

0
 Destaque para a situação de indeterminação do tipo .
0

 Utilize o método da fatoração para realizar a solução algebricamente, do tipo:


(𝑥𝑥−1)(𝑥𝑥 2 +𝑥𝑥∙1+12 )
lim , cancelando o fator comum 𝑥𝑥 − 1, obtendo o resultado final igual a 3.
𝑥𝑥→1 𝑥𝑥 − 1

 Apresente a Regra de L’Hospital relatando que se 𝑓𝑓 e 𝑔𝑔 são funções deriváveis e 𝑔𝑔´(𝑥𝑥) ≠ 0, supondo
que:
o lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 0 e lim 𝑔𝑔(𝑥𝑥) = 0. Ou ainda que,
𝑥𝑥→𝑎𝑎 𝑥𝑥→𝑎𝑎

o lim 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = ±∞ e lim 𝑔𝑔(𝑥𝑥) = ±∞ . Então, a Regra de L’Hospital indica que o limite
𝑥𝑥→𝑎𝑎 𝑥𝑥→𝑎𝑎
poderá ser resolvido aplicando a derivada no numerador e denominador. Ou seja,
𝑓𝑓(𝑥𝑥) 𝑓𝑓´(𝑥𝑥)
o lim = lim .
𝑥𝑥→𝑎𝑎 𝑔𝑔(𝑥𝑥) 𝑥𝑥→𝑎𝑎 𝑔𝑔´(𝑥𝑥)

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


73
 Em duplas, solicite que os estudantes discutam, entre si, e escrevam no caderno, sete exemplos
distintos (um para cada situação de indeterminação) de limites, com funções, que apresentem
0 ∞
indeterminações do tipo: � , , ∞ − ∞, 00 , ∞0 , ∞∞ , 1∞ � .
0 ∞

 Caso os estuantes, tenham dificuldade em escrever os sete exemplos, valorize a inciativa de cada
questão escrita e indique que, na segunda parte da aula, todos terão a oportunidade de degustar
essas indeterminações nas questões da Atividade A do anexo.
 Proponha a solução desses limites por meio de algum software/aplicativo: Geogebra, MalMath ou
Wolfram Apha. Ou, encaminhe os estudantes ao laboratório de informática.
 Projetar aos alunos a Atividade A do anexo.
 Identificar as questões que os estudantes apresentam maior dificuldade e resolver na lousa.
 Reforçar o uso da Regra de L´Hospital, apenas para situações de indenterminação, apresentando
uma situação onde, L´Hospital, não se aplica. Por exemplo:
𝑑𝑑
𝑥𝑥+10 [𝑥𝑥+10] 1
o lim = lim 𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑑𝑑 = lim = 1, tal resultado é incorreto, uma vez que, o limite não
𝑥𝑥→0 𝑥𝑥−2 𝑥𝑥→0 [𝑥𝑥−2] 𝑥𝑥→0 1
𝑑𝑑𝑑𝑑
é uma forma indeterminada.
𝑥𝑥+10 0+10
o O resultado correto é: lim = = −5
𝑥𝑥→0 𝑥𝑥−2 0−2

 Concluir reforçando a ideia da diferença entre a Regra de L´Hospital e a Regra do Quociente

FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)


 Usando Plickers (ou outra solução tecnológica), propor a resolução do quiz a seguir. Para cada pergunta,
o docente deve conduzir a discurssão, reforçando os conteúdos trabalhados.
Utilizando a Regra de L´Hospital, resolva os seguintes limites:

𝑒𝑒 𝑥𝑥 −𝑥𝑥−1
5) lim
𝑥𝑥→0 cos(𝑥𝑥)−1

e) −𝟏𝟏
f) 0
g) 1
h) 2

𝑡𝑡𝑡𝑡(𝑥𝑥)−𝑥𝑥
6) lim
𝑥𝑥→0 𝑥𝑥 3
𝟏𝟏
e)
𝟑𝟑

f) 0
g) 1
h) −1

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


74
3
√𝑥𝑥
7) lim
𝑥𝑥→∞ 𝑙𝑙𝑙𝑙𝑙𝑙

e) ∞
f) 0
g) 1
h) 𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼𝐼

1
𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠� �
8) lim 𝑥𝑥 𝑥𝑥
𝑥𝑥→∞

e) 𝟏𝟏
f) −1
g) 0
h) 𝑒𝑒

ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Leitura e análise do Capítulo 4 (p.272 a p.276): STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo:
Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha Biblioteca.
 Exercícios 7-66, p. 278. STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013.
Disponível na Minha Biblioteca.

RECURSOS
 Caderno;
 Computador e/ou tablets e/ou smartphones;
 Geogebra (http://www.geogebra.org);
 Wolfram Alpha (www.wolframalpha.com);
 MalMath (www.malmath.com);
 STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha
Biblioteca.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


75
ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

A – Limites Indeterminados: Regra de L´Hospital (sugestão)

9) Encontre o limite. Use a regra de L´Hospital quando for apropriado. Caso a regra de L´Hospital não seja
aplicada, explique o porquê.

2𝑥𝑥+1
d) lim
𝑥𝑥→ +∞ 𝑥𝑥+3

𝑥𝑥 3 −2𝑥𝑥 2 −𝑥𝑥+2
e) lim
𝑥𝑥→ 1 𝑥𝑥 3 −7𝑥𝑥+6

1 1
−2
f) lim 𝑥𝑥
𝑥𝑥→2 𝑥𝑥−2

√𝑥𝑥 − √7
g) lim
𝑥𝑥→ 7 √𝑥𝑥+7 − √14

𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠 (6𝑥𝑥)
h) lim
𝑥𝑥→ 0 4𝑥𝑥

i) lim √𝑥𝑥 2 + 3𝑥𝑥 + 2 − 𝑥𝑥


𝑥𝑥→ +∞

j) lim √𝑥𝑥 2 − 𝑥𝑥 + 1 − 𝑥𝑥
𝑥𝑥→ +∞

√𝑥𝑥 2 −2𝑥𝑥+2
k) lim
𝑥𝑥→ −∞ 𝑥𝑥+1

𝑥𝑥+1 𝑥𝑥
l) lim � �
𝑥𝑥→ ∞ 𝑥𝑥−1

1
m) lim (1 + 3𝑥𝑥)𝑥𝑥
𝑥𝑥→ 0

𝑥𝑥3𝑥𝑥
n) lim
𝑥𝑥→ 0 3𝑥𝑥 −1

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


76
𝑒𝑒 2𝑥𝑥 −1
o) lim
𝑥𝑥→ 0 𝑡𝑡𝑡𝑡(𝑥𝑥)

p) lim(𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 𝑥𝑥 − 𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 𝑥𝑥)


𝑥𝑥→0

q) lim+ 𝑥𝑥 √𝑥𝑥
𝑥𝑥→0

1
r) lim 𝑥𝑥 𝑥𝑥
𝑥𝑥→∞

1−𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠
s) lim
𝜃𝜃→ 𝜋𝜋/2 𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 𝜃𝜃

Resultados:

a) 2
1
b)
2
−1
c)
4

d) √2
3
e)
2
3
f)
2
1
g) −
2

h) −1
i) 𝑒𝑒 2
j) 𝑒𝑒 3
1 1
k) ou
log 3 ln 3

l) 2
m) 0
n) 1
o) 1
p) 0

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


77
SEMANA 14
TEMA: Integral definida

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Reconhecer a integral definida como a soma de infinitas parcelas que, quando positivas, resultam numa
área.
• Calcular áreas delimitadas por gráficos de funções utilizando o Teorema Fundamental do Cálculo.

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


 Aula expositiva interativa
 Através de questionamentos, estimular os alunos a compreenderem a fórmula do perímetro da
circunferência.
o Pode-se distribuir diferentes circunferências solicitar que meçam e calculem a razão entre seus
perímetros e o diâmetro.
o Com a fórmula definida, questionar como calculariam a área de uma circunferência, sem a
fórmula.
o Registrar as hipóteses dos alunos no quadro. Desenhar uma circunferência no quadro e inserir um
hexágono inscrito nessa circunferência e perguntar o quanto as áreas se aproximam. Questionar
se outro polígono inscrito teria a área mais próxima. Questional qual o número de lados ideal
desse polígono, permitindo a associação do conceito de limites tendendo ao infinito com o cálculo
integral, que faz esse somatório.
o Solicitar que os alunos identifiquem o qual é a variável em uma circunferência (raio), integrar o
perímetro e comparar com a fórmula dada para o cálculo de área de circunferências.
o Mostrar que quando a função f é contínua e não negativa no intervalo de integração [a, b] , a
definição de integral definida coincide com a definição da área sob a curva y = f (x) . E neste caso
a integral definida é a área sob o gráfico de f de a até b.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


 Aula expositiva interativa:

 Plotar no Geogebra a função f(x) = 2x e pedirem para que calculem a integral definida no intervalo [0,2],
apresentando o Teorema Fundamental do Cálculo.
o Teorema Fundamental do Cálculo. Se f é contínua em [a, b] e se F for uma antiderivada
(primitiva) de f em [a, b] , então

∫ f ( x) dx =F (b) − F (a)
a

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


78
o Comparar a resposta do cálculo usando uma fórmula da geometria, já que a área limitarda forma
um triângulo retângulo de altura 4 e largura 2. Mencionar que este método de calcular áreas
permite calcular áreas de curvas irregulares que não estão definidas na geometria.
Exemplo: Calcule a área sob o gráfico de y = 2 x no intervalo [0,2] .

b× h 2× 4
y y = 2x A= = = 4 u.a.
2 2

Usando o Teorema Fundamental do Cálculo:


A
2 2
 x2 
x A = ∫ 2 x dx = 2  = x 2 [ ] 0
2
= 4 − 0 = 4 u.a.
0  2 0
x= 2

o Convidar os alunos a observarem que quando é aplicado o Teorema Fundamental do


Cálculo não há necessidade de incluir uma constante de integração, pois, de qualquer
forma, ela irá desaparecer.
b

∫ f ( x) dx = [F ( x) + C ] = F (b) + C − [F (a ) + C ] = F (b) + C − F (a ) − C = F (b) − F (a )


b
a
a

 Apresentar propriedades da integral definida como:


o Se a estiver no domínio de f, definimos
a

∫ f ( x) dx = 0 .
a

o Se f for integrável em [a, b] , então definimos


b a

∫ f ( x) dx = −∫ f ( x) dx .
a b

o Se f e g forem integráveis em [a, b] e se k for uma constante, então kf e f ± g são


integráveis em [a, b] e
b b
a) ∫ kf ( x) dx = k ∫ f ( x) dx
a a
b b b
b) ∫ [ f ( x) ± g ( x)] dx = ∫ f ( x) dx ± ∫ g ( x) dx
a a a

o Se f for integrável em um intervalo fechado e se a, b e c são pontos quaisquer desse


intervalo, então
b c b

∫ f ( x) dx = ∫ f ( x) dx + ∫ f ( x) dx
a a c

o Se f for integrável em [a, b] e se f ( x) ≥ 0 para todo x em [a, b] , então

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


79
b

∫ f ( x) dx ≥ 0
a

o Se f e g forem integráveis em [a, b] e f ( x) ≥ g ( x) para todo x em [a, b] , então


b b

∫ a
f ( x) dx ≥ ∫ g ( x) dx
a

o Essas propriedades devem sempre ser exemplificadas, com o auxílio de plotagens no Geogebra.
Exemplos:
1) Integral definida relacionada com a área:
a) Ache a área sob a curva y = cos x no intervalo [0, π 2] .
Como cos x ≥ 0 no intervalo [0, π 2] , a área sob a curva é:
π 2
π
∫ cos x dx = [sen x]
π 2
A= 0 = sen − sen 0 = 1 − 0 = 1 u.a.
0
2

π
b) Faça também uma análise sobre o valor da integral ∫ cos x dx e confirme usando o teorema
o

fundamental do cálculo.

A área dada pode ser interpretada como a área com sinal entre o gráfico de y = cos x e o
intervalo [0, π ] . O gráfico sugere que a parte da área acima do eixo x é igual à parte abaixo dele,
logo supõe-se que a área com sinal é zero. Isto é confirmado pelo Teorema Fundamental do
π

∫ cos x dx = [sen x]
π
Cálculo: 0 = sen π − sen 0 = 0
0

2) A exigência da continuidade de f em [a, b] no Teorema Fundamental do Cálculo é importante,


pois se você aplicá-lo a integrandos descontínuos no intervalo de integração poderá obter
resultados errados como no exemplo abaixo em que f ( x) = 1 x 2 tem uma descontinuidade
em x = 0 .
1 1
1  1
∫−1 x 2 dx = − x  −1 = −[1 − (−1)] = −2 , que está errado pois f ( x) = 1 x é uma função não
2

negativa e, assim sendo, não pode produzir uma integral definida negativa.

1 1
 x3  1 1
∫1
2
3) x dx =   = − =0
 3 1 3 3
0 0
 x2   0 16 
4) ∫4 x dx =   =  −  = −8
 2 4 2 2 
Este último resultado está de acordo com o que será obtido revertendo-se os limites de integração,
conforme a segunda propriedade.

0 4 4
 x2  16 0 
∫4 x dx = − ∫0 x dx = −  2  = −  2 − 2  = −8
0

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


80
5) Para integrar uma função contínua que é definida por partes no intervalo [a, b] divida o
intervalo em subintervalos e integre separadamente sobre cada intervalo como no exemplo:
6
x 2 , x<2
Calcule ∫ f ( x) dx se f ( x) = 
0 3 x − 2, x ≥ 2
6 2 6 2 6
 x3   3x 2  8  128
∫ f ( x) dx = ∫ x dx + ∫ (3 x − 2) dx =   + 
2
− 2 x  =  − 0  + (42 − 2 ) =
0 0 2  3 0  2 2  3  3

3 3 3 3 3 3
t 3  t 2 
∫1 (t + t − 2) dt = ∫1 t dt + ∫1 t dt − 2∫1 dt =  3  +  2  − 2[t ] 1 =
2 2 3
6)
1 1

 1 9 1 26 26
 9 −  +  −  − 2(3 − 1) = +4−4 =
 3  2 2 3 3
a.
FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)
 Plotar a função f(x) = x³ - 6x² + 8x no Geogebra e questionar qual seria a área.
o Registrar as diferentes hipóteses e solicitar que argumentem.
o Estimular a discussão apontando a diferença de área real e área líquida, e solicitando possíveis
aplicações para cada tipo de área, como áreas (superfícies), montante financeiro...
o Ressaltar a importância de identificar os momentos em que acontecem a mudança de sinal do
valor calculado, que são as raízes das funções.
 Solicitar que calculem a integral definida no intervalo de [0,4] e posteriormente calcular a integral definida
de [0,2] somada com o valor absoluto da integral definida de [2,4]. Questionar qual diferença dos dois
tipos de cálculos e classificar as aplicações que listaram na atividade anterior relacionandoa-as com os
resultados obtidos.

ATIVIDADE EXTRACLASSE
7) - Para os exercícios, em duplas, a sugestão é utilizar o livro: Um curso de Cálculo – volume 1 –
Hamilton Guidorizzi. (Exercícios 11.5).

RECURSOS
Objetos cilíndricos (com circunferências), cordão, régua, fita métrica, lousa, projetor e Geogebra.
GUIDORIZZI, Hamilton Luiz. Um curso de cálculo. V.1. Capítulo 11 – Exercícios 11.5

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


81
ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

1. Verifique se o resultado das seguintes integrais é positivo, negativo ou zero, sem calculá-las.
3

∫ (x
2
− 2 x − 3)dx
a) −1

∫ sen t dt
b) 0

2. Use a integral definida para encontrar a área sob a curva y = f (x) no intervalo dado e
verifique sua resposta usando uma fórmula adequada de geometria.

a) f ( x) = x ; [0,5]

b) f ( x) = 5 ; [3,9]

3. Calcule as integrais definidas.


1

∫ (2 x
2
− x 3 )dx
a) −1

−1
 1 1 
∫  x 2
−  dx
x3 
b) −3

∫ x − 2 dx
c) 2

3
x +1
∫x 2
+ 2x
dx
d) 1

4
 3 
∫  t
− 5 t − t −3 2  dt

e) 1

3
− x , x ≥ 0
f) ∫ f ( x) dx ,
−2
onde f ( x) =  2
x , x < 0

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


82
3
2𝑥𝑥 3 − 4𝑥𝑥 2 + 5
𝑔𝑔) � 𝑑𝑑𝑑𝑑
1 𝑥𝑥 2

1
3
ℎ) � 𝑡𝑡 2 � √𝑡𝑡 − √𝑡𝑡�𝑑𝑑𝑑𝑑
0

6
𝑖𝑖) � |𝑥𝑥 − 4| 𝑑𝑑𝑑𝑑
−3

4. Verifique a região limitada pela reta 𝑦𝑦 = 𝑥𝑥 e o eixo Ox, em que 1 ≤ 𝑥𝑥 ≤ 3 , mostrada na figura
a seguir. Determine:
y
3

x
−4 −3 −2 −1 1 2 3

−1

(a) a área da região limitada, indicada na figura, usando conteúdo de integração.

(b) Confira o resultado obtido no item (a) calculando a área indicada, usando conteúdo estudados no
ensino médio.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


83
SEMANA 15
TEMA: Integrais Indefinidas

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Determinar a antiderivada 𝐹𝐹 de uma função 𝑓𝑓.


• Usar a regra da Potência Generalizada, a Regrada Exponencial e a Regra do Logartimo para calcular
antiderivadas.
• Calcular a integral de uma combinação linear de funções elementares a partir da tabela de integrais
imediatas.

SEQUÊNCIA DIDÁTICA

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO

ATIVIDADE INTRODUTÓRIA:
 Brainstorming respondendo a questão: Quais informações são suficientes para o cálculo da ára de um
retângulo?
 Solicite aos estudantes que digam, em poucas palavras, que lhes vêm à mente quando pensam em “área”.
Anote na lousa as palavras que foram mencionadas.
 Conduza as ideias principais a partir das palavras que foram mencionadas, circulando as palavras que
foram escritas na lousa, levando as perguntas:
 Pergunta provocadora 1: É possível formar um quadrado com (unindo, agrupando, somando...) as sete
peças de um Tangram? Como se monta um quebra cabeça (qual a relação entre as peças de um quebra
cabeça com a ideia de Derivada)?
 Pergunta provocadora 2: Encontre a derivada das seguintes funções ( o que elas possuem em comum?):
𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 , 𝑔𝑔(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 + 4 , ℎ(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 + √5 ?

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)

AULA EXPOSITIVA INTERATIVA:

CICLO 1:

 Exposição: Usando a lousa ou projeção, solucionar a Derivada de algumas funções:


𝑥𝑥 3 𝑥𝑥 3 𝑥𝑥 3 𝜋𝜋
𝑓𝑓(𝑥𝑥) = − 10 , 𝑔𝑔(𝑥𝑥) = + 𝜋𝜋 , ℎ(𝑥𝑥) = − 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠 � �
3 3 3 2

o O resultado será o mesmo para as três funções ateriores, ou seja, 𝑓𝑓 ′ (𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 .

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


84
o Em seguida, realize a seguinte provocação: Como encontrar a função inicial (Primitiva) que gerou
𝑓𝑓 ′ (𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 ?
o Anote, na lousa, as percepções dos estudantes.
o Desperte para a ideia da Derivada de forma “reversa”, ou seja, antiderivação.

 Escreva ou projete a definição da Intetegral Indefinida:

Seja 𝑓𝑓 uma função definida em um intervalo 𝐼𝐼. Dizemos que uma função 𝐹𝐹(𝑥𝑥) definida em 𝐼𝐼 é uma
primitiva (antiderivada) de 𝑓𝑓 quando

𝐹𝐹 ′ (𝑥𝑥) = 𝑓𝑓(𝑥𝑥) para todo 𝑥𝑥 𝜖𝜖 𝐼𝐼.

 Apresente o símbolo da integral: ʃ


o Explicar a origem da notação da integral, remetendo a ideia de soma. Aproveite para reforçar
ʃ
a ideia do símbolo � � ser a letra “s” (alongada).

o Reforçar que o processo de antiderivação também é chamado de integração.

 Escreva ou projete a fórmula da Integral Indefinida:

𝑥𝑥 𝑛𝑛+1
∫ 𝑥𝑥 𝑛𝑛 𝑑𝑑𝑑𝑑 = 𝑛𝑛+1
+ 𝐶𝐶, onde 𝑐𝑐 é uma constante

𝑥𝑥 2+1 𝑥𝑥 3
 Nesse sentido, ∫ 𝑥𝑥 2 𝑑𝑑𝑑𝑑 = + 𝐶𝐶 = + 𝐶𝐶, onde 𝐶𝐶 é uma constante e poderá assumir um valor
2+1 3
qualquer (inclusive, o zero).

𝑥𝑥3
o 𝐹𝐹(𝑥𝑥) = − 10 é uma primitiva da função da função 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥2
3

𝑥𝑥3
o 𝐹𝐹(𝑥𝑥) = + 𝜋𝜋 é uma primitiva da função da função 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥2
3

𝑥𝑥3 𝜋𝜋
o 𝐹𝐹(𝑥𝑥) = − 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠 � � é uma primitiva da função da função 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥2
3 2

 Atividade em dupla: Solicitar que, em duplas, os estudantes resolvam o exercício a seguir:

Calcule
3 1
a) ∫ 𝑥𝑥 5 𝑑𝑑𝑑𝑑 b) ∫ √𝑥𝑥 2 𝑑𝑑𝑑𝑑 c) ∫ 7 𝑑𝑑𝑑𝑑 d) ∫ 3𝑦𝑦 −1 𝑑𝑑𝑑𝑑 e) ∫(2𝑥𝑥 3 + 5𝑥𝑥)𝑑𝑑𝑑𝑑 f)∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑥𝑥

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


85
 Feedback:
o Solicitar que alguma das duplas apresente o passo-a-passo da resolução do exercício proposto.
o Na questão “b” explicar a importância de trasnformar a raiz em uma potência.
o Na questão “c” explicar a regra da constante
o Na questão “d” explicar a regra do produto
o Na questão “e” explicar a regra da soma
o Na questão “f” destacar que o denominador necessita ser diferente de zero, e por isso, essa é uma
situação particular.

CICLO 2:

 Exposição: Usando a lousa ou projeção, solucionar a Derivada de algumas funções:


𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 , 𝑔𝑔(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 + 4 , ℎ(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 + √5 ?

o O resultado será o mesmo para as três funções ateriores, ou seja, 𝑓𝑓 ′ (𝑥𝑥) = 2𝑥𝑥.

o Em seguida, realize a seguinte provocação: Como encontrar a função inicial (Primitiva) que gerou
𝑓𝑓 ′ (𝑥𝑥) = 2𝑥𝑥?
o Anote, na lousa, as percepções dos estudantes.
o Desperte para a ideia da Derivada de forma “reversa”, ou seja, antiderivação.

 Escreva ou projete a definição da Intetegral Indefinida:

Seja 𝑓𝑓 uma função definida em um intervalo 𝐼𝐼. Dizemos que uma função 𝐹𝐹(𝑥𝑥) definida em 𝐼𝐼 é uma
primitiva (antiderivada) de 𝑓𝑓 quando

𝐹𝐹 ′ (𝑥𝑥) = 𝑓𝑓(𝑥𝑥) para todo 𝑥𝑥 𝜖𝜖 𝐼𝐼.

 Apresente o símbolo da integral: ʃ


o Explicar a origem da notação da integral, remetendo a ideia de soma. Aproveite para reforçar
ʃ
a ideia do símbolo � � ser a letra “s” (alongada).

o Reforçar que o processo de antiderivação também é chamado de integração.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


86
 Escreva ou projete a fórmula da Integral Indefinida:

𝑥𝑥 𝑛𝑛+1
∫ 𝑥𝑥 𝑛𝑛 𝑑𝑑𝑑𝑑 = 𝑛𝑛+1
+ 𝐶𝐶, onde C é uma constante

𝑥𝑥 1+1 𝑥𝑥 2
 Nesse sentido, ∫ 2𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = 2 ∫ 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = 2 + 𝐶𝐶 = 2 + 𝐶𝐶 = 𝑥𝑥 2 + 𝐶𝐶, onde 𝐶𝐶 é uma constante e
1+1 2
poderá assumir um valor qualquer (inclusive, o zero).
o 𝐹𝐹(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 é uma primitiva da função da função 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 2𝑥𝑥
o 𝐹𝐹(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 + 4 é uma primitiva da função da função 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 2𝑥𝑥
o 𝐹𝐹(𝑥𝑥) = 𝑥𝑥 2 + √5é uma primitiva da função da função 𝑓𝑓(𝑥𝑥) = 2𝑥𝑥
 Atividade em dupla: Solicitar que, em duplas, os estudantes resolvam o exercício a seguir:

Calcule
3 1
b) ∫ 𝑥𝑥 5 𝑑𝑑𝑑𝑑 b) ∫ √𝑥𝑥 2 𝑑𝑑𝑑𝑑 c) ∫ 7 𝑑𝑑𝑑𝑑 d) ∫ 3𝑦𝑦 −1 𝑑𝑑𝑑𝑑 e) ∫(2𝑥𝑥 3 + 5𝑥𝑥)𝑑𝑑𝑑𝑑 f)∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑥𝑥

 Feedback:
o Solicitar que alguma das duplas apresente o passo-a-passo da resolução do exercício proposto.
o Na questão “b” explicar a importância de trasnformar a raiz em uma potência.
o Na questão “c” explicar a regra da constante
o Na questão “d” explicar a regra do produto
o Na questão “e” explicar a regra da soma
o Na questão “f” destacar que o denominador necessita ser diferente de zero, e por isso, essa é uma
situação particular.

 Convide a turma para conhececer algumas situações particulares envolvendo as integrais, reforce que há
diversas tabelas de integração, na literatura, que poderão contribuir no processo de aprendizagem.

Sugestão 1:
o ∫ 𝑒𝑒 𝑘𝑘𝑘𝑘 𝑑𝑑𝑑𝑑
Explicar que essa é uma situação particular, para 𝑘𝑘 ≠ 0. Onde a solução acontecerá da seguinte
1
forma: 𝑒𝑒 𝑘𝑘𝑘𝑘 + 𝐶𝐶
𝑘𝑘

1
Exemplo: ∫ 𝑒𝑒 3𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑. A solução será: 𝑒𝑒 3𝑥𝑥 + 𝐶𝐶
3

 Verifique se alguém da turma teria uma outra sugestão de solução da questão.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


87
 Sugira uma outra solução utilizando o processo de substituição.

Sugestão 2:

o ∫ 5𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑
Realizar a ênfase para a integral de uma constante elevada a uma variável. Onde a solução
5𝑥𝑥
ocorrerá na forma: + 𝐶𝐶
ln 5

 Utilizar a lousa ou projetor para revisar algumas integrais utilizando uma Tabela de Integrais Indefinidas.

Tabeas de Integrias Indefinidas

1. ∫ 𝑘𝑘𝑘𝑘(𝑥𝑥)𝑑𝑑𝑑𝑑 = 𝑘𝑘 ∫(𝑥𝑥)𝑑𝑑𝑑𝑑 10. ∫[𝑓𝑓(𝑥𝑥) + 𝑔𝑔(𝑥𝑥)]𝑑𝑑𝑑𝑑 = ∫ 𝑓𝑓(𝑥𝑥)𝑑𝑑𝑑𝑑 + ∫ 𝑔𝑔(𝑥𝑥)𝑑𝑑𝑑𝑑

1
2. ∫ 𝑘𝑘 𝑑𝑑𝑑𝑑 = 𝑘𝑘𝑘𝑘 + 𝐶𝐶 11. ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑 = ln|𝑥𝑥| + 𝐶𝐶
𝑥𝑥

𝑥𝑥 𝑛𝑛+1 𝑎𝑎𝑥𝑥
3. ∫ 𝑥𝑥 𝑛𝑛 𝑑𝑑𝑑𝑑 = + 𝐶𝐶 (𝑛𝑛 ≠ −1) 12. ∫ 𝑎𝑎 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = + 𝐶𝐶
𝑛𝑛+1 ln 𝑎𝑎

4. ∫ 𝑒𝑒 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = 𝑒𝑒 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶 13. ∫ cos 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶

5. ∫ 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = − cos 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶 14. ∫ 𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 2 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = −𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶

6. ∫ 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠 2 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = 𝑡𝑡𝑡𝑡 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶 15. ∫ 𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 𝑥𝑥 𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = −𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶

1
7. ∫ sec 𝑥𝑥 𝑡𝑡𝑡𝑡 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = sec 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶 16. ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑 = 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠−1 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶
√1− 𝑥𝑥 2

1
8. ∫ 2 𝑑𝑑𝑑𝑑 = 𝑡𝑡𝑡𝑡−1 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶 17. ∫ cosh 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠ℎ 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶
𝑥𝑥 +1

9. ∫ 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠ℎ 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑 = cosh 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶 18. ∫ 𝑡𝑡𝑡𝑡 𝑥𝑥 = ln | sec 𝑥𝑥| + 𝐶𝐶


FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)
 Usando Plickers (ou outra solução tecnológica), propor a resolução do quiz a seguir. Para cada pergunta,
o docente deve conduzir a discurssão, reforçando os conteúdos trabalhados.

1
9) Encontre o valor da integral ∫ 𝑒𝑒 2𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑
𝟏𝟏
i) 𝟐𝟐𝟐𝟐𝟐𝟐𝒙𝒙 + 𝑪𝑪
1 1𝑥𝑥
j) 𝑒𝑒 2 + 𝐶𝐶
2
1
k) 𝑒𝑒 2𝑥𝑥 + 𝐶𝐶
1
l) √𝑒𝑒 𝑥𝑥 + C
2

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


88
2𝑥𝑥
10) Calcule a integral ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑥𝑥 2 +4

i) 𝒍𝒍𝒍𝒍�𝒙𝒙𝟐𝟐 + 𝟒𝟒� + 𝑪𝑪
1
j) + 𝐶𝐶
𝑥𝑥 2 +4
𝑥𝑥
k) + 𝐶𝐶
𝑥𝑥 2 +4

l) 𝑥𝑥 2 + 4 + 𝐶𝐶

11) Calcule a integral fazendo a substituição dada: ∫ cos 3𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑, 𝑢𝑢 = 3𝑥𝑥
𝟏𝟏
i) 𝒔𝒔𝒔𝒔𝒔𝒔 𝟑𝟑𝟑𝟑 + 𝑪𝑪
𝟑𝟑
1
j) cos 𝑥𝑥 + 𝐶𝐶
3

k) 3𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠 𝑥𝑥 + C
l) 3𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥𝑥 + 𝐶𝐶)

12) Calcule ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑

i) 𝒙𝒙
j) 1
k) 0
l) 𝑒𝑒

ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Vídeo: Me Salva! Integral Indefinida
https://www.youtube.com/watch?v=1kXw5mvJSfw

 Vídeo: Grings – Integral Indefinida – Aula 1


https://www.youtube.com/watch?v=CdEUV9mcEJ8

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


89
RECURSOS
 Caderno;
 Computador e/ou tablets e/ou smartphones;
 Geogebra (http://www.geogebra.org);
 STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Disponível na Minha
Biblioteca.

ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

10) Calcule a integral indefinida

t) ∫ 𝑥𝑥(4 + 𝑥𝑥 2 )10 𝑑𝑑𝑑𝑑

𝑑𝑑𝑑𝑑
u) ∫ (1−6𝑡𝑡)4

3
v) ∫ 𝑥𝑥 2 𝑒𝑒 𝑥𝑥 𝑑𝑑𝑑𝑑

𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠 √𝑥𝑥
w) ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑
√𝑥𝑥

x) ∫ 𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐 𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑥𝑥 4 +3𝑥𝑥 2 +5
y) ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑥𝑥 2

𝑥𝑥+1
z) ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑥𝑥

𝑥𝑥
aa) ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑
1+ 𝑥𝑥 4

2
bb) ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑥𝑥

𝑥𝑥 2 +6𝑥𝑥+1
cc) ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑥𝑥 2 +1

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


90
3𝑥𝑥 2 +2𝑥𝑥−1
dd) ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑
𝑥𝑥 2

1
ee) ∫ 𝑑𝑑𝑑𝑑
1+ 𝑒𝑒 −𝑥𝑥

Resultados

1)
1
a) (𝑥𝑥 2 + 4)11 + 𝐶𝐶
22

1
b) + 𝐶𝐶
18(1−6𝑡𝑡)3

3
𝑒𝑒 𝑥𝑥
c) + 𝐶𝐶
3

d) −2 cos�√𝑥𝑥� + 𝐶𝐶

e) ln�𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠(𝑥𝑥)� + 𝐶𝐶

𝑥𝑥 3 5
f) + 3𝑥𝑥 − + 𝐶𝐶
3 𝑥𝑥

g) 𝑥𝑥 + ln(𝑥𝑥) + 𝐶𝐶
1
h) 𝑎𝑎𝑎𝑎𝑎𝑎𝑎𝑎𝑎𝑎(𝑥𝑥 2 ) + 𝐶𝐶
2

i) 2 ln|𝑥𝑥| + 𝐶𝐶

j) 𝑥𝑥 + 3 ln(𝑥𝑥 2 + 1) + 𝐶𝐶
1
k) 3𝑥𝑥 + 2 ln|𝑥𝑥| + + 𝐶𝐶
𝑥𝑥

l) ln(𝑒𝑒 𝑥𝑥 + 1) + 𝐶𝐶

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


91
SEMANA 16
TEMA: Cálculo de Áreas por Integração Definida

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

• Calcular áreas delimitadas por gráficos de funções reais utilizando o Teorema Fundamental do Cálculo.

SEQUÊNCIAS DIDÁTICAS

CONHECIMENTOS PRÉVIOS E CONTEXTUALIZAÇÃO


 Brainstorming: Integração Definida
o Questionar os alunos sobre Integração Definida:
 O que é a Integração?
 O que é a Integração Definida?
 Notação?
 Significado geométrico?
 Integrandos?
 Teorema Fundamental do Cálculo?
 Aplicações?
o Registrar no quadro todas as contribuições.

ATIVIDADE(S) DE APRENDIZAGEM (Metodologia ativa)


 Aula expositiva interativa: Cálculo de Áreas
𝑥𝑥
o Utilizando o Geogebra, plotar o gráfico da função 𝑦𝑦 = − + 2. Solicitar que, em dupla, os alunos
2
calculem a área da região compreendida no intervalo de [0, 6].
o Evidencie a aplicação das propriedades de integração definida para o cálculo da área líquida,
destacando regiões abaixo do eixo x.
o No Geogebra, plote as funções 𝑦𝑦 = 𝑥𝑥³ e 𝑦𝑦 = −𝑥𝑥 + 2 e solicite aos alunos que calculem a região
compreendida entre as funções no intervalo de [0, 2].
o Questione-os quanto a resolução: é a mesma situação expressa no cálculo anterior? São as
mesmas propriedades aplicadas?
o Defina o cálculo de área de regiões compreendidas por mais de uma função diferenciando do
cálculo de área de regiões compreendidas entre funções.
o Solicitar aos alunos que, em seus cadernos, calculem a área da região compreendida entre as
funções: a) 𝑦𝑦 = 𝑥𝑥 2 e 𝑦𝑦 = −𝑥𝑥 2 + 2𝑥𝑥. b) 𝑥𝑥 = 𝑦𝑦 2 − 4𝑦𝑦 e 𝑥𝑥 = −𝑦𝑦 2 + 2𝑦𝑦.
o Instigá-los a esboçar os gráficos das funções para visualizar a área calculada. E questioná-los
quanto aos integrandos e como determiná-los sem a visualização gráfica. Se necessário, defina os
integrandos enquanto pontos de intersecção das funções e como calcular os mesmos.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


92
o Utilizar o Geogebra para conferência da região calculada, bem como os integrandos da função.
Certifique-se do retorno da área calculada.

FINALIZAÇÃO (Avaliação formativa)


 Aula expositiva interativa:
o Solicitar aos alunos que, em duplas, montem a integração definida para o cálculo da área da região
𝜋𝜋
limitada pelas curvas: 𝑦𝑦 = 𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐𝑐, 𝑦𝑦 = 𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠𝑠, 𝑥𝑥 = 0 e 𝑥𝑥 = . Validem, utilizando o Geogebra, a
2
integração.
o Questione-os sobre outra maneira para o cálculo da área. E registre as duas integrações no
quadro. Solicite que metade da turma resolva com somatório de áreas e a outra metade como
área simétrica.
o Confronte as resoluções evidenciando o cálculo por meio da área simétrica.

ATIVIDADE EXTRACLASSE
 Exercícios da seção 6.1 – p. 386-387. STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage
Learning, 2013. Disponível na Minha Biblioteca.

RECURSOS
 Geogebra (http://www.geogebra.org);
 STEWART, James. Cálculo – volume 1, 7ª ed. São Paulo: Cengage Learning, 2013. Capítulo 6 - p. 382 – 386.
Disponível na Minha Biblioteca.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


93
ANEXOS
ATIVIDADES DE APRENDIZAGEM

y
1) Verifique, na figura indicada a seguir, a região limitada pelas
retas 𝑦𝑦 = 𝑥𝑥 + 1, 𝑦𝑦 = −𝑥𝑥 + 5, e os eixos coordenados OX e OY.
2
Determine:

4
(a) a área da região limitada, indicada na figura, usando conteúdo de integração.
-2

(b) Confira o resultado obtido no item (a) calculando a área indicada, usando conteúdo estudados
no ensino médio.

y
2) Calcule a área determinada pelo gráfico da função 𝑦𝑦 = 𝑥𝑥 2 + 1
y = 1+x^2

(parábola) pela reta 𝑦𝑦 = 2𝑥𝑥 + 4 , e os eixos coordenados Ox e y = -2x+4

Oy.

3) Para cada região abaixo, indique a expressão que resulte na área indicada.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


94
© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary
95
4) Calcule a área da região indicada abaixo. Dê a resposta usando uma precisão de 3 casas
decimais.

5) Esboce, no plano cartesiano abaixo, as curvas 𝑦𝑦 = 𝑥𝑥 2 e 𝑦𝑦 = √𝑥𝑥. Hachure a área delimitada pelas
curvas e utilize integração para calcular a área obtida.

6) Determine o valor das áreas sombreadas nas figuras abaixo. Se possível verifique suas respostas usando
áreas conhecidas no Ensino Médio (triângulos, trapézios) ou em um programa computacional.
a)

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


96
b)

c)

d)

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


97
7) Visualize os gráficos abaixo e determine a área da região do plano limitada por essas curvas.

a) 𝑥𝑥𝑥𝑥 = 4 𝑒𝑒 𝑥𝑥 + 𝑦𝑦 = 5

b) y = 2x , y = 2x − x 2 , x = 0 e x = 2

c) 𝑦𝑦 = 2𝑥𝑥, 𝑦𝑦 = 1 𝑒𝑒 𝑦𝑦 = 2�𝑥𝑥

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


98
d) y = x 3 e y = x 2 + 2x

e) 𝑦𝑦 = 9�𝑥𝑥 , 𝑦𝑦 = 9𝑥𝑥, 𝑦𝑦 = 𝑥𝑥

8) Encontre a área da região limitada pelas curvas 𝑦𝑦 = 𝑥𝑥 3 − 3𝑥𝑥 e 𝑦𝑦 = 2𝑥𝑥 2 sem a construção do gráfica.

© 2018 Laureate International Universities®|Confidential & Proprietary


99