Você está na página 1de 94

WWW.MATEMATICAEMFOCO.COM.

BR

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


EBOOK GRÁTIS MATEMÁTICA BÁSICA

Fala meu querido aluno, beleza pura?


E aí bora Neste material você vai ter acesso a um
estudar ? conteúdo de Matemática Básica muito importante que
vai ser o diferencial no seu desempenho nas provas
de Matemática que encontrar pela frente. Prepare-se
para aprender como nunca, com um material
personalizado, de altíssima qualidade e
principalmente, muito didático. Os links para acessar
as videoaulas seguem no final do material. Agora só
depende da sua dedicação e empenho.
Bons estudos e ficamos à disposição!

Números Inteiros

Aluno, observe a imagem abaixo.

Você sabe que conjunto


representa esta imagem?

A imagem acima (figura 1) é uma representação dos Números Naturais, um conjunto que
representa a lógica de CONTAGEM. O homem antigamente não tinha noção de lucro ou prejuízo, ele
apenas CONTAVA as quantidades das coisas, assim como ainda fazemos atualmente. Nessa lógica,
começamos com a quantidade zero (0), depois a quantidade um (1) e assim sucessivamente. Por isso
o conjunto dos Números Naturais é representado da seguinte maneira:

N  {0,1,2,3......}
Acredito que este conjunto seja familiar, pois mesmo que a notação não seja tão convencional, lidamos
o tempo todo com esses números.

OBSERVAÇÃO: Existe uma variação do conjunto dos Números Naturais que é o conjunto dos

Números Naturais não – nulos: N *  {1,2,3,4,5.....} . Observe que o asterisco (*) que
aparece ao lado da letra N implica na retirada do zero do conjunto N.

2
EBOOK GRÁTIS MATEMÁTICA BÁSICA

Conforme a sociedade foi evoluindo e as operações comerciais surgindo (figura 2), os números
NATURAIS já não eram mais suficientes para as necessidades do homem. Pois com as operações
comerciais surgiu também a necessidade de representação e diferenciação do LUCRO e PREJUÍZO,
numericamente.

Sabemos que LUCRO representa GANHO, e PREJUÍZO representa PERDA, mas como isso seria
representado numericamente? Então o homem teve a brilhante ideia de criar os NÚMEROS
POSITIVOS e os NÚMEROS NEGATIVOS.
E unindo números negativos, zero e números positivos forma-se o conjunto dos NÚMEROS INTEIROS,
representado pela letra maiúscula Z.

Z  {...., 3,2,1,0,1,2,3......}
Esse conjunto também pode ser representado numa reta numérica conforme figura abaixo.

Os números inteiros também podem ser aplicados em outras situações muitos comuns tais
como:
 Altitude;
 Temperatura;

3
EBOOK GRÁTIS MATEMÁTICA BÁSICA

 Idade antes e depois de Cristo.

O que muda a partir daí?


Nosso universo matemático se expande, com outros conceitos, cálculos mais detalhados e algumas
regras e propriedades. Então o que você precisa mesmo saber sobre Números Inteiros para
mandar bem?
 Localizar-se na reta numérica;
 Conceito de números opostos ou simétricos;
 Conceito do módulo de um número;
 Regra de sinais das operações.

Mas calma, vamos apresentar alguns conceitos para você não ter tanta informação de uma vez.
Conceitos de reta numérica, números opostos ou simétricos e módulo de um número serão
apresentados no início do nosso aulão sobre números inteiros.

Antes queremos que você veja algumas imagens ilustrativas:

ALTITUDE: É a distância que um móvel ou objeto se encontra


acima do nível do mar ou abaixo do nível do mar. Acima do nível
do mar a altitude é considera positiva, e abaixo do nível do mar é
considerada negativa.

Exemplos:
1- Um avião está a 2.000 metros de altitude: + 2000
2- Um submarino está a 100 metros de profundidade: - 100

TEMPERATURA: Acima de zero é considerada positiva e abaixo de zero é


considerada negativa.

Exemplo:
1- Hoje está muito calor, os termômetros estão marcando 350C: + 35
2- Um congelador está com temperatura de 50C abaixo de zero: - 5

4
EBOOK GRÁTIS MATEMÁTICA BÁSICA

Você saberia calcular o valor dos


saldos desconhecidos ?

As letras C e D no extrato representam, respectivamente, CRÉDITO e DÉBITO. Crédito significa que o


valor foi depositado na conta, isto é, somado ao saldo. Débito significa que o valor foi retirado da conta,
isto é, foi subtraído do saldo.

Depois das operações bancárias realizadas na conta (figura 6) do senhor Josimar Silvério, os valores
dos saldos desconhecidos são: R$ 2.212,50 C; R$ 2.712,50.

Agora você deve responder os itens da imagem abaixo, utilizando a mesma lógica e conferir as
respostas na imagem a seguir. Até aqui ainda não aprendemos nenhum método prático para realizar
essas contas, apenas raciocínio lógico.

Agora chegou sua vez!

Usando a mesma lógica do extrato bancário, calcule os resultados das operações abaixo usando
CRÉDITO (C) e DÉBITO (D). Depois confira o gabarito logo em seguida.

a) R$ 125,00 C e R$ 74,00 C e R$ 15,00 C = __________


b) R$ 304,00 C e R$ 287,00 D = __________
c) R$ 97,00 D e R$ 56,00 D = __________
d) R$ 1.045,00 C e R$ 1.500,00 D = __________
e) R$ 23,00 D e R$ 81,00 C, R$ 100,00 C e R$ 19,00 C = __________

5
EBOOK GRÁTIS MATEMÁTICA BÁSICA

Agora vamos ver a imagem abaixo que possui uma aplicação de número negativos em
temperatura.

DATAS HISTÓRICAS: Você sabia que os números inteiros também são utilizados até mesmo para
representar datas históricas? Veja a figura abaixo:

 Anos negativos: Antes de Cristo.


 Nascimento de Cristo: Ano zero.
 Anos positivos: Depois de Cristo.

Veja a situação abaixo:

6
EBOOK GRÁTIS MATEMÁTICA BÁSICA

Pense nas perguntas e responda.


As respostas serão dadas em nosso aulão sobre Números Inteiros, beleza? Aprender essa lógica inicial
é muito importante por isso antes de você aprender os métodos práticos sempre vamos ensiná-lo
primeiro a PENSAR.

Regra de sinais
Números inteiros

 Soma e subtração de inteiros

Quando os números possuem o mesmo sinal, você deve SOMAR e REPETIR o sinal.

Exemplos de aplicação:

a) + 4 + 7 = __________

b) + 12 + 17 = __________

c) – 15 - 11 = __________

d) – 13 - 17 = __________

Quando os números possuem sinais opostos, subtraímos o maior do menor, e repetimos


o sinal do maior.

Exemplos de aplicação:

a) + 23 - 12 = __________

b) – 13 + 20 = __________

c) – 17 + 9 = __________

7
EBOOK GRÁTIS MATEMÁTICA BÁSICA

d) + 30 - 45 = __________

 Multiplicação e divisão de inteiros

Quando multiplicamos números inteiros de sinais iguAIS, o resultado será mAIS.

Exemplos de aplicação:

a) (+ 3) . (+ 19) = __________

b) (- 15) . (- 8) = __________

c) (- 42): (- 3) = __________

d) (+ 51): (+ 17) = __________

Quando multiplicamos números inteiros de sinais opostOS, o resultado será menOS.

Exemplos de aplicação:

a) (+ 5) . (- 12) = __________

b) (- 15) . (+ 7) = __________

c) (+ 120) : (- 8) = __________

d) (- 90) : (+ 6) = __________

Agora vamos praticar.

1- Considere os números -20, -5, 0, 5, 12, -1, 8, 15. Qual o menor e o maior número?

2- Um garoto faz o seguinte percurso sobre uma reta numérica. “A partir do zero, ele caminha cinco

unidades no sentido positivo e em seguida anda sete unidades no sentido negativo.” Determine o

ponto em que se encontra o garoto após esse percurso.

3- Considere as afirmações:

I) Qualquer número negativo é menor do que zero.

II) Qualquer número positivo é maior do que zero.

III) Qualquer número positivo é maior do que qualquer número negativo.

Quais afirmações são verdadeiras?

4- Pratique usando a regra de sinais para soma e subtração:

8
EBOOK GRÁTIS MATEMÁTICA BÁSICA

a) +10+2

b) +2+21

c) +5+18

d) +23+21

e) +12+34

f) +12-8

g) +15-6

h) +45-32

i) +56-34

j) +57-31

k) -32+25

l) -23+12

m) -15+13

n) -45+40

o) -35+27

p) -23+32

q) -32+53

r) -12+32

s) -11+40

t) -36+54

u) -5-9

v) -12-13

w) -23-10

x) -35-16

9
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

y) -51-21

5- Uma empresa deve R$ 5.400,00 para seus funcionários, mas irá receber R$ 7.300,00 de outra

empresa. Represente essa situação com apenas um número inteiro.

6- Para fazer um balo, Renata gastou R$ 27,00. Ela vendeu o bolo por R$ 70,00. Qual foi seu lucro?

7- Elimine os parênteses:

a) + ( - 3 + 8) =

b) – ( -3 + 8) =

c) + (5 – 6) =

d) – ( -3 – 1) =

e) – ( -6 + 4 – 1) =

Gabarito das questões não resolvidas em vídeo.

10
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Introdução à Potenciação

Lembre-se que toda potência é formada de dois números: Base e expoente. Esses números
podem ser inteiros, decimais, fracionários, racionais e até irracionais. Mas veremos isso com mais
detalhes nas aulas de resolução.

11
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

O resultado da potência acima é 2.2.2.2 = 16.

Mas muito cuidado para não cometer um erro


muito comum: multiplicar a base pelo expoente,
conforme as figuras acima.

Multiplicação de potências de mesma base

12
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Divisão de potências de mesma base

Potências com expoente zero

Potência de potência

13
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Muito cuidado com a propriedade anterior, pois para aplicarmos é preciso ter a presença dos
parênteses. Caso não tenha, o resultado fica completamente diferente conforme a imagem abaixo.

Figura 1 - a presença dos parênteses faz diferença


Potência de um produto

Potência de um quociente ou fração

14
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Fração elevada a um expoente negativo

Número inteiro elevado a um expoente negativo

Questões introdutórias resolvidas em vídeo.

1- Sendo o número a  2 7 .3 8 .7 e o número b  2 5.36 o quociente da divisão de a por b é:


a) 252
b) 36
c) 126
d) 48
e) 42

2- O número de algarismos do produto 515.4 6 é:


a) 21
b) 15

15
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

c) 18
d) 17
e) 23

Questão bônus!

Sejam dados os seguintes números: 1630, 3210 e 1288. Qual é o maior deles?

Questões diversas.

x x 1
1) (Uel-2000) Para todo x real, a expressão 3  3  3x  2  3x  3  3x  4  3x 5 é equivalente a:
a) 36x+15
b) 5. 3x
c) 6. 3x
d) 243x
e) 364. 3x

2) Sejam dados os seguintes números: 930, 2710 e 81 8 . Qual é o maior deles? Justifique.

3) (CEFET-2007) O quociente de 5050 por 2525 é igual a:


a) 2525
b) 1025
c) 10025.
d) 225
e) 2 x 2525

4) Se 22008 – 22007 – 22006 + 22005 = k. 22005, então o valor de k é:


a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
e) 5

5) (CEFET 2004) Sendo a 0,123 = 5, a 0,369 é igual a:


a) 5 0,246
b) 5/3

c) 5
d) 15
e) 125

16
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

6) (CEFET 2003) Se a idade da Terra é avaliada em quatro e meio bilhões de anos, a décima oitava
parte desse tempo é igual a:
a) 5 9 x 2 7
b) 5 9 x 2 8
c) 5 9 x 2 9
d) 5 10 x 2 9
e) 10 10

7) (CMRJ 2005) Assinale a única falsa, dentre as alternativas abaixo:


20

a)  3  =  13 
4 5

b) 2 3  28  25
162  83
c) 9
 28
2
3
d) 8  2 1
1
e) 2 1
2

8) (CAP-UFRJ 2007) Sabendo que 2x + 2y = 6, determine o valor de 2 x+ y.

4 8

9) (OBM 2002) A razão


2  é igual a:
8 2
4 
a) 1/4
b) 1/2
c) 1
d) 2
e) 8

10) (OBM 2002) A diferença entre os quadrados de dois números inteiros positivos consecutivos é
sempre:
a) um número primo
b) um múltiplo de 3
c) igual à soma desses números
d) um número par
e) um quadrado perfeito

231.450
11) Determine o valor que k deve assumir de modo que  45k .
2
a) 10
b) 11
c) 12
d) 13

17
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

e) 14
2 2 2
12) A potência 3k 100
 3k 101
 3k 102
é sempre um múltiplo de:
a) 19
b) 17
c) 13
d) 11
e) 7
Gabarito potenciação diversas:
1- E
2- 930
3- C
4- C
5- E
6- A
7- D
8- 8
9- C
10- C
11- D
12- C

Produtos Notáveis e Fatoração

1- Aplique as regras de produtos notáveis estudadas e faça a expansão em cada item:

a)( x  9) 2

b) 3  a 2 2

c) x  11 x  11


d )4 x  1
2

e)2m  52m  5
f )5  3 y 
2

g )5a  3b 5a  3b 

h) x 2  3 y  2

i )x 2

 2 x2  2 

18
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

2- Colocando o fator comum em evidência, fatores os polinômios de acordo com as propriedades e


regras de fatoração estudadas.

a)10 x  10 y
b)4a  3ax
c)a 2  5ab
d ) xy  y 2  y
e)35c  7c 2

3- Fatore por agrupamento de acorda com as regras estudadas:

a)ax  bx  cx  ay  by  cy
b)ab  ac  10b  10c
c) xy  2 x  5 y  10
d )ab  3a  4b  12
e)a 2  a  x  ax
f ) ax  ay  x  y

4- Fatore os seguintes polinômios, usando a fatoração por diferença de dois quadrados:

a ) x 2  81
b)100  a 2
c )1  m 2 n 2
d )16 x 2  9 y 2
e)49h 2  81 p 2

5- Fatore cada um dos trinômios quadrados perfeitos abaixo. Cada um deles será transformado no
quadrado da soma ou quadrado da diferença.
a )4 x 2  12 xy  9 y 2
b) y 2  10 y  25
c)81n 2  18n  1
d )4a 2  16ax  16 x 2

19
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Gabarito.

1)
a ) x 2  18x  81
b)9  6a 2  a 4
c) x 2  121
d )16 x 2  8 x  1
e)4m 2  25
f )25  30 y  9 y 2
g )25a 2  30ab  9b 2
h) x 4  6 x 2 y  9 y 2
i) x 4  4

2)
a )10.( x  y )
b)a.(4  3x)
c)a.(a  5b)
d ) y.( x  y  1)
e)c.(35  7c)

20
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

4)
a )( x  9).( x  9)
b)(10  a ).(10  a )
c)(1  mn).(1  mn)
d )(4 x  3 y ).(4 x  3 y )
e)(7 h  9 p ).(7h  9 p )

5)
a )(2 x  3 y ) 2
b)( y  5) 2
c)(9n  1) 2
d )(2a  4 x) 2

Questões diversas sobre produtos notáveis e fatoração

1) O resultado de uma expressão algébrica é a2 – b2. Silvio encontrou como resposta (a – b)2 ;
Cláudio (a + b) (a – b) e Célia (a + b)2 – 2 b2 . Como o professor aceita o desenvolvimento incompleto
da resposta, podemos afirmar que :

a) apenas Silvio acertou


b) apenas Claudio acertou
c) apenas Celia acertou
d) apenas os rapazes acertaram
e) todos acertaram

2) (ESA) Simplificando a expressão algébrica (m+1) (m – 1) + (m+1)2 – 2m , obtemos :


a) 2m2
b) 2
c) 0
d) 2m2 + 2

3) (UFES - adaptada) Simplifique a expressão [102+202+302+...+1002] – [92+192+292+...+992].

4) Calculando 9342872 - 9342862, obtemos:


a) 1
b) 2
c) 1868573
d) 1975441
e) 0

21
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

5) Em uma prova em que deviam ser dados os resultados do 1º membro um aluno desatento
apresentou estes cálculos:

i )(a  2) 2  a 2  4
ii )2.(5  a )  10  a
(a  2)
iii ) 2
2
1 1 2
iv)  
2 a 2a

Quantos enganos esse aluno desatento cometeu?

a) 1
b) 2
c) 3
d) 4
a² – b²
6- O valor da fração quando a = 1 e b = 3, é:
a ² – 2 ab b ²

a) -2
b) -3
c) -4
d) -5

7- (CEFET) Com relação às identidades matemáticas

I. a2 - b2 = (a+b)(a-b)
II. a2 + 2ab + b2 = (a+b)2
III. (a+b)( a2 – ab + a2) = a3 + b3
IV. (a+b)3 = a3 + b3

podemos afirmar que

a) todas são verdadeiras.


b) são verdadeiras l. II e IV.
c) são verdadeiras l. II e III.
d) são verdadeiras apenas duas dessas identidades
e) apenas uma dessas identidades é verdadeira.

8- (Cap-UFRJ) Determine o valor numérico de y = (a+1) (b+1) , sabendo que ab = –6 e a+b =1.

 22007  22005 
9- (OBM-2006) Efetuando as operações indicadas na expressão  2006 2004 
 2006 , obteremos
2 2 
um número de quatro algarismos. Qual é a soma dos algarismos desse número ?
a) 4

22
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

b) 5
c) 6
d) 7
e) 8

10) (OBM) Se x+y = 8 e xy = 15, qual é o valor de x 2  6 xy  y 2 ?


a) 64
b) 109
c) 120
d) 124
e) 154

Gabarito das questões diversas.

2- A
3- 1090
4- C

23
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

6- A

24
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

9- D

Radiciação

Todo radical é formado por um RADICANDO e um ÍNDICE. Radicando é o número que está
exatamente dentro do radical ou raiz. O índice é o número externo. Veja a figura 1 abaixo, onde o
radicando está representado pela letra b e o índice pela letra N.

Como sabemos, utilizamos a potenciação para responder a radiciação, isto é o resultado de um


radical será o número, que elevado ao seu índice, resultado no radicando. Achou confuso?
Veja imagem abaixo.

25
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

O resultado do radical anterior é 3, conforme imagem abaixo.

Transformando radical em potência.

Todo radical pode ser transformado numa potência. Essa ferramenta é poderosa. Quando
transformamos um radical em potência, o expoente será uma fração. O numerador (número de cima)
é o expoente do radicando, e o denominador (número debaixo) é o índice do radical. Veja as imagens
a seguir para entender melhor.

26
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Em geral utilizamos a mudança de radical para potência quando queremos comparar (saber
quem é maior) radicais ou quando desejamos manipular os radicais na forma de potência para
aplicarmos as propriedades de potenciação. Veremos essas aplicações e outras em nossas aulas de
exercícios.

Todo cuidado é pouco quando for manipular os radicais. Em geral os alunos cometem muitos
erros em cálculos e manipulações. Por isso é muito importante conhecer todas as propriedades,
para aplicá-las de forma correta sem cometer erros.

Expoente do radicando igual ao índice (cancelamento).

Essa propriedade, sem dúvida é a mais utilizada. Quando o expoente do radicando é igual ao
índice do radical, os mesmos podem ser cancelados conforme as figuras 6 e 7.

27
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

No entanto é preciso tomar cuidado com esse cancelamento, principalmente se a base do radicando
for um número negativo. Quando a base é negativa, só podemos aplicar o cancelamento se o
índice for ímpar. Observe:

 Base negativa e índice par:

2
( 2) 2  2 4  2

ATENÇÃO: Note que se efetuarmos o cancelamento, o resultado seria – 2, o que estaria errado.

 Base negativa e índice ímpar:

3
(5) 3  3  125  5
Neste caso, se efetuarmos o cancelamento, o resultado também seria – 5, o que estaria correto.

 Base positiva: Se a base do radicando for positiva, podemos aplicar o cancelamento para
qualquer índice da raiz. Lembramos que o índice de um radical deve ser um número natural maior
ou igual a dois.

Radical de um produto.

Quando o radicando é um produto, podemos separá-lo em dois radicais de MESMO ÍNDICE.


Observe a imagem abaixo.

28
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Então vamos generalizar. Note a importância de repetir o índice. Observe a imagem abaixo.

A propriedade dois também pode ser usada de forma inversa, ou seja, transformamos a
multiplicação de dois radicais de MESMO ÍNDICE num único radical. Observe a imagem abaixo.

Radical de um quociente.

O radical de um quociente pode ser transformado num quociente de radicais de mesmo índice (ou o
contrário). Veja as imagens abaixo.

29
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Como podemos observar na figura 12, a repetição do índice é fundamental para aplicação da
propriedade corretamente. Como mencionamos, a propriedade também pode ser aplicada de forma
inversa (assim como a propriedade 2) mas para isso os radicais devem ter o mesmo índice, como
na imagem abaixo.

30
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Potência de um radical

Quando um radical está elevado a um expoente externo, esse expoente pode ser inserido direto no
radicando da seguinte maneira:
 Quando o expoente do radicando for um, é só repetir o radicando e inserir diretamente o
expoente externo, conforme figura 14 abaixo.

 Mas quando o radicando possui expoente diferente de um, este expoente deve ser
multiplicado pelo expoente externo. Veja a figura 15 abaixo.

Observe que o radicando na figura 15 acima, ficou com expoente 15.

Será que existe alguma forma de simplificar esse radical?


Sim. Primeiro vamos usar uma propriedade de potenciação para reescrever a potência 215 como um
produto de potências de mesma base. Propositalmente deixaremos todas essas potências com o
expoente 4, para podermos utilizar a propriedade de cancelamento, da radiciação. Observe o passo
figura 16 abaixo.

31
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Raiz dentro de raiz

Quando temos raiz dentro de raiz, podemos resumir tudo numa única raiz. Repetimos o radicando e
multiplicamos os índices. Observe as figuras 17 e 18 abaixo.

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

Cuidado com as raízes que possuem radicandos negativos pois nem sempre será possível calcular
o resultado. Mas então quando será possível? Veja a imagem abaixo.

32
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Quando a raiz possui ÍNDICE PAR e RADICAL NEGATIVO o resultado não existe. Mas se o índice
for ímpar e o radicando negativo, o resultado é possível conforme exemplo na figura 19 acima.

Observe a figura 20 acima. Nela mostramos que na soma ou subtração de radicais semelhantes
apenas repetimos o radical e fazemos o cálculo com os coeficientes. Radicais semelhantes são
radicais que possuem o mesmo índice o mesmo radicando. No caso acima os coeficientes são 5, 3

e - 2 sendo que o cálculo realizado foi 5 + 3 – 2 = 6. O radical 2 foi repetido e, portanto, o resultado
final é 6 2 . Fique atento nesses cálculos pois em geral os alunos confundem bastante.

EXERCÍCIOS DE FIXAÇÃO

1) Calcule o resultado em cada item simplificando o máximo possível:

a) 25  3 27  4 81 

b) 64  3  64  6 64 

2) Efetue os cálculos com os radicais semelhantes:

a) 3 5  5  6 5 

b) 55 3  25 3  25 3  5 3 

c)  4  3 5  23 5  4 

33
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

d) 25 3  2 3  3 3  35 3 

e) 50  18  8 

f) 2 27  5 12 

g) 4 63  7 

h) 12  75  108 

3- Determine o resultado de 19  31  22  9 .

4- Coloque os radicais 3 2 , 4
4 e 3 em ordem crescente.

5- (SEE-SP) 50 e 3 120 são respectivamente iguais a:

a) 5 10 e 2 3 15

b) 5 2 e 2 3 15

c) 5 10 e 3 3 40

d) 5 2 e 3 3 40

x . 3 x 2 .x 2
6- (CEFET-2007) Simplificando a equação , onde x > 0, obtém-se:
x4
1
a)
6
x5
1
b)
5
x6
1
c)
x
6
d) x5
5
e) x6

3
7) Determine o resultado de 40  5 3 135  2 3 5 .

8) Racionalize os denominadores.

34
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

2
a)
7
3
b)
4 3
3
c) 3
5
1 3
d)
3 1
4 5
e)
2 5
3 6
f)
3 2

GABARITO

1)
a)11
b)6

2 )
a)  2 5
b )65 3
c)33 5  8
d )55 3  3
e) 6 2
f )4 3
g )11 7
h)13 3

3)5
4)3 2 < 4
4< 3

35
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

5) B
6) A
7)153 5
8)
2 7
a)
7
3
b)
4
33 25
c)
5
d) 3  2
e)  3  2 5
f) 3

Equação do 1º grau

A equação do 1º grau serve basicamente para traduzir situações do cotidiano que desejamos
descobrir um determinado valor. Então fazemos o que chamamos de tradução matemática. O texto
de uma questão é apresentado em língua portuguesa, então precisamos traduzi-lo numa equação
matemática.

Toda equação do 1º grau possui uma INCÓGNITA que é representada por uma letra qualquer. Essa
incógnita representa um número desconhecido, o qual queremos descobrir. Esse número pode ser
natural, inteiro, racional ou irracional, isto é, pode ser qualquer número real.
Vejamos alguns exemplos:
1- Fui à uma loja e comprei duas camisas, gastando R$ 76,00. Sabendo que as camisas
possuem o mesmo preço, quanto paguei por cada camisa?

R: Neste caso, é fácil responder a pergunta realizando um simples cálculo mental. Dividimos
76 por 2 e logo cada camisa custou R$ 38,00. Mas são nestes “probleminhas” básicos que
começamos a trabalhar a ideia principal. Supondo que o preço de cada camisa seja x reais, então
comprando duas camisas eu gastarei (x + x) que equivale a 2x. E sabendo que eu gastei R$ 76,00
ao todo, montamos a equação, que representará a igualdade dos valores 2x e 76. E então chegamos
na equação 2x = 76.

2- Fui a uma lanchonete e comprei 3 salgados iguais mais um suco no valor de R$ 5,00 e gastei
R$12,00 ao todo. Quanto custou cada salgado?

36
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

R: Também conseguimos responder essa pergunta fazendo cálculos mentais. Mas podemos
perceber que já teríamos mais trabalho que no problema anterior. E a tendência é esse trabalho cada
vez mais aumentar e dificultar mais. Por isso a necessidade de utilizarmos um modelo matemático
que possa ser utilizado em qualquer contexto, neste caso, a equação. Supondo que o preço de cada
salgado seja x reais, então comprando três salgados eu gastarei (x + x + x) que equivale a 3x.
Adicionando o valor do suco, meu gasto total pode ser representando por 3x + 5.

E sabendo que eu gastei R$ 12,00 ao todo, montamos a equação, que representará a igualdade dos
valores (3x + 5) e 12. E então chegamos na equação 3x + 5 = 12.

Mas como resolvemos essas equações?

O objetivo na resolução de uma equação é descobrir o valor da incógnita. Então


precisamos manipular as letras e números da equação seguindo sempre o seguinte
padrão:
 Devemos deixar letras e números em lados diferentes da equação;
 Quando trocamos uma letra ou número de lado, o mesmo inverte o sinal.
Observe as imagens abaixo.

37
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

38
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Veja como fica a resolução das equações dos nossos exemplos.

Note que a solução da equação do exemplo 2 ficou na forma de fração (divisão). Ou seja, nem
sempre a solução de uma equação será um número natural ou inteiro, como já mencionamos. Pode
ser um número decimal exato, ou até mesmo uma dízima periódica, como foi o caso do 7/3. Fazendo
a divisão de 7 por 3 o resultado é a dízima 2,333333... .

Questões de fixação

1- Resolva as equações:

a) x + 4 = 7
b) 3x = 21
c) 3x + 1 = 0
d) 3x + 5 = 20
e) 7x – 15 + 2x + 10
f) - 2x – 5 = 10

39
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

2- Em uma viagem, o motorista fez uma parada para abastecer depois de percorrer 2/3 do trajeto.
Antes de retornar à estrada ele verificou que faltavam 15 km para chegar a seu destino. Qual era a
medida da extensão desse trajeto?

3- Um agricultor iniciará o cultivo de uma horta em um terreno de perímetro igual a 308 m. O terreno
tem forma retangular, e um dos lados mede 44m. Qual a área desse terreno?

4- (UFSE) Numa caixa há bolas brancas e bolas pretas num total de 360. Se o número de brancas
é o quádruplo do número de pretas, então o número de bolas brancas é:

a) 72
b) 120
c) 240
d) 288

5- (Vunesp-SP) Os 2700 alunos matriculados numa escola estão assim distribuídos: no período da
manhã há 520 alunos a mais que o período da tarde e, à noite há 290 alunos a menos que no período
da manhã. O número de alunos do período da manhã dessa escola é:

a) 650
b) 810
c) 1170
d) 1300

6- A idade atual de um pai é 60 anos. Seus três filhos têm, respectivamente, 7 anos, 11 anos e 16
anos. Daqui a quantos anos a idade do pai será igual à soma das idades dos filhos?

7- As idades de um pai e um filho hoje são, respectivamente, 48 e 14 anos. Daqui a quanto tempo a
idade do pai será o dobro da idade do filho mais 10?

8- Resolva os seguintes problemas:


a) Marina é oito anos mais velha que Karen. A soma das idades das duas é 54 anos. Qual a idade
de Karen?
b) Gabriel tem 15 bolas de gude a mais que Thiago, e Bruno têm 12 bolas de gude a menos que
Thiago. O total de bolas de gude é 63. Quantas bolas de gude têm Thiago?
c) A soma de dois números consecutivos é 245. Quais são esses números?
d) O quíntuplo de um número menos o consecutivo daquele número é 155. Qual é esse número?
e) Um número somado com sua metade é igual a 96. Qual é esse número?
f) (FUVEST-SP) A soma de um número com sua quinta parte é 2. Qual é o número?
g) (OLIMPÍADA DE MAT/SP) Três filhos recebem mesadas; o mais velho recebe o dobro do que o
segundo e este o dobro do que o mais moço recebe. Sendo o total da mesada de R$ 70,00, quanto
recebe cada um?

40
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

Gabaritos e resoluções.

41
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

8)
a )k  23
b)T  20
c) x  1  123
d ) x  39
e) x  64
5
f )x 
3

Questões extras.
Algumas dessas questões são resolvidas no módulo de Equações Fracionárias.

x2
1) (Mack-SP) A solução da equação 2 é:
2
a) 0
b) 2
c) 4
d) – 2

5 x  3 4 2 x 19 x  8 1
2) (EPCAR) Sobre a igualdade     , pode-se afirmar:
2 5 3 6 2

a) tem apenas uma solução e esta solução é um número par


b) tem apenas uma solução e esta solução é um número ímpar
c) tem uma infinidade de soluções
d) não tem nenhuma solução
5  3x
3) (EPCAR) O valor de x que é solução da equação 3 x  2( x  5)   0 é tal que:
2
a) –6 < x < 0
b) –12 < x < –6
c) 3 < x < 10
d) 12 < x <18
5 3  2m x 3 x  1
4) (CEFETEQ) Determine o valor de m para que seja solução da equação   .
2 2 6 4
x3 1
5) (UFSE) A equação   3 , em  , é verdadeira se x2 for igual a:
2 x
a) 0
b) 1
c) 4
d) 1 ou 4
e) Nenhuma das anteriores.

42
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

GABARITO QUESTÕES EXTRAS:


1- B
2- D
3- A

4-

5- D

Inequação

Lembre-se que o método de resolução da inequação do 1º grau é o mesmo da equação do 1º grau,


mas existem algumas diferenças importantes que você deve ter atenção:

 A inequação pode apresentar infinitas soluções;

 Existem basicamente 4 tipos de inequação pois são 4 sinais básicos: < , ≤ , > , ≥ .

 Temos que ter muito cuidado com o conjunto universo que em geral pode ser:

Naturais (N), Inteiros(Z), Racionais(Q), Irracionais (I) ou Reais(R).

Veja a imagem abaixo que mostra a união dos Racionais com Irracionais formando o conjunto
dos números Reais. OBSERVAÇÃO: Note que o conjunto dos Números Inteiros está contido no
conjunto dos Números Racionais e o conjunto dos Números Naturais está contido no conjunto dos
Números Inteiros.

Quando chegamos no resultado de uma inequação temos que ter MUITA ATENÇÃO com o sinal
conforme imagem abaixo.

43
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

A imagem acima é referente a dois exercícios resolvidos em nossa primeira aula de

inequação. No exercício o conjunto universo era o conjunto dos Números Naturais: {0, 1, 2, 3, 4,

5,....}. Note que no caso de o sinal ser o MAIOR (>) o número dois foi excluído da solução pois a

mesma indica que o valor de x deveria ser maior que 2, portanto 3,4,5,6 e assim sucessivamente.

Já no caso de o sinal ser MAIOR OU IGUAL, o número 2 é incluído na solução pois a mesma indica

que o resultado deve ser maior ou igual a 2.

ATENÇÃO: Fique atento à diferença citada acima pois é justamente nela que os alunos

costumam errar.

Outros tipos de inequação.

Além da inequação comum existem algumas variações das inequações que são:

 Inequação simultânea;

 Inequação produto;

 Inequação quociente.

Para resolvermos este tipo de inequações, precisamos utilizar mais uma ferramenta, a reta

numérica. O uso da reta numérica é quase indispensável para resolvermos inequações simultâneas,

produto e quociente. Mas então como funciona? Primeiro você precisa entender que essas

inequações na verdade compõem um conjunto de inequações, e cada uma delas possui um resultado

independente. No caso da inequação simultânea, para chegarmos no resultado, precisamos fazer a

44
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

INTERSEÇÃO das soluções independentes. Não lembra o que é INTERSEÇÃO? Veja a imagem

abaixo.

A interseção é uma operação que realizamos entre conjuntos, quando queremos saber quais

elementos eles possuem em comum. Como a solução de uma inequação geralmente é um conjunto

com mais de um elemento, então quando resolvemos uma inequação simultânea (temos que resolver

duas inequações separadamente) e consequentemente ficamos com dois conjuntos em mãos. A

solução final será justamente a interseção desses conjuntos. Vejamos um exemplo simples.

Supondo que ao resolver uma inequação simultânea você chegue nos seguintes resultado:

 x>-1

 x < 1.

Então precisaremos fazer a interseção das duas soluções acima e utilizaremos a reta numérica

conforme imagem abaixo.

45
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

A solução pode ser dada de forma direta ( -1 < x < 1) ou através de um intervalo.

OBSERVAÇÃO: Estudaremos com mais detalhes os intervalos de números reais no módulo de

Teoria dos Conjuntos. No exemplo acima, um dos detalhes mais importantes está na inclusão ou

exclusão do -1 e do +1 na solução. Neste caso o -1 e o +1 ficam nas extremidades da solução final,

mas não fazem parte da solução, ou seja, em se tratando de números inteiros a solução seria

exatamente o número zero (maior que -1 e menor que 1).

Um artifício que utilizamos para indicar na reta numérica a inclusão ou exclusão desses

números, é a bola fechada ou a bola aberta. A bola fechada indica que o número sobre o qual ela

se encontra está incluso no intervalo, ou seja, na resposta. A bola aberta faz o contrário, exclui o

número do intervalo, utilizando o número apenas como uma referência.

O que você precisa guardar é que usamos a bola fechada sempre para os sinais de maior ou

igual (≥) e menor ou igual (≤). Já para os sinais de maior (>) e menor (<), usamos a bola aberta.

Exercícios de fixação

1. Qual maior valor inteiro que satisfaz a inequação

x 1 x  2
 > 10
6 3

2. Resolva as inequações em R:

a) 8x – 10 < 2x + 8

b) 2.(3x +7) > – 4x + 8

c) 20 – (2x +5) ≤ 11 + 8x

3. Resolva as inequações em N:
a) 2x + 5 ≤ – 3x +40

b) 6(x – 5) – 2(4x +2) ≥ 80

c) 7x – 9 < 2x + 16

4. (UNAERP) Se 3  5 – 2x  7, então:

a) -1  x  1
b) 1  x  -1

46
EBOOK GRÁTIS: MATEMÁTICA BÁSICA

c) -1  x  1
d) x = 1
e) x = 0

5. (UFRS) Se –1< 2x + 3 < 1, então 2 – x está entre:

a) 1 e 3
b) –1 e 0
c) 0 e 1
d) 1 e 2
e) 3 e 4

6. Resolva as inequações em R:

a) (1  2 x).(3  4 x)  0
x 1
b) <0
x 1

2x  3
c) ≤0
x2

d) 1  2x 
. 3  4x 
0
4  x 

47
MATEMÁTICA BÁSICA

Questões não resolvidas em vídeo. Gabaritos detalhados.

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


48
MATEMÁTICA BÁSICA

Sistema de equações

Sistemas é uma ferramenta muito importante pois é aplicada em diversos conteúdos, isto é, você
provavelmente vai resolver questões de diversos assuntos através de um sistema

Os métodos de resolução de sistemas com duas equações e duas incógnitas.

Em geral utilizamos dois métodos para resolução de sistemas:


 Método da substituição;
 Método da adição/subtração.

 Método da substituição: É o MÉTODO GARANTIDO, porque este garante RESOLVER


QUALQUER SISTEMA (possível) apesar de geralmente ser um método mais trabalhoso. E por
ser mais trabalhoso os alunos costumam EQUIVOCADAMENTE não dar muita atenção para ele.

 Método da adição/subtração: É um método que utiliza o raciocínio lógico para simplificar a


resolução. O objetivo é eliminar uma das incógnitas, pois assim fica fácil descobrir o valor da
outra. Para isso precisamos fazer alguns procedimentos algébricos, multiplicando as equações
por valores específicos e isso, nem sempre é uma tarefa fácil. Se as equações foram fracionárias,
2 1
por exemplo x   8 , fica bem mais complicado aplicar este método.
3 5

Exercícios de fixação

2 x  y  3
1- Resolva o sistema: 
 x  y  2

2- (Fuvest-SP) Um copo cheio de água pesa 325 g. Se jogarmos metade da água fora o peso cai para
180 g. O peso do copo vazio é:
a) 25 g
b) 40 g
c) 35 g
d) 45 g

3- (Faap-SP) Pagou-se uma compra no valor de R$ 950,00 com notas de R$10,00 e R$ 50,00, num
total de 47 notas. Quantas notas de cada espécie foram usadas no pagamento?

4- (UFRJ) Numa sala há tamboretes de 3 pernas e cadeiras de 4 pernas. Sendo 43 o número total de
pernas e 12 o número total de cadeiras e tamboretes, determine o número de cadeiras.

5- (UEL-PR) Somando-se os 2/3 de um número x com os 3/5 de um número y, obtém-se 84. Se o


número x é metade do número y, então a diferença y – x é igual a :
a) 25
b) 45
c) 30
d) 60

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


49
MATEMÁTICA BÁSICA

6- (Vunesp-SP) Roberta tem, no momento, R$ 300,00 em cédulas de R$ 10,00 e de R$ 5,00. A


quantidade de cédulas de R$ 10,00 equivale a 1/4 da quantidade de cédulas de R$ 5,00. A quantidade
de cédulas de R$ 10,00 que Roberta possui é:
a) 10
b) 12
c) 16
d) 18

7- (Cesgranrio) Numa carpintaria, empilham-se 50 tábuas, umas de 2cm e outras de 5cm de espessura.
A altura da pilha é 154cm. A diferença entre o número de tábuas de cada espessura é:
a) 14
b) 16
c) 18
d) 25

8- (Fatec-SP) Em uma festa junina, uma barraca de tiro ao alvo oferece R$ 15,00 ao participante cada
vez que acertar o alvo. Entretanto, se errar, o participante paga R$ 10,00. Um indivíduo deu 30 tiros e
recebeu R$175,00. Nessas condições, o número de vezes que ele errou o alvo foi:
a) 11
b) 13
c) 17
d) 19

9- (CEFET) Sabe-se que o álcool e a gasolina são substâncias com densidades variáveis. Se a soma
das densidades do álcool e da gasolina analisados, respectivamente, é igual a 1,48 g/ cm3 e a diferença
dessas densidades é 0,12 g/ cm3 , podemos dizer que a densidade do álcool em questão é:
a) 0,60 g/ cm3
b) 0,70 g/ cm3
c) 0,72 g/ cm3
d) 0,80 g/ cm3
e) 0,82 g/ cm3

10- (EPCAR) Um caixa automático de um banco só libera notas de R$ 5,00 e R$ 10,00. Uma pessoa
retirou desse caixa a importância de R$ 65,00, recebendo 10 notas. O produto do número de notas de
R$ 5,00 pelo número de notas de R$ 10,00 é igual a:
a) 16
b) 25
c) 24
d) 21

11- (CEFETEQ) Carla, Leila e Catarina compraram mouses e caixas de disquetes de um mesmo modelo
e fabricante. Carla comprou 5 mouses e 3 caixas de disquete e pagou o valor total de R$ 104,00. Leila
comprou 3 mouses e 2 caixas de disquetes no valor total de R$ 66,00. Catarina comprou 2 mouses e 1
caixa de disquetes. Quanto pagou Catarina pela sua compra?
a) R$ 35,00
b) R$ 36,00
c) R$ 37,00
d) R$ 38,00

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


50
MATEMÁTICA BÁSICA

Gabaritos detalhados

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


51
MATEMÁTICA BÁSICA

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


52
MATEMÁTICA BÁSICA

Frações

A palavra fração indica partes de um inteiro. Toda fração possui um NUMERADOR, um


DENOMINADOR e um traço horizontal que separa esses dois elementos. Supondo que uma barra
chocolate foi divida em 3 partes, se comermos 1 parte, logo comemos 1 parte de um total de 3. Essa
1
parte é representada pela fração (um terço). O número 1 é o NUMERADOR da fração e o número 3
3
é DENOMINADOR.

Tipos de fração.

A fração apesar de nos remeter à palavra parte, ela não necessariamente sempre representará uma
parte, ela pode representar mais de um inteiro, menos de um inteiro ou inteiros completos. Observe
abaixo os tipos de fração.

Existem 3 tipos de fração:


1
 Fração própria: Neste caso o numerador é menor que o denominador, como que vimos
3
anteriormente.
4
 Fração imprópria: Neste caso o numerador é maior que o denominador, como . A fração
3
imprópria representa mais que um inteiro.

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


53
MATEMÁTICA BÁSICA

6
 Fração aparente: O numerador é múltiplo do denominador, como . Observe a imagem a
3
seguir.

OBSERVAÇÃO: Toda fração aparente representa na verdade um número inteiro. Neste caso se
dividirmos o numerador pelo denominador o resultado será um número inteiro. Sempre podemos
dividir o numerador da fração pelo seu denominador.

Número Misto.

Número misto serve para representarmos um número inteiro mais uma fração. Como assim?
4
Por exemplo, na figura 2 acima, a fração . Na imagem temos uma parte inteira (1) e uma parte
3
1 1 4
fracionária ( ). A junção desses valores forma o número misto 1 que é exatamente igual à fração
3 3 3
.

Frações equivalentes.

Este conceito é um dos mais importantes. Frações equivalentes são frações que representam a mesma
parte de um inteiro conforme o exemplo:

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


54
MATEMÁTICA BÁSICA

A igualdade de duas frações equivalentes forma uma PROPORÇÃO. Em toda proporção, a


multiplicação cruzada dá o mesmo resultado. Na imagem anterior temos:

2 1
  2.4  8.1
8 4
Toda fração possui uma infinidade de frações equivalentes. Para determinar as frações equivalentes à
uma fração é só seguir a sequência dos múltiplos do numerador e denominador da fração. Por exemplo
1
para determinarmos as frações equivalentes à deve escrever todas as frações seguindo a sequência
3
dos múltiplos de 1 e 3:

1 2 3 4 5 6
      .....
3 6 9 12 15 18
Ou seja, se multiplicarmos o numerador e o denominador de uma fração pelo mesmo número,
obtemos uma fração equivalente. Veja a imagem abaixo.

Simplificação de frações.

Simplificar uma fração significa obter uma fração equivalente a ela com numerador e denominador
irredutíveis. O processo de simplificação de uma fração é exatamente o inverso do processo de
obtenção de frações equivalentes, isto é, para simplificar uma fração devemos dividir numerador e
denominador pelo mesmo número, em divisões sucessivas, até se chegar numa fração irredutível.
Por exemplo:

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


55
MATEMÁTICA BÁSICA

12 4

15 5
18 9 3
 
30 15 5
60 30 15 5
  
72 36 18 6

Soma e subtração de frações.

Antes de ensiná-lo a somar e subtrair frações, queremos que você tente calcular a soma abaixo:

12 4
 ?
15 15
16
Se você respondeu então você acertou! Essa soma é bem fácil pois estamos somando frações
15
com o mesmo denominador, é só repetir embaixo e somar em cima. Mas e se os denominadores forem
diferentes? Por exemplo:

12 18

15 30
30
Se você respondeu então você errou! É comum neste caso, os alunos somarem os numerados
45
e os denominadores, mas isso está errado. Nunca devemos somar ou subtrair os denominadores,
apenas podemos repeti-los, caso eles sejam iguais. Quando eles não são iguais, como em nosso
exemplo acima, devemos trocar cada fração por uma nova fração (equivalente), e essas novas frações

18 9
devem ter o mesmo denominador. Ou seja, a fração pode ser trocada por (veja imagem abaixo).
30 15

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


56
MATEMÁTICA BÁSICA

12 4

15 5
18 9 3
 
30 15 5
60 30 15 5
  
72 36 18 6

12 18 12 9 21 21 7
E assim temos     . Simplificando a fração anterior obtemos,  .
15 30 15 15 15 15 5

Conclusão: Como toda fração possui infinitas frações equivalentes, sempre existirão infinitas maneiras
para somarmos e subtrairmos frações com denominadores diferentes, no entanto existe um método
padrão. Este método consiste em:

Trocar os denominadores iniciais pelo seu mínimo múltiplo comum (mmc).

Então o exemplo anterior ficaria:

12 18 24 18 42
   
15 30 30 30 30

42
O menor múltiplo comum de 15 e 30 é o 30, isto é, o mmc(15,30) = 30. Simplificando a fração ,
30
42 7
dividindo numerador e denominador por 6, obtemos  .
30 5

Problemas introdutórios resolvidos em vídeo.

3
1- Um saco de cimento tem 40kg. Determine o peso de dessa quantidade?
4
7
2- João acertou de uma prova, errando apenas duas questões. Quantas questões tinha a prova?
8
1 1 3
3- Maria plantou do seu terreno com tomates, com alfaces e com laranjas. Qual fração do
4 5 20
terreno sobrou?
11 13
4- Lucas comeu de uma pizza e André comeu de outra pizza igual. Quem comeu mais?
15 20
5- Para comprar um bolo, João deu R$ 9,00, Silvia R$ 15,00 e Lauro R$ 21,00. Qual fração do bolo
coube a cada um?
3
6- Uma fração equivalente a cujo denominador é múltiplo de 3 e 4:
4

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


57
MATEMÁTICA BÁSICA

6
a)
8
9
b)
12
15
c)
24
12
d)
16

Fração de um número.

7) (CFS) 2/5 do efetivo de uma companhia foi acampar. Se a mesma possui 140 homens, estão
acampados:
a) 70 homens
b) 28 homens
c) 14 homens
d) 56 homens
e) 21 homens

8) (CEFET-2ª fase) Uma gráfica tem uma encomenda de 2400 cartões de Natal. No 1° dia, foi fabricado
1/4 do total da encomenda, tendo sido rejeitado pelo controle de qualidade 1/3 desta produção. No 2°
dia, foram fabricados mais 2/5 do total da encomenda e rejeitados 5/12 deste lote. Quantos cartões
ainda faltavam para completar os 2400, após o 2° dia?

Divisão de frações.

2
x
9) (CFS) Determinando o valor de x em 3  , obtém-se:
8 6
3 9
a) 8/3
b) 2/3
c) 1/6
d) 1/3

10) (CFS) O número de garrafas com capacidade de 2/3 do litro que podemos encher com 10 litros de
água é:

a) 6
b) 10
c) 15
d) 30
e) 45

11) (CFS) Dividindo o numerador de uma fração por 16 e o denominador por 8, a fração fica :

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


58
MATEMÁTICA BÁSICA

a) multiplicada por 2
b) dividida por 128
c) multiplicada por 128
d) dividida por 1/2
e) dividida por 2

Número misto + Divisão de frações.

8 1
12) (CFS) Se x   , então x vale:
21 1  1
1
1
3
1
5
a) 2
b) 9/5
c) 3/2
d) 1
e) 19/21

Dízimas Periódicas.

13) Obtenha a fração geratriz de cada dízima periódica abaixo:


(Sugestão: Faça pelos dois métodos que você aprendeu).

a) 2,888....
b) 3,4777...

14) A sentença 0,999.... = 1 é verdadeira? Pense e responda.

15) (CEFET) Entre as adições abaixo, aquela cuja soma é a dízima periódica 12,43525252... é:

43 52
a)12  
100 9900
43 25
b)12  
100 1000
124 3 52
c)  
10 100 1000
124 3 252
d)  
100 10 999
435 2
e)12  
9900 1000

16) A diferença 8 0,666... – 9 0,5 é igual a:


a) – 2

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


59
MATEMÁTICA BÁSICA

b) 2 3
c) 2 2
d) 1

p 6,888...
17) (OBM) Se é a fração irredutível equivalente a , qual é o valor de p + q?
q 2, 444...

Mínimo Múltiplo Comum (MMC).

18) Calcule o mmc (20,50) de três maneiras diferentes. Não vale fazer de um único jeito.

19) Um filho me visita a cada 15 dias e o outro a cada 18 dias. Se me visitaram juntos hoje, daqui a
quantos dias me visitarão novamente juntos?
a) 50
b) 60
c) 70
d) 80
e) 90

20) Newton comprou uma calça, uma camisa e uma gravata. Sabe-se que:

- A prestação da calça é paga de 12 em 12 dias.


- A prestação da camisa é paga de 20 em 20 dias.
- A prestação da gravata é paga de 25 em 25 dias.

Se a primeira prestação de cada peça foi paga no mesmo dia, daqui a quantos dias serão pagas
novamente juntas?
a) 50
b) 80
c) 100
d) 200
e) 300

21) Qual menor número a seguir que dividido por 6,10 e 15 deixa sempre resto 1?
a) 90
b) 91
c) 92
d) 75
e) 76

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


60
MATEMÁTICA BÁSICA

22) Determine abaixo o número que está compreendido entre 1000 e 4000 que seja divisível, ao mesmo
tempo, por 75, 150 e 180.
a) 4100
b) 4200
c) 4300
d) 4400
e) 4500

Máximo Divisor Comum (MDC).

23) (Cesgranrio) O máximo divisor de 20 e 32 é:

a) 1
b) 2
c) 4
d) 8

24) Se A = 23. 34. 7 e B = 25. 32. 5, então m.d.c.(A,B) é:

a) 72
b) 360
c) 2520
d) 2592

25) Sabemos que mdc(32,80)  2 n . Então, o valor de n é:


a) 2
b) 3
c) 4
d) 5

26) (CESCEM-SP) Qual é o máximo divisor comum dos números 4, 8 e 9?

27) Uma repartição pública recebeu 143 computadores e 104 impressoras para distribuir em lotes, todos
com igual quantidade de aparelhos. Se cada lote deve conter um único tipo de aparelho, o menor número
de lotes formados será:
a) 21
b) 20
c) 19
d) 11
e) 8

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


61
MATEMÁTICA BÁSICA

28) Pretende-se cortar 3 fios de comprimentos 100m, 108m e 120m em pedaços de mesmo
comprimento, de modo que esse seja o maior possível. O tamanho de cada pedaço será em metros:
a) 3
b) 4
c) 5
d) 6
e) 7

Gabaritos.

1- 30kg.

2- 16 questões.

3- Sobrou 2/5 do terreno.

4- Lucas comeu mais.

5- Para João coube 3/15 do bolo, para Silvia coube 1/3 do bolo e a para Lauro coube 7/15 do bolo.

6- B

7- D

8- 1440

9- C

10- C

11- E

12- D

13- a) 26/9 b) 313/90

14- Sim

15- A

16- D

17- (p + q = 42)

18- mmc (20,50) = 100

19- Solução comentada: Neste tipo de questão, a interpretação nos leva a concluir que a solução
corresponde ao mmc(15,18) já que o dia do encontro é um múltiplo de 15 e de 18. Calculando
o mmc, encontraremos o dia do próximo encontro, e o resultado é igual a 90. Portanto o
gabarito é a letra E.

20- Solução comentada: Seguindo a mesma lógica da questão anterior, o dia que serão pagas
todas as prestações juntas, é múltiplo de 12, de 20 e de 25. Portanto o próximo dia que as

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


62
MATEMÁTICA BÁSICA

prestações serão pagas juntas corresponde ao mmc(12, 20, 25) que é igual a 300. Portanto o
gabarito é a letra E.

21- Solução comentada: Neste contexto, o primeiro passo é calcular o mmc(6, 10 e 15) e o
resultado será 30. Sabemos que o 30 dividido por 6, 10 ou 15 deixará resto zero. E isso também
vale para 60, 90, 120, ... .Então os números que deixam resto 1 quando divididos por 6, 10 ou 15
são: 31, 61, 91, 121, ... . Neste caso, o gabarito é a letra B.

22- Solução comentada: Se calcularmos o mmc(75,150,180) o resultado será 900. Esse é o


menor número que é divisível ao mesmo tempo por 75, 150 e 180. Então a sequência de números
positivos que são divisíveis por 75, 150 e 180 começa por 900, e avança com diferença também
de 900 entre os valores que são: 900, 1800, 2700, 3600, 4500, ... . Sendo assim, o gabarito é a letra
E.

23- C

24- A

25- C

26- Solução comentada: Pelo processo da fatoração é fácil chegar que o mdc (4,8 e 9) = 1,
pois eles não possuem divisor comum além do número 1. Neste caso, 4,8 e 9 são ditos “Números
Primos entre si”.

27- Solução comentada: Como cada lote deve conter um único tipo de aparelho e a mesma
quantidade de aparelhos, essa quantidade deve ser um divisor comum de 143 e 104. E como
queremos a menor número de lotes possíveis, a quantidade de aparelhos por lote de ser a
MÁXIMA POSSÍVEL . Portanto a quantidade de aparelhos por lotes é igual ao mdc(143,104) que
é igual a 13. Então os 143 computadores serão divididos em 11 lotes pois 143 : 13 = 11 e as 104
impressora serão divididas em 8 lotes pois 143 : 13 = 8. Consequentemente obtém-se um total
de 11 + 8 = 19 lotes. Gabarito é a letra C.

28- Solução comentada: Como desejamos cortar os 3 fios em pedaços do mesmo tamanho, o
valor correspondente ao tamanho deve ser um divisor comum de 100, 108 e 120. Se desejamos
que esse tamanho seja o maior possível, significa que ele deve ser máximo, ou seja, o tamanho
de cada pedaço precisa ser o mdc(100,108 e 120). Fazendo esse cálculo por fatoração simples
ou simultânea, chegamos ao resultado 4. Gabarito é letra B.

Introdução as frações algébricas.

x y2
(UFMG – 2006) Sejam x e y números reais não nulos, tais que   2 . Então é correto afirmar
y2 x
que:

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


63
MATEMÁTICA BÁSICA

a) x 2  y  0
b) x  y 2  0
c) x 2  y  0
d )x  y 2  0
Gabarito: B

Frações algébricas (parte 2)

6 x 2  12 x  6
1) (CEFET-2005) Simplificando-se a fração algébrica , encontramos:
2x2  2
a) 1
3x  1
b)
x3
3x  3
c)
x 1
d) 0
3x  3
e)
x 1
x2  y 2
2) Assinale a alternativa que corresponde ao valor da expressão quando x for igual a 152 e
2x  2 y
y = 100:
a) 26
b) 27
c) 28
d) 29
e) NRA
1 1

x y
3) (PUC-SP). Simplificando , obtemos:
1
xy
a) x
b) y
c) x – y
d) y + x
a 3  ab 2
4) (Fasp-SP) Simplificando a expressão obtemos:
a.(a  b)
a) a
b) – 1
c) a + 2
d) a – b
Gabarito:
1- E
2- A
3- D
4- D

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


64
MATEMÁTICA BÁSICA

Equações fracionárias
x2
1) (Mack-SP) A solução da equação 2 é:
2
a) 0
b) 2
c) 4
d) – 2

2) (EPCAR) Sobre a igualdade

5 x  3 4 2 x 19 x  8 1
    ,
2 5 3 6 2

pode-se afirmar:

e) tem apenas uma solução e esta solução é um número par


f) tem apenas uma solução e esta solução é um número ímpar
g) tem uma infinidade de soluções
h) não tem nenhuma solução

5  3x
3) (EPCAR) O valor de x que é solução da equação 3 x  2( x  5)   0 é tal que:
2
a) –6 < x < 0
b) –12 < x < –6
e) 3 < x < 10
f) 12 < x <18
g)

5
4) (CEFETEQ) Determine o valor de m para que seja solução da equação
2

3  2m x 3 x  1
  .
2 6 4
x3 1
5) (UFSE) A equação   3 , em  , é verdadeira se x2 for igual a:
2 x
a) 0
b) 1
c) 4
d) 1 ou 4
e) Nenhuma das anteriores.

6- (EPCAR) Uma senhora vai à festa e gasta, em frutas, 2/9 do que tem na bolsa. Gasta depois 3/7 do
resto em verduras e ainda lhe sobram R$ 8,00. Ela levava, em reais, ao sair de casa:
a) 45,00
b) 36,00
c) 27,00

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


65
MATEMÁTICA BÁSICA

d) 18,00

Gabarito:
1- B
2- D
3- A
4- m = -13/24
5- D
6- D

RESUMO DE GRANDEZAS PROPORCIONAIS

Basicamente quando comparamos duas ou mais grandezas, elas podem ser DIRETAMENTE
PROPORCIONAIS ou INVERSAMENTE PROPORCIONAIS.

 GRANDEZAS DIRETAMENTE PROPORCIONAIS: Duas grandezas A e B são diretamente


proporcionais se existe um número k, tal que A = k . B . O número k é chamado de razão de
proporção.

Por exemplo:
As grandezas (1,3 e 5) são diretamente proporcionais às grandezas (2,6 e 10) pois existe um
número que multiplicado por (1, 3 e 5) resulta em (2,6 e 10), isto é:

2 6 10
  k
1 2 5

Como fazemos a leitura da proporção acima?


Um está para dois, assim como três está para seis, assim como cinco está para dez.
A razão de proporção k = 2.

 GRANDEZAS INVERSAMENTE PROPORCIONAIS: Duas grandezas A e B são inversamente

k
proporcionais se existe um número k, tal que
A
B . O número k é chamado de razão de
proporção.

Por exemplo:
As grandezas (2,5 e 8) são inversamente proporcionais às grandezas (40,16 e 10) pois existe
um número que divido por (40, 16 e 10) resulta em (2,5 e 8), isto é:

2 x 40  5 x16  8 x10  k
A razão de proporção k = 80.

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


66
MATEMÁTICA BÁSICA

QUESTÕES DE GRANDEZAS PROPORCIONAIS/ENEM

1- (ENEM) Para garantir a segurança de um grande evento público que terá início às 4 h da tarde, um
organizador precisa monitorar a quantidade de pessoas presentes em cada instante. Para cada 2 000
pessoas se faz necessária a presença de um policial. Além disso, estima-se uma densidade de quatro
pessoas por metro quadrado de área de terreno ocupado. Às 10 h da manhã, o organizador verifica que
a área de terreno já ocupada equivale a um quadrado com lados medindo 500 m. Porém, nas horas
seguintes, espera-se que o público aumente a uma taxa de 120 000 pessoas por hora até o início do
evento, quando não será mais permitida a entrada de público. Quantos policiais serão necessários no
início do evento para garantir a segurança?
a) 360
b) 485
c) 560
d) 740
e) 860

2- (ENEM) Muitos processos fisiológicos e bioquímicos, tais como batimentos cardíacos e taxa de
respiração, apresentam escalas construídas a partir da relação entre superfície e massa (ou volume) do
animal. Uma dessas escalas, por exemplo, considera que o “cubo da área S da superfície de um
mamífero é proporcional ao quadrado de sua massa M”.

HUGHES-HALLETT, et al. Cálculo e aplicações. São Paulo: Edgard Bücher, 1999 (adaptado).
Isso é equivalente a dizer que, para uma constante k > 0, a área S pode ser escrita em função de
M por meio da expressão:

a ) S  k .M
1
b) S  k .M 3
1 1
3 3
c) S  k .M
1 2
d ) S  k 3 .M 3
1
e) S  k 3 .M 2

3- (ENEM) A resistência das vigas de dado comprimento é diretamente proporcional à largura (b) e ao
quadrado da altura (d), conforme a figura. A constante de proporcionalidade k varia de acordo com o
material utilizado na sua construção.

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


67
MATEMÁTICA BÁSICA

Considerando-se S como a resistência, a representação algébrica que exprime essa relação é

a) S = k . b . d

b) S = b . d²

c) S = k . b . d²

d) S = (k . b)/d

e) S = (k . d²)/b

4- (ENEM)
A resistência elétrica e as dimensões do condutor

A relação da resistência elétrica com as dimensões do condutor foi estudada por um grupo de cientistas
por meio de vários experimentos de eletricidade. Eles verificaram que existe proporcionalidade entre

 resistência (R) e comprimento (ℓ ), dada a mesma secção transversal (A);


 resistência (R) e área da secção transversal (A), dado o mesmo comprimento (ℓ);
 comprimento (ℓ) e área da secção transversal (A), dada a mesma resistência (R).

Considerando os resistores como fios, pode-se exemplificar o estudo das grandezas que influem na
resistência elétrica utilizando as figuras seguintes

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


68
MATEMÁTICA BÁSICA

As figuras mostram que as proporcionalidades existentes entre resistência (R) e comprimento


(ℓ), resistência (R) e área da secção transversal (A), e entre comprimento (ℓ) e área da secção
transversal (A) são, respectivamente,
a) Direta, direta e direta
b) Direta, direta e inversa
c) Direta, inversa e direta
d) Inversa, direta e direta
e) Inversa, direta e inversa

5- (ENEM) Para a construção de isolamento acústico numa parede cuja área mede 9 m², sabe-se que,
se a fonte sonora estiver a 3 m do plano da parede, o custo é de R$ 500,00. Nesse tipo de isolamento,
a espessura do material que reveste a parede é inversamente proporcional ao quadrado da distância
até a fonte sonora, e o custo é diretamente proporcional ao volume do material do revestimento. Uma
expressão que fornece o custo para revestir uma parede de área A (em metro quadrado), situada a D
metros da fonte sonora, é

500.81
a)
A.D 2
500. A
b)
D2
500.D 2
c)
A Gabarito para simples conferência
500. A.D 2 1- E
d)
81
2- D
500.3.D 2
e) 3- C
A
4- C
5- B

A matemática está em TUDO, inclusive em VOCÊ!


69
MATEMÁTICA BÁSICA

QUESTÕES PORCENTAGEM – PARTE 1

1- Ao comprar um objeto cujo preço era R$ 200,00, obtive um desconto de R$ 30,00. Qual foi a taxa de
desconto?
a) 5%
b) 8%
c) 12%
d) 15%

2- Ao comprar um televisor obtive um desconto de R$ 80,00. Qual era o preço do objeto, em reais, se a
taxa de desconto era de 20%?
a) 200
b) 300
c) 400
d) 500

3- Ao fazer uma compra de R$ 105,00 obtive um desconto de R$ 8,40. Sendo assim, qual foi a taxa de
desconto?
a) 5%
b) 6%
c) 7%
d) 8%

4- O preço de custo de um produto é de R$ 45,00. Um comerciante vende esse produto por R$ 60,75.
Qual a taxa de lucro sobre o preço de custo?
a) 20%
b) 25%
c) 35%
d) 40%

5- Uma pessoa teve um aumento de salário de 28% e passou a ganhar R$ 2.944,00. Qual era o seu
salário, em reais, antes do aumento?
a) 1.800
b) 2.200
c) 2.300
d) 2.700

70
MATEMÁTICA BÁSICA

6- Quais os juros produzidos por uma capital de R$ 90.000,00 em 1 ano, 5 meses, e 20 dias, aplicado a
uma taxa de 8% ao mês?
a) 126.000 reais
b) 126.500 reais
c) 127.000 reais
d) 127.200 reais

7- (Colégio Militar) Durante este ano de 2003, o preço da gasolina sofreu os seguintes reajustes
(sucessivos e nesta ordem):

I – Aumento de 10%
II – Aumento de 8%
III – redução de 5%
Em relação ao seu preço inicial neste ano, podemos afirmar que:
a) Houve um aumento de 13%
b) Houve um aumento de 12,86%
c) Houve um aumento de 10,5%
d) Houve um aumento de 7%
e) Houve um aumento de 5,8%
Gabarito para simples conferência:
1. D
2. C
3. D
4. C
5. C
6. D
7. B

Resoluções detalhadas das questões 1 a 6.

71
MATEMÁTICA BÁSICA

72
MATEMÁTICA BÁSICA

PORCENTAGEM – parte 2

8. (ENEM) Em uma determinada cidade, o preço da gasolina por litro era de R$2,75 e baixou para
R$2,20. Nesse contexto, o preço da gasolina foi reduzido em:
a) 15%
b) 17%
c) 18%
d) 20%
e) 25%

9. (ENEM) A escolaridade dos jogadores de futebol nos grandes centros é maior do que se imagina,
como mostra a pesquisa abaixo, realizada com os jogadores profissionais dos quatro principais clubes
de futebol do Rio de Janeiro. De acordo com esses dados, o percentual dos jogadores dos quatro clubes
que concluíram o Ensino Médio é de aproximadamente:

73
MATEMÁTICA BÁSICA

a) 14%
b) 48%
c) 54%
d) 60%
e) 68%

10. (ENEM) A capa de uma revista de grande circulação trazia a seguinte informação, relativa a uma
reportagem daquela edição:

- O brasileiro diz que é feliz na cama, mas debaixo dos lençóis 47% não sentem vontade de fazer sexo.
O texto abaixo, no entanto, adaptado da mesma reportagem, mostra que o dado acima está errado:

- Outro problema predominantemente feminino é a falta de desejo − 35% das mulheres não sentem
nenhuma vontade de ter relações. Já entre os homens, apenas 12% se queixam de falta de desejo.
Considerando que o número de homens na população seja igual ao de mulheres, a porcentagem
aproximada de brasileiros que não sentem vontade de fazer sexo, de acordo com a reportagem, é
a) 12%
b) 24%
c) 29%
d) 35%
e) 50%

11. (ENEM) Os médicos recomendam para um adulto 800mg de cálcio por dia e informam que 1
litro de leite contém 1880mg de cálcio. Se um adulto tomar 200ml de leite, o percentual da dose
diária recomendada de cálcio que ele absorve é:
a) 17%
b) 27%
c) 37%
d) 47%

74
MATEMÁTICA BÁSICA

e) 53%

12. (ENEM) A Copa do Mundo da África do Sul registrou a pior média de gols em uma primeira rodada
dentre todos os mundiais já realizados. Foram marcados apenas 25 gols em 16 jogos. O gráfico mostra
a evolução da média de gols, na primeira rodada, nos mundiais de 1990 a 2010.

De acordo com o gráfico, para que a média de gols na primeira rodada da Copa do Mundo do Brasil, em
2014, seja aproximadamente a mesma de 2002, a média registrada em 2010 deverá ter um aumento de
aproximadamente:
a) 30%
b) 40%
c) 60%
d) 80%
e) 100%
13. (ENEM) Os dados (percentuais) apresentados no gráfico a seguir foram gerados a partir dos dados
colhidos no conjunto de seis regiões metropolitanas pelo Departamento Intersindical de Estatística e
Estudos Socioeconômicos (Dieese).

75
MATEMÁTICA BÁSICA

Supondo que o total de pessoas pesquisadas na região metropolitana de Porto Alegre equivale a
250000, o número de desempregados em março de 2010, nessa região, foi de:
a) 24500
b) 25000
c) 220500
d) 223000
e) 227500

14. (ENEM) Para se obter 1,5kg do dióxido de urânio puro, matéria-prima para a produção de
combustível nuclear, é necessário extrair-se e tratar-se 1,0 tonelada de minério. Assim o rendimento
(dado em % de massa) do tratamento do minério até chegar ao dióxido de urânio puro é de:
a) 0,10%
b) 0,015%
c) 1,5%
d) 15%
e) 0,15%

15- (UERJ) Um índice de inflação de 25% em um determinado período indica que, em média, os preços
aumentaram 25% nesse período. Um trabalhador que antes podia uma quantidade X de produtos, com
a inflação e sem aumento salarial, só poderá comprar agora uma quantidade Y dos mesmos produtos,
sendo Y < X.
Com a inflação de 25%, a perda do poder de compra desse trabalhador é de:
a) 20%
b) 30%
c) 50%
d) 80%

16- (UERJ)

O cálculo errado da gorjeta levou os dois amigos a pagarem uma conta de R$ 58,00, quando o valor correto a
ser pago deveria ser R$ 18,00 + 10% de 18,00. Se soubesse um pouquinho de aritmética, esses clientes
poderiam ter economizado, em reais, a quantia de:

76
MATEMÁTICA BÁSICA

a) R$ 36,20
b) R$ 38,20
c) R$ 39,00
d) R$ 48,20

17- (UERJ) No dia 5 de dezembro, uma loja aumenta os preços de seus produtos em 60%. Na liquidação
após o Ano Novo, os mesmos produtos sofrem um desconto de 27,5% em relação aos preços
reajustados em 5 de dezembro. Após esta liquidação, podemos constatar que os preços dos produtos,
em relação aos preços do dia 4 de dezembro, sofreram uma variação percentual de:
a) 16,0%
b) 29,0%
c) 32,5%
d) 44,0%

Gabarito para simples conferência:

8. D
9. D
10. B
11. D
12. D
13. A
14. E
15. A
16. B
17. A

Juros

Quando aplicamos certa quantia (capital/C), durante certo tempo (t), essa quantia sofre uma
desvalorização, perdendo assim, seu poder de compra devido principalmente à inflação. Para que essa
mesma quantia tenha, na época de sua utilização ou devolução total, o mesmo poder de compra, faz-
se necessária uma compensação financeira. Essa compensação financeira chamamos de Juro, e
representamos usualmente pela letra J. A soma da quantia aplicada e o juro produzido é chamado de
Montante (M = C + J).

Para trabalharmos com juros, precisamos conhecer o significado de:


 CAPITAL (C): Dinheiro aplicado, empréstimo ou quantia que temos inicialmente;
 TEMPO (t): período de aplicação que incide sobre o capital;
 TAXA (i): percentual de aplicação a cada unidade de tempo.

77
MATEMÁTICA BÁSICA

OBSERVAÇÃO: A taxa e o tempo devem estar sempre na mesma unidade para utilização das
fórmulas. Ou seja:
 Se a taxa for anual, o tempo deve estar ou ser convertido para “ano”;
 Se a taxa for mensal, o tempo deve estar ou ser convertido para “mês”;
 Se a taxa for diária, o tempo deve estar ou ser convertido para “dia”;
 Se a taxa for semestral, o tempo deve estar ou ser convertido para “semestre”;
 Se a taxa for bimestral, o tempo deve estar ou ser convertido para “bimestre”;

E assim sucessivamente.
Na prática usamos as letras J (juros), C (capital), i (taxa) e t (tempo) aplicadas nas fórmulas

C.i.t
J
100
M CJ
M  C.(1  i ) t
J  M C

QUESTÕES DE JUROS SIMPLES

1- Calcule os juros produzidos por R$ 2.000,00 aplicados à 0,1%, ao dia, durante 20 dias.
a) R$ 20,00
b) R$ 30,00
c) R$ 40,00
d) R$ 50,00
2- Calcule a taxa mensal aproximada que deve ser aplicado o capital de R$ 18.000,00 para render R$
168,00 em 3 meses.
a) 0,1%
b) 0,2%
c) 0,3%
d) 0,4%

3- Calcule os juros produzidos por R$ 6.000,00 durante 1 ano e 5 meses a uma taxa de 3% ao mês.
a) R$ 2.060,00
b) R$ 3.060,00
c) R$ 4.060,00
d) R$ 5.060,00

4- Qual o capital, que em 2 anos, rendeu R$ 960,00 de juros, à taxa de 4% ao ano?


a) R$ 8.000,00

78
MATEMÁTICA BÁSICA

b) R$ 10.000,00
c) R$ 12.000,00
d) R$ 15.000,00

5- Para reformar minha casa, peguei no Banco R$ 4.800,00. Calcule o tempo que me foi dado para
pagar este empréstimo, se vou pagar de juros R$ 720,00, a uma taxa de 5% ao mês.
a) 30 dias
b) 60 dias
c) 80 dias
d) 90 dias

6- Qual é o montante produzido por um capital de R$ 2000, durante 7 meses a uma taxa de 36% a.a.?
a) R$ 2.420,00
b) R$ 3.570,00
c) R$ 4.540,00
d) R$ 5.865,00
Gabarito para simples conferência:
1- C
2- C
3- B
4- C
5- D
6- A

QUESTÕES DE JUROS COMPOSTOS

1- Um banco cobra juros compostos de 10% ao mês. Rafael pediu um empréstimo de R$ 100. Qual é
o montante da dívida 3 meses após o pedido do empréstimo?
a) R$ 130,20
b) R$ 133,10
c) R$ 135,30
d) R$ 138,48

2- (VUNESP) Cássia aplicou o capital de R$ 15.000,00 a juros compostos, pelo período de 10 meses e
à taxa de 2% a.m. (ao mês). Considerando a aproximação (1,02)5 = 1,1, Cássia computou o valor
aproximado do montante a ser recebido ao final da aplicação. Esse valor é:
a) R$ 18.750,00.
b) R$ 18.150,00.
c) R$ 17.250,00.
d) R$ 17.150,00.
e) R$ 16.500,00.

79
MATEMÁTICA BÁSICA

3- (Enem 2011) Considere que uma pessoa decida investir uma determinada quantia e que lhe sejam
apresentadas três possibilidades de investimento, com rentabilidades líquidas garantidas pelo período
de um ano, conforme descritas:

Investimento A: 3% ao mês

Investimento B: 36% ao ano

Investimento C: 18% ao semestre

As rentabilidades, para esses investimentos, incidem sobre o valor do período anterior. O quadro
fornece algumas aproximações para a análise das rentabilidades:

n
1,03N

3 1,093

6 1,194

9 1,305

12 1,426

Para escolher o investimento com a maior rentabilidade anual, essa pessoa deverá

a) escolher qualquer um dos investimentos A, B ou C, pois as suas rentabilidades anuais são iguais a
36%.

b) escolher os investimentos A ou C, pois suas rentabilidades anuais são iguais a 39%.

c) escolher o investimento A, pois a sua rentabilidade anual é maior que as rentabilidades anuais dos
investimentos B e C.

d) escolher o investimento B, pois sua rentabilidade de 36% é maior que as rentabilidades de 3% do


investimento A e de 18% do investimento C.

e) escolher o investimento C, pois sua rentabilidade de 39% ao ano é maior que a rentabilidade de
36% ao ano dos investimentos A e B.

4- (UFMG) A quantia de R$ 15.000,00 é emprestada a uma taxa de juros de 10% ao mês. Aplicando-
se juros compostos, o valor que deverá ser pago para a quitação da dívida, três meses depois, é:

a) R$ 20.000,00

80
MATEMÁTICA BÁSICA

b) R$ 18.965,00

c) R$ 18.510,00

d) R$ 17.320,00

e) R$ 16.666,00

5- Depois de quanto tempo um capital inicial de R$5.000,00, que dobra por ano, passará ser maior que
R$40.000,00 reais no regime de juros compostos?

a) 30 meses

b) 33 meses

c) 36 meses

d) 39 meses

Gabarito para simples conferência:


1- B
2- B
3- C
4- B
5- C

QUESTÕES EXTRAS

1- Durante quantos anos Bruno deve aplicar R$ 30000,00 à taxa de 2,5% de juros simples ao mês para
obter um montante de R$ 57000,00?
a) 18 anos
b) 6 anos
c) 36 anos
d) 3 anos

2- Um capital de R$ 2.500,00 foi aplicado a juros simples e, ao final de 1 ano e 3 meses, o montante
produzido era de R$ 3.400,00. A taxa mensal dessa aplicação foi de
a) 1,5%
b) 1,8%
c) 2,2%
d) 2,4%
e) 2,5%

81
MATEMÁTICA BÁSICA

3- (CMRJ) A prefeitura de um município multou a Cia. De Papéis e Sucatas local em R$ 3850,00 por
poluição do meio ambiente. Se o pagamento não for efetuado até o próximo dia 20 de novembro, haverá
um acréscimo de 20% desse valor, mais juros simples por dia de atraso, calculado sobre o novo valor
da multa à taxa de 12% ao mês. Assim sendo, caso só liquide essa dívida no dia 30 de novembro
corrente, a fábrica deverá pagar:
a) R$ 4635,40
b) R$ 4804,80
c) R$ 5082,00
d) R$ 10164,00

4- (Colégio Naval) A que taxa de juros simples, em porcento ao ano, deve-se emprestar um certo
capital, para que no fim de 6 anos e 8 meses, duplique seu valor?
a) 10
b) 12
c) 15
d) 18
e) 20

5- (Colégio Naval) Um capital C foi aplicado a uma taxa mensal numericamente igual ao capital.
Quantos meses são necessários para que os juros simples sejam iguais ao quadrado do capital?
a) 20
b) 50
c) 100
d) 200
e) 400

6- Quais os juros produzidos por um capital de R$ 16.000,00, aplicado por 2 anos e 3 meses, a taxa de
70% ao ano?
a) 20.000 reais
b) 21.000 reais
c) 22.000 reais
d) 25.200 reais
e) 30.000 reais

7- Quais os juros produzidos por uma capital de R$ 90.000,00 em 1 ano, 5 meses, e 20 dias, aplicado
a uma taxa de 8% ao mês?
a) 126.000 reais
b) 126.500 reais

82
MATEMÁTICA BÁSICA

c) 127.000 reais
d) 127.200 reais
e) 130.000 reais

8- Durante quanto tempo esteve empregado um capital que colocado a uma taxa de 50% ao ano,
produziu juros correspondentes ao quádruplo do capital?
a) 5 anos
b) 6 anos
c) 7 anos
d) 8 anos
e) 10 anos

9- (Enem 2009) João deve 12 parcelas de R$ 150,00 referentes ao cheque especial de seu banco e
cinco parcelas de R$ 80,00 referentes ao cartão de crédito. O gerente do banco lhe ofereceu duas
parcelas de desconto no cheque especial, caso João quitasse esta dívida imediatamente ou, na mesma
condição, isto é, quitação imediata, com 25% de desconto na dívida do cartão. João também poderia
renegociar suas dívidas em 18 parcelas mensais de R$ 125,00. Sabendo desses termos, José, amigo
de João, ofereceu-lhe emprestar o dinheiro que julgasse necessário pelo tempo de 18 meses, com juros
de 25% sobre o total emprestado.

A opção que dá a João o menor gasto seria

a) renegociar suas dívidas com o banco.

b) pegar emprestado de José o dinheiro referente à quitação das duas dívidas.

c) recusar o empréstimo de José e pagar todas as parcelas pendentes nos devidos prazos.

d) pegar emprestado de José o dinheiro referente à quitação do cheque especial e pagar as parcelas
do cartão de crédito.

e) pegar emprestado de José o dinheiro referente à quitação do cartão de crédito e pagar as


parcelas do cheque especial.

10- (UERJ-2008) João abriu uma caderneta de poupança e, em 10 de janeiro de 2006, depositou R$
500,00 a uma taxa de juros, nesse ano, de 20%. Em 10 de janeiro de 2007, depositou mais R$ 1.000,00.
Para que João tenha, nessa poupança, em 10 de janeiro de 2008, um montante de R$ 1.824,00, a taxa
de juros do segundo ano deve corresponder a:
a) 12%
b) 14%
c) 16%
d) 18%

83
MATEMÁTICA BÁSICA

11- (Enem - 2000) João deseja comprar um carro cujo preço à vista, com todos os pontos possíveis, é
de R$ 21.000,00 e esse valor não será reajustado nos próximos meses.
Ele tem R$ 20.000,00, que podem ser aplicados a uma taxa de juros compostos de 2% ao mês, e
escolhe deixar todo o seu dinheiro aplicado até que o montante atinja o valor do carro.
Para ter o carro, João deverá esperar:
a) dois meses, e terá a quantia exata.
b) três meses, e terá a quantia exata.
c) três meses, e ainda sobrarão, aproximadamente, R$225,00.
d) quatro meses, e terá a quantia exata.
e) quatro meses, e ainda sobrarão, aproximadamente, R$430,00.

12- (AFTN) Uma pessoa aplicou R$ 10.000,00 a juros compostos de 12% a.a, pelo prazo de 5 anos e 4
meses. Admitindo-se a convenção linear, o montante da aplicação, ao final do prazo, era de:
a) R$ 18.568,74
b) R$ 18.327,92
c) R$ 18.150,00
d) R$ 18.082,36
e) R$ 17.623,00

13- (BANCO DO BRASIL) Se aplicarmos R$ 25.000,00 a juros compostos, rendendo 7% a cada


bimestre, quanto teremos após três anos?
a) R$ 25.000,00 x (1,70) 6
b) R$ 25.000,00 x (1,07) 18
c) R$ 25.000,00 x (0,93) 3
d) R$ 25.000,00 x (1,70) 3
e) R$ 25.000,00 x (0,07) 18

14- (ENEM 2017) Um empréstimo foi feito à taxa mensal de i%, usando juros compostos, em oito parcelas
fixas e iguais a P. O devedor tem a possibilidade de quitar a dívida antecipadamente a qualquer momento,
pagando para isso o valor atual das parcelas ainda a pagar. Após pagar a 5ª parcela, resolve quitar a dívida
no ato de pagar a 6ª parcela. A expressão que corresponde ao valor total pago pela quitação do
empréstimo é:

a)

84
MATEMÁTICA BÁSICA

b)

c)

d)

e)

15- (ENEM 2015) Um casal realiza um financiamento imobiliário de R$ 180 000,00, a ser pago em 360
prestações mensais, com taxa de juros efetiva de 1% ao mês. A primeira prestação é paga um mês
após a liberação dos recursos e o valor da prestação mensal é de R$ 500,00 mais juro de 1% sobre o
saldo devedor (valor devido antes do pagamento). Observe que, a cada pagamento, o saldo devedor se
reduz em R$ 500,00 e considere que não há prestação em atraso.

Efetuando o pagamento dessa forma, o valor, em reais, a ser pago ao banco na décima prestação é
de
a) 2 075,00.

b) 2 093,00.

c) 2 138,00.

d) 2 255,00.

e) 2 300,00.

16- Um televisor custa, à vista R$ 380,00. Mas se vou pagá-lo em 5 prestações mensais, o preço total
será R$ 494,00, no regime de juros simples. Nesse caso, quanto por cento será cobrado de juros
mensais?

85
MATEMÁTICA BÁSICA

a) 2%

b) 3%

c) 4%

d) 6%

Gabarito para simples conferência:


1- D
2- D
3- B
4- C
5- C
6- D
7- D
8- D
9- E
10- B
11- C
12- B
13- B
14- A
15- D
16- D

Razão, escala e proporção: definição objetiva

Razão, representa uma relação entre duas quantidades (grandezas) e representamos normalmente por
uma fração.
Exemplo:
No curso Matemática em Foco, existem 20 meninos e 30 meninas, então a razão de meninos e meninas
(nesta ordem) é:
20 2
=
30 3

Ou seja, para cada 2 meninos existem 3 meninas. Note que a ordem (meninos e meninas) é
importante na fração que vai representar a razão.

 Então agora vamos generalizar:

A razão entre as grandezas X e Y nesta ordem é dada pela fração:

Para cada 20 meninos, temos 30 meninas ou para cada 2 meninos temos 3 meninas. Neste caso,
20 2
podemos concluir A IGUALDADE ENTRE AS RAZÕES  . Esta igualdade de razões (frações)
30 3
chamamos de PROPORÇÃO (conceito importante).

86
MATEMÁTICA BÁSICA

Então a turma do curso Matemática em Foco tem uma razão de 2 meninos para cada 3 meninas. Logo
se a turma tivesse 45 meninas, quantos meninos seriam?

 Calculando mentalmente utilizando a lógica:


Iniciamos o problema com 2 meninos e 3 meninas. Na situação acima, estamos com 45 meninas. Então
a quantidade de meninas foi multiplicada por 15 já que 3 x 15 = 45.

Então a quantidade de meninos também deve ser multiplicada por 15:


Logo, 2 x 15 = 30.
2 30
Portanto para 45 meninas, teremos 30 meninos: 
3 45

 Resolvendo pela forma padrão:


Sabemos que para cada 2 meninos, temos 3 meninas então para 45 meninas temos x meninos. Vamos
montar uma PROPORÇÃO, mas cuidado com a posição do x. Toda proporção é uma igualdade de
duas frações (ou razões) equivalentes:

= .
Agora devemos utilizar a propriedade da proporção, que eu chamo de “multiplicação cruzada”. Em toda
proporção a multiplicação cruzada deve dar o mesmo resultado. Sendo assim, montamos uma
equação e descobrimos o valor de x:
3. = 2 . 45
90
= = 30
3

Questões envolvendo unidades de medida, razão e escala.

1- (ENEM). Uma torneira não foi fechada corretamente e ficou pingando, da meia-noite às seis horas da
manhã, com a frequência de uma gota a cada três segundos. Sabe-se que cada gota d'água tem volume
de 0,2mL. Qual foi o valor mais aproximado do total de água desperdiçada nesse período, em litros?

a. 0,2
b. 1,2
c. 1,4
d. 12,9
e. 64,8

2- (ENEM) Um mecânico de uma equipe de corrida necessita que as seguintes medidas realizadas em
um carro sejam obtidas em metros:

87
MATEMÁTICA BÁSICA

a) distância a entre os eixos dianteiro e traseiro;


b) altura b entre o solo e o encosto do piloto.

Ao optar pelas medidas a e b em metros, obtêm-se, respectivamente,


a) 0,23 e 0,16.
b) 2,3 e 1,6.
c) 23 e 16.
d) 230 e 160.
e) 2 300 e 1 600.

3- (ENEM)
Café no Brasil
O consumo atingiu o maior nível da história no ano passado: os brasileiros beberam o
equivalente a 331 bilhões de xícaras. (Veja. Ed. 2158, 31 mar. 2010.)
Considere que a xícara citada na notícia seja equivalente a, aproximadamente, 120 mL de café.
Suponha que em 2010 os brasileiros bebam ainda mais café, aumentando o consumo em 1/5 do que foi
consumido no ano anterior. De acordo com essas informações, qual a previsão mais aproximada para
o consumo de café em 2010?
a) 8 bilhões de litros.
b) 16 bilhões de litros.
c) 32 bilhões de litros.
d) 40 bilhões de litros.
e) 48 bilhões de litros.

4- (ENEM) Nos Estados Unidos a unidade de medida de volume mais utilizada em latas de refrigerante
é a onça fluida (fl oz), que equivale a aproximadamente 2,95 centilitros (cl). Sabe-se que o centilitro é a
centésima parte do litro e que a lata de refrigerante usualmente comercializada no Brasil tem capacidade
de 355 ml. Assim, a medida do volume da lata de refrigerante de 355 ml, em onça fluida (fl oz), é mais
próxima de
a) 0,83.
b) 1,20.

88
MATEMÁTICA BÁSICA

c) 12,03.
d) 104,73.
e) 120,34.

5- (ENEM) Existe uma cartilagem entre os ossos que vai crescendo e se calcificando desde a infância
até a idade adulta. No fim da puberdade, os hormônios sexuais (testosterona e estrógeno) fazem com
que essas extremidades ósseas (epífises) se fechem e o crescimento seja interrompido. Assim, quanto
maior a área calcificada entre os
ossos, mais a criança poderá crescer ainda. A expectativa é que durante os quatro ou cinco anos da
puberdade, um garoto ganhe de 27 a 30 centímetros. Revista Cláudia. Abr. 2010 (adaptado).

De acordo com essas informações, um garoto que inicia a puberdade com 1,45 m de altura poderá
chegar ao final dessa fase com uma altura

A) mínima de 1,458 m.
B) mínima de 1,477 m.
C) máxima de 1,480 m.
D) máxima de 1,720 m.
E) máxima de 1,750 m.

6- (Enem). Segundo as regras da Fórmula 1, o peso mínimo do carro, de tanque vazio, com o piloto, é
de 605 kg, e gasolina deve ter densidade entre 725 e 780 gramas por litro. Entre os circuitos nos quais
ocorrem competições dessa categoria, o mais longo é Spa-Francorchamps, na Bélgica, cujo traçado
tem 7 km de extensão. O consumo médio de um carro da Fórmula 1 é de 75 litros para cada 100 km.
Suponha que um piloto de uma equipe específica, que utiliza um tipo de gasolina com densidade de 750
g/L, esteja no circuito de Spa-Francorchamps, parado no box para reabastecimento. Caso ele pretenda
dar mais 16 voltas, ao ser liberado para retornar à pista, seu carro deverá pesar, no mínimo,
a) 617 kg.
b) 668 kg.
c) 680 kg.
d) 689 kg.
e) 717 kg.

7- (ENEM) Técnicos concluem mapeamento do aquífero Guarani.


O aquífero Guarani localiza-se no subterrâneo dos territórios da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai,
com extensão total de 1.200.000 quilômetros quadrados, dos quais 840.000 quilômetros quadrados
estão no Brasil. O aquífero armazena cerca de 30 mil quilômetros cúbicos de água e é considerado um
dos maiores do mundo.

89
MATEMÁTICA BÁSICA

Na maioria das vezes em que são feitas referências à água, são usadas as unidades metro cúbico e
litro, e não as unidades já descritas. A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo
(SABESP) divulgou, por exemplo, um novo reservatório cuja capacidade de armazenagem é de 20
milhões de litros.

Disponível em: http://noticias.terra.com.br. Acesso em: 10 jul. 2009 (adaptado).

Comparando as capacidades do aquífero Guarani e desse novo reservatório da SABESP, a capacidade


do aquífero Guarani é
a) 1,5 x 102 vezes a capacidade do reservatório novo.
b) 1,5 x 103 vezes a capacidade do reservatório novo.
c) 1,5 x 106 vezes a capacidade do reservatório novo.
d) 1,5 x 108 vezes a capacidade do reservatório novo.
e) 1,5 x 109 vezes a capacidade do reservatório novo.

8- (ENEM) A figura a seguir mostra as medidas reais de uma aeronave que será fabricada para utilização
por companhias de transporte aéreo. Um engenheiro precisa fazer o desenho desse avião em escala
de 1:150.

Para o engenheiro fazer esse desenho em uma folha de papel, deixando uma margem de 1 cm em
relação às bordas da folha, quais as dimensões mínimas, em centímetros, que essa folha deverá ter?
a) 2,9 cm x 3,4 cm
b) 3,9 cm x 4,4 cm
c) 20 cm x 25 cm
d) 21 cm x 26 cm
e) 192 cm x 242 cm

9- (ENEM) Sabe-se que a distância real, em linha reta, de uma cidade A, localizada no estado de São
Paulo, a uma cidade B, localizada no estado de Alagoas, é igual a 2000 km. Um estudante, ao analisar
um mapa, verificou com sua régua que a distância entre essas duas cidades, A e B, era 8 cm.
Os dados nos indicam que o mapa observado pelo estudante está na escala de
a) 1:250

90
MATEMÁTICA BÁSICA

b) 1:2500
c) 1:25000
d) 1:250000
e) 1:25000000

10- (ENEM) No monte de Cerro Armazones, no deserto de Atacama, no Chile, ficara o maior telescópio
da superfície terrestre, o Telescópio Europeu Extremamente Grande (EELT). O E-ELT terá um espelho
primário de 42 m de diâmetro, “o maior olho do mundo voltado para o céu”.
Disponivel em htttp://www.estadao.com.br. Acesso em: 27 abr. 2010 (adaptado).

Ao ler esse texto em uma sala de aula, uma professora fez uma suposição de que o diâmetro do olho
humano mede aproximadamente 2,1 cm. Qual a razão entre o diâmetro aproximado do olho humano,
suposto pela professora, e o diâmetro do espelho primário do telescópio citado?
a) 1:20
b) 1:100
c) 1:200
d) 1:1000
e) 1:2000

Gabarito para simples conferência:


1. C

2. Fazendo as conversões para metro obtemos 2,3m e 1,6m. Portanto gabarito é a letra B.

3. E

4. C

5. Transformando 30cm para metros obtemos 0,30m. Adicionando esse valor a altura inicial que é

1,45m temos: 1,45m + 0,30m = 1,75m. Portanto o gabarito é a letra E.

6. B

7. E

8. D

9. Esta questão pode ser resolvida por uma proporção ou direto por uma divisão. Transformando

2000km para centímetros obtemos 200.000.000cm, e por fim dividindo 20.000.000 por 8 obtemos o

resultado de 2.500.000. Logo a escala é de 1 : 25.000.000. Portanto o gabarito é a letra E.

10. Transformando 42m para centímetros obtemos 4200cm. Fazendo a divisão de 4200cm por 2,1cm

resulta em 2000. Portanto a razão procurada é 1: 2000 e o gabarito é a letra E.

91
MATEMÁTICA BÁSICA

Equação do 2º grau.

1- Um quadrado de lado L possui área medindo 144 cm2. Quanto mede o lado deste quadrado?
2- O quadrado de um número, subtraído de 144 resulta em zero. Quanto vale esse número?
3- O quadrado de um número, adicionado do seu quíntuplo resulta em zero. Quanto vale esse número?
4- Um retângulo com comprimento 3 unidades maior que a largura possui 180 m2 de área. Quais são
as medidas desse retângulo?

5- Determine os valores de m para os quais a equação 3x2 – mx + 4 = 0 tem duas raízes reais iguais.

6- (UECE) Se x1 e x2 são as raízes da equação 3x2 – 2x – 8 = 0, sendo x1< x2 , então 3 x22  2 x1  8 é


igual a :
a) 2/3
b) 8/3
c) 16/3
d) 20/3

7- A soma das raízes da equação (k – 2) x2 – 3kx + 1 = 0, com k  2, é igual ao produto dessas raízes.
Nessas condições, temos:
a) k = 1/2
b) k = 3/2
c) k = 1/3
d) k = 2/3
e) k = –2

8- (EPCAR) A equação x2 + px + q = 0 tem raízes reais opostas e não-nulas. Pode-se então afirmar que:
a) p > 0 e q = 0
b) p < 0 e q = 0
c) p = 0 e q > 0
d) p = 0 e q < 0

9- (CEFET) Sabendo que os números inteiros q e r são tais que q2.r + q .r2 = 6 , podemos afirmar que q
e r são raízes da equação :
a) 2x2 + 4x – 6 = 0
b) x2 – x – 12 = 0
c) 3x2 – 9x + 4 = 0
d) –x2 + 6x + 1 = 0
e) –2x2 – 12x + 6 = 0

92
MATEMÁTICA BÁSICA

10- (OBM) A diferença entre a maior raiz e a menor raiz da equação (2x – 45)2 – (x – 21)2 = 0 é :
a) 2
b) 3
c) 4
d) 5
e) 6

Gabarito:
1. L = 12cm.
2. Solução -12 e 12.
3. Solução 0 e -5.
4. 12m e 15m.

5.  4 3 . (resolvida em vídeo).
20
6. . (resolvida em vídeo).
3
1
7. k  . (resolvida em vídeo).
3
8. Como as raízes são reais, não nulas e opostas, conclui-se que o p = 0 e q < 0. Note que se q >
0, as raízes não seriam reais. E se p ≠ 0, as raízes não seriam opostas. Portanto gabarito é letra
D.
9. A. (resolvida em vídeo).
10. Resolvendo a equação e utilizando os produtos notáveis, obtemos:

2 x  452  x  212  0
 
4 x 2  180 x  2025  x 2  42 x  441  0
2 2
4 x  180 x  2025  x  42 x  441  0
3 x 2  138 x  1584  0
2
   138  4.3.1584
  36

138  6
x
6
x1  24
x 2  22

x1  x 2  2

Então o gabarito é letra A.

93
MATEMÁTICA BÁSICA

Acesse abaixo o link que vai te direcionar para todas as nossas aulas gratuitas sobre os
conteúdos deste ebook!
Conteúdo Link de acesso
Curso Matemática Básica: Inteiros, Potenciação,
Radiciação, Produtos Notáveis, Racionais,
Porcentagem, Equação, Inequação, Sistemas, Clique aqui!
Razão, Escala, Proporção, Juros.

Aluno, caso você faça novamente a prova do ENEM em 2019, lembramos que estaremos lançando
nossa plataforma de ensino completa:
 Videoaulas;
 Ebooks com teoria completa;
 Listas de exercícios;
 Simulados com ranking;
 Estatísticas individuais de erros e
acertos;
 Mapas mentais;
 Orientações de estudo;
 Planos de estudo;
 Fórum de dúvidas;
 Monitoria;
 Aulas ao vivo.

A plataforma será lançada em 2019 no endereço http://www.matematicaemfoco.com.br .

Acompanhe nossas postagens sobre conteúdos, dicas e promoções em:

1. Instagram: https://www.instagram.com/oficialmatematicaemfoco/ pois serão realizados


sorteios e promoções no lançamento.

2. Blog: http://mfcooficial.blogspot.com/

3. Canal: https://youtube.com/matematicaemfocooficial

94