Você está na página 1de 22

Concurso MPU: 5 questões comentadas sobre a Lei 8.

112/90 - Estatuto dos Servidores (questões CESPE e FCC)

SEXTA-FEIRA, 13 DE AGOSTO DE 2010 DEIXE UM COMENTÁRIO

1 - (CESPE/2010/DPU/Assistente Social) De acordo com o disposto na Lei n.º 8.112/1990, na hipótese de

inassiduidade habitual, a penalidade disciplinar a ser aplicada ao servidor público é de

a) suspensão de até 30 dias.

b) multa.

c) suspensão de até 15 dias.

d) demissão.

e) advertência.

Comentários:

Denomina-se inassiduidade habitual a falta ao serviço, sem causa justificada, por sessenta dias,

interpoladamente, durante o período de doze meses (art. 139 da Lei 8.112/90). A inassiduidade habitual

autoriza a demissão do servidor, conforme o art. 132 da Lei 8.112/90.

2 - (FCC/2010/TRT/Assistente Social/ 9ª REGIÃO (PR) - Analista Judiciário - Área Administrativa)

Analise as seguintes assertivas acerca do tema cargos, empregos e funções públicas:

I. As funções de confiança podem ser exercidas por servidores ocupantes de cargo efetivo ou não e

destinam-se apenas às atribuições de direção, chefia e assessoramento.


II. Nas funções exercidas por servidores contratados temporariamente, como ocorre nos casos de

contratação por prazo determinado, não se exige, necessariamente, concurso público.

III. A extinção de funções ou cargos públicos, quando vagos, exige lei de iniciativa privativa do Chefe do

Poder Executivo.

IV. Empregos públicos são núcleos de encargos de trabalho permanentes a serem preenchidos por

agentes contratados para desempenhá-los, sob relação trabalhista.

Está correto o que consta APENAS em

a) II e III.

b) I, III e IV.

c) II e IV.

d) I e IV.

e) II e III.

Comentários:

I - Errado, pois de acordo com o art. 37, V da CF88, "as funções de confiança, exercidas exclusivamente

por servidores ocupantes de cargo efetivo, e os cargos em comissão, a serem preenchidos por servidores

de carreira nos casos, condições e percentuais mínimos previstos em lei, destinam-se apenas às

atribuições de direção, chefia e assessoramento". Logo, as funções de confiança só podem ser exercidas

por servidores ocupantes de cargo efetivo.

II - Correto. Pode-se realizar a contratação através de um exame simplificado.


III - Errado. A extinção de funções ou cargos públicos, quando vagos, ocorre mediante decreto do Chefe

do Poder Executivo, exercida através de Decreto (art. 84, VI, "b", da CF).

IV - Correto. Esse é o conceito de Celso Antônio Bandeira de Mello (in Curso de direito administrativo, 8ª

ed., São Paulo: Malheiros, 1996, p. 139).

Portanto, deve ser assinalada a alternativa "C".

3 - (FCC/2010/TRT/9ª REGIÃO (PR) - Analista Judiciário - Área Administrativa)

Sobre as licenças previstas na Lei nº 8.112/1990, é correto afirmar:

a) O servidor terá direito à licença, sem remuneração, para atividade política, durante o período que

mediar entre a sua escolha em convenção partidária, como candidato a cargo eletivo, e à véspera do

registro de sua candidatura perante a Justiça Eleitoral.

b) Concluído o serviço militar, o servidor terá até sessenta dias sem remuneração para reassumir o

exercício do cargo.

c) A licença por motivo de afastamento do cônjuge pode ser concedida, no máximo, por dois anos

consecutivos.

d) Após cada triênio de efetivo exercício, o servidor poderá, no interesse da Administração, afastar-se do

exercício do cargo efetivo, com a respectiva remuneração, por até três meses, para participar de curso de

capacitação profissional.

e) Não faz jus à licença por motivo de doença em pessoa da família se a doença for do padrasto ou

madrasta do servidor.
Comentário:

Está correta a alternativa "A".

Conforme o art. 86 da Lei 8.112/90, "O servidor terá direito a licença, sem remuneração, durante o

período que mediar entre a sua escolha em convenção partidária, como candidato a cargo eletivo, e a

véspera do registro de sua candidatura perante a Justiça Eleitoral.

4 - (FCC/2010/TRE/RS- Analista Judiciário - Área Administrativa)

Sobre a suspensão prevista como penalidade na Lei nº 8.112/90, é correta a afirmação:

a) A penalidade de suspensão terá seus registros cancelados, após o decurso de três anos de efetivo

exercício se o servidor não houver, nesse período, praticado nova infração disciplinar.

b) Será punido com suspensão de até trinta dias o servidor que, injustificadamente, recusar-se a ser

submetido a inspeção médica determinada pela autoridade competente, cessando os efeitos da

penalidade uma vez cumprida a determinação.

c) Quando houver conveniência para o serviço, a penalidade de suspensão poderá ser convertida em

multa, na base de vinte e cinco por cento por dia de vencimento ou remuneração, ficando o servidor

obrigado a permanecer em serviço.

d) A suspensão será aplicada em caso de reincidência das faltas punidas com advertência e de violação

das demais proibições que não tipifiquem infração sujeita a penalidade de demissão, não podendo

exceder de noventa dias.

e) O cancelamento dos registros da penalidade, quando cabível, surtirá efeitos retroativos à data da sua

aplicação, fazendo jus o servidor ao pagamento da remuneração respectiva, bem como à contagem do

tempo de serviço para todos os efeitos.

Comentário:
Correta a alternativa "d", que transcreveu o art. 130 da Lei 8.112/90:

Art. 130. A suspensão será aplicada em caso de reincidência das faltas punidas com advertência e de

violação das demais proibições que não tipifiquem infração sujeita a penalidade de demissão, não

podendo exceder de 90 dias.

5 - (FCC/2010/TRT 9A REGIÃO/Analista Judiciário - Área Administrativa)

Em razão de doença, Alberto, funcionário público federal efetivo, ficou com a sua capacidade física

reduzida para o exercício do cargo de que era titular, o que foi constatado por inspeção médica. Em razão

disso, precisou ser investido em novo cargo, compatível com a sua condição física, o que ocorreu,

segundo a Lei nº 8.112/1990, pela forma de provimento denominada

a) readaptação.

b) transferência.

c) reversão.

d) reintegração.

e) recondução.

Comentário:

Deve ser marcada a alternativa "a", pois readaptação é a investidura do servidor em cargo de atribuições

e responsabilidades compatíveis com a limitação que tenha sofrido em sua capacidade física ou mental

verificada em inspeção médica (art. 24 Lei 8112/90). Exemplo comum de readaptação é o do digitador

que, após acometido de uma L.E.R, passa a exercer atividades de atendimento ao público.
Questões de servidores públicos - Provas da OAB
29/09/2009 - 00:58:43
SERVIDORES PÚBLICOS

Questão 1210 (Cespe/ UnB/ Exame de ordem 2007.2/ Prova objetiva) O presidente do STF delegou
ao secretário de recursos humanos desse tribunal a atribuição de dispor sobre a promoção na
carreira de analista judiciário dos servidores dessa Corte. Um servidor se sentiu preterido nos
critérios de direito utilizados na promoção e, em razão disso, contratou advogado para promover
as medidas judiciais cabíveis. Acerca dessa situação hipotética, assinale a opção correta.

A. O advogado poderá impetrar mandado de segurança contra o presidente do STF perante o próprio
STF, porque a delegação não exclui a responsabilização pela prática do ato.

B. O advogado poderá impetrar mandado de segurança contra ato do secretário de recursos humanos
perante o próprio STF.

C. O advogado deverá impetrar mandado de segurança contra o presidente do STF e o secretário de


recursos humanos, pois há litisconsórcio necessário entre o delegante e o delegatário.

D. O advogado deverá impetrar mandado de segurança contra ato do secretário de recursos humanos
perante a justiça federal no DF.

Questão 1211 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2006.1/ Prova objetiva) Qual o sistema de retribuição de
agentes públicos constituído por parcela única e introduzido pela Emenda Constitucional n. 19, de
1998 (Reforma Administrativa):

A. salário;

B. remuneração;

C. provento;

D. subsídio.

Questão 1212 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2005.1/ Prova objetiva) Assinale a assertiva correta:

A. Um determinado prédio público utilizado pela Secretaria da Receita Federal no atendimento aos
contribuintes classifica-se como bem público de uso comum do povo

B. A ação popular, utilizada pelo Ministério Público, instituição incumbida da defesa da ordem jurídica e
dos interesses sociais, consiste num dos meios de controle judicial da Administração Pública
C. A partir da Emenda Constitucional n. 18, de 1998, não temos a categoria “servidores públicos
militares”

D. A improbidade administrativa, ilícito no campo da moralidade, enseja sanções tão-somente


relacionadas com a suspensão, perda, indisponibilidade e ressarcimento da função pública exercida pelo
agentes transgressor

Questão 1213 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2005.2/ Prova objetiva) Assinale a assertiva CORRETA:

A. Emenda apresentada por Senador à projeto de lei encaminhado ao Congresso pelo Presidente da
República pode criar uma nova carreira de servidores públicos federais;

B. A remuneração de agente público por subsídio pressupõe a fixação em lei específica dos
vencimentos, gratificações e vantagens percebidas;

C. A aquisição de estabilidade pelo ocupante de cargo comissionado pressupõe o exercício efetivo por 3
(três) anos e a habilitação em estágio probatório;

D. A partir de 5 de outubro de 1988 não é mais válido o provimento de cargo efetivo por acesso, assim
considerado o movimento de passagem da última posição de uma carreira para a posição inicial de outra
carreira.

Questão 1214 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2005.3/ Prova objetiva) Indique a assertiva CORRETA:

A. direito de greve do servidor público será exercido nos termos e limites definidos em lei
complementar;

B. desvio de finalidade e a omissão são entendidos como formas de abuso de poder;

C. Ao Poder Público, de forma exclusivamente direta, incumbe prestar serviços públicos concedidos ou
permitidos;

D. A remuneração por subsídio pode se estender, por lei específica, a todos os agentes públicos.
Questão 1215 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2004.1/ Prova objetiva) A Emenda Constitucional n o 19,
de 1998 (“Reforma Administrativa”):

A. suprimiu o regime jurídico único para os servidores públicos, consagrado no texto original da
Constituição de 1988;

B. transformou os militares em agentes políticos;

C. fixou um só limite remuneratório (“teto”) para todos os agentes públicos (federais, estaduais, distritais
e municipais);

D. alterou significativamente o regime previdenciário dos servidores públicos conferindo, inclusive, o


direito a fundo de garantia por tempo de serviço aos servidores públicos federais.

Questão 1216 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2004.2/ Prova objetiva) Considere a seguinte situação: o
servidor público A, ocupante do cargo efetivo de Motorista Oficial da Delegacia da Receita Federal
no Distrito Federal, órgão integrante da estrutura administrativa da Secretaria da Receita Federal,
causou, por dirigir embriagado, danos patrimoniais ao veículo do cidadão B. Assim, o cidadão B,
para buscar a reparação dos danos causados, deve propor ação indenizatória contra:

A. servidor A;

B. a Delegacia da Receita Federal no Distrito Federal;

C. a Secretaria da Receita Federal;

D. a União.

Questão 1217 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2004.3/ Prova objetiva) A motivação em relação à
exoneração de cargo comissionado é:

A. Condição de existência do ato;

B. Condição de validade do ato;

C. Condição de eficácia do ato;

D. Desnecessária.

Questão 1218 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2004.3/ Prova objetiva) O Secretário de Cultura do
Município de Coité do Nóia qualifica-se como:
A. Agente administrativo;

B. Funcionário público;

C. Servidor público;

D. Agente político.

Questão 1219 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2004.3/ Prova objetiva) Assinale a assertiva correta:

A. regramento do concurso público pela Constituição de 1988 não aboliu todas as formas de provimento
derivado de cargo público;

B. núcleo mais relevante do regime jurídico-administrativo brasileiro é composto por normas-regras;

C. princípio da hierarquia manifesta-se no exercício de todas as funções estatais (administrativas,


legislativas e judiciais);

D. princípio da obrigatoriedade de licitação caracteriza como inconstitucionais as hipóteses legais de


dispensa e inexigibilidade de licitação.

Questão 1220 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2003.1/ Prova objetiva) Uma das alternativas está
incorreta. Assinale-a:

A. servidor público estável poderá perder o cargo mediante processo administrativo em que lhe seja
assegurada ampla defesa;

B. Adquire a estabilidade após três anos de exercício quem tenha sido nomeado para cargo em
comissão;

C. A avaliação especial de desempenho por comissão instituída para essa finalidade é condição para a
aquisição da estabilidade;

D. servidor não estável pode exercer cargo em comissão.


Questão 1221 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2003.2/ Prova objetiva) Anote a alternativa incorreta: O
servidor público estável só perderá o cargo:

A. Mediante processo administrativo em que lhe seja assegurada ampla defesa.

B. Mediante processo administrativo, segurada ampla defesa, no qual, preventivamente, se casse a


estabilidade adquirida.

C. Em virtude de sentença transitada em julgado.

D. Mediante procedimento de avaliação periódica de desempenho, na forma de lei complementar,


assegurada ampla defesa.

Questão 1222 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2003.2/ Prova objetiva) Não é correta uma das
afirmativas abaixo:

A. Os proventos de aposentadoria, por ocasião de sua concessão, não poderão exceder a remuneração
do respectivo servidor, no cargo efetivo em que se deu a aposentadoria.

B. No caso de aposentadoria do servidor público de menos de sessenta anos de idade, a lei poderá
instituir, sobre os proventos, redutor de 5% por ano, quantos forem os anos que antecederem aquela
idade.

C. Distrito Federal não está obrigado a manter o regime único do servidor público.

D. Prefeito Municipal, se servidor público, será afastado do cargo, mas poderá optar pela remuneração
deste.

Questão 1223 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2003.3/ Prova objetiva) Anote a alternativa incorreta:

A. É acumulável um cargo de professor com outro técnico;

B. A proibição de acumulação estende-se às sociedades controladas indiretamente pelo Poder Público;


C. O servidor público tem direito à livre associação sindical;

D. A Constituição Federal reserva para pessoas portadoras de deficiências 20% dos cargos e empregos
públicos.

Questão 1224 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2002.1/ Prova objetiva) O motorista do Distrito Federal,
dirigindo carro de uma repartição distrital, abalroou veículo particular. Nessa hipótese não é
correto afirmar que:

A. o Distrito Federal responde objetivamente pelo dano causado por seu motorista;

B.o Distrito Federal poderá, se condenado, agir regressivamente contra seu funcionário, na hipótese de
dolo;

C. o Distrito Federal poderá, se condenado, agir regressivamente contra seu funcionário, na hipótese de
culpa;

D. o Distrito Federal poderá, se condenado, agir regressivamente contra seu funcionário,


independentemente de dolo ou culpa deste.

Questão 1225 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2002.1/ Prova objetiva) Uma das alternativas não está
correta. Assinale-a:

A. o tempo de contribuição federal, estadual e municipal será computado para efeito de aposentadoria;

B. a lei poderá estabelecer contagem de tempo de contribuição fictício;

C. ao servidor ocupante, exclusivamente, de cargo em comissão aplica-se o regime geral de previdência


social;

D. como condição para a aquisição da estabilidade é obrigatória a avaliação especial de desempenho por
comissão instituída para essa finalidade.
Questão 1226 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2002.2/ Prova objetiva) Indique a alternativa correta.
Servidor público fundacional, no exercício de mandato eletivo, ficará afastado do seu cargo,

A. se deputado distrital, contando-se o tempo do mandato para efeito de promoção por merecimento.

B. se deputado federal, com direito de opção pela remuneração do cargo.

C. se prefeito, com direito de opção pela remuneração do cargo.

D. se senador, com direito de opção pela remuneração do cargo.

Questão 1227 (OAB/ DF/ Exame de ordem 2002.3/ Prova objetiva) Anote o enunciado correto, à luz
da Lei n° 8112/90 e alterações:

A. transferência é a passagem do servidor estável de cargo efetivo para outro de igual denominação,
pertencente a quadro de pessoal diverso, de órgão ou instituição do mesmo Poder;

B. a vacância do cargo público poderá decorrer de ascensão funcional;

C. a recondução do servidor estável poderá decorrer de inabilitação em estágio probatório relativo a


outro cargo;

Questão sobre Direito Constitucional e Administrativo: servidores públicos

TERÇA-FEIRA, 15 DE MAIO DE 2007 DEIXE UM COMENTÁRIO

(FEPESE/ Procurador Geral do Ministério Público/TCE/SC/2006) 19 - Assinalar a alternativa correta

a. ( ) Ao contrário do ocorrente quando o vínculo é contratual, não se constitui em favor do

servidor público estatutário direito adquirido à persistência dos direitos e deveres existentes à

época de sua investidura no cargo.

b. ( ) Os servidores aposentados por invalidez permanente perceberão proventos integrais, sempre


que, na data da aposentadoria, contarem sessenta anos de idade.

c. ( ) O servidor público investido no mandato de vereador ficará afastado do seu cargo.

d. ( ) Não se aplica aos servidores públicos o salário mínimo, fixado em lei, para os trabalhadores,

nos termos do art. 7º, da Constituição da República.

e. ( ) A proibição constitucional de acumular não se estende às subsidiárias das sociedades de

economia mista.

Comentários:

Analisaremos cada uma das assertivas:

a. ( ) Ao contrário do ocorrente quando o vínculo é contratual, não se constitui em favor do

servidor público estatutário direito adquirido à persistência dos direitos e deveres existentes à

época de sua investidura no cargo.

Não há direito adquirido à percepção dos direitos e deveres existentes à época de sua investidura no

cargo. Entretanto, o servidor tem direito adquirido às vantagens da época em que obteve os requisitos

para se pleitear algum direito, podendo valer-se dele mesmo que em momento futuro. Exemplo: Antônio

das Botas, servidor público, não tem direito a se aposentar com os direitos que eram aplicados no

momento de sua investidura no cargo. Entretanto, se no ano X o servidor preencher todos os requisitos

para se aposentar, terá direito adquirido sobre tais direitos do ano X, mesmo que queira exercê-los anos

após e quando outra norma regular a matéria.

É essa a posição atual do STF: "Se, na vigência da lei anterior, o servidor preenchera todos os requisitos

exigidos, o fato de, na sua vigência, não haver requerido a aposentadoria não o fez perder o seu direito, já

que estava adquirido."

Em outra oportunidade também decidiu: "Servidor público estadual. Caracterização de tempo de serviço

público; direito adquirido. Estabelecido, na lei, que determinado serviço se considera como tempo de

serviço público, para os efeitos nela previstos, do fato inteiramente realizado nasce o direito, que se

incorpora imediatamente no patrimônio do servidor, a essa qualificação jurídica do tem pode serviço

consubstanciando direito adquirido, que a lei posterior não pode desrespeitar. Recurso Extraordinário
conhecido, mas desprovido. Votos vencidos" (RE 82881-SP, Rel. Exm° Sr. Min. ELOY DA ROCHA, RTJ

79, pp. 268/269).

Portanto, a assertiva está correta.

b. ( ) Os servidores aposentados por invalidez permanente perceberão proventos integrais, sempre

que, na data da aposentadoria, contarem sessenta anos de idade.

Errado. Havendo aposentadoria por invalidez permanente, a regra é de que serão pagos proventos

proporcionais, salvo se a invalidez for decorrente de acidente em serviço, moléstia profissional ou doença

grave, contagiosa ou incurável.

É o que diz o art. 40, § 1º, da CF:

I - por invalidez permanente, sendo os proventos proporcionais ao tempo de contribuição, exceto se

decorrente de acidente em serviço, moléstia profissional ou doença grave, contagiosa ou incurável, na

forma da lei; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003)

c. ( ) O servidor público investido no mandato de vereador ficará afastado do seu cargo.

Errado. Caso o servidor público for investido no mandato de vereador, ele poderá permanecer no seu

cargo se houver compatibilidade de horários. Vejamos o que diz a Constituição Federal:

Art. 38. Ao servidor público da administração direta, autárquica e fundacional, no exercício de mandato

eletivo, aplicam-se as seguintes disposições:

(...)

III - investido no mandato de Vereador, havendo compatibilidade de horários, perceberá as vantagens de

seu cargo, emprego ou função, sem prejuízo da remuneração do cargo eletivo, e, não havendo

compatibilidade, será aplicada a norma do inciso anterior;


d. ( ) Não se aplica aos servidores públicos o salário mínimo, fixado em lei, para os trabalhadores,

nos termos do art. 7º, da Constituição da República.

Errado.

Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua

condição social:

(...)

IV - salário mínimo , fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais

básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene,

transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo, sendo

vedada sua vinculação para qualquer fim;

e. ( ) A proibição constitucional de acumular não se estende às subsidiárias das sociedades de

economia mista.

Errado. Como forma de proteção aos princípios da administração pública, a proibição de acumular cargos

também se estendem às subsidiárias das sociedades de economia mista. É o que se verifica pela leitura

da Constituição Federal:

Art. 37. A administração pública direta e indireta de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do

Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade,

publicidade e eficiência e, também, ao seguinte:

(...)

XVII - a proibição de acumular estende-se a empregos e funções e abrange autarquias, fundações,

empresas públicas, sociedades de economia mista, suas subsidiárias, e sociedades controladas, direta ou
indiretamente, pelo poder público; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)

Portanto, correta a alternativa “A”.

1 Quem é agente público?

a) É qualquer pessoa, tanto física quanto jurídica, que presta serviços ao Estado e às pessoas jurídicas
da administração indireta.
b) É toda pessoa jurídica que presta serviços ao Estado e às pessoas jurídicas da administração
indireta.
c) É toda pessoa física que presta serviços ao Estado e às pessoas jurídicas da administração indireta.
d) Nenhuma das alternativas.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra C. Maria Sylvia Zanella Di Pietro define
agente público como sendo "toda pessoa física que presta serviços ao Estado e às pessoas jurídicas da
Administração Indireta". (DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 21ª ed. São Paulo:
Atlas, 2008, p. 485)

Além dessa definição, o art. 2°, da Lei n°. 8.429/92, afirma que "reputa-se agente público, para os efeitos
desta lei, todo aquele que exerce, ainda que transitoriamente ou sem remuneração, por eleição,
nomeação, designação, contratação ou qualquer outra forma de investidura ou vínculo, mandato, cargo,
emprego ou função nas entidades mencionadas no artigo anterior".

2 Sobre Agente Político, assinale a alternativa correta.

a) São pessoas físicas titulares de cargos do primeiro escalão do Governo que exercem funções
políticas e constitucionais.
b) São investidos em cargos, funções, mandatos ou comissões, por nomeação, eleição, designação ou
delegação para o exercício de atribuições constitucionais.
c) Sua função é a de formadores da vontade superior do Estado.
d) Todas estão corretas.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra D. Todas alternativas estão corretas,
posto que são uma breve conceituação de agentes políticos.
Hely Lopes Meirelles (2003:75) define agentes políticos como "componentes dos Governos nos seus
primeiros escalões, investidos em cargos, funções, mandatos ou comissões, por nomeação, eleição,
designação ou delegação para o exercício de atribuições constitucionais".
Celso Antonio Bandeira de Mello (1975a:7 e 2004:229) os define como "titulares dos cargos estruturais à
organização política do País, isto é, são os ocupantes dos cargos que compõem o arcabouço
constitucional do Estado e, portanto, o esquema fundamental do poder. Sua função é a de formadores
da vontade superior do Estado". (DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 21ª ed. São
Paulo: Atlas, 2008, p. 486)

Quais destes a seguir se enquadram como agentes políticos?

I - Presidente da República.
II - Vice-presidente da República.
3
III - Governadores.
IV - Vices-governadores.
V - Ministros dos tribunais de contas.
VI - Conselheiros dos tribunais de contas.
a) Todas estão corretas.
b) Todas estão incorretas.
c) As assertivas I, II, III e IV estão corretas.
d) As assertivas I, III e V estão corretas.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra A. Todos se enquadram como agentes
políticos. Para Aldair Loredo dos Santos, agentes políticos são o "Presidente da República e seu vice,
governadores e vice, prefeitos e vice e seus auxiliares imediatos, ministros e secretários de Estado e de
municípios; os integrantes do Poder Legislativo, senadores, deputados e vereadores; os integrantes do
Poder Judiciário, ministros, desembargadores e juízes; membros do Ministério Público, integrados por
procuradores da república e da justiça, promotores e curadores públicos; ocupantes dos Tribunais de
Contas, os ministros e conselheiros".

4 Quanto aos servidores públicos, é correto afirmar que:

a) São as pessoas jurídicas que prestam serviços ao Estado e às Entidades da Administração Indireta,
com vínculo empregatício e mediante remuneração paga pelos cofres públicos.
b) São as pessoas físicas que prestam serviços ao Estado e às Entidades da Administração Indireta,
com vínculo empregatício e mediante remuneração paga pelos cofres públicos.
c) São as pessoas físicas que prestam serviços somente ao Estado, com vínculo empregatício e
mediante remuneração paga pelos cofres públicos.
d) São as pessoas jurídicas que prestam serviços somente às Entidades da Administração Indireta, com
vínculo empregatício e mediante remuneração paga pelos cofres públicos.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra B. Para Maria Sylvia Zanella Di Pietro,
servidores públicos são as pessoas físicas que prestam serviços ao Estado e às Entidades da
Administração Indireta, com vínculo empregatício e mediante remuneração paga pelos cofres públicos
(DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 21ª ed. São Paulo: Atlas, 2008, p. 487).
Sendo assim, as demais alternativas ou estão incorretas ("A" e "D"), ou estão incompletas, pois não
conseguem abranger toda a categoria de servidores públicos ("C").

5 Os empregados públicos estão submetidos a qual regime?

a) Estão sujeitos ao regime estatutário e ocupam emprego público.


b) São contratados e submetidos ao regime da legislação trabalhista (CLT) e ocupam emprego público.
c) São contratados por tempo determinado, em caráter excepcional, para atender eventual necessidade
(urgência) de interesse público.
d) Não estão vinculados a nenhum regime.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra B. Os empregados públicos são
contratados sob o regime da legislação trabalhista e são ocupantes de empregos públicos. (DI PIETRO,
Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 21ª ed. São Paulo: Atlas, 2008, p. 487)

Em relação aos servidores estatutários, é correto afirmar que:

I - Estão sujeitos ao regime estatutários.


6 II - São submetidos ao regime da CLT.
III - São ocupantes de cargos públicos.
IV - São ocupantes de emprego público.
V - São contratados em caráter excepcional.

a) Apenas a I e III estão corretas.


b) Apenas a I, II e III estão corretas.
c) Apenas a II, IV e V estão corretas.
d) Apenas a III e V estão corretas.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra A. Os servidores estatutários estão
sujeitos ao regime estatutário e são ocupantes de cargos públicos (I e III). (DI PIETRO, Maria Sylvia
Zanella. Direito Administrativo. 21ª ed. São Paulo: Atlas, 2008, p. 487)

As demais afirmações representam os empregados públicos ou os servidores temporários.

Considere a seguinte afirmação: "São contratados por tempo determinado para atender à necessidade
7
temporária de excepcional interesse público". Qual das alternativas representa melhor essa definição?

a) Os servidores estatutários.
b) Os servidores determinados excepcionalmente.
c) Os servidores temporários.
d) Os servidores urgênciais.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra C. É exatamente a definição do
servidor temporário, nos termos do art. 37, inciso IX, da Constituição Federal. As demais alternativas
estão absolutamente incorretas.

8 Em relação aos militares, assinale a alternativa mais completa.

a) São pessoas físicas que representam o exército e a polícia militar.


b) São pessoas físicas que prestam serviços às Forças Armadas - Marinha, Exército e Aeronáutica - e
às Polícias Militares.
c) São pessoas físicas que representam às Polícias e Corpos de Bombeiros Militares dos Estados,
Distrito Federal e dos Territórios.
d) São pessoas físicas que prestam serviços às Forças Armadas - Marinha, Exército e Aeronáutica - e
às Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares dos Estados, Distrito Federal e dos Territórios.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra D. A alternativa mais completa é a "D".
Os militares são pessoas físicas que prestam serviços às Forças Armadas - Marina, Exército e
Aeronáutica (art. 142, "caput", e § 3º, da CF) e às Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares dos
Estados, Distrito Federal e dos Territórios (art. 42). (DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito
Administrativo. 21ª ed. São Paulo: Atlas, 2008, p. 490)

Em relação aos militares, analise as afirmações abaixo e assinale a mais completa.

I - Tem vínculo estatutário.


9
II - São sujeitos a regime jurídico próprio.
III - A remuneração é feita pelo Estado.
IV - Não cabe Habeas Corpus nas prisões disciplinares militares

a) Apenas a II e III estão corretas.


b) Apenas a III e IV estão corretas.
c) Apenas a I e IV estão incorretas.
d) Todas estão corretas.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra D. Os militares possuem um vínculo
estatutário (pois é estabelecido por lei, independentemente de contrato) sujeito a um regime jurídico
próprio, mediante remuneração paga pelos cofres públicos (art. 142, § 3°, X, e 42, § 1°, da Constituição
Federal). (DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 21ª ed. São Paulo: Atlas, 2008, p.
490)
Quanto a prisão disciplinar, dispõe o art. 142, § 2°, da CF, que "não caberá "habeas-corpus" em relação
a punições disciplinares militares".
Sendo assim, todas afirmações estão corretas.

Pessoas físicas que prestam serviços ao Estado, porém sem vínculo empregatício, com ou sem
10
remuneração, são chamadas de:

a) Particulares em colaboração com o Poder Público.


b) Prestadores de serviços autônomos.
c) Servidores temporários.
d) Servidores por tempo determinado.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra A. Particulares em colaboração com o
Poder Público são pessoas físicas que prestam serviços ao Estado, sem vínculo empregatício, com ou
sem remuneração. (DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 21ª ed. São Paulo: Atlas,
2008, p. 491)

Os particulares em colaboração com o Poder Público podem prestar serviços sob títulos diversos. A
11
esse respeito, assinale a alternativa incorreta.

a) Por delegação do Poder Público.


b) Por requisição, nomeação ou designação.
c) Todas estão incorretas.
d) Por gestores de negócios.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra C. A alternativa incorreta é aquela que
diz que todas estão incorretas. As alternativas "A", "B" e "D" estão corretas. (DI PIETRO, Maria Sylvia
Zanella. Direito Administrativo. 21ª ed. São Paulo: Atlas, 2008, p. 491 e 492)

12 Os gestores de negócios são:

a) fundamentais para o exercício de funções públicas relevantes.


b) os que assumem, espontaneamente, determinada função pública em um momento emergencial,
como enchentes, epidemia, desastre natural, etc.
c) os que exercem serviços notariais e de registro.
d) Nenhuma das alternativas.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra B. Os gestores de negócios é uma
das modalidades de particulares em colaboração com o poder público. Segundo nos ensina Maria
Sylvia di Pietro eles são agentes que "espontaneamente, assumem determinada função pública em
momento de emergência, como epidemia, incêndio, enchente etc." (DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella.
Direito Administrativo. 21ª ed. São Paulo: Atlas, 2008, p. 492)

13 Pessoas físicas que prestam serviços ao Estado, dadas por requisição, nomeação ou designação são:

a) os que assumem, espontaneamente, determinada função pública em um momento emergencial,


como enchentes, epidemia, desastre natural etc.
b) os que exercem serviços notariais e de registro.
c) fundamentais para o exercício de funções públicas relevantes.
d) Nenhuma das alternativas.
Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra C. A requisição, nomeação ou
designação também é uma das modalidades de colaboração do particular com o Poder Público. Esses
agente são fundamentais para o exercício de funções públicas relevantes; "é o que se dá com os
jurados, os convocados para prestação de serviço militar ou eleitoral, os comissários de menores, os
integrantes de comissões, grupos de trabalho etc.; também não têm vínculo empregatício e, em geral,
não recebem remuneração". (DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 21ª ed. São
Paulo: Atlas, 2008, p. 491)

A delegação do Poder Público, é uma das formas de colaboração dos particulares com o Poder
14
Público. Qual das alternativas se enquadra nessa categoria?

a) São pessoas físicas que exercem função pública em seu próprio nome, sem vínculo empregatício,
porém sob fiscalização do Poder Público.
b) São pessoas físicas que exercem funções públicas relevantes.
c) São pessoas jurídicas nomeadas pela Administração Pública para exercerem funções típicas do
Estado, independentemente de fiscalização.
d) Nenhuma das alternativas.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra A. A delegação do Poder Público aos
particulares enquadram-se também como uma das modalidades de colaboração dos particulares com o
Poder Público. Essa delegação é feita "como se dá com os empregados das empresas concessionárias
e permissionárias de serviços públicos, os que exercem serviços notariais e de registro (art. 236 da
Constituição), os leiloeiros, tradutores e intérpretes públicos; eles exercem função pública, em seu
próprio nome, sem vínculo empregatício, porém sob fiscalização do Poder Público. A remuneração que
recebem não é paga pelos cofres públicos, mas pelos terceiros usuários do serviço". (DI PIETRO,
Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 21ª ed. São Paulo: Atlas, 2008, p. 491)

Cargo, emprego e função. Uma dessas designações é subdividida em dois tipos. Quais das alternativas
15
corresponde a essa afirmação?

a) Emprego: Emprego Público e Emprego em Comissão.


b) Cargo: Cargos Públicos e Cargos Temporário.
c) Função: Função Temporária e Função de Confiança.
d) Todas as alternativas estão incorretas.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra C. "A discussão quanto aos dois tipos
de função atualmente existentes é de fundamental importância, porque há uma série de normas
constitucionais que, ao fazerem referência a cargo, emprego ou função, estão-se referindo às funções
de confiança e não à função temporária exercida com base no artigo 37, IX. Qualquer outra
interpretação seria inaceitável, por não se compatibilizar com a transitoriedade e excepcionalidade
dessas contratações." (DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo. 21ª ed. São Paulo:
Atlas, 2008, p. 494)

16 Quanto aos Empregos Públicos, é correto afirmar que:

a) São preenchidos por servidores nomeados e exonerados ad nutum, ou seja, independentemente de


concurso público. Destina-se a preencher cargos políticos, de confiança e, principalmente, de
atribuições de direção, chefia e assessoramento.
b) Caracterizam-se por ser ocupados por servidor público que adquire efetividade no quadro de
servidores da Administração e são regidos pela CLT. Sua nomeação e posse no emprego se darão
mediante concurso público.
c) São aqueles contratados por tempo determinado para atender a necessidade temporária de
excepcional interesse público.
d) Todas estão corretas.
Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra B. Os empregos públicos
caracterizam-se por ser ocupados por servidor público que adquire efetividade no quadro de servidores
da Administração e são regidos pela CLT. Sua nomeação e posse no emprego se darão mediante
concurso público.
Leciona Maria Sylvia que "embora sujeitos à CLT, submetem-se a todas as normas constitucionais
referentes a requisitos para a investidura, acumulação de cargos, vencimentos, entre outras previstas
no Capítulo VII, do Título III, da Constituição".

17 Em relação a função temporária, é correto afirmar que:

a) referem-se por ocupar cargos efetivos na função à qual são concursados, seus direitos e deveres
são previstos em regime estatutário. Sua nomeação e posse no cargo público se darão mediante
concurso público.
b) são preenchidos por servidores nomeados e exonerados ad nutum, ou seja, independentemente de
concurso público. Destina-se a preencher cargos políticos, de confiança e, principalmente, de
atribuições de direção, chefia e assessoramento.
c) Caracterizam-se por ser ocupados por servidor público que adquire efetividade no quadro de
servidores da Administração e são regidos pela CLT. Sua nomeação e posse no emprego se darão
mediante concurso público.
d) É exercida por servidores contratados temporariamente com base na Constituição Federal, podendo
ou não haver concurso público.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra D. Leciona Maria Sylvia que "a função
exercida por servidores contratados temporariamente com base no artigo 37, IX, para qual não se
exige, necessariamente, o concurso público, porque, às vezes, a própria urgência da contratação é
incompatível com a demora do procedimento". (DI PIETRO, Maria Sylvia Zanella. Direito Administrativo.
21ª ed. São Paulo: Atlas, 2008, p. 493)

18 É correto afirmar que:

a) Os Cargos em Comissão são preenchidos por servidores nomeados e exonerados ad nutum, ou


seja, independentemente de concurso público. Destina-se a preencher cargos políticos, de confiança e,
principalmente, de atribuições de direção, chefia e assessoramento.
b) Os Empregos em Comissão são preenchidos por servidores nomeados e exonerados ad nutum, ou
seja, independentemente de concurso público. Destina-se a preencher cargos políticos, de confiança e,
principalmente, de atribuições de direção, chefia e assessoramento
c) Os Servidores em Comissão são aqueles contratados por tempo determinado para atender a
necessidade temporária de excepcional interesse público
d) Nenhuma das alternativas.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra A. Os cargos em comissão são
preenchidos por servidores nomeados e exonerados ad nutum, ou seja, independentemente de
concurso público. Destina-se a preencher cargos políticos, de confiança e, principalmente, de
atribuições de direção, chefia e assessoramento.
Dispõe o inciso V, do art. 37, da Constituição Federal, que "as funções de confiança, exercidas
exclusivamente por servidores ocupantes de cargo efetivo, e os cargos em comissão, a serem
preenchidos por servidores de carreira nos casos, condições e percentuais mínimos previstos em lei,
destinam-se apenas às atribuições de direção, chefia e assessoramento".

19 É correto afirmar que:

a) Os Cargos Públicos caracterizam-se por ser ocupados por servidor público que adquire efetividade
no quadro de servidores da Administração e são regidos pela CLT (art. 37, II, CF). Sua nomeação e
posse no emprego se darão mediante concurso público.
b) Os Empregos Públicos referem-se por ocupar cargos efetivos na função à qual são concursados,
seus direitos e deveres são previstos em regime estatutário. Sua nomeação e posse no cargo público
se darão mediante concurso público.
c) Os Cargos Públicos referem-se por ocupar cargos efetivos na função à qual são concursados, seus
direitos e deveres são previstos em regime estatutário. Sua nomeação e posse no cargo público se
darão mediante concurso público.
d) Todas estão incorretas.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra C. Os cargos públicos referem-se por
ocupar cargos efetivos na função à qual são concursados, seus direitos e deveres são previstos em
regime estatutário (art. 37, II, CF). Sua nomeação e posse no cargo público se darão mediante
concurso público.

20 Assinale a alternativa incorreta.

a) Os Cargos Públicos referem-se por ocupar cargos efetivos na função à qual são concursados, seus
direitos e deveres são previstos em regime estatutário. Sua nomeação e posse no cargo público se
darão mediante concurso público.
b) Os Empregos Públicos caracterizam-se por ser ocupados por servidor público que adquire
efetividade no quadro de servidores da Administração e são regidos pela CLT. Sua nomeação e posse
no emprego se darão mediante concurso" público.
c) Os Servidores temporários são aqueles contratados por tempo determinado para atender a
necessidade temporária de excepcional interesse público.
d) Todas estão incorretas.

Você deixou essa questão em branco. A resposta certa é a letra D. Era para assinalar a alternativa
incorreta, e esta se encontra na alternativa "D", pois as demais estão corretas. As demais explicações
estão em conformidade com as questões acima.