Você está na página 1de 3

ILUSTRÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA JUNTA ADMINISTRATIVA DE RECURSOS DE

INFRAÇÕES – JARI, DO DEPARTAMENTO ESTADUAL DE TRÂNSITO DO ESTADO DE SÃO


PAULO - DETRAN/SP.

AO DR DELEGADO DO DEPARTAMENTO DE TRÂNSITO DA CIDADE DE SÃO PAULO –


SP.

Tipo de Recurso: SUSPENSAO

PROCEDIMENTO ADMINISTRATIVO DE Nº:

PORTARIA ELETRONICA DE Nº:

DATA DA ABERTURA DO PROCESSO ADMINISTRATIVO

CNH Nº:

RECURSO

em face do PROCESSO ADMINISTRATIVO PARA SUSPENSÃO DE SEU DIREITO DE


DIRIGIR, o que o faz com fundamento na Lei nº 9.503/97, e Resolução nº 182 de 09 de
setembro de 2005, do Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN, pelos fatos e fundamentos
a seguir aduzidos:

1º INSTÂNCIA

Eu , RG: , CNH nº cujo Registro: Categoria: , Residente na , bairro: cidade , estado , CEP: ,
tendo tomado ciência de que havia sito iniciado um procedimento para SUSPENSÃO DO
DIREITO DE DIRIGIR VEÍCULO AUTOMOTOR, com apreensão da Carteira Nacional de
Habilitação em virtude de haver atingido o limite de pontos previstos no art. 261, do CTB, vem
mui respeitosamente, através do presente, dentro do prazo legal e, nos termos do art. 265, do
código de trânsito brasileiro, apresentar as seguintes razões de defesa:
QUALIFICAÇÃO DO CONDUTOR:

Qualificado me , estado civil , de reputação ilibada mui respeitado em suas atividades


profissionais. Nascido em com anos de idade, tendo sua primeira CNH em, há anos e não se
envolveu em acidente de trânsito de qualquer natureza.
DOS VEÍCULOS:
Modelo: ,Cor, Placa:, RENAVAM:, Ano:.

DAS INFRAÇÕES:

I - DA ALEGAÇÃO:
Julgador ore corrente apresenta o presente documento no qual pretende esclarecer em sua
defesa quanto ao procedimento instaurado de suspensão do direito de dirigir. Salienta que os
vinte e dois pontos presentes em seu prontuário, são oriundos de dois veículos, que estão em
seu nome.

II - POR CERTO O RECORRENTE NÃO MERECE SER SUSPENSO:

Vide legislação vigente:


Art. 261. A penalidade de suspensão do direito de dirigir será imposta nos seguintes casos: (Redação dada pela Lei
nº 13. 281, de 2016) (Vigência)
I - sempre que o infrator atingir a contagem de 20 (vinte) pontos, no período de 12 (doze) meses, conforme a
pontuação prevista no art. 259; (Incluído pela Lei nº 13. 281, de 2016) (Vigência)

II - por transgressão às normas estabelecidas neste Código, cujas infrações preveem, de forma específica, a
penalidade de suspensão do direito de dirigir. (Incluído pela Lei nº 13. 281, de 2016) (Vigência)

§ 1º Além dos casos previstos em outros artigos deste Código e excetuados aqueles especificados no art. 263, a
suspensão do direito de dirigir será aplicada sempre que o infrator atingir a contagem de vinte pontos, prevista no
art. 259.

§ 1o Além dos casos previstos em outros artigos deste Código e excetuados aqueles especificados no art. 263, a
suspensão do direito de dirigir será aplicada quando o infrator atingir, no período de 12 (doze) meses, a contagem
de 20 (vinte) pontos, conforme pontuação indicada no art. 259. (Redação dada pela Lei nº 12.547, de 2011)

1º - O recorrente não cometeu nenhuma infração gravíssima que suspenda a CNH por si só,
Vide Paragrafo II Art. 259 (Incluído pela Lei nº 13. 281, de 2016) (Vigência), apenas infração
gravíssima por suspostamente avançar o sinal vermelho e outra por conduzir o veículo
registrado que não esteja devidamente licenciado. As demais das infrações foram de natureza
média, nenhuma grave.
2º - Possuí anos de idade, sendo habilitado há anos, não coloca em risco a sociedade de
forma alguma, pelo contrário, contribuí para a sociedade.
3º - Alguns julgadores, na dúvida preferem condenar o inocente, em processo administrativo,
sem provas cabais, sem abordagem do autuado, sem o devido processo legal, emitem
notificações de suspensão aos montes, não julgam caso a caso. Pedimos, neste processo, que
realmente julguem a recorrente, pois caso contrário qual a necessidade de darem um prazo
para defesa, sendo que a sentença já está dada.
4º - Existem no prontuário do recorrente 02 (duas) infrações com mais de 12 (doze) meses:
Item 3 - Velocidade em até vinte por cento de - 4(quatro) pontos têm 12 meses.
Item 4 - Avançar sinal vermelho de– 7 (sete) pontos têm 13 meses.
Por certo o recorrente deveria ter em seu prontuário 11 (onze) pontos, ao invés disso, está
respondendo o presente procedimento administrativo. Os pontos acima mencionados já
passaram dos 12 (doze) meses, portanto já não deveriam mais pontuar conforme Parágrafo I
Art 261 (Incluído pela Lei nº 13. 281, de 2016) (Vigência).
5º - Processo administrativo foi aberto em posterior a data da primeira multa aplicada em onde
a mesma não pode contar pois conforme legislação vigente Parágrafo I do Art. 261 (Incluído
pela Lei nº 13. 281, de 2016) (Vigência), a soma dos pontos para tal processo só é cabível
dentro do prazo de 12 (doze) meses o que por sua honorabilidade infaculta tal somatória.

Se há responsabilidades a ser imputadas ao recorrente, não é a suspensão do direito de dirigir,


até porque, como resta fartamente comprovado pelos documentos carreados aos autos, não
cometera qualquer infração de trânsito, nem tão pouco os veículos estavam sob sua
responsabilidade.

III – DOS PEDIDOS

Diante do exposto REQUER-SE digne-se Vossa Senhoria em determinar:

a) A anulação do referido processo administrativo para imposição de penalidade de


SUSPENSÃO DE SEU DIREITO DE DIRIGIR, no pé em que se encontra, por tudo que acima
delineou-se;

b) Caso esse não seja o entendimento de Vossa Senhoria, o que o faz apenas por hipótese,
REQUER, seja a negativa, fundamentada, e entregue por escrito diretamente ao Recorrente ou
no endereço acima citado, no prazo de 05 dias, com a devida motivação sob pena de nulidade,
a fim de instruir a medida judicial cabível, por ser medida da mais LÍDIMA JUSTIÇA!

Termos em que,
Pede deferimento.

Cidade /SP, de mês de 20.

_________________________________