Você está na página 1de 2

Arte no Egito antigo

visões gerais

A história do Egito antigo se divide em 3 partes:

antigo império – 3200 a.C à 2200 a.C


médio império – 2200 a.C à 2010 a.C
novo império – 1552 a.C à 1069 a.C

A arte no Egito antigo está intimamente ligada com as crenças do povo, naquela época, a religião
era um marco importante na vida de todo e qualquer egípcio, tudo se voltava para os deuses, para a
espiritualidade, inclusive a arte.

Sem duvida, os exemplos mais famosos da cultura egípcia tem a ver com a vida após a morte, ou
seja, as tumbas, quando pensamos no Egito pensamos nas pirâmides e na esfinge de Gizé, na
mascara mortuária de Tutancâmon, nos sarcófagos, ou nos hieroglifos, e todos esses itens citados
tem a ver com a crença daquele povo, pois tem a ver com a vida deles, ou melhor dizendo com a
morte.
As pirâmides egípcias eram tumbas de faraós, a esfinge de Gizé é um ser que devia proteger as
piramides, e os hieroglifos muitas vezes, ( e na maioria das vezes) eram feitos nas tumbas e
representavam a vida e os feitos da pessoa ali enterrada. Os egípcios literalmente viviam para a
morte. Outros exemplos famosos da arte desse povo, estão nos templos, e locais de adoração a
deuses, não ouvimos falar do palácio real dos faraós ( eu nem sei se tem ), mas já ouvimos falar em
templo de Luxor, a arte egípcia é marcada pela religião, e pela ideia de vida após a morte.

Leia o texto a seguir retirado do site http://www.suapesquisa.com/egito/arte_egipcia.htm:

“ Introdução

As artes no Egito Antigo estavam muito relacionadas com a vida religiosa. A maioria das estátuas,
pinturas, monumentos e obras arquitetônicas estavam ligados, direta ou indiretamente, aos temas
religiosos.
Pintura Egípcia
Grande parte das pinturas eram feitas nas paredes das pirâmides. Estas obras
retratavam a vida dos faraós, as ações dos deuses, a vida após a morte entre outros
temas da vida religiosa. Estes desenhos eram feitos de maneira que as figuras eram
mostradas de perfil. Os egípcios não trabalhavam com a técnica da perspectiva
(imagens tridimensionais). Os desenhos eram acompanhados de textos, feitos em
escrita hieroglífica (as palavras e expressões eram representadas por desenhos).
As tintas eram obtidas na natureza (pó de minérios, substâncias orgânicas, etc).

EsculturaEgípcia
Nas tumbas de diversos faraós foram encontradas diversas esculturas do ouro. Os
artistas egípcios conheciam muito bem as técnicas de trabalho artístico em ouro.
Faziam estatuetas representando deuses e deusas da religião politeísta egípcia. O
ouro também era utilizado para fazer máscaras mortuárias que serviam de proteção
para o rosto da múmia.

Arquitetura Egípcia
Os egípcios desenvolveram vários conhecimentos matemáticos. Com isso,
conseguiram erguer obras que sobrevivem até os dias de hoje. Templos, palácios e
pirâmides foram construídos em homenagem aos deuses e aos faraós. Eram
grandiosos e imponentes, pois deviam mostrar todo poder do faraó. Eram
construídos com blocos de pedra, utilizando-se mão-de-obra escrava para o trabalho
pesado.”
A pintura no Egito, era feita de forma que não passava ideia de tridimensionalidade,
como podemos perceber em vários exemplos. Nos vemos pinturas egípcias cujo
tronco está voltado para frente mas a cabeça está de lado, essa é a chamada lei da
frontalidade.
Se tratando de escultura tinha dois tipos, o tipo monumento, como as que ficavam
na frente de templos, e as menores. Nas maiores que enfeitavam os templos e
prédios as pessoas retratadas eram pessoas importantes, como faraós e deuses,
nessas estátuas, rígidas e sem expressões, passam imponência, serviam para mostrar
o poder e a superioridade dos lideres. Já as menores, podiam ser de qualquer um
( mas tinha que ter certa condição financeira), nessas estátuas há maior realismo e
delicadeza, famosas estatuas desse tipo são as dos escribas.
Uma curiosidade sobre a escultura egípcia, é que normalmente o faraó é
representado maior que a rainha, e esta por sua vez sempre fica do lado direito dele.
Na arquitetura o que mais intriga a sociedade atual são as piramides de Gizé:

KÉOPS
Altura: 146m IV dinastia

Base: 230x230 m

Gizé.

A maior pirâmide egípcia.
Altura: 143m KÉFREN
IV dinastia
Base: 215x215 m

Gizé.

Mantém até hoje restos do
revestimento calcário original
perto do vértice.
Altura: 66,44m MIQUERINOS
IV dinastia
Base: 108,66x108,66m

Gizé.