Você está na página 1de 27

SISTEMA MUSCULAR

Prof. Esp. Rodrigo Domingues


Funções dos Músculos

a) Produção dos movimentos corporais

b) Estabilização das posições corporais

c) Regulação do volume dos órgãos (esfíncteres- podem


impedir a saída do conteúdo de um órgão oco)

d) Movimento de substâncias dentro do corpo

e) Produção de calor
Sistema formado por células responsáveis pela contração
e pelo relaxamento, que compõem o órgão ativo do
movimento.
Podem-se encontrar três tipos de músculos:
• músculo não estriado (liso);
• músculo estriado cardíaco;
• músculo estriado esquelético.
Os músculos podem ser classificados como:

 Músculos voluntários: são aqueles controlados de acordo


com a vontade do indivíduo. Sua contração é voluntária.

 Músculos involuntários: são aqueles que não podem ser


controlados de acordo com a vontade do indivíduo. Sua
contração depende da ação do sistema nervoso central.
Fonte: iaci.com.br
Componentes do Músculo Estriado Esquelético
 ventre muscular (porção contrátil do músculo)
 tendão (fixação do ventre nos ossos)
 fáscia muscular (membrana que envolve grupos
musculares)

Propriedades Musculares
 Contratilidade;
 elasticidade;
 tonicidade;
 excitabilidade.
tendão
Origem e Inserção
 Origem: ponto fixo que não se desloca com o movimento.
 Inserção: ponto móvel que se desloca com o movimento.

origem

inserção
 É a unidade de contração das miofibrilas (constituídas por
actina e miosina) do músculo estriado.
 Ele é delimitado por duas linhas chamadas “linhas Z”,
dentro das quais se encontram faixas mais claras e faixas
mais escuras.
 As faixas escuras são onde as fibras de actina e miosina se
sobrepõem. Nas faixas claras não ocorre essa sobreposição.
 Na contração muscular, os filamentos de actina deslizam
sobre os filamentos de miosina em cada um dos sarcômeros
que constituem o músculo, resultando na diminuição de
seu comprimento e, consequentemente, do músculo como
um todo.
 Na contração muscular há um deslizamento da actina sobre
um conjunto de filamentos de miosina que dependem de
trifosfato de adenosina (ATP).

SARCÔMERO
RELAXADO

SARCÔMERO
CONTRAÍDO
Anatomia do Músculo
Fonte: moblog.whmsoft.net
temporal

occipital

masseter

esternocleidomastoideo

trapézio
Músculos da face

Orbicular do olho

Nasal

Orbicular da boca

Plastima
Definição
 Articulações são uniões entre dois ou mais ossos que
possibilitam o movimento, seja ele restrito ou livre entre as
peças ósseas.
 O esqueleto possui três tipos de articulações, divididos de
acordo com o tipo de movimento que as conexões ósseas
proporcionam, considerando o tipo de tecido que se interpõe às
peças articuladas.

Tipos de Articulações pelas características morfológicas e


teciduais
• articulação fibrosa;
• articulação cartilaginosa;
• articulação sinovial.
Articulação fibrosa

 Possibilita o movimento restrito entre as peças ósseas. Na


verdade, ocorrem apenas vibrações entre os ossos, porque
entre eles o tecido existente é o conjuntivo fibroso.

 É formada por:
• suturas: articulações fibrosas que se encontram entre os ossos
do crânio, ligando-os entre si;
• sindesmoses: articulações fibrosas permeada por tecido
fibroso, como membrana ou ligamento inter-ósseo,
encontradas na articulação tíbio-fibular e na radio-ulnar;
• gonfose: articulação entre os dentes e os alvéolos do maxilar e
da mandíbula.
GONFOSES

SUTURAS

SINDEMOSES
Articulação cartilaginosa

 Possibilita o movimento elástico entre as peças


ósseas.
 O tecido que se interpõe entre os ossos é o
cartilaginoso (cartilagem).
 É formada por:
• sínfise;
• sincondrose.
SINCONDROSE

SÍNFISE PÚBICA
Articulação sinovial
 Possibilita livre movimento entre as peças ósseas, com
grande amplitude.
 Está repleta de um fluído chamado líquido sinovial que
nutre a articulação uma vez que não é irrigada
diretamente e permite que as superfícies deslizem entre
si, lubrificando-a.
 Possui as seguintes estruturas:
• cápsula articular;
• cavidade articular;
• cartilagem articular;
• disco articular;
• menisco articular.
OMBRO
JOELHO
Tipos de Articulações pelo grau de mobilidade

 Móveis ou diartroses
 Semimóveis ou anfiartroses
 Imóveis ou sinartroses
MÓVEIS OU DIARTROSES: grande amplitude (grau de mobilidade)

JOELHO OMBRO COTOVELO


SEMIMÓVEIS OU ANFIARTROSES: pouca amplitude de movimento

ESTERNOCLAVICULAR INTERVERTEBRAIS
IMÓVEIS OU SINARTROSES: nenhuma amplitude de movimento, ou
movimentos limitadíssimos

SUTURAS