Você está na página 1de 5

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SERGIPE

CENTRO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO DE PRAÇAS


CURSO DE FORMAÇÃO DE SOLDADOS - CFSd/2019
ATIVIDADE DE FIXAÇÃO – MÓDULO 1

Al CFSd_______________________________________________ DISCIPLINA: Linguagem, Comunicação e Redação Oficial


Nº__________ Pelotão: ____________ INSTRUTOR: Cb Wolney
A ESQUERDA E O POLICIAL MILITAR (29/03/2018)
Por Wagner Francesco (http://www.justificando.com/2018/03/29/a-esquerda-e-o-policial-militar/)

A esquerda não é contra os policiais militares, muito pelo contrário! Quem é contra é a direita que inventa uma
guerra às drogas e coloca o policial com a instituição toda sucateada para ir subir morro.
Enquanto quem inventou a guerra contra as drogas dá a ordem de dentro de um gabinete com ar condicionado,
o policial iludido, achando que está servindo à pátria, fica morrendo – e matando! -em confronto por uma guerra que:

1. nem deveria estar existindo; e

2. está perdida.

… isso quando há confronto, não é? Há os casos em que estes são forjados.


A esquerda não é a favor de bandido e contra o policial. A esquerda só não apoia o discurso de que “bandido
bom é bandido morto”, porque não se pode naturalizar a morte. Como dizia Hannah Arendt: quando o mal se
banaliza perdemos a capacidade de indignação.
E enquanto o policial acha que bandido bom é bandido morto, o bandido – seja lá o que isto signifique – acha
que policial bom é policial morto. Pronto: está feita a bola de neve.

A esquerda não é contra o policial. Ao contrário, queremos que recebam melhores salários, melhores
condições de trabalho. E principalmente: que tenham direito à greve. Mas para ter direito à greve não podem ser
militares – e, também por isso, é que somos a favor da desmilitarização da PM.

Eu não contra nenhum policial, agora é claro que sou crítico da Instituição. E outra coisa que o policial precisa
mudar: vocês não são a instituição. A instituição Polícia é uma organização Estatal e, como tal, “instituída para
gerenciar os interesses da burguesia”.

Todas as vezes que vocês saem de casa “para garantir a ordem e proteger os bens mais relevantes”, vocês
deveriam se perguntar: “a ordem de quem?” “os bens de quem”?

Precisamos de uma sociedade mais justa e igualitária – e isto passa por uma polícia mais bem remunerada,
mais humana e sem compromisso com os discursos daqueles que lhes dão ordem, lhes colocam em situação de perigo
por uma luta imbecil e, pior ainda: lhes tiram o direito de reivindicar melhorias pelo mais eficaz meio de protesto: a
greve.

O policial precisa entender que a guerra contra às drogas não é uma guerra sua. Aliás, a guerra às drogas
sequer existe, pois o que existe é um discurso para ganhar eleição – e que está matando gente de um lado e de outro.
Agora: nessa coisa toda tem gente vestindo uma farda e indo matar pessoas pobres. É o Estado quem atira. E
aí não me peçam, nunca, para ficar a favor do Estado e contra as pessoas pobres, marginalizadas por este Estado.
1ª QUESTÃO: AS FUNÇÕES DE LINGUAGEM PREDOMINANTE NO TEXTO SÃO:
a) Metalinguística e Poética c) Metalinguística e Conativa
b) Fática e Emotiva d) Emotiva e Referencial

2ª QUESTÃO: EM QUAL DAS FRASES ABAIXO ESTÁ PRESENTE A FUNÇÃO CONATIVA


a) Eu não contra nenhum policial
b) o policial iludido, achando que está servindo à pátria, fica morrendo
c) vocês não são a instituição
d) a guerra contra às drogas não é uma guerra sua

3ª QUESTÃO: NO EXCERTO “COMO DIZIA HANNAH ARENDT: QUANDO O MAL SE BANALIZA


PERDEMOS A CAPACIDADE DE INDIGNAÇÃO” PREDOMINA A FUNÇÃO DE LINGUAGEM
a) Metalinguística c) Emotiva
b) Referencial d) Conativa

4ª QUESTÃO: O AUTOR DO TEXTO


a) Apresenta seus arguemtos de maneira imparcial pois não mesmo sendo contra o militarismo não possui
viés politico-ideológico declarado
b) Discorda veemente da instituição polícia militar e de seus profissionais, pois estes servem apenas aos
interesses da burguesia
c) Afirma que inexiste uma Guerra contra o tráfico. Tal falácia é tão somente uma jogada política
d) Afirma que bandido bom é bandido morto e também gostaria que os PMs morressem

5ª QUESTÃO: O AUTOR DO TEXTO N Ã O


a) Supõe a Polícia mente quando, algumas vezes, afirma que houve confronto
b) Defende a desmilitarização das Polícias
c) Cita filósofos/pensadores na construção de seus argumentos
d) Critica a esquerda, pelo contrário… atribui a culpa à Direita

6ª QUESTÃO: ASSINALE A ÚNICA OPÇÃO EM QUE NÃO SE EMPREGA A FUNÇÃO APELATIVA


OU CONATIVA DA LINGUAGEM?
a) Discursos políticos c) Propagandas
b) Horóscopos d) Dicionários

7ª QUESTÃO: EM QUAL FUNÇÃO DA LINGUAGEM A ÊNFASE É DADA AO CONTEXTO


COMUNICATIVO, TENDO COMO PRINCIPAL OBJETIVO INFORMAR O RECEPTOR DA
MENSAGEM SOBRE UM ASSUNTO ESPECÍFICO?
a) Função apelativa ou conativa c) Função fática
b) Função metalinguística d) Função referencial ou denotativa

8ª QUESTÃO: QUAL DAS SEGUINTES OPÇÕES NÃO SE REFERE A UMA CARACTERÍSTICA DA


FUNÇÃO POÉTICA?
a) Privilegia a melodia e sonoridade das palavras. d) Procura criar uma comunicação bela e
b) Utiliza uma linguagem elaborada e cuidada. inovadora.
c) Utiliza uma linguagem denotativa.

9ª QUESTÃO: NA FIGURA PREDOMINA A


LINGUAGEM

a) Metalinguistica

b) Referencial

c) Fática

d) Emotiva
10ª QUESTÃO: UMA PALAVRA, OUTRA MAIS, E EIS UM VERSO/ DOZE SÍLABAS A DIZER
COISA NENHUMA./ ESFORÇO, LIMO, DEVANEIO E NÃO IMPEÇO/ QUE ESTE QUARTETO SEJA
INÚTIL COMO A ESPUMA." (Antonio Carlos Secchin) NO POEMA, EVIDENCIAM-SE DUAS
FUNÇÕES LINGUAGEM:
a) Metalinguística e Poética c) Metalinguística e Conativa
b) Fática e Emotiva d) Emotiva e Poética

11ª QUESTÃO:. CADA FUNÇÃO DE LINGUAGEM CORRESPONDE A UM DOS ELEMENTOS DA


COMUNICAÇÃO. TODAS AS OPÇÕES ESTÃO ADEQUADAMENTE RELACIONADAS, EXCETO:
a) Emotiva - Emissor c) Poética - Mensagem
b) Referencial - Referente d) Metalinguística - Canal

12ª QUESTÃO: CONSIDERANDO A TIRINHA, PODE-SE CONCLUIR QUE, NELA, ESTÁ


PRESENTE A FUNÇÃO DA LINGUAGEM DENOMINADA:

a) fática, pois vários termos, embora desprovidos de significado, permitem o início do processo
comunicativo.
b) metalinguística, pois se reflete sobre o valor das palavras, isto é, sobre o uso da língua e sua função
social.
c) apelativa, pois está ausente a intenção de atingir o receptor com o intuito de modificar o seu
comportamento.
d) emotiva, pois o eu lírico pode expressar livremente as emoções com as quais está em conflito.
e) poética, pois o importante é passar as informações de forma clara e objetiva, desprezando-se a
preocupação com a elaboração da linguagem

13ª QUESTÃO: PREDOMINA NO TEXTO ABAIXO QUAL FUNÇÃO DA LINGUAGEM:


A biosfera, que reúne todos os ambientes onde se desenvolvem os seres vivos, divide-se em unidades menores
chamadas ecossistemas, que podem ser uma floresta, um deserto e até um lago. Um ecossistema tem múltiplos
mecanismos que regulam o número de organismos dentro dele, controlando sua reprodução, crescimento e
migrações.
DUARTE, M. O guia dos curiosos. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

a) emotiva, porque o autor expressa seu sentimento em relação à ecologia.


b) fática, porque o texto testa o funcionamento do canal de comunicação.
c) poética, porque o texto chama a atenção para os recursos de linguagem.
d) conativa, porque o texto procura orientar comportamentos do leitor.
e) referencial, porque o texto trata de noções e informações conceituais

14ª QUESTÃO: NA TIRINHA PREDOMINA A LINGUAGEM


a) Metalinguistica

b) Referencial

c) Fática

d) Emotiva

15ª QUESTÃO: IDENTIFIQUE A FRASE EM QUE A


FUNÇÃO DA LINGUAGEM PREDOMINANTE É A FUNÇÃO REFERENCIAL.
a) Siga o meu exemplo. Você se sentirá melhor! c) Existem três acentos gráficos na língua
b) Estou muito animada com o meu novo portuguesa.
emprego. d) Sim... Sei… Estou ouvindo, claro.

16ª QUESTÃO: QUAL A FUNÇÃO DA LINGUAGEM PRESENTE NA FRASE: “LIGUE AGORA!


NÃO PERCA ESTA OPORTUNIDADE!”
a) Função expressiva c) Função metalinguística
b) Função apelativa d) Função fática

17ª QUESTÃO: COM QUAL ELEMENTO DA COMUNICAÇÃO ESTÁ RELACIONADA A FUNÇÃO


METALINGUÍSTICA DA LINGUAGEM?
a) Código c) Mensagem
b) Canal d) Receptor

19ª QUESTÃO: OS TEXTOS I E II UTILIZAM OS MESMOS RECURSOS EXPRESSIVOS PARA


DEFINIR AS FASES DA VIDA DE UMA PESSOA. TAL AFIRMAÇÃO É CONFIRMADA PELO USO
DE:

Texto I
Ser brotinho não é viver em um píncaro azulado; é muito mais! Ser brotinho é sorrir bastante dos homens e rir
interminavelmente das mulheres, rir como se o ridículo, visível ou invisível, provocasse uma tosse de riso
irresistível.
CAMPOS, Paulo Mendes. Ser brotinho. In: SANTOS, Joaquim Ferreira dos (Org.). As cem melhores crônicas
brasileiras. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005. p. 91.
Texto II
Ser gagá não é viver apenas nos idos do passado: é muito mais! É saber que todos os amigos já morreram e os
que teimam em viver são entrevados. É sorrir, interminavelmente, não por necessidade interior, mas porque a
boca não fecha ou a dentadura é maior que a arcada.
FERNANDES, Millôr. Ser gagá. In: SANTOS, Joaquim Ferreira dos (Org.). As cem melhores crônicas
brasileiras. Rio de Janeiro: Objetiva, 2005. p. 225.
a) expressões coloquiais com significados semelhantes.
b) afirmações enfáticas no aspecto contraditório da vida dos seres humanos.
c) recursos específicos de textos escritos em linguagem formal.
d) termos denotativos que se realizam com sentido objetivo.
e) metalinguagem que explica com humor o sentido de palavras.

19ª QUESTÃO: NOS TEXTOS EM GERAL, É COMUM A MANIFESTAÇÃO SIMULTÂNEA DE


VÁRIAS FUNÇÕES DA LINGUAGEM, COM O PREDOMÍNIO, ENTRETANTO, DE UMA SOBRE AS
OUTRAS. NO FRAGMENTO DA CRÔNICA DESABAFO, A FUNÇÃO DA LINGUAGEM
PREDOMINANTE É A EMOTIVA OU EXPRESSIVA, POIS
Desabafo
Desculpem-me, mas não dá pra fazer uma cronicazinha divertida hoje. Simplesmente não dá. Não tem como
disfarçar: esta é uma típica manhã de segunda-feira. A começar pela luz acesa da sala que esqueci ontem à
noite. Seis recados para serem respondidos na secretária eletrônica. Recados chatos. Contas para pagar que
venceram ontem. Estou nervoso. Estou zangado.
CARNEIRO, J. E. Veja, 11 set. 2002 (fragmento).
a) o discurso do enunciador tem como foco o próprio código.
b) a atitude do enunciador se sobrepõe àquilo que está sendo dito.
c) o interlocutor é o foco do enunciador na construção da mensagem.
d) o referente é o elemento que se sobressai em detrimento dos
demais.
e) o enunciador tem como objetivo principal a manutenção da
comunicação