Você está na página 1de 8

Cognato

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.


Cognatos são palavras que têm, etimologicamente, uma origem comum [1]. Como um adjetivo, a palavra cognato não se limita a
palavras, e significa, de uma forma geral, de mesma origem[2][3]. Frequentemente, o termo é utilizado para destacar pares de
palavras de duas línguas que têm origem comum, grafias idênticas ou semelhantes, mas que evoluíram de forma diferente, total
ou parcialmente, quanto ao significado.

Falsos cognatos são palavras de grafias semelhantes mas que têm origem distintas. O conceito falso cognato tem sido difundido
erroneamente no Brasil como palavras semelhantes em duas línguas, mas de sentidos diversos. Essa definição é errada porque
duas palavras semelhantes de sentidos diversos podem ser cognatos legítimos, por terem a mesma origem, mesmo que tenham
significados distintos [1][4]. Assim, é preferível utilizar os conceitos de heterossemânticos ("com significados distintos"),
cognatos enganosos, falsos amigos ou falsos conhecidos para esse propósito.

O conceito de falsos amigos foi estabelecido em 1928 pelos linguistas franceses Maxime Koessler e Jules Derocquigny no livro
Les Faux-Amis ou Les trahisons du vocabulaire anglais. "O elemento mais importante no processo de modificação é o conteúdo
semântico, precisamente a cadeia significante>significado” que “nos permite compreender [...] o conflito entre essas duas facetas
da palavra (1) ."

Existem dois tipos principais de falsos amigos: os estruturais e os lexicais. Os falsos amigos estruturais são estruturas gramaticais,
de modo especial sintáticas [...], que apesar de possuírem uma semelhança exterior, essa não se verifica no sentido e ou uso (2).
Os exemplos mais típicos são os tempos verbais cujo uso varia segundo a forma dos verbos: por exemplo, transitivos directos em
português em vez de indirectos em outras línguas e vice-versa.

Palavra em
Cognatos (idioma)
português
alto alt (catalão); alto (espanhol); alto (italiano); haut (francês); înalt (romeno)
ar aire (catalão); aire (espanhol); air (francês); air (inglês); aria (italiano); aer (romeno)
cair caure (catalão); caer (espanhol); cadere (italiano); cădea (romeno)
Klima (alemão); clima (catalão); clima (espanhol); climat (francês); climate (inglês); clima
clima
(italiano); climă (romeno)
combat (catalão); combate (espanhol); combat (francês); combat (inglês); combattimento
combate
(italiano); combatere (romeno)
Name (alemão); nom (catalão); nombre (espanhol); nom (francês); name (inglês); nome
nome
(italiano); nume (romeno)
superior (catalão); superior (espanhol); supérieur (francês); superior (inglês); superiore
superior
(italiano); superior (romeno)
trabalho treball (catalão); trabajo (espanhol); travail (francês); travaliu (romeno)
veritat (catalão); verdad (espanhol); vérité (francês); verità (italiano); verity (inglês); adevăr
verdade
(romeno)
September (alemão), setembre (catalão); September (inglês); septiembre (espanhol);
Setembro
Septembre (francês); settembre (italiano)
Índice
Falsos amigos e heterossemânticos
Ver também
Referências
Ligações externas

Falsos amigos e heterossemânticos


Falsos amigos, ou falsos conhecidos, são pares de palavras que, apesar de semelhantes em duas línguas, possuem origens e
significados diferentes. O conceito difere de falsos cognatos porque estes podem ter mesmo significado, embora necessariamente
não possuam a mesma origem.

Um outro conceito relacionado são os heterossemânticos. Estes são pares de palavras de origem comum, ou seja, verdadeiros
cognatos, mas que sofreram evoluções semânticas distintas nas duas línguas, acabando por apresentar significados distintos.

As listas a seguir apresentam tanto os heterossemánticos quanto os falsos cognatos. É importante manter em mente que existem
várias categorias ou diferentes níveis de falsos cognatos, sendo que eles podem ser classificados dependendo do nível de fluência
linguística e do bilingualísmo de cada indivíduo.

Falsos cognatos entre a língua portuguesa e a língua alemã:

Palavra em alemão Falso cognato em português Significado real


alt alto velho(a)
Brille brilho óculos
Brot broto, brotar pão

Falsos cognatos entre a língua portuguesa e a língua inglesa:

Palavra em inglês Falso cognato em português Significado real


anthem antena hino
ingenious ingênuo engenhoso
pregnant impregnada grávida; prenha
spectacles espetáculos óculos
agriculture agricultura agropecuária
moon mão lua
mayor major prefeito

Heterossemânticos entre a língua portuguesa e a língua inglesa:


Palavra em inglês Heterossemântico em português Significado real
actually atualmente na verdade; realmente
alias aliás pseudônimo; apelido
advert advertir menção; propaganda; anúncio
appoint apontar nomear
argument argumento discussão; debate
assign assinar atribuir; designar
college colégio faculdade
comprehensive compreensivo abrangente
conceit conceito vaidade; presunção
deception decepção ilusão; fraude; enganação
design desenho projeto
devolve devolver transferir
exquisite esquisito requintado; agudo; sensível
eventually eventualmente finalmente
graduate graduação pós-graduação
hospice hospício retiro para pacientes terminais
inhabitable inabitável habitável
injury injúria lesão
intend entender pretender
library livraria biblioteca
pervasive pervasivo global; abrangente
physician físico médico
prejudice prejuízo preconceito
pretend pretender fingir
push puxar empurrar
realize realizar perceber
retribution retribuição represália; punição
scholar escolar erudito
sensible sensível sensato
silicon silicone silício
sympathy simpatia compaixão; pena
syndic síndico representante; delegado; auxiliar jurídico

Falsos amigos entre a língua portuguesa e a língua francesa:


Palavra em francês Falso cognato em português Significado real
depuis depois desde
mot moto palavra
par para por
pourtant portanto entretanto
entendre entender ouvir
tête teto cabeça

Falsos amigos entre a língua portuguesa e a língua espanhola:


Palavra em espanhol Falso cognato em português Significado real
absorto absorto distraído
aceitar aceitar untar/lubrificar com óleo
aceite aceite óleo
acordarse acordar lembrar-se/recordar-se
alargar alargar alongar
alias aliás alcunha/nome suposto
anedocta anedota história breve/episódio real
ano ano ânus
apellido apelido sobrenome
azar azar casualidade
balón balão bola
barata barata promoção
bicha bicha serpente
bola bola globo
borrar borrar apagar
brincar brincar saltar
carroza carroça carruagem
cierto certo verdadeiro
cola cola fila
contaminar contaminar poluir
cuello coelho pescoço
crianza criança criação
desenvolver desenvolver abrir/desembrulhar
doce doce doze
donde de onde onde
embarazar embaraçar engravidar
engrasado engraçado lubrificado/engraxado
escoba escova vassoura
escritorio escritório secretário
exquisito esquisito delicioso/elegante
estufa estufa fogão
feria férias feira
firma firma assinatura
funda funda fronha
jugo jugo suco
largo largo comprido
leyenda legenda lenda
luego logo depois
maestro maestro professor
manteca manteiga banha
mermelada marmelada doce
mientras mentiras enquanto
mirar mirar olhar
oso osso urso
palco palco camarote
pelirrojo perigoso ruivo
pelo pelo cabelo
patio pátio platéia
propina propina gorjeta
rato rato momento
rojo roxo vermelho
salada salada salgada
tapa tapa tira-gosto
taza taça xícara
travessón travessão trave

Falsos cognatos entre a língua portuguesa e a língua catalã:


Palavra em catalão Falso cognato em português Significado real
abric abrigo sobretudo
acostar acostar chegar, aproximar
alça (preus) alça alta (preços)
amanida amanita salada
andana andana, andaina cais
any anho ano
banya banha corno, chifre
bec beco bico
callar calhar calar
cama cama perna
copa copa cálice
dit dito dedo
forquilla forquilha garfo
got goto copo
llevar levar tirar
llibre livre livro
maluc maluco quadril, anca
melmelada marmelada doce
mas mas casa de campo
mot moto palavra
musclo músculo mexilhão
pit pito peito
por por medo
propina propina gorjeta
safata safata bandeja
salada salada salgada
taronja toranja toranja
tassa taça xícara, chávena
ulleres olheiras óculos
vaga vaga greve
volta volta abóbada

Ver também
Cunhado

Referências
1. CINTRA, Geraldo. "Cognatos: sistematização e implicações, Cadernos do Centro de Línguas, n. 2 p. 137 – 142,
1998 (São Paulo: Humanitas / FFLCH-USP). [1] (http://www.bn.com.br/~gcintra/textos/cog_sist.pdf) Arquivado
em (https://web.archive.org/web/20120127174255/http://www.bn.com.br/~gcintra/textos/cog_sist.pdf) 27 de
janeiro de 2012, no Wayback Machine.
2. BUENO, Francisco da Silveira. Minidicionário da Língua Portuguesa. Ed. rev. e atual. por Helena Bonito C.
Pereira, Rena Signer. São Paulo: FTD: LISA, 1996
3. Melhoramentos minidicionário da língua portuguesa. São Paulo: Companhia Melhoramentos, 1997.
4. SABINO, Marilei Amadeu. "Falsos cognatos, falsos amigos ou cognatos enganosos? Desfazendo a confusão
teórica através da prática", Alfa, São Paulo, 50 (2): 251-263,
2006.http://seer.fclar.unesp.br/alfa/article/viewFile/1422/1123.pdf

Ligações externas
Lista de falsos amigos português-espanhol/español-portugués (http://ec.europa.eu/translation/portuguese/magaz
ine/documents/folha23_lista_pt.pdf)
Artigo em inglês sobre falsos cognatos (https://en.wikipedia.org/wiki/False_cognate#External_links)

Obtida de "https://pt.wikipedia.org/w/index.php?title=Cognato&oldid=56142898"

Esta página foi editada pela última vez às 14h23min de 2 de setembro de 2019.

Este texto é disponibilizado nos termos da licença Atribuição-CompartilhaIgual 3.0 Não Adaptada (CC BY-SA 3.0) da
Creative Commons; pode estar sujeito a condições adicionais. Para mais detalhes, consulte as condições de
utilização.