Você está na página 1de 144

REGIME DE COLABORAÇÃO

SEQUÊNCIAS PEDAGÓGICAS II
NIVELAMENTO

Matemática
Ensino Fundamental

3º ao 9º ano

Fevereiro 2020
Expediente

Governador do Estado de Goiás Presidente da UNDIME Goiás


Ronaldo Ramos Caiado Vice-presidente da UNDIME Nacional
Marcelo Ferreira da Costa

Secretária de Estado de Educação


Aparecida de Fátima Gavioli Soares Pereira Coordenadora da equipe de colaboradores
Márcia Marquez Paes Leme

Superintendente de Educação Infantil e


Ensino Fundamental
Giselle Pereira Campos Faria

Gerente da Produção de Material para o Professores Colaboradores


Ensino Fundamental
Alessandra Oliveira de Almeida Língua Portuguesa

Edilene Paiva Costa e Silva

Professores Colaboradores Eleone Ferraz de Assis

Itatiana Beatriz Moreira Fernandes

Língua Portuguesa Marcela Ferreira Marques

Carlete Fátima da Silva Victor Márcia Bueno dos Santos

Elis Regina de Paiva Bucar Mosquera Marcos Alves Lopes

Maria Magda Ribeiro


Matemática

Matemática Cíccero Rodrigues Barbosa

Brunno Antonelle Vieira Costa Leonardo Alcântara Portes

Evandro de Moura Rios Luis Adolfo de Oliveira Cavalcante

Leandro Dias da Costa Andrade Marcelo de Freitas Santos

Marlene Aparecida da Silva Faria Suzana Maria Xavier Silva


Sumário

Sequência Didática de Matemática - 3º ano...........................................................................................................3

Sequência Didática de Matemática - 4º ano.........................................................................................................13

Sequência Didática de Matemática - 5º ano.........................................................................................................28

Sequência Didática de Matemática - 6º ano.........................................................................................................48

Sequência Didática de Matemática - 7º ano.........................................................................................................63

Sequência Didática de Matemática - 8º ano.........................................................................................................87

Sequência Didática de Matemática - 9º ano.......................................................................................................125


Sequência Didática de Matemática - 3º ano
Objetivos:
 Resolver situações-problema que envolvam subtração (sem reserva e sem recurso) com estratégias
pessoais e/ou convencionais.
 Resolver situações-problema de subtração que envolva as ideias de tirar, completar e comparar.
 Resolver, com recursos pessoais, situações-problema que envolvam a multiplicação com as ideias de
adição de parcelas iguais.
 Calcular a multiplicação com ideia de dobro e triplo.

6ª Aula

Professor(a), retome o assunto de subtração de números naturais, lembre-se das ideias envolvidas
nesse conceito (tirar, completar e comparar).
Nessa aula será abordada a Ideia de subtrair – Ocorre quando se tem uma quantidade que passa por uma
transformação (quebrar, perder, pagar) e pretende saber quanto restou.
Comece fazendo, junto aos estudantes, um levantamento de verbos relacionados a ideia de tirar (cortar,
dar, diminuir, excluir, perder, quebrar, reduzir, retirar, separar, subtrair etc). Pergunte a eles quais palavras
podem ser substituídas pela palavra subtrair/tirar. Escreva no quadro, todas os verbos citados por eles.
Faça uso do material dourado ou ábaco durante as aulas, eles auxiliam o estudante na compreensão do
processo de desagrupar. Use também, tampinhas, palitos, canudinhos etc.

Apresente e resolva com os estudantes o problema a seguir, mostrando diversas possibilidades para
resolução.

Problema (ideia de subtrair/tirar): Um ônibus saiu do ponto inicial com 35 pessoas. Na primeira parada,
desceram 11 pessoas. Quantas pessoas permaneceram no ônibus?

Havia 35 pessoas Desceram 11 pessoas Permaneceram 24


pessoas

Resolva também utilizando o QVL e pelo método expandido (decomposição):

Portanto, permaneceram no ônibus 24 pessoas.

ATIVIDADES
Para resolver as atividades de dessa aula disponibilize aos estudantes o material dourado ou
tampinhas/canudinhos.

1. Observe o material dourado a seguir, faça a contagem e efetue a operação:

Disponívem em <https://atividadespedagogicas.net/2019/05/atividades-com-material-dourado-para-imprimir.html> Acesso em


28/01/2020.
Solução:

2. Com o auxílio do QVL e pelo método expandido, resolva as subtrações a seguir:

a) 78 – 24 = ______

Solução:

b) 493 – 233 = ______

Solução:

Nas atividades 3 e 4, estimule para que cada estudante utilize estratégias diversas e socialize-as.

3. O caderno de Ana tem 75 folhas, já foram utilizadas 43 folhas. Quantas folhas ainda não foram usadas?
Solução: (O estudante poderá utilizar estratégia diversas para realizar a operação) 75 – 43 = 32
Ainda não foram usadas 32 folhas.

4. Em um cinema tem 227 lugares. Na estreia de um filme foram vendidos 205 ingressos. Quantos
ingressos não foram vendidos?
Solução: (O estudante poderá utilizar estratégias diversas para realizar a operação) 227 - 205 = 22
Não foram vendidos 22 ingressos.

7ª Aula

Professor(a), retome o assunto de subtração de números naturais, com uma situação-problema.


Nessa aula será abordado a ideia de completar.
Ideia de completar – Ocorre quando se quer descobrir quando falta para completar um todo.
Nessa aula faça uso do “dinheirinho” e utilize QVL como auxiliar.

Problema (ideia de completar): Marcelo tem R$13,00 para comprar um caderno que custa R$24,00. De
quantos reais ele precisa para completar o valor do caderno?

Faça essa atividade em grupo. Explore com o estudante, utilizando o dinheirinho: coloque sobre a mesa de
cada grupo o dinheiro e desenvolva com eles. Faça-os pensar, primeiro quanto Marcelo tem, depois quanto
custa o caderno e por fim de quanto Marcelo precisa.

Marcelo tem Marcelo precisa Valor do caderno


?

Explore com os estudantes para que eles percebam que pode –se resolver da seguinte forma:

13 +? = 24 ou 24 – 13 =?
Marcelo tem Marcelo precisa Valor do caderno

Disponível em<https://www.professoracarol.org/HOTPOTATOES/quantotem-sistemamonetario.htm> Acesso em 28/01/2020.

Utilize também o QVL para demonstrar o resultado.

Portanto, para comprar o caderno Marcelo precisa de R$11,00.

ATIVIDADES
1. Para levar uma turma da escola ao cinema é necessário R$459,00. A escola já arrecadou R$235,00. Qual
o valor que falta para levar essa turma ao cinema?
Solução: (O estudante poderá utilizar estratégias diversas para realizar a operação) 459 - 235 = 254
Falta o valor de R$254,00 para levar a turma ao cinema.

2. Joana colocou um bolo para assar no forno há 22 minutos. Na embalagem do bolo recomenda-se que
ele fique no forno por 45 minutos. Quanto tempo o bolo ainda precisa ficar no forno ele?
Solução: (O estudante poderá utilizar estratégias diversas para realizar a operação) 45 - 22 = 33
O bolo ainda precisa ficar no forno 33 minutos.

3. Marta quer comprar uma mochila que custa R$195,00. Ela possui o valor representado na figura a
seguir.

Responda:

a) Qual o valor que Marta possui? _____________


b) O valor que marta possui é suficiente para comprar a mochila? ___________
c) Se não for suficiente, quantos reais faltam para Marta comprar a mochila? Calcule.
Solução:
a) R$131,00
b) Não
c) 195 – 131 = 64

4. Guilherme convidou seus colegas para tomar um lanche. Ele levou 38 pedaços de pizza. Quando
terminaram de lanchar ainda havia 11 pedaços de pizzas. Quantos pedaços de pizzas seus colegas comeram?
Solução: (O estudante poderá utilizar estratégias diversas para realizar a operação) 38 – 11 = 27
Seus colegas comeram 27 pedaços de pizza.
8ª Aula

Professor(a), retome o assunto de subtração de números naturais, com a situação-problema a sguir.


Nessa aula será abordado a ideia de comparar.
Ideia de comparar – Ocorre quando se compara duas quantidades pela diferença uma da outra.
Utilize a reta numérica, material dourado, QVL e o “dinheirinho” para explorar essa aula.

Problema (ideia de comparar): Marcos tem 36 anos e sua filha Nely tem 11 anos. Quantos anos o pai de
Nely tem a mais que ela?
Desenhe a reta numérica e mostre aos estudantes as idades do pai e da filha nela representados. E mostre
as possibilidades de resolução.
Mostre aos estudantes, com o auxílio da reta, que de 11 (idade da Nely) para se chegar ao 36 (idade do pai)
tem 25 unidades. E demonstre resolvendo ainda no QVL ou por decomposição.

Marcos tem a mais que Nely 25 anos.

ATIVIDADES

Para essas atividades estimule os alunos a utilizarem a reta numérica como suporte e disponibilize dinheiro.
1. Vanda, avó de Ana e joão, comprou um conjunto de agasalho para cada neto. O conjunto de Ana
custou R$72,00 e o de João custou, R$89,00. Quanto vanda pagou a mais no conjunto de João.
Solução: (O estudante poderá utilizar estratégias diversas para realizar a operação) 89 – 72 = 15
Vanda pagou a mais no conjunto de João R$15,00.

2. Juliana tem dois aquários. Um deles tem capacidade para 45 litros de água e o outro tem capacidade
para 31 litros. Quantos litros de água tem a mais no aquário com maior capacidade?
Solução: (O estudante poderá utilizar estratégias diversas para realizar a operação) 38 – 11 = 27
Seus colegas comeram 27 pedaços de pizza.

Monte grupos para que esta última atividade seja realizada.

3. Observe a tabela a seguir que mostra a quantidade de livros emprestados durante um mês, separados
por gênero.
Livros emprestados

Gênero Quantidade de livros


Aventura 289
Contos 177
Histórias em quadrinhos 145
(HQ)
Suspense 121
Dados fornecidos pela biblioteca

Responda, apresentando os cálculos:


a) Quantos livros de Contos foram emprestados a mais que os livros de Histórias em quadrinhos?
b) Qual é a diferença do gênero de livros mais emprestados pelo gênero menos emprestados?

Solução: (O estudante poderá utilizar estratégias diversas para realizar a operação)


a) 177 – 145 = 32 (32 livros de contos foram emprestados a mais que os livros de HQ
b) 289 – 121 = 178 (178 livros de aventura forma emprestados a mais que os livros de suspense)

9ª Aula

Professor(a), inicie a aula apresentando a situação-problema a seguir de adição com parcelas iguais,
para relembrar a multiplicação.
Faça uso de materiais manipuláveis (tampinha, palitos, canudinhos) e desenhos/imagem.

Problema (parcelas iguais): João tem 3 filhos. Ele comprou para cada um deles 5 doces. Quantos doces
João comprou ao todo?
a) Pergunte aos estudantes como seria possível resolver esse problema? Deixe que todos falem.
b) Peça para que eles façam um desenho demonstrando o que falaram, socialize-os.

Filho 1 Filho 2 Filho 3

Disponível em <https://gartic.com.br/derpinameme/desenho-livre/balinha> Acesso em 28/01/2020.

c) Mostre a possibilidade de resolução:

ATIVIDADES

1. Escreva as adições abaixo na forma de multiplicação:

a) 3 + 3 + 3 + 3 = _________________ c) 2 + 2 = _______________
b) 6 + 6 + 6 =___________ d) 4 + 4 + 4 + 4 + 4 =_____________
Solução:
c) 4 x 3 = 12
d) 3 x 6 = 18
e) 2 x 2 = 4
f) 5 x 4 = 20
2. Escreva nas formas de adição e multiplicação as figuras a seguir:
a)

Disponível em <http://www.ladecasa.blog.br/diy-balinha-de-gelatina/> Acesso em 28/01/2020


Adição: ___________________________

Multiplicação: _____________________
.

b)
Grupo 1 Grupo 2 Grupo 3 Grupo 4 Grupo 5

Disponível em<https://pt.dreamstime.com/foto-de-stock-grupo-do-vetor-de-carros-coloridos-diferentes-isolados-
image39043940> Acesso em 29/01/2020.

Adição: ____________________________
Multiplicação: _______________________

c)
Adição: ___________________

Multiplicação: ______________

Disponível em <https://www.magazineluiza.com.br/buchinho-planta-artificial-com-vaso-ornamentacao-festa-decoracao-jardim-
casa-enfeite-8-unid-bsl-sh-7-kit8-braslu/p/7021632/am/decf/ Acesso em 29/01/2020.

Solução:
a) Adição: 4 + 4 + 4 = 12 e multiplicação: 3 x 4 = 12
b) Adição: 2 + 2 + 2 + 2 + 2 = 10 e multiplicação: 5 x 2 = 10
c) Adição: 4 + 4 = 8 e multiplicação: 2 x 4 = 8

Professor(a), estimule que cada estudante utilize estratégias pessoais e observe se houve compreensão
do conceito estudado.

3. No anfiteatro da escola tem 5 fileiras de cadeiras. Em cada fileira tem 6 cadeiras. Quantas cadeiras tem
no anfiteatro?
Solução:
6 + 6 + 6 + 6 + 6 = 30 ou 5 x 6 = 30
No anfiteatro da escola tem 30 cadeiras.
4. Na biblioteca da escola tem 7 mesas redondas, em cada mesa cabem 3 alunos. Para ocupar todas as
mesas, quantos alunos serão necessários?
Solução:
3 +3 + 3 + 3 + 3 + 3 + 3 = 21 ou 7 x 3 = 21
Para ocupar todas as mesas são necessários 21 alunos.

10ª Aula

Professor(a), retome o assunto adição multiplicação, com foco no dobro, apresentando imagens
duplicadas.
Faça uso de materiais manipuláveis (tampinha, palitos, canudinhos), desenhos/imagem e também do
dinheirinho.

ATIVIDADES

1. Observe as imagens, escreva na forma de multiplicação e dê o resultado:

Professor(a), essas imagens devem ser mostradas aos estudantes. Você poderá utilizar diferentes
estratégias: projetando no data show e pedindo que elas resolvam no quadro. Ou Fazendo em grupos,
disponibilizando as imagens aos grupos.
Adição: 3 + 3 = 6
Multiplicação: 2 x 3 = 6

Disponível em<http://2.bp.blogspot.com/-
luXXozmcaic/WB3DaFjqgkI/AAAAAAABAsI/H1NVdU0xDCw6-cPu7KqahQMCNS-VPd2DwCK4B/s1600/download.png> Acesso em 30/01/2020.

Adição: 2 + 2 = 4
Multiplicação: 2 x 2 =4

Adição: 4+ 4 = 8
Multiplicação: 2 x 4 = 8

A p ó s e s s a d
Faça-os perceber que todas estão iguais, todas estão duplicadas, repetindo 2 vezes, e conceitue que a
operação de multiplicação por 2 é chamada de dobro.

Faça o mesmo com os exemplos a seguir, para relembrar a ideia de triplo.


Adição: 6 + 6 + 6 = 18
Multiplicação: 3 x 6 = 18
Vaso 1 Vaso 2 Vaso 3

Disponível em <https://iloveflores.com/flores-pintar-colorir/> Acesso em 29/01/2020.

Adição: 4 + 4 + 4 = 12 Multiplicação: 3 x 4 = 12

Adição: 3+ 3 + 3 = 9
Multiplicação: 3 x 3 = 9

Após essa dinâmica questione aos estudantes se eles perceberam alguma semelhança nas multiplicações.
Faça-os perceber que todas estão iguais, todas estão repetindo 3 vezes, triplicadas, e conceitue que a
operação de multiplicação por 3 é chamada de triplo.

ATIVIDADES

Para realizar as atividades abaixe, disponibilize aos estudantes materiais manipuláveis.


Estimule os estudantes para que eles utilizem estratégias pessoais, observe-os, fazendo intervenções
quando necessário, e peça que socializem as respostas, incentivando sua maneira de pensar.

1. Márcia possui um jogo de pinceis com 4 unidades e sua irmã Ana possui o dobro da quantidade de
pincéis. Quantos pinceis Ana tem?

Solução: Deve-se multiplicar a quantidade de pinceis por 2, portanto: 2 x 4 = 8 pinceis.


Ana tem 8 pinceis.

2. Ângela tem 8 anos, seu irmão Rui tem o dobro da sua idade. Quantos anos tem o Rui?

Solução: Deve-se multiplicar a idade de Ângela por 2, portanto: 2 x 8 = 16.


Rui tem 16 anos.

3. Observe a receita a seguir.


Receita de brigadeiro
Ingredientes Quantidades
Leite condensado 1 latas
Chocolate em pó 4 colheres
Manteiga de leite 2 colheres
Granulado 3 pacotes

a) Quanto de cada um dos ingredientes são necessários para fazer o triplo da receita desse brigadeiro?
Solução: Deve-se multiplicar todos os ingredientes por 3, portanto:
Leite condensado: 3 x 1 = 3 latas
Chocolate em pó: 3 x 4 = 12 colheres
Manteiga de leite: 3 x 2 = 6 colheres
Granulado: 3 x 3 = 9 pacotes

4. Juliana tem R$5,00 e precisa do triplo desse valor para comprar um jogo de lápis de cor. De quantos
reais juliana precisa?
Solução: 3 x R$5,00 = R$15,00 ou R$5,00 + R$ 5,00 + R$5,00 = R$ 15,00
Juliana Precisa de R$ 15,00 para comprar o jogo de lápis de cor.
Sequência Didática de Matemática - 4º ano
Objetivos:
 Resolver problema que envolva a subtração por meio de recursos próprios ou técnicas convencionais.
 Resolver problema que envolva adição de números naturais.
 Resolver problemas envolvendo a multiplicação por meio de técnicas convencionais e/ou pessoais.
 Resolver problema utilizando a divisão, por meio das técnicas convencionais e/ou recursos pessoais.
 Resolver problema envolvendo sistema monetário brasileiro.

6ª Aula

Professor(a), retome o assunto de subtração de números naturais, utilizando as ideias envolvidas nesse
conceito (tirar, completar e comparar).
Comece fazendo, junto aos estudantes, um levantamento de verbos relacionados a ideia de tirar (cortar,
dar, diminuir, excluir, perder, quebrar, reduzir, retirar, separar, subtrair etc). Explore a maior possibilidade
de método de resolução.
Faça uso do material dourado ou ábaco durante as aulas, eles auxiliam o estudante na compreensão do
processo de desagrupamentos entre as ordens, bem como o uso de tampinhas, palitos, canudinhos etc.

ATIVIDADES
Professor(a), inicie a aula apresentando os problemas 1 e 2, a seguir.

Problema 1: Em uma fazenda há 59 vacas e 24 porcos. Quantas vacas há a mais do que porcos? Para
responder, precisamos efetuar a subtração 59 – 24.

Algoritmo usual

Portanto, há 35 vacas a mais que porcos.

Problema 2 (desagrupamento): A professora do 4º ano pediu aos estudantes que lessem um livro que tem
62 páginas. Rafael já leu 38 páginas. Quantas páginas ainda faltam para ele acabar de ler o livro?

Para responder a essa pergunta, efetuamos a subtração 62– 38.

Fonte: DANTE (2017,


p. 81).
Usando o algoritmo, veja como podemos fazer.

1º) Como não é possível retirar 8 unidades de 2 unidades, desagrupamos 1 dezena das 6 dezenas, ficando
com 5 dezenas e 12 unidades.

12 unidades – 8 unidades = 4 unidades

Fonte: DANTE (2017, p. 81).

2º) Agora, prosseguimos subtraindo 3 dezenas de 5 dezenas.

5 dezenas – 3 dezenas = 2 dezenas

Fonte: DANTE (2017, p. 81).

Então, faltam 24 páginas para Rafael acabar de ler o livro.

ATIVIDADES

Para resolver as atividades de dessa aula disponibilize aos estudantes o material dourado ou
tampinhas/canudinhos.

1. Observe o material dourado a seguir, faça a contagem e efetue a operação:

a) b)

Disponívem em: https://www.amorensina.com.br/2017/06/subtracao-com-o-material-dourado-1-ano.html. Acesso em


30/1/2020

Solução:
a) 68 – 33 = 35
b) 72 – 46 = 26

2. Com o auxílio do QVL e utilizando o algoritmo, resolva as subtrações a seguir:


c) 78 – 54 = ____________

d) 243 – 132 = _________

e) 65 – 47 = ____________

f) 145 – 56 = ___________

Solução:
a) 24
b) 111
c) 18
d) 89

Nas atividades 3 e 4, estimule para que cada estudante utilize estratégias diversas e socialize-as.

3. Márcia e Tatiane são amigas e colecionam papéis de carta. Márcia tem 80 modelos de papeis de carta,
Tatiane tem 93 modelos de papéis de carta, e elas não possuem modelos repetidos.

a) Quanto papel de carta Tatiane tem a mais que Márcia?

b) A coleção completa de papéis de carta que Márcia e Tatiane colecionam possuem 199 modelos
diferentes. Quanto modelo Márcia precisa para completar sua coleção?
Solução:
a) 93 – 80 = 13
b) 199 – 80 = 119
3) Em um parque de diversões foram disponibilizados 345 ingressos para serem vendidos. Porém, em
determinado dia foram vendidos 243 ingressos. Quantos ingressos sobraram nesse dia?
Solução: 345 – 243 = 102
7ª Aula

Professor(a), retome o assunto de subtração de números naturais, com a situação-problema a seguir.


Nessa aula será abordado a ideia de completar.
Ideia de completar – Ocorre quando se quer descobrir quando falta para completar um todo.
Nessa aula faça uso do “dinheirinho” e utilize QVL como auxiliar.

Problema (ideia de completar): Fábio quer comprar uma mochila que custa R$ 96,00. Ao contar seu
dinheiro, verificou que possui apenas R$ 68,00. Quantos reais ele ainda precisa para completar o valor da
mochila?

Faça essa atividade em grupo. Explore com os estudantes utilizando o dinheirinho: coloque sobre a
mesa de cada grupo o dinheiro e desenvolva com eles. Faça-os pensar, primeiro quanto Fábio tem, depois
quanto custa a mochila e por fim de quanto Fábio precisa para completar o dinheiro necessário para a
compra?

Fábio tem Fábio precisa Valor da Mochila

Disponível em<https://www.professoracarol.org/HOTPOTATOES/quantotem-sistemamonetario.htm> Acesso em 28/01/2020.

Explore com os estudantes para que eles percebam que se pode resolver da seguinte forma:
68 +? = 96 ou 96 – 68 =? ( + e – são operações inversas)

Fábio tem Fábio precisa Valor da Mochila


Disponível em<https://www.professoracarol.org/HOTPOTATOES/quantotem-sistemamonetario.htm> Acesso em 28/01/2020.

Utilize também o QVL para demonstrar o resultado.


Portanto, para comprar a mochila Fábio precisa de R$28,00.

ATIVIDADES

1. Lívia tem R$ 465,00 e Gilberto tem R$ 352,00. Quanta real Lívia tem a mais que Gilberto?

Disponível em: https://atividadespedagogicasuzano.com.br/quadro-valor-de-lugar-em-pdf-para-baixar/ Acesso em 27/01/2020.

Solução: 465 – 352 = 113

2. Para a festa de aniversário de Luísa, a mãe dela fez 75 cupcakes. Se os convidados já comeram 46
cupcakes, quantos restaram?
Solução:
75 – 46 = 29

3. Marta quer comprar um vestido que custa R$169,00. Ela possui o valor representado na figura a seguir.

Responda:

a) Qual o valor que Marta possui? _____________


b) O valor que marta possui é suficiente para comprar a mochila? ___________
c) Se não for suficiente, quantos reais faltam para Marta comprar a mochila? Efetue os cálculos e
demonstre.

Solução:
a) R$ 148
b) Não
c) 169 – 148 = 21 reais
4. Observe a imagem a seguir. Agora, crie uma situação-problema que possa ser resolvida com uma
subtração. Efetue os cálculos e anote a resposta no espaço.

Fonte: JUNIOR (2018, p.107)

Solução:
Resposta pessoal, utilizando a operação de subtração.

8ª Aula

Professor(a), inicie a aula apresentando a situação-problema a seguir de adição com parcelas iguais,
para relembrar a multiplicação.
Faça uso de materiais manipuláveis (tampinha, palitos, canudinhos) e desenhos/imagens.

Problema (parcelas iguais): Augusto está fazendo uma poupança para comprar um par de chuteiras.
Observe a quantia que ele já guardou.

Pergunte aos estudantes como seria possível resolver esse problema. Deixe que todos falem.
Peça para que eles façam um desenho demonstrando o que falaram, socialize-os.

Já tenho 6 cédulas de 5 Reais.

Adaptado de https://br.pinterest.com/cgarcia1299/figuras-de-crian%C3%A7as/?autologin=true. Acesso em 27/01/2020.

Quantos reais tem Augusto? Solução: 5 + 5 + 5 + 5 + 5 + 5 = 6 x 5 = 30 Reais.

ATIVIDADES
5. João tem 4 filhos. Ele comprou para cada um deles 5 doces. Quantos doces João comprou ao todo?

Filho 1 Filho 2 Filho 3 Filho 4


Adaptado de <https://gartic.com.br/derpinameme/desenho-livre/balinha> Acesso em 28/01/2020.

a) Adição: _____ + _____ + _____ + ______ = _______


b) Multiplicação: ______ X ______ = ________
c) Qual a conclusão sobre os resultados?_________

Solução:
a) 5 + 5 + 5 + 5 = 20
b) 4 x 5 = 20
c) São iguais

6. Escreva as adições abaixo na forma de multiplicação e dê o resultado:

c) 4 + 4 = _________________
d) 3 + 3 + 3 + 3 + 3 = _______________
e) 7 + 7 + 7 =___________
f) 4 + 4 + 4 + 4 + 4 + 4 =_____________
Solução:
g) 2x4=8
h) 5 x 3 = 15
i) 3 x 7 = 21
j) 6 x 4 = 24

7. Calcule a quantidade de quadradinhos de cada figura usando a multiplicação.

a.

b.

c.
d.

Disponível em: https://valtermagalhaes.com.br/simulado-espaco-e-forma-questoes-distribuidas-por-descritor-e-por-nivel/.


Adaptado. Acesso em 28/1/2020.

Solução:
a) 10 x 6 = 60
b) 9 x 7 = 63
c) 3 x 5 = 15
d) 6 x 5 = 30

8. João tem 8 cédulas de e Lúcia tem 6 cédulas de . Quem tem mais


dinheiro: João ou Lúcia?

Solução:
João: 8 x 20 = 160 reais
Lúcia: 6 x 50 = 300 reais
Lúcia tem mais dinheiro.

9. Quantas laranjas há, ao todo, em:


Professor(a), relembre aos estudantes que 1 dúzia corresponde a 12 unidades e 1 dezena
corresponde a 10 unidades.
a) 6 dúzias? _____________
b) 8 dezenas? ___________
c) 7 dúzias? _________
d) 9 dezenas? __________

Disponível em: http://mesmoassimafrodisaco.blogspot.com/2011/03/laranja.html. Acesso em 30/1/2020.


Solução:

a) 6 x 12 = 72
b) 8 x 10 = 80
c) 7 x 12 = 96
d) 9 x 10 = 90
10. Observe o algoritmo da multiplicação de 3 x 12:
Unidades: 3 x 2 = 6 Dezenas: 3 x 1 = 3 Resultado: 36.

Utilizando o mesmo algoritmo da multiplicação, efetue as multiplicações a seguir:

a) 2 x 15 =
b) 3 x 23 =
c) 5 x 23 =

Solução:
a) 30
b) 69
c) 115
9ª Aula

A divisão de números naturais: Nas situações de divisão, é dado o total de elementos a partir dos quais
serão formados os grupos. O termo desconhecido pode ser:

 Quantos elementos por grupo (repartir igualmente);


 Quantos grupos formados (medir).
 Repartir igualmente: coloca-se um elemento em cada grupo, até esgotar o total de elementos a serem
repartidos. Ao final, os estudantes descobrem “quantos elementos há em cada grupo”.
 Medir: forma-se cada grupo com a quantidade indicada de elementos, até que não haja mais
elementos necessários para formar um novo grupo. Ao final, os estudantes descobrem “quantos grupos
foram formados”.

Professor(a), inicie a aula apresentando a situação-problema a seguir de divisão (repartir igualmente),


para relembrar a operação.
Faça uso de materiais manipuláveis (tampinha, palitos, canudinhos) e desenhos/imagem.
Problema: Os ovos a seguir serão utilizados pela vovó Mariana para que ela possa fazer três receitas iguais
de bolo. Ela quer colocar em cada vasilha os ovos que vai usar em uma receita. Ajude a vovó Mariana,
dividindo os ovos igualmente em cada vasilha.
Disponível em: http://colecaomeulivro.com.br/nova/matematica/index.php?pg=enem_atv&lst_enem=18.Acesso em 30/1/2020.

Quantos ovos ficaram em cada vasilha? Ficaram 6 ovos em cada vasilha

Efetuando o cálculo:

Essa situação pode ser representada por: 18 ÷ 3 = 6 quociente

dividendo divisor
Lê-se: 18 dividido por 3 é igual a 6. Lembre aos estudantes que 6 vezes 3 = 18

E se a vovó Mariana tivesse ao todo 19 ovos, quantos seriam colocados em cada vasilha? 6

Sobraria algum ovo? Sim. Sobra 1 ovo.

Atividade

1. Distribua as maçãs para as crianças de modo que todas recebam a mesma quantidade.

Disponível em: https://pt.dreamstime.com/figura-crian%C3%A7as-felizes-da-vara-image102345525. Acesso em 30/1/2020.

Solução: 12 ÷ 4 = 3 maças para cada criança.

2. Numa atividade com desenhos, o professor dividirá igualmente 30 lápis coloridos entre 5 grupos de
estudantes.
a) Quantos lápis receberá cada grupo? ________
b) Complete com os valores corretos:
30 ÷ ____= 6 e 6 x ___ = 30

Solução:
a) 30 ÷ 5 = 6
b) 30 ÷ 5 = 6 e 6 x 5 = 30
3. Quanto cada pessoa receberá se dividirmos igualmente + para:
a) 2 pessoas: _______
b) 3 pessoas: _______
c) 4 pessoas: _______
d) 5 pessoas: _______
e) 6 pessoas: _______
f) 10 pessoas: _______

Solução:
a) 30 reais
b) 20 reais
c) 15 reais
d) 12 reais
e) 10 reais
f) 6 reais

4. A divisão também pode ser efetuada usando uma reta numerada. Na divisão 12 ÷ 4 devemos verificar
quantas vezes o 4 cabe em 12. Observe.

Temos: 12 ÷ 4 = 3

Agora é com você! Represente na reta numerada e complete a resultado de cada divisão.

a) 10 ÷ 2 = _____

b) 10 ÷ 3 = ______ resto _______


Solução:

a)

10 ÷ 2 = 5
b)
10 ÷ 3 = 3 resto: 1
5. Resolva as situações-problema a seguir:

a) Quantos grupos de 5 pessoas podem ser formados com 50 pessoas? _______


b) Um professor de educação física tinha 48 estudantes para formar equipes de vôlei. Como cada equipe
é formada por 6 jogadores, quantas equipes ele conseguiu formar? ________
c) Qual é a metade de R$ 30,00? ______

Solução:
a) 50 ÷ 5 = 10 grupos
b) 48 ÷ 6 = 8 equipes
c) 30 ÷ 2 = R$ 15,00
10ª Aula

Professor(a), inicie a aula com a apresentação das cédulas e moedas, para isso utilize o “dinheirinho”.
Fomente uma discussão, perguntando se eles sabem qual é a maior cédula e a menor cédula que temos no
Sistema Monetário Brasileiro.
Após as respostas, apresente as cédulas de R$100,00 e R$ 2,00.

Pergunte então, se eles sabem quais são todas as cédulas utilizadas, conduza o diálogo para que todos
compreendam que temos também as cédulas de R$50,00, R$20,00, R$10,00 e R$5,00.

Aborde na discussão sobre as moedas existentes e indague quais eles conhecem, apresente as moedas e as
nomeie, mostre que a diferença entre a moeda de R$1,00 para as demais que são centavos.

Apresente uma situação-problema para que os estudantes resolvam em conjunto.


Problema: Marcos trabalha em uma panificadora onde, às vezes, aparecem pessoas que precisam trocar
dinheiro. Assim, por exemplo, 10 cédulas de 5 reais podem ser trocadas por 1 cédula de 50.

Escrevemos desta forma:


10 cédulas de 5 reais equivalem a 1 cédula de 50 reais ou 10 x 5 = 50.

ATIVIDADES

Possibilite que os estudantes possam utilizar o dinheirinho nas atividades.

1. Faça a correspondência entre a quantidade de cédulas e os valores correspondentes e equivalentes.


a)
Quantidade
1 Cédula de R$ 20,00 de cédulas de
R$ 2,00 __________

b)
Quantidade Solução:
1 Cédula de R$ 100,00 de cédulas de
R$ 20,00 a)
a)
a)
a)
a)
___________
a)
a)
10 cédulas
b) 5 cédulas
2. Observe o valor que Ricardo ganhou de sua madrinha em seu aniversário, representado nas cédulas a
seguir.

Agora responda:
a) Qual valor que Ricardo ganhou? R$ _____________________
b) As cédulas que Ricardo ganhou podem ser trocadas por outras cédulas, preservando o mesmo valor?
Explique como? _____________________________________________________________________

Solução:
a) R$127,00
b) Resposta pessoal (pode trocar por uma cédula de R$ 100,00, por 2 cédulas de R$10,00, permanecendo
as cédulas de R$ 5,00 e R$ 2,00)

Na próxima atividade, deixe que os estudantes socializem as respostas no quadro ou na forma de um


cartaz. Essa atividade também poderá ser realizada em grupos.

3. Observe as imagens a seguir e escreva/desenhe 02 maneiras diferentes de compor cada uma delas.

VALOR

FORMA
1

FORMA
2

Solução: Essa atividade tem várias possibilidades de resposta com cédulas e moedas.
R$5,00 = Forma 1 (02 cédulas de R$2,00 + 01 moeda de R$1,00) e forma 2 (5 moedas de R$1,00)
R$20,00 = Forma 1 (02 cédulas de R$10,00) e forma 2 (04 cédulas de R$5,00)
R$50,00 = Forma 1 (02 cédulas de R$20,00 + 02 cédulas de R$5,00) e forma 2 (10 cédulas de R$5,00)
R$100,00 = Forma 1 ( 2 cédulas de R$ 50,00) e forma 2 ( 4 cédulas de R$ 25,00).

4. Luiz pagou uma dívida com 2 cédulas de e 2 cédulas de . Quanto Luiz pagou?

Solução:
2 x 10 + 2 X 5 = 20 + 10 = 30.
Sequência Didática de Matemática - 5º ano

Objetivos:
 Compor e decompor o número em unidades de milhares, centenas, dezenas e unidades reconhecendo
a equivalência;
 Identificar a posição de um número numa sequência, reconhecendo antecessor e sucessor;
 Reconhecer e relacionar a escrita, por extenso, de números naturais, até a ordem de unidade de
milhar, com a sua decomposição e composição;
 Resolver problema que envolva composição e decomposição.
 Resolver adição e subtração com estratégias pessoais e/ou convencionais, bem como, obedecendo as
regras do sistema decimal.

6ª aula

Professor(a), explore com os estudantes a multiplicação como adição de parcelas iguais, fazendo uso
de recursos pedagógicos como: trilha numérica, reta numérica, tampinhas, malha quadriculada, material
dourado, “dinheirinho”, quadro de valor de lugar, copos, jarra e outros materiais que possam dar
significado as operações e aos problemas que serão explorados nessa aula.

ATIVIDADES
1. Os bichos da floresta estão participando de uma olimpíada de salto. O gato quer dar pulos de 2 metros,
a girafa de 3, o elefante de 4 e o coelho de 6.

Disponível em https://tinyurl.com/uaw4bnx. Acesso 14 jan. 2020.

a) Qual pulo cabe mais vezes na pista? Como podemos saber isso?
Basta dividir o 12 por cada um desses números.
12 ÷2 = 6 pulos 12 ÷3 = 4 pulos 12 ÷4 = 3 pulos 12÷6 = 2 pulos

b) Quantos pulos o elefante dará? E a girafa?


Elefante - 12÷4 = 3 pulos
Girafa - 12 ÷3 = 4 pulos

c) Quais operações aritméticas podem representar os pulos que a girafa deu?


Adição (Por partes iguais) e Divisão
Professor(a), para a atividade 2, peça aos estudantes que desenhem uma trilha numérica semelhante à
trilha a seguir e confeccione algum tipo de marcador. Os estudantes deverão utilizar a trilha como recurso
para realizar cálculos simples de multiplicação. Peça, que registrem os “pulos”, levando-os a compreender
que em 5 x 2 é necessário pular de 2 em 2 cinco vezes e que essa operação aritmética pode ser
representada como 2 + 2 + 2 + 2 + 2. Observe a solução dessa operação na trilha a seguir:

A atividade poderia ser substituída por uma espécie de jogo. Dois dados grandes podem ser
confeccionados de modo que o resultado de um dos dados represente o multiplicando e o outro o
multiplicador. Dados com faces diferentes das faces convencionais podem ser confeccionados para tornar a
atividade mais desafiadora. Por exemplo, a face de um dado poderia ter o número 8 e a face de outro
dado, o número 12.
2. Resolva as operações utilizando a trilha numérica “pulando” de 2 em 2, 3 em 3 e assim por diante, de
acordo com o valor do multiplicando e do multiplicador. Represente as multiplicações como adição de
parcelas iguais e dê o resultado.

a) 6 x 3 = ______________________________________________
b) 4 x 6 = ______________________________________________
c) 3 x 9= ______________________________________________
d) 4 x 4 = ______________________________________________
e) 5 x 8 = ______________________________________________

3. Represente as adições na forma de multiplicação.


a) 7 + 7 + 7 + 7 + 7 + 7 = ____________ 6 x 7
b) 15 + 15 + 15 + 15 = ____________ 4 x 15

Professor(a), disponibilize o material dourado para os estudantes que demonstrarem dificuldade em


resolver a atividade 4. Ajude-os a representarem a multiplicação utilizando o material dourado e, em
seguida, peça que resolvam as multiplicações por decomposição.
Segue um exemplo de como representar a operação 3 x 25 com uso do material dourado.

Auxilie os estudantes a reconhecerem que as duas dezenas (20 unidades) está se repetindo três vezes
e que as 5 unidades também se repetem por três vezes. Logo, a operação 3 x 25 pode ser escrita como: 3 x
20 + 3 x 5 = 60 + 15 = 60 + 10 + 5 = 75
+

4. Resolva as multiplicações por decomposição.


Exemplo: 3 x 32 = 3 x 30 + 3 x 2 = 90 + 6 = 96
a) 2 x 23 = ___________________________________________ 2x20 + 2x3 = 40 + 6 = 46
b) 3 x 15 = ___________________________________________ 3x10 + 3 x 5 = 30 + 15 = 45
c) 4 x 53 = ___________________________________________ 4x 50 + 4 x 3 = 200 + 12 =212

Professor(a), para resolver a atividade 5, escreva as multiplicações como adição de parcelas iguais e,
em seguida, agrupe as parcelas de acordo com o que é solicitado. Observe:

Complete com o número que torne a igualdade verdadeira.


5 x 13 = 3 x 13 + _____ x 13
Escreva 5 x 13 como 13 + 13 + 13 + 13 + 13. Agrupe os números 13 de acordo com a expressão
3 x 13 + _____ x 13 e descubra o número que deve ser escrito para tornar a igualdade verdadeira.

O número que deve ser escrito no campo a completar é o número


2.
5. Complete com os números que tornem a igualdade verdadeira.
a) 4 x 15 = 2 x 15 + ____ x 15 (2)
b) 5 x 8 = 4 x 8 + _____ x 8 (1)
6. Pinte na malha quadriculada a representação das operações a seguir.

a) 5 x 8 b) 6 x 4

Possíveis soluções:
a) b)

Contando os quadradinhos temos 40 Contando os quadradinhos


temos 24

7ª aula

Professor(a), nessa aula, explore com os estudantes, a multiplicação por decomposição fazendo uso de
recursos pedagógicos, como: tampinhas, malha quadriculada, material dourado, “dinheirinho”, quadro de
valor de lugar e outros materiais que possam dar significado as operações e aos problemas que serão
explorados nessa aula.
Discuta com os estudantes o significado das operações e a posição correta dos algarismos no quadro
de valor de lugar. Ao resolver as operações, os estudantes devem primeiramente resolvê-las utilizando a
propriedade distributiva da multiplicação e em seguida escrever os resultados no quadro de valor de lugar.
Veja o exemplo a seguir: 12 x 25

10 x 25 = 10 x 20 + 10 x 5 = 200 + 50 = 250
2 x 25 = 2 x 20 + 2 x 5 = 40 + 10 = 50

Escreva os resultados no quadro de valor de lugar.


Professor(a), na atividade 1, a seguir, auxilie os estudantes a compreenderem que em 54 x 120 temos o
120 se repetindo 54 vezes, logo, podemos reagrupar essa adição de parcelas iguais em 50 grupos de 120 e
4 grupos de 120, resolver as operações separadamente e, em seguida, adicionar os resultados. Nessa
atividade, os resultados de cada operação devem ser escritos no quadro de valor de lugar.
1. Resolva os cálculos utilizando a propriedade distributiva da multiplicação. Em seguida, escreva os
resultados dos cálculos no quadro de valor de lugar e efetue a adição das parcelas. Veja o exemplo a seguir:
54 x 120
50 x 120 = 50 x 100 + 50 x 20 + 50 x 0 = 5000 + 1000 + 0 = 6000
4 x 120 = 4 x 100 + 4 x 20 + 4 x 0 = 400 + 80 + 0 = 480
6 000 + 480 = 6 480
a) 12 x 15
___________________________________________ 10 x 10 + 10 x 5 = 100 + 50 = 150
___________________________________________ 2 x 10 + 2 x 5 = 20 + 10 = 30

b) 23 x 30
___________________________________________ 20 x 30 = 600
____________________________________________ 3 x 30 = 90
Professor(a), na atividade a seguir explore com os estudantes o algoritmo da multiplicação
relacionando cada algarismo a seu valor posicional. Relacione também os cálculos por meio do algoritmo
com a atividade anterior.
Exemplo:
34 x 52

4 x 2: 4 unidades x 2 unidades é igual a 8 unidades

4 x 5: 4 unidades x 5 dezenas é igual a 20 dezenas, que é o


mesmo que 200 unidades.

3 x 2: 3 dezenas x 2 unidades é igual a 6 dezenas, que é igual a


60 unidades.

3 x 5: 3 dezenas x 5 dezenas é igual a 30 x 50, que é igual a


1500. No número 1500 há 15 centenas. Logo, 3 dezenas x 5
dezenas é igual a 15 centenas.

Professor(a), na atividade seguinte, oriente os estudantes a confeccionarem uma reta numérica ou


utilizarem a régua. Discuta com toda a turma o problema a seguir.
Quantas vezes é necessário contar de 4 em 4 para chegar no 28? Ou, quantas vezes o 4 cabe no 28? O
estudante pode usar a reta numérica ou a régua para contar de 4 em 4. Ao concluir a atividade, relacione a
pergunta “quantas vezes o 4 cabe no 28” à operação 28 ÷ 4. Mostre aos estudantes que toda operação de
divisão pode ser resolvida perguntando quantas vezes o divisor cabe no dividendo.

2. Quantas vezes é necessário contar de:


a) 2 em 2 para chegar no 14? ________ 7 vezes
b) 5 em 5 para chegar no 25? ________ 5 vezes
c) 6 em 6 para chegar no 30? ________ 5 vezes
d) 12 em 12 para chegar no 36? _______ 3 vezes
e) 15 em 15 para chegar no 90? _______ 6 vezes
f) 25 em 25 para chegar no 300? _______ 12 vezes
03. Ao resolver a operação 45 ÷ 7 pode-se perguntar:
Quantas vezes o 7 cabe no 45? De 7 em 7 chego exatamente no 45? Quanto falta para chegar?
Solução: o 7 cabe no 45 seis vezes. Contando de 7 em 7 seis vezes chego no número 42. Logo, faltam 3
unidades para chegar no 45. Sendo assim, 45 ÷ 7 é igual a 6 e resta 3.
Resolva as divisões a seguir, mentalmente, e escreva o valor do resto.
a) 35 ÷ 7 = ________________________________ O resultado é 5 e o resto é 0
b) 46 ÷ 5 = ________________________________ O resultado é 9 e o resto é 1
c) 57 ÷ 6 = ________________________________ O resultado é 9 e o resto é 3
d) 65 ÷ 15 = _______________________________ O resultado é 4 e o resto é 5
e) 280 ÷ 20 = ______________________________ O resultado é 14 e o resto é 0

Professor(a), uma das formas de se resolver cálculos de divisões é por meio de desenhos. O Divisor
pode ser representado por meio de desenhos (círculo, quadrado etc.) e o dividendo pode ser distribuído
livremente (sem uso de regras) utilizando-se números ou desenhos.
Observe o modo como foi resolvida a divisão 27 ÷ 5 e a divisão 340 ÷ 3.
27 ÷ 5

340 ÷ 3

No cálculo de 340 ÷ 3, o 340 foi distribuído, primeiramente, de 100 em 100. Em seguida, distribuiu-se o
40 de 10 em 10. Observe que até esse momento distribuiu-se 300 + 30. Para distribuir as 10 unidades
restantes distribuiu-se de 2 em 2 e em seguida de 1 em 1, sendo que 1 unidade ficou de fora dos círculos,
parte essa que representa o resto.

3. Resolva as divisões a seguir por meio de desenhos. Você também pode representar a resolução da
divisão utilizando números.

a) 18 ÷ 3
b) 72 ÷ 4
Resposta: __________
Resposta: __________

Professor(a), discuta com os estudantes que um problema de matemática pode ser resolvido por meio
de desenhos, esquemas, materiais manipuláveis, através de cálculos, entre outros meios. É importante que
os estudantes compreendam que realizar cálculos e somente cálculos não é o único caminho para se
resolver problemas. Observe uma possibilidade de resolução no problema a seguir.
Uma construtora construiu 8 torres em um condomínio. Cada torre tem 6 andares e cada andar 4
apartamentos. Quantos apartamentos há nesse condomínio?

8 x 24 = 8 x
Nesse condomínio há 192 apartamentos.
Nos problemas a seguir, explore com os estudantes diversos meios para resolvê-los.
5. Numa viagem, Alberto levou uma calça preta e uma branca, uma camisa vermelha, uma amarela e uma
verde. De quantas formas diferentes ele consegue se vestir combinando essas peças de roupa?". 
a) 3
b) 6
c) 9
d) 12
e) 15

solução:

2 x 3 = 6 possibilidades
6. Um hipermercado comprou 15 embalagens de latinhas de refrigerantes. Cada embalagem contém 8
latinhas. Quantas latinhas de refrigerante o hipermercado comprou?
Solução: 15 x 8 = 120 latinhas
8ª aula
Professor(a), retome com os estudantes o estudo sobre representação de frações, para isso, faça uso
de material dourado, tiras de papel em cores diversas, recortes em papel ou malha quadriculada e outros
objetos se necessário.
Para essa aula, leve para a sala de aula tiras de papel do mesmo tamanho em cores diversas. Com
essas tiras, os estudantes construirão o material para o estudo de frações, como mostra a figura a seguir
com sugestão de cores.

Representa o inteiro

Para construção desse material, organize a turma em grupos de quatro estudantes, entregue para cada
grupo, 4 tiras de tamanhos iguais e cores diferentes e peça que os estudantes trabalhem com essas tiras da
seguinte forma:
Dobre a tira verde ao meio, dobre a tira azul em três partes, dobre a tira marrom em quatro partes. A
tira vermelha não tem dobras.
(As cores podem ser estipuladas de acordo com o número de partes que o inteiro foi dobrado, podendo
também ampliar o número de dobras)
Professor(a), após os estudantes dobrarem cada tira de papel, peça a eles que escrevam a fração
correspondente a cada parte da tira dobrada.
Professor(a), depois da confecção do material, explore-o com perguntas para a turma toda. Cada
grupo, livremente, pode responder.

1. Perguntas:

a) Quantas peças verdes cobrem a peça vermelha? (duas peças)


b) Quantas peças marrons cobrem uma peça verde? (duas peças)
c) Quantas peças rosas cobrem uma peça verde? (quatro peças)
d) Qual a relação de uma peça verde com as 2 peças marrons? (são equivalentes)
e) A fração 2/4 é menor, igual ou maior que 1/2? (São iguais)
f) Que fração representa a metade do inteiro dividido em 4 partes? (2/4 ou 1/2)
g) Se eu tirar 1/4 do inteiro dividido em 4 partes, qual a fração sobrará desse inteiro? (3/4)

Professor(a), provoque os estudantes para que façam outras perguntas, ampliando cada vez mais o
raciocínio lógico da turma sobre o assunto desenvolvido.

Discuta com os estudantes que o denominador representa em quantas partes cada régua foi dividida
enquanto o numerador representa as partes do todo que foram tomadas.

Peça aos estudantes para encontrarem três frações que representam a mesma quantidade, utilizando
1 2 3
tiras de cores diferentes. = = .
2 4 6
Leve um círculo como o da figura a seguir sem cortá-lo. Leve outro círculo do mesmo tamanho dividido
em 5 partes iguais. Explore com os estudantes a relação das partes com o todo. Mostre que 1/5 mais 1/5
são 2/5 e que as 5 partes juntas formam o inteiro.
1
Observe a seguir o círculo dividido em 5 partes iguais. Cada uma dessas partes representa a fração do
5
inteiro.

 Numerador e denominador
devem ser números inteiros;

 O numerador nunca pode


ser zero, pois não faz sentido
dividir algo por zero.

ATIVIDADES

1. Pinte a porção correspondente à cada fração:

Solução:

2. Observe a figura:

a) Em quantas partes iguais o retângulo foi dividido?


Solução:
O retângulo foi dividido em 8 partes iguais.
b) Cada uma dessas partes representa que fração do retângulo?

1
Solução: Cada uma das partes representa do retângulo.
8

c) A parte pintada representa que fração do retângulo?

5
Solução: A parte pintada representa do retângulo.
8

3. Observe as figuras e diga quanto representa cada parte da figura e a parte pintada:

Solução:
9
a) 12

5
b) 6

4
c) 4

5
4. Circule a figura que corresponde com a fração
8
Solução:

5. Represente ao lado de cada figura a fração correspondente à parte pintada.

Qual das figuras tem a maior parte pintada? Por quê?


Todas têm a mesma parte pintada e representam exatamente a metade de 1 inteiro.

9ª aula

Como já vimos, fração é a representação de uma parte de algo inteiro. Ela é usada em várias situações do
dia a dia.
Trabalhe frações, utilizando situações do cotidiano, como por exemplo:
200
 O estudante tem 200 dias letivos num total de 365. Ou seja, ele estuda do ano.
365
6
 João deve trabalhar 8 h por dia. Já trabalhou 6h. A fração trabalhada por ele é .
8

Podemos também trabalhar a ideia do que falta.


 Marcos dividiu um bolo em 10 pedaços iguais e comeu 4. Qual a fração do bolo ainda resta?

Além disso, fração tem uma relação estreita com os números decimais. Todo número decimal pode ser
transformado em fração.
Professor(a), trabalhe a relação dos decimais e as frações utilizando a malha quadriculada.
Amplie os conhecimentos trabalhando com o material dourado.

ATIVIDADES
1. Jorge precisa pedalar 10 km para ir de sua casa até a escola. Ele pedalou 4 km até agora. Qual fração
do total Jorge já pedalou?

Solução:

4
Jorge pedalou 4 partes de um total de 10. Ou seja, ele já pedalou do percurso total.
10
2. Para melhorar sua performance Cristiano Ronaldo chuta 100 bolas ao gol por dia. Hoje antes do treino
da manhã ele já chutou 65. Qual a fração do total de bolas ele já chutou?

Solução: Observe o quadro a seguir. Nele estão marcados com uma bola de futebol todos os 100 chutes
que Cristiano Ronaldo irá fazer. Com o fundo sombreado de laranja estão aqueles que ele já fez pela
manhã.

65
Cristiano Ronaldo já chutou 65 bolas do total de 100 que ele irá chutar. Ou seja, ele já chutou do total
100
de bolas .
3. Observe o desenho a seguir de uma pizza.

Qual a fração da pizza que ainda resta no tabuleiro? Solução: A pizza toda foi dividida em 10 pedaços.
6
Foram comidos 4 pedaços, logo ainda restam da pizza no tabuleiro .
10

4. O tanque de um certo automóvel está cheio quando o ponteiro está no C e vazio quando está no V. A
figura a seguir mostra o tanque desse automóvel vazio. Se colocarmos gasolina até a marca ¾ , qual fração
ainda faltará para enchermos o tanque completamente?

Como o tanque está dividido em 4 partes iguais, se colocarmos combustível até


1
¾ faltará ainda 1 parte das 4 para enchê-lo, logo faltará
4

1. Escreva ao lado de cada figura a representação em forma de fração e de número decimal,


correspondentes à parte pintada.
6
=0,6
10

2
=0,2
10

Professor(a), conclua a aula verificando se os estudantes se apropriaram dos conhecimentos


explorados.
10ª aula
Professor(a), retome com os estudantes os conceitos de representação dos decimais, faça uso do
material dourado, recortes em papel ou malha quadriculada.
Observe as peças do material a seguir.

Considere o cubo como um inteiro. Peça aos estudantes que observem as relações do cubo com as demais
peças.
a) O cubo possui 10 placas, logo uma placa é a décima parte do cubo
b) O cubo possui 100 barras, logo uma barra é a centésima parte do cubo.
c) O cubo possui 1.000 cubinhos, logo um cubinho é a milésima parte do cubo.
d) A placa possui 10 barras, logo uma barra é a décima parte da placa.
e) A placa possui 100 cubinhos, logo um cubinho é a centésima parte da placa.
f) A barra possui 10 cubinhos, logo um cubinho é a décima parte da barra.

Assim, o cubo é considerado o inteiro, a placa é o décimo do cubo, a barra é o centésimo do cubo e
o cubinho é o milésimo do cubo. Para nomear as peças de décimo, centésimo e milésimo, é
importante que o professor enfatize que o cubo sempre está se referindo ao inteiro.

Note que ao pegar uma placa e pintarmos 12 quadradinhos teremos então doze centésimos, representado
12
por ou 0,12.
100
ATIVIDADES
Observação: Nas atividades 1 e 2, trabalhar com o material dourado. Mostre para o estudante a
representação dos decimais com as barrinhas.

1. Complete o quadro a seguir tendo o cubo como referência:

2. Represente os números decimais na malha quadriculada e depois compare-os


a) 0,1 b) 0,14

Represente-os na forma de fração e diga


qual deles é maior?
10 14
100 100
14 10
Logo é maior que
100 100

b) 0,25 0,28

Represente-os na forma de fração e


diga qual deles é maior?

25 28
100 100
28 25
Logo é maior que
100 100

3. Observe o exemplo a seguir.


Agora faça como no exemplo:
a)
72
=0,72
100

b)

21
=0,21
100

4. Observe a imagem a seguir:

Agora faça o mesmo com os exemplos a seguir:

a)

b)
Sequência Didática de Matemática - 6º ano
Objetivos:
 Resolver cálculos e situações-problema envolvendo adição, subtração, multiplicação e divisão (exata e
não exata) de números naturais, utilizando estratégias próprias e/ou técnicas convencionais.
 Resolver problema envolvendo equivalência de números fracionários (parte/todo).
 Reconhecer a representação de números fracionários.
 Resolver problema que utilize a adição e subtração de números fracionários com denominadores
iguais.

6ª aula

Professor(a), peça aos estudantes para resolverem a atividade a seguir utilizando a adição de parcelas
iguais quando necessário. O objetivo aqui é que a compreensão de conceitos e processos matemáticos
superem a simples memorização. Lembremos que para a memorização da tabuada, é importante que haja
uma apropriação do processo de multiplicar ao invés de uma simples tarefa mecânica.
1. Vamos recordar. Complete o quadro da multiplicação.

0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
X

0
1 1
2 8
3
4
5 10
6
7 42
8
9
10 100
Solução:

X 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
1 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
2 0 2 4 6 8 10 12 14 16 18 20
3 0 3 6 9 12 15 18 21 24 27 30
0 1
4 4 8 16 20 24 28 32 36 40
2
0 1
5 5 10 20 25 30 35 40 45 50
5
0 1
6 6 12 24 30 36 42 48 54 60
8
0 2 4
7 7 14 28 35 49 56 63 70
1 2
8 0 8 16 2 32 40 48 56 64 72 80
4
0 2
9 9 18 36 45 54 63 72 81 90
7
1 0 3
10 20 40 50 60 70 80 90 100
0 0

Professor(a), recomende a leitura do texto a seguir, do qual os estudantes poderão confirmar alguns
dados para os próximos exercícios, além de perceberem a matemática no cotidiano.

Conhecendo um pouco sobre o Basquete.

O basquete é mais que as enterradas exibidas no show de esportes da televisão. É um esporte de


agilidade e resistência, que desenvolve coordenação visual e motora. Em sua essência, o basquete requer
somente uma cesta, uma bola e pelo menos dois jogadores. A simplicidade do esporte é creditada ao Dr.
James Naismith, quem inventou o basquetebol em 1891. Ele pregou duas cestas de pêssegos nos balcões
dos dois lados da quadra de ginástica da ACM (em inglês), em Springfield, Massachusetts.
Desde então, o basquetebol se tornou mais popular do que o beisebol como passatempo americano
não oficial. Em 2001, mais de 28 milhões de americanos participaram de uma partida de basquetebol, o
que é mais do que qualquer outro esporte coletivo, segundo a Associação Nacional de Acessórios
Desportivos (em inglês). Além disso, mais de 300 milhões de pessoas no mundo praticam basquete
segundo a FIBA – Federação Internacional de Basquetebol (em inglês).
O basquete pode ser considerado um esporte coletivo de precisão, já que o objetivo do jogo é acertar
um alvo pequeno, uma cesta colocada a 3,05m de altura nas duas extremidades da quadra. Os jogos são
disputados por duas equipes de cinco jogadores cada e vence o time que marcar o maior número de
pontos.
Há três formas de pontuar: nos tiros livres (arremessos consignados em lances de falta, que valem um
ponto), nos arremessos de pequena e média distância (que valem dois pontos) e nos arremessos de longa
distância, de trás de uma linha arqueada a 6,25m de distância da cesta (que valem três pontos).
Cada partida tem duração de 40 minutos de bola em jogo, divididos em quatro quartos de 10 minutos.
Fonte: https://www.portalsaofrancisco.com.br/esportes/basquete. Acesso: 29/01/2020

2. Observe na tabela a seguir, o número de cestas que Bruno fez durante um jogo de basquete em sua
escola:

Quantidade de cestas Valor de cada cesta


5 3
8 2
7 1

Quantos pontos Bruno fez? Siga os seguintes passos para resolver esta questão:

a) Pontos feitos nas cestas de 3 pontos:______________________________________________________


b) Pontos feitos nas cestas de 2 pontos:______________________________________________________
c) Pontos feitos nas cestas de 1 ponto:______________________________________________________
d) Total de pontos:______________________________________________________________________

Solução:

a) 5 x 3 = 15
b) 8 x 2 = 16
c) 7 x 1 = 7
d) 15 + 16 + 7 = 38

3. Em outra partida, Bruno e mais dois amigos fizeram 27 pontos cada um. Quantos pontos os três
conseguiram juntos?

Professor(a), utilize uma das quatro maneiras para resolver essa questão, de acordo a necessidade dos
seus estudantes: adição de parcelas iguais, material concreto (ou outro material concreto), decomposição
de fatores ou algoritmo usual.

Solução:

I) Adição de parcelas iguais:

II) Material concreto:

III) Decomposição: 27 x 3 = 20 x 3 + 7 x 3 = 60 + 21 = 81

IV) Algoritmo usual:


4. Para incentivar o interesse dos alunos pelos esportes, a escola, que Bruno estuda, fez a seguinte
compra de materiais esportivos:

Tipo de Preço unitário Quantidade de bolas


bola

R$ 87,00 6

Futebol

R$ 43,00 7
Vôlei

R$ 76,00 5

Basquete

R$ 59,00 8

Handebol

Complete a tabela a seguir, para saber o valor em reais, gasto pela escola.

Tipo de Preço unitário Quantidade de bolas Total


bola

R$ 87,00 6

Futebol

R$ 43,00 7
Vôlei

R$ 76,00 5

Basquete

R$ 59,00 8

Handebol

Solução:

Bola de futebol: 87 x 6 = R$ 522,00


Bola de vôlei: 43 x 7 = R$ 301,00
Bola de basquete: 76 x 5 = R$ 380,00
Bola de handebol: 79 x 8 = R$ 632,00
5. Outra escola comprou 26 bolas de R$ 125,00. Qual foi o gasto desta escola?

Solução:

7ª aula

Professor(a), explore diferentes estratégias de resolução do problema. Aproveite para retomar o


conceito de multiplicação.

1. Ao final de uma pescaria, 7 amigos pescaram 42 peixes. Sabendo que o combinado entre os amigos era
que os peixes seriam repartidos igualmente, quantos peixes cada um levou para casa?

Possíveis soluções:

2. Calcule o quociente de cada divisão a seguir:


a) 72 ÷8=¿
b) 81 ÷ 9=¿
c) 56 ÷ 7=¿
d) 56 ÷ 8=¿

Solução:
a) 72 ÷8=9
b) 81 ÷ 9=8
c) 56 ÷ 7=8
d) 56 ÷ 8=7
03. Em uma pescaria, 182 peixes foram repartidos igualmente entre 7 pescadores. Quantos peixes cada um
dos pescadores levou para casa?
Solução:

3. Calcule o quociente de cada divisão a seguir:


a) 125 ÷5=¿
b) 192 ÷6=¿
c) 224 ÷ 7=¿
d) 328 ÷ 8=¿

Solução:

a) 125 ÷5=25
b) 192 ÷6=32
c) 224 ÷ 7=32
d) 328 ÷ 8=41

4. Uma conta de R$312,00 foi dividida igualmente entre 12 amigos. Qual é o valor que cada um pagou?
Solução:

5. Calcule o quociente de cada divisão a seguir:


a) 345 ÷ 15=¿
b) 192 ÷6=¿

Solução:

a) 345 ÷ 15=¿23
b) 714 ÷ 34=21

6. Uma professora levou um pacote com 485 balinhas para serem distribuídas igualmente entre seus 30
estudantes ao longo do semestre. Após a divisão, quantas balinhas cada um vai ganhar? Quantas balinhas
irão sobrar para a professora?

Solução:

8ª aula
Professor(a), retome com os estudantes o estudo sobre representação de frações, para isso, faça uso
de material Dourado, tiras de papel em cores diversas, recortes em papel ou malha quadriculada e outros
objetos se necessário.
Para essa aula, leve para a sala de aula tiras de papel do mesmo tamanho em cores diversas. Com essas
tiras os estudantes construirão o material para o estudo de frações, como mostra a figura a seguir com
sugestão de cores.
Discuta com os estudantes:

1) É possível que duas frações utilizem números diferentes, mas representem a mesma quantidade? (É
possível sim. São as frações equivalentes)
Divida a turma em grupos de quatro estudantes, entregue para cada grupo, 4 tiras de cartolina ou papel
sulfite colorido, de tamanhos iguais e cores diferentes e peça que os estudantes trabalhem com essas tiras
da seguinte forma:

Uma tira fica inteira, uma deverá ser dobrada em duas partes iguais, uma deverá ser dobrada em 4
partes iguais, uma deverá ser dobrada em 3 partes iguais, uma deve ser dobrada em 6 partes iguais e a
última deverá ser dobrada em 8 partes iguais, conforme a figura a seguir.

Representa o inteiro

(As cores podem ser estipuladas de acordo com o número de partes que o inteiro foi dividido, podendo
variar também o número de partes.)
Professor(a), após os estudantes dobrarem cada tira de papel, peça a eles que escrevam a fração
correspondente a cada parte da tira dobrada.
Explore o material com perguntas para a turma toda. Cada grupo, livremente, pode responder.

2) Responda:

h) Quantas peças verdes cobrem a peça vermelha? (duas peças)


i) Quantas peças marrons cobrem uma peça verde? (duas peças)
j) Quantas peças rosas cobrem uma peça verde? (quatro peças)
k) Qual a relação de uma peça verde com as 2 peças marrons e 4 peças rosas? (são equivalentes)
l) Quantas peças amarelas correspondem à peça verde? (3 peças)
m) Se eu tirar uma parte de cada figura representada, qual será a maior fração?
n) Qual a maior fração, 2/8 ou 1/2? (São iguais)
o) Que fração representa a metade do inteiro dividido em 8 partes? (4/8 ou 1/2)
p) Se eu tirar 1/4 do inteiro dividido em 4 partes, que fração restará? (3/4)

Professor(a), provoque os estudantes para que façam outras perguntas, ampliando cada vez mais o
raciocínio lógico da turma sobre o assunto desenvolvido.
Discuta com os estudantes que o denominador representa em quantas partes cada tira foi
dividida enquanto o numerador representa as partes do todo que foram tomadas, neste caso, todas
serão 1.
Peça aos estudantes que encontrem três frações que representem a mesma quantidade, utilizando tiras de
1 2 3
cores diferentes. Por exemplo: = = .
2 4 6

Professor(a), continue com a exploração do material de frações equivalentes. Peça para os estudantes
responderem os seguintes itens.

2
a) Escreva uma fração equivalente a .
3
4
b) Escreva uma fração equivalente a .
8

ATIVIDADES

1. Para cada retângulo a seguir, escreva a fração que representa a parte pintada do retângulo.

a)

b)

c)

Solução:
1
a) 2
2
b) 4
4
c) 8
2. Escreva a fração que representa a parte pintada do retângulo a seguir, e verifique se é equivalente às
frações do exercício anterior.

Solução:
8 4 2 1
Sim, pois = = =
16 8 4 2

3. Leonardo comprou uma pizza e a dividiu em quatro partes iguais. Das quatro partes (pedaços),
Leonardo comeu dois pedaços. Marlene comprou uma pizza igual a de Leonardo, porém a dividiu em oito
partes iguais. Para comer a mesma quantidade de pizza do que Leonardo, quantos pedaços Marlene deve
comer?

Solução:

Marlene deverá comer quatro pedaços de pizza para comer a mesma quantidade de pizza que Leonardo.
Verifica-se que cada pedaço da pizza de Leonardo, equivale a dois pedaços da pizza de Marlene.

4. A professora Marta propôs aos seus alunos um jogo de dominó envolvendo as frações equivalentes. Ao
verificar o jogo de Paulinho, ilustrado na figura a seguir, ela encontrou um erro. Identifique este erro.

Fonte: https://novaescola.org.br/plano-de-aula/711/fracoes-equivalentes. Acesso: 30/01/2020

40 10 40 4
Solução: ≠ ∙ O correto seria ≠ ∙
100 4 100 25

5. 4. Calcule as frações pedidas.


2
a) Que fração é equivalente a e tem denominador igual a 6? ______
3
4
b)Que fração é equivalente a e tem denominador igual a 15? ______
5
6
c) Que fração é equivalente a e tem numerador igual a 18? ______
7
9
d)Que fração é equivalente a e tem denominador igual a 32? ______
8
13
e) Que fração é equivalente a e tem denominador igual a 55? ______
11

Solução:

2 4
a) Que fração é equivalente a 3 e tem denominador igual a 6? 6
4 12
b) Que fração é equivalente a 5 e tem denominador igual a 15? 15
6 18
c) Que fração é equivalente a 7 e tem numerador igual a 18? 21
9 36
d) Que fração é equivalente a 8 e tem denominador igual a 32? 32
13 65
e) Que fração é equivalente a 11 e tem denominador igual a 55? 55

6. Coloque V (verdadeiro) ou F (falso) de acordo com as afirmações:


2 2
a) ( ) é equivalente a ∙
5 10
3 4
b) ( ) é equivalente a ∙
4 10
2 4
c) ( ) é equivalente a ∙
5 10
1 5
d) ( ) é equivalente a ∙
2 10

Solução:
2 2
a) ( F ) é equivalente a ∙
5 10
3 4
b) ( F ) é equivalente a ∙
4 10
2 4
c) ( V ) é equivalente a ∙
5 10
1 5
d) ( V ) é equivalente a ∙
2 10

Professor(a), aproveite o próximo exercício para reforçar que o conceito de frações equivalentes está
também relacionado à simplificação de frações.
7. Monte as frações dadas e simplifique-as se for o caso:
a) Seis oitavos
b) Doze quinze avos
c) Dez dezesseis avos
d) Sete trinta e cinco avos
e) Quarenta e oito cento e vinte avos

Solução:
6 3
a) Seis oitavos: =
8 4
12 4
b) Doze quinze avos: =
15 5
10 5
c) Dez dezesseis avos: =
16 8
7 1
d) Sete trinta e cinco avos: =
35 5
48 2
e) Quarenta e oito cento e vinte avos: =
120 5

9ª Aula

Professor(a), explore com os estudantes a representação de números fracionários por meio de


materiais concretos, tais como: conjunto de tampinhas, palitos, figuras (representando o todo).

Observe o conjunto de tampinhas a seguir.

Pergunte aos estudantes:

a) Qual o total de tampinhas? (8 tampinhas)


3
b) Qual a fração que representa as tampinhas vermelhas em relação ao total de tampinhas? (A fração é
8
)
5
c) Qual a fração que representa as tampinhas cinzas em relação ao total de tampinhas? (A fração é )
8
8
d) Qual a fração que representa o todo? (A fração é )
8

Resolva o problema a seguir.

Miguel é atacante em um time de futebol. Em uma partida, seu time fez 4 gols, sendo 2 de Miguel.
Determine a razão entre o total de gols marcados por Miguel e o total de gols do seu time.

Solução:
Como o problema se trata de razão, lembramos do conceito de fração tratado anteriormente, em que o
numerador representava a parte que se retirava e o denominador representava em quantas partes se
2 1
dividiu o todo. Assim, montamos a fração é , ou na forma simplificada (irredutível) .
4 2

ATIVIDADES

1. Determine a fração que representa a parte colorida em cada um dos seguintes casos:

Solução:
1
a) 2
3
b) 4
5
c) 8
5
d) 6
2. Faça uma representação gráfica para cada uma das frações a seguir:
2
a) 4
3
b) 5
4
c) 7

Solução:

3. Em uma turma de 6º ano, estão matriculados 24 meninos e 16 meninas. Determine:


a) A razão entre o número de meninos e o número de meninas.
b) A razão entre o número de meninas e o total de estudantes.

Solução:
24 3
a) 16 = 2
16 2
b) 40 = 5

4. 4. Observe a seguir um retângulo que foi dividido em quadrados iguais:

A fração que representa a parte em branco com relação ao total de quadrados é


4
a) 10
6
b) 10
6
c) 4
4
d) 6
6
Gabarito: (B)
10
Solução: Basta observar que há 6 quadrados em branco e 10 quadrados no total.
10ª aula

Professor(a), trabalhe novamente com as fichas de frações da 8ª aula explorando a adição e subtração
de frações com mesmo denominador, como por exemplo:
3 1
+ =?
6 6

ATIVIDADES

1. Calcule as frações a seguir.

Solução:

2. Uma horta foi dividida em canteiros da seguinte maneira:


1
 um canteiro de repolho ocupando da horta.
6
4
 um canteiro de alface ocupando da horta.
6
 o restante ocupado por cebolinha
a) Determine a parte da horta que o canteiro de cebolinha ocupa.
Solução:
1 4 5
a) 6 + 6 = 6

6 5 1
− =
6 6 6

1
O canteiro de cebolinha ocupa da horta.
6

3. O Sr. Darcy está pintando o muro da sua casa. No primeiro dia, pintou quatro décimos do muro, no dia
seguinte cinco décimos.
a) Que parte do muro pintou nesses dois dias?
b) Que parte do muro ainda falta pintar?
Solução:
4 5 9
a) + =
10 10 10
9
Logo, foram pintados do muro.
10
10 9 1
b) − =
10 10 10
1
Logo, falta do muro para ser pintado.
10

2 6 7
4. Um sítio tem de sua área ocupada pela casa, pelo pasto para o gado e para a lavoura.
15 15 15
8
a) Que fração corresponde à área do sítio destinada à casa e pasto para o gado?
15
13
b) Que fração corresponde à área do sítio destinada ao pasto e à lavoura?
15
1
c) Que fração corresponde à diferença entre as áreas destinadas à lavoura e ao pasto para o gado?
15

3
5. Joaquim deu avos de sua herança para uma instituição de caridade. Que fração representa a
25
parcela da herança que sobrou para Joaquim?
25 3 22
Solução: − =
25 25 25
22
corresponde a fração que representa a parcela da herança que sobrou para Joaquim.
25
6. João e Elisabete estavam jogando um vídeo game no qual tinham que tentar pegar todo o tesouro.
2 1
João pegou do tesouro. Elisabete pegou tesouro. Que fração do tesouro João e Elisabete pegaram
5 5
juntos?
2 1 3
Solução: + =
5 5 5
3
João e Elizabete pegaram juntos do tesouro.
5

2
7. Celso e Carla abriram uma barraca de limonada para arrecadar fundos. Eles doaram de seus lucros
10
1 4
para a biblioteca da escola, para o abrigo de animais e para o banco de alimentos. Eles
10 10
economizaram o restante para comprar materiais para seu próximo projeto. Qual é a fração dos lucros que
Celso e Carla economizaram?

Solução:
2 1 4 7
+ + =
10 10 10 10
10 7 3
− =
10 10 10

3
Logo, a fração dos lucros que Celso e Carla economizaram é igual a
10
Sequência Didática de Matemática - 7º ano
Objetivos:
 Ler, reconhecer, interpretar dados expressos em recursos gráficos como tabelas, gráficos de barras e
de colunas e fluxogramas.
 Formular e resolver situações-problema que envolva a ideia de fração (parte-todo) e também de razão
e divisão.
 Resolver, analisar e formular situações-problema envolvendo porcentagem.
 Identificar diversos sistemas de medida usados na atualidade para tratar diferentes grandezas como
comprimento, massa, capacidade, área, volume, ângulo, tempo, temperatura e velocidade.
 Resolver situações problemas envolvendo o sistema monetário brasileiro.

6ª aula
Professor(a), comece a aula fornecendo recortes de jornais e revistas que contenham tabelas e
gráficos. As informações podem ser diferentes, mas deve ser oportunizado aos estudantes um momento
para exploração individual, com leitura livre de gráficos e tabelas.
Os estudantes precisam aprender a interpretar os dados e informações contidas nos gráficos, por isso
ressalte a importância de ler esse gênero textual presente no seu cotidiano. Esses textos podem ser
utilizados por instituições financeiras (para determinar lucro e perda), análise de avaliações em larga escala
(como a Prova Brasil ou Enem), contagem de pessoas e objetos (como em inventários ou fluxo de pessoas
em algum local) entre outras possibilidades.
Dentre essas possibilidades, pode-se explorar questões ligadas ao cotidiano da escola e da
comunidade. Segue um exemplo de questão que pode ser usada como situação de aprendizagem.
Qual meio de transporte você utiliza para chegar à escola?

Carro Transporte
Ônibus A pé Outros
próprio escolar

Após a construção da tabela, faça a conexão com os gráficos. É importante que os elementos gráficos
construídos remetam aos dados da tabela, para que os estudantes compreendam as múltiplas formas de
representação de um dado. Um exemplo de construção de gráficos a partir de tabelas, é a seguinte:
Carro Transporte
Ônibus A pé Outros
próprio escolar
5 15 7 8 5

Professor(a), proponha aos estudantes que associem informações apresentadas em listas e/ou tabelas
simples aos gráficos que as representam e vice-versa. O desenvolvimento, dessa habilidade, está associado
a leitura, reconhecimento e interpretação de dados expressos em recursos como tabelas, gráficos e
fluxogramas.

ATIVIDADES
1. A tabela a seguir representa a preferência de uma turma por alguns esportes praticados na escola.

Futebol Vôlei Basquete Xadrez


Quantidade de estudantes 20 8 7 5

Determine:
a) a quantidade de estudantes que preferem futebol.
b) a quantidade de estudantes que preferem vôlei.
c) a quantidade de estudantes que preferem basquete.
d) a quantidade de estudantes que preferem xadrez.
e) a quantidade total de estudantes que não preferem futebol.
f) a quantidade total de estudantes nesta sala de aula.

Solução
a) 20 estudantes.
b) 8 estudantes.
c) 7 estudantes.
d) 5 estudantes.
e) A quantidade total de estudantes que não preferem futebol corresponde a 8 + 7 + 5 = 20 estudantes.
f) A quantidade total de estudantes nesta sala de aula corresponde a 20 + 8 + 7 + 5 = 40 estudantes.

2. Quatro amigos estão participando de um jogo, em duplas, que é dividido em rodadas. A pontuação
total é a soma da pontuação em cada rodada. A pontuação das duas duplas está descrita a seguir:

Dupla A Dupla B
Rodada 1 50 60
Rodada 2 70 30
Rodada 3 30 40

Determine:
a) Qual a pontuação da dupla B na Rodada 2?
b) Qual é a pontuação total obtida pela dupla A, nas Rodadas 1 e 2?
c) Qual é a pontuação total obtida pela dupla B, nas Rodadas 2 e 3?
d) Qual é a pontuação total da dupla A?
e) Qual é a pontuação total da dupla B?

Solução
a) 30 pontos.
b) Nas rodadas 1 e 2, tem-se pontuação total correspondente a 50 pontos + 70 pontos = 120 pontos.
c) Nas rodadas 2 e 3, tem-se pontuação total correspondente a 30 pontos + 40 pontos = 70 pontos.
d) 150 pontos.
e) 130 pontos.
3. Um pequeno produtor planta em sua fazenda arroz, feijão, milho e abacaxi. O gráfico a seguir
representa a quantidade (em quilogramas) que o produtor colheu de cada alimento.
Quantidade colhida (em kg)

Nessas condições, responda:


a) O produtor colheu maior quantidade de que alimento?
b) Qual foi o alimento que o produtor colheu em menor quantidade?
c) Qual foi a quantidade total desses alimentos (em quilogramas) que o produtor colheu?

Solução
a) Arroz, com 450 kg.
b) Milho, com 250 kg.
c) Quantidade total = 450 kg + 300 kg + 250 kg + 350 kg = 1350 kg.

4. A expectativa de vida é um número que expressa a média dos anos de vida de uma população de
determinado local. O gráfico a seguir representa a expectativa de vida de determinados países:

Responda às seguintes questões:


a) Qual é a expectativa de vida na Singapura?
b) Qual é a expectativa de vida na Islândia?
c) Qual país, dos apresentados no gráfico anterior, tem a menor expectativa de vida?
d) Qual país, dos apresentados no gráfico anterior, tem a maior expectativa de vida?

Solução
a) 84 anos.
b) 83 anos.
c) Brasil, 76 anos.
d) Japão, 87 anos.

5. Observe a tabela a seguir.

Qual é o gráfico que melhor representa os dados apresentados na tabela?

a) c)

b) d)

Solução
Gabarito D

6. Para saber quais eram os tipos de revistas esportivas mais lidas, foi feita uma pesquisa em um
determinado bairro.

Tipo de revista Semanal Mensal Bimestral Trimestral


Frequência (%) 40 30 15 15
Qual é o gráfico que melhor representa os dados apresentados na tabela?

a) c)

b) d)

Solução: Gabarito A
7ª aula

Professor(a), apresente o tema da aula “representação de frações”, ressaltando a importância desse


tema no cotidiano. Em seguida, divida os estudantes em grupos de no máximo quatro integrantes e
distribua, um kit com o “Dominó de frações” para cada grupo. (O modelo do jogo encontra-se no final desta
sequência para impressão.)

Regras do jogo
O jogo “dominó de frações” se assemelha ao jogo normal de dominó. Assim, cada jogador deverá
receber 7 peças antes do início da partida. Se houver menos de 4 alunos por grupo, as demais
peças do dominó de frações deverão ser colocadas sobre a mesa para uma possível “compra”.
A decisão de qual jogador começa pode ser feita internamente, mas a rodada sempre gira no
sentido anti-horário. O objetivo do jogo é “juntar” a fração de uma peça com sua representação
gráfica em outra peça, ou seja, tem que haver uma correspondência entre a figura e a fração
colocada. Na vez de cada jogador, ele coloca sobre a mesa apenas uma carta. O jogador que acabar
com suas peças primeiro será o vencedor.

Estimule um tempo para que os estudantes joguem, como forma de revisar os conceitos. Quando
todos os grupos já tiverem concluído ao menos três rodadas, finalize o jogo e faça um momento de
reflexão com os eles. Pergunte a eles sobre a forma de representação de frações e qual o significado das
palavras “numerador” e “denominador”.
No quadro, faça o seguinte exemplo com os estudantes, oferecendo um tempo para que resolvam:
Exemplo.
Faça a representação gráfica de cada uma das frações a seguir:
1
a) 4
3
b) 5
7
c) 8

Solução

a)

b)

c)

Professor(a), o conceito de frações também está intimamente ligado ao conceito de razão.

Exemplo:
Miguel é atacante em um time de futebol. A cada 4 gols desse time no campeonato, 2 são de Miguel.
Determine a razão entre o total de gols marcados por Miguel e o total de gols marcados pelo seu time
nesse campeonato.
Solução: O problema trata de determinar a razão (fração) entre o total de gols marcados por Miguel e o
total de gols marcados pelo time dele. Veja que não importa quantos gols sejam marcados, sempre poderá
se verificar que a razão será de 2 gols de Miguel para cada 4 gols marcados pelo time. Assim, tem-se a
2 1
razão , ou na forma simplificada (irredutível) .
4 2
Essa ideia fundamental é extremamente útil no estudo da proporcionalidade.

ATIVIDADES
1. Determine a fração que representa a parte colorida em cada um dos seguintes casos:

Solução
1
a)
2
3
b)
4
5
c)
8
5
d)
6
02. Faça uma representação gráfica para cada uma das frações a seguir:

2
a)
4
3
b)
5
4
c)
7
Solução

2. Em uma turma da escola estão matriculados 24 meninos e 16 meninas. Determine:


a) A razão entre o número de meninos e o número de meninas.
b) A razão entre o número de meninas e o total de estudantes.

Solução
24 3
a) =
16 2

b) O total de estudantes é dado por 24 + 16 = 40. Assim, a razão entre o número de meninas e o total de
16 2
estudantes = .
40 5

3. Observe a seguir um retângulo que foi dividido em quadrados iguais:

A fração que representa a parte em branco com relação ao total de quadrados é

4
a)
10
6
b)
10
6
c)
4
4
d)
6

Solução
6
Gabarito B ( )
10
Basta observar que há 6 quadrados em branco e 10 quadrados no total.
4. Rodrigo parou em um posto de gasolina e colocou 20 litros de gasolina, completando o tanque, cuja
capacidade máxima é de 60 litros.

A razão da gasolina que havia no tanque desse carro, em relação à sua capacidade máxima, é equivalente a
1
a)
2
3
b)
4
2
c)
3
2
d)
5

Solução
2
Gabarito C ( )
3

Seja x a quantidade de gasolina que havia no tanque de gasolina. Assim, pode-se escrever

x +20=60
→ x=60−20=40

40 2
Portanto, a razão da gasolina que havia no tanque desse carro é equivalente a .
60 3

De fato,

5. Um vendedor tinha 25 carros no pátio da concessionária. No mês de janeiro, ele vendeu 16 carros.
Considerando-se o total de carros, qual é a fração que representa o número de vendas de carros efetuadas
por esse vendedor no mês de janeiro?
16
a) 25
9
b) 25
25
c) 16
25
d) 9
Solução
16
Gabarito A ( )
25
Basta observar que foram vendidos 16 carros e havia 25 carros no total.

Dominó de Frações
Disponível em: https://tinyurl.com/r8oadcg. Acesso: 30 jan. 2020.

8ª aula

Professor(a), comece a aula revisando sobre as aplicações de frações. É importante que os estudantes
1
saibam que o traço da fração também representa uma divisão. Por exemplo, a fração quando realizada a
2
divisão resulta em 0,5.
Após este momento de revisão, entregue a cada um dos estudantes (ou em duplas) uma malha
quadriculada de dimensões 10x10 (há uma folha com duas malhas ao final dessa sequência). Dessa forma,
haverá em uma malha quadriculada, 100 quadrados menores.
Peça aos estudantes para pintarem de vermelho 20 quadradinhos internos e de azul 15 quadradinhos
internos. A seguir, solicite a eles que representem por uma fração a quantidade de quadradinhos pintados
de vermelho e em outra fração a quantidade de quadradinhos pintados de azul.
Exemplo.

É importante ainda que os estudantes tenham a oportunidade de simplificar as frações obtidas e de


realizar as divisões entre o numerador e denominador. Isso possibilitará que eles tenham contato com três
formas de representação de porcentagens: a fração centesimal, fração irredutível e o número decimal.
Converse com a turma sobre a leitura da fração centesimal. Isto para que eles percebam, a partir da
leitura, as porcentagens. Faça com os estudantes as conexões entre as frações e a porcentagem.
20
Por exemplo, na leitura de temos “vinte por cento”, ou seja, 20%. Pergunte a eles o que isso
100
significa (tomar 20 partes de 100), e associe ao significado de ser equivalente a tomar uma dentre cinco
partes iguais de um todo.
A partir disso, generalize os conceitos de porcentagem a partir da tabela a seguir, que contém algumas
representações de porcentagens:

FORMA FRAÇÃO FRAÇÃO NÚMERO


SIMBÓLICA CENTESIMAL IRREDUTÍVEL DECIMAL
5 1
5% 0,05
100 20
10 1
10% 0,1 ou 0,10
100 10
25 1
25% 0,25
100 4
37 37
37% 0,37
100 100
70 7
70% 0,7 ou 0,70
100 10
100
100% 1 1
100
200
200% 2 2
100

Professor(a), faça as seguintes reflexões:


 As frações irredutíveis são obtidas simplificando as frações centesimais.
 Existem porcentagens que são iguais nas formas de fração centesimal e fração irredutível.
 O número decimal é obtido realizando-se a divisão entre o numerador e o denominador da fração, que
pode ser a fração centesimal ou a fração irredutível equivalente, pois os resultados são os mesmos.
 O 100% é representado como 1, pois é um inteiro, o todo.
 Porcentagens maiores que 100% sempre terão o numerador maior que o denominador nas suas formas
fracionárias.

Após esta reflexão, explique aos estudantes que é possível calcular porcentagem de uma quantidade
qualquer, apenas multiplicando-se a porcentagem por este número. Entretanto, é importante ressaltar que
quando multiplicar dessa forma, não podemos utilizar a forma simbólica, mas qualquer uma das outras
três representações pode ser utilizada.

Exemplo. Determine quanto vale:

a) 10% de 50
b) 25% de 200
c) 60% de 250

Solução (Explorando-se a representação decimal)

a) 0,10 . 50 = 5
b) 0,25 . 200 = 50
c) 0,60 . 250 = 150

Professor(a), note que no exemplo anterior todas as alternativas foram resolvidas utilizando a forma
decimal de representação de porcentagens. No entanto, poderia ter sido escolhida ainda a forma de fração
centesimal ou a forma de fração irredutível, sem que o resultado fosse alterado.

ATIVIDADES
1. Nos últimos jogos olímpicos a delegação de um determinado país ganhou 240 medalhas, sendo 40% de
ouro, 35% de prata e 25% de bronze.
Determine quantas medalhas a delegação ganhou de:
a) ouro.
b) prata.
c) bronze.

Solução
40
a) 40% de 240 = x 240 = 96 medalhas de ouro.
100
35
b) 35% de 240 = x 240 = 84 medalhas de prata.
100
25
c) 25% de 240 = x 240 = 60 medalhas de bronze.
100

2. Em cada figura a seguir, determine a fração centesimal que a parte colorida representa em relação ao
3. todo, e relacione essa fração com sua representação em forma de porcentagem e sua forma decimal.

a)
b)

Solução
a) São 72 partes coloridas em 100 partes ao todo. Assim tem-se:

72
=0,72 ou 72%
100

b) São 21 partes coloridas em 100 partes ao todo. Assim tem-se

21
=0,21 ou 21%
100

4. Em uma determinada liga metálica de 40g há 70% de titânio e 30% de prata. Nesta liga metálica,
quantas gramas há de:
a) titânio.
b) prata.

Solução
a) 40 . 0,70 = 28. Dessa forma, há 28g de titânio nesta liga.
b) 40 . 0,30 = 12. Dessa forma, há 12g de prata nesta liga.

5. Uma televisão é vendida a R$ 1 200,00 em uma loja. Para o pagamento a vista, a loja fornece 10% de
desconto.
Quanto esse cliente pagará se optar pelo pagamento a vista?

a) R$ 980,00
b) R$ 1 020,00
c) R$ 1 080,00
d) R$ 1 320,00
Solução: Gabarito C (RS 1080,00)
Como o pagamento será a vista, o cliente terá um desconto de 10% sobre os R$ 1200,00 do valor da
10
televisão. Ora, 10 % de 1200 = x 1 200 = 120. Assim, aplicando-se o desconto, tem-se 1 200 – 120 = 1
100
080.
Portanto, o cliente pagará R$ 1 080,00.

6. Em uma loja, uma calça que custava R$ 75,00 teve um acréscimo no seu preço de 10%. Quanto passou
a custar essa calça depois desse acréscimo?

a) R$ 65,00
b) R$ 67,50
c) R$ 82,50
d) R$ 85,00

Solução
10
10% de 75 = x 75 = 7,50
100
Portanto, com o acréscimo de 10%, a calça passou a custar R $ 75 ,00+ R $ 7 , 50=R $ 82 ,50.

MALHA QUADRICULADA

Fração da parte vermelha:


Fração da parte azul:
MALHA QUADRICULADA

Fração da parte vermelha:


Fração da parte azul:

9ª aula

Professor(a), as orientações a seguir têm como objetivo em identificar diversos sistemas de medida
usados na atualidade para tratar diferentes grandezas como comprimento, massa, capacidade, área,
volume, ângulo, tempo, temperatura e velocidade.
Comece a aula falando sobre a importância da aferição de medidas de grandezas.
Seguem algumas sugestões de introdução como sinal de alerta sobre os perigos para a vida humana
quando há negligência no conhecimento sobre os sistemas de medidas:
“Os 11 maiores erros da Engenharia”
Disponível em: https://tinyurl.com/r272bbz . Acesso: 30 jan. 2020.

“Os dez maiores erros de cálculo da ciência e da engenharia”

Disponível em: https://tinyurl.com/uq2xekz. Acesso: 30 jan. 2020.

Sistema de Medidas
A palavra “medir” indica uma comparação com uma grandeza padrão. A necessidade da padronização
das medidas no mundo e da criação de um sistema mais preciso deram origem ao Sistema Métrico Decimal
em 1791. Mais tarde, esse sistema foi substituído pelo (SI) - conhecido hoje como Sistema Internacional de
Unidades.
(I) A medida padrão de comprimento é o metro.

O metro é representado simbolicamente pela letra “m” (metro).

km hm dam m dm cm mm

Múltiplos do metro:
 dam: Decâmetro → equivale a 10 vezes a grandeza padrão “m”.
 hm: Hectômetro → Equivale a 100 vezes a grandeza padrão “m”.
 km: Quilômetro → Equivale a 1 000 vezes a grandeza padrão “m”.

Submúltiplos do metro:
 dm: Decímetro → Equivale a 0,1 vezes a grandeza padrão “m”.
 cm: Centímetro → Equivale a 0,01 vezes a grandeza padrão “m”.
 mm: Milímetro → Equivale a 0,001 vezes a grandeza padrão “m”.

Conversão de medidas: Um procedimento para a conversão é utilizar o quadro de medidas para


representar a medida apresentada e a partir dela deslocar a vírgula para a esquerda ou direita,
dependendo da conversão. O algarismo antes da vírgula indica a ordem a ser ocupada.

Exemplo. Representar 3,43 km em metros.


Solução
Representando na tabela temos:

km hm dam m dm cm mm
3 4 3 0

Para ler em metros, deslocamos a vírgula depois da unidade pedida, preenchendo com zero a(s) casa(s)
que não foram preenchidas . No caso, tem-se 3 430,0 metros.
Repare que com essa mesma medida podemos converter:
3,43 km=34 300 dm 3,43 km=343 dam3,43 km=343 000 cm

ATIVIDADES

1. A tabela mostra algumas medidas.


Objeto medido Medida
Comprimento de um ladrilho 17,5 cm
Altura mínima de um policial 1,65 m
Comprimento de um colchão 1,90 m
Percurso da Maratona 42,195 km
Pescoço de um lutador de boxe 54,3 cm

Preencha o quadro abaixo com as medidas indicadas acima.


Quilômetro Hectômetro Decâmetro Metro Decímetro Centímetro Milímetro
(km) (hm) (dam) (m) (dm) (cm) (mm)
1 7 5
1 6 5
1 9 0
42 1 9 5
5 4 3

2. Agora, escreva por extenso cada medida. Não precisa escrever de todas as formas possíveis. Basta a
mais usual e simples de ser entendida.

17,5 cm – Dezessete centímetros e cinco milímetros ou cento e setenta e cinco milímetros.


1,65 m - Um metro e sessenta e cinco centímetros ou cento e sessenta e cinco centímetros.
1,90 m - Um metro e noventa centímetros ou cento e noventa centímetros.
42,195 km – Quarenta e dois quilômetros, cento e noventa e cinco metros ou quarenta e dois mil, cento e
noventa e cinco metros.
54,3 cm – Cinquenta e quatro centímetros e três milímetros ou quinhentos e quarenta e três milímetros.

(II) A medida padrão de massa é o grama.

O grama é representado simbolicamente pela letra “g” (grama).

kg hg dag g dg cg mg

Múltiplos do grama:
 dag: Decagrama → equivale a 10 vezes a grandeza padrão “g”.
 hg: Hectograma → Equivale a 100 vezes a grandeza padrão “g”.
 kg: Quilograma → Equivale a 1 000 vezes a grandeza padrão “g”.

Submúltiplos do grama:
 dg: Decigrama → Equivale a 0,1 vezes a grandeza padrão “g”.
 cg: Centigrama → Equivale a 0,01 vezes a grandeza padrão “g”.
 mg: Miligrama → Equivale a 0,001 vezes a grandeza padrão “g”.

Obs.: 1 tonelada (1 ton) = 1000kg


ATIVIDADES

3. Observe os valores da tabela:


Objeto medido Medida
Massa de um livro 370 g
Massa de um lutador 95,6 kg
Massa de um saco de ração 2,2 kg
Massa de um comprimido 3g
Massa de uma melancia 4,3 kg
Responda:
a. Qual é o maior valor? (O maior valor é 95,6 kg.)
b. Qual é o menor valor? (O menor valor é 3 g.)

4. Observe a medida 0,500 kg no quadro.

Quilograma Hectogram Decagram Grama Decigrama Centigra Miligrama


a a ma
0 5 0 0

a) Em gramas, temos __________ g. (500)


b) Em miligramas, temos____________mg. (500 000)

5. Uma cozinheira comprou 2,5 kg de arroz, 1,8 kg de batata, 250 g de mussarela, 780 g de presunto e 3
kg de farinha. Qual o total de massa comprado?
Solução
Antes de somar os valores é preciso colocar os algarismos nas posições indicadas pelas unidades. Vamos
utilizar um quadro.
kg hg dag g dg cg mg
2 5
1 8
2 5 0
7 8 0
+ 3
8 3 3 0

Portanto, o total comprado foi 8,330 kg ou 8 330 g


(III) A medida padrão de capacidade é o litro.

O litro é representado simbolicamente pela letra “l” (litro).

kl hl dal l dl cl ml

Múltiplos do grama:
 dal: Decalitro → equivale a 10 vezes a grandeza padrão “l”.
 hl: Hectolitro → Equivale a 100 vezes a grandeza padrão “l”.
 kl: Quilolitro → Equivale a 1 000 vezes a grandeza padrão “l”.

Submúltiplos do grama:
 dl: Decilitro → Equivale a 0,1 vezes a grandeza padrão “l”.
 cl: Centilitro → Equivale a 0,01 vezes a grandeza padrão “l”.
 ml: Mililitro → Equivale a 0,001 vezes a grandeza padrão “l”.

(IV) A medida padrão de superfície ou área é o metro quadrado.

O metro quadrado é representado simbolicamente por “m2” (lê-se metro quadrado).

km2 hm2 dam2 m2 dm2 cm2 mm2


Considera-se uma unidade derivada do metro. Unidade no SI: m2.

ATENÇÃO: Para convertermos as unidades entre múltiplos e submúltiplos da unidade metro quadrado
tem-se multiplicações sucessivas por 100 para deslocamentos para a direita, e divisões sucessivas por 100
para deslocamentos para a esquerda.

Exemplos:
 4 m2 para cm2  deslocamento de duas casas para a direita, ou seja,

4 x 100 x 100=40 000 cm ².

 2 000 m2 para dam2  deslocamento de uma casa para a esquerda, ou seja,

2 000:100=0,2 dam².

(V) A medida padrão de volume é o metro cúbico.

O metro cúbico é representado simbolicamente por “m3” (lê-se metro cúbico).

km3 hm3 dam3 m3 dm3 cm3 mm3

Obs.: 1 dm3 = 1 L (1 litro); 1 m3 = 1 000 L (1 000 litros).


ATENÇÃO: Para convertermos as unidades entre múltiplos e submúltiplos da unidade metro cúbico tem-se
multiplicações sucessivas por 1 000 para deslocamentos para a direita, e divisões sucessivas por 1 000 para
deslocamentos para a esquerda.

Exemplos:
 6 m3 para dm3  deslocamento de uma casa para a direita, ou seja,

6 x 1 000=6 000 d m3 .

 3 200 000 cm3 para m3  deslocamento de duas casas para a esquerda, ou seja,
3 200 000:1 000: 1 000=3,2 m ³.

(VI) A medida padrão de tempo é o segundo, representado pela letra “s”.

Conversões para o tempo.


1 dia = 24 horas.

1 minuto = 60 segundos; 60 minutos = 1 hora; 1 hora = 3 600 segundos.

Exemplo:
150 minutos = 60 minutos + 60 minutos + 30 minutos = 2h30min.

ATIVIDADES
6. Em cada operação matemática, preencha a tabela com os algarismos e dê o resultado de acordo com
a ordem indicada.
a) 2,3 m + 0,45 km + 23 cm = _________ m

k hm dam m d c m

b) 6 m - 0,003 km = _________ cm

k hm dam m d c m

c) 5,7 kg + 0,800 g + 237 g = _________ kg

kg hg dag g dg cg m

d) 5,7 litros – 97 mililitros = _________ mililitros

kl hl dal l dl cl ml


Solução
a) 2,3 m + 0,45 km + 23 cm = 452,53 m

k hm dam m d c m
m 2 3
m m m
0 4 5
+ 2 3
4 5 2 5 3

b) 6 m - 0,003 km = 300 cm

k hm dam m d c m
m 6 m m m
- 0 0 0 3
3 0 0

c) 5,7 kg + 0,800 g + 237 g = 6,737 kg

kg hg dag g dg cg m
5 7 g
0 8 0 0
+ 2 3 7
6 7 3 7

d) 5,7 litros – 97 mililitros = 5 603 mililitros

kl hl dal l dl cl ml
5 7 0 0
- 9 7
5 6 0 3
7. Em uma indústria farmacêutica, produziu-se
um volume de 2 800 litros de certo medicamento. Em metros cúbicos, esse volume corresponde a
a) 0,28.
b) 2,8.
c) 2 800.
d) 2 800 000.
Solução
Gabarito B (2,8)
Como 1 m3 = 1 000 litros, então 2 800 : 1 000 = 2,8 m³.

10ª aula

Professor(a), as orientações a seguir têm como objetivo fazer uma retomada em resolver situações
problemas envolvendo o sistema monetário brasileiro.
Professor(a), explique aos estudantes sobre a forma como um valor monetário é expressa: uma parte
inteira representando os reais e uma parte decimal representando os centavos. Explique que todo valor
monetário é expresso a partir de um número decimal, sendo que em alguns casos podemos omitir as casas
após a vírgula (quando não temos os centavos).
Entregue a lista de compras a seguir para duplas de estudantes (ao final desta sequência encontra-se
uma folha com várias listas de compras para impressão).

Produto Valor Quantidade Valor a ser pago


unitário necessária
Arroz 10,50 1
Feijão 3,20 2
Bolacha 2,10 4
Café 2,50 2
Sabão em pó 12,35 2
Creme dental 3,25 3
Valor total a ser pago: ________________

Forneça aos estudantes um tempo para que eles terminem os cálculos. É importante que eles não utilizem
nenhum instrumento de cálculo. Mas, sugere-se o uso para a conferência do resultado. Enquanto os estudantes
realizam a atividade, circule pela turma e tire dúvidas com relação às operações com números racionais. Quando
todas as duplas já tiverem terminado, corrija coletivamente com os estudantes.
Solução
Produto Valor Quantidade Valor a ser pago
unitário necessária
Arroz 10,50 1 10,50
Feijão 3,20 2 6,40
Bolacha 2,10 4 8,40
Café 2,50 2 5,00
Sabão em pó 12,35 2 24,70
Creme dental 3,25 3 9,75
Valor total a ser pago: ________64,75________

ATIVIDADES

1. Numa compra de supermercado gastei 236 reais. Ao pagar esta compra com três notas de 100 reais,
qual é o valor do meu troco?

Solução
Foi utilizado para o pagamento 300 reais, assim 300 – 236 = 64.
Portanto, o valor do troco é de 64 reais.

2. Ao receber seu salário, Lucas pagou R$ 437,12 de aluguel, R$ 68,14 de impostos, R$ 1.089,67 de
gastos com alimentação e ainda sobraram R$ 749,17. Quanto Lucas recebeu de salário?
Solução:
437,12 + 68,14 + 1089,67 + 749,17 = 2344,10.
Portanto, o salário de Lucas foi de R$ 2344,10

3. Uma pessoa deu R$ 4.700,00 de entrada na compra de um objeto e pagou mais 6 prestações de R$
2.300,00. Quanto custou o objeto?
a) R$ 14 500,00
b) R$ 15 800,00
c) R$ 16 400,00
d) R$ 18 500,00
Solução
Gabarito D (R$ 18 500,00)
Basta multiplicar 2 300 por 6 e somar o resultado com o valor da entrada (4700).
Assim, ( 2 300 x 6 ) + 4 700=13 800+ 4700=18 500

4. Um grupo de 6 amigos se reuniu em um restaurante. A conta ficou em R$ 339,60 e os amigos


resolveram dividir igualmente. Quanto pagou cada um?
a) R$ 56,60
b) R$ 58,60
c) R$ 62,80
d) R$ 64,40
Solução
Gabarito A (R$ 56,60)
Realizando a divisão 339,60 : 6 = 56,60.
Portanto, cada amigo pagou R$ 56,60.

5. Uma televisão é vendida a vista por R$ 1 850,60 ou a prazo em 12 pagamentos iguais de R$ 175,00.
Determine:
a) Quanto um cliente paga pela televisão se pagar a prazo?
b) Qual a diferença entre o valor a prazo e o valor à vista?

Solução
a) 12 . 175 = 2100. Logo, o cliente pagaria R$ 2100,00.
b) 2100 – 1850,60 = 249,40. Logo, a diferença entre pagar a prazo e pagar à vista é de R$ 249,40.
LISTA DE COMPRAS
Produto Valor unitário Quantidade necessária Valor a ser pago
Arroz 10,50 1
Feijão 3,20 2
Bolacha 2,10 4
Café 2,50 2
Sabão em pó 12,35 2
Creme dental 3,25 3
Valor total a ser pago: ____

LISTA DE COMPRAS
Produto Valor Quantidade Valor a ser pago
unitário necessária
Arroz 10,50 1
Feijão 3,20 2
Bolacha 2,10 4
Café 2,50 2
Sabão em pó 12,35 2
Creme dental 3,25 3
Valor total a ser pago: __________

LISTA DE COMPRAS
Produto Valor Quantidade Valor a ser pago
unitário necessária
Arroz 10,50 1
Feijão 3,20 2
Bolacha 2,10 4
Café 2,50 2
Sabão em pó 12,35 2
Creme dental 3,25 3
Valor total a ser pago: ___________

LISTA DE COMPRAS
Produto Valor Quantidade Valor a ser pago
unitário necessária
Arroz 10,50 1
Feijão 3,20 2
Bolacha 2,10 4
Café 2,50 2
Sabão em pó 12,35 2
Creme dental 3,25 3

Valor total a ser pago: ________________

Sequência Didática de Matemática - 8º ano

Objetivos:
 Relacionar um sólido com sua planificação e vice-versa.
 Compor e decompor figuras para resolver situações diversas.
 Reconhecer, relacionar e utilizar as diversas unidades de medidas, referentes a grandezas como
comprimento, área, volume e massa.
 Compreender e aplicar fórmulas para o cálculo de áreas e volumes de figuras simples.
 Relacionar, comparar e calcular volumes de figuras diferentes.

6ª aula

Professor(a), as orientações a seguir têm como objetivo fazer uma retomada em relacionar um sólido
com sua planificação e vice-versa, reconhecendo propriedades e características.
É interessante que, para esta aula, os estudantes tragam objetos como caixas, latas, embalagens,
casquinhas de sorvete e chapéus de palhaço em formato cônico, dentre outros para que possam manipular.
 Relembre com a turma os objetos do cotidiano que se relacionam com os sólidos geométricos.
 Procure fazer relações entre as faces das embalagens com as figuras planas.
 Forme trios e entregue para cada um uma embalagem de perfume, pasta de dente, remédio, leite,
leite condensado etc., que foi trazido por todos na classe.
 Peça que os trios observem a embalagem recebida com atenção se atentando às suas faces.
 Proponha então, que os trios façam um desenho em uma folha de sulfite de como ficaria sua
embalagem planificada. Solicite um desenho para cada trio. Neste momento, podem surgir vários
desenhos, peça então que as caixas sejam desmontadas e que as abas sejam recortadas.
 Motive a turma a verificar se as planificações estão adequadas (aqui os trios podem validar as suas
hipóteses e melhorar as suas representações).
 Solicite que a turma observe as figuras e responda se é possível montar uma pirâmide utilizando as
figuras.
 Confeccione as peças, com antecedência, utilizando cartolina, papel cartão ou papelão e, após a
discussão, monte com durex ou fita crepe a pirâmide para comprovar ou não as hipóteses da turma.
 Deixe claro que todos os sólidos são formados pela união das figuras planas.

Discuta com a turma:

 A tampa da lata de massa de tomate é circular. E a tampa da caixa da pasta de dente lembra que figura
plana?

 Será que é possível planificar a bola?

 Dos sólidos, quais rolam? Quais não rolam?

 Por que alguns não rolam?

 Vocês perceberam que todos os sólidos são formados pela união das figuras planas? Porém, alguns
têm todas as faces planas e outros têm superfícies arredondadas que são os corpos redondos, como por
exemplo: o cone, o cilindro etc.

 O desenho da sua equipe ficou parecido com a embalagem planificada?

 O que está faltando na sua representação?


 Você poderia melhorar a sua representação?

 Observe as faces laterais da pirâmide. Que forma elas têm?

(Aqui a turma poderá concluir que tem a forma de um triângulo ou que tem faces laterais triangulares).

Disponível em: https://tinyurl.com/vttbdk9. Acesso: 16 jan. 2020.

Proponha a composição de figuras planas para cobrir a superfície de sólidos geométricos, por exemplo:

Disponível em: https://tinyurl.com/vttbdk9 . Acesso: 16 jan. 2020.

ATIVIDADES
1. Observe abaixo a planificação de alguns sólidos geométricos. Identifique o molde que é possível
montar uma pirâmide. Justifique sua resposta.

Solução:Os estudantes devem notar que na pirâmide as faces laterais e a base são triangulares. Portanto,
devem assinalar a planificação que está mais à direita como segue:

OBS: Na proposta de atividade acima, pode-se perguntar quais são os sólidos geométricos encontrados nas
outras planificações, por exemplo.

2. Desenhe todas as faces do sólido a seguir.

Solução:
3. Desenhe todas as planificações possíveis para o cubo a seguir.

Disponível em: https://tinyurl.com/rgt88ou . Acesso: 16 jan. 2020.

Solução

Disponível em: https://tinyurl.com/vf8373b . Acesso: 16 jan. 2020.

4. Relacione os sólidos geométricos às faces planas que estão apoiadas sobre a horizontal.

Disponível em: https://tinyurl.com/u5yo558 . Acesso: 16 jan. 2020.


Solução
Disponível em: https://tinyurl.com/u5yo558 . Acesso: 16 jan. 2020.
Estudo das possíveis planificações de diversos sólidos geométricos.

Disponível em: https://tinyurl.com/wwbqgcd . Acesso: 16 jan. 2020.


Disponível em: https://tinyurl.com/wwbqgcd . Acesso: 16 jan. 2020.

Disponível em: https://tinyurl.com/wwbqgcd . Acesso: 16 jan. 2020.


Disponível em: https://tinyurl.com/wwbqgcd . Acesso: 16 jan. 2020.

5. Relacione objetos aos sólidos geométricos representados na figura a seguir. Nomeie esses sólidos
geométricos.

a) Quais objetos podem ser empilhados? (o cilindro e os prismas triangular, quadrangular e hexagonal)
b) Quais objetos possuem pontas (vértices)? (o cone, os prismas e as pirâmides)
c) Quais objetos possuem o mesmo número de faces? (o paralelepípedo e o cubo, são ambos prismas
quadrangulares e possuem 6 faces; o prisma triangular e a pirâmide de base quadrada possuem 5 faces)
d) Quais objetos rolam? (cilindro, cone e esfera)
6. Classifique as figuras espaciais da atividade anterior em poliedros e corpos redondos, nomeando cada
figura.
POLIEDROS NÃO POLIEDROS (Corpos redondos)

Solução:
POLIEDROS NÃO POLIEDROS (Corpos redondos)
Pirâmide de base Cilindro
quadrangular

Prisma de base triangular Esfera

Pirâmide de base Cone


pentagonal

Cubo

Paralelepípedo (bloco
retangular)

7. Baseado nas respostas do exercício anterior, responda às perguntas a seguir:


a) Quais são as principais características dos poliedros? (Eles possuem superfícies planas chamadas de
faces, segmentos de retas chamadas arestas e pontos de encontro das arestas chamados vértices)
b) Quais são as características comuns entre os não poliedros? (Eles possuem pelo menos uma superfície
curva ou arredondada)
c) Em relação às faces dos poliedros, o que é possível observar? (É possível observar que os poliedros são
formados por faces poligonais)

Professor(a), faça o registro em um cartaz, das conclusões obtidas pelos estudantes, para que os
conceitos possam ser revistos e ampliados, na medida em que acontecem novas descobertas.
Trabalhar com materiais de manipulação pode ser um facilitador para a percepção dos elementos das
figuras espaciais. Por exemplo, construir figuras espaciais, utilizando canudos e massa de modelar ou
jujubas, para que o estudante perceba as relações entre vértices e arestas.

O trabalho com as figuras geométricas planas (triângulo, quadrado, retângulo e círculo) deve vir associado
ao trabalho com as figuras geométricas espaciais. Comparar uma figura espacial com uma plana permite
estabelecer diferenças entre esses tipos de figuras e perceber a existência de figuras planas nas figuras
espaciais.
Professor(a), leve para a sala de aula, planificações de sólidos geométricos, tais como:

8. No coletivo, peça aos estudantes que identifiquem as caixas correspondentes a essas planificações.
Faça, também, o caminho inverso. Peça aos estudantes que identifiquem as planificações correspondentes
a outras caixas com tamanhos e formatos diferentes.

Discuta com os estudantes:

a) Quais formas (faces) aparecem nas planificações de cada sólido?


Solução: planificação do cone: setor circular e círculo; planificação do prisma de base triangular: dois
triângulos e três retângulos; planificação do paralelepípedo: quatro retângulos e dois quadrados;
planificação da pirâmide de base quadrada: quatro triângulos e um quadrado; planificação do cilindro: dois
círculos e um retângulo.
b) Como identificamos as arestas?
Solução: quando cada lado da figura se encontra, forma-se um segmento de reta. Os segmentos de retas
são chamados de arestas.
c) Como identificamos a quantidade de vértices?
Solução: Ao montar a figura, os pontos que se formam em cada encontro das arestas são chamados de
vértices.
d) Quais são as diferenças entre os corpos redondos e os poliedros?
Solução: Os corpos redondos são formados por base e superfície, enquanto os poliedros são formados por
faces, vértices e arestas. Logo, o cone e o cilindro (corpos redondos) não possuem os mesmos elementos
que as caixas em forma de pirâmide de base quadrada, prisma de base triangular e paralelepípedo
(poliedros).

9. Observe o poliedro a seguir.


Para construir uma caixa fechada com a forma desse poliedro, Marina precisa recortar algumas figuras
geométricas em papelão e colar umas às outras usando fita adesiva.

Então, as figuras que Marina precisa recortar são, no mínimo,

(A) 1 triângulo e 2 retângulos.


(B) 1 triângulo e 3 retângulos.
(C) 2 triângulos e 2 retângulos.
(D) 2 triângulos e 3 retângulos.

Solução
Gabarito D (2 triângulos e 3 retângulos).
O poliedro representado na figura é o prisma reto de base triangular que possui 2 triângulos e 3 retângulos
na superfície lateral.

10. Observe os diferentes tipos de caixas utilizadas por uma loja de presentes:

A vendedora monta as caixas de acordo com a escolha do cliente. Sabe-se que a escolha dele foi pelos
moldes representados a seguir.

Com os moldes escolhidos, a vendedora vai obter caixas dos tipos

(A) 4 e 1.
(B) 3 e 4.
(C) 2 e 3.
(D) 1 e 2.

Solução: Gabarito D (1 e 2).


Os poliedros representados nos moldes escolhidos pelo cliente são prismas retos, pois em ambos, há dois
polígonos congruentes e os demais são todos retângulos. Desta forma, o tipo 3 está descartado. Ao
observar os moldes, nota-se que em um deles as bases são hexágonos, resultando em uma caixa do tipo 1
e que no outro as bases são triângulos, resultando em uma caixa do tipo 2.
Portanto, com os moldes escolhidos, a vendedora vai obter caixas dos tipos 1 e 2.

11. A figura abaixo representa um sólido geométrico.

Determine o total de arestas desse sólido?


(A) 3
(B) 4
(C) 6
(D) 8

Solução: Gabarito C (6).


O sólido geométrico representado pela figura é um tetraedro (pirâmide de base triangular). Há três arestas
na base (lados do triângulo) e três arestas laterais (segmentos que ligam os vértices do triângulo ao vértice
da pirâmide).
Portanto, o total de arestas desse sólido é igual a 6.

7ª aula

Professor(a), nesta aula faremos uma revisão da composição e decomposição de figuras planas para
resolver situações diversas, sobretudo, o cálculo de áreas e perímetros. 

Disponível em: https://tinyurl.com/qmol827 . Acesso: 16 jan. 2020.

Professor(a), é interessante propor investigações e/ou experimentos com os estudantes o efeito


artístico de composições de figuras como nos ladrilhamentos, nos mosaicos, na arte do cubismo, bem
como, a decomposição de figuras como a confecção das peças do Tangram e outras técnicas usando
dobraduras.
Compor e decompor área de figuras planas é como recortar e colar ou montar e desmontar.
Pegue uma folha de papel sulfite e dobre as diagonais. Depois, recorte-a seguindo as dobras. Você obterá 4
triângulos.
Veja o vídeo a seguir.
https://www.youtube.com/watch?v=CfOS5RQE0FI

Professor(a), a montagem do Tangram oferece um grande leque de oportunidades para explorar as


propriedades das figuras planas, bem como, do desenvolvimento das ideias fundamentais da composição e
da decomposição.

Montagem do Tangram
Desenhe um quadrado com 10 cm de lado.

Disponível em: https://tinyurl.com/wnnjng6 . Acesso: 16 jan. 2020.

Trace uma das diagonais do quadrado e o segmento de reta que une os pontos médios de dois lados
consecutivos do quadrado; este segmento deve ser paralelo à diagonal que acabou de ser traçada.

Disponível em: https://tinyurl.com/wnnjng6 . Acesso: 16 jan. 2020.

Desenhe a outra diagonal do quadrado até à segunda linha.

Disponível em: https://tinyurl.com/wnnjng6 . Acesso: 16 jan. 2020.

Trace o segmento de reta conforme a figura. Observe que este segmento é paralelo a dois lados do
quadrado.
Disponível em: https://tinyurl.com/wnnjng6 . Acesso: 16 jan. 2020.

Trace o segmento de reta conforme a figura. Observe que este segmento é paralelo a uma das diagonais do
quadrado.

Disponível em: https://tinyurl.com/wnnjng6 . Acesso: 16 jan. 2020.

Cole o Tangram numa cartolina ou papel cartão e recorte as 7 peças. Se preferir, antes de recortar, pinte as
peças com cores diferentes.

Disponível em: https://tinyurl.com/wnnjng6 . Acesso: 16 jan. 2020.

Professor(a), após a confecção das peças, pode-se elaborar problemas de composição e decomposição
de figuras usando as peças do Tangram.

Exemplo 1: Mostre que a soma das áreas dos dois triângulos maiores (triângulos rosa e azul, no canto
superior à esquerda) corresponde a área de metade do quadrado original.

Exemplo 2: Mostre que a soma das áreas de 8 peças iguais ao triângulo amarelo (triângulo no canto inferior
à direita na imagem) corresponde à área de todo o quadrado original.

ATIVIDADES

1. Na ilustração abaixo, o quadrado sombreado representa uma unidade de área.


A medida da área da figura destacada, em unidades de área, é

(A) 23.
(B) 24.
(C) 25.
(D) 29.

Solução
Gabarito B (24).
Uma possível solução é decompor a figura em duas partes como mostrado a seguir. Na parte da direita,
tem-se a metade de um retângulo de medidas “2 x 5”, que também pode ser interpretado como um
triângulo retângulo cuja base mede 2 e altura mede 5. A parte esquerda contém 19 quadrados
sombreados, veja:

Assim, a área da figura (S) é dada por

2x 5
S= +¿ 19
2
→ S = 5 + 19 = 24 unidades de área.
Portanto, a medida da área da figura destacada, em unidades de área, é 24.

2. Sérgio resolveu gramar uma área plana que se encontra representada na malha quadriculada a seguir.

Sabe-se que o preço da grama é R$ 5,00 o metro quadrado.

Quantos reais Sérgio gastará para gramar essa área?


(A) R$ 32,00
(B) R$ 81,00
(C) R$ 160,00
(D) R$ 385,00

Solução
Gabarito D (R$ 385,00).
Pelas medidas indicadas, cada quadradinho na malha quadriculada tem área (A) dada por
A = (1 m) x (1 m) = 1 m²
Na malha quadriculada há 75 quadradinhos completos totalizando 75 m² de área e 4 quadradinhos pela
metade que equivalem a 2 quadradinhos completos e totalizam 2 m² de área.
Assim, a área total que será gramada é 75 m² + 2m² = 77 m².
Como cada m² de grama custa 5 reais, tem-se
Custo = 77 x 5 reais = 385 reais.
Portanto, Sérgio gastará R$ 385,00 para gramar essa área.

3. Observe a forma geométrica de cor cinza desenhada na malha quadriculada a seguir.

A medida da área dessa forma geométrica é


(A) 10 m2.
(B) 12 m2.
(C) 14 m2.
(D) 16 m2.
Solução: Gabarito B (12 m²).
Pelas medidas indicadas, cada quadradinho na malha quadriculada tem área (A) dada por
A = (1 m) x (1 m) = 1 m²
Na malha quadriculada, há 10 quadradinhos completos, totalizando 10 m² de área e 4 quadradinhos pela
metade, que equivalem a 2 quadradinhos completos e totalizam 2 m² de área.
Assim, a área total é dada por 10 m² + 2m² = 12 m².
Portanto, a medida da área dessa forma geométrica é 12 m².

4. Observe a planta da cozinha de Josefa.

Ela precisa saber quanto mede a área total da cozinha para comprar o piso que irá revestir o chão.
A medida dessa área é igual a
(A) 1 m².
(B) 4 m².
(C) 6 m².
(D) 11 m².

Solução
Gabarito D (11 m²).
Observamos que a área total (A) é composta pela área de três polígonos, a saber, um triângulo (T) de base
1 m e altura 2 m; um quadrado (Q) de lado 2 m e um retângulo (R) de dimensões 2m x 3m. Assim, tem-se

A=T +Q+ R

( 1 m) . ( 2m )
→ A= + ( 2m )2 + ( 2 m) . ( 3 m)
2

→ A=1 m 2+ 4 m 2 +6 m 2=11 m 2 .

Portanto, a medida dessa área é igual a 11 m².

5. Observe a planta de um pátio a seguir.


Então, nesse pátio, a área ladrilhada tem medida igual a

(A) 200 m².


(B) 148 m².
(C) 144 m².
(D) 52 m².

Solução
Gabarito B (148 m²).
Observamos que a área total desse pátio (A) que é um retângulo (dimensões 20m x 10m) é composta pela
área de três partes, a saber, a piscina (P) que é um retângulo de dimensões 8m x 5m; o vestiário (V)
retângulo de dimensões 2m x 6m e a última parte corresponde a área ladrilhada (L). Assim, tem-se

P+V + L= A
→ ( 8 m ) . ( 5 m ) + ( 2 m ) . ( 6 m ) + L=( 20 m ) . ( 10 m )
→ 40 m2+12 m2 + L=200 m2
→ L+52 m2=200 m 2
→ L=200 m2−52 m2
→ L=148 m 2
Portanto, a área ladrilhada nesse pátio tem medida igual a 148 m².

6. Observe que todas as figuras a seguir foram construídas com triângulos retângulos isósceles idênticos.

A figura que tem a mesma área que a figura em III é

(A) I.
(B) II.
(C) IV.
(D) V.

Solução: Gabarito B (II).


Como a figura III é composta por 4 triângulos retângulos isósceles idênticos, então a figura que tem a
mesma área é a figura II.

7. Observe a figura a seguir.

Sabe-se que cada quadradinho tem área de superfície de medida 1 u.a.


A área dessa figura corresponde a

(A) 14 u.a.
(B) 15 u.a.
(C) 16 u.a.
(D) 18 u.a.

Solução: Gabarito B (16 u.a.).


As partes sombreadas se completam, formando um quadrado cuja área mede 16 u.a., pois contém 16
quadradinhos.
Portanto, a área dessa figura corresponde a 16 u.a.

8ª aula

Professor(a), as orientações a seguir têm como objetivo fazer uma retomada em reconhecer, relacionar
e utilizar as diversas unidades de medidas, referentes a grandezas como comprimento, área, volume e
massa.
É altamente recomendável o uso de recursos como o material dourado, balanças, régua, lápis/caneta,
cartolina e papel quadriculado para a construção de modelos que ajudem a representar as unidades de
medidas e as grandezas estudadas.
Uso do material dourado e das tabelas de transformação para explicar a relação de transformação
entre as medidas de comprimento, área e volume.

Volume

Disponível em: https://tinyurl.com/uhoswxb . Acesso: 28 jan. 2020.

O material dourado pode ser muito útil na compreensão das unidades de medida de volume. Os
estudantes podem estabelecer que a peça maior (cubo grande) corresponde ao metro cúbico. Destarte, a
menor peça (cubinho) corresponderá ao submúltiplo imediatamente inferior na tabela, ou seja, o
decímetro cúbico, dado que 1 metro cúbico corresponde a 1 000 decímetros cúbicos. Semelhantemente,
os estudantes podem estabelecer que a peça maior (cubo grande) corresponde ao decímetro cúbico e, por
conseguinte, a menor peça (cubinho) corresponderá ao submúltiplo imediatamente inferior na tabela, ou
seja, o centímetro cúbico, dado que 1 decímetro cúbico corresponde a 1 000 centímetros cúbicos.

Disponível em: https://tinyurl.com/uclgpkz . Acesso: 28 jan. 2020.


Área

Disponível em: https://tinyurl.com/ux653u4 . Acesso: 28 jan. 2020.

Usando um raciocínio similar, os estudantes podem estabelecer que a placa corresponde ao metro
quadrado. Portanto, a menor peça (cubinho) corresponderá ao submúltiplo imediatamente inferior na
tabela, ou seja, o decímetro quadrado, dado que 1 metro quadrado corresponde a 100 decímetros
quadrados. Semelhantemente, os estudantes podem estabelecer que a placa corresponde ao decímetro
quadrado e, por conseguinte, a menor peça (cubinho) corresponderá ao submúltiplo imediatamente
inferior na tabela, ou seja, o centímetro quadrado, dado que 1 decímetro quadrado corresponde a 100
centímetros quadrados.

Disponível em: https://tinyurl.com/rpm4jkp . Acesso: 28 jan. 2020.

Comprimento

Trabalhando de forma gradual usando o “método escada”, os estudantes podem se familiarizar com as
transformações entre múltiplos e submúltiplos das unidades de medidas de comprimento, como segue:

Exemplo 1. De um submúltiplo (mm) a um múltiplo (km) – divisões sucessivas por 10

Exemplo 2. De um múltiplo (km) a um submúltiplo (cm) – multiplicações sucessivas por 10


Exemplo 3. Perceba que as transformações implicam em cortes de zeros ou deslocamentos de vírgula.
Veja:

Note que se pode apenas deslocar a vírgula para a direita (ao multiplicar por 10) ou para a esquerda
(ao dividir por 10), ou ainda, equivalentemente, acrescentar ou cancelar zeros para realizar as
transformações, como segue:

Exemplo 4. Deslocamento de vírgula.


Exemplo 5. Cortes de zeros.

De modo análogo, aos procedimentos com as medidas de comprimento, pode-se trabalhar com as
medidas de massa, usando multiplicações ou divisões por 10, e obter múltiplos e submúltiplos da unidade
de medida de massa, o grama.
Disponível em: https://tinyurl.com/t6ofnmn . Acesso em: 28 jan. 2020.

ATIVIDADES
1. Reescreva cada uma das medidas a seguir na unidade pedida.

a) 230 m em centímetros
b) 4,65 km em decímetros
c) 1,9 cm em decâmetros
d) 51,76 mm em metros
e) 98,43 kg em miligramas
f) 0,003 g em miligramas
g) 5,231 mg em decigramas
h) 1,05 kg em gramas

Gabarito
a) 23 000 cm
b) 46 500 dm
c) 0,0019 dam
d) 0,05176 m
e) 98 430 000 mg
f) 3,0 mg
g) 0,05231 dg
h) 1 050 g

2. Realize as conversões entre as medidas a seguir.


a) 12,3 km² em m²
b) 0,25 cm² em mm²
c) 14,36 m² em cm²
d) 8.749,2 mm² em km²
e) 5,29 m³ em dm³
f) 475,1 cm³ em m³
g) 91,002 mm³ em dm³
h) 0,005 dm³ em mm³
Gabarito
a) 12 300 000 m²
b) 25 mm²
c) 143 600 cm²
d) 0,0000000087492 km²
e) 5 290 dm³
f) 0,0004751 m³
g) 0,000091002 dm³
h) 5 000 mm³

3. Calcule o valor das seguintes expressões dando a resposta em metros.


a) 25 dm + 8 m =
b) 12 cm + 301 mm – 1 dm =
c) 24 dam – 30 dm =
d) 125 mm + 60 cm + 71 dm =
e) 14 hm + 21 cm – 5 dam =
f) 3 km – 4 hm + 3 dam – 2 m =
Gabarito
a) 10,5 m
b) 0,521 m
c) 237 m
d) 7,825 m
e) 1 350,21 m
f) 2 628 m

4. Foram descarregados em um porto 7,8 toneladas de equipamentos eletrônicos e 4 500 quilogramas de


materiais elétricos, importados por uma empresa. Qual é a quantidade total desses produtos, em
quilogramas?
Dado: 1 tonelada = 1000 kg.
Solução
Transformando toneladas em quilogramas:
7,8 toneladas = 7,8 x 1 000 kg = 7 800 kg.
Assim, a quantidade total desses produtos é dada por:
7 800 kg + 4 500 kg = 12 300 kg.

5. O médico de Laura receitou um antibiótico para tratar uma infecção de garganta. O tratamento de
Laura consiste em tomar 1 comprimido de 500 mg, duas vezes ao dia, durante 10 dias.
Quantos gramas desse antibiótico Laura deverá tomar durante esse tratamento?
Dado: 1 g tem 1 000 mg.
Solução
Durante 1 dia, ela toma dois comprimidos de 500 mg, ou seja, 1 000 mg. Essa medida corresponde
exatamente a 1 g.
Assim, em 10 dias, Laura deverá tomar 10 g desse antibiótico.

6. Fernanda usou dois quilogramas de biscoito em uma receita de doce.


Quantos gramas desse biscoito ela usou nessa receita?
Solução
Transformando quilogramas em gramas, tem-se:
2 kg = 2 x 1 000 g = 2 000 g.

7. Foi feita a medição do comprimento da parede de uma sala, utilizando, como instrumento de medida,
uma fita métrica de apenas 80 cm. Essa medição correspondeu a 5 medidas e meia da fita.
Quantos metros de comprimento tem a parede?

(A) 4,4 m
(B) 4,5 m
(C) 8,0 m
(D) 8,5 m

Solução
Gabarito A (4,4 m)
Transformando centímetros em metros, tem-se:
80 cm = 80: 100 m = 0,8 m.
Assim, o comprimento dessa parede é dado por:
5,5 x 0,8 m = 4,40 m

8. Marcos mediu o comprimento de uma mesa com as mãos e concluiu que esta media 11 de seus
palmos.
Ao ver que seu palmo media 15 cm, ficou sabendo que a mesa tinha

(A) 16,5 m
(B) 15,5 m
(C) 1,65 m
(D) 1,55 m

Solução
Gabarito C (1,65 m)
Transformando-se centímetros em metros, tem-se:
15 cm = 15: 100 m = 0,15 m.
Assim, 11 palmos = 11 x (0,15 m) = 1,65 m.
9. O Aterro Sanitário de Gramacho chegou a possuir incríveis 1,3 milhões de metros quadrados.
Em quilômetros quadrados, a área do “lixão” de Gramacho corresponde a

(A) 1 300.
(B) 1,3.
(C) 1 300 000.
(D) 130 000.

Solução
Gabarito B (1,3)
1,3 milhões de metros quadrados = 1 300 000 m²

Transformando-se metros quadrados em quilômetros quadrados, divide-se por 100 três vezes, ou seja,
divide-se por 100 elevado ao cubo como segue:

1 300 000m2=1 300 000 : ( 100 )3 k m2


Como (100)³ = (100) x (100) x (100) = 1 000 000, no segundo membro tem-se
1 300 000m2=1 300 000 :1000 000 k m2
Efetuando-se a divisão indicada no segundo membro, obtém-se
1 300 000m2=1 , 3 k m2
Portanto, a área do “lixão” de Gramacho corresponde a 1,3 km².

9ª aula

Professor(a), as orientações a seguir têm como objetivo fazer uma retomada em compreender e aplicar
fórmulas para o cálculo de áreas de figuras planas, sobretudo, de triângulos e quadriláteros.
As deduções matemáticas das fórmulas para os cálculos das medidas das áreas das superfícies de
triângulos, quadriláteros e círculos podem trazer diversos elementos enriquecedores para a aula. A seguir,
algumas ideias para o trabalho com as fórmulas e suas deduções.
Professor(a), desenhe na lousa um retângulo e mostre a regra para o cálculo da área dessa figura. Peça
para que os estudantes façam o registro em uma folha de papel.

Disponível em: https://tinyurl.com/tt42oou . Acesso: 28 jan. 2020.

Utilizando a linha de uma das diagonais, divida o retângulo na metade. Mostre que o resultado dessa
divisão são dois triângulos retângulos. Peça aos estudantes que usem uma folha de papel para representar
esse retângulo e pintar cada um desses triângulos de uma cor. Peça que os estudantes utilizem a técnica de
dobradura para perceberem a congruência dos dois triângulos, por meio da correspondência de lados e
ângulos.
Disponível em: https://tinyurl.com/tt42oou . Acesso: 28 jan. 2020.

Pergunte aos estudantes como deverá ser calculada a área de cada um desses dois triângulos.
Eles não terão dificuldades para formularem que a área do triângulo é dada por

( base ) x ( altura )
Área TRIÂNGULO=
2
Seção de aprofundamento - Demonstração da fórmula da área de um triângulo qualquer.
Desenhe na lousa um triângulo escaleno, inserindo-o em um retângulo, conforme a sugestão da ilustração
a seguir, bem como, peça que os estudantes também façam seus desenhos em uma folha de papel:

Disponível em: https://tinyurl.com/tt42oou . Acesso: 28 jan. 2020.

Identifique a altura do triângulo por meio de uma linha perpendicular e pontilhada. Indique os vértices
e as intersecções de outras linhas com letras maiúsculas. Mostre a formação de dois triângulos - AEF e EFD
- como consequência do tracejado da linha EF:

Disponível em: https://tinyurl.com/tt42oou . Acesso: 28 jan. 2020.

Peça para os estudantes identificarem os segmentos que correspondem à altura do triângulo e do


retângulo, mostrando a relação de igualdade entre esses segmentos:

Disponível em: https://tinyurl.com/tt42oou . Acesso: 28 jan. 2020.

Retome a experiência anterior, em que a diagonal é usada para dividir um retângulo em dois
triângulos.
Desafie os alunos a interpretarem como deverão ser calculadas as áreas dos triângulos AEF e EFD em
função das áreas dos retângulos ABEF e EFDC:

Disponível em: https://tinyurl.com/tt42oou . Acesso: 28 jan. 2020.

A partir das relações feitas anteriormente, escreva as expressões que indicam a área de cada retângulo e
de cada triângulo:
Disponível em: https://tinyurl.com/tt42oou . Acesso: 28 jan. 2020.
Mostre na lousa que a soma da área dos dois triângulos, AEF e EFD, conduz à fórmula para o cálculo da
área do triângulo AED. Lembre-se de que AD= AF + FD:

Disponível em: https://tinyurl.com/tt42oou . Acesso: 28 jan. 2020.

Mostre aos estudantes que o resultado dessa soma tem como consequência a fórmula para o cálculo da
área de qualquer tipo de triângulo. Identifique na fórmula, o segmento relacionado à base e à altura do
triângulo AED. Assim:

( base ) x ( altura )
A AED =
2

Cálculo de áreas de quadriláteros

Paralelogramo
Todo paralelogramo pode ser transformado em um retângulo de mesma base e altura.
Para a comprovação experimental, basta recortar em linha reta, a partir de um dos vértices do
paralelogramo o segmento que o liga ao lado oposto no paralelogramo, a fim de que se recorte o
“triângulo” em uma das laterais, conforme a figura a seguir.
O triângulo recortado se encaixa na outra extremidade e garante a equivalência de áreas entre
paralelogramos e retângulos de mesma altura e mesma base. Assim:

Área=Base x Altura
Losango
Em todo losango, as suas diagonais traçadas se cruzam no ponto médio e, também são
perpendiculares. Assim, o losango pode ser transformado em quatro triângulos retângulos congruentes,
cujas medidas de base e altura seriam dadas como a metade das medidas das diagonais traçadas, uma
maior (D) e outra menor (d), conforme sugerem as imagens a seguir.

O losango, então, terá área equivalente à soma dos quatro triângulos congruentes, cujos catetos medem
d D
e e podem ser usados como base e altura dos triângulos. Assim,
2 2
D d 4 Dd
Área=4 .
( )( ) (
2
.
2
=
4 )
=
D.d
2 2 2

Trapézio
Todo trapézio pode ser decomposto em dois triângulos de mesma altura h, embora suas bases sejam
diferentes: uma maior (B) e uma menor (b). Basta traçar uma diagonal do trapézio (segmento em
destaque) para verificar experimentalmente essa afirmação.

O trapézio, então, terá área equivalente à soma dos dois triângulos de mesma altura: um deles com base B
e outro com base b. Assim, tem-se

B . ( h ) b .(h) (B+b) . h
Área= + =
2 2 2
ATIVIDADES

1. Observe a figura a seguir.


Traçando-se a diagonal na horizontal, surgem dois trapézios congruentes.
Qual é a medida da área total dessa figura?
Solução
Traçando-se a diagonal na horizontal, tem-se

Assim, os dois trapézios possuem: base maior B = 10 cm; base menor b = 5 cm, e altura h = 2,5 cm (a
diagonal divide a medida 5 cm ao meio). Segue que

( 10 cm+ 5 cm) . ( 2,5 cm )


Áreada figura=2 x Áreado Trapézio=2 .
2

→ Área da figura=( 15 cm ) . ( 2 ,5 cm )=37 ,5 c m 2 .


2. Observe a figura a seguir.

Ela representa um painel de propaganda que tem a forma de um trapézio. Sua área é de 22,32 m2 e as
medidas das bases são 8,00 m e 6,40 m.
A medida da altura (h) desse painel é igual a
(A) 2,80 m.
(B) 2,90 m.
(C) 3,00 m.
(D) 3,10 m.

Solução
Gabarito D (3 , 10 m)
(B+b) ⋅h
Sabendo que a área do trapézio é At = , onde B é base maior e b é base menor. Logo,
2

( B+b)⋅h (8+6,4 )⋅h


At = ⇒ 22,32= 44,64=14,4 ⋅ h⇒ h=3,10 m .
2 2

Portanto, a medida da altura (h) desse painel é igual a 3 , 10 m.

3. Observe o polígono a seguir:

A área deste polígono é igual a

(A) 4 cm².
(B) 8 cm².
(C) 16 cm².
(D) 32 cm².
Solução
Gabarito C (16 cm²)
As medidas das diagonais maior (D) e menor (d) do losango, representado pela figura, são 8 cm e 4 cm,
respectivamente. Assim, substituindo-se esses dados na fórmula da área do losango, segue que

( 8 cm ) . ( 4 cm) 32 c m 2 2
Á realosango = = =16 c m .
2 2

4. O piso de um quarto será totalmente revestido com 144 peças de porcelanato quadradas. Sabe-se que
cada uma dessas peças tem 0,5 m de lado.
A medida da área do piso deste quarto, em metros quadrados, mede

(A) 36.
(B) 48.
(C) 108.
(D) 432.

Solução: Gabarito A (36)


A área do piso (P) corresponde à soma dos 144 quadrados de lado 0,5 m. Assim, podemos escrever:
P=(144). ( 0,5 m )2
→ P=(144 ). ( 0,5 m ) . ( 0,5 m )
→ P=( 72 m ) . ( 0,5 m )
→ P=36 m ²

5. Na figura a seguir está representada a planta baixa de um escritório que terá seu piso totalmente
revestido de carpete.

A quantidade de carpete necessária para executar o serviço será, no mínimo, igual a


(A) 34 m².
(B) 36 m².
(C) 38 m².
(D) 40 m².

Solução: Gabarito A (34 m²).


Pode-se decompor a planta baixa desse escritório em três polígonos, traçando-se segmentos como segue:

Assim, a área total desse escritório (A) é composta por um retângulo (R) de dimensões 4 m x 3 m; um
triângulo (T) de base 4 m e altura 3 m e um quadrado (Q) de lado 4 m.

A=R+T +Q

( 4 m). (3 m)
→ A=( 4 m ) . ( 3 m )+ + ( 4 m )2
2

→ A=12 m 2+ 6 m2 +16 m 2=34 m2

Portanto, a quantidade de carpete necessária para executar o serviço será, no mínimo, igual a 34 m².

6. Uma chácara tem o formato e as medidas da figura a seguir. 


Deseja-se cercar essa chácara com alambrado.
Assinale a alternativa que indica a quantidade de alambrado necessários para cercar essa chácara, em
metros.
(A) 780
(B) 820
(C) 1060
(D) 1240

Gabarito C (1060)
Solução
Para saber a quantidade de alambrado necessários para cercar a
chácara, basta encontrar o perímetro, ou seja,
250 m + 140 m + 140 m + 100 m + 150 m + 280 m = 1 060 m.

10ª aula

Professor(a), as orientações, a seguir, têm como objetivo fazer uma retomada em compreender e
aplicar fórmulas para o cálculo de volumes de figuras simples (paralelepípedos e cubos), comparando e
relacionando em diversos contextos.
Professor(a), comece apresentando que os sólidos geométricos são objetos tridimensionais que
ocupam lugar no espaço. Por essa razão, eles possuem volume. Podemos encontrar sólidos de inúmeras
formas, retangulares, circulares, quadrangulares, entre outras, mas todos irão possuir volume e
capacidade. As unidades de volume mais utilizadas são: metro cúbico (m³), decímetro cúbico
(dm³) e centímetro cúbico (cm³). Dentre as medidas de capacidade mais utilizadas temos o litro (l) e
o mililitro (ml).
Podemos relacionar as medidas de volume com a capacidade de um sólido geométrico. Veja:

 1 metro cúbico (m³) corresponde à capacidade de 1000 litros.


 1 decímetro cúbico (dm³) corresponde à capacidade de 1 litro.
 1 centímetro cúbico (cm³) corresponde à capacidade de 1 mililitro (ml).

Uma lata de refrigerante contém 350 ml de líquido, dessa forma podemos dizer que o seu volume é igual a
350 cm³.
Disponível em: https://tinyurl.com/s8wkoyt . Acesso: 28 jan. 2020.

A caixa d’água de uma escola possui 10 m³ de volume, isto é, sua capacidade é de 10.000 litros de
armazenamento.

Disponível em: https://tinyurl.com/s8wkoyt . Acesso: 28 jan. 2020.

Uma caixa de leite longa vida tem 1 decímetro cúbico de volume, então dizemos que sua capacidade é
de 1 litro.

Disponível em: https://tinyurl.com/s8wkoyt . Acesso: 28 jan. 2020.

Professor(a), é importante lembrar que a medida de capacidade 1 litro corresponde a 1 000 mililitros
(ml), e que a medida de capacidade 1 ml corresponde à medida do volume de um cubo de aresta 1 cm, ou
seja, que 1 ml corresponde a 1 cm³.
A partir dessa introdução, discuta com os estudantes sobre a diferença sutil entre o emprego do
termo volume e do termo capacidade. Por exemplo, proponha que os estudantes encontrem as medidas
da sala de aula usando trena ou fitas métricas e façam o cálculo da medida do volume da sala e sua
respectiva capacidade.
Podem ser propostas questões aos estudantes que envolvem a transformação de unidades de medidas
de volume para medidas de capacidade, como segue:

Exemplo 1. Quantos cm³ existem em 10 litros?


Solução
A cada 1 litro correspondem 1 000 mililitros, ou seja, 1 litro corresponde a 1 000 cm³.
Assim, tem-se V = 10 litros = 10 x (1 000 cm³) = 10 000 cm³.

Exemplo 2. Uma piscina de base retangular, possui profundidade constante igual a 1,2 m, com largura e
comprimento iguais a 3 m e 5 m, respectivamente.
Qual é a capacidade máxima de água que essa piscina comporta, em litros?
Solução
A piscina possui medidas 1,2 m, 3 m e 5 m. Calculando o volume, tem-se

V = (1,2 m) x (3 m) x (5 m) = 18 m³

Como 1 m³ de volume corresponde a 1 000 litros de água, tem-se

V = 18 x (1 000 litros) = 18.000 litros.

ATIVIDADES

1. Leandro e Leonardo, brincando com seu jogo de montagem, construíram os blocos a seguir.

Considerando o volume de cada cubo como 1 cm³, os volumes das figuras 1 e 2, respectivamente, são

(A) 14 cm³ e 15 cm³.


(B) 10 cm³ e 10 cm³.
(C) 15 cm³ e 15 cm³.
(D) 12 cm³ e 13 cm³.

Solução
Gabarito A (14 cm³ e 15 cm³)
Na figura 1, observa-se que à sua esquerda há uma pilha de 9 cubos (3 níveis com 3 cubos em cada um) e
um cubo apoiado sobre quatro cubos à sua direita, totalizando 14 cubos ou 14 cm³.
Por outro lado, na figura 2 observa-se que há um cubo apoiado sobre cinco cubos no nível imediatamente
inferior e estes, por sua vez, se apoiam em 9 cubos sobre a base, totalizando 15 cubos ou 15 cm³.

Portanto, os volumes das figuras 1 e 2, respectivamente, são 14 cm³ e 15 cm³.

2. Com cubinhos de madeira de volume 1 cm³, Sara construiu os quatro sólidos representados a seguir.
Dos quatro sólidos que ela construiu, o que tem maior volume é o

(A) sólido A.
(B) sólido B.
(C) sólido C.
(D) sólido D.

Solução
Gabarito C (sólido C)
O sólido C possui o maior número de cubinhos de madeira, portanto, possui o maior volume.

3. A sequência a seguir mostra que alguns cubos foram retirados do primeiro bloco à esquerda na
imagem.

Quantos cubos foram retirados do primeiro bloco?


(A) 4
(B) 5
(C) 6
(D) 7

Solução
Gabarito D (7)
Note que, em cada nível no primeiro bloco, havia 9 cubos. Na sequência, à direita do primeiro bloco, há
apenas 2 cubos, no nível superior, ou seja, foram retirados 7 cubos.
Portanto, foram retirados 7 cubos do primeiro bloco.

4. Um pedreiro precisa concretar uma laje de formato retangular, com dimensões 4 m por 6 m, e
espessura igual a 0,1 m.
Qual o volume de concreto necessário?

(A) 2,4 m³
(B) 2,6 m³
(C) 2,7 m³
(D) 3,4 m³
Solução
Gabarito A (2,4 m³)
Para calcular o volume (V) desse paralelepípedo basta multiplicar as medidas de suas dimensões, isto é, V =
comprimento x largura x espessura. Assim, tem-se
V = ( 6 m ) . ( 4 m ) . ( 0,1m )=2,4 m3 .
Portanto, o volume de concreto necessário é 2,4 m³.

5. Observe o paralelepípedo a seguir.

A medida do volume é igual a

(A) 13 m3.
(B) 34 m3.
(C) 56 m3.
(D) 82 m3.

Solução
Gabarito C (56 m³)
Para calcular o volume (V) desse paralelepípedo basta multiplicar as medidas de suas dimensões, isto é, V =
comprimento x largura x espessura. Assim, tem-se
V = ( 4 m ) . ( 7 m ) . ( 2 m )=56 m 3 .

Portanto, o volume é igual a 56 m³.

6. Observe as representações de dois recipientes a seguir.


Isabela encheu totalmente o recipiente cúbico da figura I com creme de chocolate. Em seguida,
despejou todo esse creme no recipiente da figura II, que tem a forma de um paralelepípedo retângulo. A
medida da altura h, ocupada pelo creme de Isabela nesse recipiente, foi de

(A) 2 cm.
(B) 4 cm.
(C) 6 cm.
(D) 8 cm.

Solução
Gabarito D (8 cm)
Para calcular a altura (h) desse paralelepípedo, precisa-se saber a medida do volume do cubo na figura I.
Como a aresta desse cubo é igual a 4 cm, tem-se
Volume do cubo=( 4 cm )3=64 c m3 .
Como este volume do cubo encheu o paralelepípedo até a altura h, tem-se
( 4 cm ) . ( 2 cm ) . ( h ) =64 c m3
→ ( 8 c m2 ) . h=64 c m 3
64 c m 3
→ h= =8 cm.
8 c m2
Portanto, a medida da altura h, ocupada pelo creme de Isabela nesse recipiente, foi de 8 cm.

7. Observe a figura a seguir.

A expressão que melhor representa o volume dessa figura é

(A) 3 √ 3 m3 .
(B) −3 √ 3 m3 .
(C) 9 √ 3m3 .
(D) 27 √ 3 m3 .
Solução
Gabarito A (3 √ 3 m3 )
Para calcular o volume (V) dessa figura, note-se que é um cubo, basta multiplicar as medidas de suas
dimensões, isto é, V = comprimento x largura x espessura. Assim, tem-se
V = ( √3 m ) . ( √3 m ) . ( √3 m )
2
→ V =( √ 3 m ) . ( √ 3 m)
→ V =( 3 m2 ) . ( √ 3 m )
→ V =3 √ 3 m3
Portanto, a expressão que melhor representa o volume dessa figura é 3 √ 3 m3

8. A carroceria de um caminhão-Baú, como o da figura a seguir, tem medidas 3 m x 6 m x 4 m.


Quantas viagens, no mínimo, este caminhão terá de fazer para transportar 360 m 3 de papel?

(A) 3
(B) 5
(C) 8
(D) 10

Solução
Para calcular o volume (V) dessa figura, basta multiplicar as medidas de suas dimensões. Assim, tem-se
V = (3 m ) . ( 6 m ) . ( 4 m )=72 m ³
Assim, para transportar 360 m³ este caminhão terá de fazer
360 m3
=¿ 5 viagens.
72m3
Portanto, no mínimo este caminhão terá de fazer 5 viagens.
Sequência Didática de Matemática - 9º ano
Objetivos:
 Identificar e resolver situações-problema utilizando os teoremas de Tales e de Pitágoras.
 Operar com expressões algébricas e fazer uso dessas operações na resolução de equações, inequações
e sistemas de equações (exemplo: monômio, polinômio, produtos notáveis e fatoração).
 Interpretar e produzir diferentes escritas algébricas principalmente as que envolvem equações
e inequações. 

6ª aula
Teorema de Pitágoras

Professor(a), inicie a aula questionando os estudantes a respeito do que caracteriza um triângulo


retângulo, quais lados representam os catetos e qual lado representa a hipotenusa. Comente que é possível
identificar essas formas em elementos do cotidiano como janelas, portais, estruturas arquitetônicas, por
exemplo.
O ideal é provocar a turma e estimular a visualização de forma concreta. Trabalhe com eles a construção do
triângulo retângulo, cujas medidas dos lados sejam 3, 4 e 5 unidades de comprimento.
Como sugestão, proponho que providencie antecipadamente as figuras (é possível fazer a partir de folhas
A4 efetuando recortes em sala de aula) com formato de:
Quadrado (Comprimento cujos lados meçam 1 unidade / Quantidade = 50).

Professor(a), mostre a relação entre as medidas, conforme demonstrado a seguir,

O próximo passo é verificar o nível de aprendizagem da turma e assimilação do conteúdo, faça na


lousa a correção dos problemas, discutindo com toda turma a respeito das soluções propostas por eles
solucionando as dificuldades que possam ter surgido durante esse momento, retomando os conceitos
estudados.

ATIVIDADES
Exemplo: Como verificar se um triângulo é retângulo através do teorema de Pitágoras. Veja:

5 → hipotenusa
4 → cateto maior
3 → cateto menor
52=4 2+3 2
→ 25=16+ 9
→ 25=25
Portanto esse triângulo é retângulo.

1. 1 - Verifique se os triângulos a seguir são triângulos retângulo, usando o teorema de Pitágoras.


a)

Solução: 102=82+ 62 → 100=64 +36 → 100=100 . Portanto, esse triângulo é retângulo.

b)

Solução: 132=122 =62 → 169=144 +36 →169 ≠ 180. Portanto, esse não é um triângulo retângulo.

2. A figura a seguir mostra um edifício que tem 20 m de altura, com uma escada colocada a 15 m de sua
base ligada ao topo do edifício.
O comprimento dessa escada, em metros, é
(A) 25
(B) 35
(C) 300
(D) 625

Gabarito: A

Solução: ao aplicar o teorema de Pitágoras, tem-se


x 2=( 20 )2 + ( 15 )2
→ x2=400+225
→ x2=625
→ x=√ 625
→ x=25

Portanto, a medida do comprimento dessa escada é 25 metros.


3. A diagonal de um terreno retangular mede 10 metros. Sabe-se que a distância é exatamente 6 metros
entre os muros laterais desse lote, qual é a medida em metros do portão até o muro do fundo?

(A) 8
(B) 10
(C) 12
(D) 14

Gabarito: A
Solução: ao aplicar o teorema de Pitágoras, tem-se
102= (6 )2+ ( x )2
→ 100=36+ x ²
→ x2=64
→ x=√ 64 → x=8
Portanto, a medida do comprimento do portão até o muro do fundo é de 8 metros.
4. Uma pessoa decidiu medir a diferença de altura entre dois prédios, e tinha a informação que a
distância entre eles era, 15 metros. Sabe-se que foi esticado uma corda do topo do 1º prédio ao topo do 2º
prédio com comprimento total de 17 m, conforme mostra a figura a seguir:
A diferença de altura (valor de x) entre os dois prédios, em metros, é
(A) 6
(B) 8
(C) 16
(D) 32

Gabarito: B
Solução: ao aplicar o teorema de Pitágoras, tem-se:
172 =152+ X 2
289=225+ X 2
X =√ 64
X =8
Portanto, a diferença de altura entre os dois prédios, em metros, e 8.

5. Uma praça tem a forma de um triângulo ABC, com ângulo B=90°. Para garantir a execução de um
serviço, houve necessidade de se interditar o lado AB dessa praça com uma corda para isolar a área,
conforme mostra a figura a seguir.

Qual o comprimento mínimo de corda utilizado para isolar o lado AB?

(A) 12 m
(B) 18 m
(C) 27 m
(D) 54 m
Gabarito: B
Solução: ao aplicar o teorema de Pitágoras, tem-se:

302=242 + x 2
900=576+ x 2
x 2=324
x=18

Portanto o comprimento mínimo de corda utilizado para isolar foi de 18 m.

6. Na Figura a seguir, AB mede 6 cm, BC mede 12 cm, CD mede 9 cm, e DE mede 4 cm.
Qual a distância, em cm, entre os pontos A e E?

(A) 17
(B) 21
(C) 18
(D) 20

Gabarito: A
Solução: ao aplicar o teorema de Pitágoras, tem-se:

AE = hipotenusa
AZ = 12 – 4 = 8
ZE = 6 + 9 = 15
AE² = 8² + 15²
AE² = 64 + 225
AE² = 289
AE = 17

Professor(a), ao término destas atividades propostas, se julgar necessário aplique mais atividades com
o intuito de fixar o conteúdo estudado.
Preparando para aula seguinte: peça aos estudantes para fazer uma pesquisa, em casa, sobre Tales de
Mileto enquanto matemático, filósofo, pesquisador e ser humano. Essa pesquisa será discutida na aula
seguinte.

7ª aula
Teorema de Tales
Professor(a), inicie a aula construindo um mural no quadro com informações provenientes da pesquisa
dos estudantes a respeito das contribuições de Tales de Mileto enquanto matemático, filósofo, pesquisador
e ser humano (como sugestão, faça o mural no formato de página de rede social como se estivesse criando
um perfil).

Professor(a), estimule a compreensão do Teorema de Tales de maneira prática, através da construção


em papel milimetrado. É fundamental que os estudantes tenham em mãos Papel milimetrado, lápis,
calculadora, par de esquadros e régua.
Primeiro, peça para que desenhem três retas paralelas com distâncias diferentes duas a duas, depois para
traçar duas retas transversais e por fim indicar os pontos de intersecção efetuando as marcações deles.

Depois que todos tiverem efetuado essa construção faça a leitura das medidas dos segmentos encontrados,
organize uma tabela para as anotações. Feito isso explique detalhadamente as relações de proporção:

Na figura anterior as retas transversais u e v interceptam as retas paralelas r, s e t. Os pontos pertencentes


EG FH
na reta u são: E, G e I; e na reta v, os pontos: F, H e J. Logo, de acordo com o Teorema de Tales: =
GI HJ
Agora separe os estudantes em duplas e proponha as seguintes atividades para demonstrar para a
turma as razões possíveis e compare os resultados encontrados.

ATIVIDADES

1. No feixe de retas paralelas da figura a seguir, vamos determinar a medida do segmento HJ.

Seja x o comprimento do segmento HJ, mostre a proporcionalidade entre os segmentos utilizando


teorema de Tales com as proporções para resolver a equação:

2 4
= →2 x=32 → x=16 cm.
8 x

Professor(a), evidencie para a turma que 8=2· 4e que 16 também é igual a 4 · 4. Isso acontece porque,
na configuração utilizada, a constante de proporcionalidade é 4.
2. Três lotes têm frente para a Rua 2 e para a Rua 1. Suas divisas laterais são perpendiculares à Rua 2,
conforme figura a seguir. sabendo que os lotes B e C tem 100 metros de frente

Qual a medida de frente para a Rua 1 do lote A?

(A) 45
(B) 50
(C) 65
(D) 80
Gabarito: D
F 40 400
Solução: A = → F A = → F A =80
100 50 5

Professor(a), é importante ressaltar que o Teorema de Tales pode ser aplicado nos triângulos quando
traçamos uma reta paralela a um dos lados do triângulo, como mostra a figura ao lado – nesse caso, ao
lado BC.

De acordo com o Teorema de Tales, pode-se escrever que:

AP AQ
=
PB QC

Portanto, temos: toda paralela a um lado de um triângulo, que encontra os outros dois lados em
pontos distintos, determina, sobre esses dois lados, segmentos que são proporcionais.

3. No triângulo ABC da figura abaixo, tem-se MN / / BC. De acordo as medidas dos lados AB e AC do
triângulo determine o valor de x.

2 x x+ 4
Solução: = →8 x=6 x +24 → x=12
6 4

Portanto o valor o valor de x é 12.


4. Na figura a seguir temos que r 1 // r 2 // r 3 // r 4.

Aplicando o Teorema de Tales determine os valores de F, G e H.


9 F H 4
Solução: = e =
H 4 12 G
F 3
Logo, = → F=6
4 2
9 6
= → H=6
H 4
6 4
= → G=8
12 G
Portanto, F=6 ; H=6 ; G=8

5. Na figura a seguir temos que RS = 4 m, ST = 6 m e TU = 10m. Sabendo que os segmentos SS’, TT’ e UU’
são paralelos e que RU’ mede 26 m.

Determine o comprimento do segmento RS’.

Solução:

4 RS+ ST +TU
=
x RS '
4 4+6+ 10
=
x 26
104
x=
20
X =5,2

Portanto o comprimento de RS’ é de 5,2 m.


Professor(a), ao término destas atividades propostas, se julgar necessário aplique mais atividades com
o intuito de fixar o conteúdo estudado. Preparando para aula seguinte: peça aos estudantes para fazer
uma pesquisa, em casa, sobre a história da Álgebra. Essa pesquisa será discutida na aula seguinte.
8ª aula

Álgebra – Linguagem Matemática

Professor(a), inicie a aula com uma dinâmica onde será apresentado o conteúdo pesquisado pelos
estudantes, referente a história da Álgebra e sua origem nas mais variadas partes do mundo, como na
Babilônia, Egito e da álgebra geométrica grega formulada pelos pitagóricos e Euclides, também sobre o
renascimento da álgebra na Europa. Evidencie os principais matemáticos seus feitos e descobertas.
Ao finalizar a dinâmica e discussão mostre aos estudantes as diversas aplicações da álgebra no campo da
ciência, com implicações reais que facilitam nosso dia a dia e como ela é essencial, por exemplo, na
construção de redes elétricas, edificações, estradas, portos, equipamentos médicos, todo suporte
farmacêutico e indústria alimentícia desde a produção até a logística de distribuição entre outros.

Professor(a), para a resolução de problemas com álgebra é importante chamar a atenção dos
estudantes para a linguagem matemática que será seu novo idioma, por assim dizer.
Para isso é necessário que os estudantes sejam matematicamente letrados, e assim como sugestão,
trabalhe alguns conceitos e exemplos com a turma.

A seguir, atividades com métodos de interpretar partindo da linguagem materna para a linguagem
matemática nas operações e expressões algébricas.

ATIVIDADES

1
1. Calcule de R$ 100.
2

1
Solução: a preposição “de” entre as quantidades e 100 tem como consequência uma operação
2
de multiplicação. Portanto, tem-se:
1
∙100=50
2

Professor(a), nessa atividade chame a atenção da turma para os termos literais em evidência.
A preposição “de” e as contrações “da”, “do”, dessa e desse, quando estão entre duas quantidades, com ou
sem a presença de incógnitas, tem como consequência uma operação de multiplicação.
Assim como as preposições acima evidencie na hora da explanação os verbos: “é”, “possui”, “tem” e
“equivale”, que podem ou não envolver incógnitas, e representam consequentemente, a igualdade.

2. A idade de Alex é o dobro da idade de Bruno. Represente a expressão matemática.


Solução: considerando A como sendo a idade de Alex e B a idade de Bruno, então a expressão matemática
é dada por: A=2∙ B
Professor(a), nesse exemplo mais uma vez fica evidenciado que o verbo “é” indica que na expressão
matemática tem-se uma igualdade nessa posição. Observe também que a preposição “de” antes do nome
Alex não representa uma multiplicação, pela razão de não estar entre duas quantidades.
Por outro lado, a preposição “da” que está entre as quantidades “dobro” e “idade de Bruno”, representa
uma operação de multiplicação.

3. A razão entre dois números é igual a 3/4. Represente a expressão matemática.


Considerando os números como sendo A e B, tem-se a expressão matemática:
A 3
=
B 4

Professor(a), chame a atenção da turma para que, quando a preposição “por” estiver entre duas
quantidades, ela representará uma divisão. Essa operação também pode vir com o termo “razão” ou
“quociente“.

4. Uma Creche “A” receberá 20% das 120 bolas que serão distribuídas pelo governo. Quantas bolas a
Creche “A” receberá?

20
A= 20 por cento das 120 bolas A= ∙120 → A=240 /10 → A=24
100
Portanto, a escola A receberá 24 bolas.

Professor(a), evidencie para a turma nessa atividade o verbo “receberá”, pois ele tem como
consequência uma igualdade e a preposição “das” tem como resultado uma multiplicação. E a preposição
“por” oculta no valor 20% está relacionada a uma divisão.

5. Maria saiu de casa para fazer compras com R$ 4.600,00. Se na primeira loja ela gastou 40% do valor.
Calcule o valor que ela gastou nessa loja.
40 4
Valor gasto (V G ) = 40 por cento do valor de R$4 600,00 ou seja, V G = ∙ 4600 → V G= ∙ 4600
100 10
→ V G=1840

Portanto, Maria gastou na primeira loja R$ 1 840,00.

Logo, o valor que ela levou para pagar as contas, x, é igual a 1/4 vezes x, mais 2/4 vezes x, mais 800.

1 2
Então, x= ∙ x+ . x+ 800
4 4
3 x
Logo, x= ∙ x+800 → =800 → x=3 200
4 4
Portanto, Maria saiu para pagar as contas com R$ 3 200,00.

Professor(a), nessa atividade, chame a atenção da turma para a preposição “do”, assim como as
outras duas, representa uma multiplicação.

9ª aula
Equações – Inequações
Professor(a), nessa aula é importante que os estudantes entendam o conceito da incógnita, a parte
literal e variável, ou seja a equação como uma sentença matemática que possui igualdade entre duas
expressões algébricas e uma ou mais incógnitas que são expressas por letras.

É importante checar o nível básico de conhecimento conceitual da turma com as partes (monômios,
polinômios) e as operações nas expressões algébricas. Como sugestão, faça uma breve revisão antes de
iniciar as atividades a seguir.

ATIVIDADES

1. A soma das idades de Beto e Leo é 22 anos. Descubra qual é a idade de cada um deles, sabendo-se que
Beto é 4 anos mais novo do que Leo.

Professor(a), importante fazer a turma a tradução do problema para a linguagem matemática. Vamos
tomar a letra L para a idade de Leo e a letra B para a idade de Beto, logo B=L−4.

Solução:
L+ B=22
L+( L−4)=22
2 L−4=22
2 L=22+4
2 L=26
L=13
Portanto, Leo tem 13 anos e Beto tem 13-4=9 anos.

2. Um prédio comercial com 300 m2 de área construída possui 10 salas de mesmo tamanho. Qual é a área
de cada sala, se as outras dependências do prédio comercial ocupam 80m 2?

Professor(a), chame a atenção dos estudantes para o uso das incógnitas, nesse caso represente a área
de cada sala comercial com letra x.
Solução:
10 x+ 80=300
10 x=300−80
10 x=220
x=22
Portanto, cada sala possui 22 m 2.

3. Em 2020 a população de Goiânia é o triplo da população da cidade Florianópolis. Se as duas cidades


juntas têm uma população de 2 000 000 habitantes, quantos habitantes tem a cidade de Goiânia?

Professor(a), nesse exercício utilize incógnitas para representar as cidades e transcrever para a
linguagem matemática. Então nomeie a população da cidade de Goiânia com a letra G e a população da
cidade de Florianópolis com a letra F. Assumiremos que G=3F. Dessa forma, poderemos escrever:
Solução:
G + F = 2 000 000
3F + F = 2 000 000
4F = 2 000 000
F = 500 000
Portanto como G=3F, então a população de Goiânia corresponde a 3×500 000 = 1 500 000 habitantes.
1
4. Marcos saiu para pagar contas com certo valor em reais. A primeira conta paga foi  do valor, a
4
2
segunda  do valor, e ainda ficou com R$ 800,00. Qual o valor que Marcos levou para pagar as contas.
4

Professor(a), chame a atenção para o fato de que a incógnita (variável) pode ser identificada em um
problema nas palavras: qual, que, certo valor, certa quantia, quantos.

Solução: seja x o certo valor em reais que Marcos levou para pagar as contas e sendo que a primeira conta
foi gastou 1/4 do valor, isto é, 1/4 vezes x . A segunda, 2/4 do valor, ou seja, 2/4 vezes x .

1 2
x+ x +800=x
4 4
3
x+ 800=x
4
3
x – x=800
4
1
x=800
4
x=3 200
Portanto, Marcos levou para pagar as contas R$ 3 200,00.

5. No tanque de uma escola veterinária, o dobro do número de jabotis menos 3 deve ser menor que a
quantidade de crocodilos, que é 13. Quantos jabotis podem ser colocados no tanque?

Solução:
2 x−3<13
2 x<13+ 3
2 x<16
x <8.

Portanto podem ser colocadas no tanque menos que 8 jabotis, desde que pelo menos 1 (0 < x < 8), para
atender ao enunciado.

Professor(a), nessa atividade pode-se trabalhar o conceito de inequação. Como sugestão, se possível
faça uma dinâmica para ver quantas formas de resolver podem ser encontradas e quais realmente trazem
a solução correta, verifique quantos acertaram ou erraram tendo como referência o sinal, enfatize o
cuidado e atenção quanto a relação entre os valores maior, menor e igual, principalmente quando houver
troca de sinal na operação.

10ª aula
Sistemas de equação
Na história da Matemática ocidental antiga foram poucas aparições de sistemas de equações lineares.
Segundo Eves (1997), os chineses representavam os sistemas de equações lineares por meio de seus
coeficientes escritos com barras de bambus sobre quadrados de um tabuleiro.
Brahmagupta (598 – 668) matemático indiano criou um método de resolução de equações
simultâneas. Trata-se de um método que podemos chamar de Método da Eliminação sucessiva de
incógnitas.
Desta forma esses matemáticos descobriram o método de resolução por eliminação que consiste em zerar
coeficientes utilizando-se de operações elementares.
Professor(a), um dos métodos mais utilizados para resolver sistemas de equação é o método de
substituição, explore com os estudantes outros métodos de resolução.

ATIVIDADES

1. Uma prova de múltipla escolha com 70 questões foi corrigida da seguinte forma: o estudante ganhava
4 pontos por questão que acertava e perdia 1 ponto por questão que errava ou deixava em branco. Se um
estudante totalizou 200 pontos, qual o número de questões que ele acertou?
Solução:
( I ) x+ y=70
( II ) 4 x− y=200

( I ) x=70− y

4 x− y=200

( I → II )

→ 4 ( 70− y )− y =200

80
→ 280−4 y− y =200→ 280−5 y=200 →5 y=280−200 → y= → y=16
5

Se y=16, logo ao efetuar a substituição de y na equação (I) tem-se,

x + y=70 → x +16=70 → x=70−16 → x=54

Portanto, o estudante acertou 54 questões.

2. Em um zoológico, a quantidade de Avestruzes é igual a de Girafas. Sabe-se que a quantidade total de


patas de ambos é 48.
Quantas Avestruzes há nesse zoológico?

Solução: sejam x e y, as quantidades de Avestruzes e de Girafas, respectivamente. Pode-se escrever o


seguinte sistema:
x= y
{
4 x +2 y=48
Substituindo a primeira equação na segunda, tem-se
4 x+2 x=48
→ 6 x=48
48
→ x= =8
6
Portanto, nesse zoológico há 8 Avestruzes.
3. Uma coleção de 12 livros foi distribuída entre João e Maria. Se João tivesse recebido 3 livros a mais do
que recebeu dessa coleção, então a quantidade de livros recebida por ele seria igual ao dobro da
quantidade de livros recebidas por Maria. O número de livros que Maria recebeu é igual a

(A) 4.
(B) 5.
(C) 7.
(D) 8.

Gabarito: B
Solução: Se, a+ b=12 então a=12−b
Assim, para a+ 3=2 b tem-se, 12−b+3=2 b
Então, 12+3=3 b
15
Logo, b= →b=5
3
Portanto o número de livros que Maria recebeu é igual a 5.
4. José, Mário e Pedro são três estudantes que adoram colecionar figurinhas e também adoram charadas.
Eles decidiram montar um enigma para o professor de matemática e propuseram o seguinte problema:
José e Mario têm, juntos 110 figurinhas.
José e Pedro têm, juntos 73 figurinhas.
Mário e Pedro têm, juntos 65 figurinhas.
Quem tem mais figurinhas e quantas são elas?

(A) José, com 59 figurinhas.


(B) Mário, com 56 figurinhas.
(C) José e Mário, ambos com 55 figurinhas.
(D) Pedro, com 14 figurinhas.

Gabarito: A
Solução:

J + M =110
{J + P=73
M + P=65

J=110 – M → 110 – M + P=73

+ P=37
{−M
M + P=65

2 P=28 → P=14

Assim:

M +14=65 → M =51
J=110 – 51 → J =59

O próximo passo é verificar o nível de aprendizagem da turma e assimilação do conteúdo, faça na


lousa a correção dos problemas, discutindo com toda a turma a respeito das atividades propostas por eles
explore as dificuldades que possam ter surgido, retomando os conceitos estudados e trabalhe mais
atividades a seu critério.