Você está na página 1de 3

EXERCÍCIOS FICHA Nº 2

Escola Secundária de Gago Coutinho


MÓDULO B3- HEREDITARIEDADE
Ano Letivo 2019/2020 BIOLOGIA
3º AS2
NOME: _____________________________________________________ Nº: _____

P R O F E S SO R A : I S A B E L H E N R I Q U E S C L AS S I F I C A Ç Ã O :___________ _ V AL O R E S

1. "Era uma vez um convento na Morávia. onde vivia um


monge que gostava de dar atenção à cor das ervilheiras.
Gregor Mendel morreu há cem anos e a jovem ciência que
legou à humanidade nem precisou de tanto tempo para se
revelar da mais capital importância na violação de segredos
fundamentais, esses que encerravam as chaves da vida e do
destino dos homens." Clara Pinto Correia. in JL de 1 a
7/1/85
A - Já depois da "redescoberta" de Mendel, Bateson e
Cuénot, trabalhando com animais de laboratório, confirmaram
as suas conclusões.
A figura esquematiza os cruzamentos efectuados entre ratos
brancos e cinzentos em sucessivas gerações. com início num
casal de linhas puras. A geração F2 é obtida por cruzamentos
de indivíduos da F1; a geração F3 é obtida por cruzamentos
dos indivíduos B da geração F2.
1.1. Enuncie a lei de Mendel que justifica a cor dos indivíduos da F1.

1.2. Sendo ambos cinzentos, como é possível distinguir geneticamente os ratos B e C da F2 ?

1.3. Se cruzasse os indivíduos A e B da F3' de que cor seriam os ratinhos que nascessem? Justifique a
resposta, com xadrez mendeliano.

2. Conhecida a importância do Núcleo e em especial, o papel do DNA como "molécula da Hereditariedade",


começou a compreender-se os mecanismos que tornam possível a transmissão de caracteres.
No caso da espécie humana, o estudo de genealogias de várias famílias, em sucessivas gerações, mostrou-se
importantíssimo para um mais amplo e completo conhecimento da Hereditariedade.
Assumindo que não há complicações de ilegitimidade, analise atentamente a árvore genealógica representada.
A doença W foi encontrada nos indivíduos representados pelos símbolos a escuro e é rara na espécie humana.
Analisando as afirmações seguintes, conclua qual é a que corresponde ao modo de transmissão desta doença.

1
Professora Isabel Henriques – Biologia TAS
Para cada afirmação, explique porque a considera possível ou a
exclui.
- autossómica recessiva.
- autossómica dominante.
- recessiva ligada ao cromossoma X.
- dominante ligada ao cromossoma X.
- ligada ao cromossoma Y.

3. Em cruzamentos de ratos de pêlo amarelo e ratos de pêlo cinzento, obtiveram-se os seguintes resultados:
Cruzamentos Progenitores F1
A Cinzento x Cinzento 100% Cinzento
B Cinzento x Amarelo ½ Cinzento + ½ Amarelo
C Amarelo x Amarelo 1/3 Cinzento + 2/3 Amarelo

3.1. Utilizando dados do quadro, mostre que o alelo responsável pela coloração amarela do pêlo é dominante.

3.2. O gene responsável pela coloração amarela é letal, isto é, os embriões homozigóticos para esse gene não
são viáveis. Em que medida os dados presentes no quadro apoiam esta afirmação?

4. A feniltiocarbamida, ou abreviadamente PTC, tem um sabor amargo não sentido por alguns indivíduos. Esta
característica é transmitida hereditariamente.
Na figura estão esquematizadas árvores genealógicas referentes a quatro famílias (A, B, C e D).

4.1. Demonstre, escolhendo o diagrama adequado, que o alelo responsável pela sensibilidade à PTC é
dominante.

4.2. Explique a razão por que não é possível, a partir dos dados da figura, saber qual o genótipo dos
progenitores na família A.

5. No rato, o alelo T, situado num locus do cromossoma 17, é responsável por malformações do esqueleto.
São os animais heterozigóticos T/T+ que se caracterizam por apresentarem cauda curta e anomalias nos
membros e nas vértebras.

2
Professora Isabel Henriques – Biologia TAS
Cruzando-se dois animais heterozigóticos, obtêm-se descendentes nas proporções de:
1/3 de animais normais e 2/3 de animais com anomalias iguais às dos progenitores.
5.1. Determine a dominância entre os alelos Te T+.

5.2. A explicação para os resultados no cruzamento referido é a seguinte:


- a homozigotia T/T é letal e inviável.
- a homozigotia T+/T+ é letal e inviável.
- a heterozigotia T/T+ é normal e viável.
- não se verificam, neste caso, as leis de Mendel.
Transcreva a opção correta.

5.3. Justifique a opção anterior, utilizando o xadrez mendeliano. (Ponto de exame de 1992)

6. Um casal normal tem três filhos normais e uma menina, mais nova, que apresentou perturbações no
crescimento, malformações das mãos e dos pés e acentuado atraso mental. Os exames clínicos e a
determinação do cariótipo permitiram concluir que esta criança era afectada por uma aberração cromossómica
designada por trissomia 21.
6.1. Refira o que é um cariótipo.

6.2. Indique em que consiste esta aberração cromossómica.

6.3. Explique como, sendo os pais e os três filhos normais, tal aberração se manifestou nesta criança.

7. A árvore genealógica da figura refere-se a uma família em que se verifica uma determinada anomalia
hereditária.
7.1. De acordo com os dados, pode concluir-se que o gene que
determina a anomalia é:
- recessivo, localizado no cromossoma X;
- dominante, localizado no cromossoma X;
- autossómico recessivo;
- autossómico dominante;
Transcreva a opção correta.

7.2. Indique os genótipos dos indivíduos 2, 4, 6 e 8.

8. Defina genes dominantes e genes recessivos.

3
Professora Isabel Henriques – Biologia TAS