Você está na página 1de 30

DENVER II

Manual1

Tradução:

Lilian Oliveira Freitas ( Acadêmica de Terapia Ocupacional)*


Tatiana Teixeira da Silva (Acadêmica de Fisioterapia)*
Renata Teixeira de Oliveira ( Acadêmica de Terapia Ocupacional)*

*Bolsistas de Iniciação Científica

Revisão:
Lívia C. Magalhães1
Maria Lúcia Paixão2
Marisa Cotta Mancini1
Vanêssa M. Barbosa1
1
Depto. de Terapia Ocupacional, 2Depto. de Fisioterapia, UFMG

1
Traduzido de: Frankenburg, W.K., Dodds, J., Archer, P., Bresnick, B., Maschka, P., Edelman, N., &
Shapiro, H. Denver II Screening Manual. Denver, CO: Denver Developmental Materials, Inc. 1990.

1
I – Administração e Interpretação

A – Materiais de teste

O Denver II utiliza os seguintes materiais de teste:


. Pom-pom vermelho de aproximadamente 10 cm de diâmetro
. Uvas-passa
. Chocalho com cabo fino
. 10 blocos quadrados de madeira (2,5cm)
. Um frasco pequeno, transparente, com boca pequena de cerca de 1,5cm
. Sino pequeno
. Bola de tênis
. Lápis vermelho
. Boneca de plástico pequena com mamadeira
. Caneca de plástico com alça
. Folha de papel branca.

Todos os materiais utilizados na testagem estão incluídos no kit de teste, com


exceção da folha de papel branca (para desenho). Também são necessários mesa e
cadeiras para o examinador, cuidador, e para a criança (se necessário), e espaço
adequado para administração dos itens de motor grosso. Para os bebês, um cobertor
ou mesa de exames alcochoada são utilizados para os itens de avaliação em que a
criança permanece deitada.
Os materiais incluídos no kit do Denver II foram selecionados com cuidado, e,
substituições improvisadas podem reduzir confiabilidade da comparação dos escores
da criança testada com as normas. Em todo caso, as passas podem ser substituídas
por cereal tipo “0”. Quanto a itens perdidos ou quebrados, se duplicatas não são
encontradas localmente, reposições podem ser requisitadas à editora do teste.

B – Folha do Teste

A folha do teste tem cada um dos itens organizados dentro de quatro setores:
pessoal-social, motor fino adaptativo, linguagem e motor grosso. Um modelo da folha
do teste Denver II está incluído nas páginas seguintes, nas figuras 1 e 2.
A escala de idade que atravessa o alto da folha do teste divide as idades em
meses e anos do nascimento até os 6 anos. Até os 24 meses, cada espaço assinalado
entre as marcas da idade da escala representa um mês; depois disto, cada espaço
representa 3 meses. Cada um dos 125 itens de teste está representado por uma
barra, que cobre as idades em que 25, 50, 75 e 90% das crianças da amostra de
normatização passaram no item, como ilustrado na figura 3.

FIGURA 3

2
No exemplo acima, para o item “anda bem”, o fim da barra à esquerda indica
que 25% das crianças da mostra andaram bem logo acima dos 11 meses; a marca
pequena mostra que 50% da amostragem fez bem o item entre 12/13 meses; o limite
esquerdo da área hachurada mostra que 75% andou bem aos 13 meses e meio e, o
limite a direita da barra hachurada mostra que 90% das crianças da amostra andaram
bem um pouco antes de 15 meses.
Alguns dos itens têm um pequeno número anotado a esquerda do fim da barra.
Este número refere-se às instruções numeradas encontradas no verso da folha do
teste, que lembram ao examinador como administrar e/ou interpretar esses item (veja
figura 4). Alguns itens podem ser feitos através do relato dos cuidadores, e, para tal,
devem ter um R localizado à esquerda do fim da barra (veja figura 4). Somente os
itens com um R na folha do teste podem ser feitos através de relato. Mesmo para itens
relatados, sempre que possível, o observador deve observar o que a criança é capaz
de fazer.

Para alguns itens nas idades mais jovens, nem todos os percentis (25, 50, 75 e
90%) estão disponíveis. Tais itens, os quais raramente recebem escore de falha, são
incluídos para alertar o examinador para o desempenho da criança que talvez
necessite de uma avaliação mais detalhada. Por exemplo, o item “movimentos
simétricos”, que receber escore de passa para todas as crianças, é incluído para
alertar o examinador para a criança que pode ter uma paresia de um membro ou um
lado do corpo. Todos os itens deste tipo ocorrem nas idades mais jovens, com mais de
90% da crianças executando a tarefa ao nascimento ou alguns dias depois.

C – Calculando a idade das crianças e traçando a linha da idade

1 – Instruções gerais

As informações gerais como nome da criança, data de nascimento, e data de


teste devem ser registradas primeiro na folha de teste. A idade da criança é calculada
subtraindo a data de nascimento da criança da data de teste (quando é necessário
“tomar emprestado” para realizar a subtração, “pega-se” 30 dias da coluna do mês e
12 meses da coluna do ano).

A idade da criança no exemplo 1 foi calculada como sendo 2 anos, 4 meses e 5 dias.

3
A idade da criança no exemplo 2 é 1 ano, 8 meses e 17 dias. A idade é
calculada como a seguir:

⋅ Passo 1 - Não é possível subtrair 15 de 18 dias, portanto “empresta-se” 30 dias (1


mês) dos 7 meses. Aos 30 dias soma-se 15, resultando em 45 dias. Restam,
então, seis meses na coluna dos meses a esquerda.
⋅ Passo 2 – Subtrai-se 28 dias de 45 dias = 17 dias;
⋅ Passo 3 – Não é possível subtrair 10 meses de 6. Portanto, pega-se “emprestado”
12 meses (1 ano) dos 90. Soma-se 12 meses aos 6, resultando em 18 meses;
Restam 89 na coluna de anos a esquerda;
⋅ Passo 4 – Subtrai-se 10 meses de 18 meses = 8 meses;
⋅ Passo 5 – Subtrai-se 88 de 89 = 1 ano. A idade calculada para a criança no
exemplo 2 foi 1 ano, 8 meses e 17 dias.

A idade correta da criança é muito importante e deve ser checada


cuidadosamente antes da aplicação do teste. A idade da criança é usada como ponto
de referência a partir do qual todos os itens de desempenho são comparados.

2 – Ajustando para prematuridade

Para crianças que nasceram mais de 2 semanas antes da data esperada e que
possuem menos de dois anos de idade, o calculo da idade deve ser ajustado. Para
ajustar a idade, primeiro divide-se o número de semanas do prematuro em meses e
dias, usando 4 semanas para 1 mês e 7 dias para uma semana. Então, subtrai-se o
resultado dos meses e dias da idade calculada.

A idade calculada no Exemplo 3 foi de 2 meses e 19 dias. A criança nasceu 6


semanas (1 mês e 14 dias) prematuramente, então este valor foi subtraído da idade
calculada para se chegar à idade corrigida de 1 mês e 5 dias. Use a idade corrigida da
criança para riscar a linha da idade. Além disso, é necessário indicar na folha de teste
que a idade da criança foi ajustada para prematuridade. Nenhum ajustamento é
necessário para crianças acima de 2 anos de idade e nem para crianças nascidas
após o termo.(Quando a criança completa dois anos de idade ou mais, não é mais

4
necessário ajustar para prematuridade, porque as semanas de prematuridade
representam uma fração cada vez menor da idade total da criança).

3 – Traçando a linha da idade

Depois de calcular corretamente a idade da criança a ser testada (e ajustada


para prematuridade, se necessário), use a escala de idade e uma régua para riscar
precisamente a “linha da idade” de cima abaixo na folha. Cada espaço entre as
marcas da idade na escala no topo e fim da folha representam um mês até os 24
meses; a partir daí, cada espaço representa três meses. Use a idade calculada (ou
ajustada) exata para riscar a linha da idade, sem arredondar para dias, semanas ou
meses. Depois de riscar a linha, escreva a data de teste acima dela, como mostrado
na figura 5.

Como a interpretação do teste depende da colocação correta da linha de idade,


a escala de idade deve ser checada com cuidado para garantir que a linha de idade
tenha sido traçada no lugar certo.

D – Administração do Teste

1 - Instruções gerais

O Denver II pode ser usado para examinar uma criança repetidamente, do


nascimento até os seis anos de idade. Para usar a mesma folha de teste em mais de
uma ocasião, recomenda-se que uma nova linha de idade (com a data do teste
colocada acima dela) seja riscada cada vez que a criança for avaliada, e que o escore
dos itens seja feito de tal maneira, que seja possível distinguir os escores de cada
avaliação. Por exemplo, isto pode ser feito utilizando canetas de cores diferentes.
Todos os itens precisam ser testados de acordo com os procedimentos
estandardizados descritos no manual, caso contrário, as normas retratadas pelas
barras não serão aplicáveis. Examinadores devem rever as diretrizes para
administração do teste periodicamente para se precaver contra desvios não
intencionais.

2 – Construindo o rapport

Na situação de teste, o esforço do examinador deve ser voltado para a


obtenção do melhor desempenho possível por parte da criança e para obter
informações precisas do cuidador. Rapport com a criança e com o cuidador é
essencial.
O teste deve ser feito com um dos pais da criança, ou cuidador primário
presente. Para estimular atividades mais naturais por parte da criança, todos os
esforços devem ser feitos para deixar a criança e o cuidador confortáveis. É melhor
administrar o teste enquanto a criança está vestida. Botas e sapatos que podem
restringir o desempenho da criança nos itens motores devem ser removidos, antes

5
destes itens serem administrados. Uma criança pequena pode sentar no colo do
cuidador. Uma criança mais velha pode sentar sozinha numa cadeira se ela estiver
confortável e puder alcançar os materiais de teste facilmente. Idealmente, a criança
sentará de forma que seus braços apoiem-se sobre a mesa. O cotovelo da criança
deve estar na altura do topo da mesa. Se a criança sentada está muito baixa, peça à
pessoa para colocar um cobertor dobrado sobre o colo para elevar a criança. Uma
mesa que possa ser ajustada para altura, ou mesa e cadeira infantis, são ideais para
avaliar crianças em idade pré escolar. Bebês podem ser avaliados no chão se uma
mesa segura não estiver disponível.

3 – Introdução

Deve-se perguntar ao cuidador quando a criança nasceu e se foi prematura. O


examinador deve então calcular a idade da criança e determinar se o cálculo esta
correto. Uma vez que a testagem pode causar ansiedade no cuidador da criança, é
essencial que se explique que o Denver II é aplicado para determinar o nível atual de
desenvolvimento da criança, que não é um teste de QI, e que não se espera que a
criança passe em todos os itens administrados.
4- Ordem de teste

A ordem de apresentar os itens deve ser flexível e a seqüência pode ser


ajustada de acordo com as respostas da criança. Pode ser interessante colocar um ou
outro material de teste, apropriado para a idade (como, por exemplo, um chocalho
para bebês, blocos para crianças pequenas, papel e lápis para crianças em idade pré-
escolar ), sobre a mesa, assim a criança pode se distrair, enquanto o examinador
pergunta aos pais os itens “reportados pelos pais” do setor pessoal-social. A atividade
livre da criança enquanto os itens dos questionários estão sendo perguntados ao
cuidador é considerada parte da avaliação e o examinador deve estar atento ao
comportamento espontâneo da criança. O escore de itens do teste pode ser feito
baseado em qualquer comportamento relevante observado pelo examinador, mesmo
que isso ocorra antes ou depois do teste formal. Por exemplo, se a criança entrar
correndo na sala de teste, o item “corre” pode receber escore de passa.

Embora flexibilidade seja muito importante, existem algumas regras gerais para
a ordem de administração dos itens, que são favoráveis para a maioria das crianças.
Os seguintes pontos são sugeridos:

a) Em geral, item exigindo uma participação menos ativa da criança devem ser
administrados primeiro (como os itens “reportados” no setor pessoal-social). Deve-
se então seguir para os itens do setor Motor Fino-Adaptativo, os quais não
requerem que a criança fale, depois, passa-se aos itens de Linguagem, e,
finalmente os itens de Motor Grosso. Para a maioria das crianças é melhor
administrar os itens de Motor Grosso por último, porque eles requerem um nível de
confiança, que geralmente vai aumentando com o decorrer do teste. Além disto,
algumas crianças ficam muito excitadas durante a realização dos itens de Motor
Grosso, relutando em retornar à mesa de teste para a execução dos itens dos
outros setores do teste.

b) As tarefas que a criança pode executar mais facilmente devem ser administradas
primeiro. O esforço da criança deve ser elogiado, até mesmo nos itens em que ela
falha. Isto constrói a confiança e pode encorajá-la a tentar nos itens mais difíceis.

c) Itens que utilizam os mesmos materiais do kit de teste, como os blocos, podem ser
administrados consecutivamente para economizar tempo. Isto ajuda a evitar o

6
guardar e trazer de volta contínuo de materiais durante o teste, o que pode
interromper o fluxo da sessão.

d) Recomenda-se que somente os materiais usados para o item específico sejam


colocados sobre a mesa, para evitar distrações. O teste pode também
desenvolver-se mais tranqüilamente se o kit de teste estiver fora da visão e do
alcance da criança (talvez no colo do examinador).

e) Para bebês, recomenda-se que todos os itens que necessitem ser administrados
com a criança deitada sejam testados juntos.

f) Apesar da idade da criança, cada setor testado deve começar com os itens que
falharam completamente a esquerda da linha correspondente à idade da criança, e
continuar para os itens à direita.

5. Número de itens a serem oferecidos

O número de itens administrados varia com a idade e habilidades da criança que


está sendo testada. Na prática, o número de itens administrados podem depender de:

• O tempo disponível para testar, e;


• Se a meta é identificar atraso no desenvolvimento e/ou pontos fortes da
criança.

a. Para determinar se a criança está com o desenvolvimento em risco,


administre o teste assim:

Passo 1 – Em cada setor, administre todos os itens interceptados pela linha


de idade da criança, e, no mínimo os três itens mais próximos e
totalmente a esquerda da linha da idade.

Passo 2 – Se a criança é incapaz de realizar qualquer item no passo 1 (falha,


recusa, não tem oportunidade) administre itens adicionais para a
esquerda no setore apropriados até que a criança passe três itens
consecutivos.

b. Para determinar os pontos positivos ou mais fortes (limite) da criança,


administre o teste assim:

Passo 1 – Em cada setor, administre todos os itens que interceptados pela


linha de idade da criança, e, no mínimo os três itens mais próximos
e totalmente à esquerda da linha da idade.

Passo 2 - Continue a administrar itens para a direita de qualquer “passa” em


cada setor até que três falhas sejam registradas.

A criança pode fazer três tentativas de desempenho em cada item, quando


apropriado, antes de se marcar falha. Mais de três tentativas podem ensinar à criança
um item que ela não consegue fazer. Esse ensinar também prolongaria o tempo de
testagem.

6. Escore do comportamento de teste

Os escores da escala de “comportamento de teste” são marcados depois do teste


ser completado. Usando essa escala, o examinador pode comparar o comportamento

7
da criança durante o teste com o seu desempenho anterior. Sempre pergunte ao
cuidador se o desempenho da criança foi típico para suas habilidades e
comportamento em outras ocasiões. Às vezes, durante a testagem, a criança esta
muito doente, cansada, com fome ou chateada para mostrar suas capacidades reais.
Em tais casos, o teste pode ser remarcado para um outro dia, num horário em que a
criança esteja mais cooperativa.

7. Fazendo o escore dos itens

O escore para cada item deve ser marcado sobre a barra próximo à marca dos
50%. Os seguintes escores são usados para o DENVER II:

“P” para Passa – a criança realizou os itens com êxito, ou o cuidador relatou
(quando adequado) que ela faz o item.

“F” para Falha – a criança não realizou o item com êxito, ou o cuidador relatou
(quando apropriado) que ela não faz o item.

“NO” para Sem oportunidade – a criança não teve oportunidade para realizar o
item, devido a restrições do cuidador ou outras razões. Este escore só deve ser
usado nos itens “reportados”.

“R” para Recusa – a criança se recusa a tentar o item. Recusas podem ser
minimizadas dizendo a criança o que fazer ao invés de perguntar. Contando que
seja dada a instrução sobre a maneira apropriada de administrar, o cuidador pode
administrar o item. Itens Relatados não podem receber escore de recusa.

“NA” para item não administrado – quando o examinador não administrou o item
específico.

E – INTERPRETAÇÃO

O DENVER II é usado para identificar a criança cujo desenvolvimento parece estar


atrasado em comparação com o desenvolvimento de outras crianças. Ele também
pode ser usado para identificar mudanças no ritmo ou padrões de desenvolvimento
com o passar do tempo. Itens individuais são interpretados primeiro, depois o teste
como um todo.

1. Interpretação de itens individuais

a) Itens “avançados”

Se a criança passa em um item que cai completamente à direita da linha


correspondente à idade, o desenvolvimento da criança é considerado avançado neste
item. Isso porque a criança passa em um item em que a maioria das crianças não
passam até atingir uma idade maior. Isto é ilustrado na figura 5a. Itens “Avançados”
não são considerados para propósito de interpretação global do teste.

Figura 5a – Um item “avançado”


(não considerados para propósito de interpretação)

8
b) Itens “normais”

Falha ou Recusa em itens individuais não são necessariamente indicativos de um


atraso no desenvolvimento. Por exemplo, se a criança falha ou recusa um item que
situa-se completamente à direita da linha de idade, o desenvolvimento da criança é
considerado normal. Isso é porque a criança é mais nova que a idade na qual 25% de
crianças da amostragem de padronização realizaram o item; não se espera que a
criança passe em tais itens antes de ficar mais velha. Isto está ilustrado na figura 5b.

Figura 5b - Um item normal


(não são considerados para propósito de interpretação global do teste)

Como mostrado na Figura 5c, a criança pode passar, falhar ou recusar um item no
qual a linha de idade passa entre os percentis 25 a 27%, e o desempenho da criança
nesse item será considerado normal. Itens “normais” não são considerados para
propósito de interpretação global do teste.

Figura 5c – Itens normais


(não são considerados para propósito de interpretação global do teste)

c) Itens de “cautela”

Escore de Cautela em um item individual é considerado quando se interpreta o teste.


A cautela pode ser determinada de 1 ou 2 maneiras, como mostrado na figura 5d. É
dado escore de cautela quando a criança falha ou recusa em um item no qual a linha
de idade passa sobre ou entre os percentis 75 e 90%. Isto é porque mais de 75% das
crianças na amostragem de padronização passaram no item em uma idade mais baixa
que a criança que esta sendo testada. A cautela deve ser indicada no teste
escrevendo a letra C logo a direita da barra.

Figura 5d – Itens de Precaução


(são considerados para propósito de interpretação global do teste)

9
d) Itens de “Atraso”

Assim como a cautela, atrasos em itens individuais são considerados quando se


interpreta o teste. Atrasos são indicados na figura 5e. Como pode ser visto, o atraso é
quando a criança falha ou recusa um item que situa-se completamente à esquerda da
linha de idade. Isto é porque a criança falhou ou recusou um item no qual 90 % de
crianças da amostragem de padronização passaram numa idade mais jovem. Atrasos
são indicados colorindo o fim da barra, a direita.

Figura 5e – Itens de Atraso


(são considerados para propósito de interpretação global do teste)

e) Itens “sem oportunidade”

Itens reportados os quais, de acordo com os pais, a criança não teve a oportunidade
de tentar fazer, são marcados como NO (para No Opportunity), (figura 5f). Estes itens
não são considerados na interpretação global do teste.

Figura 5f – Itens não observados


(não são considerados para propósito de interpretação global do teste)

Nota: As idades exatas nas quais 25, 50, 75 e 90% das crianças da amostragem de
padronização passaram em cada item estão listadas no apêndice A (p. 43) e podem
ser consultadas quando se faz o escore de itens individuais.

2. Interpretação do teste (Essas são sugestões para guiar interpretação)

O DENVER II é interpretado da seguinte maneira

Normal:
• Nenhum atraso e no máximo 1 cautela
• Fazer triagem de rotina na próxima consulta

10
Anormal:
• 2 ou mais atrasos
• Recomendar avaliação diagnóstica

Suspeito:
• Um atraso e/ou duas ou mais cautelas
• Dê sugestões aos pais para melhorar conhecimento da criança ou
habilidade nas áreas de atraso ou cautela. Repetir triagem em 1-2
semanas de forma a eliminar possibilidade de fatores tais como fadiga,
medo, doença.
• Uma vez que as prioridades de comunidades e programas diferem com
relação ao tipo e severidade de problemas que eles querem identificar
com a triagem, vai ser necessário ajustar o critério de Suspeito da
maneira mais eficiente para atingir essas metas. Tabelas com as
porcentagens de Cautelas e Atrasos que são esperados nos diferentes
grupos demográficos são apresentadas no Manual Técnico do DENVER
II, páginas 19-21.

Impossível Testar:
• Interprete de acordo com número de recusas que seriam interpretados
como atrasos ou cautela caso a criança falhasse nesses itens.
• Escores de Recusa em 2 ou mais itens completamente à esquerda de
linha de idade ou em 1 item completamente à esquerda de linha de idade
e 2 ou mais de itens cortados pela linha de idade na área dos
percentuais de 75%-90%.
• Repetir triagem em 1-2 semanas.

3. Considerações para encaminhamento

Se após repetição da triagem os resultados são ainda Suspeito ou Impossível


testar, a decisão de encaminhar ou não para melhor avaliação deve ser determinada
pelo julgamento clínico do profissional com base em:
⋅ Perfil dos resultados do teste (quais itens tem escore de Cautela ou Atraso)
⋅ Número de Cautelas ou Atrasos
⋅ Ritmo de desenvolvimento até data da triagem
⋅ Outras considerações clínicas (história clínica, exames, etc...)
⋅ Disponibilidade de locais para encaminhamento

A monitorização do programa de triagem é discutida no DENVER II Technical


Manual, páginas 18-22. O uso dessa monitorização é fortemente recomendado
para ajudar o profissional a estabelecer e ajustar o critério para
encaminhamento.

II - INSTRUÇÕES PARA A APLICAÇÃO DE ITENS ESPECÍFICOS

11
Siga os procedimentos descritos e, cuidadosamente, cheque os critérios de
pontuação antes de considerar “passa” ou “ falha “ para um item. Alguns itens podem
receber “ passa” através de relato dos pais. Estes itens distinguem-se por um “R” nas
barras de item do formulário de teste e por (R) depois dos nomes dos respectivos itens
nas instruções para aplicação. Quando a pontuação for dada em cima do relato dos
pais, deve-se circular o “R” na barra do formulário para que se diferencie o
comportamento relatado do comportamento diretamente observado.
Quando o relato dos pais for ser utilizado, evite perguntas que sugiram a
resposta aos pais. Por exemplo, ao invés de perguntar, “ sua criança consegue beber
de um copo, não consegue?” pergunte, “ Sua criança bebe de um copo?” Procure
usar perguntas que levem os pais a dar as informações necessárias para pontuar o
item
( mais detalhes e/ou exemplos), ao invés de levar os pais à dar a resposta desejada.
Além disso, perguntar se a criança já faz alguma coisa, ajuda os pais a se sentirem
mais confortáveis ao relatar falhas.

A. PESSOAL - SOCIAL

Olha a face (Regard Face – Birth)


Segure a criança ou coloque-a deitada de supino. Aproxime seu rosto a uma
distância de aproximadamente 30 cm acima da face da criança.
Passa se a criança realmente olha para você.

Sorri em resposta (Smile Responsively – 2.1 sem a 1.5 meses)


Com a criança em supino, sorria e converse com a criança. Não faça cócegas
ou toque a face da criança.
Passa se a criança sorri em resposta. O objetivo é uma resposta social e não
física.

Sorri espontaneamente ( R ) (Smile Spontaneously – 2.6 sem a 2.1 meses)


Durante o teste, observe se a criança sorri para você ou para os pais sem
nenhuma estimulação, seja pelo toque ou pelo som. Se isto não puder ser
observado, pergunte aos pais se a criança sorri para alguém primeiro antes de
sorrirem para ela, conversarem ou tocarem nela.
Passa se a criança sorri espontaneamente para você ou para os pais durante o
teste, ou em casa segundo relato. O objetivo é que a criança inicie a interação
social.

Olha a própria mão ( R ) (regard Own Hand – 3.4 sem a 4.0 meses)
Durante o teste , note se a criança observa uma de suas mãos por vários
segundos pelo menos, ao contrário de só olhar rapidamente de relance. Se isto
não for observado, pergunte aos pais se a criança já fez isto .
Passa se os pais relatarem que a criança faz isto ou se for observado durante
o teste.

Esforça para pegar brinquedo (Work for Toy – 4.1 a 5.9 meses)
Coloque um brinquedo, que a criança se interesse, sobre a mesa ligeiramente
fora de seu alcance.
Passa se a criança tenta alcançar o brinquedo esticando seu braço ou corpo
em direção ao mesmo. A criança não tem que pegar o brinquedo.

Alimenta-se sozinha ( R) (Feed Self – 4.8 a 6.5 meses)


Pergunte aos pais se a criança realmente come sozinha um biscoito (doce ou
salgado) ou alimento que utilize os dedos.

12
Passa se os pais relatarem que a criança o faz. Pontue “sem oportunidade” se
não foi dado à criança algum dos alimentos acima citados.

Bate Palminhas ( R ) (Play Pat-a-Cake – 7.1 a 11.4 meses)


Sem tocar os braços ou as mãos da criança, faça demonstração de uma
brincadeira de bater palmas (ex: parabéns pra você) e peça à criança para
imitá-lo. Se a criança não fizer, peça aos pais para tentarem. Se mesmo assim
a criança não fizer, pergunte aos pais se a criança faz em casa.
Passa se você observar que a criança bate as mãos ou se o pai relatar que a
criança o faz. Também passa, qualquer outra brincadeira de bater palma que a
criança participe. O objetivo é a interação com uma outra pessoa.

Indica desejo ( R ) (Indicate Wants – 7.2 a 12.9 meses)


Durante o teste, observe se a criança mostra o que quer para você ou para os
pais, sem chorar. Se isto não for observado, pergunte aos pais como a criança
mostra o que quer.
Passa se você observar a criança comunicar um desejo específico, de outra
forma que não seja o choro, ou se os pais relatam que a criança o faz.
Exemplos de passa: apontar, levantar os braços e fazer sons, elevar os braços
para ser carregado, empurrar-se para frente ou dizer uma palavra.

Dá tchau ( R ) (Wave Bye-Bye – 6.7 a 14.0 meses)


Se possível, é melhor administrar este item quando as crianças estiverem indo
embora, ou quando você estiver saindo da sala. Fique de frente para a criança
e diga “tchau”, ao mesmo tempo em que acena com a mão. Não toque as
mãos ou os braços da criança e nem permita que os pais o façam. Se a criança
não responder, pergunte aos pais se a criança dá tchau.
Passa se a criança responde levantando o braço ou balançando a mão ou os
dedos, ou se os pais relatam que a criança o faz.

Joga bola com o examinador (Play Ball with Examiner – 9.5 a 15.7 meses)
Role a bola para a criança e tente fazer com que ela role ou jogue a bola de
volta para você. Pode ser necessário rolar a bola várias vezes.
Passa se a criança rolar ou jogar a bola para você propositadamente em sua
direção. (Não passa se ela lhe entregar a bola).

Imita trabalhos caseiros ( R ) (Imitate (Household) Activities – 10.1 a 16.0 meses)


Pergunte aos pais se a criança imita atividades domésticas tais como tirar
poeira, limpar, varrer, aspirar ou conversar ao telefone.
Passa se os pais relatarem que a criança imita qualquer atividade doméstica
realizada pelos adultos.

Bebe de um copo ( R ) (Drink from Cup – 8.8 a 17.1 meses)


Pergunte aos pais se a criança consegue segurar uma xícara ou copo e beber
dele sem ajuda, derramando menos do que a metade do líquido. A xícara ou
copo não deve ter tampa ou alça.
Passa se os pais relatarem que a criança consegue.

Ajuda em casa ( R ) (Help in House – 12.6 a 17.3 meses)


Pergunte aos pais se a criança ajuda em casa, em tarefas simples, como
guardar brinquedos, jogar o lixo fora ou pegar alguma coisa para os pais
quando lhe é pedido.
Passa se a criança ajuda ao invés de só imitar. O objetivo é determinar se a
criança entende e obedece um pedido de ajuda.

13
Usa colher/garfo ( R ) (Use Spoon/Fork – 12.8 a 19.9 meses)
Pergunte aos pais se a criança usa colher ou garfo para comer. Se sim, o
quanto ela derrama?
Passa se a criança usa uma colher ou garfo e leva a maior parte da comida à
boca, derramando pouco. O objetivo é determinar se a criança é
essencialmente auto suficiente para alimentar-se.

Remove roupas ( R ) (Remove Garment – 13.3 a 23.9 meses)


Pergunte aos pais se a criança remove alguma de suas roupas e, em caso
afirmativo, quais peças?
Passa se a criança puder remover peças como os sapatos que demandam
algum esforço , jaquetas, calças ou camisetas. Não passa chapéus, meias,
fraldas, chinelos, ou sapatos que são retirados facilmente. O objetivo é ver se a
criança pode, propositadamente, remover uma peça de roupa num esforço de
auto - cuidado.

Alimenta boneca (Feed Doll – 14.8 meses a 2.0 anos)


Coloque a boneca e a mamadeira de brinquedo sobre a mesa na frente da
criança. Diga à criança para “alimentar o bebê” e/ou “dar mamadeira ao bebê.”
Passa se a criança leva a mamadeira à boca da boneca ou, obviamente, tenta
levar à boca. Se a criança imitar a amamentação no seio, encoraje-a a usar a
mamadeira, uma vez que só a amamentação no seio não vale como passa.

Põe roupa ( R ) (Put on Clothing – 20.5 meses a 2.5 anos)


Pergunte aos pais se a criança consegue colocar alguma de suas roupas e, em
caso afirmativo, quais itens?
Passa se a criança veste qualquer peça de roupa, tais como cueca ou
calçinha, meias, sapatos, jaqueta, etc. Os sapatos não têm que ser amarrados,
apertados ou estarem no pé certo. Um chapéu colocado de qualquer jeito na
cabeça, não caracteriza passa.

Escova os dentes com ajuda ( R ) (Brush Teeth with Help – 16.1 meses a 2,7
anos)
Pergunte aos pais se a criança escova os dentes com alguma ajuda. Em caso
afirmativo, peça ao pai para descrever como isto é feito.
Passa se é relatado que a criança segura a escova de dente e a movimenta
horizontalmente, em um movimento de escovação. Pode haver alguma ajuda
dos pais em direcionar a escova, mas a criança deve ser capaz de fazer a
maior parte sozinha. Os pais podem supervisionar e colocar a pasta de dente
na escova. Pontue “sem oportunidade” se os pais não permitiram a criança de
tentar.

Lava e seca as mãos ( R ) (Wash and Dry Hands – 19.2 meses a 3.1 anos)
Pergunte aos pais se a criança pode lavar e secar suas próprias mãos sem
ajuda, exceto na hora de abrir torneiras que estão fora de alcance.
Passa se os pais relatarem que a criança o faz, usando sabão, enxaguando e
enxugando bem as mãos.

Nomeia amigo (Name Friend – 2.2 a 3.1 anos)


Peça a criança que lhe conte o nome de alguns de seus amigos ou colegas
(pessoas que não morem com a criança).
Passa se a criança dá o primeiro nome de pelo menos um amigo. Nomes de
primos e irmãos podem ser aceitos desde que eles não morem com a criança.
Nomes de animais de estimação não são aceitos.

14
Veste camiseta ( R ) (Put on T-Shirt – 2.3 a 3.4 anos)
Pergunte aos pais se a criança veste sua camiseta ou pulôver sem ajuda.
Passa se a criança consegue passar a camiseta pela cabeça e vestir os
braços. A camiseta pode ser vestida com a frente virada para trás ou do
avesso.

Veste sem ajuda ( R ) (Dress, No Help – 3.0 a 4.5 anos)


Pergunte aos pais se a criança consegue vestir-se sem ajuda nenhuma.
Passa se a criança consegue vestir-se completa e corretamente sem ajuda.
Ela deve normalmente escolher suas próprias roupas ( pelo menos roupas que
usa para brincar), e pode receber ajuda apenas para amarrar os sapatos,
abotoar ou fechar o zíper nas costas de um vestido.
Um passa no item Veste-se sem ajuda implica em um passa no item Veste
roupa e veste camiseta.

Joga jogos de mesa ou cartas ( R ) (Play Board/Cards Games – 2.7 a 4.9 anos)
Pergunte aos pais se a criança brinca com jogos de mesa simples ou cartas.
(Exemplos: baralho, memória, Lince). Certifique-se que a criança realmente
joga e compreende o jogo.
Passa se os pais relatarem que a criança entende e joga com outras pessoas,
assentada e esperando sua vez.

Escova os dentes, sem ajuda ( R ) (Brush Teeth, No Help – 2.6 a 5.0 anos)
Pergunte aos pais se a criança, algumas vezes, escova seus dentes sem ajuda
ou supervisão, incluindo colocar pasta dental na escova de dente e escovar
todos os dentes com movimentos corretos para trás e para frente na linha da
gengiva.
Passa se os pais relatarem que a criança escova os dentes sem ajuda ou
supervisão algumas vezes. (Os pais devem ser aconselhados a escovar os
dentes da criança algumas vezes para assegurar a devida limpeza.)
Um passa no item Escova os dentes sem ajuda, implica em um passa no item
Escova os dentes com ajuda.

Prepara lanche simples ( R ) (Preparate Cereal – 3.0 a 5.1 anos)


Pergunte aos pais se a criança pode preparar um lanche simples sem ajuda
(excluindo-se itens que são difíceis de alcançar), incluindo pegar o prato,
colher, alimento e líquido e colocar a bebida no copo sem derramar muito. Se
os pais relatarem que a criança não consegue fazê-lo porque a vasilha de
líquido é muito pesada, pergunte se a criança poderia colocar se fosse de uma
vasilha quase vazia, de um recipiente menor ou de um copo. (Exemplos:
Preparar um Toddy/Nescau ou um suco pronto).
Passa se os pais relatarem que a criança pode fazê-lo, incluindo colocar o
líquido de qualquer tipo de vasilha.

B. MOTOR FINO-ADAPTATIVO

Segue até linha média (Follow to Midline – 1.7 sem a 1.3 meses)
Com a criança em supino, segure o pompom vermelho acima da face da
criança a uma altura em que ela possa focalizá-lo (aproximadamente 18 cm).
Balance o pompom para chamar a atenção da criança e mova-o lentamente em
arco de um lado para o outro, várias vezes. O movimento do pompom pode ser
interrompido para reaver a atenção da criança, e então ser continuado.

15
Passa se a criança segue o pompom até alinha média com os olhos, ou com a
cabeça e os olhos.

Segue passando pela linha média (Follow past Midline – 2.7 sem a 2.8 meses)
Seguir os procedimentos de aplicação descritos no item ‘ Segue até linha
média’
Passa se a criança seguir o pompom passando pela linha média com os olhos,
ou com a cabeça e os olhos.
Um passa no item Segue passando por linha média implica em um passa no
item Segue até linha média.

Agarra chocalho (Grasp Rattle – 2.6 a 3.9 meses)


Com a criança em supino ou no colo dos pais, toque o dorso dos dedos ou
pontas dos dedos da criança com o cabo do chocalho.
Passa se a criança agarrar o chocalho por alguns segundos.

Mãos juntas (Hands Together – 2.2 a 4.0 meses)


Durante o teste, com a criança em supino ( não no colo dos pais), note se as
suas mãos são trazidas juntas até a linha média do corpo sobre o peito ou à
boca.
Passa se você observar a criança trazendo as mãos à linha média desta
maneira.

Segue 180o (Follow 180 Degrees – 2.2 a 4.5 meses)


Seguir os procedimentos de aplicação descritos no item ‘Segue até linha
média’
Passa se a criança seguir o pompom com a cabeça e olhos por todo o arco,
de um lado do corpo ao outro.
Um passa no item Segue 180o implica em um passa no item Segue até linha
média e no item Segue passando pela linha média .

Olha uva-passa (Regard Raisin – 2.8 a 5.2 meses)


Com a criança sentada no colo dos pais, junto à mesa, coloque uma uva-passa
em frente à criança. As uvas-passa devem ser colocadas em uma superfície
que dê bom contraste, tal como uma folha branca de papel. Você pode apontar
ou tocar na uva- passa para atrair a atenção da criança.
Passa se a criança olhar para a uva-passa.

Alcança (Reaches – 4.3 a 5.6 meses)


Com a criança sentada no colo dos pais de forma que seu cotovelo esteja ao
nível da mesa e suas mãos sobre a mesa, coloque um objeto como o chocalho
ou o pompom a seu alcance e encoraje-a a pegá-lo.
Passa se a criança alcançar ou se pelo menos mover seus braços ou mãos em
direção ao objeto sobre a mesa.

Procura pompom (Look for Yarn – 4.9 a 7.2 meses)


Com a criança sentada no colo dos pais, segure alto o pompom vermelho para
atrair a atenção da criança para ele. Quando a criança estiver olhando para o
pompom, solte-o para que ele caia fora do campo de visão dela. Não mova sua
mão ou braço exceto para soltar o pompom. Repita se a resposta da criança
não for clara.

16
Passa se a criança procura pelo pompom, olhando para baixo ou em direção
ao chão ao seu redor.

Agarra uva-passa (Rake Raisin – 5.7 a 7.3 meses)


Com a criança sentada no colo dos pais, junto à mesa, de forma que seu
cotovelo esteja ao nível da mesa e suas mãos sobre a mesa, deixe cair uma
uva passa em frente à criança e ao seu alcance. Se necessário você pode
apontar ou tocar na uva passa para chamar a atenção da criança.
Passa se a criança pegar a uva passa, usando um movimento de varrer com
toda a mão. Assegure-se que a passa não grudou simplesmente na mão da
criança mas foi realmente pega.
Este item recebe um passa se a criança passar no item Agarra com polegar-
dedos.

Tranfere cubo (Pass Cube – 5.1 a 7.7 meses)


Note se a criança passa o cubo de uma mão para a outra. Para facilitar, dê à
criança um cubo. A seguir, apresente um segundo cubo à mesma mão. A
criança com frequência passará o primeiro cubo para a outra mão afim de
pegar o segundo cubo.
Passa se você observar a criança transferir um cubo de uma mão para a outra
sem usar seu corpo, boca ou mesa.

Pega dois cubos (Take 2 Cubs – 5.7 a 9.1 meses)


Coloque dois cubos em cima da mesa, em frente à criança. Encoraje-a a pegar
os cubos mas não os dê para a criança.
Passa se a criança pegar os dois cubos e segurá-los um em cada mão ao
mesmo tempo.

Agarra com polegar- dedos (Thumb-Finger Grasp – 7.2 a 10.2 meses)


Seguir os procedimentos de aplicação descritos no item ‘ Agarra uva-passa’.
Passa se a criança pegar a uva passa usando qualquer parte do polegar
combinado com um ou vários dedos.
Um passar no item Agarra com o polegar - dedos implica em passa no item
Agarra uva -passa.

Bate dois cubos (Bang 2 Cubs Held in Hands – 6.7 q 1-.9 meses)
Coloque um cubo em cada mão da criança e encoraje-a a baté-los. Você deve
encorajar a criança a bater os dois cubos demonstrando com cubos seguros
em suas mãos. Não toque ou permita que os pais toquem as mãos ou braços
da criança. Se a criança não bater os cubos pergunte aos pais se a criança
bate pequenos objetos daquela maneira.
Passa se a criança segurar um cubo em cada mão e bater os cubos um no
outro, ou se os pais relatarem que a criança bate pequenos objetos um no
outro. Bater potes, panelas, tampas, ou outros objetos grandes não caracteriza
“passa”.

17
Coloca cubo na xícara (Put Block in Cup – 9.8 a 13.8 meses)
Coloque três cubos e uma xícara em cima da mesa em frente à criança.
Encoraje a criança a colocar os cubos na xícara através de demonstração e
palavras. Esta demonstração pode ter que ser repetida várias vezes.
Passa se a criança colocar pelo menos um cubo na xícara e soltá-lo.

Rabisca (Scribbles – 11.7 a 16.3 meses)


Coloque uma folha de papel em branco e um lápis em frente à criança. Você
pode colocar o lápis na mão da criança e encorajá-la a rabiscar, mas não
demonstre como fazê-lo. (Observe a criança cuidadosamente e esteja
preparado para impedi-la de colocar o lápis na boca ou olho.)
Passa se a criança fizer marcas propositadamente no papel. Falha para as
marcas aleatórias ou bater com a ponta do lápis no papel.

Derrama uva-passa, com demonstração(Dump Raisin, Demonstrated – 12.8 a


19.4 meses)
Mostre à criança 2 ou 3 vezes como derramar a uva-passa do vidro. Em
seguida peça à criança para tirá-la do vidro. (Não use a palavra derrame ou
vire).
Passa se a criança derramar a uva-passa para fora do vidro ou puxar a uva
passa com a mão até perto da abertura e depois derramá-la. Não passa se a
criança remover a uva-passa com o dedo.

Torre de cubos - 2, 4, 6, 8 (Tower of Cubs – 2,4,6,8 – 13.5 meses a 3,5 anos)


Com a criança sentada à mesa em uma altura em que seus cotovelos fiquem
no nível da mesa e mãos sobre a mesa, coloque os cubos na frente da criança.
Encoraje a criança a empilhá-los por demonstração e palavras. Pode ser
facilitado, dando à criança um cubo de cada vez. Três tentativas devem ser
permitidas.
Passa no item Torre de dois cubos se a criança colocar um cubo em cima de
outro e eles não caírem quando ela retirar sua mão.
Passa no item Torre de 4, 6, 8 cubos, dependendo do maior número de cubos
que ela conseguir empilhar em três tentativas.
Um passa no itens 4, 6, ou 8 cubos implica em um passa nos itens com
número inferior de cubos (por exemplo, se passar na ‘Torre de 6 cubos’
também passa nos itens ‘Torre de 2 e 4 cubos’).

Imita linha vertical (Imitate Vertcal Line – 2.1 a 3.2 anos)


A criança deve estar sentada à mesa em uma altura confortável para a escrita.
Coloque um lápis e uma folha de papel em branco em frente à criança e diga a
ela para desenhar linhas iguais às suas. No papel, demonstre como desenhar
linhas verticais, desenhando em direção à criança. Não guie a mão da criança.
Três tentativas devem ser permitidas.
Passa se a criança fizer uma linha ou mais no papel, de pelo menos 5cm de
comprimento, e que não varie mais do que 30o da sua linha vertical (veja o
exemplo). As linhas não precisam ser perfeitamente retas.

Movimenta o polegar(Thumb Wiggle – 2.5 a 3.6 anos)

18
Demonstre, com uma ou ambas as mãos, como fechar os dedos e
deixar o polegar apontando para cima. (Movimente somente o seu polegar,
com pequenos movimentos). Diga para a criança para movimentar seu polegar
(ou polegares) da mesma forma. Não ajude a posicionar a mão da criança.
Você deve dizer para a criança “tinindo” ou “jóia”.
Passa se a criança movimentar um ou ambos polegares sem
movimentar os outros dedos.

Copia O (Copy Circle – 3.1 a 4.0 anos)


Dê à criança um lápis e uma folha de papel em branco. Mostre à ela o
círculo no verso do formulário de teste. Sem nomeá-lo ou mover seu dedo ou
lápis, mostrando como se desenha. Diga à criança para desenhar um igual à
gravura. Três tentativas devem ser permitidas.
Passa qualquer forma que se aproxime de um círculo e que seja fechada ou
praticamente fechada. Falha movimentos espirais contínuos.

Desenha pessoa - 3 partes, 6 partes (Draw Person – 3 Parts, 6 Parts – 3.3 a 5.6
anos)
Dê à criança um lápis e uma folha de papel em branco. Diga a ela para
desenhar uma pessoa. Certifique-se de que a criança terminou antes de
pontuar o desenho.
3 partes - Passa se a criança desenhar três ou mais partes do corpo. Um par
(olhos, orelhas, braços, mãos, pernas, pés) é considerado como uma parte.
Para que seja considerado, ambas as partes do par devem ser desenhas, a
não ser que o desenho da pessoa esteja de perfil (neste caso uma orelha, um
olho, etc., são pontuados.) Tome nota em suas observações do teste em caso
de qualquer desenho não usual, mesmo que a criança tenha identificado as
partes aceitáveis.

19
6 partes - Passa se a criança tiver desenhado 6 ou mais partes do corpo.
(Veja critério no item 3 partes) Passar no item Desenha pessoa - 6 partes
implica em Um passa no item Desenha pessoa - 3 partes.

Copia + (Copy + - 3.3 a 4.7 anos)


Dê à criança um lápis e uma folha de papel em branco. Mostre à ela a cruz no
verso do formulário de teste. Sem nomear a figura ou mover seu dedo ou lápis
para mostrar como se desenha, diga à criança para desenhar um igual à figura.
Três tentativas devem ser permitidas.
Passa se a criança desenhar duas linhas que se cruzem próximas ao ponto
,médio. As linhas não precisam ser exatamente retas, mas as linhas que se
intersectam devem ser feitas apenas com dois traços.

Indica Linha maior (Pick Longer Line – 2.9 a 5.3 anos)


Certificando-se de que as linhas sejam apresentadas na vertical, mostre à
criança as linhas paralelas no verso do formulário de teste e pergunte à
criança, ”Qual é a linha mais comprida ou mais longa?” (Não diga “mais
grande”.) Depois da criança ter apontado para uma linha, vire o papel de
cabeça para baixo e pergunte de novo. Vire o papel de cabeça para baixo
novamente e repita a pergunta uma terceira vez. Se a criança não responder
corretamente as três vezes, repita a questão mais três vezes, virando o papel a
cada vez.
Passa se a criança escolher a linha mais longa 3 em 3 vezes ou 5 em 6 vezes.

Copia o (Copy Square – 4.7 a 6.1 anos)


Obs.: aplique copia o antes de copia o demonstrado.
Dê à criança um lápis uma folha de papel em branco. Mostre a ela o quadrado
no verso do formulário de teste. Sem nomear a figura ou mover o seu dedo ou
lápis para mostrar como se desenha, diga à criança para desenhar um igual à
figura. Três tentativas devem ser permitidas.
Passa se a criança desenhar uma figura com linhas retas e 4 cantos. Os
cantos podem ser formados por linhas que se interceptam, mas devem ter
aproximadamente 90o (não podem ser arredondados ou pontiagudos). O
comprimento deve ser menos que 2 vezes a largura.

20
Um passa no item ‘copia quadrado” implica em um passa no item copia
demonstrado.

Copia o com demonstração (Copy Square Demonstrated – 4.0 a 5.4 anos)


Se a criança for incapaz de copiar o quadrado da figura, mostre-a como fazê-lo,
desenhando dois lados opostos (paralelos) primeiro e depois os dois outros
lados opostos ( ao invés de desenhar o quadrado com um movimento
contínuo). Três demonstrações e tentativas devem ser permitidas.
Passa segue o mesmo critério do item Copia .

C. LINGUAGEM

Responde ao sino (Respond to Bell-Birth)


Segure o sino de maneira que a criança não possa vê-lo (ao lado e um pouco
atrás da orelha da criança). Toque o sino suavemente. Se a criança não
responder, tente novamente mais tarde durante a sessão de teste.
Passa se a criança responde de alguma maneira, como pelo movimento dos
olhos, mudança de expressão, mudança na freqüência respiratória, ou
qualquer outra alteração da sua atividade.

Vocaliza ( R ) (Vocalizes – 3.3 sem)


Durante o teste, preste atenção à outros sons que não sejam o choro, como
sons guturais ou pequenas vocalizações ( "uh", "eh"). Se nenhum som é percebido,
pergunte aos pais se a criança emite esses sons.
Passa se você perceber que a criança faz esses sons ou se os pais relatam
que a criança os faz. A criança deve receber um passa neste item, se ela
passa em qualquer outro item de vocalização.

"OOO"/ "AAH" ( R ) (“Ooo/Aah” – 2.7 sem a 2.7 meses)


Ouça se a criança emite sons vogais, como "ooo" ou "ah". Se esses sons não
são percebidos pergunte aos pais se a criança já os faz.
Passa se você percebe sons vogais ou se os pais relatarem que a criança já os
faz.

Ri (R ) (Laughs – 1.3 a 3.1 meses)


Perceba se a criança ri alto. Se isso não for ouvido, pergunte aos pais se a
criança já o faz.
Passa se você ouve a criança rir alto ou se os pais relatarem que a criança o
faz.

Grita ( R ) (Squals – 1.2 a 4.3 meses)


Ouça se a criança emite sons agudos, gritos de contentamento. Se não são
ouvidos, pergunte aos pais se ela já os faz.
Passa se esses sons são ouvidos ou se os pais relatarem que a criança os faz.

Volta-se ao barulho (Tun to Ratting Sound – 2.8 a 5.6 meses)

21
Se posicione atrás da criança enquanto ela está olhando para o pai
(acompanhante), assentada no colo do pai ou na mesa. Se necessário, peça
ao pai para segurar o pompom vermelho para chamar a atenção da criança.
Coloque um bloco em um copo e segure-o com sua mão cobrindo a abertura
do copo. Tenha cuidado para não mover o copo enquanto estiver se
posicionando, e coloque-o de 15 a 30cm do ouvido da criança mas fora do seu
campo de visão. Balance o copo. Repita no outro ouvido.
Passa se a criança responde, voltando-se para o som em ambos os lados.

Volta-se ao chamado (Turn to Voice – 3.6 a 6.6 meses)


Enquanto a criança está olhando para o acompanhante, assentada no colo , na
mesa, ou nos braços do acompanhante, aproxime-se da criança por trás, de 15
a 20cm de distância do ouvido. Coloque sua mão entre a sua boca e a criança
de modo que ela não responda à sensação da sua respiração, mas sim ao
som, e sussurre o nome da criança várias vezes. Repita no outro ouvido.
Passa se a criança se volta em direção da sua voz em ambos os lados.

Vocaliza sílabas ( R ) (Single Syllables – 4.7 a 7.5 anos)


Ouça se a criança usa sílabas únicas constituídas de uma consoante e uma
vogal, tais como "ba", "da", "ga", ou "ma". Se não for percebido, pergunte aos
pais se a criança já fala essas sílabas.
Passa se você ouvir esses sons ou se os pais relatarem que a criança as fala.

Imita sons ( R) (Imitate Speech Sounds – 3.0 a 8.8 meses)


Repita um som várias vezes (como tosse, estalar a língua, ou um som de beijo)
e veja se a criança imita você. Se a criança não responder, pergunte aos pais
se a criança imita algum som com a boca. Enfatize que os sons devem ser
feitos primeiramente por uma pessoa, não pela criança.
Passa se você ouve a criança imitar o seu som ou se os pais relatarem que a
criança imita som emitido por outras pessoas.

Papa e mama não específicos ( R ) (dada/Mama, Non-specific – 5.7 a 9.1 meses)


Ouça se a criança diz "papa" ou "mama" durante o teste. Se ela não disser,
pergunte aos pais se a criança já os diz. As palavras não têm que se referir aos
pais necessariamente.
Passa se a criança diz ou "papa" ou "mama", ou se os pais relatarem que ela
diz.

Combina sílabas ( R ) (Combine Syllables – 5.8 a 10.1 meses)


Observe se a criança repete a mesma sílaba 3 ou mais vezes, como
"dadadada" ou "gagagaga". Se você não ouvir, pergunte aos pais se a criança
já o faz.
Passa se a criança fala ou se os pais relatarem que ela o faz.

"Tagarelar" ( R ) (Jabbers – 5.7 a 12.1 meses


Durante o teste, ouça se a criança tem uma "conversação" não inteligível
consigo mesma, usando modulação de voz e pausas. ( Isso é uma "tagarelice"
na qual o padrão da voz varia, e poucas ou nenhuma palavra são distinguíveis)
Se você não o ouvir, pergunte aos pais se a criança "conversa" sozinha dessa
maneira ou como se estivesse falando uma língua estrangeira.
Passa se a criança "tagarelar" ou se os pais relatarem já terem ouvido a
criança fazê-lo.

Papa/mama específicos ( R ) (Dada/Mama, Specific – 6.9 a 13.3 meses)

22
Ouça se a criança diz "papa" para o pai ou "mama" para a mãe durante o teste.
Se isso não acontecer, pergunte aos pais se ela já o faz.
Passa se a criança usar o "papa" ou "mama" significativamente, ou se os pais
relatarem que a criança o faz. Passam também outras palavras para pai e mãe
usadas em outras culturas. Um passa desse item também é considerado um
passa no item papa/mama não específico.

Uma, 2, 3, 6 palavras ( R) (One, 2,3,6 Words – 9.7 q 21.4 meses)


Pergunte aos pais quantas palavras a criança diz e quais são essas palavras.
Passa UMA, 2, 3 ou 6 palavras dependendo do número de palavras aceitáveis
que os pais relatam. Palavras aceitáveis são todas as outras que não "mama"
"papa", ou nomes de membros da família ou animais de estimação (como vovô,
vovó, tia, miau, au au).
Um passa nos itens 2, 3, ou 6 palavras valem para os itens menores ( por
exemplo, um passa no item 3 palavras implica em um passa nos itens 1 e 2
palavras).

Aponta figuras - 2,4 (Point to Pictures – 17.3 meses a 2.5 anos)


Faça primeiro o item NOMEIA FIGURA. Se a criança nomeia menos do que 4
figuras corretamente, aplique esse item. Mostre à criança as figuras no verso
do manual. Diga a criança para "apontar o pássaro - homem - cachorro - gato
(gatinho, ou outra expressão em linguagem infantil) - cavalo". Fale o nome
somente de uma figura de cada vez, e espere que a criança aponte, antes de
falar a próxima figura.
Passa no item Aponta 2 figuras se a criança apontar corretamente para 2 ou 3
figuras. Passa no item Aponta 4 figuras se a criança apontar corretamente para
4 ou 5 figuras.
Um passa no item Aponta 4 figuras implica em um passa no item Aponta 2
figuras.

Combina palavras ( R ) (Combine Words – 17.2 meses a 2.1 anos)


Observe se a criança combina pelo menos 2 palavras para formar uma frase
significativa que indique uma ação. Se você não ouvir, pergunte aos pais da
criança se ela o faz.
Passa se você ouvir a criança dizê-lo, ou se os pais relatarem que a criança o
faz.
Exemplos:
Passa - "jogar bola", "quero água", "ver aquilo", "falar tchau".
Falha - "obrigado", "achou", "tchau", "uh-oh".

Nomeia figuras - 1, 4 (Name Pictures – 1,4 - 18.3 meses a 2.9 anos)


Mostre a criança as figuras no verso do manual. Aponte para o gato, pássaro,
cavalo, cachorro, e homem, um de cada vez, e pergunte "O que é isso?"
Passa nos itens Nomeia 1 figura ou Nomeia 4 figuras de acordo com o número
de figuras corretamente nomeadas. Passa se a criança usa o nome de um
animal de estimação que seja o mesmo da figura. "Papai" ou "moço" são
respostas aceitáveis para a figura do homem.
Um passa no item Nomeia 4 figuras também vale para Nomeia 1 figura,
Aponta 2 figuras, e Aponta 4 figuras.

Partes do corpo – 6 (Body Parts – 6 – 18.5 meses a2.4 anos)


Mostre a boneca à criança. Diga à criança "Aponte para o nariz da boneca -
olhos - orelhas - boca - mãos - pés - barriga - cabelos", dizendo uma parte de
cada vez.

23
Passa se a criança aponta corretamente para pelo menos 6 partes do corpo.
Se os pais falarem que "estômago" ou "pança" são usados, passa se forem
corretamente identificados. Umbigo não é um passa.

Fala - metade compreensível, totalmente compreensível (Speech – Hanf


Understandable, All Understandable – 17.2 meses a 2.9 anos)
Durante o teste, observe a clareza da fala da criança (pronúncia, articulação,
palavras ao invés de "tagarelices", etc)
Passa no item Metade compreensível se você tiver entendido, pelo menos,
metade da fala da criança.
Passa no item Totalmente compreensível se você tiver entendido tudo ou
quase tudo do que a criança disse.
Um passa no item Totalmente compreensível implica em um passa no item
Metade compreensível
.
Conhece ações - 2, 4 (Know Actions – 2,4 – 23.5 meses a 4.2 anos)
Mostre à criança as figuras atrás do manual. Instrua a criança a apontar para a
figura correta quando as seguintes perguntas forem feitas:
"Qual deles voa?" "Qual deles diz miau?" "Qual deles fala?" "Qual deles late?"
"Qual deles galopa?"
Passa no item Conhece 2 ações, se 2 ou 3 figuras forem apontadas
corretamente.
Um passa no item Conhece 4 ações implica em um passa no item Conhece 2
ações.

Conhece adjetivos - 2, 3 (Know Adjectives 2,4 – 2.5 a 5.3 anos)


Faça a criança as seguintes perguntas, uma de cada vez:
"O que você faz quando você está com frio?"
"O que você faz quando você está cansado?"
"O que você faz quando você está com fome?"
Passa no item Conhece 2 adjetivos e/ou Conhece 3 adjetivos dependendo do
número de perguntas respondidas corretamente.
Exemplos de respostas corretas:
Frio - Colocar um casaco, entrar para dentro, cobrir.
(Não passa se a resposta para frio for "tossir" ou "tomar remédio")
Cansaço - Ir para a cama, deitar, dormir.
Fome - Comer, almoçar, pedir algo para comer.
Um passa no item Conhece 3 adjetivos implica em um passa no item Conhece
2 adjetivos.

Nomeia cores - 1, 4 (Name Colors 1,4 – 2.4 a 4.8 anos)


Coloque um cubo vermelho, um azul, um verde e um amarelo na mesa, em
frente à criança. Aponte para um bloco e pergunte "De que cor é este?". Depois
que a criança responder, misture os blocos e peça à criança para dizer a cor de
um outro bloco. Repita para as 4 cores.
Passa no item Nomeia 1 cor se a criança nomear corretamente 1, 2 ou 3 cores.
Passa no item Nomeia 4 cores se a criança nomear corretamente as 4 cores.
Um passa no item Nomeia 4 cores implica em um passa no item Nomeia 1 cor.

Uso de objetos - 2, 3 (Use of Objects 2,3 – 2.6 a 4.1 anos)


Faça à criança as seguintes perguntas, uma de cada vez: "O que você faz com
um copo?" "Para que serve uma cadeira?" "Para que serve um lápis?"
Passa nos itens Uso de 2 objetos ou Uso de 3 objetos dependendo do número
de perguntas respondidas corretamente. Palavras de ação como "beber",
"assentar", e "escrever" podem ser incluídas como respostas.

24
Usos não convencionais como "derramar" para o copo, ou "subir" para a
cadeira são aceitáveis. Respostas como "leite" para copo, ou "mesa" para a
cadeira são inaceitáveis.
Um passa no item Uso de 3 objetos implica em um passa no item Uso de 2
objetos.

Conta 1 bloco (Count 1 Block – 2.8 a 3.9 anos)


Coloque 8 blocos na mesa em frente a criança. Coloque um pedaço de papel
perto dos blocos. Diga à criança, "Coloque um bloco no papel." Quando
perceber que a criança terminou, pergunte "Quantos blocos estão no papel?"
Passa se a criança coloca um bloco e diz que um bloco está no papel.

Compreende 4 preposições (Understand 4 Prepositions – 2.7 a 4.7 anos)


Com a criança de pé, dê a ela um bloco. Dê as seguintes ordens para a
criança, um de cada vez: "Coloque o bloco em cima da mesa". "Coloque o
bloco debaixo da mesa". "Coloque o bloco na minha frente". "Coloque o bloco
atrás de mim".
Passa se a criança faz as 4 tarefas corretamente.

Define palavras - 5, 7 (define Words 5,7 – 2.7 a 6.1 anos)


Certifique-se de que a criança esteja ouvindo você e então diga:
"Eu vou falar uma palavra e quero que você me fale o que é."
Pergunte cada palavra de uma vez:
"O que é uma bola - lago - mesa - casa - banana - cortina - muro - teto?"
Cada palavra pode ser perguntada 3 vezes se necessário. Você pode dizer
"Me fale alguma coisa sobre isso", mas não peça a criança para te dizer para
que serve o objeto ou o que você faz com ele.
Passa no item Define 5 palavras se a criança define 5 ou 6 palavras
aceitavelmente, em termos de:
1) uso, 2) formato, 3) de que é feito, 4) categoria geral
Passa no item Define 7 palavras se a criança define 7 ou 8 palavras
aceitavelmente.
Exemplos de respostas corretas:
Bola - arremessar, círculo, brinquedo, quicar a bola.
Lago - água, peixe dentro.
Mesa - escrever nela, colocar papéis, madeira.
Casa - para morar, feita de madeira (tijolos, etc).
Banana - fruta, para comer.
Cortina - para cobrir a janela, as pessoas não podem ver dentro.
Muro - para deixar o cachorro dentro, para subir nele, em volta do jardim.
Teto - no alto do quarto, para deixar a chuva fora.
Um passa no item Define 7 palavras também vale como passa para Define 5
palavras.

Conta 5 blocos (Count 5 Blocks – 4.1 a 5.4 anos)


Coloque 8 blocos na mesa de frente para a criança. Coloque um pedaço de
papel perto dos blocos. Diga à criança, "Coloque cinco blocos no papel."
Quando perceber que a criança terminou, pergunte, "Quantos blocos estão no
papel?"
Passa se a criança coloca 5 blocos e diz que 5 blocos estão no papel. A
criança não precisa contar em voz alta cada bloco.
Um passa no item Conta 5 blocos vale como um passa no item Conta 1 bloco.

Opostos - 2 (Opposites 2 – 3.6 a 5.7 anos)

25
Diga cada uma das sentenças seguintes devagar e separadamente, uma de
cada vez, e espere que a criança preencha o que falta. Cada sentença pode
ser repetida 3 vezes se necessário.
"Se um cavalo é grande, um rato é _________ ."
"Se o fogo é quente, o gelo é __________ ."
"Se o sol aparece de dia, a lua aparece de __________ .
Passa se a criança completa duas sentenças corretamente.
Exemplos de respostas corretas:
Grande - pequeno, minúsculo, pequeneninho.
Quente - frio, gelado, congelante, congelado ( molhado, que derrete, ou água
estão incorretos).
Dia - noite, escuro, preto, anoitecer.

D. MOTOR GROSSO

Movimentos simétricos (Equal Movements – Birth)


Com a criança em supino, observe a atividade de seus braços e pernas.
Passa se a criança move braços e pernas igualmente. Falha se um
braço/ou perna não se mover tanto quanto a outra, do lado oposto.

Levanta a cabeça ( R ) (Lift Head – Birth)


Coloque a criança em prono em uma superfície plana.
Passa se a criança levanta sua cabeça pelo menos momentaneamente, de
forma que seu queixo fique fora da superfície sem estar virado para os lados ou
se os pais relatarem que a criança pode fazê-lo.

Sustenta cabeça à 45o (Head Up 45 Degrees – 3.7 sem a 2,7 meses)


Coloque a criança em prono em uma superfície plana.
Passa se a criança levantar a cabeça, de forma que seu rosto forme um
ângulo de 45o com a superfície por vários segundos. A criança estará olhando
para a mesa à sua frente. Um passa no item Sustenta a cabeça à 45o implica
em um passa no item Levanta a cabeça.

Sustenta cabeça à 90o (Head Up 90 degrees – 1.5 a 3.6 meses)


Coloque a criança em prono em uma superfície plana.
Passa se a criança levantar a cabeça e o peito, de forma que seu rosto
forme um ângulo de 90o com a superfície, por vários segundos. A criança
estará olhando para frente e geralmente estará se apoiando em seus
antebraços.

26
Um Passa no item Sustenta cabeça à 90o implica em um passa no item
Sustenta cabeça em 45o e Levanta cabeça.

Sentado - cabeça estável (Sit, Head Steady – 1.6 a 3.7 meses)


Segure a criança na posição sentada.
Passa se a criança sustentar sua cabeça alinhada com o tronco, de
maneira estável, sem oscilações por vários segundos.

Suporta peso nas pernas (Bear Weight on Legs – 1.7 a 4.4 meses)
Segure a criança de pé, de forma que seus pés descansem sobre a
mesa. Aos poucos diminua o suporte de suas mãos para permitir que o peso
da criança seja sustentado em suas pernas e pés.
Passa se a criança sustentar seu peso em suas pernas por vários segundos,
ou se ala empurrar seus pés e pernas contra a mesa.

Sustenta tronco, com apoio dos braços (Chest Up, Arm Support – 2.6 a 4.6
meses)
Coloque a criança de prono em uma superfície plana.
Passa se a criança levantar a cabeça e o peito da superfície usando o
apoio dos braços estendidos, de forma que ela esteja olhando para frente ou
para cima.

Rola ( R ) (Roll Over – 2.1 a 5.4 meses)


Durante o teste observe se a criança rola de prono para supino ou vice-versa.
Caso isto não seja observado, pergunte aos pais se a criança já rolou
completamente de costas para de barriga e de barriga para de costas, pelo
menos duas vezes.
Passa se você observar a criança rolando completamente ou se os pais viram
a criança fazê-lo pelo menos duas vezes.

Puxado para sentar, não há queda da cabeça (Pull to Sit, No Head Lag – 2.8 a 6.2
meses)
Coloque a criança em supino. Segure as mãos e punhos da criança e
puxe-a devagar e gentilmente para sentar. Se houver uma queda imediata da
cabeça, não continue a puxá-la até a posição sentada.
Passa se a cabeça da criança não pender em nenhum momento em que esteja
sendo puxada. A criança auxilia o movimento, usando os músculos do ombro e
pescoço.

27
Senta sem apoio (Sit, No Support – 5.4 a 6.8 meses)
Segure a criança na posição sentada sobre a mesa. Certificando-se de
que a criança não cai, retire suas mãos aos poucos.
Passa se a criança senta-se sozinha por 5 segundos ou mais. A criança
pode colocar as mãos sobre as pernas ou sobre a mesa para apoio.

Fica de pé apoiado (Stand Holding On – 6.5 a 8.5 meses)


Coloque a criança de pé, segurando-se em um objeto sólido (não em uma
pessoa).
Passa se a criança permanecer de pé com apoio por 5 segundos ou mais.

Puxa para ficar de pé (Pull to Stand – 7.8 a 9.7 meses)


Coloque a criança sentada no chão ao lado de uma cadeira ou mesa baixa.
Encoraje-a a ficar de pé, colocando um brinquedo no assento da cadeira ou
sobre a mesa.
Passa se a criança se puxa para ficar de pé.

Passa para sentado ( R ) (Get to Sitting – 7.6 a 9.9 meses)


Enquanto a criança estiver deitada (de prono ou supino), engatinhando,
ou de pé com apoio, encoraje-a a sentar-se. Se isto não for observado,
pergunte aos pais se a criança consegue passar para a posição sentada, sem
ajuda.
Passa se você observar a criança executando o ato ou se os pais
relatarem que a criança pode fazê-lo.

Fica de pé - 2 segundos (Stand – 2 Seconds – 9.4 a 11.6 meses)


Coloque a criança de pé, no chão. Assim que a criança parecer
equilibrada, tente retirar o apoio.
Passa se você observar a criança em pé sem nenhum apoio, por 2 ou
mais segundos.

Fica de pé sozinho (Stand Alone – 10.4 a 13.7 meses)


Os procedimentos de aplicação são os mesmos do item Fica de pé - 2
segundos.
Passa se a criança ficar de pé por 10 ou mais segundos.
Um passa no item Fica de pé sozinho implica em um passa nos itens
Fica de pé - 2 segundos e Fica de pé apoiado.

Curva-se e retorna (Stoop and Recover – 11.0 a 14.6 meses)

28
Com a criança de pé longe de qualquer suporte, coloque um
brinquedo ou bola no chão e encoraje a criança a pegá-lo.
Passa se a criança curva-se para pegar o objeto e retorna para de pé
sem segurar-se ou sentar-se.

Anda bem (Walk Well – 11.1 a 14.9 meses)


Observe a criança andando.
Passa se a criança tem bom equilíbrio, raramente cai, e não inclina-se
de um lado para o outro.

Anda para trás ( R ) (Walk Backwards – 12.3 a 16.6 meses)


Encoraje a criança a andar para trás por demonstração, ou note se a criança o
faz durante o teste. Se você não observar a criança fazendo, pergunte aos pais
se ela anda para trás, possivelmente quando puxando um brinquedo ou
abrindo uma gaveta ou porta.
Passa se a criança dá vários passos para trás sem assentar-se, ou se os pais
relatarem que a criança pode fazê-lo.

Corre (Runs – 13.8 a 19.9 meses)


Encoraje a criança a correr, possivelmente, jogando uma bola para ela buscar.
Passa se a criança conseguir correr (não pode ser andar rápido) suavemente
sem cair ou tropeçar.

Sobe degraus ( R ) (Walk Up Steps – 14.1 a 21.6 meses)


Pergunte aos pais como a criança sobe escadas.
Passa se a criança subir escadas. Na posição de pé, a criança pode usar um
corrimão ou a parede como apoio, mas não pode segurar-se em uma pessoa.

Chuta bola para frente (Kick Ball Forward – 15.9 a 23.2 meses)
Coloque a bola a aproximadamente 15cm a frente que deve estar de pé. Diga à
ela para chutá-la. Pode ser necessário mostrar à criança como fazê-lo.
Passa se a criança chutar a bola para frente sem se segurar em nenhum
suporte. Tocar ou empurrar a bola com o pé, bater na bola enquanto uma
perna se move para trás, ou pisar na bola são falhas.

Pula (Jump Up – 21.4 meses a 2.4 anos)


Diga à criança para pular. Pode ser necessário demonstrar para a criança
como fazê-lo.
Passa se a criança pular, tirando os dois pés do chão ao mesmo tempo. A
criança não tem que cair no mesmo lugar. A criança não pode correr antes de
pular ( pegar impulso), nem segurar-se em nenhum suporte.

Joga bola de cima para baixo (Throw Ball Overhand – 17.1 meses a 2.9 anos)
Dê a bola para a criança e fique pelo menos a 1 metro de distância da
mesma. Diga à criança para jogar a bola de cima para baixo (mão acima do
ombro). Pode ser necessário demonstrar à criança como fazê-lo. Três
tentativas devem ser permitidas.
Passa se a criança arremessa a bola, de forma que o examinador possa
agarrar a bola, entre seus joelhos e cabeça, usando o arremesso ‘de cima para
baixo’ (não vale pelos lados ou de baixo para cima). A bola pode repicar antes
de chegar até você, se ela estiver na altura entre seus joelhos e cabeça, antes
de iniciar o arco descendente. Jogar a bola diretamente para baixo ou longe de
você são falhas.

29
Salto amplo (Broad Jump – 2.4 3.2 anos)
Coloque uma folha de papel (papel ofício) no chão e demonstre para a criança
como pular por cima do papel. Então peça à criança para fazê-lo. Você pode
dar três tentativas se necessário.
Passa se a criança pular com os dois pés juntos, por cima do papel sem tocá-
lo

Equilibra-se em cada pé 1, 2, 3, 4, 5, 6 segundos (Balance-Each Foot 1, 2, 3, 4, 5,


6 seconds – 2.3 a 5.9 anos)
Coloque a criança longe de qualquer suporte. Mostre à criança como se
equilibrar sobre um pé. Diga à ela para fazê-lo, dando à criança três tentativas
(a menos que ela se equilibre por 6 segundos ou mais na 1a tentativa ). Tome
nota do maior tempo das três tentativas. A seguir peça à criança que se
equilibre sobre o outro pé, dando três tentativas se necessário. Tome nota do
maior tempo das três tentativas.
Passa no item ou itens de equilíbrio apropriados de acordo com o menor dos
dois tempos que foram anotados. (Exemplo; Se o maior tempo para o pé direito
é 3 segundos e o maior tempo para o pé esquerdo é 5 segundos, a criança
passa nos itens de equilíbrio de 1, 2 e 3 segundos).
Um Passa nos itens 2, 3, 4, 5 ou 6 segundos implica em um passa em todos os
itens inferiores. (Por exemplo, um passa no item Equilibra-se sobre cada pé - 3
segundos, implica em um passa nos itens Equilibra-se em cada pé - 1 e 2
segundos).

Pula com um pé só (Hops – 3.2 a 4.2 anos)

Com a criança longe de qualquer apoio, diga à ela para pular com
um pé só. Poderá ser necessário mostrar à criança como fazê-lo.
Passa se a criança pular com um pé só duas ou mais vezes seguidas, seja no
lugar ou se deslocando, sem se apoiar.

Marcha calcanhar – pé (Heel-to-Toe Walk – 4.o a 5.7 anos)


Demonstre como andar em linha reta colocando o calcanhar de um pé na
frente e tocando os dedos do outro pé. Dê aproximadamente 8 passos desta
forma e peça a criança para fazer o mesmo. (Você pode comparar isto à andar
sobre uma estreita corda). Se necessário demonstre várias vezes. Permita três
tentativas se necessário.
Passa se a criança consegue andar em uma linha reta por 4 ou mais passos,
colocando o calcanhar a não mais que 2.5cm de distância dos dedos do outro
pé.

30