Você está na página 1de 33

ÍNDICE

INTRODUÇÃO...............................................................................................................................2

CAPITULO I...................................................................................................................................3

A NATUREZA DO ESPIRITO SANRTO......................................................................................3

NOMES DO ESPIRITO SANTO................................................................................................8

SIMBOLOS DO ESPIRITO SANTO........................................................................................13

CAPITULO II................................................................................................................................15

O ESPIRIRO SANTO NO ANTIGO TESTAMENTO.................................................................15

CAPITULO III...............................................................................................................................18

O ESPIRITO SANTO NA EXPERIÊNCIA HUMANA...............................................................18

CAPITULO IV..............................................................................................................................24

O FRUTO DO ESPIRITO SANTO...............................................................................................24

CAPITULO V................................................................................................................................25

OS DONS DO ESPIRITO SANTO...............................................................................................25

CAPITULO VI..............................................................................................................................30

O ESPIRITO SANTO NA IGREJA..............................................................................................30

CONCLUSÃO...............................................................................................................................33

BIBLIOGRAFIA...........................................................................................................................34

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 1


INTRODUÇÃO

PNEUMATOLOGIA: É a ciência que estuda sobre o Espírito Santo. Outros atribuem a este
estudo do Espírito Santo de PARACLETOLOGIA.

A Personalidade do Espírito Santo, tem sido alvo de muitas discussões, especulações,


comentários e até mesmo motivo de muitas confusões em muitas igrejas nos nossos dias.

No entanto, a Doutrina do ESPIRITO SANTO ocupa a posição ou o lugar mais elevado na


Verdade da redenção. Cada livro no N.T tem referência do trabalho do Espírito Santo excepto
em II e III de João. Ainda a doutrina do Espírito Santo tem sido negligenciada em muitas das
nossas igrejas, como resultado do medo do fanatismo e formalismo. O resultado é óbvio, a morte
espiritual, pois, ´´Não há Cristianismo sem o Espírito Santo’’.

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 2


CAPITULO I

A NATUREZA DO ESPIRITO SANRTO

A. QUEM É O ESPIRITO SANTO?

1. Algumas definições falsas sobre o Espírito Santo:

 HERMAN – Em 150 d.C disse: O Espírito Santo é o Espírito de Jesus.

 HEBONITAS – Dizem que o Espírito Santo é filho de Deus.

 JUSTIN – (100-165 d.C) Disse que o Espírito Santo é a palavra, que é o


primogénito de Deus.

 GNÓSTICOS – Dizem: O Espírito Santo é um princípio feminino.

 Em 1660 d.C um Puritano chamado TOMAS GOODWIN, disse: O Espírito


Santo naqueles dias não era dado o seu devido lugar, as pessoas tinham
esquecido o Espírito Santo, porque negavam a personalidade dele conforme
(At 1:8).

 Outras ceitas dizem que o Espírito Santo é um anjo. Outros dizem: somente
um poder, uma influencia apenas, outros ainda apenas uma força de Deus.

2. Definições Certas sobre o Espírito Santo:

 O Espírito Santo é uma pessoa divina e é a chave da Redenção do homem.

 Ele é a terceira pessoa da trindade divina.

 O Espírito Santo é um agente principal na Divindade (Lc 11:20)

 Sem o Espírito Santo não haveria Criação (Gn 1:2,26)

 Se não fosse o Espírito Santo não teríamos o poder de proclamar o evangelho


(At 1:8, Rm 1:16)

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 3


 É pelo poder do Espírito Santo que a Igreja expulsa demónios, e sem ele não
haveria fe, santidade e nem o novo nascimento (Rm 1:17, 1Tss 4:7-8, Jo 3:3-
5)

 Foi o Espírito Santo que Inspirou aos escritores da Biblia (2 Pd 1:21)

 Atraves da Biblia o Espírito Santo e revelado como pessoa divina com


própria individualidade (2 Co 3:17,28; 1 Pd 1:2; Hb 9:14).

B. A PERSONALIDADE DO ESPÍRITO SANTO

Uma personalidade é algo que tem inteligência, sentimentos, vontade própria, capaz de fazer
escolha, amar, revelar seus sentimentos realizando aquilo que lhe apraz.

Existem duas raízes sobre o nome o Espírito Santo:

Hebraico = RUAH
Significa: ESPIRITO SANTO
Grego: PNEUMA

Como acima se referiu, a doutrina o Espírito Santo não é muito conhecida na sua essência em
muitas denominações cristas e como resultado existe a má interpretação e por conseguinte uma
má aplicação deste poder sobrenatural na vida dos cristãos até aos dias de hoje.

Exemplo:

 Os Testemunhas de Jeová e Adventistas do Sétimo dia apenas afirmam que o


Espírito Santo e um ser impessoal sendo só uma energia que influencia.

Não obstante, a Bíblia claramente define que o Espírito Santo é uma pessoa dotada de
sentimentos, vontades e intelecto, bem com acções distintas como uma personalidade completa.

O Espírito Santo não é uma influência. Ele é uma pessoa com todas as qualidades de uma pessoa,
se não vejamos:

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 4


a) O Espírito Santo é referido por um pronome pessoal – Embora a palavra “Espírito”
é um género neutro, mas o Senhor Jesus usou um pronome pessoal ao falar do
Espírito Santo (Jo 14:15; 16:7-14; 15:26-27;16:26).

Os pronomes “Ele”, “Dele” e “Ele mesmo” são usados muitas vezes no evangelho de João,
quando se fala do Espírito Santo. Estes pronomes estão no género masculino, indicando que o
Espírito Santo é uma pessoa.

b) O Espírito Santo tem todas as qualidades de uma pessoa.

Existem três principais qualidades de uma pessoa, que são:

i. Inteligência (Mente) - Rm 8:27; 1Co 2:10-13.

ii. Vontade – 1Co 12:11.

iii. Emoções – Rm 8:26-27; 15:30; Cl 1:8.

c) O Espírito Santo é dado Títulos Pessoais

Isto mostra que ele é uma pessoa divina. Exemplo:

- É chamado de “CONSOLADOR” que significa “ADVOGADO” (Jo 14:16,26; 15:26-


27; 16:7). Em João 14:16 falou do Espírito Santo como “OUTRO CONSOLADOR”.

A Palavra ”OUTRO CONSOLADOR” em grego significa: OUTRO DA MESMA NATUREZA,


isto é, MESMA NATUREZA COMO JESUS CRISTO.

O Espírito Santo veio para estar pessoalmente nos Discípulos, como Jesus estava pessoalmente
neles.

d) O Espírito Santo performa as acções pessoais.

Ele faz trabalhos que uma pessoa pode fazer, como:

i. O Espírito santo Trabalha (1Co 12:11).

ii. O Espírito santo Pesquisa (1C0 2:10).

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 5


iii. O Espírito santo Fala (At 13:2; Ap 2:7; Mt 10:20; 1Tm 4:1).

iv. O Espírito santo Testifica (Jo 15:26; Ne 9:30).

v. O Espírito santo da Testemunho (1Jo 5:6).

vi. O Espírito santo Ensina (Jo 14:26).

vii. O Espírito santo Instrui (Ne 9:20).

viii. O Espírito santo Reprova (Jo 16:8-11).

ix. O Espírito santo Ora e Intercede (Rm 8:26).

x. O Espírito santo Lidera (Mt 4:1).

xi. O Espírito santo Guia (Jo 16:13).

xii. O Espírito santo Glorifica ao Senhor Jesus (Jo 16:14).

xiii. O Espírito santo Contende o Homem (Jo 16:8).

xiv. O Espírito santo Envia mensageiros de Deus (Is 48:16).

xv. O Espírito santo Chama o Homem para o Ministério (At 13:2; 20:28).

xvi. O Espírito santo Direcciona ao Homem (At 8:29; 10:19).

xvii. O Espírito santo Outorga dons aos membros de Cristo (1Co 12:7-11).

e) O Espírito Santo tem sentimentos pessoais que não podem ser atribuídos para um
poder impessoal

i. Ele pode Entristecer-se (Ef 4:30)

ii. Ele pode ser insultado (Hb 10:29)

iii. Ele pode ser mentido (At 5:3)

iv. Ele pode ser Blasfemado (Mt 12:31-32)

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 6


v. Ele pode ser Resistido (At 7:51)

vi. Ele pode ser Tentado (At 5:9)

vii. Ele pode ser Extinguido (1Ts 5:19).

C. A DEIDADE OU DIVINDADE DO ESPIRITO SANTO

a) Ele está no mesmo nível com Deus Pai, Deus Filho (Mt 28:19; 2Co 13:14; Jo 5:7-8);

b) Ele tem atributos divinos, atributos que chamamos de qualidades únicas de Deus:

i. O Espírito Santo é eterno (Hb 9:13)

ii. O Espírito Santo é Omnipotente (Lc 1:35)

iii. O Espírito Santo é Omnisciente (Jo 14:26)

iv. O Espírito Santo é Omnipresente.

c) O Espírito Santo faz trabalhos divinos que só Deus pode fazer:

i. Criação

O Espírito Santo estava agindo na criação do mundo, criaturas e o homem. (Gn 1:1-2; Job 26:13;
33:14; Sl 104:30).

ii. Regeneração (Jo 3:3-8)

O Espírito Santo regenera o homem caído em uma nova criatura.

iii. Ressurreição (Rm 8:11)

O Espírito Santo estava activo na ressurreição.

Sobre a natureza do Espírito Santo, para além do que acima foi conceituado, podemos conhecer
o Espírito Santo conhecendo os seus NOMES e SÍMBOLOS.

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 7


D. NOMES DO ESPIRITO SANTO
1. ESPIRITO DE DEUS

O Espírito Santo é o Espírito de Deus. Ele é o agente principal e executivo da Divindade. Deus
criou e preserva todo o universo através do Espírito Santo. O Espírito Santo é o dedo de Deus
(Lc 11:20), pelo qual ele converte os pecadores e os santifica e sustenta a todos os crentes.

Assim podemos dizer que o Espírito Santo é:

a) Absolutamente divino por natureza:

i. Atributos divinos são atribuídos a ele:


Hb 9:14; Sl 139:7-10; 1Co
 Eterno 2:10-11; Lc 1:35

 Omnipotente

 Omnisciente

 Omnipresente

ii. Ele está ligado com as actividades ou trabalhos divinos:

 Criação Rm 8:11; Gn 1:2;


Job 33:4; Jo 3:5-8
 Regeneração

 Ressurreição

iii. Ele está no mesmo nível ou posição com Deus Pai e Deus Filho (1Co 12:4-6;
2Co 13:14; Mt 28:19; Ap 1:4)

b) Embora algumas vezes o Espírito Santo e descrito na forma impessoal tas como:
Sopro, Fogo, Redemoinho, etc,

Estas são meras descrições das suas operações. O Espírito Santo tem atributos de uma
personalidade, tais como:

i. Ele tem inteligência ou mente (Rm 8:27)

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 8


ii. Ele tem Vontade (1Co 12:11)

iii. Ele tem Sentimentos (Ef 4:30)

O Espírito Santo faz coisas como uma pessoa.

Existem seis (06) coisas que o Espírito Santo faz como pessoa:

Ele Revela (2Pd 1:21)

Ele Ensina (Jo14:26)

Ele Testifica (Gl 4:6)

Ele Ora e Intercede (Rm 8:26)

Ele Fala (Ap 2:7)

Ele Comanda ou dá ordem (At 13:1-3;16:6-7)

A negação da personalidade do Espírito Santo por não possuir corpo não é o requisito essencial
da personalidade, o que conta mais é a posse de Inteligência, Vontade e Sentimentos.

O vento não tem forma mas é real. A dificuldade de formar uma clara definição do Espírito
Santo reside no facto de que as suas operações serem invisíveis, secretas e internas. É também
porque o Espírito Santo nunca fala de si mesmo. Ele sempre chama atenção para a vontade de
Deus e o trabalho da salvação operado por Cristo na cruz. (Jo 16:13).

c) O Espírito Santo tem uma distinta personalidade separada de Deus. É verdade que
procede de Deus, enviado por Deus e ainda é Dom de Deus para o homem tem
distinta personalidade de Deus mas não é independente de Deus.

Como o Espírito Santo pode ser um com Deus e ainda ser distinto de Deus?

Resposta: É parte do mistério da Trindade ou Divindade.

2. ESPIRITO DE CRISTO (Rm 8:9)

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 9


O Espírito Santo é o espírito de Cristo. Embora não haja uma distinta diferente entre o Espírito
de Cristo, Espírito Santo e Espírito de Deus. Contudo, o Espírito Santo so tem muitos nomes
pelos quais descreve a variedade de seus ministérios.

Porque é chamado de Espírito de Cristo?

a) Ele foi enviado por nome de Cristo (Jo 14:16).

b) Porque foi enviado por Cristo. É Cristo que impacta, mantém ou sustem a nova vida no
Espírito. (Jo 1:12-13; 4:10; 7:38). Cristo é o baptizador com o Espírito Santo (Mt 3:11).

c) Porque ele tem missão especial de glorificar a Cristo (Jo16:14). Ele faz com que a vida de
Cristo, morte, ressurreição e ascensão seja real na vida dos crentes.

d) É porque através do espírito de Cristo que habita na igreja que torna a vida. É através do
Espírito Santo que Cristo é omnipresente na vida dos crentes (Mt 20:20). Ambos, Cristo e
o Espírito habitam no Crente (Rm 8:9-10; Gl 2:20). Através do Espírito Santo a vida de
Cristo torna-se nossa vida.

3. ESPIRITO CONSOLADOR (Jo 14:16)

A promessa em Jo 14:16, foi dada por Cristo como resposta face a um receio ou medo de um
pensamento dos seus discípulos de que o seu mestre ia partir.

Os seus Corações depois da última ceia estavam tristes e oprimidos com um senso de fraqueza e
ausência do ajudador.

“ QUEM IRA NOS AJUDAR QUANDO ELE FOR?”

A palavra CONSOLADOR em grego é “PARACLETOS”. O seu significado literal é “ALGUEM


QUE É CHAMADO PARA ESTAR AO LADO DO OUTRO COM O PROPOSITO DE AJUDAR
DE QUALQUER FORMA, PARTICULARMENTE EM PROCESSO LEGAL OU CRIMINAL”

Em latim é chamado de “ADVOCATUS”. Na antiguidade estas pessoas ajudavam seus amigos


sem pagar nada ou receber alguma recompensa, mas por amor e por consideração ou interesse

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 10


pessoal. Eles aconselhavam os seus amigos o que fazer e dizer e faziam dos problemas dele seus
próprios problemas. Eles ficavam lado a lado com seus amigos enfrentando juntos seus
problemas, dificuldades e perigos.

Este foi o relacionamento de Cristo com seus discípulos no seu ministério terreno. O Consolador
devia assumir o papel do defensor, ajudador e professor durante a ausência de Cristo. Ele é
chamado por “OUTRO” porque é invisível para os discípulos enquanto que Cristo era
fisicamente visível.

Embora a palavra “OUTRO” distingue o Espírito Santo de Jesus, mesmo assim põe – O no
mesmo nível. Jesus que manda ou envia o Espírito Santo é ao mesmo tempo que vem
espiritualmente aos seus discípulos através do Espírito Santo. Assim, o Espírito é ambos o
sucessor de Cristo e sua presença na Igreja.

O envio do consolador não faz com que o trabalho de Cristo de ajudador e advogado ao seu povo
cessasse, antes ele continuava com esse ofício nos céus (1Jo 2:1). Ele defende os discípulos
contra as acusações do acusador (Satanás).

Portanto, Cristo é “PARACLETO” nos céus, enquanto que o Espírito Santo é “PARACLETO” na
terra para silenciar os adversários da Igreja.

O Espírito Santo não comunica aos crentes o Cristo terreno, mas o celestial, revestido com poder
eterno e glória celestial.

4. ESPIRITO SANTO (At 5:3)

É assim chamado porque:

 É Espírito do Santo Deus

 O seu trabalho principal é santificação

 Ele é santo (por natureza).

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 11


Ele é o Espírito do Santo e a Santificação é o seu capital trabalho. Um salvador é necessário
fazer alguma coisa para nós e em nós. Cristo morreu por nós. Através do Espírito Santo Ele vive
nas nossas vidas e transmite a sua divina vida para nossas almas.

5. ESPIRITO DA PROMESSA (Gl 3:14)

Uma das maiores promessas do A.T é a GRAÇA e o PODER DO ESPÍRITO SANTO (Ez 36:27;
Joel 2:28) e Jesus cumpriu esta promessa quando disse: “Eis que sobre vos envio a promessa de
meu pai.” (Lc 24:49; Gl 3:14). Espírito Santo veio cumprir a promessa.

6. ESPIRITO DA VERDADE (Jo 14:17)

O Propósito da encarnação de Jesus foi para revelar o Pai. O consolador foi para revelar o filho.
O Espírito Santo é o intérprete de Jesus para abrir as mentes das pessoas, para assegurar com
profundidade as palavras de Jesus vida e sua obra. Ele é o intérprete fiel da vida íntima do Deus
Pai. Assim Ele revela a Cristo e interpreta de Cristo.

7. ESPIRITO DA GRAÇA (Hb 10:29; Zc 12:10)

O Espírito Santo dá graça para o arrependimento ao nome verdadeiro ao ímpio e impacta poder
para a santificação, fortalecimento e serviço. O Espírito Santo dá graça para o ministério
(Pregação, Ensino, missões, etc) e também da graça para a perseverança nas tentações e
perseguições (Job 19:25; At 7:50-60).

8. ESPIRITO DE VIDA (Rm 8:2; Ap 11:11)

O Espírito Santo criou e preserva a vida natural e Espiritual. Assim ele:

 É fonte de vida;

 Preserva;

 Ele e o princípio (Começo) da nova vida Espiritual.

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 12


9. ESPIRITO DE ADOPÇÃO (Rm 8:15)

O Espírito Santo provê uma consciência profunda de que o crente é proprietário da natureza
divina. Esta consciência diz que ele pertence a família divina e que agora é na verdade. Assim:

 Adopta o crente;

 Promove a consciência;

 Testifica com o nosso Espírito.

E. SIMBOLOS DO ESPIRITO SANTO

Deus escolheu símbolos para ilustrar o que doutra maneira nunca seria conhecido por causa da
pobreza de linguagem. Palavras algumas vezes escondem as verdades íntimas. Os símbolos do
Espírito Santo que descrevem as suas operações são:

1. O FOGO ( Mt 3:11; Lc 3:16)

O fogo representa purificação, ousadia forte e Zelo os quais são resultados da unção do Espírito
Santo (Jo 20:9). O fogo é usado para julgar (Juízo).

2. VENTO (Ez 37:7-10; Jo 3:3-8; At 2:2)

O vento simboliza o trabalho regenerador do Espírito Santo e indica os seus mistérios,


independência, vida dada, persistência e actividade purificadora. Trabalho regenerativo, Dar
carácter de vida e carácter misterioso do espírito e dependência.

3. AGUA (Ex 17:6; Ez 36:25-27; 41:47:1; Jo 3:5; 4:14; 7:38-39).

O Espírito Santo é a fonte da pureza e o melhor da água viva, pelo espírito é a vida, fluir sobre as
nossas almas, tirando as impurezas do pecado. Água é um elemento indispensável a vida
espiritual.

“AGUA VIVA” – significa: Agua não estagnada, mas que está sempre em comunicação ou
movimento permanente com a fonte. Cristãos têm água viva, somente quando estão em contacto
permanente com a sua divina fonte, que é Cristo.

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 13


4. SELO (Ef 1:13; 2Tm 2:13)

Significa:

a) Pertença ou propriedade/possessão

A impressão do selo é a segurança forte de que alguma coisa pertence ao dono do selo. Crentes
são propriedades de Deus pelo Espírito Santo que habita neles (2Tm 2:19).

b) Segurança (Ef 1:13; Rm 8:16; Ap 7:3)

O espírito insiste e assegura no coração do crente de que ele é filho de Deus. Mas os cristãos
devem se guardar para não fazer nada que quebre o selo (Ef 4:30).

5. ÓLEO OU AZEITE (I Jo 2.20).

O óleo no AT fala da utilidade, produtividade, vida boa e transformação. Era comum usar na
comida, iluminação, lubrificação, cura e amaciar a pele. O óleo é muito útil em todas as partes.
Na área Espiritual, o espírito fortalece, ilumina, liberta, cura e amacia as almas.

6. POMBA (Mt 3:16; Mc 1:10; Lc 3:22)

Fala de gentileza, inocência, humildade, paz, pureza, paciência, amor. Cristo simbolizava para os
seus discípulos a pomba para explicar as características de humildade que os discípulos deviam
ser (Gl 5:22).

CAPITULO II

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 14


O ESPIRIRO SANTO NO ANTIGO TESTAMENTO

O A. T revela o Espírito Santo em três formas ou maneiras:

A. Espírito Criativo ou Cósmico

B. O Espírito Dinâmico ou poder Outorgado

C. O Espírito Regenerador que muda a natureza humana.

A. O ESPIRITO CRIADOR

1. O Espírito Santo é a terceira pessoa na trindade através do qual a criacao do


universo foi possível (Gn 1:1-2; Job 26:13; Sl 33:6; 104:30).

2. Ele criou e é o sustentador do homem (Gn 2:7; Job 33:4).

3. A Palavra foi falada o Espírito criou e deu vida.

B. O ESPIRITO DINÂMICO

O Espírito Dinâmico opera través de dois tipos de ministros.

1. Obreiros de Deus – Eram homens de acções, organizadores, Executores, etc.


Exemplo: José, Bezaliel, Otniel, Gedeão, Sansão, David, Etc.

2. Porta-vozes de Deus – Eram profetas e professores (Mestres da lei).

C. O ESPIRITO REGENERADOR

Existem quatro (4) áreas importantes relacionadas a regeneração no Antigo Testamento:

1. O Espírito era operativo, mas não enfatizado. Isto porque era somente para
pessoas especiais (Sl 51:11; 143:10; Ne 9:20).

2. O Espírito Santo foi dado a certas pessoas, mas o Derramamento de todos os


homens foi predito para o futuro. (Ne 11:29; Joel 2:28-32).

3. O Espírito Santo foi conectado com o advento do Messias.

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 15


O Ponto máximo do derramamento culminou com a vinda do messias. O ungido
(Messias) é o dador do Espírito Santo.

4. Exibindo situações Especiais:

a) O Espírito não era dado com o Messias crucificado, porque messias era
antes de vir.

b) No A.T o Espírito Santo não tinha sido derramado para o universo, mas de
acordo com a soberana vontade de Deus.

c) O Espírito no A.T é crido que foi implantado em vasos temporários, e não


permanentemente.

F. O ESPIRITO EM CRISTO

Existem seis (06) áreas maiores de operação do Espírito santo na vida de Jesus:

A. O NASCIMENTO DE JESUS

Foi concebido pelo Espírito Santo (Mt 1:20; Lc 1:35).

B. NO BAPTISMO DE JESUS

No Baptismo do Espírito Santo desceu sobre ele sub forma de pomba e ungiu-o para ser Profeta,
Sacerdote e Rei (Mt 3:13-17)

C. NO MINISTÉRIO

Através da sua vida e ministério de Jesus foi guiado pelo Espírito (Mt 4:1; Lc 4:18).

D. CRUCIFICAÇÃO

Sobre a cruz através do Espírito Eterno, ofereceu-se a si mesmo, sem pecado ou mancha diante
de Deus (Hb 9:4).

E. RESSUREIÇÃO

O Espírito Santo foi o Agente impulsionador na ressurreição de Cristo (Rm 1:4; 8:11).

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 16


F. ASCENSÃO

Depois de Ascensão Jesus exercitou a sua prorrogativa como Messias enviado o seu Espírito para
o seu povo. (Jo 20:22; At 1:2).

 NB: Em João 20:22, era uma discussão, mas era a regeneração dos discípulos,
era o Espírito de regeneração; Em At 1:2, é a promessa do Baptismo com o
Espírito Santo que aconteceu no Capitulo 2 de actos.

RESUMO

São 14 itens que resumem o trabalho do Espírito Santo na vida de Jesus Cristo:

1. Foi nascido do Espírito Santo (Lc 1:37)

2. Foi enchido do Espírito Santo (Jo 3:24)

3. Foi Guiado pelo Espírito Santo (Mt 4:1; Lc 4:1)

4. Foi empoderado pelo Espírito Santo (Lc 4:14)

5. Foi ungido pelo Espírito Santo (Lc 4:18)

6. Falou e Ensinou pelo Espírito Santo (Lc 4:18)

7. Curou enfermos pelo Espírito Santo (Lc 4:18)

8. Expulsou Demónios pelo poder do Espírito Santo (Mt 12:28)

9. Foi vindicado ou testificado pelo Espírito Santo (1Tm 3:16)

10. Foi ressuscitado pelo Espírito Santo (Rm 7:11; 1Pd 3:18)

11. Foi oferecido no calvário pelo Espírito Santo eterno (Hb 9:14)

12. Ordenou os discípulos pelo Espírito Santo (At 1:2)

13. Baptizou e empoderou a igreja pelo Espírito Santo (At 1:5-8)

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 17


14. Direcciona e Governa a igreja pelo Espírito Santo (Ap 2:7-9).

Toda a vida de Jesus como homem perfeito foi governada pelo Espírito Santo. Se Jesus
dependia da ousadia do Espírito Santo dessa forma, quanto mais o crente constantemente
deve depender do Espírito Santo.

Tudo que Deus fez para nós e quer fazer para nós, somente será feito pela operação do
Espírito Santo em nossas vidas.

CAPITULO III

O ESPIRITO SANTO NA EXPERIÊNCIA HUMANA

Existem sete (07) pontos ou aspectos importantes, daquilo que o Espírito Santo faz no ser
humano:

1. CONVICÇÃO (Jo 16:8-11)

O Espírito Santo convence o mundo cerca de três coisas importantes:

a) O Pecado da Incredulidade – A incredulidade é o grande pecado, porque causa os


outros pecados surgirem e fluírem.

b) A Justiça de Jesus Cristo – Jesus Cristo é justo e a única fonte divina e caminho da
Justiça (At 2:36-37). Jesus não foi achado em nenhum pecado nem com Pilatos,
Herodes e o General do exército Romano que declarou na morte de Jesus na Cruz
dizendo “Verdadeiramente este era filho de Deus”.

c) O Julgamento de Satanás – A cruz demostrou que o poder de Satanás sobre o homem


está quebrado, permanente e completamente a sua destruição final é decretada (Hb
2:14-15; 1Jo 3:8; Cl 2:15).

2. LEVAR O HOMEM AO ARREPENDIMENTO

 Razão pela qual, a blasfémia contra o Espírito Santo e um pecado imperdoável (Mt
12:30-31; Hb 6:4-6).
PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 18
i. Porque pecado contra o Espírito Santo não é perdoável?

 É impossível trazer eles ao arrependimento porque blasfemaram o poder que traz a


pessoa ao arrependimento e isso é maldição, nada sente nem culpa dos seus actos não
sente para poder se arrepender.

 O Espírito Santo é o agente que traz as pessoas ao arrependimento e se blasfemar


contra o Espírito Santo você corta esse poder que impulsiona a pessoa a se arrepender.

 O Espírito Santo é que traz a pessoa ao arrependimento. Se blasfemar contra o Espírito


Santo, você corta o poder que te traz o arrependimento e sem arrependimento não há
perdão de pecados (Hb 6:4-6).

ii. Quem pode Blasfemar contra o Espírito Santo?

 No contexto do Novo Testamento, o descrente não pode blasfemar, mas o


crente sincero com todas as qualificações mencionadas em Hb 6:4-6 e também
em 2Pd 2:20-22.

 Deve ser crente e de propósito rebela-se contra o conhecimento da verdade


que ele tem. Trai a sua consciência e nega aquilo que defendia e cria antes.

 O Sinal de que alguém não blasfemou contra o Espírito Santo é o sentimento


do arrependimento dentro da pessoa.

3. REGENERAÇÃO

O Espírito Santo é iniciador da nova vida ou seja é o agente do novo nascimento (Jo
3:3-5).

4. HABITAR

Um dos ministérios especiais do Espírito Santo e habitar no crente depois do novo nascimento,
isto produz ou traz a realidade da presença da Trindade no Crente (1Jo 3:24; Rm 8:9. Quem tem
o Espírito de Cristo esse é que é de Deus e o Espírito Santo habita nele.

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 19


5. SANTIFICAÇÃO

A santificação é feita instantânea e progressivamente. Referencia: Apontamentos do livro de


Galatas e Romanos, especialmente o capitulo 8 de Romanos.

6. REVESTIMENTO COM PODER (Lc 24:49)

Este revestimento com o poder tem as seguintes coisas importantes:

a) A sua Natureza

i. É poder para trabalho ou serviço a Deus (At 1:8).

ii. Prometido para pessoas que tem intimidade (Relacionamento intimo com Jesus)
(Lc 10:20; Jo 14:17; 15:35; 20:22).

iii. O Cumprimento é acompanhado pela manifestação sobrenatural (At 2:1-4;


8:14-21; 10:44-47; 19:1-6).

iv. Este revestimento é explicado como Baptismo (At 1:5). Isto é, uma imersão no
poder energético do Espírito divino.

v. Isto também é chamado de “Enchimento do Espírito Santo”.

b) Suas características especiais

O Baptismo com o Espírito Santo é carismático em carácter.

c) As Evidências Iniciais

 É o falar em novas línguas, como o Espírito concede que fale (At 2:4; 9:17 cf
com 1Co 14:18).

É suposto que o pastor fale mais em línguas mais do que todos os crentes na
sua igreja, porque ele e a fonte pois ele impõe as mãos e transfere o poder,
não seja como o velho ELI, perante a ANA orando que pensou que estava
bêbada.

d) O Aspecto contínuo de estar cheio do Espírito Santo


PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 20
Existem três fases do enchimento do Espírito Santo:

i. O Enchimento Inicial – Esta é a primeira vez a ser baptizado (At 2:1-4).

ii. A Condição habitual de estar cheio (Estar cheio do Espírito santo) (At 6:3;
7:55; 11:24).

Isto revela a vida com o fruto do espírito, que é considerado como sinal secundário de ser
baptizado com o Espírito santo. Qualquer que está com o Espírito Santo habitando nele, vive
pelo espírito, e nós vimos o seu fruto no seu dia – a - dia

iii. Unção para casos especiais (At 4:8; 13:9) - Há operações especiais do
Espírito santo de acordo com as circunstâncias.

e) Como receber o Espírito Santo?

N a finalidade de uma pessoa ser baptizada com o Espírito Santo, o que se segue deve ser
observado:

i. Atitude certa (At 1:14)

ii. Oração dos Obreiros de Deus (At 8:15-17; 19:1-6)

Os obreiros incluem Pastores, Evangelistas e outros ministros, que antes devem ser baptizados
pelo Espírito Santo. Se você não foi baptizado com o Espírito Santo e não vive cheio do Espírito
(Ungido) não vão conseguir orar pelos outros e serem baptizados.

iii. A Oração unida (Conjunta) da Igreja (At 4:23-31)

Se você como pastor quer que a igreja seja cheia do Espírito Santo, então deve ser uma igreja de
crentes de oração fervente. A igreja não deve ser ou Ester fechada todo o dia, deve ser um lugar
de oração onde todos os crentes têm espaço de entrar e orar, intercedendo por vários assuntos
particulares assim como da obra de Deus no geral, tanto de dia assim como de noite em grupos
ou individualmente.

iv. Para aqueles cujos Corações estão preparados para receber o espírito Santo
sozinhos (At 10:14).

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 21


v. O Baptismo e um dom para cada um que pode buscar e pedir a Deus para
esse fim. (Lc 11:13).

vi. Oração Individual (At 9:9-17)

Aquele que tem sede do Baptismo pode –se preparar jejuando e orando com fervor. Não use
acções mecânicas, pois não há fórmulas para alguém receber esse poder, nem especialista para

isso. A Igreja deve ser ensinada a buscar e qualquer um pode orar sozinho ou por alguém e ser
baptizado.

vii. Obediência de coração (At 5:32)

Obediência a Deus, aos pastores, Governo, aos pais e todas as áreas que são necessárias a
obediência a Deus. Deus odeia ou aborrece-se com os desobedientes.

7. GLORIFICAÇÃO

A habitação do Espírito Santo é o começo da vida eterna que será consumada na vida que vem
(futura). Isto é explicado em três aspectos:

a) Comercial – o espírito é o penhor da nossa herança (Ef 1:14, 2 Co 5:5).

b) Agricultural – o espírito é a primícia da nossa vida futura (Rm 8:23). O espírito no crente é a
primícia da colheita gloriosa.

c) Domesticamente – Deus nos deu a delicadeza daquilo que será usufruído para futuro banquete
dos santos (Hb 6:5),Ap 7:17).

8. PECADOS CONTRA O ESPIRITO SANTO

a)Ele pode se vem entristecer (Ef 4:30)

b)Ele pode ser insultado (Hb 10:29)

c)Ele pode ser mentido (At 5:3)

d)Ele pode ser blasfemado (Mt 12:30 – 31,Hb 6:4 – 6), 1Jo 5:16 – 17).

e)Ele pode ser resistido (At 7:21).

f)Ele pode ser tentado (At 5:9).

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 22


g)Ele pose ser extinguido (2Ts 5:19).

 Como entristecer: vida carnal, vida sem oração.

 Como insultar: ser cruéis as pessoas, é cruel ao espírito santo.

Luta contra o Espírito santo de si: como resistir você é ensinado a verdade e você endurece
receber ou reconhecer a verdade isso é resistir a voz do Espírito santo. Ex: Quando o Espírito
santo ordena fazer ao senhor ofertado algo fazendo alguma coisa, etc, mesmo que seja para
oferecer alguma (amor ao próximo) e você resiste e perde muito.

Exemplo: Meia-noite, o Espírito santo se acorda para orar e você ignorar, já pecou contra ele.

Em cada situação de sua vida, seja sensível a voz do Espírito santo, mesmo viajando, estudando,
conversando, etc.

CAPITULO IV

O FRUTO DO ESPIRITO SANTO

Em contraste com as obras da carne, temos o modo de viver Integro, honesto que a Biblia chama
«O fruto do Espirito» (Gl 5:22) a unidade de caracteres de uma pessoa, dividido em tres grupos:

1. O Fruto relacionado com Deus:

 Amor - (E a fundacao de todosoutros (Jo 3:16, 1Jo 4:8, 1Co 13).

 Gozo – Gozo interno que não depende das circunstancias.

 Paz – Paz que foi dada por Deus e não e afetada por qualquer motivo.(Fl 4:7,
Lc 8 22-25).

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 23


2. Fruto relacionado com as outras pessoas (Seu proximo):

 Longanimidade - É a Paciencia e perseveranca nas perseguicoes e problemas


(Lc 23:34; Tg 5: 7-11; Rm 5: 1-5; 1 Co 6:6; Cl 3:12).

 Bondade – Faze o bem aos outros sempre. (Rm 2: 4; Ef 2 :7; Mc 10:14).

 Benegnidade – Não quer magoar a ninguem nem lhe provocar dor (Ef 4:32; 1
Pd 2:3).

3. Fruto relacionado consigo mesmo:

 Fidelidade (Fé) – Viver de acordo com o que Deus espera de sejas (Lcv 16:10-
12) Lealdade constante a Deus.

 Mansidão – Moderação, associada a humildade, força e coragem.(2Tm 2:25, 1Pd


3:15-16; Tg 1:21; Gl 6:1; Ef 4:2;Cl 3:12).

 Temperanca – E o Dominio proprio, control dos seus desejos, paixoes inclusive


a fidelidade aos votos conjugais e pureza (Lc 23: 8-12; At 24: 25; 2 Pd 1:6; 1 Co
7:9, Tt 1 :8 e 2:5).

Viver “segundo o Espírito”, é buscar a orientação e a capacidade do Espírito Santo e submeter-nos a elas e
concentrar nossa atenção nas coisas de Deus.

CAPITULO V

OS DONS DO ESPIRITO SANTO

A. TEXTOS PRINCIPAIS QUE DÃO A LISTA DOS DONS DO ESPIRITO


SANTO

1º GRUPO: 1Co 12:28, são eles:

a) Apóstolos e) Dons de Curar

b) Profetas f) Socorros

c) Doutores g) Governos

d) Milagres h) Variedade de línguas

Governos: Administração, Liderança, etc.

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 24


2º GRUPO: 1 Co 12:8 – 11 - Dons de poder espiritual, são:

a) A palavra da sabedoria. f)Profecia.

b)Palavra de ciência. g)Discernimento de Espírito santo.

c)Fé. h)Variedade de línguas.

d)Dons de curar. i)Interpretação de línguas.

e)Operação de maravilhas.

Estes dons de poder espiritual subdividem-se em três:

a)Dons de revelação (Palavra sabedoria, ciência ou conhecimento e discernimento de espírito).

b)Dons de expressão vocal/inspiração, (Profecia, línguas e interpretação de línguas).

c)Dons de poder (fé, milagre e curas).

3ºGRUPO: Rm 12:6 – 8 - Dons do ministério espiritual, são:

a)Profecia. e)Repartir.

b)Ministério. f)Presidir.

c)Ensinar. g)Misericórdia.

d)Exortar.

4º GRUPO: Ef 4:8, 11 – 12 e 1Co 12:28, Dons de liderança espiritual são:

a)Apóstolos.

b)Profetas.

c)Evangelistas.

d)Pastores e Doutores.

5º GRUPO: 1 Pd 4:11, são:

a)Se alguém falar - resumes a todos dons referentes a fala.

b)Se alguém, Administrar – resume os referentes asa acções ou serviço ou feitos (administração).

O Dom de profecia está em todos os grupos, porquê?

A palavra profecia, significa:

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 25


- Predição.

- Dizer as pessoas a vontade de Deus (por exortação, ensino, pregação, etc.).

Mesmo nos livros proféticos (12 profetas do AT). Estão mais cheios declarações de Deus ao
povo como vontade de Deus, poucas partes se refere a predição de algo futuro.

O Dom da profecia opera todos os dias na igreja, como dizer a vontade de Deus as pessoas.

Os Profetas falam a palavra de Deus sem compromisso sem olhar a cara das pessoas ou
auditório.

Nos somos profetas de Deus e devemos falar directamente as pessoas e sem comprometer se e
falando com inspiração profetizamos falando a verdade como ela é. O ministério pastoral esta
incluso este dom de profecia, que é com inspiração sem compromisso com o homem.

Na nossa aliança (NT) somos porta-vozes de Deus no mundo como a igreja que somos. Todas as
profecias e eventos futuros, Jesus profetizou tudo até a nova Jerusalém e está fechado (Ap
22:18).

Este versículo tem dois significados:

1º Fala do livro do Apocalipse em sim mesmo.

2º Fala de toda a bíblia como um livro profético, ninguém deve acrescentar e nem tirar dela.

B – PRINCIPIOS QUE REGULAM OS DONS DO ESPIRITO SANTO

O propósito dons é para a edificação da igreja. Qualquer dom ministerial deve ser para a
construção da igreja e não para divisão, confusões, discussões.

Assim temos os princípios:

1 – VALORES PROPORCIONAIS (v – 5 – 19 de 1 de Coríntio capitulo 12).

Significa: Deve haver equilíbrio de todos os dons, nunca enfatizar alguns e desprezar outros.

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 26


Ex: Enfatizar mais o Evangelista do que Doutor ou Mestre (para ensinar, mais todos são de
extrema importância).

A assembleia de Deus ficou afectada pelos missionários que só enfatizam fogo, milagres e
negligenciam o ministério de ensino, estes tem dons de ensinar diferentes grupos dentro da
igreja.

Nos devemos reavivar o ensino dentro da igreja nos nossos dias.

2 – EDIFIÇÃO – este é o maior propósito de todos os dons, de edificar a igreja (1 Co12:12 –


13).

3 – SABEDORIA (1Co 12:20) – A sabedoria é altamente necessária quando os dons estão em


operação dentro da igreja , então é a saberia para controlar.

4 – AUTO – CONTROLO – o Espírito de profeta é sujeito a próprio profeta.

Isto significa d0om não controla a pessoa mais a pessoa controla o dom, e quando esta em
operação a pessoa não fica fora da mente, é sensível e controla – se.

5 – ORDEM – o espírito é de ordem não de caos ou confusão (1 Co. 12:40)

Ex: a pessoa que quando oram batem mesas, palmas e outras coisas, sim choros de poder e não
endemoninhados, mas falta de ordem e auto controle em si mesmo.

6 – ENSINAVEL – qualquer que possui dons espirituais deve aceitar ou estar pronto a ser
ensinado ou instruído.

Nota: não importa o quão você é, você nunca vai ser mais espiritual do que o seu pai espiritual
(Pastor), obedeça e reverencie sempre para o sucesso do seu ministério.

D – COMO RECEBER OS DONS DO ESPIRITO SANTO

1 – Submissão a vontade de Deus.

O que Deus quer e não o que eu quero, deve ser atitude certa.

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 27


Ex: algumas dizem˝eu quero ser evangelista, mais quando se coloca em pé no púlpito é um
professor, isto não ajuda, porque ele So quer o título.

As pessoas podem de ajudar a reconhecer o seu dome aceitar o que eles julgam ser.

2 – Ambição santa (1 Co.12:31;14:1)

Consagra sua ambição para o serviço do senhor.

3 - Desejo forte – o desejo dos dons deve resultar na oração submissão a Deus o dador de todos
os dons (1Rs 3:5 – 10;2 Rs 2:9 – 10) Caso que Salomão desejando fortemente o dom de
sabedoria.

4 – Fé – não espere pelo dom.

Recebemos os dons pela fe.nao espere no banco o seu dom, como algo que cai do céu e você
apanha. Confia em Deus e começa a agir pela fé.

A boa maneira de receber um dom espiritual é estar trabalhando para Deus. Ao em vês de sentar
com as mãos estendidas para receber o dom que cai do céu, ocupa se ao serviço do senhor. O
dom é uma capacitação espiritual e não um bem material; Deus Vai te capacitar enquanto você
trabalha, serve.

5 – Entregar – se ao Espírito

Não permita a sua negligencia que estinga o fogo de inspiração em você ( Ts 5:19) ática o seu
dom(coloca mais fogo)2 Tm 1:6 reavivar o seu dom˝,dispertar o seu dom(1Tm4:14).

E – O TESTE OUPROVAS DOS DONS.

O teste é feito ao homem que opera esses milagres, curas se de facto são dons que provem de
Deus.

1 – Lealdade a Cristo.

A pessoa usada é leal a Cristo?

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 28


- O verdadeiro ministro do evangelho deve ser leal a Cristo ao evangelho e ao seu pai espiritual /
líder / pastor.

2 – O teste prático: Não importa o quantos dons espirituais estão operando em sim; o carácter
cristão deve ser dado a importância primeira na vida ministerial. A vida da pessoa é mais
importante mais do que ele faz (ou pode fazer) 1 Co. 13:1 – 3) aqui o fruto do espírito é
necessário.

3 – Teste doutrinário

O verdadeiro ministro deve ser / estar biblicamente ou doutrinalmente correcto, isto é, ele deve
interpretar a bíblia correctamente; a sua mensagem deve ser ambos centrada na bíblia, centrada
em Cristo e centrada nas necessidades das pessoas.

CAPITULO VI

O ESPIRITO SANTO NA IGREJA

Muitos estudiosos dizem que a igreja começou no dia do Pentecostes, mais este não é o começo
da sua existência porque o espírito desceu para a igreja, porque Cristo morreu na cruz para
nascer a igreja (os limpos pelo sangue dele) então no dia do Pentecostes foi o inicio da operação
da igreja até aos nossos dias. Quando aceitamos a Jesus nos tornamos filhos de Deus e os filhos
de Deus é a igreja, a igreja universal e não somente as 120 pessoas que estão no cenáculo, a
unção daquele dia era representativa para a igreja universal para a igreja universal de Jesus
Cristo de todos os séculos e não o local que estavam em Jerusalém, mais todos devem receber o
poder para testemunhar (At 1:18). As pessoas já existiam como crentes logo depois da morte
de Jesus.
PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 29
A. O NASCIMENTO DA IGREJA

Alguns estudiosos dizem que a igreja foi nascida no dia do Pentecostes isto é verdade no senso
que a igreja começou a operar facilmente na ausência de Jesus encarnado no dia do Pentecostes.
Mais na verdade ou na realidade, a igreja é o resultado ou obra de Jesus na cruz. Razão pela qual,
nos podemos dizer que no dia de Pentecostes a igreja foi oficialmente inaugurada.

B. O ESPIRITO SANTO FORMOU A IGREJA PARA SER O NOVO E TEMPLO


VIVO DE DEUS.

Colocar os crentes nos seus devidos lugares como pedras vivas no templo da nova aliança.

Foi o espírito santo que colocou os ministérios, os pastores, evangelista, diáconos, anciãos
professores nos seus devidos lugares como pedras vivas no templo da nova aliança (1 Co
3:6;6:16, Ef 2:20 – 22; 4:11-12)

C. O ESPIRITO SANTO UNGIU A IGREJA

O espírito santo trouxe unção, iluminação, e direcção para a igreja da nova aliança o corpo
sacerdotal.

O espírito santo faz com que a igreja seja o sacerdócio real ungida para a nova aliança. O que é
ungido não é edificação (casa de Deus) o templo mas os sacerdotes – os crentes. (2 Co.
1:21;Sl133:1 – 2;Ef 1:17 – 18)

D. O ESPIRITO SANTO HABITA NA IGREJA

No SINAI a presença de Jeová estava localizado no Tabernáculo.

No PENTECOSTES, o Espírito Santo veio, para habitar na igreja (1 Jo 3:34). Jesus Cristo está
dentro da igreja através do seu espírito˝ele veio a habitar da sua igreja para sempre (Mt 28:20).

E. O ESPIRITO SANTO TROUXE DONS E GRAÇA AOS MEMBROS DA IGREJA.

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 30


Como acima vimos a descrição e a classificação dos dons em muitas passagens como 1 Co 12:4
– 11,28 – 31;Rm12:16 – 8;Ef 4:8,11 – 12, o Espírito Santo outorga dons e começa a operar na
face da terra poderosamente depois do Pentecostes em 33d.C.

F. GLORIFICAÇÃO DE CRISTO

A vinda do Espírito Santo é evidência de que Jesus Cristo ascendeu aos céus e sentou se ao lado
direito do pai (Ef 1:18 – 23, Fl 2:5 – 11). E, Ele é o nosso sumo-sacerdote na ordem de
melquizedeque. (Hb 7).

G. O COMPRIMENTO DA OBRA OU TRABALHO DE CRISTO

O derramamento do Espírito Santo no dia do Pentecostes mostra nos que o sacrifício de Cristo
foi aceite nos céus e tempo de proclamar o evangelho estava pronto (Lc 24:49; At 1:8).

H. O MINISTÉRIO DA IGREJA

O Espírito Santo controla todos os ministérios na igreja. Este controle pode ser visto no seguinte:

1- Administração e Liderança (At 8:29;10:19;44;13:1 - 2).

2 – Organização da igreja - O Espírito guia a organização da igreja (At 3;20:28)

3 – Pregação (1Pd 1:12;1Ts1:6)- Proclamação do Evangelho. O Espírito Santo dá ousadia na


pregação da Palavra de Deus (Rm 1:16-17)

4 – Oração (Ef 6:18,Jdv.20; Rm 8:26-27)

5 – Louvor e Adoração (Jo 4:23-24; Ef 5:18-19).

I. O COMEÇO DA NOVA ERA

A vinda do Espírito Santo, deu inicio o começo da nova era, a era da nova aliança ou Novo
Testamento.

Esta nova era é conhecida como: « A DISPENSAÇÃO DA GRAÇA», ou seja:

1. A Era do Espírito Santo sobre a carne (Joel 2:28)

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 31


2. A Era do sacerdócio de todos os crentes (1Pd 2:9)

3. A Era do começo da pregação do evangelho (At 1:8; 13:1-3).

CONCLUSÃO

Portanto, depois de usufruir os conhecimentos através dos conteúdos abordados ao longo desta
disciplina, concluímos que a Doutrina do Espírito Santo e indispensável na vida dos estudiosos
das escrituras sagradas.

Não obstante, o Espírito santo e uma personalidade indispensável na vida do cristão nascido de
novo e da Igreja na terra enquanto aguarda a segunda vinda de Cristo em gloria. Convém que
após o empoderamento deste poder sobrenatural cada ministros de Deus seja um potencial na
propagação do evangelho no poder do Espírito santo ao ponto de declarar como apostolo Paulo
que diz: ´´….Não me envergonho do Evangelho de Cristo, pois e poder de Deus para todo o que

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 32


crê, primeiro do Judeu e também do grego….´´ (Rm 1:16) ….´´e a vida que agora me resta na
carne vivo para Deus, pois Cristo vive em mim….´´(Gl 2:20). AMÉM!

BIBLIOGRAFIA

ESTEVAO DE SOUSA, Espírito Santo, sua pessoa e sua obra. 2ª Edição do curso de EETAD.

CHOW, GORDON. Os Dons do Espírito santo, Miami, Florida: Editora vida, 1977, 3ª Edição.

RONALD F. YOUNGBLOOD. Dicionário Ilustrado da Bíblia. Editora Vida Nova. São Paulo,
2004.

PNEUMATOLOGIA/ Instituto Biblico Africa Desperta do Rex - Nampula Pá gina 33