Você está na página 1de 3

GOVERNO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO

Secretaria de Estado da Educação


CEEFMTI DR GETUNILDO PIMENTEL

ATIVIDADE PEDAGÓGICA NÃO PRESENCIAL – APNP


______________________________________________________________________________
Identificação
Disciplina: História
Professor: Vaneska Godoy de Lima
Série/Turma: 8º ano01 Turno: Integral Ano: 2020

Vídeo aula:
A Revolução Industrial: blob:https://www.youtube.com/68a30238-da3e-4c33-b705-7befc0039626

Local para colocar a atividade.

1.  Entre os fatores que fizeram da Inglaterra o berço propício à eclosão da Revolução Industrial,
podemos citar os seguintes:

a) a disponibilidade de mão de obra e de recursos naturais.


b) O acúmulo de capitais.
c) A modernização da agricultura.
d) Todas as anteriores.

2. A Revolução Industrial: Sobre a inovação tecnológica no sistema fabril na Inglaterra do século


XVIII, é correto afirmar que ela:

a) foi adotada para promover maior eficácia da produção e para aumentar a disciplina e a
hierarquia nas fábricas.
b) ocorreu graças ao investimento em pesquisa tecnológica de ponta, feito pelos industriais que
participaram da Revolução Industrial.
c) nasceu do apoio dado pelo Estado à pesquisa nas universidades.
d) deu-se dentro das fábricas, em que os proprietários estimulavam os operários a desenvolver
novas tecnologias.

Vídeo aula:
A Revolução Industrial – parte II: blob:https://www.youtube.com/f0b8d19d-e8e6-4339-884e-
82694cf146b7

Local para colocar a atividade.

1.  Leia.
Todo processo de industrialização é necessariamente doloroso, porque envolve a erosão de
padrões de vida tradicionais. Contudo, na Grã-Bretanha, ele ocorreu com uma violência
excepcional, e nunca foi acompanhado por um sentimento de participação nacional num esforço
comum. Sua única ideologia foi a dos patrões. O que ocorreu, na realidade, foi uma violência
contra a natureza humana. De acordo com uma certa perspectiva, esta violência pode ser
considerada como o resultado da ânsia pelo lucro, numa época em que a cobiça dos proprietários
dos meios de produção estava livre das antigas restrições e não tinha ainda sido limitada pelos
novos instrumentos de controle social. Não foram nem a pobreza, nem a doença os responsáveis
pelas mais negras sombras que cobriram os anos da Revolução industrial, mas sim o próprio
trabalho.
(Edward P. Thompson. A formação da classe operária inglesa, vol. 2, 1987. Adaptado.)

O texto afirma que a Revolução Industrial

a. aumentou os lucros dos capitalistas e gerou a convicção de que era desnecessário criar
mecanismos de defesa e proteção dos trabalhadores.
b. provocou forte crescimento da economia britânica e, devido a isso, contou com esforço e apoio
plenos de todos os segmentos da população.
c. representou mudanças radicais nas condições de vida e trabalho dos operários e envolveu-os
num duro processo de produção.
d. piorou as condições de vida e de trabalho dos operários, mas trouxe o benefício de consolidar
a ideia de que o trabalho enobrece o homem.

2. Leia o texto abaixo,

“Se de início senti humilhação por ver o homem aniquilado, funcionando como uma máquina,
considerei, depois, os grandes benefícios que poderão surgir um dia como resultado dessas
descobertas da Ciência: (...) o trabalho realizado em menos tempo, a possibilidade de o homem
ter mais tempo para o lazer e para o cultivo da sua inteligência; mas, para que esses benefícios
se tornem realidade se faz necessária uma revolução social. Ela virá! Porque Deus não revelou
aos homens essas admiráveis invenções para torná-los escravos”.

(Flora Tristan. Citado por PILETTI, Nelson. História e Vida. Vol. 4. São Paulo : Ática, 1995. p. 43)

No texto, a autora menciona que sentiu humilhação ao ver o homem “funcionando como uma
máquina”, e que as máquinas não teriam sido inventadas pelos homens “para torná-los escravos”.

Identifique, entre as alternativas a seguir, um exemplo de situação vivida pelos trabalhadores, na


qual a autora teria se baseado para fazer seu comentário.

a) Apenas os operários das indústrias têxteis utilizavam máquinas que facilitavam seu trabalho,
enquanto outras indústrias continuavam utilizando ferramentas manuais.

b) Os operários das fábricas eram obrigados a acompanhar o ritmo e a velocidade das máquinas,
cumprindo longas jornadas de trabalho e recebendo baixos salários.

c) Enquanto os moradores das cidades conseguiam empregos nas fábricas, os que viviam no
campo só podiam trabalhar na agricultura.

d) Eram os operários que determinavam a velocidade do trabalho e a qualidade das mercadorias


produzidas nas fábricas.

Vídeo aula:
A Revolução Francesa: https://youtu.be/s2u0Rc1oiZU?list=PLtsd5gbixfDVJle9ar8FFKWbTq7hQbPym

Local para colocar a atividade.


1. A Revolução Francesa influenciada pelos ideais do:

a) Romantismo

b) Iluminismo

c) Socialismo

d) Anarquismo

2. Grande parte dos acontecimentos e das grandes decisões tomadas durante a Revolução Francesa foram
realizados pelo povo, a massa formada principalmente de camponeses. Além do povo, outra classe que teve
grande peso com o deflagrar da Revolução e sua condução foi:

a) a burguesia.

b) a nobreza.

c) o clero.

d) os vassalos.