Você está na página 1de 9

II Simpósio Brasileiro de Geomática Presidente Prudente - SP, 24-27 de julho de 2007

V Colóquio Brasileiro de Ciências Geodésicas ISSN 1981-6251, p. 529-537

NORMATIZAÇÃO DA APLICAÇÃO DO POSICIONAMENTO GPS EM


LEVANTAMENTOS CADASTRAIS

LUCIENE FERREIRA GAMA


ANDREA FLAVIA TENÓRIO CARNEIRO
ANDREA DE SEIXAS

Universidade Federal de Pernambuco - UFPE


Centro de Tecnologia e Geociências – CTG
Programa de Pós-Graduação em Ciências Geodésicas e Tecnologia da Geoinformação
Departamento de Engenharia Cartográfica, Recife – PE
gamalf@gmail.com, {aftc, aseixas} @ufpe.br

RESUMO - O desenvolvimento da alta tecnologia GPS, está mudando de forma significativa a situação
das medições cadastrais, alterando a forma de avaliação da aquisição de dados no campo e procedimento
para suas realizações. O uso de técnicas precisas do Sistema GPS: estático, estático-rápido, cinemático,
stop-and-go, cinemático pós-processado e, principalmente, com o desenvolvimento nos últimos anos do
método rápido cinemático em tempo real, deram origem ao questionamento sobre o que é aceitável no
procedimento de execução dos levantamentos cadastrais, principalmente porque, métodos rápidos
estáticos e cinemáticos são considerados métodos de levantamentos radiais. Diante desse fato países
como Estados Unidos, Austrália, Dinamarca e outros, viram a necessidade da atualização e criação de
normas que regulamentem e estabeleçam quais métodos de levantamento poderão ser aplicáveis às
medições cadastrais e quais os padrões de precisão aceitáveis. Nesse trabalho são abordados métodos de
medições e algumas normas, diretrizes e especificações para medições cadastrais com GPS, adotados por
países que apresentam um sistema cadastral consolidado e por aqueles que buscam alternativas para
montar sua estrutura cadastral.

ABSTRACT – The development of high technology GPS, is changing of significant form the situation of
the cadastral measurements, altering the form of evaluation of the acquisition of data in the field and
procedure for its accomplishment. The use of necessary techniques of the System GPS: static, static-fast,
cinematic, stop-and-go, cinematic powder-processed and, mainly, with the development the last years of
the cinematic fast method in real time, they created the questioning on what it is acceptable in the
procedure of execution of the cadastral surveys, mainly because, static and cinematic fast methods are
considered methods of radial surveys. Ahead of that fact countries as the United States, Australia,
Denmark and others, they saw the need of update and creation of norms that regulate and establish which
methods of surveys can be applicable to the cadastral measurements and which the patterns of precision
acceptable. In this paper, they are boarded methods of measurements and some norms, guidelines and
specifications for cadastral measurements with GPS, adopted by countries that present a consolidated
cadastral system and for those that look for alternatives to set up your cadastral structure.

1 INTRODUÇÃO específicas de levantamento são elaboradas para as


aplicações cadastrais.
Em países que possuem um sistema cadastral O uso dos métodos precisos de posicionamento
consolidado, o levantamento cadastral é tratado como um GPS está alterando a forma da administração dos
levantamento especial, pelas suas funções que extrapolam levantamentos cadastrais e também a avaliação da coleta
a característica técnica e envolvem questões legais. dos dados no campo. O crescente desenvolvimento dos
Nesses países, o profissional que realiza as medições métodos de levantamento e técnicas do sistema GPS
cadastrais deve, obrigatoriamente, ter autorização oficial aplicado ao cadastro deu origem a questionamentos sobre
para o desenvolvimento de suas atividades, e geralmente os métodos e procedimentos utilizados e os níveis de
exige-se uma formação complementar à formação geral precisão para realização dos levantamentos cadastrais.
em Geodésia e levantamentos. Da mesma forma, normas A necessidade de adaptação à nova realidade da
tecnologia de medição, preservando as exigências de
L.F. Gama; A. F. T. Carneiro; A. de Seixas
II Simpósio Brasileiro de Geomática Presidente Prudente - SP, 24-27 de julho de 2007
V Colóquio Brasileiro de Ciências Geodésicas
precisão do sistema cadastral, gerou um movimento no baseados na norma americana: Standards and Guidelines
sentido de elaboração de normas que respondessem a for Land Surveying Using Global Positioning do State of
questões como: Quais os procedimentos de campo Washington Departamento of Natural Resources (2004).
aceitáveis para fins cadastrais? Como avaliar a qualidade
dos resultados? Se técnicas de medições radiais podem ser 2.1 Posicionamento Estático
utilizadas? Com quantos pontos de controle?
No contexto desse trabalho serão abordados O método estático utiliza múltiplos receptores,
métodos e técnicas de medições e algumas normas, múltiplas linhas de base, redundâncias observacionais e
diretrizes e especificações para medições cadastrais com múltiplas seções de levantamentos. Esta técnica de
GPS, adotados por países que apresentam um sistema posicionamento fornece a maior precisão atingível e
cadastral consolidado e por aqueles que buscam requer os mais longos tempos de observação (FGDC,
alternativas para montar sua estrutura cadastral como é o 1998), sendo procedida da seguinte forma: dois ou mais
caso do Brasil. receptores rastreiam, simultaneamente, os satélites
visíveis, permanecendo fixos até as observações serem
2 MEDIÇÕES CADASTRAIS UTILIZANDO GPS completadas. O tempo de observação depende do tipo de
receptor (uma freqüência, dupla freqüência), da
Em alguns países não tradicionais em característica do software para o pós-processamento e do
levantamentos cadastrais, este tipo de atividade comprimento da linha de base (LEICK, 1995). O período
geralmente é realizada sem devida amarração ou sem de ocupação das estações de observações é relativamente
nenhuma referência a uma estrutura geodésica. A longo e, de acordo com MONICO (2000) não pode ser
mensuração dos imóveis é proveniente, em muitos casos, inferior a 20 minutos.
de levantamentos: topográficos diretos ou A norma americana, que regulamenta
aerofotogramétricos. Nos últimos anos, com a chegada levantamentos com GPS nos Estados unidos, adota o
dos sistemas de posicionamento por satélites, em especial posicionamento estático para levantamentos cadastrais.
o sistema GPS, estes tiveram suas técnicas aplicadas pelo Esta norma recomenda que o método estático seja
cadastro. O posicionamento por GPS tanto pode dar executado obedecendo aos seguintes requisitos:
suporte aos métodos clássicos, como também ser usadas
para obtenção direta de limites de propriedades. • O período mínimo de observação para linhas de
Uma série de técnicas de levantamento por GPS bases menores que 10 km deve ser de 45
pode ser usada na coleta de dados de campo em medições minutos;
e controle de projetos cadastrais entre as quais têm-se:
estático, estático rápido, cinemático, stop-and-go, PPK e • A taxa de observação entre os intervalos de
RTK. O esquema apresentado na Figura 1 mostra os tempo deve ser de 5 a 30 segundos;
métodos de levantamentos relativo e diferencial e suas
respectivas técnicas. • A geometria dos satélites deve mudar
significamente durante a seção de observação;

• Podem ser usados receptores de uma freqüência


para linhas de bases curtas quando o
levantamento não exige alto nível de precisão;

• Ajustamento pelo método dos mínimos


quadrados.

Em levantamentos cadastrais esta técnica tem


maior aplicação na determinação de pontos geodésicos de
referência para controle básico (nos imóveis) , para apoiar
os demais métodos de medição, por exemplo
levantamento topográfico clássico.

2.2 Posicionamento Rápido Estático

Requer tempo de ocupação menor que o estático e


pode usar técnica de linha de base radial, técnica de redes,
Figura 1- Posicionamento GPS aplicado a levantamentos combinação das duas. Quando usado como único método
cadastrais. para medidas cadastrais, então o controle do projeto
cadastral e as medições cadastrais são executadas
Os requisitos, descritos nos itens a seguir, com separadamente (USDA e USDI, 2001).
respeito ao uso das técnicas de medições com GPS estão
L.F. Gama; A. F. T. Carneiro; A. de Seixas
II Simpósio Brasileiro de Geomática Presidente Prudente - SP, 24-27 de julho de 2007
V Colóquio Brasileiro de Ciências Geodésicas
Para MONICO (2000), a diferença fundamental
entre o método estático e o estático rápido é o período de 2.5 Posicionamento Cinemático Pós-Processado (PPK)
ocupação da estação de interesse, que neste caso não é
superior a 20 minutos. O princípio de funcionamento é O método de levantamento Cinemático Pós-
dado da seguinte forma: um receptor serve como base, Processado fornece ao levantador uma técnica de alta
permanecendo fixo sobre uma estação de referência, produção em medições cadastrais podendo ser usados em
coletando dados, enquanto um outro receptor móvel áreas com o mínimo possível de obstruções de satélites.
percorre as estações de interesse, onde permanece parado Este método usa tempo de observação reduzido
por um período de aproximadamente 5 a 20 minutos, significativamente, se comparado ao estático ou estático
adquirindo em condições normais de medições, precisão rápido (USDA e USDI, 2001).
que varia de 1 a 10 ppm. Existem outras possibilidades de O posicionamento cinemático pós-processado é
levantamentos com este método, conforme (SEEBER, procedido estacionando um receptor em uma estação de
1993). coordenadas conhecidas enquanto o outro é deslocado
As considerações para realização deste método sobre as feições de interesse. As observações simultâneas
encontradas na norma americana são: dos dois receptores geram as duplas diferenças, onde
vários erros envolvidos nas observáveis são reduzidos
• As linhas de base devem ser menores que dez (MONICO, 2000). Os requisitos para levantamentos com
quilômetros; este método descritos na norma americana são:

• O manual do fabricante deve ser consultado para • Devem ser observados cinco ou mais satélites;
determinar o tempo de ocupação;
• O manual do fabricante deve ser consultado para
• Os receptores de duas freqüências são determinar o tempo de ocupação;
preferenciais;
• Cada ponto deve ser ocupado em uma sessão
• Devem ser observados cinco ou mais satélites; diferente com geometria de satélite diferente;

• Época de gravação pode variar entre cinco e • A taxa de gravação deve ser de um ou cinco
quinze segundos. segundos;

• Requer um ajustamento pelo método dos • Podem ser usados receptores de uma freqüência
mínimos quadrados ou uso de software capaz de embora os receptores de dupla freqüência sejam
produzir uma média ponderada das observações. preferidos;

2.3 Posicionamento Relativo Cinemático • Requer o ajustamento pelo método dos mínimos
quadrados, ou outras análises estatísticas de
Segundo SEGANTINE (2002), o método múltiplas linhas de base, capazes de produzir
cinemático é aquele onde uma antena receptora deve ser uma média ponderada das observações.
fixada sobre um ponto de coordenadas conhecidas,
enquanto que uma ou mais antenas podem ser deslocadas 2.6 Posicionamento Cinemático em Tempo Real
sobre outros pontos durante a coleta de dados. Durante a (RTK)
sessão de observação é necessário que todas as antenas
receptoras estejam coletando dados do mesmo conjunto A técnica de posicionamento diferencial RTK vem
de satélites, ou seja, as antenas devem captar dados sendo aplicada em levantamentos preciso desde 1985
simultaneamente, dos mesmos satélites que estejam no (MONICO, 2002) e na última década vários países,
horizonte do observador. inclusive o Brasil, realizam testes para viabilizar o seu uso
Conforme MONICO (2000), os dados coletados no em atividades de levantamentos cadastrais.
levantamento cinemático podem ser processados durante O RTK é uma técnica de posicionamento rápida e
a coleta de dados (tempo real) ou após a coleta (pós- precisa, o seu princípio de funcionamento é fundamentado
processado). na transmissão de correções diferenciais da estação de
referência, para estação que se deseja conhecer as
2.4 Posicionamento “Stop-and-Go” (Semi-Cinemático) coordenadas denominadas de estação móvel (as estações
devem ser equipadas com receptores GPS, e um meio de
Este método apresenta as mesmas características comunicação para transmissão dos dados). A transmissão
operacionais do método cinemático descrito no item dos dados é feita por meio de um enlace, que pode ser
anterior. Durante o deslocamento da antena remota é rádio de comunicação, linha telefônica, sub-portadora FM
necessário que o receptor permaneça ligado em sintonia (RDS) ou satélites de comunicação (TALBOT, 1996 in
com os satélites disponíveis no horizonte do observador FREIBERGER JUNIOR, 2002). A figura 2 mostra a
(SEGANTINE, 2002).
L.F. Gama; A. F. T. Carneiro; A. de Seixas
II Simpósio Brasileiro de Geomática Presidente Prudente - SP, 24-27 de julho de 2007
V Colóquio Brasileiro de Ciências Geodésicas
estação de referência e móvel equipadas com o receptor com a técnica RTK, onde a partir de pontos de controle
GPS e rádio transmissor. existentes são determinados novos pontos de controle por
meio desta técnica.

Figura 2 – Estruturação das estações de referência e Figura 3 - Geometria de medição com a técnica RTK.
móvel para levantamento com a técnica RTK. Fonte: Fonte: ICSM (2001).
GARNÉS (2006). A norma Standards and Guidelines for Land
Surveying Using Global Positioning exige para realização
Para o estabelecimento do enlace de dados das de medição com a técnica RTK que cada ponto seja
técnicas diferenciais, a qual inclui o RTK, a Radio ocupado em uma sessão diferente com satélite diferente, a
Technical Comission for Maritime Services (RTCM) não ser que sejam coletados dados durante a
atendendo ao Institute of Navegation (ION) fundou o movimentação. Os demais requisitos, com exceção do
Comitê Especial 104 (SC – 104) com a finalidade de último, foram descritos no item 2.5.
elaborar as recomendações para transmissão das correções
diferencias (KRUEGER,1996). A efetuação do enlace de 3 EXPERIÊNCIAS UTILIZANDO GPS RTK NO
comunicação é realizada utilizando rádios transmissores CADASTRO
normalmente operando nas faixas de freqüência VHF e
UHF para esta destinação (HOFMANN-WELLENHOF et Além dos Estados Unidos que, em norma
al., 2001). específica para o cadastro, recomenda a técnica de
A estação de referência recebe os dados brutos da levantamento por GPS-RTK para medições cadastrais,
estação móvel, gera e transmite as correções diferenciais outros países desenvolveram estudos para viabilizar a
para a estação móvel, que utiliza essas informações para aplicação desta técnica. A seguir, serão apresentados os
determinar sua posição (FREIBERGER JUNIOR, 2002). resultados de algumas experiências realizadas com a
A medida da fase da portadora é a grandeza fundamental finalidade de determinar inúmeros pontos em curtos
de observação utilizada na técnica RTK, permitindo intervalos de tempo, com precisão aceitável ao cadastro
resultados de precisão de ordem subdecimétrica, ou de parcelas territoriais e economia de custo considerável.
melhor (KRUEGER, 1996).
O RTK limita-se a medições com linhas de base 3.1 Dinamarca
entre 5 e 10km, isso se deve ao fato do enlace de
comunicação apresentar limitações na transmissão dos Desde 1991 os métodos estáticos e estáticos
dados e da utilização de uma única onda portadora (L1) rápidos eram usados para controle de pontos horizontais
para determinação das pseudistâncias, mesmo estando na Dinamarca. Em 1994 foi analisada a possibilidade do
disponível a portadora L2 para aceleração das emprego do método cinemático em tempo real (RTK).
ambigüidades (WILIGALLIS et al., 2002). A transmissão Este método foi principalmente usado para recuperar
deve ser realizado numa taxa de pelo menos 2.400 bps pontos do Ostenfeld (sistema de controle de pontos
(MONICO, 2002). existente), os resultados da experiência com RTK foi
O levantamento com a técnica RTK é realizado da alcançado com êxito e com a vantagem de ser mais rápido
seguinte forma: um receptor GPS é colocado na estação que os métodos tradicionais (HANSEN, 1998).
de referência com coordenadas conhecidas. Através de Em 1995, a Dinamarca lançou uma rede de
uma conexão de rádio entre a estação de referência e o controle com 87 pontos básicos, objetivando apoiar as
receptor móvel é possível transmitir os dados da estação medições cadastrais, compreendendo uma área teste de
de referência para o receptor móvel situado sobre um 4.000km2, com uma distância entre os pontos vizinhos
ponto de coordenadas desconhecidas. Os dados recebidos menores que 10km. Neste teste, demonstrou-se que as
da estação de referência são usados para processar as aplicações do método cinemático para medições
coordenadas para o novo ponto imediatamente cadastrais são bastante aceitáveis. Diante deste resultado,
(HANSEN, 2006). A Figura 3 mostra um levantamento foi decidido que até o final de 1997 a rede GPS para
L.F. Gama; A. F. T. Carneiro; A. de Seixas
II Simpósio Brasileiro de Geomática Presidente Prudente - SP, 24-27 de julho de 2007
V Colóquio Brasileiro de Ciências Geodésicas
cadastro estivesse em operação e acessível ao usuário geográficas em tempo real) em 10 marcos relativos
(HANSEN, 1998). implantados em uma área urbana de Curitiba – PR e
Para evitar problemas, o método RTK, só foi KRUEGER et al. (2003), utilizando 4 marcos localizados
usado em distância menor que 5 km, uma vez que a em uma área teste do Centro Politécnico da Universidade
distância entre os pontos de controle é menor que 10km. Federal do Paraná, indicando a viabilidade desta técnica
Esta configuração é suficiente para assegurar uma em levantamentos cadastrais. Neste contexto está sendo
cobertura RTK total para os levantamentos cadastrais, desenvolvida pesquisa em duas áreas distintas da cidade
desde que obstruções não perturbem a recepção dos sinais do Recife, objetivando viabilizar a aplicação do GPS
dos satélites e o local assegure uma comunicação de rádio RTK na determinação de limites de parcelas territoriais
estável entre a estação de referência e o receptor móvel. A urbanas.
precisão relativa da rede é de 2 cm (HANSEN, 1998).
4 NORMAS PARA LEVANTAMENTO
3.2 Malásia CADASTRAL COM GPS.

O uso de GPS para o cadastro começou em 1999, Em países que o cadastro ainda não está
na Malásia, quando o Departamento de Medição e consolidado, como o Brasil, os levantamentos para fins
Mapeamento (DSMM), emitiu diretrizes para o controle cadastrais são conduzidos utilizando sistemas locais. Os
e medição cadastral (KPU – Circular - 6 – 1999). Estas levantamentos empregados para esse fim na maioria dos
diretrizes dizem respeito ao uso de GPS para medições casos são os topográficos usando métodos diretos e
estáticas. Atualmente medições com a técnica GPS – aerofotogramétricos. Estes métodos muitas vezes
RTK para medições cadastrais ainda vem sendo estudado assumem características próprias, definidas pelos próprios
(D. SUBARI et al., 2004). profissionais ou pelo órgão público, e na maioria dos
Em 1994, um teste com a técnica RTK para casos por pessoas com pouca ou sem nenhuma
medições cadastrais realizado por D. SUBARI et al. qualificação para executar medições cadastrais, resultando
(2004) mostrou que esta apresenta bons resultados e em levantamentos incorretos ou incompletos devido a
atende às exigências de precisão. inexistência de um padrão eficiente e sistemática
adequada a essa finalidade e às vezes sem nenhuma
3.3 Israel referência a uma estrutura geodésica de referência
(HASENACK, 2000). Este fato traz como conseqüência a
Conforme JARROUSH et al. (2005), em Israel as não associação da descrição legal do limite do imóvel
normas de levantamento reconhecem os métodos GPS com a definição geométrica do limite do imóvel vizinho.
como aplicáveis a medições cadastrais para levantamento Com a chegada do Sistema GPS na década de 70,
de pontos definidores dos limites e estabelecem que as houve a necessidade da criação de normas que
diferenças entre distâncias medidas duas vezes ao longo regulamentassem seu uso, devido aos níveis de precisão
do limite não devem exceder 0,03m. Apontam também o atingidos pelas técnicas de levantamento, além do
método de medição RTK como adequado para medições número crescente de usuário do sistema. Com o
cadastrais. desenvolvimento e adoção de novas técnicas, torna-se
Em Israel as três ordens de controle geodésico só necessário que haja uma preocupação com a atualização e
podem ser medidas através de métodos GPS. A precisão criação de novas normas de levantamento.
relativa mínima de pontos vizinhos é 1: 1.000.000 para a As normas de levantamentos empregam o
primeira ordem, 1:250.000 segunda ordem e 1: 150.000 princípio de qualidade e precisão dependente de distância
para terceira ordem (JARROUSH et al , 2005). ppm (em partes por milhão ou erro relativo). Para o
A tecnologia GPS RTK também foi aplicada com cadastro imobiliário, cujas exigências de precisão
êxito em levantamentos cadastrais em países como El cresceram nos últimos anos, é importante considerar o
Salvador, Kenya, Indonésia, Marrocos, Botsuana, atendimento ao princípio de vizinhança (SILVA, 2003),
Namíbia, o Jordan, Belize e Albânia (MWENDA, 2001 in entendido como o procedimento que garante a
OGALO, 2002). homogeneidade do levantamento, definido por ROMÃO
et al. (1996) como “o princípio que garante a precisão
3.4 Brasil relativa entre pontos vizinhos”. Este princípio é atendido
em países como Estados Unidos, cujas medições
No Brasil, testes com a técnica de posicionamento cadastrais são regulamentadas por normas, diretrizes e
RTK foram realizados constatando que os resultados especificações.
atendem às especificações técnicas para aplicações em A seguir, serão destacados alguns pontos
levantamentos cadastrais para linhas de base menores que importantes das seguintes normas que tratam da aplicação
10 Km. O limite de precisão adotado foi (1cm + 10 ppm). do posicionamento por satélite no cadastro: Norma
Entre os pesquisadores que realizaram testes, podem-se Técnica para Georreferenciamento de Imóveis Rurais do
citar: FREIBERGER JR. (2002) empregando a técnica INCRA; Standards and Guidelines for Cadastral Surveys
RTK com o emprego do programa GNRT (Programa GPS Using Global Positioning System Methods; Cadastral
desenvolvido para determinação de coordenadas Survey Guidelines – e Survey; Geospatial Positioning

L.F. Gama; A. F. T. Carneiro; A. de Seixas


II Simpósio Brasileiro de Geomática Presidente Prudente - SP, 24-27 de julho de 2007
V Colóquio Brasileiro de Ciências Geodésicas
Accuracy Standard; Geometric Geodetic Accuracy A rede CPC deve ser estabelecida pelo método
Standards and Specifications for using GPS Relative estático ou estático rápido e ajustada pelo método dos
Positiong Technique; Standards and Practices for mínimos quadrados, referenciada a duas ou mais estações
Control Surveys. Outras análises são apresentadas por de controle horizontal publicadas do NSRS (National
SILVA et al. (2003). Spatial Reference System), que é definido e dirigido pelo
NGS (National Geodetic Survey). Estas estações de
4.1 Norma: Standards and Guidelines for Cadastral controle devem estar localizadas em dois ou mais
Surveys Using Global Positioning System Methods quadrantes, relativos à área do projeto cadastral. Os
pontos da rede são estabelecidos por duas ou mais linhas
Esta norma é adotada pelo Departamento de de base independentes.
Agricultura e Serviço florestal (FC) e pelo Departamento- A Rede de Controle Cadastral deve conter laços de
Norte Americano de Terra dos EUA, foi elaborada por no mínimo três linhas de base. Todas as linhas de base
agrimensores e geodesistas e contém diretrizes para devem ter uma solução inteira fixada por dupla diferença
medições cadastrais que usam GPS (LONDE, 2002). São ou de acordo com as especificações do fabricante para
apresentados os padrões de precisão aceitáveis, operações comprimentos de linha de base que exceda o critério de
e procedimento de levantamento de campo, solução fixada.
processamento e análise de dados, documentação do Todas as estações dentro da rede de controle de
projeto. Além disso, exige que todos os projetos de projeto cadastral devem ter duas ou mais ocupações
levantamento GPS devam ser executados sob independentes e essa rede deve ser uma figura
responsabilidade de um profissional habilitado com geometricamente fechada.
autorização federal ou um “profissional de levantamento Quanto às medições cadastrais a norma afirma que
de terras” licenciado para atender esta finalidade no as medições cadastrais devem ser amarradas diretamente
estado onde realiza as medições cadastrais. ao NSRS e exige que todos os métodos de levantamento
cadastral com GPS, exceto o RTK, devem obedecer as
mesmas recomendações para execução da rede CPC
4.1.1 Padrões de Precisão Aceitáveis adicionando:
Os padrões de precisão conforme LONDE (2002) • Qualquer par de estações usadas como azimute
são baseados em análise de dados e informações dos ou orientação de referência para uso em
manuais do fabricante. levantamento cadastral convencional durante o
Esta Norma deve obedecer a um círculo de curso de um levantamento cadastral, deverá ser
confiança de 95%, com padrões de precisão local para incluído na área ou medido com o mínimo de
projeto de controle cadastral menor que 0,050m e inferior dois vetores independentes usando a técnica
a 0,100m para medições cadastrais. Os padrões de cinemática RTK.
precisão da rede são menores que 0,100m para controle de
projeto cadastral e inferiores a 0,200m para medições 4.2 Norma: Cadastral Survey Guidelines – e Survey
cadastrais.
A precisão de todas as redes cadastrais deve ser Esta norma é específica para levantamentos
informada pelo Comitê Federal de Dados Geográficos cadastrais na Nova Zelândia (LINZ, 2004).
(FGDC) para mostrar a relação do levantamento cadastral O capítulo 4 desta norma trata da tecnologia para o
relativa ao Sistema de Referência Nacional. Isto requer levantamento, destacando as recomendações: para
que a precisão da rede local de controle de projeto calibração dos equipamentos no item 4.1 e para as
Cadastral deve ser menor que 0,050m em nível de medições com GPS no item 4.2
confiança de 95%. A medição cadastral total deve ter no No item 4.1 do referido capítulo, referente à
máximo precisão relativa não superior a 0,100m do nível calibração dos equipamentos, pode-se destacar:
de confiança de 95% (LONDE, 2002). • Instrumentos devem ser calibrados regularmente e
Como no cadastro o princípio de vizinhança é um linhas de bases são disponíveis em todo país para
fator essencial, esta norma adota para este principio uma comparação das medidas;
média das precisões relativas das coordenadas de um
• Após consertos, os instrumentos devem ser
ponto com relação a outros pontos adjacentes com um
calibrados imediatamente;
nível de confiança de 95%.
• A calibração será exigida em intervalos mais
freqüentes para instrumentos com mais de 10 anos
4.1.2 Operações e Procedimento de Levantamento de
para checar erros de escala devido ao
Campo
envelhecimento freqüente dos mecanismos.
A rede de controle de Projeto Cadastral (CPC) é a
O item 4.2 destaca a calibração do equipamento
rede de estações GPS, amarradas ao Sistema de
GPS, a boa prática do levantamento, a descrição do
Referência Espacial Nacional (NSRS), levantada para
levantamento, especificação dos equipamentos e métodos
controlar todas as medições cadastrais com GPS.
usados, além da avaliação da qualidade dos dados GPS.
L.F. Gama; A. F. T. Carneiro; A. de Seixas
II Simpósio Brasileiro de Geomática Presidente Prudente - SP, 24-27 de julho de 2007
V Colóquio Brasileiro de Ciências Geodésicas
No sub-item sobre calibração do equipamento, são • Geometria pobre devido a
considerados: configuração dos satélites ou a
existência de obstruções;
• Equipamento GPS, software e procedimentos
devem ser testados antes do uso. Isto pode ser • Cada marco deve ter um
alcançado medindo e processando os dados em identificador único.
linhas de bases conhecidas ou redes de pontos;
A norma exige que na descrição do levantamento
• Ao contrário de distanciômetros, receptores GPS sejam especificados o objetivo do levantamento, que
não podem ser calibrados com relação a escala, observações foram feitas, como conferir as observações
porque a definição de escala é inerente aos feitas e a descrição de precauções para identificar e
satélites e dados orbitais. Porém, antenas e tripés minimizar os efeitos do multicaminhamento e erros.
devem ser calibrados para evitar erros de A qualidade dos dados GPS obtidos são avaliados
centragens. através da repetição das observações comparando com
trabalhos subjacentes.
• Erros de centragem da antena são geralmente
insignificantes quando equipamentos de 4.3 Norma: Geospatial Positioning Accuracy Standard
qualidade geodésica (por exemplo: antena com
microstrip) são utilizados em medições Norma adotada pelo FGDC - Federal Geographic
cadastrais, mas o profissional responsável pela Data Committee dos EUA (FGDC, 1998) composto de 14
validação do levantamento pode pedir um teste departamentos americanos que usam ou executam
de calibração do receptor GPS se houver dúvida, levantamentos topográficos, geodésicos, mapeamento e
principalmente para linhas de base curtas; Sistema de Informações Geográficas.
A norma esclarece que a exatidão posicional
• A calibração é recomendada quando são horizontal de um conjunto de dados com relação ao datum
utilizadas antenas distintas para diferentes fins horizontal deve obedecer a um nível de confiança de 95%.
em linhas de base menores que 100m ou quando
se utiliza antenas projetadas principalmente para
navegação. 4.4 Norma: Geometric Geodetic Accuracy Standards
and Specifications for using GPS Relative Positiong
• Erros de centragem da antena podem ser testados Techniques
instalando-se dois receptores distantes alguns
metros entre si e girando periodicamente uma Esta norma elaborada pelo Federal Geodetic
das antenas a um ângulo de 90º. Control Committee é adotada pelos Estados Unidos desde
1988.
Admite-se, nas linhas de base, erros de centragem A característica principal desta norma é a
menores que 5 mm, para levantamentos cadastrais. preocupação com a classificação de padrões e precisão de
levantamentos, basicamente para o método de
Para resultados consistentes, todos os posicionamento estático. Mais informações sobre esta
levantamentos cadastrais devem ser empregados norma são encontrados em SILVA et al. (2003) quando
conforme segue: comparou normas brasileiras para levantamentos GPS
1. Como regra geral as demarcações com GPS com normas internacionais.
devem ser intervisíveis, particularmente
limite e marcos testemunhos, para colaborar 4.5 Norma: Standards and Practices for Control
com o uso futuro de técnicas convencionais; Surveys

2. O procedimento das observações GPS deve A norma Standards and Practices for Control
ser designado para detectar e eliminar: Surveys do (SP1) do ICSM (Inter-Governamental
Advisiory Committee On Surveying And Mapping) da
• Ambigüidades; Australia, é das mais recentes para levantamentos em
geral, e de fácil entendimento (B HIGGINS, 2006).
• Efeitos de multicaminhamento; A norma é dividida em duas partes. A primeira
parte trata de padrões de precisão, definindo as classes e
• Interferência elétrica como ordens para levantamentos de controle horizontais e
subestações, microondas ou outros verticais, incluindo posicionamento com GPS.
sinais de rádio; A segunda parte mostra os processos
recomendados de cálculo e levantamento, incluindo os
levantamentos obtidos por posicionamento com GPS,

L.F. Gama; A. F. T. Carneiro; A. de Seixas


II Simpósio Brasileiro de Geomática Presidente Prudente - SP, 24-27 de julho de 2007
V Colóquio Brasileiro de Ciências Geodésicas
especificando as técnicas de rasteio estático, rápido cadastro urbano do Brasil, que estabeleça métodos,
estático, stop-and-go e RTK. procedimento e padrões de precisão, como também uma
Esta norma estabelece padrões para especificar e maior exigência quanto à qualificação dos profissionais
informar a qualidade de pesquisas e como alcançar esses de levantamentos cadastrais.
padrões. Recentes emendas para SP1 orientam os Quanto ao cadastro rural do Brasil, a norma para o
agrimensores que usam a técnica de GPS cinemático em georreferenciamento de imóveis rurais do INCRA precisa
tempo real. Esta técnica demonstra a necessidade de ser revista em alguns de seus pontos e espera-se que este
diretrizes para adaptação do profissional a nova trabalho contribua para a necessária atualização.
tecnologia. Esta norma também descreve o processo para
tracejado legal de GPS na Austrália (B HIGGINS, 2006).
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
4.6 Norma Técnica para Georreferenciamento de
Imóveis Rurais do INCRA D SUBARI, Mustafa.; ANUAR, Khairudim.
Experiencing the of GPS – RTK for Cadastre Surveys
A norma Técnica para o Georreferenciamento de in Malaysia. 3 rd FIG Regional Conference. Jakarta.
Imóveis Rurais criada em 2001, é a única norma Indonésia. 13 p. 2004. Disponível em
específica para levantamentos cadastrais existente no www.fig.net/pub/jakarta/papers/ts_14/ts_14_3_subari_an
Brasil. Esta norma foi desenvolvida pelo Instituto uar.pdf. Acesso: 08 de Novembro 2006.
Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA),
destinado ao controle das medições de imóveis rurais. FGDC. Geospatial Position Accuracy Standards (5
Esta norma exige que as medições sejam executadas partes). Virginia (EUA): Secretariat Federal Geographic
obedecendo a uma tolerância posicional relativa de 50 cm Data Committee c/o U. S. Geological Survey. 1998.
em torno dos vértices definidores dos limites dos imóveis.
Consta na norma do INCRA às instruções, entre outras, FREIBERGER JUNIOR, J. Análise da degradação do
sobre levantamentos com GPS, indicações sobre as posicionamento em tempo real com o emprego do
técnicas utilizando o Sistema de Posicionamento Global e GNRT.. Dissertação (Mestrado em Ciências Geodésicas).
métodos topográficos clássicos aceitáveis no cadastro, Departamento de Geociências, Universidade Federal do
classificação da acurácia e precisão para levantamentos. Paraná. Curitiba. 2002. 136 p.
Nesta norma também está especificado o percentual de
95% para o nível de confiança dos levantamentos. HANSEN, Suzanne. GPS Applied in Cadastral
A partir da análise das normas internacionais, Surveys. Dinamark. 7p. 1998. Disponível em
pode-se concluir que é necessária uma adequação dessa http://www.sli.unimelb.edu.au/fig7/Brighton98/Comm7P
norma brasileira, para proporcionar um melhor apers/TS65-Hansen.html. Acesso: 18 de Novembro 2006.
entendimento das especificações. A norma do INCRA
utiliza padrões definidos para levantamentos em geral, HASENACK, Markus. Originais de levantamento
como os levantamentos topográficos orientados pela topográfico cadastral imobiliário: possibilidade de sua
NBR-13.133. Assim, deve-se também orientar essa norma utilização para a garantia dos limites geométricos dos
para a aplicação específica de levantamento cadastral, bens imóveis. Dissertação (Mestrado em Engenharia
como acontece nas normas descritas anteriormente. Civil) – Curso de Pós-Graduação em Engenharia Civil,
Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis,
2000. 130p.
5. CONCLUSÕES
B HIGGINS, Matthew B. Guidelines for GPS Surveying
O emprego de métodos de Levantamento com in Australia. 9p. 2006 .Disponível em
GPS, garante que as medições cadastrais sejam obtidas www.fig.net/pub/proceedings/korea/full-
com maior precisão. Nos últimos anos, com o avanço das papers/pdf/ws_com5_1/higgins.pdf. Acesso: 24 de
técnicas rápidas GPS, alguns países viram a necessidade Dezembro 2006.
da criação e atualização de normas específicas para
administrar as realizações das medições cadastrais, HOFMANN-WELLENHOF, B.; LICHTENEGGER, H.;
estabelecendo padrões de precisão, métodos de medição COLLINS, J. GPS: theory and practice. Springer Wien
aplicáveis e procedimentos aceitáveis que se adequassem New York. 3ª.ed. 2001. 389p.
a essa nova realidade.
As normas exigem que as medições cadastrais INCRA. Norma Técnica para Georreferenciamento de
sejam realizadas por profissionais especializados em Imóveis Rurais. Instituto Nacional de Colonização e
medições cadastrais e recomenda que sejam realizados Reforma Agrária, Ministério do Desenvolvimento
pelas técnicas de levantamento por GPS: estático, estático Agrário. 42p. 2001. Disponível em
rápido, cinemático, semi-cinemático, PPK e RTK. Diante http://www.google.com.br. Acesso: 23 abril 2007.
da análise feita das normas estudadas fica clara a
necessidade da criação de uma norma específica para o

L.F. Gama; A. F. T. Carneiro; A. de Seixas


II Simpósio Brasileiro de Geomática Presidente Prudente - SP, 24-27 de julho de 2007
V Colóquio Brasileiro de Ciências Geodésicas
ICSM. Standards and Practices for Control Surveys ( Brasileiro de Cadastro Técnico Multifinalitário –
SP1). ICSM Publication n.1. Belconnen, Australia: Inter- COBRAC. Florianópolis, 13 a 17 out 1996 p. III – 412.
governamental Advisory Committee on Surveing and
Mapping. 2001. Disponível em SEEBER, G. Satéllite Geodesy: Foundations,
http://www.anzlic.org.au/spatial links.html. Acesso: 14 Méthodds and Applications. Berlim, New York: walter
abril 2007.
de Gruyter, 1993. 531p.
JARROUSH, Jad.; ADLER, R.; ZEIBAK, M. Cadastre SEGANTINE, P.C.L. Sistema de Posicionamento
Surveys With Real Time Kinematic ( RTK ) as a Basis Global - GPS. São Carlos. Editora da Escola de
for Future Survey Regulations. 17p. 2005. Disponível Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo.
em 2002. 316 p.
www.fig.net/pub/fig2006/papers/ps07/ps07_05_jarro
ush_etal_0258.pdf. Acesso: 23 novembro 2006. SILVA, D. C.; QUIRINO, R. N.; SOUZA JÚNIOR, C. B.
Comparação de especificações e normas de
KRUEGER, C. P. Investigações sobre aplicações de levantamentos com GPS. In: Anais do XXI Congresso
alta precisão do GPS no âmbito marinho. Tese Brasileiro De Cartografia. Belo Horizonte. Publicado em
(Doutorado em Ciências Geodésicas) – Departamento de CD-Rom. 2003.
Geociências, Universidade Federal do Paraná. Curitiba.
1996. 267 p. (ICSM). Standards And Specifications For Control
Surveys. International Standards Organisation Iso in The
KRUEGER, C. P.; SOUZA, E.C.B.; MORAIS, S.C.; Context of: The us National for Spatial Data Accuracy.
SEJAS, M. I. Viabilidade do GNREF/GNRT-K em Victoria. 55P. 2001 Disponível em http://www.fig.net/
uma Área Teste na UFPR. COBRAC – Congresso Acesso: 16 novembro 2004.
Brasileiro de Cadastro Técnico Multifinalitário – UFSC.
16p. 2003. Disponível em USDA e USDI. Standards and Guidelines for
http://geodesia.ufsc.br/Geodesia-online/arquivo/Cob2000- Cadastral Surveying Using Global Positioning System
a.htm. Acesso: 15/ 03/ 2007. Methods. Version 1.0. Washington: Departament of
Agricuture - Forest Service United States of the Interior –
LEICK, A. GPS: Satellite surveying. 2. ed. New York: Bureau of Land Mangament. 2001. Disponível em
J.Wiley. 1995. 560p http://www.fig.net/ Acesso: 8 novembro 2006.

Standards and Guidelines for Land Surveying Using


LINS. Cadastral Survey Guidelines – e Survey. Version
Global Positioning System Methods. WASHINGTON
5.1. Wellington, Nova Zelandia: Land Information New
STATE DEPARTMENT OF NATURAL RESOURCES,
Zealand. 2004. Disponivel
G P S Guidebook. Commissioner of Public Lands. 66 p.
http://www.linz.govt.nz/core/surveysystem/surveypublica
2004. Disponivel em
tions/csgesurvey/index.html. Acesso: 14 abril 2007.
dnr.wa.gov/htdocs/plso/gps_guidebook_version_1.pdf
Acesso: 5 novembro 2006.
LONDE, Michael D. Standard, 2002. Standars and
Guidelines for Cadastral Surveying Using Global
WILLGALIS, S.; SEEBER, G.; KRUEGER, C. P.;
Positioning System Methods. FIG XXII cInternational
ROMÃO, V. M. C. A Real Time Reference Network
Congress. 7p. Disponível em
for Recife, Brazil, enabling precise and reliable
www.fig.net/pub/fig_2002/JS2/JS2_londe.pdf.
cadastral surveys. In: FIG XXII INTERNATIONAL
Acesso: 18 novembro 2006.
CONGRESS. Washington, D.C.USA. p. 1-14. 2002.
Disponível. www.fig.net/pub/fig_2002/Ts5-
MONICO, J. F.G. Posicionamento pelo NAVSTAR –
8/TS5_8_willgalis_etal.pdf Acesso 22 abril 2006.
GPS: Descrição, Fundamentos e Aplicações. Editora
UNESP – São Paulo. 2000. 287p.

ONER OGALO, George. GPS in Cadastres: A Case


Study of Kenya. Proceedings of FIG XXII cInternational
Congress. 2002. Disponível em
www.fig.net/news/fig_2002/congress_prize_ogalo.pd
f. Acesso: 18 Novembro de 2006.

ROMÃO, V. M. C.; CARNEIRO, A. F. T.; SILVA, T. F.


Rede de referência cadastral municipal: uma proposta
do grupo de trabalho sobre cadastro municipal
(GTCM) do DECart – UFPE. In: Anais II Congresso
L.F. Gama; A. F. T. Carneiro; A. de Seixas