Você está na página 1de 35

ESCOLA:

ALUNO (A):

CLASSE: PROFESSOR (A):


ESCOLA:

ALUNO (A):

CLASSE: PROFESSOR (A):

QUANDO SURGIU?
A globalização para muitos historiadores teve seu
início, enquanto globalização consciente, no período em
que os europeus chegaram às Américas, África e Ásia, ou
seja, quando as Grandes Navegações das potências
europeias ocorreram, entre os séculos XV e XVII.
O fenômeno da globalização em si existe desde o
início da civilização, pois é a partir da civilização que as
integrações começam a ocorrer. Ou seja, a globalização
refere-se ao resultado das integrações civilizatórias e suas
expansões.

2
EXERCÍCIOS:

1. Encontre as palavras relacionadas ao tema da


globalização:

CAÇA-PALAVRAS: GLOBALIZAÇÃO

K I N A J A Q C A R E C L S D
N H Q X Q V I O C W H X R E H
N Y X O Z T I Q X Z C S S I W
F M C K M C Z D M P W E J E S
H E Z X R S B Y O V N O U I R
Q D Y É F D I M O V L U C R O
L M M Q U D Q L O V P W D K R
F O O E D A D L A U G I S E D
C U W G E F V X I T B T L Q A
U A A Q W I I V M H I F P G T
V C C G M H Y Z O Q L P U S U
X X I E K X N W N X N M A R Q
C Y N C H T N A O R I R A C Q
R T D P I T W R C L N D I H T
O S Z H C R K P E Q Y L I H P
Feito com Puzzlemaker no DiscoveryEducation.com

CAPITALISMO
COMÉRCIO
DESENVOLVIMENTO
DESIGUALDADE
ECONOMIA
LUCRO
3
AS FASES DO CAPITALISMO E A GLOBALIZAÇÃO

O sistema capitalista iniciou-se no século XV, após o


declínio do feudalismo. Possui diversas fases, cada uma
com suas respectivas características. A primeira fase
recebeu o nome de Capitalismo Comercial que resultou em
uma das características básicas da Idade Moderna (século
XV ao XVIII). Esta época, portanto, baseava-se: na
centralização do poder (Absolutismo), na Reforma e
Contrarreforma, nas expansões marítimas (novos
mercados) e no Renascimento (movimento cultural).

Capitalismo Comercial: Mercantilismo

Baseado na doutrina do Mercantilismo, ou seja, uma


política econômica de intervenção estatal que surgiu na
Europa – adotada inicialmente por Espanha e Portugal – e
visava o aumento da autoridade do Estado e o
enriquecimento do país e estendeu-se entre o fim do
século XV até o século XVIII.
Durante esta fase do capitalismo, o país era
considerado mais rico quando acumulava maior quantidade
de metais preciosos (ouro e prata), devido à sua
4
durabilidade. Portanto, as trocas comerciais tinham o
enriquecimento como finalidade. Os países procuravam
vender mais do que comprar (aumentando as exportações
e restringindo as importações), a fim de manter o ouro
dentro do país. Isto ficou conhecido como Ideia Metalista
ou Bulionismo. O período mercantilista influenciou o
comércio entre os países e o campo intelectual

Principais pontos do período:

1. Intervenção do Estado na economia;


2. Centralização do poder;
3. Balança comercial favorável (exportar mais do que importar);
4. Políticas alfandegárias (protecionismo);
5. Pacto Colonial (tipo de mercantilismo aplicado pelas
Metrópoles nas colônias).

Capitalismo Industrial: Liberalismo

O capitalismo conquista uma nova fase com a


Revolução Industrial do século XVIII. Este período foi
acompanhado pelo Liberalismo econômico, baseado na não
intervenção do Estado na economia, no livre mercado e na
livre concorrência. A 1ª Revolução Industrial ocorreu
primeiramente na Inglaterra, pois era o país com mais
condições favoráveis na época. Depois de consolidada na
5
região, a industrialização se expandiu para demais países.
O acúmulo de capital, a expansão demográfica e a
Revolução Agrária foram fatores importantes para o
surgimento da 1ª Revolução Industrial. As indústrias
passaram a ser a fonte de riqueza desta fase do
capitalismo, que com as inovações da época proporcionou
o aumento da produção, a consequente necessidade de
expandir o mercado a nível mundial, bem como a maior
circulação de pessoas e produtos, devido ao
desenvolvimento e expansão dos transportes.

Principais pontos do período:

1. Mentalidade liberal;
2. Trabalho assalariado;
3. Desenvolvimento dos transportes (locomotiva a vapor e barco
a vapor;
4. Aumento do consumo, do lucro e da produção;
5. Foco nas indústrias.

Capitalismo Financeiro: Keynesianismo

É resultado da junção do capitalismo industrial com o


capitalismo bancário, que ocorreu no fim do século XIX,
início do século XX. Há nesta fase do capitalismo grandes
acumulações de capital, inovações tecnológicas que
6
auxiliaram as indústrias, como por exemplo, a descoberta
da eletricidade.
Com o crescente desenvolvimento das economias
industrializadas e a necessidade de obter novos mercados e
novas fontes de matérias primas, ocorreu a expansão
imperialista das potências, dominando as regiões da África
e da Ásia, por exemplo. O mundo ficou dividido entre as
potências europeias e potências de fora da Europa, como
os Estados Unidos e Japão. Desta forma, o Imperialismo
levou à formação de grandes impérios coloniais.
Os bancos são os principais agentes desta fase do
capitalismo, já que davam o suporte financeiro para as
indústrias. Portanto, além das indústrias, esta nova fase do
capitalismo baseia-se na lei dos bancos.
O papel do Estado muda mais uma vez nesta fase do
Capitalismo, pois é o Estado o responsável por administrar
e fiscalizar a economia. Esta atuação estatal ganhou ainda
mais intensidade a partir da crise de 1929 nos EUA. O ‘New
Deal’ ou “Novo Acordo”, em português, foi um plano de
combate à crise adotado entre 1933 e 1939 que representa
justamente esta atuação de intervenção do Estado na
Economia e que foi capaz de recuperar a economia do país.
7
Este plano possui influências das ideias do economista
John Keynes. Portanto, esta política de intervenção do
Estado na economia é chamada de Keynesianismo, em
homenagem ao seu principal defensor. Desta forma, o
período representa o declínio das ideias do liberalismo
econômico e a ascensão do keynesianismo.

Principais pontos do período:

1. Domínio da economia pelos bancos;


2. Aumento da concorrência no âmbito internacional;
3. Surgimento de empresas multinacionais;
4. Bolsa de Valores;
5. Produtos financeiros;
6. Surgimento de Trustes, Fusões, Cartéis e Holding CO;
7. Monopólios e Oligopólios

Capitalismo Informacional: Neoliberalismo


Segundo o sociólogo Manuel Castells, sobretudo
desde a década de 1980, o novo sistema econômico e
tecnológico pode ser chamado de Capitalismo
Informacional. Esta fase do capitalismo está relacionada
com o Neoliberalismo, o avanço da globalização e da
revolução tecnológica, principalmente com o surgimento
do ciberespaço (internet). O novo cenário intensificou as
8
integrações entre pessoas; aumentou a produtividade
industrial; deu importância ao conhecimento,
principalmente na elaboração dos produtos e serviços;
permitiu a construção de comunidades virtuais (novas
redes); aumentou os fluxos de informações e ideias e,
portanto, abriu novas experiências sociais, políticas e
econômicas aos países, principalmente os desenvolvidos.
Por outro lado, este processo intensificou também as
desigualdades sociais, principalmente com as exclusões
digitais. Ou seja, nem todas as pessoas possuem o acesso à
Internet o que dificulta a sua inserção nestas novas
integrações.
Vale ressaltar que, para muitos historiadores, esta fase
do capitalismo acontece em paralelo com o Capitalismo
Financeiro. A fase informacional do capitalismo integrou as
regiões do mundo criando um único sistema chamado
“sistema-mundo”.
Principais pontos do período:

1. Revolução Tecnológica;
2. Sociedade Global (Multinacionais, Org. Internacionais);
3. Economia Global
4. Avanço da Globalização;
5. Ciberespaço ultrapassa barreiras territoriais;

9
EXERCÍCIOS:
2. Ligue os textos até as fases do capitalismo
correspondentes:

Presente na época do Absolutismo, esta


CAPITALISMO fase do capitalismo defendia o
INFORMACIONAL protecionismo, a balança comercial
favorável e a intervenção estatal. Tinha
como objetivos: fortalecer o Estado e
aumentar a riqueza nacional, a partir do
acúmulo de metais preciosos (ouro e
prata) provenientes do comércio.
Presente no século XX, esta fase do
CAPITALISMO
capitalismo é a junção do capitalismo
INDUSTRIAL industrial e bancário. Na época, a política
econômica era o Keynesianismo que
criticava a mentalidade liberal e propunha
a intervenção estatal na economia, com o
objetivo de evitar crises e estimular o
crescimento econômico, através do
aumento dos gastos públicos. Os bancos
CAPITALISMO são agentes muito importantes.
COMERCIAL É a fase mais atual do capitalismo que,
para muitos estudiosos, coexiste com o
capitalismo financeiro. Esta fase está
diretamente ligada com o pensamento
neoliberal, com o avanço da globalização e
da revolução tecnológica.
Presente na época da 1ª Revolução
CAPITALISMO Industrial, esta fase do capitalismo criticava
FINANCEIRO o mercantilismo, bem como o absolutismo
e defendia o livre mercado, a concorrência,
o direito a propriedade e a independência
dos poderes. A grande fonte de riquezas
neste período eram as indústrias.

10
O que é globalização?
O termo “Globalização” passou a ser usado
fortemente entre as décadas de 1980 e 1990. Refere-se a
mudanças que impactam diversas esferas do mundo, como
a política, econômica, militar e ambiental, em escalas
continentais.
A Globalização, portanto, significa a “redução” das
distâncias em larga escala, permitido que diversas regiões
do mundo se relacionem de forma econômica, social,
cultural e política, independente de onde se localizam.
Estas relações entre regiões podem ser boas, como o
comércio ou ruins, como a guerra, por exemplo.

O aumento da desigualdade social é uma


consequência negativa direta da Globalização, já que tal
fenômeno amplia a lacuna entre ricos e pobres.

11
EXERCÍCIOS:
3. Levando em consideração as principais consequências
da Globalização, marque apenas a(s) alternativa(s)
correta(s) sobre o fenômeno:

A Globalização anulou os conflitos entre os países.

A Globalização permitiu a integração entre as


economias dos países, reduziu as distâncias com as novas
tecnologias e agilizou o fluxo de informações e ideias.

A Globalização beneficiou as minorias, reduzindo as


desigualdades sociais e, portanto, diminuiu o abismo entre
ricos e pobres.

A Globalização tornou as culturas mais homogêneas e


reduziu a xenofobia em grande medida.

Com a Globalização os países mais desenvolvidos


tornam-se hegemônicos no campo da cultura, da
economia, da política e da área militar. Dessa forma, os
países dominantes acabam exercendo maior influência e
poder sobre os demais.

12
Características da globalização

Não é um fenômeno novo;

Não foi elaborada por nenhum país;

Possui diversas dimensões;

Não é um fenômeno homogêneo ou


democrático;

Representa a mundialização ou
internacionalização do capitalismo;

O protecionismo é utilizado por alguns


países, em determinado momento, para
controlar os efeitos da globalização nas
respectivas regiões;

O protecionismo, no entanto, só existe por causa da globalização;

Não participar dos avanços da globalização resulta em um custo de


oportunidade alto, cabe a cada país soberano decidir;

Conforme o número de conexões aumenta, maior é a globalização;

Economias mais ricas tendem a ser mais integradas.

13
EXERCÍCIOS:

4. “A globalização não é um fenômeno homogêneo ou


democrático”. O que isto significa? Elabore uma resposta
de acordo com o que você entendeu a respeito da frase
acima.

R: _____________________________________________
________________________________________________
________________________________________________
________________________________________________
________________________________________________
________________________________________________
________________________________________________
________________________________________________
________________________________________________
________________________________________________
________________________________________________

14
As dimensões da globalização

Econômica: Representada pelos fluxos de


capitais, serviços e produtos no mercado
internacional.

Militar: Representada pelo poder bélico dos


países, ou seja, a força militar dos países e
suas relações uns com os outros.

Cultural ou Social: Representada pelo


fluxo de ideias e pessoas. O advento da
Internet é responsável pelo aumento
desses fluxos.

Ambiental: Representada pelos


materiais que circulam pela atmosfera
ou pelos oceanos a longas distâncias
causando impactos na saúde e bem-
estar dos seres humanos.

15
EXERCÍCIOS:
5. As dimensões da globalização possuem dinâmicas
próprias, porém estão conectadas entre si. Seus
efeitos podem ocorrer de maneira simultânea e são
sentidos em diversas partes do mundo. Levando em
consideração tais informações dê um exemplo para
cada uma das dimensões da globalização:

Econômica:________________________________.

Militar:__________________________________.

Cultural/Social:____________________________.

Ambiental:_______________________________.

16
Determinantes da globalização

Existem alguns elementos determinantes para o


fenômeno da globalização, dentre eles podemos citar o
próprio Neoliberalismo da década de 1980 e a Revolução
Tecnológica, principalmente quando nos referimos ao
ciberespaço.

Neoliberalismo: É uma corrente de pensamento que


propõe a liberdade econômica ou liberdade do mercado,
portanto, busca diminuir a atuação do Estado nas questões
econômicas, fazendo com que ele sirva apenas como um
agente regulador da economia, ou seja, o Estado torna-se
responsável apenas por criar e manter uma estrutura
institucional capacitada, para que as práticas do mercado
possam acontecer.
Os principais fundamentos do neoliberalismo são:

• O livre comércio;
• A expansão de mercados; e
• O recuo do Estado na economia.

17
Revolução Tecnológica: É um
componente intrínseco do
fenômeno da globalização
que promove a sua
aceleração. É resultado do
desenvolvimento da ciência
e da técnica, bem como o
surgimento do ciberespaço.
É um fenômeno que marca o final do século XX e
permanece até os dias atuais, estabelecendo uma nova
“Era” para o campo das informações, principalmente pelo
advento das redes digitais.
Além disso, como já discutido, a revolução tecnológica
foi e continua sendo essencial para a aceleração da própria
globalização, o que torna estes dois fenômenos
complementares.
O poder do Estado é afetado pelos fenômenos da
globalização e da revolução tecnológica, já que tais
fenômenos, com caráter transnacional, possuem a
capacidade de transformar a economia e a sociedade dos
países.

18
EXERCÍCIOS:
6. A Revolução tecnológica, também chamada de Terceira
Revolução Industrial engloba o ciberespaço, a robótica e a
biotecnologia. Marque (V) para as informações Verdadeiras e
(F) para as informações Falsas sobre este fenômeno:

A Revolução Tecnológica é um fenômeno que coexiste com


a globalização e, por possuírem um caráter transnacional
sepultaram o poder dos Estados, que por sua vez perdeu toda a
sua autonomia.

Mesmo com o desenvolvimento da globalização e da


revolução tecnológica, o poder dos Estados não desaparece por
completo, pois é ainda o principal ator internacional. Porém,
pode-se dizer que, com o advento da Sociedade Global, os
Estados atualmente dividem espaço com atores não estatais,
sejam eles subestatais ou supraestatais.

Os Estados não conseguem ditar as regras no


ciberespaço, já que as comunidades virtuais transcendem as
fronteiras terrestres. Pode-se dizer que conforme a revolução
tecnológica e a globalização avançam, tais fronteiras territoriais
perdem significado.
19
As empresas transnacionais

São empresas que atuam em diversos países,


ultrapassando as fronteiras territoriais do seu país de
origem. Ou seja, são companhias que atuam em uma escala
internacional, a partir de uma sede. Tais empresas tornam-
se agentes capazes de agilizar o processo de globalização.
As empresas são atores, não estatais consideradas Atores
Subestatais, já que são organizadas em paralelo com os
Estados.

Organizações internacionais

São formadas pelas iniciativas dos Estados e, por este


motivo, são compostas por Estados através de Tratados.
Desta forma, elas são consideradas Atores Supraestatais. As
Organizações Internacionais contribuem para a cooperação

20
entre os países. Estas
Organizações possuem um espaço
físico, como uma sede em um
determinado país, o que facilita a
organização dos encontros
diplomáticos, projetos e
negociações. As Organizações Internacionais podem ter
diversos objetivos, dentre eles, o econômico, por exemplo.
Alguns exemplos de Organizações Internacionais:
Organização das Nações Unidas (ONU); Organização dos
Países Produtores de Petróleo (OPEP); Organização dos
Estados Americanos (OEA); Organização Mundial do
Comércio (OMC); Fundo Monetário Internacional (FMI);
Mercado Comum do Sul (MERCOSUL); Acordo Norte-
Americano de Livre Comércio (NAFTA); União Europeia
(UE), dentre outras.
A história das OI’s remonta o século XIX na Europa, ou
seja, possuem o molde europeu. A formação de blocos
econômicos regionais é um reflexo da globalização.

21
EXERCÍCIOS:

7. Leia os textos com atenção:

A. A formação de blocos econômicos regionais é uma tentativa


dos países aumentarem seus PIBs, diminuindo as barreiras
para o comércio de bens e serviços. Desta forma estão
diretamente ligados ao fenômeno da globalização.

B. Uma das características mais marcantes do fenômeno da


globalização é estratégia protecionista adotada pelos
governos do mundo todo. Tal processo facilita a entrada de
produtos estrangeiros nos mercados nacionais.

C. Com o desenvolvimento da globalização e do próprio


capitalismo, as relações econômicas mundiais, se tornaram
cada vez mais influenciadas pelas imposições das empresas,
corporações ou multinacionais.

Agora assinale a alternativa correta:

Somente a alternativa A está correta.

As alternativas A e B estão corretas.

As alternativas A e C estão corretas.

As alternativas B e C estão corretas.

Somente a alternativa B está correta.

22
Globalização produtiva e financeira

Com a Globalização Produtiva os produtos não são


mais produzidos inteiramente em um único país, pois
determinados países são responsáveis por produzir uma
parte do produto, acirrando e aumentando a
concorrência a nível mundial. Para se manter
concorrente é necessário a inovação. Suas principais
características são: o crescimento do progresso
tecnológico, com o desenvolvimento e a difusão das
“novas tecnologias” que criam novos produtos e novas
oportunidades mercantis.
A Globalização Financeira é o dinheiro circulando com
mais liberdade pelos países sem necessariamente passar
pelo processo produtivo. Iniciou-se como proteção,
quando o câmbio tornou-se novamente flutuante na
década de 1970. Portanto, quando os países aumentam
suas taxas de juros, atraem mais dinheiro externo para
suas reservas. O dinheiro atraído é de capital
especulativo, ou seja, ele pode entrar e sair do país a
qualquer momento, em busca de taxas de juros mais
atraentes (mais altas) para se expandir. É o dinheiro
23
fazendo mais dinheiro sem necessariamente passar pela
produção.

EXERCÍCIOS:

8. Verifica-se com a Globalização Produtiva o


crescimento da concorrência. Portanto, para um país
se manter concorrente é necessário um processo de
inovação. Levando em consideração a existência de
diversos tipos de inovação, dentre elas, a inovação de
processos produtivos, houve o surgimento de um
sistema de produção chamado Toyotismo, criado após
a 2ª Guerra mundial no Japão e foi difundido pelo
mundo a partir da década de 1970. Anteriormente ao
Toyotismo e sua difusão, o sistema de produção
utilizado era o da produção em massa, o chamado
Fordismo, caracterizado pelas esteiras nas linhas de
montagem.

Analise com atenção o quadro a seguir, contendo as


principais características do Toyotismo:

24
TOYOTISMO
• Evitar o desperdício;
• Produção flexível (varia de acordo com as necessidades dos
consumidores)
• Foco para a qualidade do produto;
• Mão de obra qualificada (além disso, o trabalhador passa a conhecer
todas as etapas da produção);
• Produção “Just in Time” (a produção começa a partir da demanda feita).

Agora complete o texto com as palavras corretas e assinale


a alternativa utilizada:
A produção ___________ foi substituída pela produção
__________ do Toyotismo. Desta forma, o _________ busca
evitar o __________ e os _________ promovendo assim uma
produção mais ___________. Com o Toyotismo os produtos eram
focados nos ____________ e este diferencial resultou no
aumento das ____________ e, consequentemente, no aumento
dos ___________.

flexível – em massa – Toyotismo – desperdício – estoques –


desenfreada – clientes – dívidas – desempregos.

fordista – flexível – Toyotismo – desperdício – estoques –


enxuta – clientes – vendas – lucros.

fordista – flexível – Fordismo – desperdício – estoques –


enxuta – donos das empresas – vendas – lucros.
25
Gabarito:

1. Encontre as palavras relacionadas ao tema da


globalização:

K I N A J A Q C A R E C L S D
N H Q X Q V I O C W H X R E H
N Y X O Z T I Q X Z C S S I W
F M C K M C Z D M P W E J E S
H E Z X R S B Y O V N O U I R
Q D Y É F D I M O V L U C R O
L M M Q U D Q L O V P W D K R
F O O E D A D L A U G I S E D
C U W G E F V X I T B T L Q A
U A A Q W I I V M H I F P G T
V C C G M H Y Z O Q L P U S U
X X I E K X N W N X N M A R Q
C Y N C H T N A O R I R A C Q
R T D P I T W R C L N D I H T
O S Z H C R K P E Q Y L I H P

CAPITALISMO
COMÉRCIO
DESENVOLVIMENTO
DESIGUALDADE
ECONOMIA
LUCRO

26
2. Ligue os textos até as fases do capitalismo
correspondentes:

Presente na época do Absolutismo, esta


fase do capitalismo defendia o
CAPITALISMO protecionismo, a balança comercial
INFORMACIONAL favorável e a intervenção estatal. Tinha
como objetivos: fortalecer o Estado e
aumentar a riqueza nacional, a partir do
acúmulo de metais preciosos (ouro e
prata) provenientes do comércio.
Presente no século XX, esta fase do
capitalismo é a junção do capitalismo
CAPITALISMO industrial e bancário. Na época, a política
INDUSTRIAL econômica era o Keynesianismo que
criticava a mentalidade liberal e propunha
a intervenção estatal na economia, com o
objetivo de evitar crises e estimular o
crescimento econômico, através do
aumento dos gastos públicos. Os bancos
são agentes muito importantes.
É a fase mais atual do capitalismo que,
CAPITALISMO
para muitos estudiosos, coexiste com o
COMERCIAL
capitalismo financeiro. Esta fase está
diretamente ligada com o pensamento
neoliberal, com o avanço da globalização e
da revolução tecnológica.
Presente na época da 1ª Revolução
Industrial, esta fase do capitalismo criticava
o mercantilismo, bem como o absolutismo
CAPITALISMO e defendia o livre mercado, a concorrência,
FINANCEIRO o direito a propriedade e a independência
dos poderes. A grande fonte de riquezas
neste período eram as indústrias.

27
3. Levando em consideração as principais consequências
da Globalização, marque apenas a(s) alternativa(s)
correta(s) sobre o fenômeno:

A Globalização anulou os conflitos entre os países.

A Globalização permitiu a integração entre as economias


dos países, reduziu as distâncias com as novas tecnologias e
agilizou o fluxo de informações e ideias.

A Globalização beneficiou as minorias, reduzindo as


desigualdades sociais e, portanto, diminuiu o abismo entre
ricos e pobres.

A Globalização tornou as culturas mais homogêneas e


reduziu a xenofobia em grande medida.

Com a Globalização os países mais desenvolvidos


tornam-se hegemônicos no campo da cultura, da economia,
da política e da área militar. Dessa forma, os países
dominantes acabam exercendo maior influência e poder
sobre os demais.

28
4. “A globalização não é um fenômeno homogêneo ou
democrático”. O que isto significa? Elabore uma resposta
de acordo com o que você entendeu a respeito da frase
acima.
(Proposta de resposta)

R: Uma das principais consequências negativas da


globalização é a desigualdade entre os países. Com a
globalização as desigualdades entre ricos e pobres são
intensificadas, havendo discrepâncias econômicas,
tecnológicas e sociais entre eles. Por este motivo a
globalização não é um fenômeno democrático, uma vez
que não são todas as pessoas que possuem os mesmo
acessos.
Além disso, a globalização é um fenômeno
heterogêneo, já que certos países e assuntos se integram
mais do que outros. Uma das dimensões menos
globalizadas é a militar, pois o tema é sensível para os
países. Já a dimensão econômica é mais globalizada,
principalmente devido ao capitalismo e sua expansão.

29
5. As dimensões da globalização possuem dinâmicas
próprias, porém estão conectadas entre si. Seus
efeitos podem ocorrer de maneira simultânea e são
sentidos em diversas partes do mundo. Levando em
consideração tais informações dê um exemplo para
cada uma das dimensões da globalização:

(Proposta de respostas)

Econômica: As importações e exportações de produtos


entre Brasil e China.

Militar: A “Balança do Terror” entre EUA e URSS durante a


Guerra Fria.

Cultural/Social: O uso das redes sociais digitais (Facebook,


Twitter, etc.) como ferramenta de difusão em protestos.

Ambiental: As emissões de CO2 pelas fábricas

30
6. A Revolução tecnológica, também chamada de
Terceira Revolução Industrial engloba o ciberespaço,
a robótica e a biotecnologia. Marque (V) para as
informações Verdadeiras e (F) para as informações
Falsas sobre este fenômeno:

F A Revolução Tecnológica é um fenômeno que coexiste com


a globalização e, por possuírem um caráter transnacional
sepultaram o poder dos Estados, que por sua vez perdeu toda a
sua autonomia.

V Mesmo com o desenvolvimento da globalização e da


revolução tecnológica, o poder dos Estados não desaparece por
completo, pois é ainda o principal ator internacional. Porém,
pode-se dizer que, com o advento da Sociedade Global, os
Estados atualmente dividem espaço com atores não estatais,
sejam eles subestatais ou supraestatais.

V Os Estados não conseguem ditar as regras no


ciberespaço, já que as comunidades virtuais transcendem as
fronteiras terrestres. Pode-se dizer que conforme a revolução
tecnológica e a globalização avançam, tais fronteiras territoriais
perdem significado.

31
7. Leia os textos com atenção:

A. A formação de blocos econômicos regionais é uma tentativa


dos países aumentarem seus PIBs, diminuindo as barreiras
para o comércio de bens e serviços. Desta forma estão
diretamente ligados ao fenômeno da globalização.

B. Uma das características mais marcantes do fenômeno da


globalização é estratégia protecionista adotada pelos
governos do mundo todo. Tal processo facilita a entrada de
produtos estrangeiros nos mercados nacionais.

C. Com o desenvolvimento da globalização e do próprio


capitalismo, as relações econômicas mundiais, se tornaram
cada vez mais influenciadas pelas imposições das empresas,
corporações ou multinacionais.

Agora assinale a alternativa correta:

Somente a alternativa A está correta.

As alternativas A e B estão corretas.

As alternativas A e C estão corretas.

As alternativas B e C estão corretas.

Somente a alternativa B está correta.

32
8. Verifica-se com a Globalização Produtiva o
crescimento da concorrência. Portanto, para um país
se manter concorrente é necessário um processo de
inovação. Levando em consideração a existência de
diversos tipos de inovação, dentre elas, a inovação de
processos produtivos, houve o surgimento de um
sistema de produção chamado Toyotismo, criado após
a 2ª Guerra mundial no Japão e foi difundido pelo
mundo a partir da década de 1970. Anteriormente ao
Toyotismo e sua difusão, o sistema de produção
utilizado era o da produção em massa, o chamado
Fordismo, caracterizado pelas esteiras nas linhas de
montagem.
Analise com atenção o quadro abaixo contendo as
principais características do Toyotismo:

TOYOTISMO
• Evitar o desperdício;
• Produção flexível (varia de acordo com as necessidades dos
consumidores)
• Foco para a qualidade do produto;
• Mão de obra qualificada (além disso, o trabalhador passa a conhecer
todas as etapas da produção);
• Produção “Just in Time” (a produção começa a partir da demanda feita).

33
Agora complete o texto com as palavras corretas e assinale
a alternativa utilizada:
A produção ___________ foi substituída pela produção
__________ do Toyotismo. Desta forma, o _________ busca
evitar o __________ e os _________ promovendo assim uma
produção mais ___________. Com o Toyotismo os produtos eram
focados nos ____________ e este diferencial resultou no
aumento das ____________ e, consequentemente, no aumento
dos ___________.

flexível – em massa – Toyotismo – desperdício – estoques –


desenfreada – clientes – dívidas – desempregos.

fordista – flexível – Toyotismo – desperdício – estoques –


enxuta – clientes – vendas – lucros.

fordista – flexível – Fordismo – desperdício – estoques –


enxuta – donos das empresas – vendas – lucros.

CHEGAMOS AO FINAL DA
APOSTILA. ESPERO QUE TENHA
GOSTADO!

ATÉ A PRÓXIMA!!

34