Você está na página 1de 15

Motores de

Combustão Interna
Prof. Bruno Vieira da Mata
Pauta do Dia
História
Definições
Tipos de Motores
História
1860 - LENOIR, J.J. E.
- primeira tentativa - sem compressão prévia da mistura ar + combustível, uns 5000 motores foram fabricados
entre 1860 - 1865 , até 6 HP, máxima eficiência 5%
História
1867 - NICOLAUS OTTO e
EUGEN LANGEN
Alemanha
com compressão da mistura, uns 10.000 foram
fabricados , máxima eficiência11%.
História
1862 - ALPHONSE BEAU DE ROCHAS, patente francesa
de um motor de quatro tempos

1876 - NICOLAUS OTTO


motor de quatro tempos, reduz 1/3 o peso do motor e 1/16 o curso do pistão, a eficiência aumenta para 14% .
As características básicas deste motor são as mesmas dos motores de hoje.

1880 - DUGALD CLERK e JAMES ROBSON (ingleses)


KARL BENZ (alemão), desenvolvem o motor de dois tempos

1892 - RUDOLF DIESEL - data da patente,


motor de ignição por compressão
demora 5 anos para desenvolver um protótipo comercial

1957 - WANKEL, FELIX - primeiro teste bem sucedido do motor rotativo


Definições
Motor a combustão interna
Definições
O que é combustão?

Combustão ou queima é uma reação química exotérmica entre uma substância (o combustível) e um gás (o
comburente), geralmente o oxigênio, para liberar calor.
Tipos de Motores
Motor de combustão interna: é uma máquina térmica que transforma a energia proveniente de uma reação
química em energia mecânica. O processo de conversão se dá através de ciclos termodinâmicos que envolvem
expansão, compressão e mudança de temperatura de gases.

Motor de combustão externa: possuem o processo de combustão com o fluido de trabalho separado da
mistura ar/combustível, tendo o calor dos produtos da combustão transferidos através das paredes de um
reservatório ou caldeira para os motores movidos a vapor. (Exemplo: motores empregados em locomotivas
antigas)

O pistão de deslocamento (2) desloca a maior


parte do gás para o trocador de ar quente.
Como resultado, o gás é aquecido e expandido.
O pistão de potência (1) é empurrado para longe,
resultando no curdo de força.
Tipos de Motores
Os motores podem ser classificados por vários critérios:

Tipo de movimento
- Motores de movimento alternativo: tem como principio de funcionamento, o movimento alternativo do
êmbolo no interior do cilindro que transmite, através da biela, um movimento circular à arvore de
manivelas.
- Motores de movimento rotativo: é aquele que emprega rotor em vez de pistão, neste motor, o rotor (ou
rotores) realiza um movimento rotativo.
Tipos de Motores
Os motores podem ser classificados por vários critérios:

Utilização:
- Estacionários: sua principal função é o acionamento de maquinas estacionárias, tais como geradores,
máquinas de solda, bombas ou outras máquinas que operam em rotação constante;
- Industriais: servem para acionar maquinas de construção civil, tais como tratores, carregadeiras,
guindastes, compressores de ar, máquinas de mineração, veículos de operação fora-de-estrada,
acionamento de sistemas hidrostáticos e outras aplicações;
- Veiculares: aplicados em veículos de transporte em geral, tais como caminhões e ônibus;
- Marítimos: aplicados na propulsão de barcos e máquinas de uso naval.
Tipos de Motores
Os motores podem ser classificados por vários critérios:

Ignição:
- Por centelha: utilizam energia elétrica para dar início a reação de combustão, na qual a centelha (faísca
elétrica) é produzida pela vela de ignição; o combustível é misturado com o ar fora da câmara de
combustão;
- Por compressão: utilizam o aumento da temperatura, devido a compressão da massa de ar admitida, para
dar início a reação de combustão; o combustível é misturado com o ar dentro da câmara de combustão.
Tipos de Motores
Os motores podem ser classificados por vários critérios:

Disposição dos cilindros:


- Em linha: é o mais comum para veículos de baixa performance (baixa potência),
pois ocupa um espaço relativamente grande devido aos seus cilindros estarem
alinhados;
- Em “V”: são utilizados com maior frequência em veículos que exigem alta
potência, devido ao posicionamento no espaço de 5 cilindros em linha, pode-se
colocar 8 cilindros em V, conhecido como V8;
- Opostos: ocupam pouco espaço, devido ao seu formato; desta forma eles ganham
na aerodinâmica, tornando o centro de gravidade do veículo mais próximo do
chão;
- Radiais: também chamados de motores em estrela, são motores de combustão
interna de simetria radial, com pistões dispostos em torno de um ponto central na
árvore de manivelas. Esta configuração gera muito torque em baixas rotações e,
por este motivo, é muito utilizada para mover hélices de aeronaves.
Tipos de Motores
Os motores podem ser classificados por vários critérios:

Ciclos de Trabalho:
- Dois Tempos: têm uma explosão a cada giro do virabrequim, pode funcionar em qualquer posição, são leves
e muito úteis;
- Quatro Tempos: têm combustão nos intervalos dos giros, o que promove um ganho significativo de
potência, mas estes motores podem ter problemas com o fluxo de óleo.
Tipos de Motores
Os motores podem ser classificados por vários critérios:

Gases de admissão:
- Ciclo OTTO: neste tipo de motor a mistura ar e combustível é aspirada para dentro do cilindro;
- Ciclo Diesel: apenas ar que é comprimido em taxas superiores a 16 por 1 no cilindro.