Você está na página 1de 2

ESCOLA: E.E.

DONA ROSA FRIGGER PIOVEZAN

PROFESSOR: DHYEISSON LOPES DOS SANTOS

SÉRIE: TURMA:

GEOGRAFIA

1. Sobre cultura e preservação do patrimônio histórico, identifique com V as afirmativas verdadeiras e


com F, as falsas.

( ) Segundo a Carta Magna Brasileira (1988), o Poder Público, com a colaboração da comunidade,
promoverá e protegerá o Patrimônio cultural, por meio de inventários, registros, vigilância, tombamento e
desapropriação, entre outros.
( ) O patrimônio material protegido pelo IPHAN é composto por um conjunto de bens culturais
classificados segundo sua natureza nos quatro Livros do Tombo.
( ) Os quatro Livros de Tombo são arqueológico, paisagístico, etnográfico, histórico e das artes aplicadas.
( ) A cultura representa um complexo que inclui conhecimento, crenças, arte, conceitos morais, leis,
costumes e outras aptidões e hábitos adquiridos pelo homem como membro da sociedade e solidificados
pelos meios de comunição midiática.
( ) As manifestações culturais mais recorrentes no Brasil são o Carnaval, o Candomblé, as Olimpíadas, o
Samba, a Copa do Mundo, entre outras.

A alternativa que contém a sequência correta, de cima para baixo, é a


a) V F F F V
b) V V F F F
c) F F V V V
d) F V V V F
e) V V V V V
2. Em relação à defesa do patrimônio cultural, histórico e artístico nacional, é INCORRETO afirmar:

a) equiparam-se aos bens que constituem o patrimônio histórico e artístico nacional, sendo sujeitos a
tombamento, os monumentos naturais, bem como os sítios e paisagens que importe conservar e proteger
pela feição notável com que tenham sido dotados pela natureza ou agenciados pela indústria humana.
b) excluem-se do patrimônio histórico e artístico nacional as obras de origem estrangeira que sejam
trazidas para exposições comemorativas, educativas ou comerciais.
c) o patrimônio histórico e artístico nacional é constituído pelo conjunto dos bens móveis e imóveis
existentes no país e cuja conservação seja de interesse público, quer por sua vinculação a fatos
memoráveis da história do Brasil, quer por seu excepcional valor arqueológico ou etnográfico,
bibliográfico ou artístico.
d) incluem-se no patrimônio histórico e artístico nacional as obras de origem estrangeira que tenham sido
importadas por empresas do exterior expressamente para adorno dos respectivos estabelecimentos.
e) os bens móveis e imóveis que constituem o patrimônio histórico e artístico nacional só serão
considerados parte integrante de tal patrimônio, depois de executado seu tombamento.
3. Sobre Patrimônio Cultural, é INCORRETO afirmar que

a) constituem patrimônio cultural brasileiro as formas de expressão; os modos de criar, fazer e viver; as
criações científicas, artísticas e tecnológicas; as obras; objetos, documentos, edificações e demais espaços
destinados às manifestações artístico-culturais e os conjuntos urbanos e sítios de valor histórico,
paisagístico, artístico, arqueológico, paleontológico, ecológico e científico.
b) o Poder Público promoverá e protegerá o patrimônio cultural por meio de ação civil pública, termo de
ajustamento de condutas, recomendação, inventários, registros, vigilância, tombamento e desapropriação.
c) o tombamento é um ato administrativo originário do Poder Executivo, mas o Poder Legislativo (no
caso, poder constituinte originário) tombou os documentos e os sítios detentores de reminiscências
históricas dos antigos quilombos.
d) pode o Poder Judiciário, em ação civil pública promovida pelo Ministério Público, declarar o valor
cultural de um bem, decretar o seu tombamento e determinar a inscrição no livro de tombo respectivo.
4. Analise as seguintes afirmativas e assinale a alternativa CORRETA.

a) O tombamento é instrumento constitucional mais eficaz para a preservação do patrimônio cultural,


protegendo indistintamente bens móveis, imóveis e imateriais.
b) Apesar de a doutrina divergir sobre a natureza jurídica do bem tombado, a legislação brasileira optou
claramente pela intitulada Domínio Eminente do Estado.
c) O Direito Constitucional brasileiro não contempla a possibilidade da efetivação do denominado
Tombamento por Lei.
d) Quanto aos efeitos, o tombamento ostenta natureza dúplice ou mista, pois, juntamente com efeitos
constitutivos, apresenta importante nota declaratória.

5. O decreto-lei citado, marco nacional relevante no contexto dos mecanismos jurídicos de proteção do
patrimônio histórico nacional, contou, para a sua elaboração, com a destacada influência de Mário de Andrade,
importante intelectual brasileiro.
Certo
Errado

6. O órgão de proteção aos bens culturais do estado X iniciou processo de tombamento de um imóvel de
propriedade de João, por meio de sua notificação. O proprietário impugnou o tombamento junto à
administração pública, alegando que não concordava com o tombamento, o qual estava sendo realizado
sem o seu consentimento.

Diante dessa situação hipotética, assinale a opção correta segundo as prescrições do Decreto-Lei nº
25/1937.

a) O tombamento não pode ser realizado compulsoriamente.


b) Após realizada a notificação, o tombamento será considerado provisório e estará, para todos os efeitos,
salvo aqueles expressamente previstos em lei, equiparado ao tombamento definitivo.
c) Nessa fase do processo, João pode colocar anúncios ou cartazes no imóvel que reduzam a sua
visibilidade, sem prévia consulta ao serviço de proteção ao patrimônio cultural.
d) Se João reparar, pintar ou restaurar o imóvel, sem prévia autorização do serviço de proteção ao
patrimônio cultural, não estará cometendo ato vedado em lei, pois sua ação terá sido dirigida à proteção
do bem.
e) Se João não dispuser de recursos financeiros para realizar a conservação do imóvel, deve levar tal fato
ao conhecimento do serviço de proteção ao patrimônio cultural, o qual, por sua vez, ficará obrigado a
realizá-la. No caso de não realização das obras, caberá a João ajuizar ação contra o Estado, não se
cogitando, contudo, do cancelamento do tombamento do imóvel.