Você está na página 1de 12

Atividade das unidades I e II - 50 pontos

Faça uma pesquisa e realize esta atividade no seu caderno, tire fotos, monte um arquivo em pdf
e envie até dia 27/05.

Termometria

1. A estação meteorológica anuncia que durante o dia a temperatura máxima será de 35


graus Celsius e a mínima de 15 graus Celsius. Determine a variação dessa temperatura
na escala fahrenheit.

2. A temperatura normal do corpo humano é de 36 graus Celsius. Qual é o valor da


temperatura expressa na escala Kelvin e Fahrenheit?
3. Explique o que é sensação térmica.
É a temperatura que o corpo sente, ou seja é a temperatura que nós realmente sentimos e ela
tem influência da velocidade do vento, da umidade e densidade do ar, dentre outros fatores
climáticos.

4. Dê o conceito de temperatura.
A temperatura é uma grandeza física utilizada para medir o grau de agitação das moléculas
de uma determinada quantidade de matéria, que indica se ele está frio ou quente, quanto
mais agitadas essas moléculas estiverem, maior será sua temperatura.

5. O sêmen bovino para inseminação artificial é conservado em nitrogênio líquido em que


a pressão normal, tem temperatura de 78 K. Calcule essa temperatura em graus Celsius
e graus Fahrenheit.

6. Um sólido tem volume de 15 m³ a 7º C. Sabendo-se que seu coeficiente de dilatação


linear é de 4,5 x 10-4 °C-1 . Calcule a variação do volume desse sólido a 45º C.
7. Se um paralelepípedo tem volume de 0,7m³ a temperatura de 21º C, Determine a
dilatação ocorrida a 61º C, uma vez que o coeficiente de dilatação volumétrica do
paralelepípedo é de 3,6 x 10-7 °C1 .

Calorimetria

1. Explique a diferença de calor específico e capacidade térmica:


O calor especifico está relacionada com a quantidade de calor recebida por um corpo e a sua variação
térmica. O mesmo é definido como a quantidade de energia necessária para alterar em 1º C a temperatura
de 1g de massa de uma substancia.
A capacidade térmica de um corpo está relacionada com a quantidade de energia que esse corpo é capaz
de absorver ou ceder quando variar sua temperatura, então quanto maior é a massa de um corpo, maior
é a sua capacidade térmica. Então a diferença entre as duas é que o calor especifico é uma grandeza
física característica de substancia e a capacidade térmica é uma grandeza física característica de corpo,
porque ela intervém na sua massa.

2. Explique a diferença entre quantidade de calor sensível e, quantidade de calor latente e


escreva a equação que determina essas quantidades.
O calor sensível é o calor que provoca variação de temperatura sem haver mudança de estado
físico. O calor latente é o calor que provoca mudança de estado físico sem variar a temperatura.
Formula para calcular o calor sensível:
Q – calor (J ou cal), m – massa (kg ou g), c – calor específico (cal/gºC ou J/kg.K), ΔT – variação de
temperatura (ºC ou K).
Formula para calcular o calor latente: Q = m . L.
Q = quantidade de calor (cal ou J), m = massa (g ou Kg), L = calor latente (cal/g ou J/Kg).
Equação que determina quantidade de calor nas mudanças de estado físico:
Calor específico do gelo 0,5cal/(g°C), Calor específico da água 1 cal/g.°C,
Calor latente de fusão do gelo 80 cal/g, Calor latente da vaporização 540 cal/g.

3. Explique a diferença entre calor e temperatura:


Calor é a energia térmica em transito entre corpos a diferentes temperaturas,
temperatura é a medida do grau de agitação das moléculas de um corpo.
A diferença entre os dois é que quando se fala em medir calor, é medida a quantidade
total de energia que a substancia possui, diferente da temperatura que ao ser medida
vai ser calculada a média da energia cinética das partículas individuais.
4. Para aquecer 500 g de certa substância de 20 ºC para 70 ºC, foram necessárias 4 000
calorias.
Determine a capacidade térmica e o calor específico dessa substancia:

5. Determine a quantidade de calor necessária para transformar 50 g de água a 20 oC em


vapor de água a 140 oC :
Dados: calor específico da água = 1 cal/goC
calor latente de vaporização da água = 540
cal/g calor específico do vapor de água = 0,5
cal/goC.

Gases e Termodinâmica

1. Numa indústria de engarrafamento e liquefação de gases, um engenheiro lida,


frequentemente, com variações na pressão e no volume de um gás devido a
alterações de temperatura. Um gás ideal, sob pressão de 1atm e temperatura
ambiente (27°C), tem um volume V. Quando a temperatura é elevada para 327°C, o
seu volume aumenta em 100%. Nessa situação, qual pressão do gás, em atm?
2. As grandezas que definem completamente o estado de um gás são:
a) somente pressão e volume.
b) apenas o volume e a temperatura.
c) massa e volume.
d) Temperatura, pressão e volume.
e) Massa, pressão, volume e temperatura.
Resposta correta: Letra D

3. Uma dada massa gasosa sofre três transformações sucessivas: I. aquecimento a


volume constante; II. expansão a temperatura constante; III. resfriamento a pressão
constante.
Na ordem apresentada, as transformações são
a) isotérmica; isobárica; isométrica.
b) isométrica; adiabática; politrópica.
c) isobárica; isotérmica; isométrica.
d) isométrica; adiabática; isobárica.
e) isométrica; isotérmica; isobárica. Resposta correta: Letra E

4. Num recipiente de volume igual a 41 litros, acham-se 5,0 mols de um gás perfeito à
temperatura de 300K. Determine a pressão do gás nestas condições.
5. Num recipiente de volume 8,3𝑚3 são colocados 10 mols de um gás perfeito na
temperatura de 127°C. Qual a pressão exercida por esse gás? Dado: R = 8,3J/mol.K.

6. Um cilindro metálico de 41 litros contém argônio (massa de um mol = 40 g) sob


pressão de 90 atm à temperatura de 27°C. A massa de argônio no interior desse
cilindro é de:
7. Efeito estufa é o fenômeno provocado pelo calor proveniente do Sol, refletido pela
Terra na atmosfera e retido por uma capa de gases. Apesar de natural, o efeito tem
se intensificado pela ação humana com a queima de combustíveis fósseis,
desmatamento, dentre outros.
Pode-se afirmar que o efeito estufa ocorre devido à formação de:
a) uma fonte térmica terrestre capaz de transferir, por condução, calor para o subsolo, rios
e oceanos.
b) correntes de convecção, que intensificam a dispersão da poluição atmosférica, evitando
a chamada inversão térmica.
c) gases-estufa acumulados na atmosfera que bloqueiam a saída do calor irradiado
pelo solo, elevando a temperatura da Terra.
d) um manto de ar na superfície terrestre, que possibilita aos seres humanos se adaptarem
facilmente às novas condições climáticas.
e) poluentes atmosféricos que contaminam o ar e produzem odores indesejáveis, não
ameaçando a vida humana, animal ou vegetal. Resposta correta: Letra C

8. Num recipiente de volume V, totalmente fechado,


contém 1 mol de um gás ideal, sob uma certa
pressão p. A temperatura absoluta do gás é T e
a constante universal dos gases perfeitos é R =
0,082 𝑎𝑡𝑚.𝑙𝑖𝑡𝑟𝑜 .
𝑚𝑜𝑙 𝑘𝑒𝑙𝑣𝑖𝑛
Se esse gás é submetido a uma transformação
isotérmica, cujo gráfico está representado ao
lado, podemos afirmar que a pressão, no
instante em que ele ocupa o volume de 32,8
litros, é:

9. No Sistema Internacional de Unidades (SI), a constante universal dos gases perfeitos


(R) é expressa em
a) (l. atm) / (K . mol)
b) cal(g.°C)
c) J/(kg . K)
d) J/(K . mol)
e) J/kg
Resposta correta: Letra D
10. Considere um gás ideal, cujas
transformações I, II e III são mostradas
no diagrama p x V abaixo as
transformações, I a III, são denominadas,
respectivamente, de:
a) adiabática, isobárica, isométrica
b) isométrica, isotérmica, isobárica
c) isobárica, isométrica, adiabática
d) isométrica, adiabática, isotérmica
Resposta correta: Letra B

Unidade II – ONDULATORIA

1. De as definições e exemplos de:

a) Pulso de uma onda

O pulso de uma onda é uma perturbação que se propaga através de um meio, podendo se
propagar de formas mecânicas ou eletromagnéticas. Formas mecânicas: onda em uma
corda; Formas eletromagnéticas: A luz.
b) onda

A onda se propaga de um ponto a outro transportando energia sem transportar matéria.


Ex: Ondas sonoras.
c) Fonte de uma onda.

A fonte de uma onda é aquele elemento que provoca uma onda. Ex: Pedra jogada na água,
essa pedra em contato com a água irá causar ondas circulares ao seu redor.
d) meio de propagação.

A onda pode se propagar por meios mecânicos, e por meio eletromagnético.


Meios mecânicos – Meios sólidos, gasosos, líquido.
Meios eletromagnéticos – Pelo vácuo, micro-ondas, raio-x.
e) comprimento de onda

O comprimento da onda é a distância entre dois valores repetidos sucessivos num padrão
de onda.
f) período de uma onda

O período de uma onda é o tempo necessário para que um movimento realizado pelo
corpo volte a se repetir.
g) Frequência de uma onda

A frequência é uma grandeza física que indica o número de ocorrências de um


evento em um determinado intervalo de tempo.

2. Como classificam as ondas quanto a direção de vibração?


Ondas Unidimensionais – Se propagam em uma direção
Ondas Bidimensionais – Se propagam em duas direções
Ondas Tridimensionais – Se propagam em várias direções
3. Compare e diferencie ondas mecânica de ondas eletromagnéticas?
As ondas mecânicas são perturbações que transportam energia através de um meio material,
elas não transportam matéria, somente energia e existem somente em meios materiais e suas
perturbações são em formas de pulsos, que são ondas de curta duração. As ondas
eletromagnéticas resultam da liberação das fontes de energia elétrica e magnética juntas, se
movimentam na velocidade da luz por isso que a sua energia liberada possui aspecto de onda.
A diferença entre as duas é que as ondas mecânicas só se propagam quando existe um meio, e
as ondas eletromagnéticas não precisam de um meio para se propagarem.
4. Estabeleça a diferença entre ondas transversais e longitudinais?
As ondas transversais são ondas onde as suas vibrações são perpendiculares a sua propagação.
As ondas longitudinais são ondas onde suas vibrações acompanham paralelamente o
movimento pela qual elas se propagam. A diferença entre as duas é que as ondas transversais
se propagam em direções diferentes do seu estimulo, e as ondas longitudinais se propagam na
mesma direção do seu estimulo.

5. Determine a velocidade de propagação da onda para um fio de aço de 80,0 cm de


comprimento e 200,0 g de massa, que é mantido tracionado pelas extremidades fixas.
Nesse fio, originam-se ondas mecânicas estacionárias, formando 5 (cinco) nós,
quando excitado por uma fonte de onda de frequência 80,0 Hz
6. Com relação às ondas mecânicas periódicas, assinale V Verdadeiro e F falso

( V ) Uma onda mecânica longitudinal, ao percorrer um meio apropriado, tal como um gás ideal
rarefeito, faz as partículas do meio oscilarem na mesma direção de propagação de onda.
( V )Uma onda mecânica transversal, ao percorrer um meio apropriado, tal como uma corda ideal,
faz as partículas do meio oscilarem perpendicularmente à direção de propagação da onda.
( F ) A velocidade de propagação de uma onda mecânica em um meio qualquer independe das
características físicas desse meio.

7. Sabendo que ondas do mar percorre 35 metros em 5 segundos e que a distância entre
as cristas consecutivas é de 2,5 m determine a frequência com que elas chegam à
praia.

8. Numa corda, uma fonte de ondas realiza um movimento vibratório com frequência de 10
Hz. O diagrama mostra, num determinado instante, a forma da corda percorrida pela
onda.

a) Qual o comprimento da onda acima?

8cm

b) Qual a amplitude dessa onda?


3cm

c)Qual será a velocidade dessa onda em cm/s?

9. A figura mostra uma onda estacionária produzida em uma corda. A velocidade de


propagação da onda na corda é 5,0 m/s e a distância entre os pontos A e D é 1,5 m.

Determine o comprimento de onda em metros e a frequência em Hz:


10. o conceito de ondas estacionarias?
São oscilações periódicas, que são produzidas pela interferência entre ondas de frequência
iguais que se propagam na mesma direção, porém em sentidos opostos.