Você está na página 1de 69

Curso de Formação

de Técnicos de Operação Jr
do Abastecimento

SELOS MECÂNICOS

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


1
QualificAbast
SELOS MECÂNCOS
© 2008 Petrobras – Petróleo Brasileiro S.A.

Todos os direitos reservados


Petróleo Brasileiro S.A. - PETROBRAS
Avenida Chile, 65 – 20º andar – Ala Norte SALA 2001
CEP: 20031-912 – Rio de Janeiro – RJ

Revisado e Atualizado por:


VANDERLEI CARDOSO
UN REPLAN

REPLAN/MI

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


2
QualificAbast
Fundamentos
de Selagem
Parte 1
O Problema Básico de Selagem:
Prevenir Vazamentos

Meio Ambiente Carcaça

Eixo

Fluido de
Processo
Vazamento

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


4
QualificAbast
Gaxeta

Meio Carcaça
Ambiente

Eixo

Fluido de
Processo
Vazamento
PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008
5
QualificAbast
O conceito da face de selagem de
um Selo Mecânico

Carcaça
Meio
Ambiente

Shaft

Fluido de
processo

Vazamento
PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008
6
QualificAbast
Gaxeta vs. Selos Mecânicos
• Requer vazamento como • Selo tem vazamentos invisíveis.
lubrificante.
• Existem selo em operação por mais
• Danifica luvas e eixos. de 8 anos sem falhas.
• Consumo de potência devido a • Redução de custo através da
fricção. eliminação das perdas de produto,
água e economia de energia.
• Perda de Produto.
• Requer pouca manutenção após a
• Grande desperdício de água .
instalação inicial.
• Requer manutenção e tempo para
• Selo é mais seguro na selagem de
instalação e ajuste das gaxetas.
fluidos perigosos e corrosivos.
• Causa danos e destruição do
equipamento em função do
vazamento.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


7
QualificAbast
Características desejadas para um
Selo Mecânico
• Vida Longa
• Fácil manutenção
• Custo baixo

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


8
QualificAbast
Um exemplo de Selo Completo
Anel Primário
Anel trava
Anel anti-extrusão
O-Ring
O-Ring
Disco
Molas
Estojo
Parafusos Sede
Trava

Eixo
PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008
9
QualificAbast
Selo Mecânico
• O selo consiste
de duas superfícies
extremamente lisas
e planas (faces) que
trabalham juntas
para evitar que o
fluído escape.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


10
QualificAbast
Selo Mecânico
• Em um selo...

uma face deve girar


com o eixo e é
normalmente
chamada de
Rotativa.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


11
QualificAbast
Selo Mecânico
• A outra face do
selo…

que é fixada na
sobreposta é
chamada de
Estacionária.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


12
QualificAbast
Selo Mecânico

Selos Mecânicos são usados em vários


tipos de equipamentos como…..
• Bombas
• Compressores
• Misturadores
• Agitadores
• Reatores

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


13
QualificAbast
Partes do Selo Mecânico &
Função
• Selos Mecânicos
tem as seguintes
partes:
• Face Estacionaria
• Face Rotativa
• Mecanismo de Mola
• Mecanismo de trava
• Vedacao do eixo
• Sobreposta
• Junta

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


14
QualificAbast
Selo Mecânico
• A Face
Estacionária…

é a face que não


gira com o eixo.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


15
QualificAbast
Selo Mecânico
• A face rotativa…
é a face que gira
com o eixo e
trabalha em contato
com a face
estacionária.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


16
QualificAbast
Selo Mecânico
• O Mecanismo de
Mola…
proporciona a força
requerida para
manter as faces
estacionaria e
rotativa juntas.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


17
QualificAbast
Selo Mecânico
• O Mecanismo de
Trava…
conecta o selo ao
eixo para
proporcionar a
rotação do selo.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


18
QualificAbast
Selo Mecânico
• A Vedação do
Eixo…
é o ponto de
vedação entre o
selo e o eixo para
evitar o vazamento.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


19
QualificAbast
Selo Mecânico
• A Sobreposta…
e a parte que
suporta a Face
Estacionária e é
montada na caixa
de selagem.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


20
QualificAbast
Selo Mecânico
• A Junta…

funciona para evitar


o vazamento entre a
Sobreposta e a face
da Caixa de
Selagem.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


21
QualificAbast
Selo Mecânico
• O Selo Mecânico
atinge sua vida útil
quando o nariz da
face se desgasta.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


22
QualificAbast
Como funciona um selo
mecânico?

• Um selo mecânico
consiste de várias
peças que
trabalham juntas
para evitar que o
fluído escape.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


23
QualificAbast
PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008
24
QualificAbast
Líquido
Bombeado

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


25
QualificAbast
SELO
ROTATIVO
SEDE
ESTÁTICA

Zona de vedação primária


ALTA TEMPERATURA
(Risco de vaporização)

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


26
QualificAbast
EM OPERAÇÃO

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


27
QualificAbast
VAZAMENTO NECESSÁRIO PARA
DISSIPAR O CALOR E ELIMINAR O ATRITO

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


28
QualificAbast
Características de Projeto

• Conjunto de Compensação
– Molas Únicas
– Molas Múltiplas
– Foles Metálicos
– Foles Elastoméricos

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


29
QualificAbast
Características de Projeto

• Conjunto de Compensação (Molas ou


Foles)
– Promove o fechamento inicial das faces
– São muito importantes a baixas pressões

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


30
QualificAbast
Características de Projeto
• Molas ou Foles
– Corrosão
– Características do produto
– Uniformidade da carga
– Histórico

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


31
QualificAbast
Vedações Secundárias
• Elemento secundário de selagem
– Estático
– Dinâmico

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


32
QualificAbast
Características de Projeto

• Vedação Secundária
– Selos Molas Múltiplas

O-ring move-se axialmente


PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008
33
QualificAbast
Características de Projeto

• Vedação Secundária
– Selos Fole Metálico

O-ring estático
PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008
34
QualificAbast
Elemento Secundário de
Selagem
Foles Foles em Foles
elastoméricos Terflon Metálicos

Anéis em
“V” Cunha Anéis O Ring
Encapsulado

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


35
QualificAbast
Molas Múltiplas. x Fole

A região de trabalho da O fole é que acomoda o


vedação secundária deve deslocamento da face de
ser perfeitamente polida selagem
para permitir o
deslocamento da face de
selagem.

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


36
QualificAbast
Vedação Secundária
Limites de Temperatura
287°C / 287°C /
600°F 550°F 550°F 316°C

204°C / 204°C /
400°F 400°F
400°F 149°C / 204°C
121°C / 300°F
250°F

200°F 93°C

0 -18°C
-29°C / -20°F -29°C / -20°F
-54°C / -45°C / -50°F -40°C / -40°F
-65°F
-200°F -129°C

-400°F -212°C / -350°F -240°C

Buna-N EPDM Viton TM


Kalrez TM
Aflas TM
Teflon TM

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


37
QualificAbast
Características de Projeto

• Mecanismos de Acionamento
– Deve transmitir o torque
– Deve permitir o movimento axial

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


38
QualificAbast
Tipos de Mecanismos de
Acionamento

Entalhe Chaveta Parafuso Allen

Pino Anel trava Slot and Ear

Mecanismo
Elastomérico Molas
PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008
39
QualificAbast
Arranjos de Selagem
• Simples
– Montado Internamente
– Montado Externamente

• Múltiplos
– Pressurizados
– Não Pressurizados

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


40
QualificAbast
Arranjo
• Simples
– Selo Interno

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


41
QualificAbast
Arranjo
• Simples
– Selo Externo

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


42
QualificAbast
Arranjos de Selos Simples
Selo Sobreposta

Interno Pump Housing


Atmosfera
Fluido de Processo Sede
Anel Primário

Eixo

Selo Sobreposta

Externo Pump Housing


Atmosfera

Fluido de Sede
Anel Primário
Processo

Eixo

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


43
QualificAbast
Arranjos

• Múltiplos
– Não pressurizado
– Pressurizado

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


44
QualificAbast
Arranjos de Selos Múltiplos
“Tandem”

Selo do Selo de Backup


processo

“Duplos”

Selo do
Selagem do fluido
processo
de barreira
PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008
45
QualificAbast
Arranjos de Selos Múltiplos

Não
Pressurizado
(Tandem)
Pressões

Processo Líquido de
Barreira
Atmosfera

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


46
QualificAbast
Arranjos de Selos Múltiplos
• Não Pressurizado

Pressões

Processo Líquido
Barreira Atmosfera

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


47
QualificAbast
Arranjos de Selos Múltiplos

Pressurizado
(Duplo)

Líquido de
Pressões

Processo Barreira

Atmosfera

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


48
QualificAbast
Arranjos de Selos Múltiplos
• Pressurizado
Pressões

Processo
Líquido Atmosfera
Barreira

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


49
QualificAbast
•Geração de Calor nas Faces de Selagem

• Flushing

•Planos de Selagem

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


50
QualificAbast
Ação do Fluido de Selagem entre
as Faces de Selagem
Caixa de Selagem
Sobreposta

Fluido de Processo

Anel primário Sede

Vazamento Invisível: Evaporação do fluido em


contato com a atmosfera
PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008
51
QualificAbast
Interface de Selagem
• Objetivos da Lubrificação:
– Separar as Faces
– Evitar contato entre os pontos altos
– Reduzir a fricção e geração de calor

Superfície A

Separação Lubrificante Calor

Superfície B

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


52
QualificAbast
Sem Lubrificação,
Faces trabalhando secas com
geração de Calor
Caixa de Selagem
Sobreposta
Sem fluido/Operação a seco

Anel primário Sede

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


53
QualificAbast
Geração de Calor
• Diminuição da Viscosidade
• Evaporação da Película Lubrificante
• Desgaste

Sede
Estacionária
Sede Rotativa

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


54
QualificAbast
Transferência de Calor

• Condução
• Convecção

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


55
QualificAbast
Flushing
• Remover o calor
• Alimentação constate de fluido frio e limpo
Injeção

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


56
QualificAbast
Plan 2 – Sem injeção de fluido
Descarga Saida Fluido Resfriamento

Medidor de Fluxo
(Opcional)

Sucção

Entrada Fluido Resfriamento

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


57
QualificAbast
Plan 11 – Recirculação da Descarga
Descarga

Sucção

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


58
QualificAbast
Plan 12 – Recirculação da Descarga com Filtro
Descarga da Bomba

Filtro

Sucção da
Bomba

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


59
QualificAbast
Plan 13 – Recirculação para Sucção
Descarga da Bomba

Sucção da
Bomba

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


60
QualificAbast
Plan 21 – Recirculação da Descarga com Resfriamento
Saída de
água

Entrada de
água

Descarga da Bomba
Saída do
Produto

Entrada do
Produto

Sucção da
Bomba

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


61
QualificAbast
Plan 23 – Recirculação da Câmara de Selagem com Resfriamento

Saída de
água

Entrada de
água

Descarga da Bomba

Sucção da
Bomba

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


62
QualificAbast
Plan 31 – Recirculação da Descarga com Separador
Produto com
Abrasivos

Ciclone
Descarga da Bomba (Separador)

Abrasivos
Concentrados
para Sucção
Fluído
da Bomba
Limpo

Sucção da
Bomba

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


63
QualificAbast
Plan 32 - Flushing
Entrada de Fluído
Externo

Descarga da Bomba

Sucção da
Bomba

Bucha de Garganta
PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008
64
QualificAbast
Plan 41 – Recirculação da Descarga com Separador e Trocador de Temperatura
Saída de
água

Entrada de
água
Produto com
Produto
Abrasivos
Descarga da Bomba Limpo

Ciclone
Separador
Entrada do
Produto
Frio e Limpo

Sucção da
Bomba

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


65
QualificAbast
Plan 52 – Recirculação com Tanque de Fluído Externo (Buffer)

Vent

Descarga da Bomba

Entrada e
Saída de
Água

Sucção da
Bomba

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


66
QualificAbast
Plan 53 – Circulação com Fluido de Barreira Pressurizado
Pressurização
Externa
Gás

Descarga

Entrada e Saida
Fluido de Resfriamento

Sucção

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


67
QualificAbast
Plan 54 – Circulação com Fluído de Barreira Externo

Alarme de Nível

Entrada de Fluído
Descarga da Bomba
de Barreira Limpo

Saída de Fluído
de Barreira

Sucção da
Bomba

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


68
QualificAbast
Plan 62 - Quench
Descarga da Bomba

Entrada de Quench
Externo Limpo

Bucha
Restrição

Sucção da
Bomba

Dreno do Quench

PETROBRAS ABASTECIMENTO 2008


69
QualificAbast