Você está na página 1de 4

A carqueja, Pterospartum tridentatum (L.

) Willk, é uma planta da família Fabaceae,


comum no norte de Portugal, cujas flores (que aparecem entre Março e Junho) são
muito apreciadas na preparação de infusões e na culinária (por exemplo o arroz de
carqueja).

Pode ser encontrada um pouco por toda a Península Ibérica (sobretudo parte noroeste) e
Marrocos, sendo típica de matos e matagais situados em terrenos ácidos.

Também vulgarmente designada por: carqueija, flor-de-carqueija, querqueijeira.

O Eucalipto (Eucalipto globulus – Eucalyptus globulus) pertence a


família das Myrtaceae

Nas folhas e ramos do Eucalipto se concentram suas propriedades curativas. Durante o


último século, os médicos americanos usaram o óleo do Eucalipto para desinfetar o
equipamento médico e para fazer a acepcia de feridas. O Eucalipto faz com que o nariz
solte muco, facilitando para que seja expelido mais fácil. O Eucalipto também tem
propriedades antibacterianas.

Na medicina popular, o óleo essencial diluído é usado para tratar herpes e feridas. É
uma planta base para a produção de desodorizantes, desinfetantes e repelentes. O óleo é
usado em banhos a vapor e saunas. É um dos óleos essenciais que possuem as maiores
propriedades anti-sépticas dentre os óleos essenciais.

Na medicina Aborígine (tribos indígenas nativas da Austrália), o Eucalipto é usado para


tratar feridas e infecções. O gargarejo em forma de líquido é usado para limpeza bucal e
dor de garganta. A pomada ou óleo de massagem esfregados no tórax agem como
descongestionante. O óleo do Eucalipto podem ser aplicado em juntas artríticas
dolorosas, juntas rígidas e úlceras

É uma planta que inclusive é plantada em regiões pantonosas para evitar o


acúmulo de águas, impedindo a proliferação de mosquitos da malária, vez
que é uma planta que necessita de grande quantidade de água. A planta
também é usada em sachês e colarinhos repelir pulgas

Nome popular: Chagas.

Nome científico: Tropaeolum majus L.

Família: Tropaeolaceae.

Origem: México e Peru.

Propriedades: Anti-escobúrtica (combate ao escoburto), anti- séptica (contenção


de microrganismos).
Características: Planta herbácea rasteira, de 1 a 2 metros de comprimento.
Possui flores bastante vistosas, com alto valor ornamental. Suas flores e folhas
são comestíveis, podendo ser consumidas na forma de salada, possuindo alto
valor nutritivo.
É amplamente cultivada no sul e sudeste do Brasil com fins ornamentais e na
medicina caseira, bem como para fins alimentícios. Possuem aroma agradável e
sabor picante semelhante ao agrião.

Parte usada: Folhas e flores.

Usos: É considerada anti-escobúrtica (combate ao escoburto), anti- séptica


(contenção de microrganismos), e empregada como fortificante dos cabelos no
tratamento das afecções pulmonares.

Forma de uso / dosagem indicada: A infusão de suas folhas com leite tem sido
recomendada para afecções pulmonares, e como expectorante (expulsão do
muco). Esta é preparada pela mistura de 2 colheres (de sopa) de folhas frescas e
amassadas em um pilão com 1 xícara (de chá) de leite quente, tomando-se 1
xícara do coado, 2 vezes ao dia.

Recomenda-se também o seu chá por infusão, preparado adicionando-se água


fervente em 1 xícara (de chá) contendo 1 colher (sopa) de folhas frescas ou secas
picadas, como diurético (faz urinar) e como desinfetante das vias urinárias.

Em uso externo, o extrato alcoólico de suas folhas frescas em mistura com folhas
de bardana (Arctium minus), é indicado para fortalecer o couro cabeludo,
estimulando o crescimento dos cabelos e prevenindo a sua queda. Este deve ser
preparado com 2 colheres (de sopa) de suas folhas frescas e igual quantidade de
folhas de bardana, amassadas e adicionadas de 1 xícara (de chá) de álcool de
cereais a 80% e deixadas em maceração durante 5 dias.

Cultivo: Multiplica-se facilmente por estacas, estolões, e sementes

Menta: planta medicinal com função digestiva e aromática, se encontra principalmente como
chá.
[Consultado em 06 de Abril de 2011]. Disponível na World Wide Web:
www.plantasmedicinaisefitoterapia.com/plantas-medicinais-eucalipto.html

[Consultado em 06 de Abril de 2011]. Disponível na World Wide Web:


http://pt.wikipedia.org/wiki/Baccharis_trimera

[Consultado em 06 de Abril de 2011]. Disponível na World Wide Web:


http://www.ecologiaonline.com/hortela-lamiaceae-mentha-arvensis-var-piperacens-
holmes/

[Consultado em 06 de Abril de 2011]. Disponível na World Wide Web:


http://www.cultivando.com.br/plantas_medicinais_detalhes/capuchinha.html

Lorenzi, H. et al. 2002. Plantas Medicinais no Brasil.

Vieira, L. S. 1992. Fitoterapia da Amazônia.


Metodologia do cha de eucalipto

Ferver ¼ de litro de água, de seguida acrescentr três colheres de sopa


(cerca de 6 gramas) de folhas de eucalipto. Por fim deixar repousar durante
15 minutos e coar. Tomar quente ou frio.

Metodologia do cha de carqueja

Deixar ferver aproximadamente 10 gramas de chá com ½ litro de água três


a cinco minutos e coar. Tomar quente ou frio.

Nome científico: Mentha s.p.

Características: Planta herbácea perene de porte rasteiro-ascendente, com as


folhas fortemente enrugadas, crenadas ou denteadas, arredondadas, pubescentes. As
flores são alvas, dispostas em espigas verticiladas. As folhas tem aroma suave que
lembra maçã. Existem mais de 25 tipos.

Família Lamiaceae