FACULDADE CAMBURY

Jardins Chineses
História, Teoria do paisagismo

Goiânia, 2011/1

Introdução A arte pode apresentar-se de inúmeras formas. Os jardins são criados como uma combinação de paisagem. e não há forma mais segura de se unir a ele do que a arte. A arte de jardinagem tem para os chineses a mesma consideração sagrada que uma escritura ou uma poesia. mas todas elas têm um esplendor muito especial. "Não existe meio mais seguro para fugir do mundo do que a arte." (Johann Goethe) 2 . arte e espiritualidade.

Eles surgiram durante a Dinastia Zhou. há mais 3 mil anos e integravam a paisagem das antigas capitais do país. No final do século VI. que trata de representar por médio das árvores. De uma forma geral. Como o Imperador Wu Ti(140-86 a. integram o leque de design arquitetônicos da China. parte do lar de cada um e um lugar de recreio. um novo jardim "lago-ilha" foi criado: o Parque Ocidental.000 a. Trabalharam na sua construção 1 milhão de pessoas. História Desde há 2. Monumentais palácios de cor vermelha se ergueram-se no meio das rochas. combinação das belezas naturais. reordenando a sua flora nativa. das rochas e das correntes de água que decorrem pelo jardim e o do desenhista. com perímetro de 113 km e contendo 4 imensos lagos cobertos de lótus e rodeados de chorões.C. árvores e flores.C. Os jardins imperiais são caracterizados por suas disformes configurações topográficas. não conseguiu encontrá-lo. Os Jardins Imperiais da China Os milenares jardins imperiais chineses ocupam um lugar de honra na história da arquitetura mundial. que os jardineiros da China cuidam dos parques das casas dos antigos imperadores. um abrigo para aliviar das preocupações e stress que surgem ao longo da nossa caminha pela vida. de a 3 . A idealização dos jardins chineses é fornecer a espiritual utopia que consiga conectar o homem com natureza. Um jardim tem que refletir dois aspectos vitais. ao equilíbrio natural. O lendário deste país acreditava que no norte da China havia um lugar para os imortais.). que representa a criação. rios artificiais. equilíbrio e tranquilidade imperam. As lindíssimas Esculturas feitas com plantas são sublimemente enquadradas no espaço que as rodeia. O da natureza. um cosmos em miniatura no que se tenta recrear a imagem de uma natureza ideal. É. eles são um refúgio espiritual. arte e espiritualidade. Representam um compromisso constante entre as dimensões estéticas e simbólicas. um lugar “mágico”. corredores.Jardins Chineses A arte de jardinagem tem para os chineses a mesma consideração sagrada que uma escritura ou uma poesia. harmonia. do modo mais harmônico possível. decidiu então recriá-lo como o jardim "lago-ilha". tanto os jardins imperiais quanto os jardins individuais ou familiares. com o surgimento de um novo imperador. pontes. ao mesmo tempo. Nos jardins chineses a sensação de espaço. Os jardins são criados como uma combinação de paisagem. uma criação que deve aproximar-se.

os jardins ocidentais buscam o princípio geométrico e priorizam a si próprios. O Yuanmingyuan (Jardim de Luz e Perfeição) evidencia a concepção de mundo. Em 1860. possui outros que aliam as características arquitetônicas ocidental e chinesa. o valor moral e o senso social embutido no confucionismo chinês. no entanto. divino e natural. apesar da fama internacional criada pelos relatos dos missionários europeus e de influenciar o design dos jardins paisagísticos europeus do século 18.três quartos dos quais são cobertos por água . tombado em 1998 pela UNESCO como Patrimônio Cultural Mundial. Seus jardins são o protótipo dos diferentes estilos existentes em todo o país. Além disso. Fotos 4 . O ambiente imperial é representado pelos jardins imperiais. Outro famoso jardim imperial . residência e paisagens. Propositadamente erguido nos subúrbios da cidade. Ele ocupa uma área de 290 hectares .o do Palácio de Verão de Beijing. O Yuanmingyuan ocupa uma área de 347 hectares.dividido em três setores: administração imperial. ele foi saqueado e incendiado por tropas estrangeiras. Enquanto seus respectivos design buscam integrar as paisagens com as percepções do próprio dono acerca do Universo e a conseqüente fusão do Homem com a Natureza. ele é marcado pela plena harmonia entre a natureza e as suas edificações.Os jardins chineses são divididos em três estilos: imperial. integra o palácio de veraneio construído durante a Dinastia Qing (1616 -1911). foco da cultura da jardinagem chinesa.

lac. “O jardim chinês: História.cn/152/2006/07/06/1@46617.php?option=com_content&task=view&id=212 • CRI Online http://portuguese.pt/index.htm 5 . outros.cri.Fontes: • Wikipédia. Maggie. arte e arquitetura” de Keswick. • Site: Liga dos Amigos de Conimbriga http://www.