Você está na página 1de 6

Escola de música Triunfo dos Fiéis

Assembléia de Deus - Templo matriz


Palmares-Pernambuco
Aluno: Pedro Francisco
Professor: Elias Faustino

Clínica de
embocadur
a
Clínica de embocadura

É um local especializado em desenvolver a embocadura para


instrumentos de sopro. Trabalha a força, qualidade sonora e resistência
na musculatura do indivíduo. Não confundir com virtuosismo a correta e
forte embocadura pode levar você a tal situação.
Como funciona?
São exercícios específicos para desenvolvimento e aprimoramento,
corrigindo deficiências da musculatura da embocadura, posicionando
corretamente a forma de tocar, colocando a língua, o diafragma e outros
músculos da face em perfeito sincronismo. Resultando assim, em
excelente domínio nas flexibilidades, estacato e ligadura, todos
controlados por língua e diafragma fortalecidos.

O tempo e o desenvolvimento muscular:


Para que se tenha um bom resultado, é necessário pelo menos um
mínimo de oito meses de trabalho. O desenvolvimento da força na
musculatura está comprovado cientificamente que, só ganha tonicidade
no mínimo com esse prazo de trabalho.

Muitas pessoas costumam associar a boa embocadura ao tipo de bocal


que utiliza para tocar. Isso não é verdade! O bocal pode proporcionar
mais conforto ao músico, mas não influencia na performance da tessitura.
Se o instrumentista não adquiriu uma boa e fortalecida embocadura, sua
tessitura não alcança as regiões de extremos, tanto nos agudos quanto
nos graves.

O que pode ocorrer é, na tentativa de trocar constantemente o tipo de


bocal, e forçar tocar as notas, ocasionar uma lesão e até mesmo a
destruição total dos músculos responsáveis pela embocadura.

A técnica que apresentamos, visa fortalecer a embocadura e também


proporcionar um som limpo, forte e encorpado. Povoando essas regiões,
o músico poderá tocar forte, piano, pianíssimo, rápido, lento, muito rápido,
enfim de todas as formas que desejar, pois sua embocadura responderá
de maneira eficiente sem machucar os lábios ou se cansar facilmente.
Muitas pessoas desistem do estudo do trompete, ou de outro instrumento
de sopro, por não conseguirem alcançar as notas agudas de forma
correta, um absurdo, pois o problema na maioria das vezes não está com
o aluno, mas sim com a técnica na qual estuda a embocadura. Algumas,
verdadeiros desvarios!

Esse exercício é perfeitamente possível para aqueles que dominam a


técnica de embocadura SuperChops para instrumentos de sopro como
trompete.