Você está na página 1de 22

As tendências pedagógicas e seus pressupostos.

Cecilia Queiroz e Filomena Mota – 2007

Objetivos:

• Identificar e caracterizar as diferentes tendências


pedagógicas;
• Analisar a influência das tendências no fazer
pedagógico.

•Palavras-chave: tendências, teorias pedagógicas,


escolarização.
Contextualizando a reflexão sobre o ato
educativo.
Dentre as práticas sociais
e históricas,
encontramos a
educação, seja do tipo
escolar ou não.

Refletir sobre essas Toda prática social


questões que cercam o influencia e é
fazer pedagógico influenciada por fatores
potencializa o fazer políticos econômicos,
docente. sociais e culturais.
Zarpando pelas tendências pedagógicas

As autoras usam o conceito de “Tendências”

As tendências pedagógicas influenciaram as práticas


pedagógicas.

O conhecimento sobre as tendências a possibilita ao


professor a compreensão sobre sua própria trajetória
político-pedagógica.

Esse conhecimento é como uma valiosa ferramenta que


poderá auxiliar a transformar o seu fazer e o seu saber,
problematizando-os, aplicando-o na prática de educador.
Consideraremos como tendência pedagógica:!

“... as diversas teorias filosóficas Papel do


que pretenderam dar conta da professor-
compreensão e da orientação aluno
da prática educacional em
diversos momentos e
circunstâncias da história
humana (LUCKESI, 1990, p. 53).”
Relação com Relação
o conteúdo Papel da
professor-
e Avaliação. Escola. aluno

Conhecimento
e metodologia
Início de viagem...

As Tendências As Tendências
Pedagógicas Liberais. Pedagógicas
Progressitas

Refletir sobre as tendências, implica compreender a questão dos tempos históricos


em que se materializam.
As Tendências Pedagógicas Liberais :

Surgem no século XIX, sob influência da Revolução

“igualdade, liberdade, fraternidade”


a educação e o saber já produzidos
(conteúdos) são mais importantes que
a experiência vivida pelos educandos.

Francesa (1789).
contribuíram para manter o saber
como instrumento de poder entre
dominador e dominado.

Dividissem em Liberal Tradicional e


Tendência Liberal Renovada,
A tendência liberal tradicional:

Proposta de educação era absolutamente


O objetivo da escola era preparar os centrada no professor, figura
alunos para assumir papéis na sociedade; incontestável, único detentor do saber
seu papel principal, fazer o repasse do que deve ser repassado para os alunos. O
conhecimento moral e intelectual . papel do professor estava focado em
vigiar os alunos.

A tendência tradicional está no Brasil, desde os jesuítas.


Sociabilidade
Inclusão
Nessa concepção de ensino o processo de
Aulas são expositivas, organizada de avaliação carrega em seu bojo o caráter
acordo com uma sequência fixa, baseada de punição, muitas vezes, de redução de
na repetição e na memorização. notas em função do comportamento do
aluno em sala de aula.
Ponto fucral das tendências liberais

Retira o professor e os
conteúdos disciplinares do
centro do processo
pedagógico e coloca o aluno
como fundamental. O
professor tem o papel de
facilitador do ensino.

A escola deve possibilitar a


aprendizagem pela
descoberta, focada no
interesse do aluno,
garantindo a
experimentação e a
construção do
conhecimento, que partem
do interesse do aluno.
Tendência Pedagógica Liberal e seus
desdobramentos

Papel da Escola: Os professores são fruto da sua


Preparar o
intelectual; formação escolar, social e
política; que se reflete na sua
prática pedagógica.
Conteúdos: passados
Quando esta não é
como verdades Papel do aluno: pensada/refletida
absolutas - separadas Receptor passivo, cotidianamente, temos um
das experiências. conhece apenas as
Avaliação: centrada no informações
ciclo vicioso: formado sem
produto do trabalho ; reflexão –formo alunos sem
reflexão, também.

Conhecimento: Dedutivo.
Relação professor-
Metodologia: aulas
aluno: autoridade e
expositivas, comparações,
disciplina
exercícios...
A tendência liberal renovada:

O pensamento liberal democrático chega ao Manifesta-se por várias versões:


Brasil e à Escola Nova chega defendendo a . a renovada progressista ou pragmática.
escola pública para todas as camadas da (Jonh Dewey e Anísio Teixeira)
sociedade . . a renovada não-diretiva.
( fortemente inspirada em Carl Rogers)

Anos 20 e 30: novos ventos mudaram o mundo, no que diz


respeito às concepções filosóficas e sociológicas da educação.
Sociabilidade
Inclusão
A pedagogia liberal renovada têm em A culturalista; a piagetiana e a
comum a defesa da formação do indivíduo montessoriana;
como ser livre, ativo e social.
Sistematizando as perspectivas postas para a
tendência liberal renovada e seus desdobramentos
Papel da Escola: : Adequar
necessidades individuais ao
meio, propiciar experiências,
cujo centro é o aluno.

Conteúdos: Estabelecidos
pela experiência.
Avaliação: foco na Papel do aluno: : buscar,
qualidade e não na conhecer, experimentar.
quantidade, no processo e
não no produto.

Conhecimento: algo inacabado,


a ser descoberto e reinventado, Relação professor-aluno:
baseado em experiências . Clima democrático, o
Metodologia: Aprender professor é um auxiliar na
experimentando, aprender a realização das experiências.
aprender.
A tendência liberal tecnicista e os anos de 1960.

Subordina a
educação ao K,
perspectiva de
Inspirado nas teorias da formação de mão de
aprendizagem e da direcionadas por
obra qualificada para atividades repetitivas,
abordagem do ensino de atender ao mercado
forma sistêmica, sem reflexão e
constituiu-se numa absolutamente
prática pedagógica programadas, negando
controladora das ações as experiências e
dos alunos e, até, dos saberes de alunos e
professores. professores.
Se destaca nos anos
60 pelo desprestígio da
Escola Renovada, , sob
o regime militar no
país, as elites dão
destaque a um tipo de
educação direcionada
às massas
A tendência liberal tecnicista e seus
desdobramentos.

Professor observa
Idéia de que
o desempenho do
aprender é algo Modelo, que
aluno com o intuito
que ocorre apenas fragmenta o
de ajustar seu
a partir de técnicas conhecimento,
processo de
específicas comprometendo
aprendizagem ao
definidas por uma visão global
programa
especialistas
vivenciado;
Sistematizando a tendência liberal tecnicista

Papel da escola: Produzir indivíduos


competentes para o mercado de trabalho. Relação P-A : o professor é o técnico e
responsável pela eficiência do ensino e o
Papel do aluno: copiar bem, reproduzir o aluno é o treinando.
que foi instruído fielmente.

Anos 1960 e 1970: governo militar e a lei 5.692/1971.


Sociabilidade
InclusãoConteúdos: baseado nos princípios
Conhecimento: experiência planejada, o científicos, vistos como verdades
conhecimento é o resultado da experiência. inquestionáveis.
Metodologia: uso da técnica para atingir Avaliação: Uso de instrumentos de
objetivos instrucionais, aprender-fazendo, medição, retomada das informações
cópia, repetição, treino. trazidas nos livros didáticos .
Tendências Progressistas : uma crítica a educação
escolar - a partir de 1968.

Althusser (1968) com


a teoria da escola
enquanto Aparelho
Ideológico do Estado.
Baudelot e Establet
Bourdieu e Passeron
(1971) com a teoria da
(1970) com a teoria do
Escola Dualista. Todas
Sistema enquanto
elas classificadas como
Violência Simbólica.
“crítico-reprodutivistas”.

Concepções que
identificam a
escola como
reprodutora da
classe dominante.
Refletindo sobre as tendências progressistas!

Não apresentam uma proposta Defendem a necessidade de


pedagógica explicita, buscam superação, tanto da “ilusão da
apenas, a explicar as razões do escola como redentora, como da
fracasso escolar e da impotência e o imobilismo da
marginalização da classe escola reprodutora”
trabalhadora.

Contudo, no Brasil aparece proposições que vão pensar as práticas pedagógicas!


Anos 1970/1980: a crítica da pedagogia brasiliera!

Fundamento principal realizar


modificações institucionais, ”A escola deve ser assegurar,
“pedagogia libertadora” que é
acreditando que os níveis através do trabalho com
oriunda dos movimentos de
menores (subalternos), conhecimentos sistematizado, a
educação popular que se
modificarão todo o sistema, inserção nas escolas, com
confrontavam com o autoritarismo
negando-se a respeitar
e a dominação social e política.
qualquer forma autoridade ou qualidade, das classes populares”
poder.

Libâneo (1994) identifica 3 tendências:


A Pedagogia Progressista Libertadora,
A Pedagogia Progressista Libertária, A
Pedagogia Progressista Crítico-Social
dos Conteúdos
Sistematizando a tendência progressista libertadora.
Freire é a referência!

Papel da escola: ênfase no não-formal. É


uma escola crítica, que questiona as
relações do homem no seu meio. Relação P-A : Relação horizontal,
posicionamento como sujeitos do ato de
Papel do aluno: Refletir sobre a realidade, conhecer; relação dialógica!
sobre a opressão e suas causas, engajando-
se por sua libertação.

A prática educativa centrar-se-ia em discussões de temas


sociais e políticos e em ações concretas sobre a realidade
social imediata.
Sociabilidade
Inclusão
Conhecimento: O homem cria a cultura na
integrando-se nas condições de seu Conteúdos: Temas geradores extraídos da
contexto de vida, refletindo e buscando vida dos alunos, saber do próprio aluno.
respostas aos desafios que encontra. Avaliação: Auto avaliação ou avaliação
Metodologia: participativa, busca pela mútua .
construção do conhecimento.
Sistematizando a tendência progressista libertária.
Freinet é seu referencial!

Papel da escola: busca transformar o


aluno no sentido libertário e auto
gestionário, resistindo ao poder do Estado Relação P-A : o professor é o conselheiro,
e aos seus aparelhos ideológicos. uma espécie de monitor à disposição do
aluno.
Papel do aluno: refletir sobre sua
realidade, sobre a opressão e suas causas.

tendência defende, apóia e estimula a participação e organização


escolar diferente do formal através de grupos e movimentos
sociais: sindicatos, grupos de mães e comunitários.
Sociabilidade
InclusãoConteúdos: são colocados para o aluno,
Conhecimento: reflexão sobre a cultura e
busca de respostas aos desafios que mas não são exigidos. São resultantes das
encontra . necessidades do grupo.
Metodologia: Livre-expressão. Contexto Avaliação: auto avaliação, sem caráter
cultural. Educação estética. punitivo.
Sistematizando a tendência crítica social dos
conteúdos.

Papel da escola: parte integrante do todo


social. Prepara o aluno para participação Relação P-A : professor é autoridade
ativa na sociedade. competente que direciona o processo
ensino-aprendizagem. Mediador entre
Papel do aluno: sujeito no mundo e conteúdos e alunos.
situado como ser social, ativo.

Contrária “pedagogia libertadora”, por entender que essa tendência


não dá o verdadeiro e merecido valor ao aprendizado do chamado
“saber científico.
Sociabilidade
Conteúdos: são culturais, universais,
Inclusãosempre reavaliados frente à realidade
Conhecimento: construído pela social.
experiência pessoal e subjetiva. Avaliação: a experiência só pode ser
Metodologia: contexto cultural e social. julgada a partir de critérios internos do
organismo, os externos podem levar ao
desajustamento.
Quadro síntese das tendências pedagógicas
Professor
Nome da Tendência
Papel da Escola Conteúdos Métodos x Aprendiza ge m Manifestações
Pedagógi ca
aluno
Conheciment os
A aprendizagem é
Preparação intelectual e e valores sociais Exposição e Autoridade do
receptiva e mecânica, Nas escolas que adotam
1. Tendência moral dos alunos para acumulados através dos demonst ração verbal professor que exige
sem se considerar as filosofias humanist as
Liberal Tradicional. assumir seu papel na tempos e repassa dos da matéria e / ou por atitude receptiva do
característ icas próprias clássicas ou científicas.
sociedad e. aos alunos como meios de modelos. aluno.
de cada idade.
verdades absolut as.
Por meio de
Estabelecidos a partir O professor é
A escola deve adequa r as experiências, É baseada na motivação Montessori, Decroly,
2. Tendência das experiências vividas auxiliador no
necessidades individuais ao pesquisas e método e na estimulação de Dewey, Piaget,
Liberal Renovada pelos alunos frente às desenvolviment o livre
meio social. de solução de problemas. Lauro de oliveira Lima
situações problema s. da criança.
proble mas.

Educação centralizada
3. Tendência Liberal Baseados na busca dos Método baseado no aluno e o professor Carl Rogers,
Aprender é modificar as
Renovad ora não- Formação de atitudes. conhecim ent os pelos na facilitação da é quem garantirá um “Sumerhill”
percepções da realidade.
diretiva (Escola Nova) próprios alunos. aprendizagem. relacionament o de escola de A. Neill.
respeito.

Procedimentos
É modeladora do Relação objetiva onde
4. Tendência Iinformações ordenadas e técnicas para
comport ament o humano o professor transmite Aprendizagem baseada Leis 5.540/68 e
Liberal numa seqüência lógica a transmissão
através de técnicas informações e o aluno no desempenho. 5.692/71.
Tecnicista. e psicológica. e recepção de
específicas. vai fixá-las.
informações.
Não atua em escolas, porém
visa levar professores e
5. Tendência A relação é de
alunos a atingir um nível Resolução da situação
Progressista Temas geradores. Grupos de discussã o. igual para igual, Paulo Freire.
de consciência da realidade problema.
Libert adora horizontalment e.
em que vivem na busca da
transf ormação social.
6. Tendência Transformação da As matérias são Não diretiva, o C. Freinet
Vivência grupal na Aprendizagem informal,
Progressista personalidade num sentido colocadas mas não professor é orientador Miguel Gonzales
forma de auto-gest ão. via grupo.
Libertária. libertário e autogestionário. exigidas. e os alunos livres. Arroyo.
Makarenko
Conteúdos culturais O método parte de Papel do aluno como
7. Tendência B. Charlot
universais que são uma relação direta da participador e do Baseadas nas estruturas
Progressist a “crítico Suchodoski
Difusão dos conteúdos. incorpora dos pela experiência do aluno professor como cognitivas já estruturadas
social dos conteúdos Manacorda
humanidade frente à confront a da com o mediador entre o saber nos alunos.
ou “histórico-crítica” G. Snyders
realidad e social. saber sistematizado. e o aluno.
Demerval Saviani.
Disponível em: www.terezinham ac hado. ve ran di.org/ te xto s/do c_ 30.do c Acesso em: 13julho/2007
Concluindo:
Organização escolar é conteúdo
do trabalho coletivo(professores
e pedagogos).
Obs: Ideia de coletivo para o "Elaborar um
contexto! sistema
pedagógico é
definir um projeto
Construção do Projeto de sociedade e
pedagógico objetiva a tirar dele as
democratização do consequências
ensino. pedagógicas"

Organização escolar é
Democratização das É mediação para a competência dos
relações internas na Democratização da profissionais docentes
escola. educação. e não docentes.