Você está na página 1de 25

Vamos Ele admitiu a derrota .

Vamos suj VTD


retomar
retomar oo
função: núcleo do
objeto direto

período
período
classe: substantivo

simples
simples ee Trocando o termo a derrota
observar
observar aa pela oração que foi derrotado,
classe
classe teremos o período composto
gramatical
gramatical equivalente:
ee aa função
função
sintática
sintática dada Ele admitiu que foi derrotado .
palavra
palavra suj VTD
derrota:
derrota: função: objeto direto
equivale: substantivo derrota
Observe, então, que a oração que
foi derrotado, ao mesmo tempo
que exerce a função de objeto
direto, ocupa o lugar de um
substantivo. Por isso ela recebe o
nome de substantiva.
Portanto, que foi derrotado é uma
oração subordinada substantiva
objetiva direta.
Para sintetizar os conceitos acima,
complete o seguinte quadro.
É oração porque tem verbo.
É subordinada porque

-precisa da oração principal


para ser entendida.
Que foi derrotado

É substantiva porque
É objetiva direta porque

-ocupa o lugar de um
substantivo;
-exerce a função de objeto
direto.
Classificação
Classificação das
das Oração Função no
Subordinadas subordinada período
Subordinadas substantiva composto
Substantivas
Substantivas sujeito da oração
Classificar
Classificaruma
umaoração
oração 1. subjetiva
principal
subordinada
subordinada objeto direto do
substantiva
substantivasignifica
significa 2. objetiva direta verbo da oração
indicar
indicaraafunção
função principal
sintática
sintáticaque
queela
elaexerce
exerce objeto indireto do
3. objetiva indireta verbo da oração
no
noperíodo.
período.NoNoquadro
quadro principal
ao
aolado
ladoestão
estãoos
osnomes
nomes predicativo do
que
queuma
umaoração
oração 4. Predicativa sujeito da oração
subordinada
subordinada
principal
substantiva
substantivapode
pode complemento
5. Completiva nominal de um
receber,
receber,dependendo
dependendo nominal nome da oração
da
dafunção
funçãosintática
sintáticaque
que principal
ela
elaexerce
exercenonoperíodo.
período. 6. Apositiva
aposto de um nome
da oração principal
• A classificação de uma oração subordinada
substantiva depende de determinadas
estruturas básicas (sujeito + verbo transitivo
direto; verbo de ligação + predicativo etc.)
presentes na oração principal.

• A oração subordinada substantiva exerce sempre


função de um termo que falta na oração
principal. (vide quadro de classificação das
subordinadas substantivas)
Subordinada
Subordinada substantiva
substantiva subjetiva
subjetiva função
funçãode
desujeito
sujeito
da
daoração
oraçãoprincipal.
principal.
Estruturas básicas:

Verbo de ligação + predicativo or. subord. Subst. subjetiva

Oração principal

Você deve “ler” a estrutura básica acima assim: toda vez que a oração principal
apresentar verbo de ligação + predicativo, a oração subordinada substantiva será
subjetiva. Essa orientação vale também para todas as estruturas que seguem.
Exemplo:

VL pred. do suj suj.


PS É conveniente seu regresso.

É conveniente que você regresse.


PC or. principal or. subord. subst. subjetiva
Verbo na 3ª pessoa or. subord. Subst. subjetiva

Oração principal
Exemplo:
suj.
PS No relatório não consta a presença dele.

No relatório não consta que ele esteja presente.


PC
or. principal or. subord. subst. subjetiva

Observação:
Observação:Verbos
Verbosque
quemais
maiscomumente
comumentesão são
usados
usadosna
na3ª3ªpessoa:
pessoa:constar,
constar,convir,
convir,parecer,
parecer,
importar,
importar,interessar,
interessar,suceder,
suceder,acontecer.
acontecer.
Verbo na voz passiva or. subord. Subst. subjetiva

Oração principal
Exemplo:
verbo na 3ª pessoa suj.
PS
Foi divulgado o seu retorno.

Foi divulgado que você retornaria.


PC
or. principal or. subord. subst. subjetiva

No exemplo acima, o verbo da oração principal está na voz


passiva, ou seja, o sujeito sofre a ação, não a executa.

Exemplo: Divulgou-se que você retornaria.

or. principal or. subord. subst. subjetiva


Observações:
1) Veja, portanto, que existem três estruturas de oração
principal que exige oração subordinada substantiva
subjetiva.

verbo de ligação + predicativo


verbo na 3ª pessoa + or. subord subst. subjetiva
verbo na voz passiva

2) Como a subordinada substantiva subjetiva funciona como


sujeito da oração principal, é claro que, dentro da oração
principal, não poderá haver sujeito.
Subordinada
Subordinada substantiva
substantiva objetiva
objetiva direta
direta função
funçãode
de
objeto
objetodireto
diretodo
doverbo
verboda
daoração
oraçãoprincipal.
principal.

Estruturas básicas:

(sujeito) + VTD or. subord. Subst. Objetiva direta

Oração principal

Exemplo:

suj. VTD OD
PS
A prefeitura exigiu o pagamento das despesas.

A prefeitura exigiu que as despesas fossem pagas.


PC
or. principal or. subord. subst. objetiva direta
Observação:
Na estrutura básica desse caso e dos
próximos, o termo que está entre parênteses
pode, às vezes, não aparecer (o sujeito pode
estar oculto ou indeterminado).

Exemplo:
Dizem que ele sumiu.
VTD or. sub. subst. objetiva direta
Subordinada
Subordinada substantiva
substantiva objetiva
objetiva indireta
indireta função
função
de
deobjeto
objetoindireto
indiretodo
doverbo
verboda
daoração
oraçãoprincipal.
principal.

Estruturas básicas:

(sujeito) + VTI or. subord. Subst.Obj. indireta

Oração principal

Exemplo:

suj. VTI OI
PS
Seus amigos confiam em sua vitória

Seus amigos confiam em que você vença.


PC
or. principal or. subord. subst. objetiva indireta
Observação:
Note que, da mesma forma que o objeto
indireto, a oração objetiva indireta também se
inicia por preposição, que pode, às vezes, estar
oculta.
Exemplo:

Ninguém se lembrava que ele havia voltado.


VTI or. subord. subst. objetiva indireta
(de)
Subordinada
Subordinada substantiva
substantiva predicativa
predicativa função
funçãode
de
predicativo
predicativodo
dosujeito
sujeitoda
daoração
oraçãoprincipal.
principal.

Estruturas básicas:

(sujeito) + verbo de ligação or. subord. subst. predicativa

Oração principal

Exemplo:

suj. Verbo de ligação predicativo


PS
Nossa preocupação era a chuva.

Nossa preocupação era que chovesse.


PC
or. principal or. subord. subst. predicativa
Subordinada
Subordinada substantiva
substantiva completiva
completiva nominal
nominal função
função
de
decomplemento
complementonominal
nominalde
deum
umnome
nomede
desentido
sentidoincompleto
incompletoda
daoração
oração
principal.
principal.

Estruturas básicas:

(sujeito) + verbo + nome incompleto or. sub. subst. comp. nominal

Oração principal

Exemplo:
nome Complemento
suj. verbo incompleto nominal
PS
Seu irmão estava certo de sua volta.

Seu irmão estava certo de que você voltaria.


PC
or. principal or. subord. subst. completiva nominal
Observação:
A oração subordinada substantiva completiva
nominal, da mesma forma que o
complemento nominal, inicia-se por
preposição, que pode estar subentendida no
texto.
Exemplo:
Ela tem receio que você não aceite o convite.
Nome
incompleto (de) or. subord. subst. completiva nominal
Subordinada
Subordinada substantiva
substantiva apositiva
apositiva função
funçãode
deaposto
aposto
de
deum
umnome
nomeda
daoração
oraçãoprincipal.
principal.

Estruturas básicas:

(sujeito) + verbo + nome or. subord. subst. apositiva

Oração principal

Exemplo:

suj. verbo nome oposto


PS
Nos defendemos uma idéia: a invasão da casa.

Nós defendemos uma idéia: que a casa seja invadida.


PC
or. principal or. subord. subst. apositiva
Em geral, a oração apositiva vem após dois ponto, ou, mais raramente, entre
vírgulas.
Exemplo: Seu grande plano, que o time vencesse, não deu certo.

Observações:
1ª) É claro que, para analisar uma oração subordinada substantiva, você não precisa comparar
o período composto com o período simples correspondente. Isso porque, além de
desnecessária, essa comparação nem sempre é possível. Nos exemplos acima, a comparação
foi feita para que você compreendesse melhor a estrutura do período composto.
Na prática, basta que você analise a estrutura da oração principal e verifique que termo falta
nela; a oração subordinada substantiva terá o nome do termo que estiver faltando na principal.
2ª) Em geral, as orações subordinadas substantivas são iniciada pelas conjunções que e se,
chamadas conjunções integrantes. Mais raramente, essas orações vêm iniciadas por outras
palavras.

Exemplos: Ninguém perguntou quando você voltaria.

suj. VTD or. subord. subst.


objetiva direta
oração principal advérbio

Eu nunca soube onde encontrá-los.


suj. VTD
oração principal Pronome relativo
SÍNTESE DA UNIDADE
ORAÇÃO SUBORDINADA SUBSTANTIVA ESTRUTURA DA ORAÇÃO PRINCIPAL
 Verbo de ligação + predicativo
É bom que regresses. (É bom seu regresso)
Verbo de 3ª pessoa
Subjetiva:(função: sujeito) Convém que nos ajudem.
Verbo na voz passiva
Será divulgado que ele virá.
 (sujeito) + VTD
Objetiva direta: (função: objeto direto) Ela disse que viria cedo.
(sujeito) + VTI
Objetiva indireta: (função: objeto indireto) Não concordo com que ele jogue sujo
conosco.
Sujeito + verbo de ligação
Predicativa: (função: predicativo) O certo é que ele sumiu.

Completiva nominal: (função: (sujeito) + verbo + nome incompleto (sem


sentido)
complemento nominal) Ele está certo de que venceu.
Apositiva: (função de aposto de um nome (sujeito) + verbo + nome + aposto
da oração principal. Só lhe peço isso: que me ajude.

Observações: 1ª) Os termos que estão entre parênteses podem, ocasionalmente, não aparecer
Observações: 1ª) Os termos que estão entre parênteses podem, ocasionalmente, não aparecer
na estrutura da oração principal. 2ª) As conjunções que iniciam subordinadas substantivas
na estrutura da oração principal. 2ª) As conjunções que iniciam subordinadas substantivas
chamam-se conjunções subordinativas integrantes (em geral, que e se)
chamam-se conjunções subordinativas integrantes (em geral, que e se)
Complete as lacunas com a função sintática adequada e numere a coluna
seguinte de acordo com as informações da primeira coluna.

( 1 ) As subordinadas substantivas subjetivas exercem função de sujeito da


oração principal.
( 2 ) As subordinadas substantivas predicativas exercem função de
predicado da oração principal.
( 3 ) As subordinadas substantivas OD exercem função de objeto direto da
oração principal.
( 4 ) As subordinadas substantivas OI exercem função de objeto indireto da
oração principal.
( 5 ) As subordinadas substantivas completivas nominais exercem função
de complemento nominal da oração principal.
( 6 ) As subordinadas substantivas apositivas exercem função de aposto da
oração principal.

( 4 ) Por favor, necessito de sua colaboração.


( 2 ) Nosso medo é o seu fracasso nas competições.
( 1 ) É preciso sua permanência no hospital.
( 6 ) Desejamos somente uma coisa: a sua felicidade!
( 3 ) Os cidadãos exigem a punição dos corruptos.
( 5 ) Todos têm certeza de sua honestidade.
2) Classifique as orações subordinadas substantivas:

a) Quero que ele me ajude. (O.S.S.O.D)


b) Ele parece que está muito feliz. (O.S.S.P)
c) É fundamental que limites sejam recuperados. (O.S.S.S)
d) Ele duvidou de que o dinheiro era suficiente. (O.S.S.O.I)
e) Só exijo uma coisa: que você colabore. (O.S.S.A)
f) Tenho desejo de que você faça sucesso. (O.S.S.C.N)

3) Analise os enunciados a seguir e classifique as orações destacadas em


objetivas diretas ou objetivas indiretas.

a) Confiei em que você resolveria o problema. (O.S.S.O.I)


b) Contei que você resolveria o problema. (O.S.S.O.D)
c) Não tolero que você me responda com grosserias. (O.S.S.O.D)
d) Pedi a todos que ficassem calmos. (O.S.S.O.D)
e) Propus que nos sentássemos na biblioteca. (O.S.S.O.D)
4) Analise os enunciados a seguir e classifique as orações destacadas em
substantiva subjetiva ou substantiva predicativa.
Ambas tem verbo de ligação. Fazer a pergunta p/ o verbo, se obtiver um sujeito
na oração subordinada, será subjetiva / se o sujeito aparecer na oração
principal, será predicativa.
a) Parece que ninguém vai tomar providências.(O.S.S.S)
b) Ele parece que é surdo. (O.S.S.P)
(eu) c) Não sou quem você procura. (O.S.S.P)
d) Quem manda aqui sou eu. (O.S.S.S)
5) Reescreva os períodos, de modo que os termos destacados transformem-se em
orações. Em seguida, classifique-as, como no exemplo abaixo.
O medo do abandono provoca estresse nas crianças.
* O medo de ser abandonado provoca estresse nas crianças.
* Oração subordinada substantiva completiva nominal.

a) Seu maior sonho era sua vida em harmonia.


SEU MAIOR SONHO ERA QUE VIVESSE EM HARMONIA – (O.S.S.P)
b) Imponho apenas uma condição: sua sinceridade.
IMPONHO APENAS UMA CONDIÇÃO: QUE SEJA SINCERO – (O.S.S.A)
c) O pedido de desculpas não foi aceito pela turma.
d) O PEDIDO QUE O DESCULPASSE NÃO FOI ACEITO PELA TURMA – (O.S.S.C.N)
6) Classifique as orações substantivas destacadas nas orações abaixo:

a) O consumo da classe C parece que aumentou. (O.S.S.P)


b) A certeza de que estão doentes deixa os pacientes deprimidos. (O.S.S.C.N)
c) Só me interessa uma coisa: que você tenha saúde. (O.S.S.A)
d) Confiei em que aquela senhora dizia a verdade. (O.S.S.O.I)
e) Pedi a todos que aceitassem meu convite. (O.S.S.O.D)

7) Faça a correspondência entre as colunas de acordo com a predicação


verbal dos verbos destacados.

( 1 ) O sol desaparece. O dia morre. A noite chega.


( 2 ) O rio está cheio.
( 3 ) Nós oferecemos flores à professora.
( 4 ) Ele dispensou o empregado por justa causa.
( 5 ) O fazendeiro vendia o café já ensacado.
( 4 ) OU ( 3 ) VTDI
( 1 ) VI
( 5 ) VTD
( 2 ) VL
( 3 ) OU ( 4 ) VTDI
8) Em relação à classificação das orações subordinadas substantivas, todas as
alternativas estão corretas, EXCETO:

a) Quero que ele me ajude – Oração subordinada substantiva objetiva direta.


b) É fundamental que limites sejam superados – Oração subordinada substantiva
subjetiva.
c) Tenho convicção de que você terá sucesso – Oração subordinada substantiva
Objetiva Indireta.
d) Ele parece que está muito feliz - Oração subordinada substantiva
predicativa.