Você está na página 1de 16

Mobilidade Geográfica e suas

Implicações:
Emigrantes e Refugiados
O que é a Mobilidade Geográfica?

 É a deslocação de pessoas no território nacional ou entre paises distintos.


A migração é uma forma de mobilidade geográfica

 As migrações ocorrem por várias razões: económicas, políticas,


ambientais, etc.
 Podendo ser mais ou menos temporárias e conteplam desde as
migrações dos refugiados até às de negócios, turismo, migrações
pendulares cidade-subúrbio ou movimentos cidade-campo ou-campo-
cidade.
Todas estas migrações possuem implicações na estrutura demográfica e
socio-económica: natalidade, estrutura profissional, emprego,
distribuição da população, etc..
Causas Das Migrações

 Económicas: O desemprego são factores de natureza económica que levam


os indivíduos a deixarem determinadas áreas e a dirigirem-se para outras, na
tentativa de melhorarem a sua situação financeira.
 Políticas: As guerras e a existência de determinados regimes políticos
fazem com que a população fuja de determinadas áreas para se refugiar
noutras, que consideram mais seguras.
 Sociais: A deslocação de população para outras áreas deve-se à procura de
condições sociais que não encontram nas áreas de origem. (O hospital para
1 familiar, a faculdade, etc.)
 Étnicas: As rivalidades entre grupos étnicos diferentes provocam a saída de
numerosas pessoas de algumas áreas.
 Naturais: O abandono de lugares que são alvo de catástrofes naturais
(Sismos, Inundações, Erupções Vulcânicas,etc.) é frequente.
 Ambientais: Embora fraca expressão existe já casos de migrações
provocadas pela fuga a condições ambientais indesejáveis.
Consequências das migrações

 
A constante saída de pessoas de um país em busca de novos
horizontes sócio-económicos cria um conjunto de consequências:

 Altera o equilíbrio demográfico;


 Introduz alterações na estrutura sócio-económica do país;
 Cria contrastes, cada vez mais marcados, entre regiões.

Nota: O fenómeno migratório não se reflete apenas na distribuição


da população. Tem reflexos na estrutura etária da população
Zona de Chegada

Vantagens
 Aumento da disponibilidade da mão-de-obra.
 Rejuvenascimento da população que se revele numa maior capacidade
empreendedora e na dinamização da economia.
Desvantagens 
 Aumento das taxas de desemprego.
 Problemas habitacionais que levam à penetração de bairros de lata e de
bairros clandestinos.
Refugiados

É toda pessoa que, em razão de fundados temores de perseguição devido à


sua raça, religião, nacionalidade, associação a determinado grupo social ou
opinião política, encontra-se fora do seu país de origem e que, por causa
dos ditos temores, não pode regressar ao mesmo. Ou devido a grave e
generalizada violação de direitos humanos, é obrigado a deixar o seu país
de nacionalidade para buscar refúgio em outro país.
ACNUR ( Alto Comissariado das Nações
Unidas para os Refugiados)

 Foi criada em 1950 para proteger e prestar assistência às vítimas de


persiguição e violação generalizada dos direitos humanos.
O princípio da não-descriminação está no centro da Declaração Universal
dos Direitos Humanos, que proclama que “todos os seres humanos nascem
livres e iguais em dignidade e direitos”, sendo também crucial para o
mandato de proteção do ACNUR.
Direitos dos refugiados

Com Base a ACNUR todo o refugiado tem direito:


 A um asilo seguro;
 Usufruir dos mesmos direitos e da mesma assistência básica que
qualquer outro estrangeiro legal no país (portanto os refugiados gozam
dos direitos cívicos básicos, desde a liberdade de pensamento até a
liberdade de deslocamento e a não sujeição á tortura e a tratamento
degradantes);
 Nenhuma criança refugiada deve ser privada da escolaridade;
 Todo refugiado deve ter acesso a assistência médica e os refugiados;
adultos devem ter acesso a trabalhar.
Dever dos refugiados

 Os refugiados têm dever de respeitar as leis do país que lhe acolheu.


Diferença entre Refugiados e Emigrantes

 Por razões diversas alguns cidadãos são obrigados a saírem dos seus
próprios países para se refugiar em um outro país, e outros, têm saída
espontânea de um lugar para o outro.
 Assim sendo: A diferença entre refugiados e emigrante é que o refugiado
sente-se obrigado a sair de um lugar para outro e o emigrante saí de livre
espontânea vontade.
 
 Nota: certamente que muitos de vós se estão a fazer a seguinte pergunta
<<Será que todo o refugiado vai para o exterior! e aqueles que fogem
das suas casas pelas mesmas razões aos refugiados mas não cruzam
fronteiras internacionais?
 Resposta: Sim. Todos os refugiados vão para o exterior. Aqueles que
não vão para o exterior mas fogem das suas casas por raz são chamados
deslocados internos também conhecidos como refugiado interno
Considerações

 Visto que, essa mobilidade geográfica é causada por vários


factores entre os mais acentuados destacamos: os
económicos (má destribuição de recursos nas regiões o que
vai dar origem ao Comércio Internacional de Bens), políticos(
conflitos e guerras) mas, há necessidade de serem traçadas
políticas de modo a poderem minimizar tais acontecimentos.
Habilidade é o que você é capaz de fazer.
Motivação determina o que você faz. Atitude
determina a qualidade do que você faz.
Integrantes

Anselma Paulo
Dayana Pascoal
Fernando Filipe
Fernanda Lopes
Henriques dos Santos
Gilson Silvério
João Canjeque
Silvio André
Telma Bartolomeu
Teresa do Quental