Você está na página 1de 13

Pequeno Dicionário da Bruxaria e da Wicca

http://www.thecauldronbrasil.com.br/article/articleview/620/1/3/
Todo grupo social e religioso tem sua própria terminologia, e a Arte não é exceção. Isso pode ser um
transtorno para os que vêm de fora, os não-iniciados e iniciantes. A The Cauldron Brasil oferece aqui
um pequeno guia, um glossário para alguns dos termos mais utilizados na literatura dirigida aos Bruxos
e Wiccans. Todas as palavras listadas foram retiradas de fontes publicadas, a maioria delas está com
seus equivalentes em inglês - algumas somente em inglês, por não possuírem tradução ou simplesmente
por não fazerem o menor sentido quando traduzidas.

ABENÇOADO SEJA – BLESSED BE


Cumprimento Wiccan da Tradição Gardneriana

AÇOITE – SCOURGE
Um pequeno açoite usado para levantar poder e ganhar a Segunda Visão.

ADEPTO – ADEPT
Uma pessoa especializada nas artes mágicas. Qualquer pessoa que clame ser um adepto provavelmente
não é quem diz ser.

ALEXANDRINO – ALEXANDRIAN
Seguidor da popular tradição Wiccan fundada por Alex Sanders (1926-1988). Sanders afirmava ter sido
iniciado por sua avó, que foi uma bruxa galesa. De fato ele provavelmente foi iniciado ou por Pat
Kopanski, uma ex-membro do coven de Patrícia Crowther em Sheffield, ou por uma misteriosa alta-
sacerdotisa chamada “Medea” nos anos 60. A Tradição Alexandrina é uma mistura de Wicca
Gardneriana, Cabbala, magia cerimonial e simbolismo egípcio antigo.

ALBION – O mesmo em inglês


Nome mítico e arcaico para a Inglaterra, e na maioria das vezes genericamente, Bretanha.

ALTAR - O mesmo em inglês


Literalmente uma estrutura elevada, uma placa de rocha plana ou uma tábua de madeira “usada para se
fazer oferendas para uma deidade”. A palavra vem do Latim “altare”. Altares podem ser redondos,
retangulares, quadrados ou triangulares. O tronco de uma árvore ou ainda uma pedra plana podem ser
utilizados como altares. Gerald Gardner afirmava que “nos velhos tempos” o corpo nu de uma mulher era
utilizado como um altar e seu simbolismo foi retido no terceiro grau de iniciação no seu Grande Rito.
Tradicionalmente, o altar fica ao Norte – o primário espaço sagrado da Arte – e apóia as ferramentas
rituais utilizadas no círculo, as velas, incensos e imagens de espíritos e deuses.

ÂMBAR – AMBER
Uma resina amarela natural, translúcida. Hoje em dia é largamente usada para os colares rituais,
normalmente pelas alto-sacerdotisas Wiccans.

AMULETO – AMULET
Um objeto de poder consagrado ou não magicamente, usado ou carregado para proteção contra o mal, má
sorte e infortúnios gerais. Do Latim “meio de defesa”.

ANCIÃO – ELDER, SENIOR CRAFTER


Normalmente um homem acima dos quarenta anos, com pelo menos vinte anos de experiência em Magia.
Toma o papel de “consiglieri” (conselheiro).

ANKH ou Cruz Ansata – ANKH, Crux Ansata


Antigo símbolo egípcio da vida, em forma de cruz em laço.

ANÕES – DWARVES
Pequenos espíritos elementais da terra.

ANTIGOS, OS – OLD ONES


O deus e a deusa da bruxaria.
ARTE - CRAFT
É o nome genérico para a Bruxaria e seus seguidores. O termo inglês “Craft” foi provavelmente
emprestado da Maçonaria.

ATAR, SELAR, AMARRAR - BIND


1) Lançar ou selar um feitiço. 2) Prevenir que uma pessoa não realize ações prejudiciais se utilizando de
meios mágicos.

ATHAME – O mesmo em inglês


Adaga de punho negro, lâmina dupla, usada para traçar o círculo e invocar espíritos. É descrita no
grimório medieval The Key of Solomon (A Chave de Salomão) e tem um histórico antigo na prática
mágica e tradição folclórica.

ATRAIR A LUA PARA BAIXO – DRAWING DOWN THE MOON


Ritual Wiccan para a canalização da Deusa.

AURA – O mesmo em inglês


A força da vida ou energia que rodeia todas as coisas vivas.

AVALON – O mesmo em inglês


Um antigo e mítico nome para a área ao redor de Glastonbury Tor, em Somerset. Siginifica “Ilha das
Maçãs” ou o mundo subterrâneo.

AZAZEL ou AZRAEL – O mesmo em inglês


Líder dos Guardiões (Watchers) ou anjos caídos. Em algumas culturas, o Anjo da Morte. É também o
nome de um deus bruxo em alguns covens de Bruxaria Tradicional.

BALEFIRE ou NEEDFIRE (ambas sem tradução para o português)


Um fogo especial, aceso com madeiras específicas para propósitos rituais.

BAN
Literalmente traduzido, significa proibir, especificamente em linguagem bruxa, banir ou amaldiçoar.

BANIR – BANISHING
1) Expelir um espírito; 2) Fechar um círculo mágico; 3) Expelir magicamente uma pessoa do coven ou da
tradição (colocar sob banição; place under the ban).

BAPHOMET – O mesmo em inglês


Deidade andrógina, com cabeça de bode, supostamente cultuada pelos Cavaleiros Templários. O ocultista
francês Eliphas Levi (Séc.XIX) afirmava que ele representava Pan. Alguns ocultistas modernos vêem
Baphomet como uma forma do anjo caído Lúcifer, e ele é o deus bruxo em alguns covens tradicionais.

BASTÃO DE CONJURO – CONJURING STICK


Nome tradicional para o bastão mágico.

BEIJO QUÍNTUPLO – FIVE-FOLD KISS


Saudação ritual e bênção na Wicca. Possivelmente de origem árabe.

BELTANE, Fogo Brilhante – BELTANE, Bright Fire


Nome popular céltico para “May Day”

BERNADANTI, Good Walkers - sem tradução para o português


Praticantes de magia medieval italiana, que travaram batalhas espirituais noturnas com as bruxas,
acreditando que estas estavam destruindo as colheitas.

BESON
Literalmente “vassoura”; porém é o nome antigo para as vassouras das bruxas (broomstick).
Tradicionalmente feita de uma vara de freixo e uma escova feita de vidoeiro, amarrados com cordas de
salgueiro (chorão).
BID
Literalmente, oferecer, licitar; em linguajar bruxo: um espírito familiar.

BIDDING, LIGATURE
Literalmente, o mesmo significado que o acima dado, porém em linguajar bruxo significa rezar ou orar
para um espírito ou deus.

BOA MULHER – GOOD WOMEN


Termo medieval para as Bruxas que trilhavam seus caminhos com Diana ou Holda.

BODE DE MENDES – GOAT OF MENDES


Antigo nome egípcio para Baphomet

BLACK SHUCK - sem tradução para o português


Nome anglo-oriental para o demoníaco cão negro.

BLASTING ROD - sem tradução para o português


Estaca ou bengala de uma pequena árvore sagrada chamada Blacktorn, usada para amaldiçoar.

BOLLINE - sem tradução para o português


Adaga ritual em forma de foice usada para a coleta de ervas.

BOLO & VINHO – CAKE & VINE


O equivalente da comunhão Cristã na Bruxaria – mas não uma versão degradante dela! Uma refeição
consagrada de pães, bolos ou biscoitos com vinho, cidra ou hidromel.

BOM POVO – GOOD PEOPLE, FOLK


Termo tradicional para as fadas.

BONECO – POPPET
Imagem de cera ou boneco de uma pessoa. Usado para cura e maldição.

BROWNIE
Literalmente costuma ser um tipo de bolo, mas na linguagem bruxa é um espírito domesticado para ser o
guardião de uma casa.

BULL’S NOON
Literalmente tarde, noite do touro, porém em linguajar bruxo, é o nome poético para “Meia-Noite”.

BURIN - sem tradução para o português


Faca de punho branco usada para propósitos práticos, como por exemplo, gravar sigilos em uma vela.

BRUXO, BRUXA, SÁBIO, SÁBIA, CONJURADOR – CUNNING MAN, CUNNING WOMAN,


WISE MAN, WISE WOMAN, WITCH, WIZARD, WICCA, STREGA, CONJUROR
De acordo com os dicionários brasileiros, uma Bruxa ou Bruxo é uma pessoa que faz “feitiçaria. Esta
palavra viria do espanhol Brujo, Bruja. Para estudarmos a origem da palavra “Witch”, vejamos o que um
dicionário etimológico pode nos passar. De acordo com The Concise Dictionary of English Etymology,
Wordsworth Reference, do autor Walter W. Skeat, Witch = Do Inglês Witch – Pré-Shakespeare, wicche,
ambos masculino e feminino; a wizard, a witch; Anglo-saxão: wicce. Aqui wicce é feminino de wicca; e
wicca é uma corrupção da palavra witega, que significa profeta, vidente, também mago, feiticeiro. Ainda
na forma Anglo-saxã, wítan = ver, aliado com witan, saber. Similarmente com o termo da Islândia vitki,
mago, sagaz, que vem de vita, saber.

Os termos Cunning man/woman, Wise man/woman são termos mais usados na Bruxaria Tradicional do
que na Wicca, e significam genericamente “sábios”. Strega é o termo designado para Bruxos na língua
italiana. Wizard, termo medieval francês, significa “sábio” (wise man).

A TCB se utiliza do termo “Wiccan” para designar os seguidores das tradições de Gardner e pós-Gardner
por opção à palavra, que pode ser grafada também como Wiccano (como American=Americano), por este
ter sido o termo utilizado desde que a Wicca desembarcou no Brasil, portanto mais
conhecido.

BRUXO CINZA – GREY WITCH


Praticante da Arte que pode curar ou amaldiçoar.

BRUXO HEREDITÁRIO – HEREDITARY WITCH


Qualquer um nascido dentro de uma família bruxa ou adotado em uma tradição hereditária.

BRUXO SOLITÁRIO – SOLITARY WITCH


Aquele que trabalha sozinho ou somente com um parceiro mágico.

BRUXO TRADICIONAL – TRADITIONAL WITCH


1) Pessoa pertencente a um grupo ou tradição que seja anterior à de Gardner e à Wicca moderna. 2)
Coven ou bruxo solitário que segue um caminho tradicional.

CALDEIRÃO – CAULDRON
Uma panela de metal com alça e três pés, usada para ferver porções, como recipiente para água ou para
fogo em rituais. Símbolo do princípio feminino e da transformação espiritual.

CASTELO DA ROSA – CASTLE OF THE ROSE


O domínio do mundo subterrâneo da deusa bruxa em seu aspecto negro.

CÁLICE, TAÇA - CHALICE


Copo especial feito de madeira, cerâmica, estanho ou de outros metais, usado para propósitos rituais.

CHIFRUDO, CORNUDO – HORNED ONE, OLD HORNY, OLD NICK


O deus bruxo.

CÍNGULO – CINGULUM
Faixa ou cinto do bruxo, em diferentes cores para denotar a posição ou trabalhos mágicos. Do latim
“cingulu”

COMPASS
Literalmente significa “bússola”, mas este também é o nome tradicional para o círculo mágico e seus
quadrantes.

CONE DE PODER – CONE OF POWER


A energia física levantada em um círculo para propósitos mágicos.

CONJURAR – CONJURING
Chamar uma deidade ou um espírito de um morto.

COMPANHIA OCULTA – HIDDEN COMPANY


Bruxas desencarnadas que se mantém presas aos laços da terra como espíritos-guias.

CONVENTÍCULO – COVEN, COVINE


A palavra inglesa é muito mais usada do que a sua versão portuguesa, já que de acordo com os nossos
dicionários, conventículo significa desde uma assembléia secreta e geralmente ilícita (um ajuntamento
clandestino de conspiradores), a um conciliábulo e até mesmo um prostíbulo. A palavra inglesa significa
simplesmente “um grupo ou assembléia de bruxos”.

CONVOCADOR – SUMMONER
Oficiante do sexo masculino de um covine tradicional, responsável em organizar os encontros.

COVENDOM - sem tradução para o português


A área da “liga”, ou seja, três milhas ao redor do local de encontro do Coven
COVENSTEAD - sem tradução para o português
Local de encontro de um coven, em lugar aberto ou fechado.

COWAN - sem tradução para o português


Pessoa não iniciada, não praticante ou pessoa de fora. Termo maçônico também utilizado no meio pagão.

DAMA, SENHORA – DAME, LADY


“Dame” é o termo arcaico para “Lady” ou a líder de um coven tradicional.

DANÇA ESPIRAL – MEETING DANCE


Dança para se abrir o círculo

DEDICAÇÃO – DEDICATION
Ritual onde uma pessoa faz um contato individual com os espíritos e se dedica ao caminho.

DEMÔNIO – DEMON
Termo geral para qualquer espírito não-humano.
De acordo com o dicionário etimológico The Concise Dictionary of English Etymologi, Wordsworth
Reference, Walter W. Skeat, o termo tem o mesmo sentido tanto em francês, latim e grego, e pode
significar um deus, um gênio ou um espírito.

DEOSIL - sem tradução para o português


Mover-se no sentido do relógio ou do sol ao redor do círculo.

DESCIDA DA DEUSA – DESCENT OF THE GODDESS


Canalizar a Deusa através da Alta-Sacerdotisa ou Dama na Wicca.

DIABO – DEVIL
Termo arcaico para o líder masculino de um covine tradicional. Possivelmente do Romani “Duval” ou
“pequeno deus”.

DIVINAÇÃO – DIVINATION
Predizer o futuro utilizando-se de cristais, folhas de chá, runas, cartas de baralho, Tarot, lendo-se as
palmas das mãos, etc.

DONZELA – MAID, MAIDEN


Jovem assistente da Senhora ou Alta Sacerdotisa.

ELEMENTAL – ELEMENTAL, IMP


Um espírito da natureza (gnomos, ondinas, silfos, salamandras, dríades, elfos, etc). Imp é o nome arcaico
para elemental ou familiar.

ELEMENTAR – ELEMENTARY
Forma-pensamento magicamente criada ou familiar.

ELFANE - sem tradução para o português


O reino das fadas.

ELFOS - ELVES
Seres como as fadas. Normalmente com proporções humanas. Na mitologia nórdica, existem os elfos
claros e os escuros.

ENCANTO - CHARM
1) Uma rima mágica curta 2) objeto mágico de poder.

ENCRUZILHADA – CROSSROAD, FOUR WAYS


É o local de encontro favorito das bruxas, desde os tempos clássicos.

EQUINÓCIO DE OUTONO – HARVEST HOME


No Hemisfério Norte de 20 a 23 de Setembro, e no Sul, 20 a 23 de Março.
ERA DAS FOGUEIRAS – BURNING TIMES
Termo popular – porém não acurado – usado pelos neo-pagãos e Wiccans para o período da caça às
bruxas.

ESBAT - O mesmo em inglês


Encontro mensal de um coven para discutir assuntos internos ou praticar trabalhos mágicos.

EVOCAÇÃO – EVOCATION
Conjuração de elementais, espíritos e sombras.

EXORCISM – EXORCISM
Banir influências negativas, espíritos presos na terra e entidades maldosas.

FAMILIAR – FAMILIAR, IMP, MAGISTELLUS


1) Totem animal de um coven; 2) Espírito, elementar ou elemental servidor usado pela Bruxa para
propósitos mágicos; 3) Pequeno animal treinado pela Bruxa e mantido como animal de estimação ou
companhia; 4) Imp é o nome arcaico para elemental ou familiar; 5) Magistellus, nome arcaico para
espírito familiar.

FASCINAR – FASCINATE
Lançar um glamour ou feitiço em alguém, normalmente pela projeção de energia sexual.

FEITIÇARIA – SORCERY
Sorcery é um termo arcaico para as artes mágicas, especialmente as tidas como negras ou maléficas. O
termo português também tinha a mesma conotação.

FEITIÇO – SPELL
Atos ou palavras mágicos, designados para produzir mudanças, influenciar eventos ou pessoas.

FETCH
A tradução literal para este termo seria “alcançar”, “ir buscar”, porém no jargão pagão significa: 1) O
espírito projetado de uma Bruxa, algumas vezes na forma animal. 2) Forma pensamento enviada por uma
Bruxa para fazer seus trabalhos.

FILTRO – PHILTRE
Nome arcaico para poção, qualquer remédio herbal ou encanto em forma líquida.

FLAGS, FLAX, FODDER & FRIGG - sem tradução para o português


Normalmente abreviado em FFF ou FFFF, usado logo após a assinatura das cartas, etc. Cochrane se
utilizava desta forma e ela significa: FLAG – Coração, Casa; FLAX – Roupas; FODDER – Comida e
FRIGG (referência clara à deusa nórdica) – Relacionamentos, Amor, Sexo. É uma forma de desejar ao
destinatário tudo de bom.

FOGO ÉLFICO – ELF FIRE


Chama usada para acender o balefire sem o uso de metal.

FORQUILHA – STANG
Tradicionalmente um bastão em forquilha usada nos círculos para representar o Deus Chifrudo e a
autoridade do Magister. A forquilha normalmente fica no norte, algumas vezes decorada com flores da
estação, encabeçada por chifres e velas.

GARRAFA BRUXA - WITCH BOTTLE


Caixa cheia de urina, pregos tortos e agulhas. Pode ser fervida até sua explosão ou enterrada. Serve para
afastar os poderes maléficos de alguns bruxos.

GRAU - DEGREE
Estágios de iniciação na Wicca moderna, baseada nos usos Maçônicos.

GARDNERIANO – GARDINERIAN
Seguidor da popular tradição Wiccan fundada por Gerald Gardner (1884-1964).

GEOMANCIA – GEOMANCY
Divinação pelas forças da terra.

GLAMOUR
Um feitiço usando ilusão e fascinação

GRANDE RITO – GREAT RITE


O casamento sagrado. Sexo ritualizado entre o Alto Sacerdote e Alta Sacerdotisa na Wicca.
Simbolicamente representado mergulhando-se uma adaga dentro de um cálice.

GRIMÓRIO – GRIMOIRE
Um Livro Negro (Black Book) ou manual de artes mágicas

HAEGESSA - sem tradução para o português


Palavra de origem alemã, significa “Hedge rider” ou “hedge witch”, ou seja “alguém que anda no limite”,
entre este mundo e o próximo.

HALLOWS, HALLOWEE’EN
Equivalente ao dia de Finados. 31 de Outubro no Hemisfério Norte, 1o. de Maio no Hemisfério Sul.

HANDFASTING
Cerimônia de casamento Wiccan.

HEATHEN - sem tradução para o português


Termo alemão para os seguidores de religiões pré-cristãs.

HEDGE WITCH (Moderno) - sem tradução para o português


Praticante solitário, normalmente dentro de magia popular (folk magick) e herbalismo.

HEX - sem tradução para o português


1) Amaldiçoar; 2) Nome alemão para bruxo.

HIDROMEL – MEAD
Bebida sagrada feita de mel e maçãs.

HIVE OFF - sem tradução para o português


Quando membros de um coven saem da assembléia, com permissão, para formar um novo coven.

HOBGOBLIN - sem tradução para o português


Espírito do lar.

HOMEM NEGRO – BLACK MAN


Nome histórico para o Demônio ou o líder masculino de um coven.

HOMEN VERDE – GREEN MAN


1) Máscaras de foliões ou tipos pagãos entalhados nas igrejas da época pré-reforma. 2) Personagem
folclórico encenado por um homem coberto por folhagens verdes durante as diversões de May Day. 3)
Título tradicional para o deus bruxo em seu aspecto de verão, como o Senhor das Florestas Selvagens.

INCUBUS - O mesmo em inglês


Espírito masculino ou forma-pensamento de um predador sexual. Vampiro sexual.

INICIADO – INITIATE
Pessoa que passou por um ritual para partilhar de uma sociedade secreta, grupo ocultista ou um culto.

INVOCAÇÃO – INVOCATION
Uma oração ou pedido a uma deidade.
JANICOT
Nome medieval francês para o deus bruxo.

LEI TRÍPLICE DO RETORNO – THREEFOLD LAW OF RETURN


Uma crença moderna de que se você mandar uma energia negativa está retornará a você desdobrada em
três. Veja também em Wiccan Rede.

LIBAÇÃO – LIBATION
Fazer uma oferenda sacrificial de álcool ao espíritos, deuses ou fadas.

LICANTROPIA – LYCANTHROPY
Transformação de um ser humano em um lobisomem ou outro tipo de animal.

LIGA – GARTER
Uma pequena cinta tradicionalmente utilizada pela Alta-Sacerdotisa ou Dama na altura das coxas.

LINHAGEM – LINEAGE
A tradição que inicia uma pessoa e sua árvore familiar.

LIVRO DAS SOMBRAS – BOOK OF SHADOWS


Dentro da Wicca é um livro escrito à mão, sobre rituais, festivais sazonais e feitiços.

LIVRO NEGRO – BLACK BOOK


Grimório ou manual de artes mágicas na Bruxaria Tradicional

LÚCIFER – LUCIFER
O “Portador da Luz”, pode significar Vênus, “a estrela D’Alva”, ou ainda o deus bruxo em seu aspecto
solar.

MAGICK
Escrita arcaica para “magia” (magic), agora largamente utilizada para distanciar a Arte dos ilusionistas de
palco.

MAGO – MAGUS, MAGICIAN


Praticante do sexo masculino das Artes mágicas; Magus é a palavra arcaica para mago, o persa “magi”.

MALEFICA
A Arte mágica de amaldiçoar.

MANDRAKE
Planta narcótica usada para propósitos mágicos e psíquicos.

MANIFESTAÇÃO – MANIFESTATION
Aparição física de um espírito ou sombra.

MÃO DA GLÓRIA – HAND OF GLORY


Mão decepada de um criminoso usada para propósitos mágicos.

MARCA DO DIABO – DEVILS’S MARK, DIABLO STIGMATA


Tradicionalmente uma tatuagem ritualística feita sob indução.

MEDIDA – MEASURE
Corda utilizada durante a iniciação para medir o corpo do candidato. Sangue é retirado
do dedo e salpicado na corda. Era mantido nos velhos tempos, e podia ser usado para
“bind” ou “hex”.

MESTRE – MAGISTER, MAN IN BLACK


Magister é o nome em latim para a palavra Mestre. Título para o líder masculino de
um covine, como o representante do Deus Chifrudo. Man in Black (Homem de Preto) é um nome popular
para o mesmo título.

NECROMANCIA – NECROMANCY
Evocação dos mortos.

NEÓFITO – NEOPHYTE
Iniciante na Arte.

NIDING POLE - sem tradução para o português


Bastão com cabeça de cavalo, preparado magicamente, usado para banir e amaldiçoar.

NORTWAYS - sem tradução para o português


Sem tradução coerente para o português, este termo indica uma direção anti-horária.

NUDEZ RITUAL – SKYCLAD


Provavelmente Gardner emprestou esta prática do Tantra.

OBJETO DE PODER – POWER OBJECT


Qualquer objeto material carregado com energia mágica ou psíquica.

OLHO GORDO – EVIL EYE


A crença de que pessoas podem ferir, causar danos ou até mesmo matar alguém com um vislumbre ou um
olhar fixo.

ORÁCULO – ORACLE
Pessoa em um coven tradicional que trabalha com a vidência ou divinação.

OUTRO-MUNDO – OTHERWORLD
1) O mundo espiritual; 2) O Reino dos Arquétipos; 3) Elfane; 4) Realidades e dimensões alternativas; 5)
O mundo subterrâneo; 6) O inconsciente coletivo; 7) Aspectos de todos os outros já mencionados.

OVERLOOK - sem tradução para o português


Lançar “mal olhado” (evil eye).

PENDRAGON
Título cerimonial para o rei sagrado de Albion, casado com a deusa da terra.

PENTÁCULO – PENTACLE
Um disco de metal ou madeira representando o elemento terra.

PENTAGRAMA – PENTAGRAM
Estrela de cinco pontas representando os quatro elementos (fogo, terra, ar e água), mais o espírito.

PODEROSOS, OS – MIGHT ONES


1) Os Guardiões (Watchers); 2) Os ancestrais; 3) Guardiães elementais do Círculo; 4) A Companhia
Oculta.

PURIFICAÇÃO – PURIFICATION
Abençoar, colocar as impurezas e influências negativas para fora das pessoas e dos objetos.

QUADRANTES – QUARTERS
Os quatro quadrantes que formam o círculo.

QUE ASSIM SEJA – SO MOTE IT BE


Afirmação tradicional para se terminar um feitiço.

RAÇA ÉLFICA – ELVEN RACE


Híbrido humano-fada, descendentes do cruzamento entre os Watchers (guardiões, anjos caídos) e as
“filhas do homem”.
RAINHA DE ELFANE – QUEEN OF ELFANE
Nome tradicional para a deusa bruxa em seu aspecto fada.

RAINHA DO SABBAT – QUEEN OF THE SABBAT


Nome arcaico para a Senhora ou Donzela

REI SAGRADO – HOLLY KING


O Deus do ano que está por terminar, do Hallows até May Eve. Quando o ano está por começar a
denominação correta é Oak King, ou seja, de May Eve ao Hallows.

RUNAS - RUNES
Alfabeto escandinavo usado para propósitos mágicos ou qualquer outra forma de sigilos mágicos escritos.

SABÁ – SABBAT, SABBATH


Na Wicca são celebrações sazonais. São elas: Imbolc, Beltane, Lughnasadh e Samhain, mais os
equinócios de outono e primavera e os solstícios de inverno e verão. Na Bruxaria Tradicional os sabbats
são conhecidos como Candlemas Eve, May Eve, Lammas Eve, e Hallows Eve. Algumas vezes Yule,
Midsummer e a Twelfth Night também são celebradas.

SCRY - sem tradução para o português


Predizer o futuro através de uma bola de cristal, espelho mágico (Speculum), bacia com água ou tinta.

SEGUNDA VISÃO – SECOND SIGHT


Poderes psíquicos.

SEIDR - sem tradução para o português


Termo nórdico para uma forma de magick mais praticada pelos sacerdotes-videntes de Freya. Acredita-se
ser o protótipo da bruxaria medieval.

SENHOR – LORD
1) Tradicionalmente o deus bruxo; 2) Líder masculino do covine.

SENHORA – LADY
1) Tradicionalmente a deusa bruxa; 2) Líder feminina do covine.

SHIMMERING, SHAPESHIFTING ou SHAPECHANGING


Mudar de forma, tomar a forma de um animal.

SIGILO – SIGIL
Símbolo mágico, selo ou figura.

SOMBRA – SHADE
Espírito de um morto ligado à terra.

SPOOK - sem tradução para o português


1) Sombra ou fantasma; 2) Espírito da natureza; 3) Elemental.

SUBMUNDO, INFERNO - HOLLOW HILL


O termo em inglês é uma denominação tradicional.

SUCCUBUS - O mesmo em inglês


Espírito feminino ou forma-pensamento de uma predadora sexual. Vampira sexual.

TALISMÃ – TALISMAN
Objeto de poder mágico usado para atrair boa sorte e fortuna.
THEBAN
Alfabeto mágico medieval, supostamente inventado pelo Papa Honorius e nomeado da mesma forma que
a cidade egípcia (Tebas). Muito popular entre magistas modernos e bruxas.

TORRE DE OBSERVAÇÃO – WATCHTOWER


Um dos quatro quadrantes do círculo

TRADIÇÃO FAMILIAR – FAMILY TRADITION, FAMTRAD


Tradição de bruxos passada hereditariamente. O termo “famtrad” é um termo novo utilizado pelos bruxos
americanos.

TURÍBULO – THURIBLE
Acessório para se queimar incenso.

TUBAL CAIN
Deidade patrona dos ferreiros e dos cavalos. Nome tradicional para o deus bruxo como um avatar de
Lúcifer.

UNGUENTO – ANOINTING OIL


Óleos essenciais usados para purificação, bênçãos e curas.

UNGUENTO DO VÔO DAS BRUXAS – FLYING OITMENT


Também conhecido como “lifting balm” ou “sabbati unguenti”. Uma mistura de ervas narcóticas
utilizadas para facilitar a viagem espiritual, ou viagem astral.

VAMPIRO – VAMPIRE
1) Espírito ou sombra predadora; 2) Pessoa viva que drena a força vital de outros seres vivos, como por
exemplo o vampiro psíquico.

VELHAS LEIS – OLD LAWS, ARDAINS


Conjunto de leis e regulamentos antigos da Arte. Agora acredita-se que Gardner as inventou nos anos 50.

VIAGEM ASTRAL – ASTRAL TRAVEL


Projeção do corpo astral à viagens neste plano ou no plano espiritual. É também conhecida como “viagem
espiritual” e pelos parapsicólogos modernos como “visão remota”.

WARD - sem tradução para o português


1) Banir, assim como em “ward off”; 2) Proteger um lugar ou uma pessoa; 3) Guardião do círculo,
humano ou espírito

WARLOCK - sem tradução para o português


Sábio (cunning man) especializado em exorcismo e banimento de espíritos negativos.

WICCACRAEFTE - sem tradução para o português


Palavra do inglês antigo que significa Witchcraft

WICCAN REDE - sem tradução para o português


Estatuto ético moderno, provavelmente criado por Gerald Gardner

WIDDERSHINS
O contrário de deosil - mover-se no sentido contrário ao do relógio ou do sol ao redor do círculo.

WITCHES LADDER
Corda com nós, algumas vezes com contas, usada para feitiços ou como um rosário bruxo.

Fontes: The Encyclopedia of Witches and Witchraft Rosemary Ellen Guiley (Facts on File 1989),
The Encyclopedia of Modern Witchcraft and Neo-Paganism Shelley Rabinovitch and James Lewis
(Citatel Press USA 2002), An ABC of Witchcraft Doreen Valiente (Robert Hale 1973), Mastering
Witchcraft Paul Huson (Rupert Davies 1971), Light From The Shadows: A Mythos of Modern
Traditional Witchcraft Gwyn (Capall Bann 1999), The Witches Way Janet & Stewart Farrar
(Robert Hale 1984), What Witches Do Stewart Farrar (Robert Hale 1971), The Encyclopedia of
Witchcraft and Demonology R.H. Robbins (Spring Books USA 1959) e The Concise Dictionary of
English Etymology, Walter W. Skeat, Wordsworth Reference.
Imagens: birch tree, foto, Christian Ratsch, Witchcraft Medicine – Inner Traditions, Rochester,
Vermont. Liga, foto, A Witche’s Bible, Janet and Stewart Farrar. A deusa tríplice Hecate, Willian
Blake, 1795.