Você está na página 1de 7
Unidade III - Atividade Complementar TESTE: QUE TIPO DE LÍDER É VOCÊ? Cada pessoa tem

Unidade III - Atividade Complementar

TESTE: QUE TIPO DE LÍDER É VOCÊ?

Cada pessoa tem um estilo próprio de liderança. Descubra que tipo de líder você é e conheça melhor suas qualidades e fraquezas.

Para identificar seu estilo de liderança, responda as 12 perguntas abaixo. Em cada pergunta, dê um número de l a 5. O número 5 quer dizer que a resposta está mais próxima ao seu estilo e o número l, mais distante. Seja honesto e realista.

1. A coisa que mais me agrada na liderança é:

a. Sinceramente, não gosto de ser um líder. Não me sinto capaz.

b. Gosto de sentir que sou útil dentro das minhas limitações.

c. Gosto da ideia de estar fazendo minha parte para o trabalho da igreja e de saber que as pessoas gostam de mim.

d. Já que é o trabalho que o Senhor me deu, gosto da sensação de ter realizado alguma coisa.

e. Gosto de trabalhar com os outros membros da igreja para colaborar para a realização da missão da igreja.

2. Na área de evangelismo sinto que:

2. Na área de evangelismo sinto que: a. Levar pessoas a ser membros da igreja é

a. Levar pessoas a ser membros da igreja é algo que me satisfaz porque contribui para toda a igreja.

b. Participo porque outros acham que devo.

c. É uma tarefa que tem de ser feita constantemente. A vontade de Deus para todos os membros, independente de serem líderes ou não, é estarmos sempre evangelizando.

d. Acho que esta é uma tarefa para pessoas que têm este dom.

e. Eu mesmo faço evangelismo por que sou o líder e não poderia pedir que outros fizessem minha tarefa.

3. Quando preciso pedir dinheiro à comissão de finanças:

a. Peço a quantia que preciso para trabalhar e espero tudo que peço.

b. Peço o mínimo possível e gasto meu próprio dinheiro para o resto.

c. Peço o mesmo valor do ano passado e espero que me dêem um aumento porque estou fazendo um bom trabalho.

d. Faço um pedido razoável de acordo com as dimensões do projeto, mas fico aberto para os reajustes necessários, tendo sempre em mente o trabalho de toda a igreja.

e. Deixo tudo com a comissão e faço o possível com a quantia que resolvem me dar.

4. Em meu relacionamento com o grupo que lidero, considero-me:

a. Um ajudante.

b. Alguém que apóia as decisões do grupo.

c. Um membro da equipe.

d. Jogador e técnico ao mesmo tempo.

e. A autoridade.

5. Quando sou solicitado para assumir uma responsabilidade de liderança na igreja, minha reação é:

5. Quando sou solicitado para assumir uma responsabilidade de liderança na igreja, minha reação é:

a. Pedir a opinião de outros antes de tomar uma decisão.

b. Não aceitar ou resistir o máximo possível.

c. Primeiro me certificar de que realmente me querem naquela posição e depois verificar se me aceitarão.

d. Fazer uma avaliação dos meus dons, habilidades e talentos. Se achar que posso contribuir, aceito, se não, procuro uma outra área onde possa servir.

e. Verificar se é a vontade de Deus e aceitar com muito entusiasmo.

6. Não se pode separar liderança de conflitos. Quando enfrento conflitos:

a. Aproveito o conflito para aprender alguma coisa. Muitas vezes, o conflito é um sinal de que o grupo está realmente comprometido e interessado no que está realizando.

b. Deixo o próprio grupo resolver o conflito.

c. Ignoro o conflito, esperando que o problema se resolva por si só.

d. Faço todo o possível para resolver o conflito.

e. Enfrento o problema face a face e depois continuo trabalhando.

7. Reconhecer que sou um líder na igreja faz com que eu me sinta:

a. Necessário.

b. Amedrontado.

c. Poderoso.

d. Satisfeito.

e. Parte da organização.

8. Treinamento para líderes é:

a. Ótimo, se é isso que devo fazer.

para líderes é: a. Ótimo, se é isso que devo fazer. b. Uma oportunidade para crescer

b. Uma oportunidade para crescer e ser um bom líder.

c. Desnecessário. Se aceitei um cargo de liderança é porque já estou prepara¬do e sei o que devo fazer.

d. Útil. Posso ajudar outras pessoas.

e. Uma ameaça.

9. Como líder, muitas pessoas me procuram para conselhos. Minha atitude é:

a. Ajudar voluntariamente porque quase sempre posso fazê-lo de um modo ou de outro.

b. Aproveitar a oportunidade para dizer o que a pessoa deve fazer.

c. Não tenho um método; ajo de acordo com a pessoa e a situação.

d. Escutar e ajudar a pessoa a aceitar os conselhos dos outros.

e. Sinto-me retraído e incomodado quando as pessoas pedem meus conselhos.

10. Quando seleciono minha equipe de trabalho, procuro:

a. As pessoas mais disponíveis.

b. Pessoas amigáveis com quem me dou bem.

c. Pessoas que encaixam dentro da organização e aceitam minha direção.

d. Pessoas motivadas a trabalhar e com boa reputação.

e. Pessoas comprometidas, com interesse e vontade de aprender.

11. O método que uso para planejar é:

11. O método que uso para planejar é: a. Direcionado. Depois de uma reunião, cada pessoa

a. Direcionado. Depois de uma reunião, cada pessoa da equipe sabe o que deve fazer.

b. Cooperação. O que o grupo quer, eu tento fazer.

c. Ajudador. Tento fazer com que alcancemos os alvos da organização e realizemos os alvos pessoas da equipe.

d. Participação. A equipe diz o que pode fazer e eu tento trabalhar dentro disso.

e. Centralizado. Quando surgem coisas para serem feitas eu faço.

12. Meu relacionamento com a equipe é:

a. Caloroso e aberto. Somos irmãos em Cristo.

b. Distante e difícil.

c. Amigável, mas não profundo.

d. Firme, sem brincadeiras, mas seguro.

e. Super amigável e descontraído.

SOMANDO OS PONTOS

SOMANDO OS PONTOS Some seus pontos e verifique seu estilo de liderança. Em cada lacuna abaixo

Some seus pontos e verifique seu estilo de liderança. Em cada lacuna abaixo escreva o número que deu em resposta às perguntas. Depois, some os pontos de cada coluna.

 

Coluna 1

Coluna 2

Coluna 3

Coluna 4

Coluna 5

01.

D

B

A

C

E

02.

C

E

D

B

A

03.

A

B

E

C

D

04.

E

A

B

C

D

05.

E

C

B

A

D

06.

E

D

C

B

A

07.

C

A

B

E

D

08.

C

D

E

A

B

09.

B

A

E

D

C

10.

C

B

A

D

E

11.

A

D

E

B

C

12.

D

E

B

C

A

Total:

         

RESULTADOS

RESULTADOS A coluna com o total maior representa o seu estilo. A coluna com o menor

A coluna com o total maior representa o seu estilo. A coluna com o menor número de pontos representa que você está distante deste estilo de liderança. Vendo os totais, você pode verificar se tem um estilo pré-dominante ou vários estilos mesclados.

Coluna 1 - Representa o estilo autoritário. Este líder acha que tem a verdade espiritual para o grupo e que tem de dar contas a Deus e a mais ninguém. Ele quer fazer o trabalho o mais rápido e eficiente possível. Sua equipe precisa aceitar sua liderança e ser leal. Não aceita conflitos. Consegue muitas coisas e usa o método de preleção.

Coluna 2 - Representa o estilo submisso. Dá tudo e faz tudo. Nenhum detalhe é pequeno demais ou nenhum serviço é humilde demais para ele. Basta ser solicitado e ele está pronto a fazer. Tem medo de ser rejeitado e acredita que está agindo como Cristo. Faria qualquer coisa para evitar conflitos. Aceita a culpa para muitas coisas. Faz o trabalho dos outros, em vez de delegar.

Coluna 3 - Representa o estilo passivo. Tem muito medo de não ser capaz de fazer nada. Fica distante dos outros e se afasta do trabalho. Nega o conflito ou foge dele. Deixa as coisas acontecerem e espera que todo mundo faça a sua parte. Tem medo de errar.

Coluna 4 - Representa o estilo carismático (gosta de agradar o povo). Este líder usa autoridade e submissão dependendo dos desejos do povo. Procura saber o que seu grupo deseja, a fim de tornar-se popular. Acredita que pode descobrir a vontade de Deus escutando e fazendo o que seu grupo deseja. A aprovação de seu grupo é a primeira prioridade deste líder.

Coluna 5 - Representa o estilo seguro. Sabe encontrar o equilíbrio entre a autoridade e o serviço. Tem autoconfiança. Ele guia o grupo com autoridade, mas ao mesmo tempo prepara outros para liderar. Inclui outros no planejamento e na realização de projetos. Ajuda os outros a resolver conflitos com soluções positivas. Preocupa-se com as pessoas e com o trabalho.

• Extraído da Revista Líder Capaz, Ano IX, nº 35 Campinas : JUMOC, 1T1998, p.
• Extraído da Revista Líder Capaz, Ano IX, nº 35
Campinas : JUMOC, 1T1998, p. 5-8
Utilizado com permissão da Editora.