Você está na página 1de 46

Universidade Federal do Espírito Santo

Centro Tecnológico
Departamento de Engenharia
Patologia e Terapia das Construções

Patologia das Construções

Profa. Dra. Geilma Lima Vieira


geilma.vieira@gmail.com
BOAS VINDAS!!!!!
PATOLOGIA DAS
CONSTRUÇÕES
Apresentação da disciplina

Patologia e Terapia das Construções


 Introdução aos conceitos básicos e normalização
 Tipologia das construções
 Abordagem de um problema de patologia
 Causas do aparecimento de manifestações patológicas
 Ensaios complementares para formular um diagnóstico
 Metodologia para a elaboração de um laudo técnico
Apresentação da disciplina

Objetivos
Determinar as origens das falhas acometidas na
edificação, suas principais causas e propor
soluções adequadas
Introdução

 São direitos fundamentais do homem:


 À vida

 Ao trabalho

 À saúde

 À educação

 À HABITAÇÃO Edifícios

É um abrigo artificial construído pelo homem para o


desenvolvimento satisfatório de determinadas atividades:
moradias, indústrias, escritórios, hospitais, lazer, etc.
Introdução
satisfatório

 AVALIAÇÃO POR DESEMPENHO


 O edifício quando submetido às diversas condições de uso,
deve satisfazer as exigências de quem se destina (usuário)

Edifício e
suas partes
Exigências dos Condições de
usuários exposição

Comparar o desempenho
dos componentes do
edifício frente aos padrões
ESPECIFICAÇÃO DE
DESEMPENHO
Introdução
Comparar o desempenho dos componentes do
edifício frente aos padrões

QUANDO NÃO SE ALCANÇAM OS REQUISITOS DE


DESEMPENHO DEFINIDOS

FALHA NO SISTEMA

PROBLEMA

PATOLOGIA
Exigem reparos, reduzem a vida útil do prédio,
reduzem o conforto, provocam insalubridade,
insatisfação psicológica do usuário, insegurança
estrutural
Perguntas da disciplina

Por que as edificações sofrem deterioração?

Quais os motivos pelos quais as estruturas sofrem


degradação?

Como corrigir esses danos?


(PINI WEB, Abril, 2012)
Por que um prédio cai?

(DUTRA, janeiro, 2011)


Alexandria, Egito, 2012
Ponte Viana x Cariacica - ES

11/11/2011

Fachada caiu!
Ponte Viana x Cariacica - ES 11/11/2011
Ponte Viana x Cariacica - ES 11/11/2011
PORTO DO MUCURIPE- CE.
PORTO DO MUCURIPE- CE.
PORTO DO MUCURIPE- CE.
PORTO DO MUCURIPE- CE.
Usuários geralmente não sabem qual a gravidade
das falhas e tendem a pensar o pior
Introdução
Usuários geralmente não sabem qual a gravidade
das falhas e tendem a pensar o pior
DETERMINAR AS ORIGENS DAS FALHAS E SUA
SOLUÇÃO É PROBLEMA DA PATOLOGIA

PATOLOGIA: parte da medicina que estuda as doenças, suas origens,


sintomas e natureza.
SINTOMAS: é a manifestação patológica. É o fenômeno que revela uma lesão
DIAGNÓSTICO: é o entendimento das causas do problema
TERAPEUTICA: é o tratamento da doença
Patologia das Construções

Campo da Engenharia que estuda as causas do


aparecimento das lesões nas construções:

 Fissuras, trincas, deformações exageradas,


desprendimento de revestimentos, corrosão
de armaduras no concreto, desagregação do
concreto, calcinação do concreto, umidade,
salinidade, deterioração de materiais
cerâmicos, apodrecimento de madeiras,
mofos, fungos, etc.
Patologia das Construções

 Patologia das construções não é uma ciência


moderna;
 Desde que as primeiras edificações foram
construídas pelo homem primitivo a presença
de “enfermidades” ou problemas de
desempenho foram registradas;
 O código de Hamurabi (Mesopotâmia – 4000
anos), exemplo de preocupação com a
qualidade e desempenho das edificações
construídas.
Patologia das Construções
Código de Hamurabi: 1º Tratado de Patologia
(art 229 e 230)

a) Se um construtor faz uma casa para um


homem e não a faz firme e seu colapso causa
a morte do dono da casa, o construtor deverá
morrer;
b) Se causar a morte do filho do dono da casa, o
filho do construtor deverá morrer;
c) Se causar a morte de um escravo do
proprietário da casa, o construtor deverá dar
ao proprietário um escravo de igual valor
Patologia das Construções
Código de Hamurabi: 1º Tratado de Patologia
(art 229 e 230)

d) Se a propriedade for destruída ele deverá


restaurar o que foi destruído por sua própria
conta;
e) Se o construtor faz uma casa para um homem e
não a faz de acordo com as especificações e
uma parede desmorona, o construtor
reconstruirá a parede por sua conta
Legislação

 Decisão Normativa 069, que dispõe sobre a


aplicação de penalidades aos profissionais no
caso de comprovação da existência de erro
técnico por imperícia, imprudência e
negligência no exercício profissional
 Norma de 23 de março de 2001, elaborada no
Plenário do Conselho Federal de Engenharia,
Arquitetura e Agronomia (CONFEA), autarquia
federal criada com o objetivo de normalizar e
fiscalizar as profissões mencionadas.
Legislação

 Imperícia: a atuação do profissional que se incumbe


de atividades para as quais não possua
conhecimento técnico suficiente, mesmo tendo
legalmente tais atribuições.
 Imprudência: quando o profissional, mesmo
prevendo a possibilidade de consequências
negativas, não se preocupa em praticar determinado
ato ou atos.
 Negligência: atos ou atitudes de descuido ou
desleixo do profissional perante o contratante ou
terceiros. Principalmente aqueles relativos à não
participação efetiva na autoria do projeto.
GEYER e BRANDÃO (2007)
Origem dos danos

 Existem inúmeras estatísticas sobre a origem dos


danos nas construções, dependendo do local, dos
dados disponíveis e da confiabilidade dos
levantamentos

 Classificação apresentada pela Revista Construção, em


São Paulo
Origem dos danos (SP)
Influência do projeto na construção

Influência do projeto nas falhas das edificações: 15 estudos na Europa


(Calavera, 1991)

Alta influência Baixa influência Resultado


Pouca despesa Grande despesa
100%
Nível de Influência

85% do custo
Influência Despesa
é definido na
fase de projeto

0% Tempo
Concepção e Construção Utilização
Projeto
Subsídios para planejamento e
execução

 Elaboração do projeto arquitetônico e


demais projetos;
 Interação entre os sistemas:

Compatibilização de Projetos
Compatibilização de projetos

Arquitetônico

Estrutura
Instalações

Tratamento
Compatibilização de projetos

Auto CAD 2D
Compatibilização de projetos
Percepção tridimensional facilitada
Incompatibilização de projetos
Incompatibilização de projetos

Erros de projeto

Falta de dimensionamento 3D
Incompatibilização de projetos