Você está na página 1de 7

Massa básica de excelente qualidade

Salgados Assados
Tempo de Preparo: 140 minutos Rendimento: 25 porções
Ingredientes
• 400 ml de leite morno
• 1 kg de farinha de trigo
• 190 ml de óleo
• 3 ovos
• 5 colheres (sopa) de açúcar
• 1 colher (sopa) não muito cheia de sal
• 100 g de fermento fresco para pão
RECHEIO:
• carne moída, frango ou queijo e presunto (fica a seu critério)
• 3 gemas (para pincelar os Sagados: Esfihas, Enroladinhos, Americano...)
Modo de preparo:
1. Dissolva o fermento no leite morno em uma bacia
2. Junte os 3 ovos, o açúcar, o sal e o óleo
3. Abafe bem e aguarde até que se forme uma espuma igual à de sabão em

4. Depois de se criar essa espuma, misture tudo com uma colher de pau e
acrescente a farinha aos poucos, até dar ponto de sovar com as mãos (não
coloque farinha demais para não secar a massa; caso isso aconteça, será
preciso por um pouco mais de óleo)
5. Depois de sovada, descanse a massa cobrindo-a com um plástico e um
pano de prato por 30 a 45 minutos
6. Corte pedaços de massa e faça bolinhas com a mão em concha (vai dar
umas 25 bolinhas)
7. Abra com um rolo em formato redondo e acrescentar o recheio de sua
preferência
8. Deixe os Salgados crescer em um prazo de 30 minutos e depois leve ao
forno na temperatura 320°C
9. Não é necessário deixar que os salgados fiquem muito escuros no forno;
basta dourar de leve sobre as gemas
Pão Caseiro
Tempo de preparo: 80 mins
Tempo de Cozimento/Forno: 40 mins
Tempo Total: 1 hora e 20 mins
Porções: 3 pães médios

Ingredientes
• 3 ovos
• 400ml de leite morno
• 180ml de óleo
• 1 colher de sopa de sal
• 5 colheres de sobremesa de açúcar
• 1kg de farinha de trigo (aproximadamente)
• 45g de fermento biológico fresco ou 15g de fermento biológico seco
instantâneo

Modo de Preparo:
1. No liquidificador, coloque os ovos, o leite morno, o óleo, o açúcar e o
fermento biológico.
2. Bata até obter uma mistura homogênea e despeje em uma tigela
grande.
3. Adicione a farinha de trigo, aos poucos, até a massa desgrudar das mãos.
4. Acrescente o sal com um pouco de farinha de trigo.
5. Transfira a massa para uma superfície enfarinhada e sove-a até ela ficar
lisa e macia.
6. Deixe a massa descansar de 30 a 45 minutos.
7. Depois divida a massa em 3 partes iguais, abra cada uma das partes e
modele os pães.
8. Coloque-os em uma forma grande untada e enfarinhada e deixe crescer
até dobrarem de volume.
9. Leve para assar em forno médio preaquecido por cerca de 40 minutos.
10. Retire do forno, espere amornar e sirva em seguida.
7 erros comuns ao fazer Pão Caseiro

A arte de fazer pão fascina muitas pessoas: quem não gosta de acordar e tomar
café com aquele pão fresquinho, recém feito?
Sem data exata, o pão assado faz parte da nossa história, com indicações de sua
presença no antigo Egito, há mais de 9.000 atrás.
Se você está começando a assar seus primeiros pães caseiros, separamos 7 dicas
importantes para não perder sua massa e garantir o máximo de sabor na sua
próxima fornada.

1.Escolher o tipo de fermento errado


A primeira dúvida de um padeiro de primeira viagem é em relação ao fermento.
Existem receitas na internet que até recomendam o uso do fermento químico na
hora de assar seu pão. Atente-se: o fermento ideal para fazer seu pão caseiro é o
fermento biológico. Esse tipo de fermento contém fungos vivos (sim, vivos) que
agem na massa quando são ativados, fazendo com que ela cresça fora do forno.
Mas não se preocupe, os fungos são inofensivos e são eliminados quando o pão é
assado.Ainda em relação ao fermento, é possível escolher entre dois tipos de
fermento biológico: o seco e o fresco. O fermento fresco, normalmente
encontrado na forma de tabletes, possui maior umidade que o seco, mas tem a
durabilidade menor e é cerca de 60% menos efetivo. A única diferença prática é a
textura da massa. Ambos podem ser substituidos pelo outro na hora de fazer seu
pão, se atentando à quantidade necessária.
2. Misturar sal com o fermento biológico
Em algum ponto da receita do pão, é necessário adicionar sal para dar sabor e
balancear o açúcar na massa. O problema nesse caso é adicionar o sal antes de
ativar o fermento, pois o contato do sal com o fermento biológico mata os fungos,
fazendo com que seu pão não cresça.
Para evitar isso, sempre deixe para acrescentar o sal nas últimas etapas, antes de
sovar o pão.

3. Ativar o fermento em água muito quente


ou muito fria
Ainda relacionado aos fungos do fermento biológico, é necessário atentar-se à
temperatura da água ou do leite na hora de misturar os dois. Temperaturas muito
altas podem matar os fungos que ativam o crescimento do pão, e temperaturas
baixas ou geladas não irão ativar o crescimento, pois é necessário calor moderado
para que isso aconteça.
O ideal é sempre manter a água entre 40 e 42 graus. Se você não tiver um
termômetro para medir a temperatura, tente colocar dois dedos no líquido e ficar
por 5 segundos. Se você não conseguir, a água está quente demais, se sentir que
a agua está mais gelada do que seus dedos, é necessário esquentar mais. O ponto
ideal é levemente quente.
4. Não sovar a massa
Uma das partes mais importantes da preparação da massa do pão caseiro é a
sova. Sovar o pão faz toda a diferença na textura.
O principal erro é esquecer dessa etapa, apenas deixando a massa do pão crescer
ou sovar por pouco tempo.
Nossa recomendação é que você sove em uma superfície fria e plana por
aproximadamente 10 minutos, para uma massa de 1kg. Lembre-se de que,
quanto mais você sovar a massa, mais macio ele ficará. Uma dica é sovar a massa,
deixá-la descansar por 30 a 45 minutos e sová-la novamente, deixando um novo
período de sova. Usar mais farinha durante o processo ajuda a fazer com que a
massa não grude nos dedos, mas não exagere!

5. Adicionar mais fermento para a massa


crescer mais
Caso o seu pão não esteja crescendo o suficiente, você provavelmente está
errando algum ponto da receita. Adicionar mais fermento fará sim seu pão
crescer mais, mas estragará a textura e ele ficará muito mais amargo, já que
haverá muitos microorganismos para pouco alimento.
Geralmente, um envelope de fermento biológico seco de 10g é suficiente para
uma receita com 1kg de farinha. Já em relação ao fermento fresco, deve-se usar
cerca de 40g.
6. Deixar a massa descansar menos de 45
minutos
O processo de fazer o pão é lento. Para pães caseiros, o período de descansar
uma massa pode chegar a quase 2 horas, dependendo da qualidade do fermento
e do ambiente que a massa está parada.
Um bom exemplo é o pão italiano, que deve ser deixado no mínimo 6 horas
descansando para obter uma massa de qualidade.
Sempre verifique se a receita que você está seguindo informa o tempo de
descanso do pão que você quer fazer, pois é uma etapa essencial do processo.

7. Deixar o pão assando até dourar


Em muitas receitas vemos a indicação de apenas deixar o pão assando até ficar
com aspecto dourado, mas isso pode ser prejudicial para a massa e para o sabor.
Existem tipos de pães que devem ser cozinhados por tempo específico, removidos
do fornos e deixados para finalizar o cozimento por alguns minutos parados na
forma.
Retirar o pão apenas quando ele estiver dourado também pode significar deixar o
pão mais seco e duro.
Confirme o tempo e a temperatura necessária para o pão chegar à sua melhor
forma, e nunca aumente a temperatura para adiantar o cozimento, pois o pão
ficará cru no centro.

Assar pães é uma arte que, pouco a pouco, vem sido restaurada por ser fácil de
fazer com resultados muito rápidos. Devemos ter apenas paciência pois, apesar
de simples, assar seu pão caseiro leva tempo.

Interesses relacionados