Você está na página 1de 2

O Espírito Santo é o Mestre da Oração

"A oração faz crescer a amizade com Deus e com as pessoas"

Uma das maiores honras, alegrias, grandezas e riquezas do ser humano é poder relacionar-
se, é poder conversar com o Deus vivo.
Alguns consideram honra e privilégio poderem conversar com o Presidente da República.
Fotografam o acontecimento e o exibem até com vaidade. Uma das grandes alegrias de
minha vida foi poder conversar, por um breve minuto, com o Papa João Paulo II. Ver as
fotos renova as emoções daquele dia inesquecível.
Percebamos então a maravilha, a honra e a graça de podermos conversar, sempre que
quisermos, com o Deus vivo: com o Pai celeste, com Jesus ressuscitado, com o Espírito
Santo.

Orar é conversar com Deus

Toda conversa, toda fala com Deus é oração. Mas só é verdadeira oração aquela
comunicação escrita e lida, ou espontânea, que seja uma "conversa", uma forma de
comunicação com Deus. Só é verdadeira oração aquela prece que põe em contato o coração
humano com o coração de Deus. O Espírito Santo é mestre em ensinar, formar e educar
para melhor oração, aquela que seja comunicação com Deus.
Porque sabe quanto Deus ama o ser humano e quer perdoá-lo, libertá-lo, curá-lo, preenchê-
lo de bens, santificá-lo, realizá-lo e fazê-lo feliz, o Espírito Santo quer levar o ser humano a
escutar, a falar, a comunicar-se com o Deus vivo. É principalmente por meio desse
relacionamento que Deus realiza Sua obra no coração humano.
Também porque sabe quanto o ser humano é pobre, frágil, necessitado, enfermo e pecador,
que o Espírito Santo quer conduzi-lo a se relacionar com Deus. Ele sabe que só Deus tem
todas as soluções e respostas para todos os problemas humanos.
Diante desses dois porquês, o Espírito Santo quer ensinar o ser humano a elevar-se para
Deus, a comunicar-se com Deus, a orar a Deus, a ouvir e dar respostas a Deus. Numa
palavra: o Espírito Santo quer ensiná-lo a orar.

O Espírito Santo leva à Oração

Basta que a pessoa conheça e acolha o Espírito Santo como amigo, para que Ele se
manifeste e a induza à oração, à comunicação com Deus. O Espírito Santo pode até
manifestar-se com um dom infuso de oração. Isto é, pode conceder uma capacidade
imediata de abrir o coração e a boca e começar, imediatamente, a adorar, louvar, glorificar,
bendizer, agradecer, ou pedir perdão a Deus. Mesmo que a pessoa nunca o tenha feito antes.
O Espírito quer ensinar todas as melhores formas de oração: contemplação, meditação,
oração de quietude, escuta, adoração, louvor, ação de graças, salmodia, intercessão, oração
penitencial e outras. Pode até conceder o dom de orar numa linguagem ininteligível.
Mais do que ensinar, Ele pode conceder um dom imediato, pelo qual o coração passa a orar
por uma capacidade infusa.

"Espírito Santo, ensinai-me a orar! Ensinai-me a conversar com Deus! A ouvir o Deus
vivo! Ensinai-me a relacionar-me com o Deus da minha vida e do meu coração! Educai-me
para a melhor comunicação com Deus! Dai-me o dom da oração! Sede meu mestre de
oração. Amém!"
Pe. Alírio José Pedrini, scj. Autor de "Conversas sobre o Espírito Santo", pela Raboni Editora.

Fonte: Revista "Ir ao Povo" – Centro Dehoniano de Comunicação