Você está na página 1de 9

24/08/2018

Distúrbios do Desenvolvimento,
Crescimento e Diferenciação
Celulares
Distúrbios do Alterações do desenvolvimento

Desenvolvimento e Alterações do crescimento

Alterações da diferenciação
Diferenciação
Crescimento Celular
Causas: congênitas / adquiridas
Profª. Jaqueline Gleice Pato Geral - 2007/1

Distúrbios do Crescimento
Malformações Distúrbios do
Agenesia / aplasia / hipoplasia

Adaptações
Desenvolvimento e
Atrofia / Hipertrofia / Hiperplasia Crescimento Celular
Metaplasia / Displasia

Malformações
Neoplasia Pato Geral - 2007/1

Distúrbios do Crescimento Desenvolvimento Embrionário Normal


Blastocisto
Malformações Zigoto

Princípios de Embriogênese

Agenesia / aplasia Implantação


no
endométrio
Fecundação
Hipoplasia

Disgenesia

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

1
24/08/2018

Distúrbios do
Blastocisto
(totipotencial) Trofoblasto
(forma a placenta)
Desenvolvimento dos Órgãos

Disco embrionário Agenesia Ausência do órgão por ausência do


broto embrionário
Diferenciação

Aplasia Ausência do órgão e presença do


broto embrionário
Ectoderma Mesoderma Endoderma

Organização

Primórdios de órgãos (Brotos)

Crescimento e maturação

Órgão diferenciado
Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

Distúrbios do
Aplasia de Medula Óssea
Desenvolvimento dos Órgãos
Ausência total ou parcial do órgão.
Agenesia
 há somente um esboço embrionário
Aplasia de uma região ou órgão, sem o
 completo desenvolvimento destes
Órgão de tamanho menor que o
Hipoplasia normal
Aplasia de medula Órgão de tamanho e conformação
Disgenesia anormais

Atresia Ausência de um orifício natural

Tecido ou órgão se localiza em local


Ectopia não comumente observado.Exemplo:
Anemia e leucopenia Glândulas sebáceas na boca
Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

Aplasia Aplasia

Aplasia cutis

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

2
24/08/2018

Desenvolvimento Anormal dos Órgãos


Blastocisto
(totipotencial) Trofoblasto Células embrionárias primitivas
(ectoderma, mesoderma, endoderma)
(forma a placenta)

Primórdios de órgãos (Brotos)


Disco embrionário
Diferenciação Agenesia

Nº normal de divisões celulares no Nº anormal de divisões celulares no


desenvolvimento desenvolvimento
Ectoderma Mesoderma Endoderma
ou

Organização
Diferenciação normal Diferenciação anormal Diferenciação normal

Primórdios de órgãos (Brotos)

Crescimento e maturação
Aplasia
Órgão diferenciado Normal Disgenesia Hipoplasia
Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

Malformações Hipoplasia
Causas
Genéticas
 Hereditárias

Adquiridas
 Virais

 Ambientais  tóxicas

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

Hipoplasia
Distúrbios do
Desenvolvimento e
Crescimento Celular

Adaptações Celulares

Pato Geral - 2007/1

3
24/08/2018

Atrofia
Conceito
ATROFIA
Causas

Aspecto Tecido normal “Redução volumétrica de um


Macroscópico órgão ou tecido às custas da redução do
volume celular.”
Microscópico

Atrofia quantitativa Atrofia numérica

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

ATROFIAS 1. Diminuição da carga de trabalho


Causas: a) Aparelho gessado/tala = atrofia muscular
1. Diminuição da carga de trabalho (Menor estímulo circulatório = nutricional celular)
2. Perda da inervação
3. Diminuição do suprimento sangüíneo (isquemia)
2. Perda da inervação
4. Nutrição inadequada
- Na poliomielite = atrofia muscular
5. Perda da estimulação endócrina
- Neuropatia diabética (SN Simpático + vasculopatia
6. Envelhecimento
diabética = atrofia muscular
7. De compressão
Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

3. Diminuição do suprimento sangüíneo


(isquemia)
4) Nutrição inadequada
a) Redução do cérebro (aterosclerose carótida)
b) Redução do rim (aterosclerose de artérias
renais)
a) Menor oferta alimentar – atrofiam-se por
c) Redução da mucosa do colon (“colite inanição em ordem: tecido gorduroso,
isquêmica”) músculos, tecido linfóide, pele, glândulas, ossos,
pulmões, coração e cérebro.
* As artérias mesentéricas quando comprometidas
por aterosclerose severa, oferecem um fluxo
arterial menor levando a isquemia para a
mucosa com atrofia. b) Caquexia – emagrecimento no câncer
(discutido em neoplasias).
Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

4
24/08/2018

6) Atrofia senil –redução volumétrica orgânica (


cérebro, ossos, mucosas)
5) Perda da estimulação endócrina
a) Central (Hipofisária) – por
destruição parcial da hipófise – Causas: menor assimilação, redução da
atrofia dos órgãos alvo (tireóide, capacidade vital das células, acúmulo de
adrenais, ovários). catabólitos celulares.

b) Ovariana - atrofia de mamas,


útero, genitália externa.
Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

Atrofia
7) Compressão
Causa: compressão mecânica e vascular
sobre um tecido/órgão.
Ex.: Atrofia cerebral (hidrocefalia).
Cálculos na vesícula (atrofia da parede)
Fecaloma no cólon ( dilata e atrofia
a parede)

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

Atrofia Hipertrofia x Hiperplasia


Disuso: atrofia muscular do tipo II

Congênita: atrofia muscular do tipo II


Conceito

Causas

Tecido normal

Hipertrofia

Myosin ATPase, pH 9.4

Myosin ATPase, pH 9.4 Hipeplasia


Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

5
24/08/2018

Hipertrofia x Hiperplasia
HIPERTROFIA

Aspecto
Aumento do volume de um órgão ou
Macroscópico tecido às custas do aumento do
Microscópico volume celular.

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

a) Fisiológica: útero gravídico b) Patológicas (estímulo x resposta)

1. “Braço do ferreiro” = hipertrofia unilateral


= hipertrofia muscular (atletas)
Estrogeno DNA nuclear Maior 2. Hipertrofia cardíaca ventricular esquerda:
síntese protéica aumento do - na hipertensão arterial sistêmica –
volume celular
sobrecarga ventricular esquerda até 500g.

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

b) Patológicas (estímulo x resposta) b) Patológicas (estímulo x resposta)


3) Hipertrofia cardíaca ventricular direita:
5) Hipertrofia da parede do intestino – diante
- em doenças crônicas fibrosantes dos de um obstáculo mecânico (tumor).
pulmões
4) Hipertrofia da parede da bexiga (músculo
liso) por crescimento da próstata

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

6
24/08/2018

6) Hipertrofia compensadora - perda de


um rim ou testículo, o outro hipertrofia. HIPERPLASIA
Na hipertrofia:
Maior síntese formação de maior nº
protéica de organelas “Aumento do volume de um órgão ou
tecido às custas do aumento do
mais mitocondrias mais R.E.R
número de células.”

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

METAPLASIA
a) Fisiológica:
- mamas na lactação (multiplicação de ductos
e ácinos)
“Transformação de uma célula adulta
- útero gravídico (certo grau de multiplicação
em outra adulta de mesma
de musculatura lisa)
linhagem.”
b) Patológica: Exemplos:
- pólipos no útero (Tumores benignos) Significado:
- Hiperplasia da próstata (multiplicação de
glândulas e estroma) tecido epitelial ∴ tecido epitelial
- Gânglios linfáticos aumentados em zonas de tecido conjuntivo ∴ tecido conjuntivo
drenagem das inflamações, “ingua”.
Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

METAPLASIA
Hiperplasia
Exemplos:

a) Transformação do epitélio pseudo


estratificado ciliado brônquico para epitélio
escamoso (fumo).

b) Passagem de epitélio coliunar do colo do


útero para escamoso (em inflamações). Próstata normal - humano

Objetivos da Metaplasia
Hiperplasia prostática - humano

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

7
24/08/2018

Hiperplasia Hipertrofia

Hiperplasia prostática - humano


Normal Hipertrofia
Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

Hipertrofia x Hiperplasia
Metaplasia
Conceito

Causas

Aspecto
Macroscópico

Microscópico

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

Articulações Normais
Displasia
Conceito
Dis= distúrbio + plasia= formação

Geral

Patologia (histológico)

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

8
24/08/2018

Articulações Normais
Displasia - Patologia
Causas

Aspecto
Macroscópico

Microscópico

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1

Displasia
Aspecto
Microscópico
E vem aí...
Neoplasia!!!

Pato Geral - 2007/1 Pato Geral - 2007/1