Você está na página 1de 8

DIREÇÃO GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES - DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALENTEJO

135525 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRAIOLOS


ESCOLA BÁSICA DE 2º E 3º CICLOS COM SECUNDÁRIO CUNHA RIVARA DE ARRAIOLOS
________________________________________________________________________________________________

PLANIFICAÇÃO ANUAL PARA O 10º ANO DE GEOGRAFIA EM 2018-2019


TEMA APRENDIZAGENS ESSENCIAIS: CALENDÁRIO
ORGANIZADOR
I. CONHECIMENTOS: II. CAPACIDADES: III. ATITUDES:
Localizar e compreender os lugares e as regiões Problematizar e debater as inter-relações entre Comunicar e participar
fenómenos e espaços geográficos

MÓDULO INICIAL 1) Reconhecer a importância da localização na explicação 1º Período


geográfica, analisando informação representada em mapas
com diferentes escalas e sistemas de projeção.

DESCRITORES DO PERFIL DOS ALUNOS


POR ÁREAS DE COMPETÊNCIAS:
Contributo da Geografia para os princípios enunciados no Perfil dos Alunos:
(A) Linguagens e textos: Mobilizar diferentes fontes de informação geográfica na construção de respostas para os problemas investigados, incluindo mapas, diagramas, globos,
fotografia aérea e TIG (por exemplo Google Earth, Google Maps, Open Street Maps, GPS, SIG, Big Data, etc.).
(B) Informação e comunicação: Recolher, tratar e interpretar informação geográfica e mobilizar a mesma na construção de respostas para os problemas estudados. Representar
gráfica, cartográfica e estatisticamente a informação geográfica.
(C) Raciocínio e resolução de problemas: Representar gráfica, cartográfica e estatisticamente a informação geográfica, proveniente de trabalho de campo (observação direta) e
diferentes fontes documentais (observação indireta) e sua mobilização na elaboração de respostas para os problemas estudados.
(D) Pensamento crítico e pensamento criativo: Investigar problemas ambientais, ancorados em guiões de trabalho e questões geograficamente relevantes (o quê, onde, como,
porquê e para quê).
(F) Desenvolvimento pessoal e autonomia: Aplicar o conhecimento geográfico, o pensamento espacial e as metodologias de estudo do território, de forma criativa, em trabalho de
equipa, para argumentar, comunicar e intervir em problemas reais, a diferentes escalas.
(G) Bem-estar, saúde e ambiente: Aplicar o conhecimento geográfico, o pensamento espacial e as metodologias de estudo do território de forma criativa, em trabalho de equipa,
para argumentar, comunicar e intervir em problemas reais, a diferentes escalas.
(H) Sensibilidade estética e artística: Realizar projetos, identificando problemas e colocando questões-chave, geograficamente relevantes, a nível económico, político, cultural e
ambiental, a diferentes escalas.
(I) Saber científico, técnico e tecnológico: Identificar-se com o seu espaço de pertença, valorizando a diversidade de relações que as diferentes comunidades e culturas
estabelecem com os seus territórios, a várias escalas.

TEMA CONTEÚDOS AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO ORIENTADAS PARA O PERFIL CONCEITOS CALENDÁRIO
ORGANIZADOR DOS ALUNOS
(Objetivos Gerais)

MÓDULO INICIAL I- A posição de Portugal na Europa 1) Conhece a constituição das diferentes unidades territoriais portuguesas. Localização; 1º Período
e no mundo: 2) Conhece a posição de Portuga Continental e Insular na Europa e no Mundo. Escalas;
1. A constituição do território 3) Reconhece a importância da posição geográfica de Portugal. Distrito, Concelho, Freguesia, NUT,
4) Reconhece a importância da integração de Portugal no contexto da União Europeia. Região Autónoma;
nacional.
5) Reconhece a importância do espaço lusófono. Território;
2. A posição geográfica de Portugal 6) Reconhece a importância das relações privilegiadas de Portugal com as comunidades Cidadania;
Continental e Insular. portuguesas e com a CPLP. Espaço Lusófono, União Europeia,
3. A inserção de Portugal em 7) Reconhece a importância da integração de Portugal em várias organizações Mercado Comum, Moeda Única e Tratado
diferentes espaços. internacionais. de Maastricht.

Ano letivo de 2018/2019 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE GEOGRAFIA – 10º Ano 01


DIREÇÃO GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES - DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALENTEJO
135525 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRAIOLOS
ESCOLA BÁSICA DE 2º E 3º CICLOS COM SECUNDÁRIO CUNHA RIVARA DE ARRAIOLOS
________________________________________________________________________________________________

TEMA APRENDIZAGENS ESSENCIAIS: CALENDÁRIO


ORGANIZADOR
I. CONHECIMENTOS: II. CAPACIDADES: III. ATITUDES:
Localizar e compreender os lugares e as regiões Problematizar e debater as inter-relações entre Comunicar e participar
fenómenos e espaços geográficos

MÓDULO 1: 1) Comparar a evolução do comportamento de diferentes 1) Equacionar medidas concretas para minimizar o 1) Selecionar medidas para mitigar o 1º Período
variáveis demográficas, recolhendo e selecionando envelhecimento da população portuguesa. envelhecimento da população portuguesa e
A população utilizadora de informação estatística e apresentando conclusões. (MACS) as assimetrias demográficas do território
2) Reportar as assimetrias regionais na distribuição da português.
recursos e organizadora de
2) Identificar padrões de distribuição de variáveis população, aplicando o conceito de capacidade de carga
espaços demográficas e suas causas próximas, utilizando mapas a humana a nível local e regional.
diferentes escalas. (Art)

3) Explicar as assimetrias regionais na distribuição da


população portuguesa, evidenciando os fatores naturais e
humanos que as condicionam. (MACS) (Hist) (Bio/Geol)

4) Mobilizar as Tecnologias de Informação Geográfica –


Web SIG, Google Earth, GPS, Big Data - para localizar,
descrever e compreender os fenómenos demográficos.(TIC)

DESCRITORES DO PERFIL DOS ALUNOS


POR ÁREAS DE COMPETÊNCIAS:
Contributo da Geografia para os princípios enunciados no Perfil dos Alunos:
(A) Linguagens e textos: Mobilizar diferentes fontes de informação geográfica na construção de respostas para os problemas investigados, incluindo mapas, diagramas, globos,
fotografia aérea e TIG (por exemplo Google Earth, Google Maps, Open Street Maps, GPS, SIG, Big Data, etc.).
(B) Informação e comunicação: Recolher, tratar e interpretar informação geográfica e mobilizar a mesma na construção de respostas para os problemas estudados. Representar
gráfica, cartográfica e estatisticamente a informação geográfica.
(C) Raciocínio e resolução de problemas: Representar gráfica, cartográfica e estatisticamente a informação geográfica, proveniente de trabalho de campo (observação direta) e
diferentes fontes documentais (observação indireta) e sua mobilização na elaboração de respostas para os problemas estudados.
(D) Pensamento crítico e pensamento criativo: Investigar problemas ambientais, ancorados em guiões de trabalho e questões geograficamente relevantes (o quê, onde, como,
porquê e para quê).
(F) Desenvolvimento pessoal e autonomia: Aplicar o conhecimento geográfico, o pensamento espacial e as metodologias de estudo do território, de forma criativa, em trabalho de
equipa, para argumentar, comunicar e intervir em problemas reais, a diferentes escalas.
(G) Bem-estar, saúde e ambiente: Aplicar o conhecimento geográfico, o pensamento espacial e as metodologias de estudo do território de forma criativa, em trabalho de equipa,
para argumentar, comunicar e intervir em problemas reais, a diferentes escalas.
(H) Sensibilidade estética e artística: Realizar projetos, identificando problemas e colocando questões-chave, geograficamente relevantes, a nível económico, político, cultural e
ambiental, a diferentes escalas.
(I) Saber científico, técnico e tecnológico: Identificar-se com o seu espaço de pertença, valorizando a diversidade de relações que as diferentes comunidades e culturas
estabelecem com os seus territórios, a várias escalas.

Ano letivo de 2018/2019 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE GEOGRAFIA – 10º Ano 02


DIREÇÃO GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES - DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALENTEJO
135525 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRAIOLOS
ESCOLA BÁSICA DE 2º E 3º CICLOS COM SECUNDÁRIO CUNHA RIVARA DE ARRAIOLOS
________________________________________________________________________________________________

TEMA CONTEÚDOS AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO ORIENTADAS PARA O PERFIL CONCEITOS CALENDÁRIO
ORGANIZADOR DOS ALUNOS
(Objetivos Gerais)

MÓDULO 1: 1- Evolução e diferenças regionais 1) Relacionar a evolução da população portuguesa, na 2ª metade do séc. XX, com o Crescimento natural, 2º Período
da população na 2.ª metade do séc. comportamento das variáveis demográficas. Saldo migratório,
A população utilizadora de XX: Taxa de natalidade,
2) Relacionar a evolução da população portuguesa, na 2ª metade do séc. XX, com a Taxa de mortalidade,
recursos e organizadora de
mobilidade da população. Taxa de Mortalidade Infantil,
espaços 1) A evolução da população.
Esperança Média de Vida,
3) Explicar a variação do comportamento das variáveis demográficas. Crescimento efetivo,
2) As estruturas e comportamentos Estrutura etária,
sociodemográficos. 4) Caracterizar a estrutura etária da população portuguesa. Taxa de fecundidade,
2.1) Estrutura etária Índice de renovação de gerações,
2.2) Estrutura ativa 5) Explicar a desigual distribuição das variáveis demográficas no espaço português. Índice sintético de fecundidade,
2.3) Nível de instrução e qualificação Envelhecimento demográfico,
6) Equacionar as consequências dos principais problemas demográficos. Índice de dependência de idosos,
profissional
Índice de dependência de jovens,
7) Debater medidas passíveis de contribuir para a resolução dos problemas demográficos. Nível de qualificação profissional,
3) Os principais problemas Estrutura ativa,
sociodemográficos. 8) Reconhecer a importância do ordenamento do território na melhoria da qualidade de Desemprego,
3.1) Envelhecimento vida da população. Emprego temporário,
3.2) Declínio da fecundidade Taxa de alfabetização,
9) Refletir sobre medidas concretas de intervenção do PDM do concelho onde se situa a Taxa de desemprego,
3.3) Baixo nível educacional
escola. Tipos de emprego,
3.4) Falta de emprego
Desenvolvimento sustentável,
Qualidade de vida.
4) O rejuvenescimento e valorização
da população.
4.1) Incentivos à natalidade
4.2) Qualificação da mão-de-obra

2- A distribuição da população: 10) Relacionar a desigual distribuição espacial da população com fatores naturais. Êxodo rural,
Assimetrias regionais,
1) Condicionantes da distribuição 11) Relacionar a desigual distribuição espacial da população com fatores humanos. Capacidade de carga humana,
da população. Despovoamento,
1.1) Fatores humanos 12) Explicar os problemas na distribuição da população. Litoralização.
1.2) Fatores naturais
13) Debater medidas passíveis de atenuar as assimetrias regionais na distribuição espacial
da população.
2) Problemas na distribuição da
população.
2.1) Litoralização e despovoamento
do interior.

Ano letivo de 2018/2019 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE GEOGRAFIA – 10º Ano 03


DIREÇÃO GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES - DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALENTEJO
135525 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRAIOLOS
ESCOLA BÁSICA DE 2º E 3º CICLOS COM SECUNDÁRIO CUNHA RIVARA DE ARRAIOLOS
________________________________________________________________________________________________

APRENDIZAGENS ESSENCIAIS: CALENDÁRIO


I. CONHECIMENTOS: II. CAPACIDADES: III. ATITUDES:
TEMA Localizar e compreender os lugares e as regiões Problematizar e debater as inter-relações entre Comunicar e participar
ORGANIZADOR fenómenos e espaços geográficos

MÓDULO 2: 1) Relacionar a distribuição dos principais recursos do subsolo 1) Equacionar as potencialidades e limitações de 1) Construir um quadro de possibilidades 2º Período
com as principais unidades geomorfológicas. (Bio/Geol) exploração dos recursos do subsolo. (Bio/Geol) sobre a exploração sustentável dos recursos
Os recursos naturais de que naturais de Portugal – minerais, energéticos,
2) Comparar a distribuição dos principais recursos energéticos 2) Inferir o potencial de valorização económica da hídricos e marítimos, evidenciando reflexão
a população dispõe: usos,
e das redes de distribuição e consumo de energia com a radiação solar, apresentando exemplos dessas crítica e argumentação fundamentada.
limites e potencialidades radiação solar e os recursos do subsolo. (Bio/Geol) (FQ) possibilidades. (F/Q) (Port) (MACS) (Bio/Geol) (FQ) (TIC)

3) Descrever a distribuição geográfica e a variação anual da 3) Relacionar as disponibilidades hídricas com a


temperatura e da precipitação e relacioná-las com a circulação qualidade do abastecimento de água.
geral da atmosfera. (Port) (Bio/Geol) (FQ)
4) Discutir a situação atual da atividade piscatória.
4) Identificar a distribuição das principais bacias hidrográficas
e sua relação com as disponibilidades hídricas. 5) Equacionar a importância da ZEE, identificando
recursos e medidas de mitigação de problemas no
5) Relacionar as especificidades climáticas, as disponibilidades âmbito da sua gestão e controlo. (Bio/Geol)
hídricas e os regimes dos cursos de água das diferentes regiões
portuguesas, apresentando um quadro síntese para cada
região. (TIC)

6) Relacionar a posição geográfica dos principais portos


nacionais e a sua relação com a direção dos ventos, das
correntes marítimas, a linha de costa, e o relevo marinho.
(Bio/Geol)

7) Descrever os principais tipos de pesca, recolhendo e


selecionando informação estatística e apresentando conclusões.
(MACS) (TIC)

8) Relacionar a pressão sobre o litoral com a necessidade do


desenvolvimento sustentado das atividades de lazer e de
exploração da natureza, apresentando casos concretos
reportados em fontes diversas.

9) Mobilizar as Tecnologias de Informação Geográfica – Web


SIG, Google Earth, GPS, Big Data - para localizar, descrever e
compreender a exploração dos recursos naturais. (TIC)

DESCRITORES DO PERFIL DOS ALUNOS


POR ÁREAS DE COMPETÊNCIAS:
Contributo da Geografia para os princípios enunciados no Perfil dos Alunos:
(C) Raciocínio e resolução de problemas: Representar gráfica, cartográfica e estatisticamente a informação geográfica, proveniente de trabalho de campo (observação direta) e
diferentes fontes documentais (observação indireta) e sua mobilização na elaboração de respostas para os problemas estudados.
(D) Pensamento crítico e pensamento criativo: Investigar problemas ambientais, ancorados em guiões de trabalho e questões geograficamente relevantes (o quê, onde, como,
porquê e para quê).

Ano letivo de 2018/2019 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE GEOGRAFIA – 10º Ano 04


DIREÇÃO GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES - DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALENTEJO
135525 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRAIOLOS
ESCOLA BÁSICA DE 2º E 3º CICLOS COM SECUNDÁRIO CUNHA RIVARA DE ARRAIOLOS
________________________________________________________________________________________________

(E) Relacionamento interpessoal: Aplicar o conhecimento geográfico, o pensamento espacial e as metodologias de estudo do território, de forma criativa, em trabalho de equipa,
para argumentar, comunicar e intervir em problemas reais, a diferentes escalas. Pesquisar exemplos concretos de solidariedade territorial e sentido de pertença, numa perspetiva dos
ODS.
(F) Desenvolvimento pessoal e autonomia: Aplicar o conhecimento geográfico, o pensamento espacial e as metodologias de estudo do território, de forma criativa, em trabalho de
equipa, para argumentar, comunicar e intervir em problemas reais, a diferentes escalas.
(G) Bem-estar, saúde e ambiente: Aplicar o conhecimento geográfico, o pensamento espacial e as metodologias de estudo do território de forma criativa, em trabalho de equipa,
para argumentar, comunicar e intervir em problemas reais, a diferentes escalas.
(H) Sensibilidade estética e artística: Realizar projetos, identificando problemas e colocando questões-chave, geograficamente relevantes, a nível económico, político, cultural e
ambiental, a diferentes escalas.
(I) Saber científico, técnico e tecnológico: Identificar-se com o seu espaço de pertença, valorizando a diversidade de relações que as diferentes comunidades e culturas
estabelecem com os seus territórios, a várias escalas.

TEMA CONTEÚDOS AÇÕES ESTRATÉGICAS DE ENSINO ORIENTADAS PARA O PERFIL CONCEITOS CALENDÁRIO
ORGANIZADOR DOS ALUNOS
(Objetivos Gerais)

MÓDULO 2: 1- Os recursos do subsolo: 1) Conhecer a localização geográfica dos recursos de subsolo de maior valor económico. Jazida; 2º Período
Unidade geomorfológica;
Os recursos naturais de que 1) As áreas de exploração dos 2) Compreender as desigualdades na distribuição e consumo de energia. Águas minerais;
Águas termais;
a população dispõe: usos, recursos minerais.
3) Relacionar as desigualdades no consumo de energia com os níveis de desenvolvimento Recurso não renovável,
limites e potencialidades das regiões. Recurso renovável;
2) A exploração e distribuição dos Combustíveis fósseis;
recursos energéticos. 4) Compreender os principais condicionalismos na exploração dos recursos do subsolo. Energia geotérmica;
Mineral energético,
3) Os problemas na exploração dos 5) Explicar a dependência de Portugal relativamente aos recursos do subsolo, em particular Mineral metálico,
os energéticos. Mineral não metálico,
recursos do subsolo.
Rochas industriais,
3.1) Custos de exploração 6) Reconhecer os impactos ambientais da extração de minérios. Rochas ornamentais;
3.2) Dependência externa Turismo termal.
3.3) Impacto ambiental 7) Reconhecer a necessidade de valorizar os recursos endógenos.

4) Novas perspetivas de exploração 8) Reconhecer a importância das termas no desenvolvimento de actividades de turismo.
e utilização dos recursos do subsolo.
9) Equacionar as implicações financeiras e ambientais da introdução e/ou intensificação das
energias renováveis.

2- A radiação solar: 1) Relacionar a variação da radiação solar com o movimento de translação. Energia solar;
Insolação;
2) Explicar o papel da atmosfera na variação da radiação solar. Albedo;
1) A variabilidade da radiação solar
Temperatura média;
em Portugal Continental e Insular. 3) Explicar as diferenças de duração e intensidade da radiação solar no território nacional. Isotérmica;
1.1) Atmosfera e a radiação solar Amplitude térmica;
2.1) Variação ao longo do ano 4) Comparar o número de horas de sol descoberto em Portugal com outros países da Regime térmico;
2.3) Distribuição geográfica Europa. Encosta soalheira;
Encosta umbria;
5) Explicar os efeitos da topografia na radiação solar. Turismo balnear.
2) A distribuição da temperatura no
Ano letivo de 2018/2019 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE GEOGRAFIA – 10º Ano 05
DIREÇÃO GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES - DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALENTEJO
135525 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRAIOLOS
ESCOLA BÁSICA DE 2º E 3º CICLOS COM SECUNDÁRIO CUNHA RIVARA DE ARRAIOLOS
________________________________________________________________________________________________

território nacional. 6) Explicar a variação anual da temperatura em Portugal.


2.1) Contrastes estacionais 3º Período
2.2) Fatores de variação 7) Reconhecer a existência de condições de insolação favoráveis ao uso da energia solar.

8) Problematizar o uso da energia solar.


3) A valorização económica da
radiação solar. 9) Reconhecer a importância da duração da insolação na valorização turística do território
3.1) A energia solar nacional.
3.2) O turismo

3- Os recursos hídricos: 1) Conhecer a circulação geral da atmosfera na zona temperada do Hemisfério Norte. Massa de ar;
Isóbara;
1) A especificidade do clima 2) Relacionar a variabilidade da precipitação com a deslocação, em latitude, das cinturas de Depressão barométrica;
português. altas e baixas pressões. Anticiclone;
1.1) A estação seca estival Situação meteorológica;
1.2) A irregularidade sazonal e 3) Analisar as situações meteorológicas que mais frequentemente afetam o estado de tempo Relevo concordante/discordante;
em Portugal. Barreira de condensação;
interanual da precipitação
Precipitação convectiva,
4) Explicar os tipos de precipitação mais frequentes em Portugal. Precipitação frontal,
2) As disponibilidades hídricas. Precipitação orográfica;
2.1) Águas superficiais 5) Relacionar a variação da precipitação com a altitude e a disposição do relevo. Superfície frontal polar;
2.2) As águas subterrâneas Período seco estival;
6- Caracterizar o clima de Portugal Continental e Insular. Balanço hídrico;
Evapotranspiração (potencial e real);
3) A gestão dos recursos hídricos.
7) Relacionar as disponibilidades hídricas com a quantidade e o tipo de precipitação. Recurso hídrico;
Rede hidrográfica;
8) Caracterizar a rede hidrográfica. Bacia hidrográfica;
Escorrência;
9) Relacionar o regime dos cursos de água com a irregularidade da precipitação. Infiltração;
Toalha freática;
10) Conhecer os fatores que interferem na variação de caudal dos cursos de água. Permeabilidade;
Aquífero;
11) Conhecer os fatores que condicionam a produtividade aquífera. Produtividade aquífera;
Água residual;
12) Reconhecer que as atividades humanas interferem na quantidade e qualidade das águas. Água subterrânea;
Água superficial;
13) Inferir a necessidade de estabelecer acordos internacionais na gestão dos recursos Caudal;
hídricos. Regime fluvial;
Disponibilidade hídrica;
Albufeira;
Barragem;
Barragem de retenção versus barragem de
produção;
Energia hidroelétrica;
Energia hídrica;
Efluente;
Eutrofização;
Salinização.

Ano letivo de 2018/2019 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE GEOGRAFIA – 10º Ano 06


DIREÇÃO GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES - DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALENTEJO
135525 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRAIOLOS
ESCOLA BÁSICA DE 2º E 3º CICLOS COM SECUNDÁRIO CUNHA RIVARA DE ARRAIOLOS
________________________________________________________________________________________________

4- Os recursos marítimos: 1) Compreender a acção erosiva do mar sobre a linha de costa. Águas interiores, 3º Período
Águas territoriais,
2) Relacionar a localização dos portos com a direcção dos ventos, das correntes marítimas e Zona contígua,
1) As potencialidades do litoral.
a configuração da linha de costa. Zona Económica Exclusiva (ZEE),
1.1) A costa portuguesa Erosão marinha,
1.2) A plataforma continental 3) Relacionar as disponibilidades de recursos piscatórios da ZEE com a extensão da Abrasão marinha,
plataforma continental e com as correntes marítimas. Plataforma continental,
2) A atividade piscatória. Talude continental,
2.1) As principais áreas de pesca 4) Problematizar a aplicação da Política Comum das Pescas na actividade piscatória Praia,
2.2) As infra-estruturas portuárias e a portuguesa. Barra,
Ria,
frota
5) Compreender a importância dos acordos bilaterais na diversificação das áreas de pesca. Estuário,
2.3) A qualificação da mão-de-obra Corrente marítima,
6) Relacionar a extensão da ZEE com os problemas que se colocam à sua gestão e controlo. Deriva Norte-Sul,
3) A gestão do espaço marítimo. Energia das marés,
7) Equacionar medidas passíveis de potencializar o uso do espaço marítimo e das áreas Energia eólica,
4) A rentabilização do litoral e dos litorais. Maré negra,
recursos marítimos. Nortada,
8) Debater a importância do ordenamento das orlas costeiras. Recurso piscícola,
Tipos de pesca,
Quotas de pesca,
Upwelling,
Aquicultura,
Ordenamento da Orla Costeira.

DOMÍNIO DAS ATITUDES E VALORES

O “Domínio das Atitudes e valores” é um parâmetro não circunscrito ao “Programa Nacional de Geografia” homologado em 06/12/2001 mas regulado pelo documento “Orientações
Curriculares de Geografia” de 2001, e, pelos documentos “Projeto Educativo” e “Plano de Desenvolvimento Curricular” da Escola Secundária Cunha Rivara de Arraiolos.

Os alunos deverão evidenciar ao longo do ano as competências de:

A) Desenvolver a sensibilidade na perceção e na apropriação do espaço.

B) Demonstrar espírito de tolerância e capacidade de diálogo, aceitando as diferenças entre indivíduos e culturas.

C) Manifestar interesse pela cooperação com outros indivíduos ou grupos, como forma de melhorar a qualidade de vida.

D) Interessar-se pela preservação do património natural e cultural, contribuindo para o desenvolvimento harmoniosoda nossa comunidade.

Ano letivo de 2018/2019 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE GEOGRAFIA – 10º Ano 07


DIREÇÃO GERAL DOS ESTABELECIMENTOS ESCOLARES - DIREÇÃO DE SERVIÇOS DA REGIÃO ALENTEJO
135525 - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE ARRAIOLOS
ESCOLA BÁSICA DE 2º E 3º CICLOS COM SECUNDÁRIO CUNHA RIVARA DE ARRAIOLOS
________________________________________________________________________________________________

ORGANIZAÇÃO E LEITURA DA PLANIFICAÇÃO ANUAL PARA O 10º ANO DE GEOGRAFIA

1) A presente planificação segue o “Programa Nacional de Geografia” homologado em 06/12/2001. Considerando a evolução do nosso país nos ultimo anos, pressupomos que alguns itens
do programa elaborado em 2001 estão datados e carecem de actualização pelo que considera-se como referência na escala temporal “a 2ª metade do século XX e anos posteriores”.

2) A organização hierárquica desses conteúdos, que ditou a sequencialização dos TEMAS (módulos) e CONTEÚDOS; e a respectiva operacionalização através das AÇÕES
ESTRATÉGICAS DE ENSINO (objetivos gerais) encontram fundamento pedagógico nas correlativas 23 APRENDIZAGENS ESSENCIAIS.

3) A possibilidade de Articulação interdisciplinar é sugerida na lista de APRENDIZAGENS ESSENCIAIS.

4) O cumprimento integral da listagem de 23 APRENDIZAGENS ESSENCIAIS: CONHECIMENTOS, CAPACIDADES E ATITUDES para os 3 TEMAS (módulos) do
corrente ano e permite averiguar no término do ano letivo, o correcto cumprimento da planificação agora programada.

MODALIDADES E INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO

Modalidades: Avaliação de diagnóstico (no início do ano); Avaliação formative; Auto-avaliação; Avaliação sumativa

Instrumentos: Fichas de aplicação de conhecimentos; Trabalho individual de pesquisa, dentro e fora da sala de aula; Trabalho de pesquisa em grupo; Apresentação oral dos trabalhos
efetuados; Observação das atitudes e comportamentos (responsabilidade, autonomia, empenho, cumprimento de regras, assiduidade e pontualidade…)

POTENCIAL ARTICULAÇÃO INTERDISCIPLINAR

As Aprendizagens Essenciais propostas nesta planificação permitem justificar do ponto de vista metodológico e didáctico as potenciais articulações entre as diversas disciplinas do ensino
básico. Legenda: (Port) Português; (MACS) Matemática Aplicada às Ciências Sociais; (Hist) História; (Bio/Geol) Biologia/Geologia; (FQ) Físico-Química; (Art) Artes; (TIC) Aplicações
Informáticas

Ano letivo de 2018/2019 PLANIFICAÇÃO ANUAL DE GEOGRAFIA – 10º Ano 08