Você está na página 1de 109

Sermões sobre Efésios - Robert Morgan

Robert Morgan Sermon Intro - Introdução - Robert J Morgan é o pastor


de ensino na Donelson Fellowship em Nashville, Tennessee e é bem
conhecido por mensagens expositivas que são ricas em excelentes
ilustrações dos princípios bíblicos.

SENT, ANDAR E STAND


Efésios (Visão Geral)

Paulo, apóstolo de Cristo Jesus pela vontade de Deus, aos santos em Éfeso ...
( Efésios 1: 1 )
Esta manhã, gostaria de começar um estudo sobre o livro do Novo
Testamento, de Efésios. Eu não tinha a intenção de pregar esta queda desta
parte da Bíblia, mas no início deste ano, enquanto eu estava lendo através
de Efésios em minhas devoções diárias, fiquei tão impressionado com a
riqueza deste pequeno livro que eu queria compartilhar com você .
E "riqueza" é a palavra certa, porque Efésios é tudo sobre como somos ricos
em Cristo Jesus. Deixe-me mostrar alguns versos introdutórios:
Em (Cristo) temos a redenção pelo seu sangue, o perdão dos pecados, de
acordo com as riquezas da graça de Deus ... ( Ef 1.7 ).
Oro também para que os olhos de seu coração sejam iluminados a fim de
que você possa conhecer a esperança a que ele o chamou, as riquezas de sua
gloriosa herança nos santos ( Ef 1:18 ).
Mas por causa do Seu grande amor por nós, Deus, que é rico em
misericórdia, nos deu vida com Cristo ... ( Efésios 2: 4 ).
… Para que nos séculos vindouros possa mostrar as riquezas incomparáveis
de sua graça ( Ef 2: 7 ).
Embora eu seja menos do que o povo de Deus, essa graça me foi dada:
pregar aos gentios as insondáveis riquezas de Cristo ( Ef 3: 8 ).
Eu oro para que, de suas gloriosas riquezas, ele possa fortalecê-lo com
poder através de Seu Espírito em seu ser interior ( Ef 3:16 ).
Podemos dizer em termos gerais que os três primeiros capítulos de Efésios
tratam das nossas riquezas em Cristo. Essas bênçãos e riquezas são listadas,
catalogadas, descritas e impressas em nós. Então os três últimos capítulos
de Efésios tratam de como devemos nos conduzir neste mundo - nossas
responsabilidades e obrigações. As pessoas ricas tendem a agir de maneira
diferente das pessoas normais. Já que somos ricos em Cristo, devemos agir
de maneira diferente. Nosso comportamento é afetado. Nosso estilo de vida
e nossas escolhas morais e nossa conduta são diferentes. Nossas atitudes
são únicas no mundo, pois cumprimos nossos vários papéis como maridos e
esposas e pais e mães e empregadores e funcionários e membros da igreja.
Então você tem os grandes temas e estrutura geral para este 49º livro da
Bíblia: As riquezas e as responsabilidades do cristão, nossas riquezas sendo
listadas nos três primeiros capítulos e nossas responsabilidades sendo
descritas nos três últimos.
fundo
Agora, para realmente entender bem este livro, precisamos conhecer a
história por trás dele, então esta manhã eu gostaria de levá-lo a uma
pequena viagem para os tempos do Novo Testamento. Vamos viajar junto
com o apóstolo Paulo enquanto ele viaja através do livro de Atos,
começando com Atos 18 .
A última metade do livro de Atos se preocupa principalmente com três
grandes viagens de plantação de igrejas que o apóstolo Paulo fez em partes
do Império Romano. Aqui no capítulo 18, encontramos-o na Grécia, na
cidade de Corinto, que não está longe de Atenas. A última vez que estive em
Atenas, estava com uma excursão e passamos de Atenas a Corinto para ver
as ruínas daquela cidade antiga. Bem, se tivéssemos embarcado em um
barco em Atenas e navegado diretamente através do Mar Egeu, teríamos
desembarcado na Turquia, na moderna cidade de Izmir, que é muito
próxima das antigas ruínas de Éfeso.
Em Atos 18 , Paulo estava em seu segundo mandato missionário e estava
em Corinto; mas no verso 19 ele atravessou o mar Egeu e ancorou com dois
amigos. Sua visita inicial a Éfeso foi breve, mas importante.
Veja Atos 18: 18ff : Eles chegaram em Éfeso
Quem sao eles? Paulo estava viajando com um casal chamado Priscila e
Áquila. Este foi um dos casais mais inteligentes e mais doces de toda a
Bíblia. Eles haviam dedicado seu casamento a Cristo e eram grandes
evangelistas e professores da Bíblia. Eles eram uma equipe missionária,
marido e mulher. Então esses três, Paulo, Pricila e seu marido Áquila,
partiram de Corinto e ancoraram em Éfeso.
Que tipo de cidade era Éfeso? Era a capital romana desta parte do mundo e
uma das cinco maiores cidades da terra naquela época. Foi a porta de
entrada para a Ásia e a capital da Ásia Menor. Não era apenas um porto
marítimo movimentado, mas estava no cruzamento de várias rotas
comerciais importantes. Também ostentava uma das sete maravilhas do
mundo antigo, o templo da deusa Diana, também conhecido como
Ártemis. Então foi um grande centro político, comercial e religioso. E isso
era absolutamente pagão. Até onde sabemos, não havia um único cristão em
nenhum lugar em Éfeso.
Nesse movimentado porto, então, navegaram Paul, Pricilla e Áquila.
Agora, Paulo estava cansado e pronto para terminar sua segunda jornada
missionária. Ele queria voltar para sua igreja em Antioquia e relatar seu
progresso. Então ele fez apenas um pouco de evangelização na sinagoga
judaica, então ele partiu. Mas ele deixou para trás Pricilla e Aquila. Vamos
continuar lendo:
Eles chegaram em Éfeso, onde Paulo deixou Pricila e Áquila. Ele mesmo
entrou na sinagoga e argumentou com os judeus. Quando eles pediram a ele
para passar mais tempo com eles, ele recusou. Mas quando ele saiu, ele
prometeu: "Eu voltarei se for da vontade de Deus". Então ele partiu de
Éfeso.
Mas ele deixou para trás este casal extraordinário que começou a trabalhar
construindo pontes, estabelecendo contatos e estabelecendo as bases para
o plantio de uma igreja nesta grande cidade. Agora, outro personagem
interessante apareceu de repente em Éfeso. Continue lendo em Atos 18:
24ff :
Enquanto isso, um judeu chamado Apolo, natural de Alexandria (Egito),
veio a Éfeso. Ele era um homem instruído, com um conhecimento profundo
das Escrituras (ou seja, o Antigo Testamento). Ele havia sido instruído com
o caminho do Senhor e falava com grande fervor e ensinava a respeito de
Jesus com precisão, embora conhecesse apenas o batismo de João.
Em outras palavras, aqui estava um talentoso erudito do Antigo Testamento
de Alexandria, Egito, que era um professor poderoso e persuasivo da
Bíblia. Ele amava o Antigo Testamento e sabia sobre o ministério de João
Batista e sobre os primórdios do ministério de Cristo. Mas ele ainda não
tinha ouvido falar sobre tudo o que Jesus havia feito e dito em carne e
osso. Ele ainda não sabia sobre a crucificação e ressurreição de nosso
Senhor. Os evangelhos ainda não haviam sido escritos. A notícia ainda não
havia chegado a ele.
Ele começou a falar corajosamente na sinagoga. Quando Priscila e Áquila o
ouviram, eles o convidaram para sua casa e explicaram a ele o caminho de
Deus de maneira mais adequada.
No momento em que Apolo deixou Éfeso de navio, navegando através do
mar Egeu para Atenas e Corinto, ele era um missionário e um embaixador
de Cristo. Pouco depois, o apóstolo Paulo, tendo iniciado sua terceira
viagem missionária, chegou de volta à cidade. Veja o capítulo 19:
Enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo pegou a estrada pelo interior e
chegou a Éfeso. Lá ele encontrou alguns discípulos…
Em outras palavras, havia alguns judeus na sinagoga que agora acreditavam
que João Batista era um profeta e um precursor do Messias. Priscila e Áquila
estavam se arrastando e estabelecendo as bases como um time avançado
para Paul. Mas eles ainda não conseguiram levar muitas pessoas à fé em
Cristo. Seu trabalho tinha sido, como poderíamos dizer, pré-evangelístico.
Lá ele encontrou alguns discípulos e perguntou-lhes: "Você recebe o
Espírito Santo quando você acredita?" Eles responderam: "Não, nós nem
ouvimos falar que há um Espírito Santo". Então Paulo perguntou: "Então
que batismo você recebeu?" "O batismo de João", responderam eles. Paulo
disse: "O batismo de João foi um batismo de arrependimento. Ele disse ao
povo para crer naquele que vem depois dele, isto é, em Jesus". Ao ouvir isso,
eles foram batizados em nome do Senhor Jesus.
E esse é o começo da igreja em Éfeso. Quantos estavam lá? Cerca de uma
dúzia. Veja o versículo 7: Havia cerca de doze homens ao todo./
Agora, o restante de Atos 19 descreve um dos períodos mais profícuos do
ministério de Paulo. Ele ficou nesta cidade por mais de dois anos,
evangelizando e ensinando e estabelecendo a igreja. Conversos e
missionários saíram de Éfeso e evangelizaram toda a Ásia Menor. Foi uma
época de grande reavivamento. Veja o versículo 18: Muitos dos que creram
agora vieram e confessaram abertamente as suas más obras. Um número
que praticava feitiçaria reuniu seus pergaminhos e os queimou
publicamente. Quando calcularam o valor dos pergaminhos, o total chegou a
cinquenta mil dracmas. Desta forma, a palavra do Senhor se espalhou
amplamente e cresceu em poder.
Clint Morgan é nosso missionário na Costa do Marfim que trabalhou com a
tribo Lobi. Ele me disse que quando um Lobi vem a Cristo, muitas vezes ele
terá uma cerimônia na qual ele queima seus ídolos e seus fetiches, muito
parecido com o que Efésios fez aqui com seus materiais ocultos. Ao fazê-lo,
o homem de Lobi não apenas esclarece essas coisas de sua vida, mas
também dá testemunho público de que está, de uma vez por todas, se
afastando dessas coisas.
Eu acho que muitas vezes precisamos fazer algo parecido. Eu tive um jovem
há vários anos que veio a Cristo, mas ele nunca pareceu crescer no Senhor
como eu achava que deveria. Ao interrogá-lo, soube que ele ainda tinha uma
pilha de pornografia escondida debaixo da cama. Ele disse: "Eu não olhei
para isso desde que me tornei um cristão, mas eu não quero dar a outra
pessoa, porque isso não seria certo. Mas eu paguei muito dinheiro por isso,
e eu não quero apenas jogar fora ".
Eu disse a ele para fechar os olhos, juntá-lo em seus braços, enfiá-lo em
sacos de papel, levá-lo para o quintal, e queimá-lo como um ato de
arrependimento e adoração. Mas ele nunca fez. Às vezes, temos apenas que
nos livrar fisicamente das coisas que podem tirar nossas almas. E assim o
povo de Éfeso queimou seus materiais relativos à feitiçaria, e o resultado é
dado no versículo 20: Desta forma, a palavra do Senhor se espalhou
amplamente e cresceu em poder.
Quando levamos a sério a maneira de lidar com o pecado em nossas vidas, o
Senhor leva a sério o crescimento de Sua igreja.
Agora, como eu disse antes, Éfeso era um grande centro religioso, a casa do
magnífico templo de Diana, também conhecido como Ártemis. Muitas
pessoas ganharam a vida por causa disso. Os ourives e fabricantes de
santuários vendiam ídolos da deusa. E, por mais notável que pareça, muitas
pessoas nesta magnífica cidade começaram a se voltar para Cristo e a
economia foi afetada. Veja Atos 19:25 :
Por volta dessa época, surgiu uma grande perturbação no Caminho (isto é,
sobre o Caminho Cristão, sobre a presença do crescente número de cristãos
na cidade). Um ourives chamado Demetrius, que fez santuários de prata de
Artemis (ou Diana), não trouxe nenhum pequeno negócio para os
artesãos. Ele os chamou juntos, junto com os operários de ofícios
relacionados, e disse: "Homens, vocês sabem que recebemos uma boa renda
com esse negócio. E vocês veem e ouvem como esse companheiro Paulo
convenceu e desencadeou um grande número de pessoas aqui em Éfeso e
praticamente em toda a província da Ásia Ele diz que os deuses feitos pelo
homem não são deuses, há perigo não apenas de que nosso comércio perca
seu bom nome, mas também que o templo da grande deusa Ártemis seja
desacreditado … "
Demétrio conseguiu provocar um motim e provocar tal oposição a Paulo
que o apóstolo teve que abandonar a cidade de repente. O capítulo 20
começa: Quando o alvoroço terminou, Paulo mandou chamar os discípulos
e, depois de encorajá-los, despediu-se e partiu para a Macedônia.
Um pouco mais tarde, no capítulo 20, Paulo se aventurou naquela área
novamente, mas não entrou realmente em Éfeso. Em vez disso, ele enviou
uma mensagem para os líderes da igreja de Éfeso para encontrá-lo em uma
cidade a cerca de 30 quilômetros de distância. A última parte de Atos 20 é a
mensagem maravilhosa ou o sermão que o apóstolo Paulo deu àqueles
líderes da igreja de Éfeso.
Paulo então foi para Jerusalém, onde foi preso. Por dois anos ele
permaneceu em uma cela de prisão em Israel, na cidade de Cesaréia. Então,
no final do livro de Atos, ele foi transferido para Roma, onde viveu em
prisão domiciliar. Veja como o livro de Atos termina. O capítulo 28: 30-31
diz: Durante dois anos inteiros, Paulo ficou em sua própria casa alugada
(em Roma) e deu as boas-vindas a todos que vieram vê-lo. Corajosamente e
sem impedimentos, ele pregou o reino de Deus e ensinou sobre o Senhor
Jesus Cristo.
Foi durante esses dois anos no início dos anos 60 do primeiro século que ele
escreveu cartas para alguns dos cristãos que conhecera e para algumas das
igrejas que ele havia estabelecido anteriormente no livro de Atos. Foi nessa
época que Paulo escreveu a carta aos cristãos efésios, à igreja que ele havia
deixado na cidade de Éfeso. E esse é o pano de fundo deste livro.
Uma carta circular?
Mas agora eu quero mostrar outra coisa que é interessante sobre esta
epístola. Volte para Efésios 1: 1 : Paulo, um apóstolo de Cristo Jesus pela
vontade de Deus, para os santos que estão em Éfeso, os fiéis em Cristo Jesus.
Em alguns de nossos manuscritos mais antigos, a palavra Éfeso está
faltando. Eles são dirigidos aos santos em _______________. Você pode notar,
adicionalmente, que não há saudações pessoais nesta carta. Quando você lê
Romanos, por exemplo, quase todo o último capítulo é dedicado a Paulo
enviando saudações pessoais para seus amigos em Roma. Quando você lê o
livro de Colossenses, há saudações pessoais no final do livro. Mas não em
Efésios. Por que é que? Se Paulo passou de dois a três anos em Éfeso,
esperamos que ele tenha muitos amigos lá, mas por que ele não se refere a
eles?
E aqui está outra coisa. Esta é praticamente a única carta que temos de
Paulo que não trata de um problema específico. Muitas vezes, ele escreveu
para uma igreja ou para um indivíduo para discutir algum problema que
eles estavam tendo, mas não há nada assim no livro de Efésios.
Então, o que tudo isso significa? O livro de Efésios parece ter sido uma carta
circular, enviada à principal igreja da Ásia Menor - Éfeso - mas destinada a
circular entre todas as igrejas de toda a província. Esta foi a carta geral de
Paulo para todas as igrejas em que ele queria falar com eles em geral sobre
as riquezas e responsabilidades de ser um cristão.
Ou, em outras palavras, esta é a mensagem geral universal de Deus para a
Sua igreja em todos os lugares. É positivo em tom. É a mais rica e profunda
de todas as letras bíblicas. É a Sua mensagem para todos nós, dizendo-nos
em termos inequívocos quão ricos somos e as responsabilidades
resultantes que temos por causa dessa riqueza.
Esboço
Então, analisamos a mensagem básica e a estrutura do livro e em seu
histórico. Agora eu gostaria de concluir esta mensagem introdutória
compartilhando com vocês o melhor esboço de Efésios que eu já
encontrei. Na minha biblioteca há muitos comentários sobre o livro de
Efésios. O maior é de dois escritores puritanos do século XVII. São mais de
1500 páginas. Agora, o livro de Efésios tem apenas seis capítulos. Ele tem
pouco mais de 300 palavras e, na minha Bíblia, cobre apenas seis
páginas. Mas esse comentário é de mais de 1500 páginas em um volume. Eu
nunca li porque é muito pesado para levantar da prateleira.
De qualquer forma, tenho alguns comentários sobre Efésios. Mas um é meu
favorito e é muito curto. Sessenta e quatro páginas. Foi escrito por um
cristão chinês, Watchman Nee, no início deste século. Na verdade, foi
retirado como notas de suas palestras antes de ser preso e, eventualmente,
morto pelos comunistas chineses. Tem o direito de sentar, andar e ficar de
pé. E com essas três palavras, temos o esboço do livro de Efésios: Sente-se,
ande e fique em pé.
Eu já disse que o livro de Efésios se divide em duas seções. Os três
primeiros capítulos lidam com nossas riquezas como cristãos e os três
últimos lidam com nossas responsabilidades. Mas essa segunda seção pode
ser subdividida em uma longa seção que abrange os capítulos 4, 5 e a
primeira parte do capítulo 6; e uma segunda e mais curta seção que vai do
capítulo 6, verso 10, até o final do livro.
Então, para os propósitos de nossa série de sermões, vamos pensar nessas
três seções como compondo o esboço de Efésios.
Watchman Nee usa a palavra "Sit" para descrever a Seção 1 (Efésios 1-
3 ). Por quê? Veja Efésios 1:20 : Ele (Deus Pai) ressuscitou Cristo dos
mortos e assentou-O à sua direita nos reinos celestes, muito acima de todas
as regras e autoridade, poder e domínio, e todo título que pode ser dado,
não somente na era atual, mas também na que está por vir.
E Efésios 2: 6 : E Deus nos ressuscitou com Cristo e nos assentou com Ele
nos reinos celestes em Cristo Jesus.
Discutiremos mais tarde as implicações disso, mas, por agora, deixe-me
dizer que todo o tema de Efésios 1-3 é que estamos sentados com Cristo em
Seu trono nos reinos celestes. Watchman Nee diz: "A maioria dos cristãos
comete o erro de tentar andar para poder se sentar, mas isso é uma
reversão da verdadeira ordem ... O cristianismo não começa com um grande
DO, mas com um grande FEITO ... Nós somos convidados desde o início a
sentar e apreciar o que Deus fez por nós, não a tentar alcançá-lo por nós
mesmos ... O sentar é uma atitude de descanso ... Sentir-se é simplesmente
descansar todo o nosso peso. nossa carga, nós mesmos, nosso futuro, tudo -
sobre o Senhor ".
Quando recebemos Jesus Cristo como nosso Senhor e Salvador, nos
identificamos com Ele e Ele compartilha sua vida conosco. Há um sentido
em que estamos sentados com Cristo em Seu trono neste exato
momento. Essa é a nossa posição, e Paulo está fazendo o melhor que pode
para ajudar os efésios a perceber o quanto eles são ricos. Isso é Efésios,
capítulos um, dois e três.
Agora, quando nos voltamos para Efésios 4 , começamos uma nova
seção. Veja como isso começa: Como prisioneiro do Senhor, peço-lhe que
viva uma vida digna do chamado que recebeu. Paulo escreveu isso em
grego, e a palavra grega que ele usou é peripateo, para andar por aí. As
traduções mais antigas tornam isso mais literal: ande digno do chamado
que você recebeu.
Quando chegamos a Cristo, quando compartilhamos Sua riqueza, quando
estamos sentados com Ele, por assim dizer, nos lugares celestiais, não
podemos viver como quisermos. Nós apenas vivemos de forma diferente, e
os capítulos 4, 5 e a primeira parte do capítulo 6 nos dizem como a vida
deve ser vivida, como devemos andar. Esses capítulos lidam com a
caminhada diária do cristão.
Agora, volte para o capítulo seis e versículo 10: Por fim, seja forte no Senhor
e em Seu grande poder. Coloque a armadura completa de Deus para que
você possa tomar sua posição contra os esquemas do diabo…. Fique firme ...
fique ... Fique firme.
Os últimos parágrafos de Efésios nos dizem que temos um inimigo forte e
desonesto, o diabo, e devemos tomar uma firme posição contra ele.
Assim, no verão, a primeira parte do livro nos fala sobre nossa posição em
Cristo: estamos sentados com Ele, seguros Nele, enriquecidos por Aquele
que compartilha o Seu trono conosco. A segunda parte de Efésios nos fala
sobre nossa posição no mundo. Devemos andar por este mundo de uma
maneira digna de Cristo. E a última pequena seção de Efésios nos fala sobre
nossa atitude em relação ao inimigo. Devemos nos posicionar contra os
esquemas do diabo.
E assim é que a totalidade da vida cristã pode ser resumida naqueles três
pequenos verbos de uma sílaba que formam o esqueleto do livro de Efésios
e a espinha dorsal de nossa experiência diária: Sente-se, ande e fique em
pé.
Esses três verbos descrevem você? Você está sentado com Cristo nos
lugares celestiais? Você está andando de uma maneira digna do chamado
que recebeu? Você está tomando sua posição contra as ciladas do diabo?
Essas são as posturas do cristão, e é isso que Deus quer que você aprenda
com essa mais preciosa das letras bíblicas.

LUGARES CELESTIAIS
Efésios 1

Toda semana, recebemos catálogos pelo correio, cheios de fotos coloridas


de todos os tipos de coisas para comprar. À medida que o Natal se
aproxima, esses catálogos vêm pelo alqueire. Nós jogamos a maioria deles
no lixo, mas às vezes eu gosto de folhear, admirando os relógios e jóias, as
roupas, os móveis e todas as coisas adoráveis que alguém pode comprar se
tiver dinheiro suficiente. Antigamente, eles chamavam esses catálogos de
"Wish Books".
Bem, o primeiro capítulo de Efésios é um catálogo de nossas bênçãos em
Cristo. Não é um catálogo de coisas que podemos comprar, mas um catálogo
de todas as bênçãos que já temos se pertencemos a Cristo Jesus pela fé. O
apóstolo Paulo os inventa, lista-os para nós, descreve-os para nós, depois
ora para que nossos olhos se abram para que possamos ver quão ricos
realmente somos.
Veja este maravilhoso parágrafo que começa com Efésios 1: 3-14 :
Louvado seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou
nos reinos celestes com todas as bênçãos espirituais em Cristo. Pois Ele nos
escolheu Nele antes da criação do mundo para ser santo e inocente aos Seus
olhos. No amor Ele nos predestinou a sermos adotados como Seus filhos
através de Jesus Cristo, de acordo com o Seu prazer e vontade - para o
louvor da Sua gloriosa graça, que Ele nos deu livremente naquele que Ele
ama. Nele temos a redenção pelo Seu sangue, o perdão dos pecados, de
acordo com as riquezas da graça de Deus que Ele nos deu com toda a
sabedoria e compreensão. E ele nos deu a conhecer o mistério da sua
vontade, segundo a sua boa vontade, que ele propôs em Cristo.
Nele também fomos escolhidos, tendo sido predestinados de acordo com o
plano dAquele que realiza tudo de acordo com o propósito de Sua vontade,
a fim de que nós, que somos os primeiros a ter esperança em Cristo,
possamos ser para o louvor de Sua vontade. glória. E você também foi
incluído em Cristo quando ouviu a palavra da verdade, o evangelho da sua
salvação. Tendo acreditado que você estava marcado Nele com um selo, o
prometido Espírito Santo, que é um depósito que garante nossa herança até
a redenção daqueles que são posses de Deus - para o louvor de Sua graça
gloriosa.
Acredite ou não, esta é uma única longa divagação no grego. Nossas versões
em inglês o dividem para que não nos percamos tentando lê-lo, mas quando
Paul escreveu isso ele ficou tão entusiasmado com isso que ficou apenas
escrevendo, escrevendo e escrevendo. É a sentença mais longa da Bíblia.
O tema é encontrado na primeira e última frases do parágrafo. Começa:
Louvado seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, e termina no verso
14, dizendo: Para o louvor da Sua graça gloriosa.
Esta é uma grande doxologia de louvor, um levantar do coração e da mente
nos lugares celestiais, um hino ressonante dedicado ao grande Deus do
céu. Isto é como o hino de Fanny Crosby que diz:
Elogie-o! Elogie-o!
Jesus nosso abençoado Redentor!
Por nossos pecados Ele sofreu e sangrou e morreu;
Ele nossa Rocha, nossa esperança de salvação eterna,
Salve-o! Salve-o!
Jesus o crucificado.
Agora, nossa pergunta é: por que Paulo está louvando o Senhor tão
exuberantemente em Efésios 1: 3-14 ? Por que Ele viola todas as regras da
gramática ao escrever uma longa, incoerente e interminável frase dedicada
a louvar a Deus? Bem, ele está fazendo um inventário de nossas bênçãos em
Cristo. Ele está catalogando o quanto somos ricos em Jesus Cristo. E ele fica
tão empolgado com isso que continua e continua como se estivesse em um
arrebatamento de elogios.
Neste parágrafo, somos informados de que temos três grandes patronos,
três provedores, três pessoas muito ricas que estão abrindo seus cofres e
seus talões de cheque e que estão ricamente nos dotando de mais do que
podemos contar ou calcular. Em Efésios 1: 3-6 somos informados sobre o
que temos de Deus Pai. Em Efésios 1: 7-12, fale sobre o que temos de Deus
Filho. E Efésios 1: 13-14 fala sobre o que temos de Deus, o Espírito
Santo. Hoje vamos ver o primeiro deles, o que temos de Deus Pai.
Quem nos abençoou
Veja como começa o versículo 3: Louvado seja o Deus e Pai de nosso Senhor
Jesus Cristo, que nos abençoou.
Esta é uma palavra comum. No grego original, é eujlogevw, da qual obtemos
nossa palavra em inglês "elogio". É a combinação do prefixo euj, que
significa "bom", e legw, que significa falar uma palavra. Portanto, o termo
grego aqui significa literalmente "falar uma boa palavra para" ou "falar uma
boa palavra sobre". Quando damos o elogio em um funeral, deveríamos
estar dizendo algo legal sobre a pessoa no caixão.
Bem, às vezes esse termo significa abençoar, fazer um bom pronunciamento
sobre alguém. É assim que é usado aqui. Efésios 1: 3 diz: Louvado seja o
Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que nos abençoou ... Isto é, que
pronunciou bênçãos boas e intermináveis sobre o Seu povo.
Nos céus
Observe a seguinte frase:… quem nos abençoou nos reinos celestiais….
O grego diz:… quem nos abençoou nos lugares celestiais. O Rei Tiago torna
isso… nos lugares celestiais… e a NVI, nos reinos celestes. Esta é uma frase
característica que encontramos cinco vezes no livro de Efésios.
Efésios 1: 3 : Louvado seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que
nos abençoou nos reinos celestiais com todas as bênçãos espirituais em
Cristo.
Efésios 1:20 : ... que Ele exerceu em Cristo quando o ressuscitou dos mortos
e o assentou à sua direita nos reinos celestiais ...
Efésios 2: 6 : E Deus nos ressuscitou com Cristo e nos assentou com ele nos
reinos celestes em Cristo Jesus ...
Efésios 3:10 : Sua intenção era que agora, através da igreja, a multiforme
sabedoria de Deus deveria ser dada a conhecer aos governantes e
autoridades nos reinos celestes.
Efésios 6:12 : pois a nossa luta não é contra carne e sangue, mas contra os
governantes, contra as autoridades, contra os poderes deste mundo escuro
e contra as forças espirituais do mal nos reinos celestes.
Então, como definimos essa frase? Eu verifiquei todos os comentários que
tenho sobre Efésios, e ainda não estou satisfeito que eu entenda isso. Posso
dizer-lhes que, no mínimo, significa que quando chegamos a Jesus Cristo e O
recebemos como Senhor e Salvador, nos tornamos pessoas que não estão
apenas indo para o céu no futuro, mas que são cidadãos do reino celestial
agora, no presente. Filipenses 3:20 diz sobre os cristãos: Nossa cidadania
está no céu.
Quando missionários da América estão servindo no exterior, eles podem ter
um bebê nascido em um país estrangeiro. Às vezes, em alguns países, essa
criança tem automaticamente dupla cidadania. Ele é um cidadão americano,
mas também é cidadão do país em que nasceu. Sempre achei que seria legal
ter dupla cidadania, carregar dois passaportes ... Mas, pensando bem, tenho
dois passaportes. Eu sou cidadão da terra, mas também sou cidadão do céu.
Minha capital está no reino celestial. Meu Rei, Jesus Cristo, está sentado nos
reinos celestes. Meu nome é sobre a cidadania registra lá. E desses reinos
celestes vêm certos benefícios e prerrogativas, certas bênçãos.
Cada Bênção Espiritual
Quais? Quais bênçãos são minhas? Cada um deles. Continue lendo: Louvado
seja Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou nos reinos
celestiais com todas as bênçãos espirituais. Toda bênção que Deus tem para
oferecer é sua e minha em Cristo.
Havia um cavalheiro cristão que morava na Inglaterra chamado RC
Chapman. Algum tempo atrás, um amigo encontrou-o e perguntou-lhe como
ele estava se sentindo. Ele respondeu: "Estou sobrecarregado esta
manhã". Mas ele tinha um sorriso no rosto e parecia feliz, mesmo
exuberante. O amigo perguntou-lhe: "Você está realmente sobrecarregado,
Sr. Chapman?" "Sim", ele respondeu, "mas é um fardo maravilhoso". E então
ele citou um versículo da Escritura, Salmo 68:19 , que diz: Bendito seja o
Senhor, que diariamente nos carrega de benefícios (KJV).
O Salmo 68:19 e Efésios 1: 3 são versos paralelos:
Bendito seja o Senhor, que diariamente nos carrega de benefícios. Louvado
seja Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou nos reinos
celestiais com todas as bênçãos espirituais ...
Quais são essas bênçãos? Bem, isso é o que esta longa sentença, Efésios 1: 3-
14 , é tudo. Paulo vai listar algumas dessas bênçãos para nós nos próximos
versículos. Mas observe as duas últimas palavras do verso:
Em Cristo.
Este é o fruto da verdade, do qual toda a floresta de Efésios brota e
cresce. Esta frase em Cristo ou seu equivalente ocorre mais de dez vezes
nesta única frase desconexa. É encontrado 164 vezes em todos os escritos
de Paulo. TD Bernard, que escreveu um livrinho poderoso chamado O
Progresso da Doutrina no Novo Testamento, afirma que cada palavra que
Paulo escreveu - todos os seus sermões, todas as suas cartas - pode ser
resumida a essas duas palavras. É a essência da doutrina paulina. O
apóstolo nos diz:
• Deus estava reconciliando o mundo para Si mesmo em Cristo
• As Escrituras nos tornam sábios para a salvação pela fé em Cristo Jesus
• Se alguém estiver em Cristo, ele é uma nova criação
• Meu Deus suprirá todas as suas necessidades de acordo com Suas
riquezas em glória em Cristo Jesus
• Em tudo dai graças porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para
convosco.
• Seja forte na graça que está em Cristo
• Quando Jesus vier por conta própria, os mortos em Cristo ressuscitarão
primeiro
• Nada pode nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus nosso
Senhor
E aqui em Efésios 1: 3 nos é dito que fomos abençoados nos reinos celestiais
com todas as bênçãos espirituais em Cristo.
Se você não está em Cristo Jesus esta manhã, pense em tudo o que está
perdendo. Nele há cada bênção que você precisará na eternidade. Fora dele,
não há um deles. Nele somos salvos. Sem Ele estamos perdidos.
Agora, enquanto lemos, aprendemos porque Deus fez isso por nós.
Ele nos escolheu
Pois Ele nos escolheu Nele antes da criação do mundo ...
Este é um dos versos mais surpreendentes da Bíblia, pois nos diz que antes
mesmo de Deus criar o mundo, antes de projetar o Jardim do Éden, antes de
Adão e Eva serem criados, antes mesmo de pecarem, do mundo sombrio da
eternidade passada Deus te conhecia e Ele sabia o seu nome e Ele amava
você e Ele estava planejando para o dia em que você viria a Jesus Cristo e
compartilharia toda a riqueza do céu.
Pois Ele nos escolheu Nele antes da criação do mundo para ser santo e
inocente aos Seus olhos. No amor Ele nos predestinou a sermos adotados
como Seus filhos através de Jesus Cristo, de acordo com o Seu prazer e
vontade - para o louvor da Sua gloriosa graça, que Ele nos deu livremente
naquele que Ele ama.
Observe aquelas palavras calvinistas fortes: Escolhidas e predestinadas. O
mesmo vocabulário é usado em Efésios 1:11 :
Nele também fomos escolhidos, tendo sido predestinados de acordo com o
plano dAquele que executa tudo de acordo com o propósito de Sua vontade.
Isso nos diz que, de algum modo, Deus escolheu e predestinou aqueles que
seriam salvos. Não podemos contornar esse ensinamento, pois certamente
está lá. Ao mesmo tempo, a Bíblia nos convida continuamente a escolher a
Cristo como nosso Salvador. Josué pregou: Escolha você neste dia a quem
você servirá. Elias trovejou, quanto tempo você vai hesitar entre duas
opiniões. O apóstolo Paulo disse: peço-te em lugar de Cristo, reconcilia-te
com Deus. A Bíblia diz: Qualquer que quiser, venha.
Desde os dias de Agostinho, os teólogos têm argumentado, tentando
reconciliar a soberania de Deus com o livre arbítrio do homem. Li
recentemente um livro apresentando quatro visões diferentes sobre esse
assunto, e não gostei de nenhum deles.
Eu só acho que é um mistério que não vamos entender completamente até
chegarmos ao céu. Temos duas verdades que são apresentadas de maneira
paralela na Escritura: predestinação divina e liberdade humana. Nós não
podemos compreender como os dois se encaixam, mas apenas porque eles
parecem contraditórios para nós não significa que eles são contraditórios
para Deus. Imagine que eu tivesse um filho comigo na plataforma esta
manhã e perguntei o que aconteceria se eu estivesse no topo de uma
montanha e jogasse uma pedra da beira de um penhasco. Ele me dizia que a
rocha cairia e atingiria o fundo do desfiladeiro. Suponha que eu lhe
perguntasse o que aconteceria se um helicóptero decolasse daquele mesmo
cume da montanha. Ele dizia: "Subiria ao céu e voaria para longe".
Os dois parecem ser contraditórios. A lei da gravidade e a lei da
aerodinâmica parecem a uma criança leis contraditórias. Mas alguém mais
velho e mais sábio poderia explicar como os dois se encaixam.
A verdade da soberania divina e a verdade do livre-arbítrio humano
parecem ser contraditórias, mas creio que Deus em Sua sabedoria nos
explicará algum dia, mas podemos não compreendê-lo completamente até
que estejamos no céu. Pela própria natureza da definição da palavra Deus,
existem algumas coisas sobre Ele que estão além do escopo de nossa
compreensão finita. Ele diz: "Os meus caminhos não são os teus caminhos, e
os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, porque o céu está
acima da terra, assim são os meus caminhos mais elevados do que os vossos
caminhos e os meus pensamentos mais do que os vossos pensamentos"
( Isaías 55: 8-9 ).
Mas estou feliz por ambas as doutrinas. Eu preciso da verdade da soberania
de Deus. Alguém disse uma vez: quanto mais confiamos na soberania do
céu, menos tememos as calamidades da terra.
Eu concordo com João Calvino quando ele disse algo nesse sentido, que nos
preocuparíamos muito menos com os assuntos da vida se pensássemos
mais sobre a soberania de Deus. Suas palavras exatas foram: Quando a luz
da providência divina brilhou sobre um homem piedoso, ele é então
aliviado e libertado não apenas da extrema ansiedade e medo que o
pressionavam antes, mas de todo cuidado ... A ignorância da providência é a
miséria última; a mais alta benção está em saber disso ... (Dá) incrível
liberdade de se preocupar com o futuro.
No entanto, também preciso saber que não sou um mero robô pré-
programado, que posso escolher amar a Deus e fazer de Jesus Cristo o
Senhor da minha vida. Então, quando eu chego aos versos calvinistas da
Bíblia, eu sou um calvinista. Quando eu chego aos versos armênios na
Bíblia, sou um armênio. Eu não posso em minha mente fraca conciliar
adequadamente os dois, mas eu gosto do jeito que AW Tozer colocou em
seu pequeno livro, The Pursuit of God:
Deus não nos responsabilizará por compreender os mistérios da eleição,
predestinação e soberania divina. As melhores e mais seguras maneiras de
lidar com essas verdades é levantar os olhos para Deus e, em profunda
reverência, dizer: "Ó Senhor, tu sabes". Essas coisas pertencem ao profundo
e misterioso profundo da onisciência de Deus. Procurar neles pode fazer
teólogos, mas nunca fará santos.
Aqui em Efésios 1 , tudo é louvor, tudo é glória, tudo é alegria. Louvado seja
o Deus e pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou nos reinos
celestiais com todas as bênçãos espirituais em Cristo. Pois Ele nos escolheu
Nele antes da criação do mundo para ser santo e inocente aos Seus
olhos. No amor Ele nos predestinou para sermos adotados como Seus filhos
através de Jesus Cristo, de acordo com o Seu prazer e vontade, para o louvor
da Sua gloriosa graça.
E essa graça gloriosa pode alcançar qualquer um. Pode até chegar até você.
Recentemente, tive uma conversa telefônica com um homem em Atlanta
chamado Philip Bray, que pastoria uma igreja lá e supervisiona um
ministério para os desabrigados e para o centro da cidade de Atlanta. Ele
compartilhou comigo seu testemunho. Apesar de crescer em um
presbitério, filho de um pregador, Filipe se afastou da graça de Deus
durante seus anos mais jovens. "Comecei a beber e drogar", diz
ele. "Especialmente cocaína. Desenvolvi um hábito de mil dólares por dia, e
estava em péssimo estado. Me envolvi com o crime organizado para pagar
pelo meu hábito, e estava fazendo tudo, e estou falando de tudo. Eu não fiz
nada. Não vou de mal a pior, fui de mal a pior. "Então, uma noite, voltei para
casa apedrejada depois de uma festa e liguei a televisão. Lá estava meu
primo, Billy Watson, em um programa religioso. Eu não pude acreditar. Eu
idolatrei o Billy. Ele possuía cerca de cinquenta discotecas em todo o
país. Ele estava envolvido em muitas das coisas ruins, mas ele tinha muito
dinheiro e foi muito bem sucedido, muito poderoso, e eu o admirei por
causa disso. Ele sempre usava muitas jóias e era muito chamativo, um
homem muito orgulhoso. Mas eu pensei nele como a pessoa mais bem
sucedida que eu conhecia. "Bem, aqui estava ele na televisão, falando sobre
como Jesus Cristo mudou sua vida. Toda vez que eu o via, ele estava
chapado ou bêbado, mas aqui estava ele, sóbrio, compartilhando seu
testemunho. Eu estava curioso então eu escutei. Eu decidi que ele estava
enganando, apenas fazendo isso pelo dinheiro. ”Então eu descobri que Billy
estaria falando na igreja do meu pai no domingo seguinte à noite. Fiquei
furioso porque achei que ele estava apenas tentando tirar dinheiro da nossa
igreja. Philip, no entanto, decidiu comparecer naquela noite de domingo
para ouvir a apresentação de Billy. Philip ficou drogado quando se sentou
no banco de trás e ainda estava zangado, achando a prima insincera. Mas
quando Billy se levantou, ele mal podia falar por chorar. Ele dizia: "Certa
vez eu estava no cativeiro, mas agora estou livre. Tentei sair de drogas e
álcool sozinho, mas não consegui. Jesus é o único caminho para a
liberdade". Na fileira de trás, um sóbrio Philip ouviu atentamente. Sua raiva
se dissipou e a mensagem tomou conta de seu coração. "Eu levei-o para
cima", disse Philip. "Naquela noite, entreguei meu coração a Jesus e Jesus
me libertou." ele mal podia falar por chorar. Ele dizia: "Certa vez eu estava
no cativeiro, mas agora estou livre. Tentei sair de drogas e álcool sozinho,
mas não consegui. Jesus é o único caminho para a liberdade". Na fileira de
trás, um sóbrio Philip ouviu atentamente. Sua raiva se dissipou e a
mensagem tomou conta de seu coração. "Eu levei-o para cima", disse
Philip. "Naquela noite, entreguei meu coração a Jesus e Jesus me
libertou." ele mal podia falar por chorar. Ele dizia: "Certa vez eu estava no
cativeiro, mas agora estou livre. Tentei sair de drogas e álcool sozinho, mas
não consegui. Jesus é o único caminho para a liberdade". Na fileira de trás,
um sóbrio Philip ouviu atentamente. Sua raiva se dissipou e a mensagem
tomou conta de seu coração. "Eu levei-o para cima", disse Philip. "Naquela
noite, entreguei meu coração a Jesus e Jesus me libertou."
Isso é o que Deus Pai quer fazer por você e por mim. Há uma velha canção
que diz: "O que Ele fez pelos outros, Ele fará por você". Os quatro primeiros
versículos desta frase mais longa da Bíblia nos dizem o que Deus Pai quer
nos dar através de nosso Senhor Jesus Cristo, e é tudo para você, se você o
tiver. Se você receber isso:
Louvado seja o Deus e pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou
nos reinos celestiais com todas as bênçãos espirituais em Cristo. Pois Ele
nos escolheu Nele antes da criação do mundo para ser santo e inocente aos
Seus olhos. No amor Ele nos predestinou para sermos adotados como Seus
filhos através de Jesus Cristo, de acordo com o Seu prazer e vontade, para o
louvor da Sua gloriosa graça.

MARCADO COM UM SELO


Efésios 1: 13-14

Quando eu era mais jovem havia um programa de televisão chamado "Let's


Make a Deal", que tinha três portas, cada uma com algum tipo de tesouro
por trás, e o competidor tinha que escolher uma dessas três portas.
Bem, o apóstolo Paulo abre o livro de Efésios, capítulo 1, com uma frase
longa e ininterrupta (no original grego) que vai do versículo 3 ao versículo
14. Nesses versos, ele descreve três portas com todos os tipos de bênçãos
por trás delas. e o cristão tem acesso total a todas as três portas. Não
precisamos fazer nenhum acordo. Tudo nos é dado pela graça.
Nos versos 3-6, nos é dito do nosso tesouro de Deus Pai. Nos versos 7-12,
somos informados do que nos foi dado em Deus, o Filho. E hoje estamos
chegando à última parte deste parágrafo, versículos 13-14, em que abrimos
a porta para os tesouros que temos de Deus, o Espírito Santo. Diz:
3 Louvado seja Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou
nos reinos celestiais com todas as bênçãos espirituais em Cristo. 4 Porque
nos elegeu nele antes da criação do mundo, para sermos santos e
irrepreensíveis aos seus olhos. No amor, ele nos predestinou a ser adotado
como seus filhos por meio de Jesus Cristo, de acordo com seu prazer e sua
vontade - 6 para o louvor de sua gloriosa graça, que ele nos deu livremente
naquele que Ele ama. 7 Nele temos a redenção pelo seu sangue, o perdão
dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus 8, que ele nos
forneceu com toda a sabedoria e entendimento. 9 E ele nos fez saber o
mistério da sua vontade, segundo a sua boa vontade, a qual ele propôs em
Cristo, 10 para entrar em vigor quando os tempos tiverem alcançado o seu
cumprimento - para trazer todas as coisas no céu e na terra juntas sob uma
só cabeça, até mesmo a Cristo. 11 Nele fomos também escolhidos, tendo
sido predestinados de acordo com o plano daquele que executa tudo de
acordo com o propósito de sua vontade, 12 a fim de que nós, que fomos os
primeiros a ter esperança em Cristo, pudéssemos ser louvados. da sua
glória. 13 E você também foi incluído em Cristo quando ouviu a palavra da
verdade, o evangelho da sua salvação. Tendo acreditado, foste marcado nele
por um selo, o prometido Espírito Santo, 14 que é um depósito que garante
nossa herança até a redenção dos que são propriedade de Deus - para o
louvor de sua glória. tendo sido predestinado de acordo com o plano
daquele que executa tudo de acordo com o propósito de sua vontade, 12 a
fim de que nós, que fomos os primeiros a esperar em Cristo, pudéssemos
ser para o louvor de sua glória. 13 E você também foi incluído em Cristo
quando ouviu a palavra da verdade, o evangelho da sua salvação. Tendo
acreditado, foste marcado nele por um selo, o prometido Espírito Santo, 14
que é um depósito que garante nossa herança até a redenção dos que são
propriedade de Deus - para o louvor de sua glória. tendo sido predestinado
de acordo com o plano daquele que executa tudo de acordo com o propósito
de sua vontade, 12 a fim de que nós, que fomos os primeiros a esperar em
Cristo, pudéssemos ser para o louvor de sua glória. 13 E você também foi
incluído em Cristo quando ouviu a palavra da verdade, o evangelho da sua
salvação. Tendo acreditado, foste marcado nele por um selo, o prometido
Espírito Santo, 14 que é um depósito que garante nossa herança até a
redenção dos que são propriedade de Deus - para o louvor de sua glória.
Este último parágrafo é o nosso estudo de hoje, e começa com uma palavra
muito importante: incluído. Acontece com todos nós de uma vez ou outra,
que temos um amigo que planeja algo para o qual não somos
convidados. Ou descobrimos que alguns amigos se reuniram, mas não nos
disseram sobre isso. Ocasionalmente, todos nos sentimos excluídos.
Mas o Senhor Jesus nunca nos esquece. Quando ouvimos a palavra da
verdade, o evangelho da nossa salvação e cremos, estamos incluídos em
Cristo. E naquele momento, estamos marcados Nele com um selo, que é o
Espírito Santo prometido.
A palavra chave aqui é o termo aqui está marcado com um selo, ou selado
( sphragizo ). O selamento do Espírito Santo é uma doutrina negligenciada
hoje, mas é referido aqui e três vezes nas Escrituras:

 Efésios 4:30 : E não entristeçam o Santo Espírito de Deus, com quem


fostes selados para o dia da redenção.
 2 Coríntios 1: 12-22 : Agora é Deus quem nos faz e você permanece
firme em Cristo. Ele nos ungiu, estabeleceu seu selo de propriedade
sobre nós e colocou seu Espírito em nossos corações como um
depósito, garantindo o que está por vir.
 2 Coríntios 5: 5 : Agora é Deus quem nos fez para este propósito e nos
deu o Espírito como um depósito, garantindo o que está por vir.

O que significa - esse selamento do Espírito? Nos tempos bíblicos, as


pessoas usavam vários selos para autenticar documentos. Nós fazemos a
mesma coisa hoje. Algum tempo atrás eu precisava de um documento com
firma reconhecida, então eu levei para um cartório que testemunhou minha
assinatura, adicionei o seu, e ela pegou seu selo oficial e o imprimiu no
jornal, tornando o documento oficial e legal.
Em Jeremias 32 , o profeta Jeremias comprou um campo e os documentos
foram assinados e selados da mesma forma.
A Bíblia diz que a rainha Jezabel "escreveu cartas em nome de Acabe,
colocou seu selo nelas e as enviou aos anciãos e aos nobres".
O livro de Ester fala de um documento escrito em nome do próprio rei
Xerxes e selado com seu próprio anel.
Nem todo mundo poderia escrever, mas todo mundo poderia ter seu
próprio selo. Uma das histórias desagradáveis da Bíblia ocorreu em Gênesis
38 , quando Judá sucumbiu a uma mulher que ele pensava ser uma
prostituta. Ele queria dormir com ela e prometeu dar-lhe um cabrito em
pagamento. Ela disse: "Você vai me dar alguma coisa como uma promessa
até que você a envie?" E assim ele lhe deu seu selo e seu
cordão. Evidentemente, o selo foi usado em volta do pescoço ou talvez
amarrado ao cinto. Ele usou em documentos para autenticar sua identidade.
No Museu Israelita de Jerusalém, uma das exibições mais interessantes
envolve selos antigos que foram descobertos. Temos mais de 1200 selos
antigos dos tempos do Antigo Testamento, incluindo o selo real do próprio
rei Ezequias. (Aquele, infelizmente, não está no Museu de Israel, mas nas
mãos de um colecionador particular em Londres)
Vamos supor que tivéssemos uma carta que queríamos selar ou, nos tempos
bíblicos, um pergaminho. Nós posicionamos o papel e depois colocamos um
pouco de cera quente nele. Então, pegando nosso selo ou nosso anel de
sinete, nós o pressionávamos na cera quente, e a imagem permaneceria. O
documento não pode ser aberto sem quebrar o selo.
A Bíblia nos diz que quando recebemos Jesus Cristo como Salvador, Deus
faz algo que é semelhante a isso. Estamos marcados com um selo, o
prometido Espírito Santo.
O que isso significa? Existem quatro implicações.
Uma marca de propriedade
Primeiro, implica uma marca de propriedade. A cidade de Éfeso era uma
cidade portuária e eles negociavam extensivamente em madeira. Suponha
que eu quisesse comprar alguns logs. Eu subia para as florestas e
selecionava as árvores que queria. Eles seriam abatidos e marcados com o
meu selo. Então eles seriam empurrados pela calha até o rio para se juntar a
todos os outros troncos que haviam sido comprados por outros
comerciantes. Mas, no porto de Éfeso, eles seriam separados por sua
marca. Minha marca indicaria minha propriedade. Eu identificaria meus
logs pelo meu selo.
De maneira semelhante, a Bíblia ensina que durante o período da
Tribulação dos últimos dias, o Anticristo vai marcar aqueles que são seus
com algum tipo de sinal.
Bem, Efésios 1 nos diz que quando chegamos a Jesus Cristo, Deus nos
caracteriza com Seu selo - Seu Espírito Santo - indicando propriedade. Nós
não somos nossos, pois fomos comprados por um preço. Cristo nos
comprou com o Seu sangue.
Agora aqui estamos no planeta terra, misturados com bilhões de outros
seres humanos. Voamos nos mesmos aviões, comemos nos mesmos
restaurantes, trabalhamos nos mesmos empregos, frequentamos a escola
nas mesmas instituições. Mas temos um dono diferente e, portanto, um
modo de vida diferente e um destino diferente no final da vida.
Uma impressão de identidade
Em segundo lugar, nos tempos bíblicos, o selo era uma marca de
identidade. Todos tinham seu próprio selo, e o que quer que estivesse no
selo era um reflexo de sua identidade. Pode ser o nome da pessoa, ou suas
iniciais, ou talvez um símbolo que represente essa pessoa. O selo de
Ezequias, por exemplo, tem as palavras "Pertencendo a Ezequias, (filho de)
'Acaz, rei de Judá". Essas palavras formavam um círculo e dentro do círculo
havia uma imagem de besouro, com duas asas. (Evidentemente ele era um
fã de besouros.)
Mas cada selo era diferente e, quando esse selo era pressionado em argila
mole ou em cera, era uma marca de identidade.
Charles Wesley escreveu um dos nossos hinos de Natal favoritos e, como
seria de esperar de Wesley, contém muita teologia e verdade bíblica. O
verso quatro diz:
Vem, o desejo das nações, venha
Fixar em nós Tua casa humilde;
Levante-se, a mulher conquistando a Semente
Esmague em nós a cabeça da serpente.
A semelhança de Adão agora se desfaz,
Carimba Tua imagem em seu lugar:
Segundo Adão de cima,
Reinsta-nos em Teu amor.
Este é o papel do Espírito Santo em nossas vidas, para carimbar a imagem
de Cristo sobre o barro moldável do nosso coração. Há outro hino que diz:
Oh, ser como Tu, ó ser como o
abençoado Redentor, puro como Tu és,
Venha em Tua doçura, venha em Tua plenitude.
Selo Tua própria imagem no fundo do meu coração.
Quando somos selados com o Espírito Santo, é uma marca de identidade.
Um elo de segurança
Em terceiro lugar, é um laço de segurança. Não muito tempo atrás eu recebi
uma carta registrada no correio, contendo algumas informações
importantes. Ele havia sido lacrado e registrado nos Correios, e o carteiro
mandou-me assinar o meu selo antes de arrancá-lo e me entregar a
carta. Aquele selo era um laço de segurança.
Focas foram usadas assim na Bíblia. Em Daniel 6 , o profeta Daniel foi
jogado em um covil de leões. Daniel 6:17diz: "Uma pedra foi trazida e
colocada sobre a boca da cova, e o rei a selou com o seu próprio anel de
sinete e com os anéis dos seus nobres, para que a situação de Daniel não
fosse mudada."
A Bíblia diz que quando chegamos a Cristo, somos selados com o Espírito
Santo.
Nos Evangelhos, Pilatos autorizou os guardas romanos a selarem a tumba
de Jesus Cristo. AT Robertson diz que a vedação da pedra foi provavelmente
por um cordão esticado sobre a pedra e selada em cada
extremidade. Pilatos disse: "Faça o mais seguro possível".
A Bíblia diz que quando chegamos a Cristo, somos selados com o Espírito
Santo, e esse selamento implica segurança. Nossas raízes teológicas como
Batista Livre são arminianos, mas isso não nos deixa inseguros sobre nossa
salvação. De fato, o próprio Jacobus Arminius , quando perguntado sobre a
perseverança dos santos, disse: "Eu nunca ensinei que um verdadeiro
crente pode totalmente ou finalmente se afastar da fé e perecer, mas eu não
vou esconder que há passagens nas Escrituras". que me parecem usar esse
aspecto ".
Admitimos que há passagens na Bíblia que podem ser interpretadas para
ensinar a possibilidade de apostasia, mas declaramos em nosso tratado
denominacional: "Há fortes razões para a esperança de que o verdadeiro
regenerado persevere até o fim e seja salvo pelo poder. da graça divina ... "
Eu nunca me preocupo com minha segurança em Cristo. O apóstolo Paulo
escreveu: "Quem nos separará do amor de Cristo? Deve haver dificuldade,
perseguição, fome, nudez, perigo ou espada? ... Não, em todas estas coisas
somos mais do que conquistas através daquele que nos amou!" Nós fomos
marcados pelo Seu selo.
Um depósito de herança
Finalmente, o selo do Espírito Santo também serve como um depósito
garantindo nossa futura herança. Veja como é colocado aqui em Efésios 1 :
Tendo acreditado, você foi marcado Nele com um selo, o prometido Espírito
Santo, que é um depósito que garante nossa herança até a redenção
daqueles que são propriedade de Deus - para o louvor de Sua glória
Aqui a palavra "redenção" tem a ver com a nossa futura redenção da morte
e do inferno. Ele é usado para descrever o dia que virá em que seremos
ressuscitados para a vida eterna. Nossos maiores dias, como cristãos, estão
diante de nós. A Bíblia diz que os olhos não viram, nem ouviram os ouvidos,
o que Deus preparou para aqueles que O amam. Mas o Espírito Santo em
nossos corações é uma espécie de pagamento. O Espírito Santo nos traz
uma porção da vida celestial, uma porção da paz celestial, uma porção do
pensamento celestial, uma porção da vida celestial, e coloca isto em nossos
corações agora. Nós podemos experimentar o céu no caminho para o céu.
Eu li uma história há algum tempo sobre um homem muito rico que morreu,
deixando uma grande herança e um filho muito pequeno. Ele deixou tudo
para o menino, mas de acordo com as estipulações do testamento, o filho
não poderia reivindicar o controle total da herança até seu vigésimo
primeiro aniversário. Até então, porém, todas as suas necessidades deviam
ser satisfeitas e ele receberia uma generosa provisão que serviria como
uma prévia do valor total.
É muito parecido com isso com a gente. Somos herdeiros de Deus e co-
herdeiros com Cristo. Durante toda a eternidade, desfrutaremos a vida nos
novos céus e na nova terra, conforme descrito em Apocalipse 21 e 22. Não
mais problemas, dores, agravos ou doenças. Não há mais separações
lacrimosas, vexames emocionais ou disputadas eleições.
Mas até então podemos cantar:
Bendita segurança, Jesus é meu!
Oh, que antegozo da glória divina.
Essa antevisão é o Espírito Santo em nossos corações. O Espírito Santo nos
fortalece. Ele nos dá paz. Ele nos levanta. Ele nos lembra das Escrituras. Ele
traz à mente os versículos bíblicos exatamente como precisamos deles. Ele
nos dá poder para o ministério. Ele produz Seu fruto dentro de nós, pois o
fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, bondade, bondade,
gentileza, fidelidade e autocontrole. O Espírito Santo é o depósito de Deus
em nossos corações, garantindo nossa herança até o dia em que entrarmos
plenamente nela.
É uma marca de propriedade, um selo de impressão, um laço de segurança e
um depósito de herança. Isto é o que está por trás da porta número três - o
que temos do Espírito Santo.
E você também foi incluído em Cristo quando ouviu a palavra da verdade, o
evangelho da sua salvação. Tendo acreditado, você foi marcado Nele com
um selo, o prometido Espírito Santo, que é um depósito que garante nossa
herança até a redenção dos que são propriedade de Deus - para o louvor da
Sua glória.

AS RIQUEZAS DA GRAÇA DE DEUS


Efésios 1: 7-12
Suponho que a maioria de nós esteja presa nas agulhas das eleições de
terça-feira, e quero encorajar cada um de vocês, por mais inconveniente que
seja, a votar. Em uma audiência deste tamanho, há indubitavelmente
apoiadores de todos os candidatos à presidência, e eu nunca lhes diria como
votar. Encorajo-vos a estudar os registros dos candidatos no que se refere
às grandes questões morais e espirituais de nossos dias e a orar sobre
isso. Mas seja qual for a sua afiliação política, precisamos que os cristãos na
América votem. E então, tendo votado, precisamos nos lembrar dessa
declaração que é dada três vezes no capítulo quatro do livro de Daniel: "As
regras mais elevadas nos reinos dos homens".
Uma das coisas notáveis sobre esta eleição é que ela está ocorrendo em uma
época de prosperidade sem precedentes em nossa nação. Mais pessoas
investem no mercado de ações do que em qualquer outra época da
história. Recentemente, o mercado de ações oscilou por centenas de pontos
no dia-a-dia, e muitas pessoas ficam nervosas com seu investimento e seu
patrimônio líquido.
Todas as manhãs da edição do USA Today como uma seção especial
intitulada "Dinheiro". Todos os dias o Tennessean de Nashville tem uma
seção chamada "Negócios". Todos os dias a CNN tem um programa popular
chamado "Moneyline". Muitas pessoas se inscrevem na Money Magazine ou
em um dos outros periódicos que dão consultoria financeira. Se você tem
fundos mútuos ou investimentos de capital, você recebe relatórios
regulares informando como suas ações estão indo.
Bem, a Bíblia também tem uma seção especial nos contando sobre nossos
investimentos espirituais, sobre nossa riqueza espiritual e sobre nossos
bens e riquezas em Cristo. E essa seção é chamada de livro de
Efésios. Sempre que penso em Efésios, penso naquela velha canção que diz:
Quão rica sou desde que Jesus veio do meu caminho,
Resgatou minha vida e transformou minha noite em dia.
Quão rico, muito rico eu sou.
Todas as coisas mudaram; meus olhos uma vez cegos agora veem
E toda a vida não é uma sinfonia.
Quão rico, muito rico eu sou.
Bem, nós começamos um estudo de Efésios para rever nossas riquezas em
Cristo, e nesta manhã eu gostaria de começar de onde parei na semana
passada. Então você viraria comigo por favor para Efésios, capítulo 1. Vou
levar apenas um minuto para revisar para termos o contexto, então vamos
ler o parágrafo que estamos chegando hoje.
No final do livro de Atos, o apóstolo Paulo estava em prisão domiciliar em
Roma. Alguns anos antes ele ajudou a estabelecer uma igreja na grande
cidade de Éfeso, a porta de entrada para a Ásia. Agora ele tinha esses
cristãos em sua mente, e então ele escreveu esta carta para eles. Ele não
estava lidando com nenhum problema particular na igreja. Ele só queria
encorajá-los e levá-los um pouco mais fundo em seus ensinamentos sobre a
vida de Cristo.
Meu esboço favorito para este livro de Efésios foi desenvolvido por um
cristão chinês, Watchman Nee, que o descreveu em três palavras: Sente-se,
ande e fique em pé. Os capítulos 1 a 3 falam sobre estarmos sentados com
Cristo nos lugares celestiais. Os capítulos 4, 5 e a primeira parte do capítulo
6 falam sobre nossa caminhada diária. E a última parte do capítulo 6 nos diz
para nos posicionarmos contra as ciladas de Satanás.
Então Efésios nos fala sobre nossa riqueza em Cristo, nossa caminhada no
mundo e nossa guerra com o diabo.
Na semana passada, lemos Efésios 1: 3-14 , e eu lhes disse que no grego essa
era uma longa e desmedida sentença. É uma lista ou um inventário de
nossas bênçãos de Deus. Paul começou a escrever e ficou tão empolgado
que nem conseguiu parar para respirar ou marcar um período. É uma
grande doxologia de louvor por tudo que temos do Deus Triúno.
Efésios 1: 3-6 nos diz o que temos de Deus Pai.
Efésios 1: 7-12 diz-nos o que temos de Deus Filho.
Efésios 1: 13-14 nos diz o que temos de Deus, o Espírito Santo
Na semana passada, vimos nossas bênçãos de Deus Pai: Louvado seja Deus
e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos abençoou nos reinos celestiais
com todas as bênçãos espirituais em Cristo.
Hoje queremos olhar para esse parágrafo do meio, e gostaria de mostrar-lhe
as bênçãos que temos através de Deus, o Filho. Assim, a leitura das
Escrituras de hoje é Efésios 1: 7-12 :
Nele temos a redenção pelo Seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo
com as riquezas da graça de Deus que Ele nos deu com toda a sabedoria e
compreensão. E Ele nos dá a conhecer o mistério de Sua vontade, de acordo
com Sua boa vontade, que Ele propôs em Cristo, para ser efetivado quando
os tempos tiverem alcançado seu cumprimento - para trazer todas as coisas
no céu e na terra juntas sob um só cabeça, até mesmo Cristo. Nele também
fomos escolhidos, tendo sido predestinados de acordo com o plano daquele
que executa tudo de acordo com o propósito de Sua vontade, a fim de que
nós, que fomos os primeiros a ter esperança em Cristo, pudéssemos ser
para o louvor de Sua vontade. glória.
Poderíamos passar um ano estudando esses versos, porque o vocabulário
que Paulo usa é tão rico. Eu mal posso pensar em outro lugar onde tantas
palavras teológicas pesadas e maravilhosamente poderosas sejam
agrupadas de maneira tão significativa. Mas, por causa do tempo, eu só
quero ser muito simples e resumir isso, mencionando quatro grandes áreas
de bênção descritas aqui; cada um é mais maravilhoso do que eu posso me
relacionar com você ou até mesmo me entender.
Ele redime nossas almas
Primeiro, Cristo nos dá redenção. Efésios 1: 7 diz: Nele temos a redenção
pelo seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça
de Deus, que Ele nos deu com toda a sabedoria e entendimento.
A redenção é um conceito do Antigo Testamento. A palavra grega que Paulo
usou aqui é apolutrosis . Ele vem do prefixo apo, que significa "de", e a
palavra-tronco lutron, que significa soltar. Significa soltar ou liberar. No
Antigo Testamento, se um homem se tornasse tão pobre que caíra na
escravidão por dívida, um parente próximo poderia se apresentar, pagar
suas dívidas e libertá-lo. O pobre homem seria redimido. A palavra é usada
de maneira semelhante no livro de Êxodo para descrever o desapego de
Deus aos israelitas da escravidão no Egito e libertá-los. Em Êxodo 6: 6 , o
Senhor lhes disse: Eu os redimirá com o braço estendido e com poderosas
ações de julgamento.
Mas nos livros de Jó e Salmos, essa palavra é usada no sentido de ser
redimida da morte e da decadência. Jó disse: "Eu sei que o meu Redentor
vive, e que ele permanecerá no último dia sobre a terra: E embora depois de
meus vermes de pele destruir este corpo, ainda na minha carne eu verei a
Deus" ( Jó 19:25 ).
Bem, o grande ensinamento do Novo Testamento envolve a identidade
desse Redentor. É Jesus Cristo. Nele temos a redenção pelo Seu sangue, o
perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus que Ele
nos deu com toda a sabedoria e compreensão.
Gálatas 3:13 : Cristo nos resgatou da maldição da lei, tornando-se uma
maldição para nós.
Eu cantarei do meu Redentor e do Seu maravilhoso amor por mim
Na cruz cruel que Ele sofreu, pagou o preço e me libertou.
Recentemente eu estava conversando com um homem chamado Philip
Bray, que supervisiona um ministério em Atlanta conhecido como
Safehouse. Ele ministra para todos os tipos de pessoas, para as pessoas de
rua, para os sem-teto, para aqueles que são apanhados em beber e drogar e
não podem se libertar. Safehouse cuida de entre 500 e 1000 pessoas todos
os dias. Perguntei a Philip sobre o começo de Safehouse, como ele havia
começado esse ministério.
Philip Bray cresceu em um presbitério, o filho de um pregador, mas se
envolveu em uma vida terrível de drogas, álcool e crime
organizado. Quando ele finalmente deu sua vida a Jesus em uma noite de
domingo na igreja de seu pai, ele tinha muito terreno para fazer as
pazes. Todos estavam felizes por ele, mas ninguém confiava nele o
suficiente para lhe dar um emprego. Mas o Senhor tinha um emprego para
ele, e um dia um amigo chamado Al Palmquist o desafiou a ir às ruas,
testemunhando prostitutas.
"Quando iniciei o Safehouse Outreach Ministries em Atlanta", Philip me
disse, "nosso foco principal era ganhar prostitutas para Cristo. Al me
desafiou a abordar prostitutas sobre o Senhor e compartilhar Cristo com
elas. Pedi-lhe que fosse comigo, mas ele tinha um avião para pegar. Então
chamei um amigo chamado Keith, um traficante de drogas que havia sido
salvo, e disse: "Vamos conversar com prostitutas sobre Jesus".
Keith disse: "Vou com uma condição, que trago minha arma". Naquela noite,
Philip e Keith (acompanhados por Smith & Wesson) vagaram pelas ruas,
procurando testemunhar, mas tendo pouco sucesso. As prostitutas
pensaram que eram loucas, e o desânimo começou a surgir.
"Keith", disse Philip, "não acho que sou chamado a um ministério de
rejeição. Por que não oramos por isso? Esquecemos de orar antes de
começarmos."
Então os dois homens deram as mãos na calçada e fizeram uma simples
oração, pedindo as bênçãos de Deus sobre seus esforços. Quando
terminaram, uma adolescente atravessou a rua de salto alto e um vestido
curto. Aproximando-se deles, ela disse: "Oi pessoal, o que está acontecendo?
"Eu acho que você está acontecendo", disseram eles. "Como é o negócio?"
"Não muito bom. Eu não acho que posso alimentar meu filho esta noite." Os
dois homens nunca haviam pensado em uma prostituta como mãe amorosa
e carinhosa, como alguém disposto a vender seu corpo para cuidar de seu
filho. Eles começaram a fazer perguntas.
"Vocês são policiais?" ela perguntou, enrijecendo.
"Não", disse Philip. "Nós apenas nos preocupamos com você."
"Ninguém se importa com ninguém aqui na rua."
"Certamente seus pais se importam com você."
"Deixe-me contar sobre meus pais", a garota disse amargamente. "Aos nove
anos, meu pai me pagou para pagar suas dívidas de pôquer. Aos doze anos,
eu estava grávida. Minha mãe me expulsou de casa e desde então eu tenho
tentado sobreviver para mim e meu filho. "
"Bem", disse Philip, "Deus se importa com você". E ele começou a
compartilhar as Escrituras com ela, contando sobre Cristo e lendo o Salmo
46 . "Somos apenas dois traficantes de drogas que se tornaram
revendedores de esperança", disseram eles. "Nós estávamos vagando por
aqui, e você cruzou o nosso caminho. Deus viu você e sua necessidade. Ele
enviou você para conversar conosco."
A menina, chorando agora, disse: "Eu apenas orei hoje ao Deus da minha
avó para enviar alguém para me ajudar. Eu sei que minha avó conhecia o
verdadeiro Deus, e eu disse a Deus se Ele não me ajudasse hoje, Eu ia matar
meu filho e eu hoje à noite. " Os dois homens oraram com a garota, levaram-
na a Cristo e a tiraram das ruas.
"Hoje, a Safehouse está atingindo 500 a 1000 pessoas por dia na área
urbana de Atlanta", disse Philip. "E tudo começou por causa dela."
Ela foi redimida, libertada, perdoada. Você pode não estar em sua situação,
mas talvez em seu próprio caminho e em sua própria vida você precisa ser
liberto, ser perdoado, ser redimido. Esta passagem diz: Nele temos a
redenção pelo Seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas
da graça de Deus que Ele nos deu com toda a sabedoria e entendimento.
Ele revela nosso futuro
A segunda grande bênção que temos em Cristo é a percepção do nosso
futuro. Veja o versículo 9: E Ele nos deu a conhecer o mistério de Sua
vontade, de acordo com Sua boa vontade, que Ele propôs em Cristo, para
ser efetivado quando os tempos tiverem alcançado seu cumprimento - para
trazer todas as coisas no céu e na terra juntos sob uma só cabeça, até
mesmo Cristo.
Em outras palavras, Paulo está nos dizendo que no futuro, no dia dos dias
em que o tempo será consumado na eternidade, a esfera celeste e a esfera
terrena se fundirão e se tornarão uma unidade.
Isto é descrito para nós em grande detalhe em Apocalipse 21 : Então eu vi
um novo céu e uma nova terra ...
Em outras palavras, após o arrebatamento da igreja, após a Grande
Tribulação, após a Segunda Vinda, após o reinado Milenar de Cristo, após os
julgamentos, no final da história, Deus vai reformar e renovar o
universo. Ele vai criar um novo céu, novas estrelas e novos cosmos e um
novo planeta Terra.
Muitos cristãos não percebem isso. A maioria dos cristãos pensa que vai
passar a eternidade no céu. O céu - o mais alto dos céus - é atualmente a sala
do trono de Deus. É a sede do seu poder. É onde Ele está sentado em Seu
trono com Cristo sentado à Sua direita. Não podemos ver, porque está
acima de nós e em uma dimensão espiritual. Mas quando nossos entes
queridos morrem em Cristo, eles vão estar com o Senhor no céu. A Bíblia
diz: Estar ausente do corpo é estar presente com o Senhor.
Mas no final dos tempos, Deus vai criar um novo universo e um novo
planeta Terra. Leia no verso 2: Eu vi a Cidade Santa, a nova Jerusalém,
descendo do céu de Deus preparada como uma noiva lindamente vestida
para o marido.
Em outras palavras, do mais alto dos céus virá uma nova cidade, a Nova
Jerusalém, a cidade que tem fundações cujo construtor e criador é
Deus. Essa cidade vai se deslocar do mais alto céu para a nova terra.
Às vezes vimos trabalhadores mudarem uma casa inteira. Eu não sei como
eles fazem isso, mas de alguma forma eles levantam uma casa, deslizam as
rodas embaixo dela e a movem para um novo local. Mas eu nunca vi isso
feito em uma cidade inteira. Mas isso não será problema para Deus. No final
dos tempos, Ele criará um novo universo e um novo planeta Terra, e a
cidade celestial da Nova Jerusalém descerá do mais alto céu até a terra
recriada.
Agora veja o versículo 3. Este é um dos versos mais extraordinários em toda
a Bíblia, no que me diz respeito: E ouvi uma voz alta do trono dizendo:
“Agora a morada de Deus é com os homens”.
Agora, Deus desocupou Seu lar celestial. Agora Deus se mudou. Ele se
mudou. Sua mudou seu endereço. Ele está movendo seu trono para um
novo local.
/ Agora a morada de Deus está comigo e ele viverá com eles. Eles serão o
Seu povo, e o próprio Deus estará com eles e será o seu Deus. Ele limpará
toda lágrima de seus olhos. Não haverá mais morte, luto, choro ou dor, pois
a velhice das coisas já passou.
/ Quando os tempos tiverem finalmente alcançado o seu cumprimento,
todas as coisas no céu e na terra se unirão sob uma única cabeça, mesmo
Cristo. Jesus Cristo nos dá essa informação antecipadamente para que não
nos preocupemos muito com quem ganha ou perde alguma eleição ou outra
ao longo do caminho. Nada vai mudar o plano de Deus para a eternidade.
Ele resolve nossos problemas
Então, Jesus redime nossas almas, Ele revela nosso futuro e, terceiro, Ele
resolve nossos problemas. Veja Efésios 1:11 : Nele fomos também
escolhidos tendo sido predestinados de acordo com o plano dAquele que
elabora tudo de acordo com o propósito da Sua vontade ...
Agora, há muito tempo, eu estava preocupado com algum problema ou
outro e, em minha leitura na Bíblia, cheguei a esse versículo. Veja essas
cinco palavras:
… Aquele que elabora tudo…
Esta é uma reformulação abrangente de Romanos 8:28 . Esse verso diz:
"E sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam o
Senhor".
Este versículo diz que Deus opera todas as coisas para que no final elas se
conformem à Sua vontade. Ele pode tomar qualquer situação em sua vida e
qualquer situação na história do mundo e resolvê-la. Nada escapa de seu
governo soberano. Isaac Watts disse:
Jesus reinará onde for o sol.
Suas sucessivas jornadas correm;
Seu reino se espalhou de costa a costa,
Até as luas devem aumentar e diminuir não mais.
Ele recebe nosso louvor
E isso nos leva à quarta coisa nesta passagem: Ele recebe nosso louvor. Veja
novamente o versículo 11: Nele também fomos escolhidos, tendo sido
predestinados de acordo com o desígnio Daquele que executa tudo de
acordo com o propósito de Sua vontade, a fim de que nós, que fomos os
primeiros a ter esperança em Cristo, seja para o louvor da sua glória.
Elogie-o! Elogie-o! Jesus nosso abençoado Redentor. Ele redime nossas
almas; Ele revela nosso futuro; Ele resolve nossos problemas; Ele recebe
nosso louvor. Quão ricos somos desde que Jesus veio em nossa direção.
Joy Christofferson me contou esta semana como sua família veio a
Cristo. Muitos anos atrás, quando eles frequentavam uma igreja liberal em
algum lugar, a irmã de Joy foi até o pastor e disse: "Eu fiz algumas coisas das
quais me sinto culpada e com vergonha. Preciso ser perdoada de meus
pecados. O que devo fazer?" Faz?" O pastor deu um tapinha nas costas dela
e disse: "Oh, Jean, você é uma garota tão boa. Você é uma das melhores
garotas que eu conheço. Não se preocupe com isso. Você não precisa ser
perdoado "
Mas ela se preocupou com isso. Mais tarde, foi a Chicago para a escola e,
enquanto lá ouvia o Evangelho e aprendeu que Jesus Cristo derramou Seu
sangue na cruz para redimi-la, perdoá-la e libertá-la. Ela encontrou Cristo
como seu Salvador e Senhor, e ela escreveu uma carta de volta para casa
contando sobre isso.
Joy disse que quando a família recebeu aquela carta, todos pensaram que
Jean havia caído em sua cadeira de balanço, mas gradualmente todos eles
reconheceram sua necessidade de um Salvador. Por fim, o testemunho e
testemunho de Jean foram os meios para toda a família vir a Cristo.
Agora e você? Você pode pensar em uma boa razão hoje para negligenciar
aquele que veio para redimir sua alma, para revelar seu futuro, para
resolver seus problemas e para receber seu louvor? Ele está esperando para
lhe oferecer as riquezas da Sua graça em Cristo Jesus nosso Senhor.

O TRABALHO DE SUA FORÇA PODEROSA


Efésios 1: 18-23

Algum tempo atrás eu descobri que se você quer orar efetivamente por
outra pessoa - por uma criança, um cônjuge ou um amigo - as orações mais
poderosas são aquelas encontradas na própria Bíblia. Há grande poder em
orar as próprias palavras da Escritura. E acredito que essa é uma das razões
pelas quais muitas das orações do apóstolo Paulo estão registradas. Ele
sabia exatamente o que orar.
Bem, hoje, em nosso estudo contínuo através do livro do Novo Testamento
de Efésios, estamos olhando para a oração de Paulo pelos efésios. O livro de
Efésios na verdade contém duas orações, uma no final do capítulo um e a
outra no final do capítulo três. Estamos no capítulo um hoje e o capítulo um
é muito simples. Deixe-me dar um esboço.
A primeira metade do capítulo é uma proclamação de nossas riquezas em
Cristo: Louvado seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que nos
abençoou nos reinos celestiais com todas as bênçãos espirituais em
Cristo. E então ele prossegue listando algumas dessas bênçãos. A última
metade do capítulo é uma oração que compreenderemos tudo, que
compreenderemos mais plenamente o quanto somos enriquecidos. Em seu
pequeno comentário sobre Efésios, Ruth Paxson escreveu: "Paulo, de uma
só vez, proclamou a maravilhosa mensagem da redenção de acordo com as
riquezas de Sua graça. Ele disse isto, agora ele deve orar por ela. " No
domingo passado, começamos a estudar essa oração. É uma das maiores
orações da Bíblia. Hoje eu gostaria que terminássemos nosso estudo,
começando com Efésios 1:18 :
Oro também para que os olhos de seu coração sejam iluminados a fim de
que você possa conhecer a esperança à qual ele o chamou, as riquezas de
sua gloriosa herança nos santos e seu incomparável poder para os que
crêem. Esse poder é como o trabalho de sua força poderosa, que ele exerceu
em Cristo quando Ele O ressuscitou dos mortos e O assentou à Sua mão
direita nos reinos celestes, muito acima de todas as regras e autoridade,
poder e domínio, e todo título que pode ser dada, não só na idade atual, mas
também na que está por vir. E Deus colocou todas as coisas sob Seus pés e O
designou para ser cabeça sobre tudo para a igreja, que é o Seu corpo, a
plenitude Daquele que enche tudo em todos os sentidos ( Ef 1: 18-23 )
Eu oro para que os olhos do seu coração sejam iluminados, Paulo ora, para
que você conheça três coisas:

 A esperança para a qual Ele te chamou


 As riquezas de sua gloriosa herança
 Seu poder incomparavelmente grande para nós que acreditamos

E então ele dedica o resto do capítulo a descrever o poder divino que está
disponível para nós crentes. Quando pensamos em poder, pensamos nos
cavalos de força incorporados no motor de um carro esportivo, ou
pensamos nos músculos de um competidor em um triatlo. Pensamos em
equipamentos militares, equipes da SWAT ou de pessoas em posições de
grande autoridade.
Mas uma das coisas que notamos quando lemos o livro de Efésios é o
número de vezes e os termos em que o poder, poder e autoridade são
transmitidos. Jim Weaver me emprestou um novo comentário sobre Efésios
dedicado a esse mesmo assunto. É intitulado "Poder e magia". Ainda não
tive tempo para estudá-lo, mas sua tese é que as pessoas a quem essa
epístola foi originalmente endereçada vieram a Cristo com base em magia,
superstição e influência demoníaca. Eles tinham sido seguidores da deusa
Diana. Muitos deles, após sua conversão, queimaram seus livros de
ocultismo e feitiçaria. Nós sabemos que de Atos 19. Como cristãos, eles
estavam agora enfrentando grande oposição espiritual. E assim Paulo
continua voltando, repetidamente, à verdadeira natureza do poder
espiritual. Não tenho tempo hoje para traçar esse tema durante todo o
caminho de Efésios, mas um dia em breve vou me sentar, ler o livro e
estudar todas as referências a poder, autoridade, poder e assim por diante.
Aqui em nosso texto hoje, Paulo está orando pelos Efésios, para que eles
entendam melhor o poder do Senhor: Eu oro para que os olhos de seu
coração sejam iluminados para que você possa saber ... Seu incomparável
poder para nós quem acredita.
Não é apenas o poder dele; é o Seu grande poder. Mas não é apenas o Seu
grande poder; é o Seu poder incomparavelmente grande.
Como é o poder de Deus? Às vezes, vislumbramos Seu poder na
natureza. Eu me lembro quando Victoria era uma criança pequena. Certa
noite tivemos uma terrível tempestade e parecia que a tempestade estava
em nossa casa. O trovão sacudiu as paredes. Ela estava apavorada. Mas
quando a tempestade passou, eu a peguei com força em meus braços e saí
para a varanda. Enquanto eu a segurava, nós olhamos para o raio, ainda
piscando à distância. Ouvimos o trovão, ainda estrondoso. E eu conversei
com ela sobre o poder de Deus que foi capaz de acordar todos em Nashville
- todos um milhão de nós - na calada da noite com um incrível trovão.
Agora isso é poder.
Ó Senhor, meu Deus, quando eu estiver maravilhado,
considere todo o mundo que Tuas mãos fizeram.
Eu vejo as estrelas; Eu ouço o trovão,
Teu poder em todo o universo exibido.
Nós temos um hino que diz:
Eu canto o poderoso poder de Deus que fez as montanhas se elevarem;
Isso espalhou o fluxo de mares no exterior e construiu os céus elevados.
Eu canto a sabedoria que ordenou o sol para governar o dia;
A lua brilha ao seu comando e todas as estrelas obedecem.
Mas então um dia, eu saí para a minha garagem e notei que uma minúscula
folha de grama esbranquiçada tinha conseguido abrir caminho através dos
quatro centímetros de cascalho e três polegadas de asfalto sólido da minha
garagem.
Essa é uma aplicação diferente de poder.
Recentemente li a biografia de Bertha Smith, missionária batista do sul da
China. Certa vez, durante os primeiros dias, viajou para uma aldeia e a única
habitação que encontrou foi num celeiro. Eles lhe deram uma barraca de boi
no celeiro, e aquela era sua casa durante a semana. Seu maior problema era
as moscas sempre que tentavam comer, especialmente quando chovia
(como geralmente acontecia naquela área). Casa voa e cavalo voa, preto e
verde, centenas deles. Eles quase enlouqueceram Bertha Smith. Uma tarde
ela foi passear e conversou com o Senhor sobre isso. Ela disse: "Eu sou uma
das suas crianças mimadas. Toda a minha vida eu tenho me acostumado
com casas protegidas e comida limpa. Agora, eu não posso comer com essas
moscas por toda minha comida. No Egito você tinha moscas para vir e vai
em tua palavra. Você é o mesmo hoje e está pronto para trabalhar da
mesma maneira se a minha situação exigir isso. Agora, por favor, faça uma
de duas coisas para mim: ou leve as moscas para longe, ou me permita
comer e não me importar com elas. Você então apenas cuida de quaisquer
germes de doenças que eles possam colocar no meu corpo. Apenas o que
você quiser fazer será bom o suficiente para mim!
A partir daquele momento, nenhuma mosca voou para aquela baia de boi
pelos cinco dias restantes. Bertha estava lá testemunhando e
ensinando. Isso é poder.
Recentemente conversei com o diretor do Safehouse, um ministério urbano
em Atlanta. Nas noites de quarta-feira no Safehouse eles têm um serviço do
Evangelho liderado por um pregador chamado Joe McUtchen. Uma noite
Willy entrou cambaleando na reunião. Willy estava em apuros. Sem
casa. Bebendo. Drogando. Dormindo debaixo de uma ponte ou onde quer
que ele pudesse. Bem, Willy começou a vir toda quarta-feira para ouvir Joe
pregar o Evangelho. A mensagem criou raízes e Willy entregou seu coração
ao Senhor. Vendo seu progresso, Joe colocou Willy em um programa cristão
de reabilitação de drogas em Tampa, Flórida. Alguns meses depois, Willy
ligou para Joe para convidá-lo para sua formatura no programa. "Willy, eu
simplesmente não consigo", disse Joe em tom de desculpas, "mas me diga
como a vida está te tratando."
"Bem, Joe, quando cheguei aqui, eles me perguntaram muito sobre meus
vícios e me ajudaram com as retiradas. Eles conversaram comigo muito
sobre Deus, e testaram minhas habilidades profissionais. Quando
descobriram que eu costumava ser mestre-chefe, eles ligaram e me deram
um emprego no Ritz-Carlton. "
"O Ritz-Carlton!"
"Sim, e no meu programa de reabilitação eu aprendi que eu deveria fazer
tudo com todo o meu coração, como se eu estivesse fazendo isso por Deus.
Então - você acreditaria? - Eu sou agora chefe de cozinha no Ritz-Carlton em
Tampa, mas Joe ... "
"Sim, Willy?"
"Eu gostaria de voltar para a Safehouse em Atlanta em uma noite de quarta-
feira e dar meu testemunho. Eu gostaria de dizer aos caras o que Cristo
pode fazer, e como suas mensagens ajudaram a mudar minha vida."
"Isso seria ótimo, Willy", disse Joe. "Vamos planejar isso em breve. E quando
você for à cidade, Judy e eu gostaríamos que você ficasse conosco. Não há
necessidade de pagar por um quarto."
Houve uma pausa na linha, e então Willy disse: "Isso não é necessário, Joe.
Quando chego a Atlanta, já há um quarto esperando por mim".
"Oh?"
"Sim, Joe. Eu trabalho para o Ritz-Carlton, e eles cuidam bem de seus
empregados. Quando eu voltar para Atlanta, vou ficar no Ritz."
Isso é poder. Paulo disse: "Não me envergonho do evangelho de Cristo, pois
é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê". E ele disse aqui
aos Efésios: Eu oro para que os olhos de seu coração sejam iluminados a fim
de que você possa saber ... Seu incomparável grande poder para nós que
cremos.
Eu tenho um livro no meu estudo escrito em 1914 por um homem chamado
John Faris. Ele disse que vários anos antes em Springfield, Illinois, um
professor de Bíblia sugeriu a um grupo de homens: "Quando você chegar
em casa esta noite, anote os nomes de todas as pessoas em Springfield que
você gostaria de ter salvado, e então ore por -los pelo nome, três vezes por
dia, para que eles possam ser salvos. Em seguida, faça seus melhores
esforços possíveis para introduzir essas pessoas para se voltarem para
Deus para a salvação ".
Lá vivia em Springfield naquela época uma mulher inválida que,
fisicamente, era quase absolutamente impotente. Ela estava de cama há 17
anos. Ela sempre rezava de um modo geral pela salvação das almas
perdidas, mas quando a família compartilhou com ela essa sugestão, ela
disse: "Aqui está uma coisa que posso fazer". Havia uma escrivaninha
ajustável ao lado da cama dela. Ela escreveu os nomes de 57 conhecidos. Ela
orou por cada um deles pelo nome, três vezes ao dia. Ela escreveu cartas
dizendo-lhes de seu interesse por elas. Ela também escreveu a amigos
cristãos e pediu-lhes que falassem com essas pessoas sobre o bem-estar de
suas almas. Ela tinha fé inquestionável em Deus. Com o tempo, cada uma
daquelas 57 pessoas chegou à fé em Jesus Cristo.
Isso é poder. Tiago disse: "As orações de um justo são poderosas e eficazes".
O apóstolo Paulo escreveu: Oro para que os olhos de seu coração sejam
iluminados para que você possa saber ... Seu incomparável poder para nós
que acreditamos. No restante do capítulo 1, Paulo continua descrevendo
esse poder divino de quatro maneiras.
Poder de ressurreição
Primeiro, é poder de ressurreição. O versículo 19 diz: Esse poder é como o
trabalho de sua força poderosa que Ele exerceu quando Ele O ressuscitou
dos mortos.
Reverter o processo da morte não foi fácil. De fato, é impossível. Quantas
vezes, ao ficar ao lado do caixão de um amigo ou ente querido, não desejei
poder estalar os dedos e acordá-los. Trazer Cristo da morte para a vida,
para ressuscitá-lo do túmulo - isso é uma impossibilidade para qualquer um
e todos, exceto o Deus Onipotente. Mas a Bíblia diz que Deus pode fazer
isso. A Bíblia diz: "Por que deveria ser algo incrível com você, que Deus
ressuscite os mortos?"
A morte não pode manter sua presa, Jesus meu Salvador!
Ele arrancou as barras, Jesus meu Senhor!
Desde a sepultura Ele se levantou
Com um poderoso triunfo sobre seus inimigos;
Ele se levantou vitorioso do domínio das trevas,
e vive para sempre com seus santos para reinar.
Ele surgiu! Ele surgiu!
Aleluia, Cristo ressuscitou!
Paulo está nos dizendo que o mesmo poder que ressuscitou a Cristo da
sepultura está disponível para mudar nossas vidas e responder nossas
orações e resolver nossas dificuldades na vida e nos dar a imortalidade.
Eu oro para que os olhos do seu coração possam ser iluminados para que
você possa saber ... Seu incomparável grande poder para nós que
cremos. Esse poder é como o trabalho de sua poderosa força que Ele
exerceu quando o ressuscitou dos mortos.
Poder de Exaltação
Segundo, o poder que Deus disponibiliza para nós é o poder de Exaltação:
eu oro para que os olhos de seu coração sejam iluminados a fim de que você
possa saber ... Seu incomparável grande poder para nós que cremos. Esse
poder é como o trabalho de sua força poderosa que Ele exerceu quando Ele
O ressuscitou dos mortos e O assentou à Sua mão direita nos reinos
celestes.
Às vezes cantamos:
Coroe-o com muitas coroas
O Cordeiro em Seu trono!
Ouça! Como o hino celestial se afoga
Toda a música, exceto a sua própria.
Se tivéssemos um telescópio suficientemente poderoso para espiar o mais
alto dos céus, veríamos Cristo agora sentado à direita do Pai, exaltado em
camadas de luz, cercado por Seus anjos e envolto em glória.
O poder que ressuscitou a Cristo e o exaltou à mão direita do Pai é o mesmo
poder que está disponível para nós mudarmos nossas vidas, responder
nossas orações, resolver nossas dificuldades e nos dar imortalidade.
Poder do senhorio
Terceiro, é o poder do senhorio. Continue lendo: Eu oro para que os olhos
do seu coração possam ser iluminados para que você possa saber ... Seu
incomparável grande poder para nós que cremos. Esse poder é como o
trabalho de sua força poderosa que Ele exerceu quando Ele O ressuscitou
dos mortos e O assentou à Sua mão direita nos reinos celestes muito acima
de todas as regras e autoridade, poder e domínio, e todo título que pode ser
dado, não apenas na era atual, mas também na que está por vir.
Jesus Cristo é maior que os anjos. Ele é maior que os demônios. Ele domina
os principados e potestades. Ele governa o mundo, montando um e
depondo outro. Nós nos preocupamos e tememos as maquinações políticas
da terra, mas Deus Altíssimo governa nos assuntos dos homens. Ele trará
Seus propósitos e atrairá a história para o seu fim pré-designado.
Jesus reinará onde quer que o sol
faça suas sucessivas jornadas;
Seu reino se espalhou de costa a terra,
até que as luas devam aumentar e diminuir.
E esse poder de senhorio de Jesus Cristo é o mesmo poder disponível para
mudar sua vida, responder suas orações, resolver suas dificuldades e dar-
lhe a imortalidade.
Poder de liderança
Finalmente, a medida de poder que nos é proporcionada é o poder de
liderança. Eu oro para que os olhos do seu coração possam ser iluminados
para que você possa saber ... Seu incomparável grande poder para nós que
cremos. Esse poder é como o trabalho de sua força poderosa que Ele
exerceu quando Ele O ressuscitou dos mortos e O assentou à Sua mão
direita nos reinos celestes muito acima de todas as regras e autoridade,
poder e domínio, e todo título que pode ser dado, não apenas na era atual,
mas também na que está por vir. E Deus colocou todas as coisas sob Seus
pés e O designou para ser cabeça de tudo para a igreja, que é o Seu corpo, a
plenitude Daquele que enche tudo em todos os sentidos.
Jesus é o cabeça de sua igreja. Ele é o chefe por aqui. Ele é o pastor
sênior. Ele é o arcebispo. Ele é o grande pastor. Ele é nosso grande Sumo
Sacerdote. E o trabalho que Ele faz neste mundo, Ele faz através de Seu
corpo a igreja.
Quando tenho um pensamento em mente, esse pensamento é inútil, a
menos que seja realizado por alguma outra parte do meu corpo. Se eu acho
que gostaria de um copo de água, minha mão tem que pegar um copo. Se eu
acho que gostaria de me envolver em uma conversa, minha boca tem que
abrir e falar. Se eu acho que gostaria de dar um passeio, meus pés devem
começar a se mover ao comando do meu cérebro.
Jesus é a cabeça da igreja e todos nós somos membros do Seu corpo. Nosso
único trabalho é obedecer aos comandos que vêm da nossa cabeça. Mas, ao
fazer isso, recebemos poder. Jesus disse: "Você receberá o poder quando o
Espírito Santo vier sobre você, e você será testemunhas para mim, tanto em
Jerusalém, na Judéia e Samaria, e até os confins do mundo."
Você está vivendo no poder sobrenatural de Jesus Cristo? O poder que é
medido por Sua ressurreição, Sua exaltação, Seu senhorio e Sua
liderança? Jesus disse sobre o povo de seus dias: "Você está enganado
porque não conhece as Escrituras nem o poder de Deus". Efésios 1 é uma
oração que conheceremos as Escrituras e o poder de Deus. Esse poder é
como o trabalho de Sua poderosa força que Ele exerceu em Cristo quando
Ele O ressuscitou dos mortos e O assentou a Sua mão direita, muito acima
de todas as regras e autoridade, poder e domínio, e todo nome que é
nomeado.
E esse é o poder disponível para mudar sua vida, responder suas orações,
resolver suas dificuldades e dar-lhe a vida eterna.
Pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre. Um homem.

POR GRAÇA ATRAVÉS DA FÉ


Efésios 2: 1-9
A maioria das minhas mensagens tem cerca de trinta minutos, mas
ocasionalmente eu me arrastei por quarenta ou quarenta e cinco
minutos. Às vezes, quando estou conduzindo um seminário, posso
preencher um horário de uma hora. Eu nunca preguei um sermão que
durou quatro horas, mas um homem fez. Seu nome era Peter Gabriel.
Em meados dos anos 1500, a Reforma estava se espalhando pela Europa. A
igreja estabelecida naquela época havia se tornado muito corrupta, não
apenas em seu comportamento moral, mas também em sua teologia e
doutrina. Havia uma crença de que uma pessoa tinha que fazer certas coisas
para serem salvas. Se você quisesse estabelecer um relacionamento com
Deus e ter certeza do céu, deveria manter os sacramentos, observar certas
cerimônias, passar por certos movimentos. Essas boas obras qualificaram
você para o céu, pensou-se.
Mas Martin Luther veio na Alemanha, e João Calvino em Genebra, e Zwingli
em Zurique - os grandes reformadores. Eles trovejaram de volta e disseram:
"Não, somos salvos pela graça através da fé e que não de nós mesmos, é
dom de Deus, não de obras, para que ninguém se glorie".
Bem, a Reforma chegou à Holanda em meados dos anos 1560. Havia um
homem chamado Peter Gabriel que começou a ensinar a verdade da
Reforma a um pequeno grupo em sua casa todos os domingos. Juntamente
com alguns cristãos, ele começou a pregar nos juncos e moitas fora de
Amsterdã e por toda a Holanda. Esses reformadores holandeses foram
ameaçados com a forca e com o confisco de todos os seus bens; um preço foi
colocado em suas cabeças. Ainda eles pregaram.
Bem, fora de Amsterdã havia uma propriedade de um homem muito
rico. Foi anunciado que haveria um grande serviço de pregação nesta
propriedade em 14 de julho de 1566. Autoridades em Amsterdã tentaram
bloquear a reunião fechando os portões da cidade e proibindo qualquer um
de deixar a cidade. Mas as pessoas encontravam formas de sair dos muros,
muitas delas nadando pelos canais ou forçando a saída dos portões nas
primeiras horas, quando as ordenhadoras partiam para os campos. Às 11
horas, as autoridades cederam e abriram os portões, e milhares de pessoas
se reuniram nos terrenos da propriedade.
Peter Gabriel se levantou e anunciou seu texto - Efésios 2: 8-10 :
"Porque pela graça sois salvos pela fé, e isto não vem de vós; é dom de Deus,
não de obras, para que ninguém se glorie."
Ele pregou por quatro horas, mas aparentemente ninguém se
importou. Eles não tinham ouvido o evangelho pregado por mil anos e
estavam famintos por sua mensagem. E o sermão de Peter Gabriel naquele
dia ajudou a estabelecer a Reforma na Holanda.
Hoje em nosso estudo através de Efésios, estamos chegando ao mesmo
texto. Meus sermões não serão tão longos quanto os do irmão Gabriel, mas
estão no mesmo tema e transmitem a mesma verdade. Ao lermos esta
passagem das Escrituras hoje, finja que você não a ouviu antes. Ouça como
se estivesse ouvindo pela primeira vez em mil anos:
Quanto a você, você estava morto em suas transgressões e pecados, em que
você costumava viver quando seguia os caminhos deste mundo e do
governante do reino dos ares, o espírito que agora está operando naqueles
que são desobedientes . Todos nós também vivemos entre eles ao mesmo
tempo, gratificando os desejos de nossa natureza pecaminosa e seguindo
seus desejos e pensamentos. Como o resto, éramos por natureza objetos de
ira. Mas por causa de seu grande amor por nós, Deus, que é rico em
misericórdia, nos deu vida com Cristo mesmo quando estávamos mortos em
transgressões - é pela graça que você foi salvo. E Deus nos ressuscitou com
Cristo e nos assentou com ele nos reinos celestes em Cristo Jesus, a fim de
que nos séculos vindouros pudesse mostrar as riquezas incomparáveis de
sua graça, expressas em sua bondade para conosco em Cristo Jesus. Pois é
pela graça que você foi salvoEfésios 2: 1-9 )
O tema desta passagem é a salvação pela graça através da fé. O versículo 5
diz: é pela graça que você foi salvo. E o versículo 8 se repete: Porque é pela
graça que você foi salvo pela fé. A palavra "salvo" faz parte do nosso
vocabulário cristão, mas pode não significar muito para alguém que não
cresceu ouvindo-o como costumamos usá-lo. Na linguagem da igreja,
dizemos: "Fui salvo em tal e tal data". Nós perguntamos: "Você está salvo?
Quando você foi salvo?" O que queremos dizer com isso?
Quando Paulo escreveu aqui que somos salvos pela graça, ele usou a
palavra swvzw, que literalmente significa "resgatar do perigo, libertar". Um
par de anos atrás, houve uma inundação terrível, onde minha mãe vivia. Ela
morava ao lado do rio Doe, mas subia a colina ao lado de uma montanha,
então ela não estava em perigo. Mas logo abaixo dela várias pessoas foram
varridas de suas casas e morreram. Do outro lado da rua vivia uma mulher
que estava se recuperando de uma cirurgia de substituição do quadril e
confinada em sua cama. A inundação repentina ocorreu à noite, e as águas
subiram por seu quintal e entraram em sua casa. Ela corria o risco de se
afogar em sua própria cama até os paramédicos chegarem e resgatá-la. Ela
foi salva.
A Bíblia ensina que todos nós somos pecadores e que o dilúvio do
julgamento de Deus está se levantando contra nós. Precisamos de um
grande paramédico divino para nos resgatar de nos afogar nas enchentes da
ira de Deus. Quando você alcança e confia naquele divino para salvá-lo,
nesse momento você é salvo. Quando você confia em Jesus Cristo como seu
Salvador e Senhor pessoal e quando você o recebe pela fé, nesse momento
você é salvo.

Agora, com isso como pano de fundo, vamos apenas dar a este parágrafo
maravilhoso das Escrituras um breve esquecimento.
Condição humana
A primeira coisa que notamos nos versos 1-3 é a falta de esperança de
nossa condição humana. Nestes três versículos, Paulo descreve nossa
condição sem Cristo de seis maneiras diferentes.
Primeiro , estamos mortos em nossas transgressões e pecados. A palavra
raiz no grego para transgressões é parapipto, que vem de duas palavras
menores: o prefixo é uma preposição que significa ao lado, e o radical é uma
palavra que significa cair. A palavra transgressão significa literalmente cair
ao lado da estrada. Você já tentou subir um caminho íngreme quando
perdeu o equilíbrio e caiu de volta. Você já deu um passo em falso? Essa é a
ideia aqui, e todos nós fizemos isso moralmente. Nós estragamos tudo. Nós
caímos. Perdemos nossos pés moral e espiritualmente.
A palavra pecado é hamartia, uma palavra que significa errar o alvo. Não
importa o quanto procuremos a perfeição, continuamos perdendo a marca.
A Bíblia ensina que fora de Cristo, todos estão mortos - separados de Deus -
em transgressões e pecados. Este mundo está sendo executado por homens
e mulheres mortas. A grande maioria dos políticos e líderes empresariais e
educadores e jornalistas estão mortos. Estamos cercados por pessoas
mortas, milhões delas, bilhões delas. Eles estão correndo em círculos,
buscando prazer, sucesso e segurança, mas por dentro estão mortos moral
e espiritualmente. Eles estão mortos em termos de um relacionamento com
Deus.
Em segundo lugar , sem Cristo, somos descritos como seguindo os
caminhos deste mundo. Jesus disse que existem dois caminhos, duas
rodovias, dois caminhos. Um é largo e brilhante e torto e leva à
destruição. O outro é reto e estreito, mas leva à vida. Sem Cristo, estamos no
caminho errado. Somos pessoas mortas viajando por uma rua sem saída.
Terceiro , sem Cristo, estamos seguindo os caminhos do governante do
reino dos ares ( Ef 2: 2 ). Essa é uma referência clara a Satanás, mas por que
ele é chamado de governante do reino dos ares? Comentadores estão
divididos. Até o grande comentarista RC Lenski confessa que simplesmente
não sabe o que fazer com esse termo. A maioria interpreta isso de duas
maneiras. Alguns entendem literalmente que as hostes demoníacas de
Satanás enchem o ar e poluem a atmosfera. Eles estão em toda parte se
tivéssemos olhos para vê-los. Outros tomam essa frase figurativamente, que
Satanás é o príncipe da atmosfera moral da terra. Talvez ambos os
significados sejam verdadeiros.
Quarto , sem Cristo, estamos seguindo o espírito que agora está
trabalhando naqueles que são desobedientes ( Ef 2: 2 ). Esta é outra
referência a Satanás, que é proeminentemente mencionado no livro de
Efésios. Ele é ativo e trabalha nas vidas daqueles que nos rodeiam. Sua mão
invisível, sua influência sutil e sua tolice enganosa estão mais à mão do que
imaginamos.
Efésios 2: 3 prossegue dizendo: Todos nós também vivemos entre eles ao
mesmo tempo, e aqui está a quintacaracterística da pessoa sem Cristo:
... gratifique os desejos de nossa natureza pecaminosa e siga seus desejos e
pensamentos.
O diabo, que governa o ar e trabalha nos ímpios, encontra um aliado capaz e
disposto em nossas próprias naturezas pecaminosas. Estamos presos entre
a natureza caída dentro de nós e o anjo caído do lado de fora de nós, e
nenhum de nós pode escapar. A Bíblia diz: "Não há nenhum justo. Não, não
um!" ( Romanos 3:10 )
Sexto , somos por natureza filhos da ira. Essa é uma frase idiomática
hebraica que significa que estamos sob a sentença da ira. Estamos todos
enfrentando a ira de Deus. Isso não significa que Deus está com raiva de nós
de uma maneira imatura ou juvenil. Refere-se à resposta correta e
necessária de Deus ao mal moral objetivo.
Em João, capítulo 3, temos o maravilhoso versículo 16 - Porque Deus amou
o mundo ... Jesus estava falando com Nicodemos sobre nascer de novo. Mas
nos esquecemos que o último versículo desse capítulo, João 3:36 , diz: Todo
aquele que crê no Filho tem a vida eterna, mas quem rejeita o Filho não verá
a vida, pois a ira de Deus permanece sobre ele.
Suponho que todos vocês tenham lido sobre o Hindenburg, o dirigível
alemão ou o zepelim que pousou num aeródromo em Nova Jersey em 6 de
maio de 1937. Eram 7:25 da noite. O Hindenburg era uma visão
emocionante, três campos de futebol de comprimento e sustentados por 7
milhões de pés cúbicos de hidrogênio. Pode voar 84 milhas por hora. Era
luxuoso, com um salão de jantar, salões e cabines. Suásticas nazistas
gigantescas foram pintadas nas barbatanas da cauda. Centenas de pessoas
se reuniram para vê-lo pousar. De repente, uma língua de fogo lambendo
apareceu perto da popa, e em poucos segundos o Hindenburg explodiu em
uma enorme bola de fogo, caindo cauda primeiro com chamas atirando para
fora do nariz. Em um momento, a maravilha, a excitação e a beleza foram
transformadas em fogo, terror e destruição.
Sem Cristo, todos nós somos passageiros a bordo do Hindenburg. Podemos
estar nos divertindo ao máximo, mas não percebemos que o próximo
momento nos levará a julgamento.
Efésios 2 diz:
"Você estava morto em suas transgressões e pecados. Você seguiu os
caminhos do mundo. Você seguiu os caminhos do soberano do reino dos
ares. Você seguiu o espírito que agora está trabalhando entre os
desobedientes. Você gratifica o desejo de sua natureza pecaminosa, todos
vocês são objetos de ira.
Motivação Divina
Essa é a nossa condição humana. Mas observe o próximo versículo, Efésios
4: 4 : Mas, por causa de seu grande amor por nós, Deus, que é rico em
misericórdia, nos deu vida com Cristo mesmo quando estávamos mortos em
transgressões - porque pela graça vocês foram salvos.
De acordo com esse versículo, Deus tem duas grandes motivações para
querer nos salvar do julgamento. O primeiro é: "Seu grande amor por
nós". Ele nos ama. O supracitado João 3:16 diz: "Deus amou o mundo".
A Bíblia nos ensina que o amor inabalável do Senhor nunca cessa.
Jeremias 31: 3 diz: "Eu te amei com amor eterno; por isso com benignidade
te atraí."
Romanos 5: 8 diz: "Mas Deus demonstra o seu próprio amor para conosco,
porque enquanto ainda éramos pecadores, Cristo morreu por nós".
1 João 4:19 diz: "Nós O amamos porque Ele nos amou primeiro".
Para Deus seja a glória, grandes coisas ele fez;
Então amei a Ele o mundo que Ele nos deu Seu Filho ...
A segunda motivação de Deus é Sua rica misericórdia :
Mas por causa de seu grande amor por nós, Deus que é rico em
misericórdia…
A misericórdia é um sentimento de compaixão que faz uma pessoa querer
salvar ou resgatar alguém. E o grande amor de Deus e Sua rica misericórdia
se combinaram para enviá-lo a esta terra com o propósito expresso de ser
pregado de pés e mãos a um poste vertical, o sangue fluindo de sua testa
onde os espinhos estavam, o sangue fluindo de suas costas. onde o flagelo
caía, o sangue escorria de suas mãos e pés onde estavam as unhas, o sangue
fluindo de seu lado ferido, perfurado pela lança do soldado.
E a Bíblia diz que há algo sobre o sangue de Jesus Cristo que satisfaz a ira de
Deus. Romanos 5: 9 diz:
Já que agora fomos justificados pelo seu sangue, quanto mais seremos
salvos da ira de Deus através Dele!
Seu grande amor e rica misericórdia nos dão a Salvação Eterna, e essa é a
terceira coisa a notar neste texto: Nossa Salvação

Eterna Salvação Eterna


Deus, que é rico em misericórdia, nos fez vivos com Cristo mesmo quando
estávamos mortos em transgressões ...
Quando chegamos a Cristo, passamos da morte para a vida. Nós
experimentamos uma ressurreição espiritual.
E nos assentou com ele nos reinos celestes em Cristo Jesus, a fim de que nos
séculos vindouros pudesse mostrar as riquezas incomparáveis de Sua graça,
expressas em sua bondade para conosco em Cristo Jesus. Pois é pela graça
que você foi salvo, através da fé - e isto não vem de si mesmo, é o dom de
Deus - não pelas obras, para que ninguém se glorie.
Deus faz três coisas para nós:
• Ele nos torna vivos em Cristo
• Ele nos acomoda com Cristo nos reinos celestiais
• No futuro, Ele nos mostrará as riquezas incomparáveis de Sua graça.
Quando Paulo escreveu isso, ele foi preso na cidade de Roma, mas ele tinha
a atitude de alguém que vive em reinos celestes.
Ao longo dos anos, citei com muita frequência meu pregador favorito,
Charles Haddon Spurgeon, que pregou e pastoreava em Londres há 100
anos. Há tantas histórias sobre Spurgeon, mas uma das minhas favoritas
tem a ver quando ele era adolescente. Ele havia sido convidado para pregar
uma noite em Suffolk, mas chegou atrasado. Seu avô, também pregador,
finalmente começou o culto lendo Efésios 2 . Ele começou a pregar sobre o
tema: "Pela graça sois salvos pela fé ...". Ele tinha conseguido entrar em seu
discurso quando houve uma pequena comoção na porta dos fundos e
entrou no neto, chegando atrasado. "Lá vem meu neto", exclamou o
velho. "Ele pode pregar o Evangelho melhor do que eu, mas você não pode
pregar um Evangelho melhor, pode, Charles?"
Charles, andando pelo corredor, disse: "Você pode pregar melhor do que eu.
Por favor, continue." O avô recusou, mas ele lhe contou seu texto e explicou
que ele já havia mostrado ao povo a fonte da salvação - graça - e agora
falava sobre o canal - fé. O pregador mais jovem entrou no púlpito e
assumiu exatamente onde seu avô havia parado.
Depois de alguns minutos, o avô interrompeu, querendo pregar um pouco
mais do sermão. Depois sentou-se e Charles continuou a pregar, com o avô
sentado atrás dele, dizendo: "Bom! Bom! Diga isso de novo, Charles. Diga
isso de novo".
Depois disso, Charles Spurgeon disse que sempre que ele pregava em
Efésios 2 , ele podia ouvir seu velho avô dizendo: "Diga isso novamente,
Charles. Diga isso de novo".

Adoro contar a história, para quem conhece melhor


Parece faminto e com sede de ouvir como o resto…
Talvez você tenha ouvido isso antes, mas eu gostaria de lhe dizer isso
novamente. Pela graça somos salvos através da fé. Talvez hoje você precise
ser resgatado, precisa ser salvo. Talvez hoje você esteja morto em seus
pecados, seguindo os caminhos do mundo, seguindo o soberano do reino
dos ares, seguindo o espírito que agora opera naqueles que são
desobedientes, gratificando os desejos de sua natureza pecaminosa, um
objeto de ira .
Mas Deus, em Seu grande amor e rica misericórdia, ama você. Ele quer
ressuscitá-lo dos mortos, sentar-se consigo nas resmas celestiais e mostrar-
lhe as incomparáveis riquezas da sua graça em Cristo Jesus.
Você virá a ele hoje? Porque pela graça sois salvos pela fé, e isto não vem de
vós, é dom de Deus, não de obras, para que ninguém se glorie.

Efésios 2: 8-9
Hoje estamos começando uma nova série de mensagens sobre o tema da
vida de fé. Muitas vezes pensamos em fé em termos de religião e
espiritualidade. A mídia fala sobre “programas baseados na fé” e sobre
“pessoas de fé”. Mas o princípio da fé é algo que Deus usou em toda a
estrutura de nossas vidas. A fé não é apenas uma palavra da Bíblia, e não é
apenas um termo que usamos para descrever nosso relacionamento com
Deus. A fé é essencial para todos os relacionamentos saudáveis.
Em um casamento, por exemplo, maridos e esposas precisam confiar um no
outro. Se essa confiança é violada, é preciso muito trabalho para restaurar o
relacionamento. Em um vínculo entre pais e filhos, é importante ser
honesto. Se um jovem mentir para seus pais, então a confiança é quebrada e
pode levar muito tempo para restaurá-lo. Ou vice-versa. Em uma amizade,
precisamos ser capazes de confiar uns nos outros; e quando essa confiança
é bem fundamentada e bem colocada, serve como base para uma boa
amizade.
A confiança é mesmo um ingrediente no nosso sistema político e no bom
governo. Sempre que ligo a torneira na pia da minha cozinha e derrama um
copo de água, estou exercendo fé nos poderes municipais que operam os
sistemas de tratamento de água do Tennessee Médio. Sempre que viajo em
um cruzamento com uma luz verde, confio minha vida aos engenheiros
municipais que projetaram e instalaram essa luz; Tenho confiança de que,
se é verde para mim, é vermelho nos lados do cruzamento. Sempre que
atravesso uma ponte sobre o rio Cumberland, confio nos poderes
municipais que supervisionam as condições de nossas rodovias. Sempre
que eu compro um bife no supermercado, eu dependia dos inspetores de
saúde para fazer seu trabalho. E porque temos um sistema razoavelmente
confiável, não me preocupo muito. Eu bebo um copo de água sem muito
medo,
Às vezes fazemos piadas sobre nossos políticos e nosso governo, e sabemos
que nossos sistemas são imperfeitos e às vezes falham. Mas quando eles
falham, é uma grande história nos noticiários - como a ponte que desabou
sobre o rio Tennessee há alguns anos, ou o susto de E. coli com o nosso
espinafre no ano passado. Em geral, temos o sistema de governo mais
confiável que o mundo já viu. E se vivêssemos em um país no qual não
houvesse confiança alguma no sistema judicial, no departamento de
serviços públicos ou na liderança nacional? Chamamos essas “repúblicas de
bananas” e “ditaduras de chifre de estanho”. É terrível viver em uma terra
em que o governo não é confiável; e um pouco da raiva que vimos nos
Encontros da Câmara Municipal durante o Recesso do Congresso em agosto
é um temor da parte de algumas pessoas de que o governo americano
perdeu alguma credibilidade nos últimos dias. Você pode se lembrar de ter
visto um senador dizendo: “Não confia em mim?” E a multidão gritou de
volta: “Não!”
Bem, na verdade, acho que ainda temos um alto nível de confiança em nosso
governo aqui na América; mas meu ponto é que, em todas as áreas da vida,
existe uma certa quantidade de fé e confiança necessárias para fazer as
coisas funcionarem corretamente. Portanto, não deveria nos surpreender
que, se Deus construiu esse princípio no tecido de todos os relacionamentos
humanos, também seria um elemento de nossa vida espiritual. E isso é. A fé
é importante, não apenas em nosso relacionamento com nosso cônjuge e
filhos e amigos e associados, mas também com Deus. A Bíblia diz: "Sem fé é
impossível agradar a Deus, porque a pessoa que vem a Deus deve crer que
Deus é, e que Deus é o recompensador daqueles que O buscam
diligentemente" ( Hebreus 11: 6 , parafraseado).
Então, hoje queremos começar com o tema da “fé salvadora”. E isso nos traz
à memória os versos de hoje, que são encontrados no livro de Efésios,
capítulo 2: 8-9. Nestes dois versos muito simples, temos todo o assunto da
fé salvadora, como é revelado em toda a Escritura, truncado em apenas
algumas frases curtas e simples.
Pois é pela graça que você foi salvo, através da fé - e que não vem de vós, é
dom de Deus - não das obras, para que ninguém se glorie ( Efésios 2: 8-9 ).
1. Não somos salvos fazendo boas obras
Eu tenho apenas dois pontos no sermão de hoje, e o primeiro é este: nós
não somos salvos fazendo boas obras. Não podemos ser restaurados à
comunhão com Deus, ou obter o céu ou a vida eterna fazendo boas obras. A
maioria das pessoas na América hoje, se você perguntasse, discordaria de
mim sobre isso. Suponha que levássemos uma câmera e um microfone para
o shopping e perguntássemos às pessoas: “Você acredita que vai para o céu
quando morrer?” Muitas pessoas diriam: “Espero que sim.” Se
perguntássemos: “Por que você pensa que vai para o céu? ”muitos deles
diziam:“ Estou tentando viver uma boa vida. Estou tentando ser uma boa
pessoa. Estou tentando tratar as pessoas corretamente. Estou tentando ir à
igreja. Eu fui batizado.
Mas a Bíblia é muito clara sobre este assunto. Nunca podemos chegar ao céu
por nossos próprios méritos ou com base no que estamos tentando
fazer. Vamos começar na frente desta passagem, começando com o verso 1,
e eu mostrarei a você como o Senhor explica isso para nós.
Como por você….
Efésios 2 foi escrito para os cristãos na cidade de Éfeso. Estas eram pessoas
que, mais cedo em suas vidas, não haviam seguido a Cristo. Mas então eles
ouviram o Evangelho e responderam a ele pela fé e foram salvos. O apóstolo
Paulo vai rever sua história e sua história para eles.
Mas quanto a você, você estava morto ....
Que coisa estranha de se dizer. E se eu chegasse até você e dissesse: “Sabe,
você e eu voltamos muito. Eu te conheci quando você estava morto. ”Ou se
eu te perguntasse,“ Como foi estar morto? Conte-me sobre o tempo que
você esteve quando você estava morto?
Bem, temos que ter em mente a definição bíblica da morte. Para um inseto,
estar morto significa que a vida cessou. Nas montanhas onde cresci, dois
irmãos estavam conversando um dia. Um garotinho perguntou ao outro: “O
que significa estar morto?” O outro irmão viu um inseto na rocha, quebrou-
o com o pé e disse: “Está morto”. Foi uma pequena lição vívida. Mas no livro
de Gênesis, Deus fez Adão e Eva à Sua imagem, à Sua semelhança. Ele
soprou neles o sopro da vida, e eles se tornaram almas vivas.
Para nós, feita com almas vivas à imagem de Deus, a morte não é a cessação
da vida. A definição bíblica da morte está "faltando". Se você está morto,
isso significa que um elemento essencial da vitalidade está faltando. Se você
está fisicamente morto, seu espírito está faltando em seu corpo. Se você está
eternamente morto, você está perdendo o paraíso. Mas nessa passagem,
Paulo não estava falando sobre morte física ou morte eterna; ele estava
falando sobre a morte espiritual. Ele estava dizendo que uma vez suas vidas
estavam faltando a Deus. Eles estavam perdendo um relacionamento com o
Deus que os criou e com o Salvador que havia morrido por eles.
Quanto a você, você estava morto em suas transgressões e pecados, em que
você costumava viver quando seguia os caminhos deste mundo e do
governante do reino dos ares, o espírito que agora está operando naqueles
que são desobedientes .
Você costumava viver vidas que estavam faltando a Deus, porque você
estava separado Dele por sua natureza pecaminosa e você estava seguindo
os caminhos do mundo e do diabo. E você não estava sozinho. Essa é a
condição humana universal. Leia.
Verso 3: Todos nós também vivemos entre eles ao mesmo tempo,
gratificando os desejos de nossa natureza pecaminosa e seguindo seus
desejos e pensamentos. Como o resto, éramos por natureza objetos de ira.
Isso significa que estávamos totalmente sujeitos à ira judicial de Deus. Mas
agora, olhe o versículo 4: Mas por causa de Seu grande amor por nós, Deus,
que é rico em misericórdia, nos fez vivos…
Ele nos ressuscitou!
Alguém uma vez me perguntou: “Como você acha que será no dia da
ressurreição, quando ressuscitarmos dos mortos?” Bem, eu poderia muito
bem ter dito: “Eu já ressuscitei”. Imagine a surpresa se Eu disse isso. Mas há
um sentido em que isso é verdade. Um dia seremos fisicamente
ressuscitados, mas nossa ressurreição física no futuro é baseada em nossa
ressurreição espiritual que já ocorreu. No momento de nossa conversão,
Deus nos leva de um estado de morte espiritual para um estado de vida
espiritual. Nós nascemos de novo. Nós somos feitos vivos em Cristo Jesus. A
grande vitalidade essencial da vida, que estava faltando, agora é
restaurada. De repente, nos é dado um relacionamento com Deus através de
Jesus Cristo, e é como ligar uma luz em uma fonte de energia. Nós viemos
para a vida. Nós somos criados em novidade de vida.
Por causa de Seu grande amor por nós, Deus, que é rico em misericórdia,
nos deu vida com Cristo, mesmo quando estávamos mortos em
transgressões - é pela graça que você foi salvo.
Graça é uma palavra que significa riquezas de Deus à custa de Cristo.
Agora, quando chegamos ao versículo 6, começamos a nos mover para o
futuro. No verso 1, Paulo nos disse o que havíamos sido antes de nos
encontrarmos com Cristo - estávamos mortos. No versículo 4, ele nos diz
que agora Deus nos elevou da morte para a vida. E no verso 6, ele vai falar
sobre o futuro:
E Deus nos ressuscitou com Cristo e nos assentou com Ele nos reinos
celestes em Cristo Jesus, a fim de que nos séculos vindouros Ele pudesse
mostrar as riquezas incomparáveis de Sua graça, expressas em Sua bondade
para conosco em Cristo Jesus.
E isso nos traz à nossa memória versos - estes dois versos inestimáveis que
nos dão a doutrina bíblica da justificação pela graça através da fé, Efésios 2:
8-9 :
Porque pela graça sois salvos, pela fé - e isto não vem de vós, é dom de Deus
- não das obras, para que ninguém se glorie.
Quando Jesus morreu na cruz, Ele gritou três palavras que tocam através
dos séculos e ecoam dos céus mais elevados para os quatro cantos da terra:
Está consumado! Quando pensamos em nossa salvação, não pensamos na
palavra “FAZER”, mas da palavra “FEITO”. Não são atos justos que
fazemos. Não são obras de correção que fazemos. Não é uma questão de
viver uma boa vida ou esperar que nossas ações altruístas superem nossas
ações egoístas. É uma questão do que Jesus Cristo fez por nós na cruz.
Porque pela graça sois salvos, pela fé - e isto não vem de vós, é dom de Deus
- não das obras, para que ninguém se glorie.
Então, meu primeiro ponto é: não somos salvos fazendo boas obras.
2. Somos salvos para fazer boas obras
Mas meu segundo ponto é: somos salvos para fazer boas obras. Se você
tiver suas Bíblias abertas em seu colo, observe que o parágrafo não termina
no versículo 9. Ele continua por mais um verso. Veja o versículo 10: Porque
somos feitura de Deus, criados em Cristo Jesus para fazer boas obras, as
quais Deus preparou antecipadamente para nós fazermos.
Este é um verso incrível, porque nos diz que não somos salvos fazendo boas
obras; mas somos salvos para fazer boas obras - e que Deus até planejou
com antecedência quais serão essas boas obras.
Eu quero te mostrar outra passagem que faz o mesmo ponto. Olhe para o
livro de Tito, capítulo 3. Se você já esteve em um programa de memorização
das Escrituras e memorizou um conjunto de versículos sobre fé salvadora,
você provavelmente teve que memorizar Efésios 2: 8-9 e Tito 3: 4-
5 . Vamos começar com o versículo 3 para obter o contexto e perceber como
isso é semelhante a Efésios 2 . É uma referência cruzada, uma passagem
paralela:
Houve um tempo em que também fomos tolos, desobedientes, enganados e
escravizados por todos os tipos de paixões e prazeres. Vivíamos com
malícia e inveja, sendo odiados e odiando uns aos outros ...
Ele não diz que estávamos mortos em nossos pecados, mas ele usa uma
analogia semelhante, dizendo que fomos escravizados por nossas paixões e
prazeres.
Mas quando a bondade e o amor de Deus nosso Salvador apareceu, Ele nos
salvou, não por causa das coisas justas que havíamos feito, mas por causa
do renascimento e renovação pelo Espírito Santo, que Ele derramou sobre
nós generosamente através de Jesus Cristo, nosso Salvador. que, tendo sido
justificados pela Sua graça, podemos nos tornar herdeiros tendo a
esperança da vida eterna.
Esta é a mesma doutrina em palavras ligeiramente diferentes - não somos
salvos fazendo boas obras; somos salvos pela graça através da fé. Mas
observe o verso seguinte - versículo 8:
Este é um ditado confiável. E quero que você enfatize essas coisas, para que
aqueles que confiaram em Deus tenham o cuidado de se dedicar a fazer o
que é bom. Essas coisas são excelentes e louváveis para todos.
É verdadeiramente notável o quanto a Bíblia fala sobre boas obras e boas
obras. Veja Atos 26:19 . Nesta passagem, o apóstolo Paulo está em pé diante
do rei Agripa e fazendo sua defesa. Neste verso, ele falou sobre sua
conversão na Estrada de Dacaru, e foi o que ele disse: Então, Rei Agripa, eu
não fui desobediente à visão do céu. Primeiro aos que estão em Damasco,
depois aos que estão em Jerusalém e em toda a Judéia, e também aos
gentios, preguei que se devem arrepender, voltar-se para Deus e provar seu
arrependimento por meio de suas obras.
… Por suas boas obras! Nós não somos salvos por boas obras, mas boas
obras fornecem a evidência de que fomos salvos pela graça à parte das
obras.
Não tenho tempo para traçar todos os versículos da Bíblia que nos dizem
para fazer boas obras, mas preenche as Escrituras. E quando você estuda a
história do mundo, verá que os cristãos sempre estiveram à frente da
benevolência, da reforma social, da educação, da hospitalidade e dos
cuidados médicos.

 Jesus nos disse que quando visitamos os prisioneiros e alimentamos


os famintos e ajudamos os oprimidos, é como se estivéssemos
fazendo isso por Ele.
 Paulo disse a Timóteo que alertasse os ricos de sua época para que
fossem ricos em boas obras e, assim, acumulassem para si tesouros
no céu.
 James disse que a verdadeira religião diante de Deus era cuidar das
viúvas e órfãos em sua aflição e manter-se livre das manchas do
mundo.
 João disse que se vemos nossos irmãos necessitados e não ajudam de
alguma forma, como pode o amor de Cristo estar em nós?

Acabei de ler um livro sobre a história da Fisk University aqui em


Nashville. Andrew Ward é um jornalista que escreveu um livro intitulado
Dark Midnight When I Rise: A História dos Cantores do Jubileu que
Introduziu o Mundo à Música da América Negra. Ele conta a história de
como os cristãos do norte, tanto brancos como negros, sentiam um fardo
incrível para oferecer oportunidades educacionais para os milhares de
escravos recém-libertados no sul, após a conclusão da Guerra Civil. Estes
eram metodistas. Estes eram presbiterianos. Estes eram batistas. E um dos
homens que veio como um missionário virtual para o sul era um irlandês
pequeno e de bigodes que imigrara para os Estados Unidos quando era
adolescente. Seu nome era Joseph Gillespie McKee,
Quando soube dos empobrecidos libertos do sul, chegou a Nashville, à beira
de um dos invernos mais rigorosos que Nashville já conhecera. Era 1863 e
Nashville estava sob ocupação. Havia cerca de 10 mil escravos fugitivos que
haviam fugido para a cidade e Nashville estava cheio de barracas, barracas e
tendas. O próprio McKee não estava bem de saúde. Ele estava sofrendo
desde o início da tuberculose. Ninguém queria levá-lo; e nas primeiras
noites, McKee dormiu ao ar livre no frio, nos degraus de calcário do prédio
da capital do estado. Levou quase uma semana para encontrar um quarto, e
então era uma sala vazia e desorganizada. Mas os milhares de escravos e
libertos estavam vivendo em condições miseráveis, e McKee foi a toda parte
tentando fornecer comida e cobertores. Ele solicitou ao governador Andrew
Johnson as tendas excedentes, mas Johnson recusou. O pequeno
missionário irlandês mandou uma mensagem aos presbiterianos em Ohio e,
em poucas semanas, dinheiro, comida e toneladas de roupas foram
despejados em sua missão, transportados em trens da União.
McKee estabeleceu quatro pontos de pregação que se dividiam em centros
de distribuição, e lá pregou o Evangelho, iniciou as Escolas Dominicais e
conduziu reuniões de oração. Mas a maior parte do seu tempo era passada
em turnê nos bairros improvisados, distribuindo comida, cobertores e
suprimentos. Certa manhã, McKee encontrou uma família deitada
congelando no chão; eles haviam queimado suas camas no dia anterior e
comido seu último pedaço de comida.
A cólera, a tuberculose e a varíola irromperam, e McKee muitas vezes
trabalhava até tarde da noite ajudando os doentes e encontrando quartos
para os desabrigados que estavam entrando em Nashville ocupados.
Foi Joseph McKee quem percebeu que uma das maiores necessidades
desses escravos e libertos fugitivos era a alfabetização, e ele começou a
abrir uma escola para eles. Isso não foi universalmente apreciado pelos
residentes de Nashville na época, e McKee foi ameaçado, e seus 500
estudantes eram às vezes drogados quando iam e vinham. O próprio McKee
foi atingido, e rochas batiam nas janelas de sua escola com tanta frequência
que os alunos começaram a ignorá-las e continuaram com o trabalho de
classe como se nada tivesse acontecido.
Mas tudo isso prejudicou McKee e, em um ano, sua saúde quebrou. Ele saiu
para se recuperar e depois voltou para continuar seus esforços para
estabelecer um sistema educacional para os negros aqui em Nashville. Ele
estabeleceu uma escola, mas logo após o fim da Guerra Civil, outra
organização cristã, a American Missionary Association, apoiada pela United
Church of Christ, estabeleceu outra escola que veio a ser conhecida como
Fisk University.
Os alunos de McKee acabaram entrando na Universidade Fisk, e McKee
estava de coração partido. Ele disse: “Eu provei (ser) um fracasso.” E ele
deixou Nashville pensando que o trabalho de sua vida era fútil, e ele morreu
pouco depois com a idade de trinta e seis anos. Mas após sua morte, os
funcionários presbiterianos transferiram o que restava de sua escola e seus
recursos para Knoxville e fundaram o Knoxville College, que tem
proporcionado uma educação de qualidade para os jovens por mais de 100
anos. E até hoje há um prédio chamado em homenagem a Joseph
McKee. (Baseado no material de Dark Midnight When I Rise: A História dos
Cantores do Jubileu que Introduziu o Mundo à Música da América Negra por
Andrew Ward (Nova York: Farrar, Straus e Giroux, 2000), principalmente a
partir do capítulo 4: “Can você leu? Joseph Gillespie McKee. ”Baseado
também em“ McKee Pavimentou a rota para Knoxville College ”por Robert
Booker, em KnoxNews.Com, em
http://www.knoxnews.cm/news/2007/Sep/25/booker-mckee-paved-
route-knoxville -Faculdade; acessado em 11 de agosto de 2009.)
É notável quantas escolas e faculdades e universidades e organizações
benevolentes foram estabelecidas ao longo dos anos por aqueles inspirados
pelo Senhor Jesus Cristo.
Agora, podemos não encontrar uma faculdade. Nós não podemos sair como
missionários. Mas todos nós podemos fazer o que podemos exatamente
onde estamos. No mesmo dia em que preparei esta mensagem, recebi um e-
mail de um membro de um dos nossos LifeGroups. Ele e sua esposa deram à
luz uma criança que tinha um grave problema no coração. Aparentemente,
ao mesmo tempo, eles estavam tendo problemas com um de seus
eletrodomésticos. Vou ler para você a breve nota que me veio:
Querida classe: Muito obrigado do fundo dos nossos corações !!! Ontem à
noite eu fui dormir às 9:00 da noite totalmente exausto. Quando acordei às
6:30 da manhã, havia uma geladeira nova na cozinha !! Foi ligado e
funcionando muito bem !! Beth e eu somos muito gratos por este
verdadeiro derramamento de amor e apoio. Verdadeiramente, nos abençoa
saber, enquanto estamos passando por este momento difícil, temos o corpo
de Cristo que está demonstrando Seu amor! Você pode ser encorajado por
estar sendo "mãos e pés" dele no que está fazendo! Deus te abençoê!
Quando li essa carta, pensei em uma mulher chamada Dorcus no livro de
Atos. A Bíblia diz sobre ela: “Ela estava cheia de boas obras”. Ela sempre
fazia coisas para dar - itens de roupas e artigos de amor. Cheio de boas
obras.
Nós não somos salvos fazendo boas obras; somos salvos pela graça através
da fé. Mas se somos salvos pela graça através da fé, logo percebemos que
fomos salvos para fazer boas obras. Então, vamos memorizar e viver Efésios
2: 8-9 , e não nos esqueçamos do verso 10:
Pois é pela graça que você foi salvo, através da fé - e que não vem de vós, é
dom de Deus - agora de obras, para que ninguém se glorie. Porque somos
feitura de Deus, criados em Cristo Jesus para fazer boas obras, as quais Deus
preparou antecipadamente para nós fazermos.

A IGREJA PERFEITA
Efésios 4: 1-16

Há uma velha piada que diz que se você encontrar uma igreja perfeita, não
se junte a ela - porque então não seria mais perfeita! Bem, é verdade que
não há uma igreja perfeita neste mundo, mas há uma descrição perfeita da
igreja. É encontrado na primeira metade de Efésios 4 , e tem 317 palavras
de comprimento, mas pode ser resumido em apenas três palavras. Vamos
ler as 317 palavras primeiro, depois darei as três palavras-chave que
resumem a descrição de Deus de Sua igreja em sua melhor e mais perfeita
forma terrena:
Como prisioneiro do Senhor, peço-lhe que viva uma vida digna do chamado
que recebeu. Seja completamente humilde e gentil; seja paciente,
suportando um ao outro em amor. Faça todos os esforços para manter a
unidade do Espírito através do vínculo da paz. Há um só corpo e um só
Espírito - assim como fostes chamados para uma só esperança quando
fostes chamados - um só Senhor, uma só fé, um só batismo; um Deus e Pai
de todos, que é sobre todos e através de todos e em todos.
Mas a cada um de nós a graça foi dada como Cristo a repartiu. É por isso que
diz: "Quando ele subiu no alto, Ele levou cativos em seu trem e deu
presentes aos homens". (O que "Ele ascendeu" significa, exceto que Ele
também desceu para as regiões mais baixas e terrenas? Aquele que desceu é
o mesmo que subiu acima de todo o céu, a fim de preencher todo o
universo.) Foi Ele quem tem algum ser apóstolos, alguns profetas, alguns
evangelistas e alguns pastores e mestres, preparar o povo de Deus para as
obras de serviço, para que o corpo de Cristo seja edificado até que todos
cheguemos à unidade na fé e no conhecimento do Filho de Deus e
amadurecer, alcançando toda a medida da plenitude de Cristo.
Então não seremos mais crianças, jogadas de um lado para o outro pelas
ondas, e sopradas aqui e ali por todo vento de ensino e pela astúcia e
astúcia dos homens em suas maquinações enganosas. Em vez disso, falando
a verdade em amor, em todas as coisas cresceremos naquele que é a Cabeça,
isto é, Cristo. Dele todo o corpo, unido e unido por todos os ligamentos de
suporte, cresce e se edifica no amor, como cada parte faz seu trabalho
( Efésios 4: 1-16 ).
Unidade
Os seis primeiros versos tratam da unidade. Uma igreja saudável é aquela
que é caracterizada pela unidade e unidade, pelo amor e um senso de
comunhão, e isso só é verdade quando os membros e freqüentadores
daquela igreja são marcados pela humildade. Veja Ef 4: 1ss novamente:
Como prisioneiro do Senhor, peço-lhe que viva uma vida digna do chamado
que recebeu. Seja completamente humilde e gentil; seja paciente,
suportando um ao outro em amor. A frase que leva com é uma tradução da
palavra grega, anechomai , que é um pequeno mundo interessante. O
prefixo, ana, é uma preposição que significa, e a palavra-tronco, eco,
significa manter ou colocar. Assim, esta frase em Efésios 4: 2 poderia
literalmente ser traduzida, "colocar um ao outro em amor".
Na última noite de quarta-feira, em nosso estudo bíblico, encontramos um
pequeno versículo interessante no livro de Provérbios. Provérbios
12:16 diz: Um tolo mostra seu aborrecimento imediatamente, mas um
homem prudente ignora um insulto.
Em outras palavras, pessoas genuinamente humildes não se ofendem com
facilidade e não se irritam facilmente. Esta semana houve uma carta
interessante na coluna de Ann Landers. Um homem estava escrevendo para
Ann Landers porque estava chateado com a esposa. Ele disse,
Querida Ann Landers: Sou casada com "Louis" há 10 anos. No último fim de
semana, houve uma festa de aniversário para um dos parentes de
Louis. Comprei um presente e um cartão e deixei-os na mesa da sala de
jantar enquanto nos vestíamos. Normalmente eu assino os cartões para
toda a família, mas achei que seria legal se Louis desse um presente, então
pedi a ele para assinar. Quando ele voltou para o quarto, ele disse que
assinou todos os nossos nomes. Não sei o que me possuiu, mas por algum
motivo me senti compelido a verificar. Abri o envelope lacrado e vi o cartão
assinado: "Amor, tio Louis, Jane, Tabby e Martha". Jane é nossa filha. Tabby
é o nosso gato. Meu nome é Marta. Coloquei o cartão de volta e guardei
novamente o envelope, mas estava com tanta raiva que não consegui
enxergar direito. Você pode imaginar, Ann? Não só ele assinou o nome da
nossa filha antes do meu, mas até o nome do gato estava antes do
meu. Depois de alguns minutos, eu disse a Louis: "Por que você assinou
nossos nomes dessa maneira?" Ele respondeu: "O que há de errado com
isso?" Escusado será dizer que entramos em uma discussão terrível. Ele
acha que estou fazendo um grande negócio por nada. Estou magoada e com
raiva. Ele estava errado em assinar nossos nomes dessa maneira? Por favor
me dê um conselho.
Ann Landers respondeu muito sabiamente, na minha opinião: Então, o
nome do gato apareceu no cartão à frente do seu. Grande negócio. Espero
que você nunca tenha mais nada insultante de ficar chateado. Adquira suas
prioridades, Lady, e salve a adrenalina para assuntos mais importantes.
É exatamente o que o rei Salomão, o colunista de conselhos de 3000 anos
atrás, teria dito. Um tolo mostra seu aborrecimento imediatamente, mas um
homem prudente ignora um insulto. Aqui em Efésios 4Paulo está alertando
os efésios sobre serem facilmente ofendidos, sobre ter sentimentos que são
facilmente feridos. Ele continua dizendo no versículo 3: Faça todo esforço
para manter a unidade do Espírito através do vínculo da paz. E então ele
nos diz que existe uma base teológica para nossa união. Nós somos um no
Espírito porque nós pertencemos a um corpo que está sob o controle de um
só Senhor. O versículo 4 diz: Há um só corpo e um só Espírito - assim como
fostes chamados para uma só esperança ... um só Senhor, uma só fé, um só
batismo; um Deus….
Nós vamos ocasionalmente discordar de uma coisa ou outra, mas temos que
ser cuidadosos para fazê-lo sem perturbar nossa unidade, pois somos parte
de uma família, controlada por um Espírito, liderado por um Senhor, rumo a
um só. grande esperança. E Jesus disse que o mundo saberá que somos
cristãos pelo nosso amor.
Então a primeira palavra é unidade. Mas o segundo parágrafo deste texto é
sobre diversidade.
Diversidade
Efésios 4: 7 começa com a conjunção, mas. Estamos unidos em um só corpo,
em uma só família - mas! Mas há diversidade dentro da nossa unidade. Mas
a cada um de nós a graça foi dada como Cristo a repartiu. O tipo particular
de graça que Paulo está se referindo aqui não é graça salvadora, mas servir
a graça. Ele vai dizer que Deus deu a cada pessoa em sua igreja um dom
especial para servi-lo. Mas a cada um de nós a graça foi dada como Cristo a
repartiu… Ele continua dizendo que quando Ele subiu ao céu e enviou o
Espírito Santo no Pentecostes, esses dons de graça foram distribuídos aos
filhos de Deus. E ele continua no verso 11: Foi Ele quem tem alguns para ser
apóstolos, alguns para serem profetas, alguns para evangelistas, alguns para
ser pastores e mestres, para preparar o povo de Deus para as obras de
serviço, para que o corpo de Cristo possa ser construído ...
Paulo lista cinco escritórios ou presentes diferentes aqui, e em outras
passagens da Bíblia há cerca de 15 outros presentes mencionados
(dependendo de como você os conta). Há listas desses dons espirituais aqui
e em Romanos 12 e em 1 Coríntios 12 e 1 Pedro 4 .
O propósito da minha mensagem não é tentar listar todos os chamados
"Dons do Espírito", mas enfatizar o ponto que Paulo está fazendo aqui - todo
cristão é dotado por Deus de alguma forma para o serviço divino. E eu
acredito que estamos colocados aqui nesta terra para realizar uma tarefa
para a qual Deus especificamente nos projetou.
Você pode lembrar que antes, em Efésios 2:10 , Paulo escreveu: “Porque
somos feitura de Deus, criados em Cristo Jesus para fazer boas obras, as
quais Deus preparou antecipadamente para nós fazermos.
Eu tenho lido no livro de Jeremias, e no primeiro capítulo, quando Deus
chama Jeremias para a sua tarefa, o Senhor lhe diz: "Antes que eu te
formasse no ventre te conhecia, e antes de você nascer eu separa-te,
designo-te como profeta para as nações.
O Senhor tem um trabalho que só você pode fazer, e Ele nos colocou aqui
por um certo período de tempo para fazê-lo. O pregador britânico do século
17, Thomas Fuller, disse uma vez: Os filhos de Deus são imortais, enquanto
o Pai deles tem algo para eles fazerem na terra.
David Livingstone, em uma carta descrevendo a morte do Bispo Mackenzie,
em março de 1862, disse: Os homens são imortais até que seu trabalho seja
feito.
Na noite de quinta-feira, 21 de setembro de 1871, Charles Spurgeon estava
pregando em uma igreja em Newington, na Inglaterra, e foi o que ele disse à
congregação: O que quer que ocorra em torno de nós, não precisamos ficar
alarmados. Somos imortais até que nosso trabalho seja feito. E em meio a
doenças infecciosas ou contagiosas, se somos chamados a ir para lá,
podemos nos sentar com a mesma facilidade que no ar ameno. Não é nosso
para preservar a nossa vida, negligenciando o nosso dever. É melhor
morrer em serviço do que viver na ociosidade - melhor para glorificar a
Deus e partir, do que apodrecer no solo, negligenciando o que Ele quer que
façamos. Para Deus, pertencem as questões da morte. Podemos, portanto,
ficar sem temeridade em qualquer perigo onde o dever nos chamar.
A Bíblia diz: Meus tempos estão em Tua mão, ou, como diz a velha canção:
"Trabalharemos até que Jesus venha, depois seremos levados para casa".
Às vezes, o trabalho que Deus tem para fazer é dentro dos parâmetros de
nossos ministérios da igreja. Estamos sempre à procura de professores e
músicos e recepcionistas e recepcionistas e trabalhadores de creches e
ministros de crianças - e cerca de mil outros tipos de ministérios. Muitas
vezes nosso ministério está fora dos programas organizados de nossa
igreja. Pode ser cuidar de um ente querido em uma casa de repouso, ser
voluntário no Crisis Pregnancy Support Center ou procurar ganhar seus
colegas de trabalho para Cristo.
Eu li sobre uma mulher que foi ao seu pastor reclamando do seu ambiente
de trabalho. Era tão grosseiro e cru, seus colegas de trabalho usavam
linguagem ruim, e ela era a única cristã ali. "Eu não acho que posso colocar
com isso!" ela disse. Seu pastor lhe fez apenas uma pergunta de cinco
palavras, e isso mudou completamente sua perspectiva. A partir daí, ela
entendeu por que Deus a colocou lá e passou a trabalhar todos os dias com
um novo propósito e atitude. Sua pergunta simples era: "Onde você coloca
luzes?"
Há uma necessidade e devemos preenchê-la. Há um trabalho e devemos
fazê-lo. Há uma coroa e nós devemos vencer.
Há muitos dons, muitos empregos, muitos ministérios diversos, mas eles
funcionam dentro da unidade orgânica da igreja. Agora, o que acontece
quando todos nós realizamos nossa tarefa? Isso nos leva a este terceiro
parágrafo, o que fala sobre a crescente maturidade dentro da igreja de
Cristo.
Maturidade
Então - quando houver unidade exibida e diversidade exercida - não
seremos mais crianças, jogadas de um lado para o outro pelas ondas, e
sopradas aqui e ali por todo vento de ensino e pela astúcia e astúcia dos
homens em sua trama enganadora. . Em vez disso, falando a verdade em
amor, em todas as coisas cresceremos para Ele, que é a Cabeça, isto é,
Cristo. Dele, todo o corpo, unido e unido por todos os ligamentos de
suporte, cresce e se edifica no amor, à medida que cada parte faz seu
trabalho.
John Newton foi o autor do hino "Amazing Grace". Ele tinha sido um
comerciante de escravos malvado e sem valor. Sua história é uma das mais
notáveis da história cristã. Após sua conversão, ele foi para o ministério e,
em 1780, foi convidado a se tornar pastor de St. Mary's Woolnoth, em
Londres, onde agora está enterrado. Vários anos atrás, visitei St. Mary's,
uma pequena igreja agora cercada de arranha-céus e edifícios modernos no
coração do distrito financeiro de Londres. Eu estava no púlpito de John
Newton e tentei imaginar seu primeiro serviço lá. Ele era um dos dois
únicos ministros anglicanos evangélicos em toda Londres, e as pessoas não
tinham certeza de como ele se daria bem. Naquele domingo de 1780, ele
subiu os degraus do púlpito, levantou-se e olhou para a platéia. Ele abriu a
Bíblia e virou-se para este textoEfésios 4:15 , e ele os chamou para a
maturidade em Cristo.
E até hoje, as pessoas ainda estão falando sobre John Newton e St. Mary's
Church, e o impacto que isso teve em Londres e no mundo.
James Montgomery Boice conta que Lawrence da Arábia visitou Paris
depois da Primeira Guerra Mundial com alguns amigos árabes. Mostrou-os
em torno de Paris, mas o que mais os fascinava era a torneira do quarto de
hotel. Eles passaram horas ligando e desligando; eles pensaram que era
maravilhoso. Tudo o que tinham que fazer era girar a manivela e conseguir
toda a água que quisessem. Quando chegou a hora de sair, Lawrence os
encontrou no banheiro tentando soltar a torneira. Eles explicaram: "Está
muito seco na Arábia. O que precisamos são torneiras. Se as tivermos,
teremos toda a água que quisermos." Lawrence teve que explicar que a
eficácia das torneiras estava em sua conexão com o gasoduto.
Você está conectado ao gasoduto de Deus? Seu amor está fluindo através de
você? Unidade, Diversidade, Maturidade - Descrição de Paulo da igreja
perfeita. Que o Senhor torne cada um de nós humilde, trabalhador e maduro
- canais de Sua água viva para o nosso mundo desidratado espiritualmente.

O ESTILO DE VIDA FED O CRISTÃO?


Efésios 4: 17-32

Eu não sei de nenhuma palavra que esteja sujeita a mais adjetivos do que o
termo popular lifestyle. Quase todos os dias ouvimos algo nas notícias sobre
o estilo de vida americano, um estilo de vida saudável, um estilo de vida
caro, um estilo de vida gay, um estilo de vida de Hollywood. Houve um
artigo no noticiário outro dia sobre um terrorista na Alemanha que foi
seduzido a realizar atos criminosos por promessas de um "estilo de vida de
James Bond". Um programa de televisão popular de alguns anos atrás
apregoava o estilo de vida dos "ricos e famosos". Bem, hoje, gostaria de
levá-lo a uma passagem da Escritura que descreva um estilo de vida
distintamente cristão, e gostaria de abordar a questão: "Qual estilo de vida
se encaixa melhor ao cristão?" Em nosso estudo contínuo do livro de Efésios
do Novo Testamento, estamos chegando à última metade do capítulo
quatro,Efésios 4: 17-32 .
Então eu lhes digo isto, e insisto nisto no Senhor, que você não deve mais
viver como os gentios, na futilidade de seus pensamentos. Eles são
obscurecidos em sua compreensão e separados da vida de Deus por causa
da ignorância que há neles devido ao endurecimento de seus
corações. Tendo perdido toda a sensibilidade, eles se entregaram à
sensualidade para se entregar a todo tipo de impureza, com um desejo
contínuo por mais.
Você, no entanto, não veio a conhecer a Cristo dessa maneira. Certamente
você ouviu falar dele e foi ensinado nele de acordo com a verdade que está
em Jesus. Você foi ensinado com relação ao seu antigo modo de vida, para
adiar o seu antigo eu, que está sendo corrompido por seus desejos
enganosos; ser feito novo na atitude de suas mentes; e colocar o novo eu,
criado para ser como Deus em verdadeira retidão e santidade.
Portanto, cada um de vocês deve adiar a falsidade e falar com verdade ao
próximo, pois somos todos membros de um só corpo. Em sua ira, não
pequeis: Não deixe o sol se pôr enquanto ainda estiver zangado, e não dê ao
diabo uma posição segura. Aquele que tem roubado não deve mais roubar,
mas deve trabalhar, fazendo algo útil com suas próprias mãos, para que
possa ter algo para compartilhar com os necessitados. Não deixe que
qualquer conversa prejudicial saia de sua boca, mas apenas o que é útil para
construir os outros de acordo com as necessidades deles, para que isso
possa beneficiar aqueles que ouvem. E não aflija o Espírito Santo de Deus,
com quem foi selado para o dia da redenção. Livre-se de toda amargura,
raiva e raiva, brigas e calúnias, junto com toda forma de malícia. Seja gentil
e compassivo com o outro, perdoando um ao outro, assim como em Cristo
Deus o perdoou.
Vamos ver os três parágrafos que compõem esta seção das Escrituras. O
primeiro parágrafo, Efésios 4: 17-29 , descreve o mundo ao nosso
redor. Veja como é colocado no versículo 17:
O mundo à nossa volta
Então, eu lhes digo isto e insisto no Senhor. Este é o apóstolo Paulo
escrevendo, mas Ele está escrevendo sob a inspiração de Deus, então
podemos também tomar essas palavras como vindas do próprio Deus para
você e para mim. Ele está falando insistentemente. Ele é muito sincero. Ele é
muito enfático. Ele está insistindo que você deve viver muito mais tempo do
que os gentios. A palavra viva é a palavra grega peripateo (per-ee-pat-eh´-
o), que significa caminhar ou andar por aí e tem a ver com o nosso estilo de
vida, o nosso modo de viver, o nosso caminhar diário; e a palavra para
gentios é a palavra grega ethnos(eth´-nos), da qual obtemos nossa palavra
em inglês "étnica". Significa as nações, os povos ou, neste caso, o mundo ao
nosso redor. Em outras palavras, Deus insiste que Seu povo mantenha um
estilo de vida diferente e distinto do que o mundo ao nosso redor.
Agora, ele continua a explicar o mundo ao nosso redor, dando-nos uma
descrição muito vívida de uma sociedade e uma cultura que desconsidera
Deus e Sua Palavra. Versículo 18: Eles são obscurecidos em seu
entendimento e separados da vida de Deus por causa da ignorância que há
neles devido ao endurecimento de seus corações.
A palavra grega para endurecer é porose (porosis, po´-ro-sis), que significa
tornar-se como pedra. Era a palavra que os gregos usavam para descrever
objetos petrificados. Eu nunca vou esquecer quando meu pai e minha mãe
me levaram em uma viagem para o oeste e nós visitamos a floresta
petrificada. Eu esperava ver um bosque de árvores ainda de pé, todas se
transformando em pedra. Mas, em vez disso, eram apenas os troncos de
árvores espalhados aqui e ali pela paisagem, todos eles tendo se
transformado de madeira macia, viva, vegetal e fibra em pedra dura. O guia
explicava que, com o tempo, a água saturada de minerais infiltrava-se na
matéria orgânica, transformando-a em pedra. A Bíblia diz que a mesma
coisa pode acontecer aos nossos corações e às nossas consciências. Com o
tempo, nossos corações podem ficar endurecidos, petrificados.
O versículo 19 continua: Tendo perdido toda a sensibilidade… A palavra
grega aqui significa perder a capacidade de sentir vergonha ou
constrangimento. Tendo perdido toda a sensibilidade, eles se entregaram à
sensualidade (comportamento completamente desprovido de restrição
moral, geralmente com a implicação de licenciosidade sexual) de modo a
entrar em todo tipo de impureza com um desejo contínuo por mais.
Eu estava muito interessado com a reação ao novo show Temptation
Island. Críticos de televisão, comentaristas sociais e especialistas em mídia
disseram que a idéia por trás do programa era moralmente
repugnante. Anunciantes foram resgatando esquerda e direita. Mas os
americanos estão em sintonia, e o programa tem sido consistentemente
entre os dez programas mais assistidos no país.
Recentemente, na Temple University, na Filadélfia, Pensilvânia, o
Departamento de Teatro decidiu realizar a peça Corpus Christi no
campus. Representa Jesus como um homossexual que faz sexo com seus
discípulos. Havia um estudante cristão chamado Michael Marcavage, que
estava na lista do reitor, e estava ativo na Cruzada Estudantil para
Cristo. Ele imediatamente se queixou ao reitor da Escola de Comunicações e
Teatro, bem como ao presidente da universidade. Ele postou panfletos pelo
campus para que todos ficassem longe da natureza blasfema da peça. Ele
concordou em não iniciar protestos fora do teatro, mas pediu permissão
para encenar um evangelismo cristão para a comunidade
estudantil. Enquanto ele estava no escritório do vice-presidente da
universidade, policiais chegaram,
Houve um relatório na semana passada, em Londres, de que a violência e os
ataques físicos contra cristãos e contra igrejas aumentaram
dramaticamente no ano passado no Reino Unido.
Este não é um mundo amigo dos cristãos. Esta sociedade atual não tolerará
quaisquer repreensões morais ou restrições de todo. Eles querem a
liberdade de se entregar a todo tipo de impureza, com uma luxúria contínua
por mais.
Eu li uma entrevista no outro dia com Heather Graham, a estrela do filme
Austin Powers. Ela estava muito amarga em relação à igreja porque, ela
disse, reprimia sua sexualidade. Sua citação exata era: "Por que eu tenho
que fazer o que todos esses homens estão dizendo? Por que a sexualidade
de uma mulher é tão má?"
Bem, a sexualidade em si não é má; foi criado por Deus. Mas a Bíblia adverte
que Deus pretende que sejamos responsáveis por pessoas morais e
espirituais. Então eu lhes digo isto, e insisto nisto no Senhor, que você não
deve mais viver como os gentios vivem, na futilidade de seus
pensamentos. Tendo perdido toda a sensibilidade, entregaram-se à
sensualidade para se entregar a todo tipo de impureza com um desejo
contínuo por mais.
Esse é o mundo ao nosso redor, como descrito em Efésios 4: 17-19 . Agora, o
próximo parágrafo, Efésios 4: 20-24 , descreve a mudança dentro de nós.
A mudança dentro de nós
O verso 20 começa, Você, no entanto, não veio a conhecer a Cristo dessa
maneira. Em outras palavras, esta não é a maneira que você aprendeu a
viver em Cristo. Agora que você se tornou um cristão, algo diferente
aconteceu dentro de você, algo que separa você do mundo, algo que lhe dá
um estilo de vida distinto. Paul continua descrevendo a mudança em termos
de guarda-roupa.
Quando eu tinha doze anos ou mais, passei uma semana ou duas com minha
tia Louise, que era proprietária de uma fábrica e estava razoavelmente bem
de vida. Um dia vesti meu casaco e gravata e fui com ela para a fábrica. Por
volta do meio da manhã, ela me mandou pela rua em uma missão e,
enquanto eu caminhava pela rua, um caminhão-trator passou por ali, bateu
em uma poça de lama e me espatifou com lama da cabeça aos pés. Você
deveria ter visto minha tia Louise quando entrei em seu escritório. Lama
estava pingando do meu cabelo e da ponta do meu nariz. Minhas roupas
estavam encharcadas. Com grande sobressalto, ela mandou chamar um
motorista que me levou até a casa dela e se certificou de que eu tirasse cada
ponto da roupa, tivesse um banho quente e que estivesse vestida de novo
com as roupas do limpador.
Isso é exatamente o que acontece quando chegamos a Cristo. O mundo, a
carne e o diabo nos respingam com pecado e impureza. Nossa justiça é
como trapos imundos. Quando nos colocamos diante da cruz de Cristo e O
recebemos como Senhor e Salvador, Ele remove nossas roupas sujas, nos
purifica em Seu sangue e veste-nos com as vestes de Sua justiça.
Você foi ensinado com relação ao seu antigo modo de vida, para adiar o seu
antigo eu, que está sendo corrompido por seus desejos enganosos; ser feito
novo na atitude de suas mentes; e colocar o novo eu, criado para ser como
Deus em verdadeira retidão e santidade.
Agora, isso leva ao último parágrafo do capítulo, que descreve as exigências
sobre nós como aqueles que estão vestidos com a justiça de Cristo, ainda
vivendo em um mundo entregue à sensualidade e todo tipo de impureza.
As exigências sobre nós
Efésios 4:25 começa com a palavra, portanto ...
Portanto, cada um de vocês deve… Observe o imperativo, a nota de
insistência. E agora o Senhor está prestes a nos dizer o estilo de vida que se
ajusta ao cristão. Existem várias áreas mencionadas aqui. O primeiro tem a
ver com sua moralidade, sua integridade. Verso 25: Portanto, cada um de
vocês deve adiar a falsidade e falar com verdade ao próximo, pois somos
todos cidadãos de um só corpo.
No passado, você não pensava em mentir para sair de problemas ou esticar
a verdade ou dizer o que fosse conveniente em qualquer situação. Mas
agora, sua palavra é uma indicação do seu caráter, e você deve ser pessoas
que são caracterizadas pela honestidade.
A segunda área tem a ver com a maneira como lidamos com o humor do
cristão, especificamente em relação à raiva. Estamos todos fadados a ficar
com raiva de vez em quando, mas devemos ter cuidado com a forma como
expressamos essa raiva e por quanto tempo ficamos com raiva: em sua
raiva, não peque. Não deixe o sol se pôr enquanto você ainda estiver
zangado, e não dê ao diabo uma posição segura.
Nos últimos anos, tem havido muitos sociólogos que dizem que é melhor
tirar as coisas do nosso peito, ser assertivo, expressar nossa hostilidade. E
há momentos em que o sábio pode fazer isso. Mas recentemente li um
psicólogo chamado Gary Emery que está questionando esse conselho. Ele
escreveu: "Embora toda uma escola de pensamento recomende que você
expresse verbalmente sua hostilidade, uma grande quantidade de pesquisas
recentes descobriu o oposto. Os pesquisadores descobriram que liberar sua
raiva corrói os relacionamentos e gera mais raiva, não menos Em um estudo
recente ... apenas um entre 300 casais casados relataram que gritam um
com o outro ".
Então Paulo lida com integridade e raiva, e nos próximos dois versículos ele
lida com o dinheiro do cristão: Aquele que tem roubado não deve mais
roubar, mas deve trabalhar, fazendo algo útil com suas próprias mãos, para
ter algo para compartilhar. com os necessitados.
Em outras palavras, nunca devemos chegar a um centavo de forma
enganosa ou desonesta. Os cristãos devem ser pessoas trabalhadoras,
ganhando dinheiro com o propósito expresso de compartilhar algumas
delas com os outros.
A próxima área com a qual ele lida é a boca do cristão. O versículo 29 diz,
Não deixe que qualquer conversa prejudicial saia de sua boca, mas apenas o
que é útil para edificar os outros de acordo com suas necessidades, para que
isso possa beneficiar aqueles que ouvem. E não aflija o Espírito Santo de
Deus, com quem foi selado para o dia da redenção.
A palavra afligir é uma palavra muito forte e emocional. O apóstolo Paulo
poderia ter dito: "Não desagradas ao Espírito Santo. Não decepciones o
Espírito Santo. Não abaixes o Espírito Santo." Mas a palavra pesar transmite
sofrimento emocional e profunda tristeza. Diz que quando dizemos
mentiras, quando perdemos a paciência, quando roubamos, quando
deixamos a conversa insalubre sair de nossas bocas, isso causa sofrimento
emocional e profunda tristeza ao Espírito Santo que vive dentro de nossos
corações. Ele é entristecido por esse tipo de comportamento.
Então, no versículo 31-32, somos informados sobre a magnanimidade do
cristão, sua compaixão: Livrar-se de toda a amargura, raiva e raiva, brigas e
calúnias, juntamente com toda forma de malícia. Seja gentil e compassivo
com o outro, perdoando um ao outro, assim como em Cristo Deus o
perdoou.
Existe alguém que você não perdoou? Deus te perdoou de todos os seus
pecados em Cristo; Você não deveria também refletir Sua compaixão e
perdoar seu inimigo?
Então, em vista do mundo ao nosso redor e da mudança dentro de nós,
estas são as exigências sobre nós, em termos de nossa moralidade, nossos
humores, nosso dinheiro, nossas bocas e nossos modos, nossos corações
magnânimos.
Apenas esta semana, o último sobrevivente do naufrágio do Titanic morreu
no sul da França. Seu nome era Michel Navratil, que tinha apenas três anos
quando o Titanic afundou depois de bater em um iceberg em 1912. Ele
tinha 92 anos de idade. Navratil e seu irmão de dois anos, Edmond, estavam
viajando com o pai, que estava afastado de sua esposa e havia raptado os
dois garotos e os levado a bordo do navio sem o conhecimento dela.
Quando o Titanic atingiu o iceberg, seu pai vestiu os meninos muito
calorosamente, levou-os para o convés e certificou-se de que eles estavam
seguros em um bote salva-vidas. O pai desceu com o navio, mas os dois
garotinhos foram salvos e desembarcaram em Nova York, mas ninguém
sabe quem eles eram. Eles foram apelidados de "os órfãos do Titanic", e sua
mãe soube de seu paradeiro através de relatos de jornais.
Agora, existem apenas quatro mulheres ainda vivas que sobreviveram ao
naufrágio daquele grande transatlântico em 1912.
Por que o Titanic caiu? Porque a água inundou ela. Os navios são
construídos para estar na água, para flutuar a água, para habitar a água. Mas
quando a água entra nos navios, eles afundam. Os cristãos são feitos para
estar neste mundo, para habitar este mundo, para mudar este mundo. Mas
quando o mundo entra no cristão, e quando o mundo entra na igreja, nós
lançamos e rolamos e fundamos e afundamos.
Ou como é colocado em outro lugar nas Escrituras:
Portanto, irmãos, peço-vos, pela misericórdia de Deus, que apresentem a
vossos corpos um sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso
serviço razoável. E não se conforme com este mundo, mas seja
transformado pela renovação de sua mente, para que você possa provar o
que é essa boa, aceitável e perfeita vontade de Deus.

PERDOANDO OUTROS
Hebreus 12:15 ; Efésios 4:32

Cuide para que ninguém perca a graça de Deus e que nenhuma raiz amarga
cresça para causar problemas e contaminar muitos ( Hebreus 12:15 ).
Não consigo pensar em um começo mais desagradável para minha
mensagem hoje do que em descrever um vaso sanitário entupido. Suponha
que você tenha entrado em um banheiro para encontrar um vaso sanitário
que tenha sido usado repetidas vezes sem que ninguém tenha se dado ao
trabalho de limpá-lo. Está cheio de resíduos e sujeira malcheirosos. Um rolo
virtual de papel higiênico foi jogado dentro dele. Suponha, sendo uma alma
corajosa (ou desesperada), você se aproximou o suficiente para liberá-
la. Mas o ralo estava tão entupido que a água recuou, espalhando toda a
bagunça pelo chão.
Essa é uma imagem de um coração humano que se recusa a eliminar sua
raiva, ressentimento e amargura. Os detritos insalubres se acumulam e
recuam até que a vida da pessoa se torne tóxica e repulsiva. Em seguida,
derrama na vida de outras pessoas. É por isso que Efésios 4:32 diz:
"Seja gentil e compassivo com o outro, perdoando um ao outro, assim como
em Cristo Deus te perdoou." Colossenses 3 diz: "Mas agora vocês devem
livrar-se de todas essas coisas como: raiva, raiva, malícia ... Suportem-se uns
aos outros e perdoem quaisquer queixas que possam ter uns contra os
outros. Perdoem como o Senhor o perdoou."
No entanto, o perdão não é fácil para nós, e ocasionalmente nos deparamos
com situações da vida em que nem temos certeza de que o perdão é
apropriado. Eu tenho um amigo que me contou sua experiência
angustiante. Ele e sua esposa e filha estavam em casa uma noite quando um
homem invadiu sua casa, agitando uma arma. Ele os roubou na ponta da
arma e, com a arma apontada para a filha adolescente, avisou ao pai que, se
tentasse interferir, sua filha era uma mulher morta. Então, com o dedo no
gatilho da arma, ele estuprou a garota antes de fugir.
Você aconselharia essa família a perdoar o agressor?
Você pode ver que não estamos lidando com um assunto fácil. No entanto, a
Bíblia lida com este tópico de uma maneira sensível e sábia e
abrangente. Um estudo completo do assunto de perdoar os outros levaria
muitas semanas. Por hoje, gostaria de compartilhar apenas três elementos
que ajudam a compor a química do perdão.
Primeiro, todos nós devemos aprender que o amor verdadeiro ignora as
muitas pequenas ofensas diárias que estão fadadas a ocorrer. Quase todos
nós temos algumas arestas afiadas aqui e ali. A maioria de nós tem algumas
dificuldades para nossas personalidades. Às vezes, nos esfregamos um ao
outro do jeito errado, ou nos irritamos um ao outro, ou negligenciamos um
ao outro, ou dizemos algo sem pensar. Existem cerca de 10.000 maneiras de
ofender outra pessoa, e há um número igual de maneiras pelas quais
podemos ferir nossos sentimentos. Isso é especialmente verdade se formos
um pouco inseguros ou se tivermos uma baixa auto-imagem. Nós levamos
as coisas pessoalmente e nos tornamos defensivos e facilmente
ofendidos. Companheiros de quarto saem do tipo um com o outro. Maridos
e esposas se esfregam no caminho errado. Companheiros de trabalho no
trabalho tomam pequenos golpes um no outro. Os membros da igreja
acham que um outro se mostrou ou esnobe.
Mas à medida que crescemos no Senhor Jesus Cristo, cada vez mais
tendemos a ignorar cada vez mais pequenas ofensas diárias. Paul resumiu
sua atitude em cinco pequenas palavras: "Mas o que isso importa?" Ele
disse: "É verdade que alguns pregam a Cristo por inveja e rivalidade, mas
outros por boa vontade. Os últimos o fazem em amor, sabendo que sou
colocado aqui em defesa do evangelho. Os primeiros pregam a Cristo por
egoísmo. ambição, não sinceramente, supondo que eles possam provocar
problemas para mim enquanto eu estou em cadeias. Mas o que importa? O
importante é que em todos os sentidos, seja por motivos falsos ou
verdadeiros, Cristo é pregado. Eu me alegro ".
Pedro disse: "O fim de todas as coisas está próximo. Portanto, tenha a mente
clara e controle para que você possa orar. Acima de tudo, amem-se
profundamente, porque o amor cobre uma multidão de pecados" ( 1 Pedro
4: 7-8). ).
Provérbios 12:16 é o meu verso favorito sobre este assunto porque é tão
claro: um tolo mostra seu aborrecimento ao mesmo tempo, mas um homem
prudente ignora um insulto.
E Efésios 4: 2 diz: "Seja completamente humilde e gentil; seja paciente,
suportando-se uns aos outros em amor". A frase "tendo com ..." é uma
tradução de uma palavra grega que vem do verbo "pôr" ligado à preposição
"up". Literalmente significa "aguentar". Eu disse recentemente a uma de
minhas filhas que uma das técnicas mais importantes para aprender a lidar
com as pessoas é o poder de dar de ombros. Encolher os ombros é
geralmente melhor do que balançar os punhos ou abanar a língua. Descobri
que não há limite para o número de coisas que posso ignorar. Por
quê? Porque o amor verdadeiro libera uma infinidade de pequenas ofensas
diárias e evita que o lodo de raiva, mágoa e amargura apareça no sistema de
encanamento da alma.
O segundo elemento do perdão envolve ofensas mais sérias. A Bíblia ensina
que, quando alguém nos chega com um coração arrependido e arrependido,
pedindo perdão, somos obrigados a perdoá-lo, assim como nós mesmos
fomos perdoados por Deus.
O Senhor fala disso tanto no começo como no fim do seu ministério. Em seu
primeiro sermão, ele nos ensinou a orar: "Perdoa-nos os nossos pecados,
assim como nós perdoamos aos que pecaram contra nós" ( Mateus 6:12). E
perto da conclusão de seu ministério ele abordou o assunto em maior
detalhe. Ele disse em Mateus 18 que se alguém cometer uma séria ofensa
contra nós e nós os confrontarmos e eles se arrependerem, nós devemos
perdoá-los completamente.
Pedro perguntou: "Quantas vezes devemos perdoá-los? Sete vezes?" "Não",
respondeu Jesus. "Eu lhe digo, não sete vezes, mas setenta e sete
vezes." ( Mateus 18:21 , 22 )
Então ele começou a contar a Pedro a parábola do servo sem misericórdia.
Um servo devia ao rei uma grande quantia em dinheiro, milhões de dólares,
e o rei poderia ter tentado extrair o dinheiro de maneira indescritivelmente
cruel. Mas quando o servo clamou por misericórdia, o rei perdoou a
dívida. Indo em sua direção, o criado foi abordado por um homem que lhe
devia alguns dólares. "Tenha piedade de mim", disse o homem. "Eu vou
pagar de volta quando eu puder." Mas o servo mandou prender o homem
até que ele pudesse pagar a dívida. Jesus disse: "Então o senhor chamou o
servo." Seu servo malvado ", disse ele. 'Eu cancelei todas as suas dívidas
porque você me implorou. Você não deveria ter tido misericórdia do seu
companheiro como eu em você?' Com raiva, seu mestre o entregou aos
carcereiros para serem torturados, até que ele devesse devolver tudo o que
devia. " Então Jesus acrescentou estas palavras alarmantes: É assim que
meu Pai celestial tratará cada um de vocês, a menos que você perdoe seu
irmão de seu coração. (Mt 18: 23-35 )
Corrie Ten Boom nos forneceu, talvez, a melhor e mais amplamente
utilizada ilustração disso. Corrie foi aprisionada durante os anos de guerra
em um campo de concentração, humilhada e degradada, submetida a buscas
em faixas, e forçada a tomar banho diante dos olhos cobiçosos dos guardas
mal-humorados. Seu querido pai morreu nas mãos dos nazistas, assim
como sua amada irmã Betsy. Corrie sobreviveu milagrosamente ao
holocausto e, depois da guerra, tornou-se uma missionária itinerante para
Cristo. Ela pregou e compartilhou as Escrituras em todo o mundo. Então, no
dia, ela estava falando em Munique. Depois do sermão, ela viu um homem
vindo em sua direção com a mão estendida. "Ja, Fraulein, é maravilhoso que
Jesus nos perdoe todos os nossos pecados, assim como você diz." Ela se
lembrou do rosto dele. Ele era um dos guardas leering, lascivos,
zombeteiros da SS que a humilhavam e abusavam dela.
Sua mão congelou ao seu lado. Ela não podia perdoar. Ela pensou que tinha
perdoado, mas de repente percebeu que não podia perdoar este guarda em
particular, ali em carne sólida diante dela. Ela fez uma oração silenciosa e
urgente: "Senhor, perdoa-me, não posso perdoar". Sua mão foi
repentinamente descongelada. O gelo do ódio se derreteu. Sua mão saiu. Ela
perdoou como tinha sido perdoada.
Nós temos uma obrigação, baseada no perdão de Cristo. É por sua graça que
temos a graça de estender a graça do perdão divino. Seja gentil e
compassivo com o outro, perdoando um ao outro, assim como em Cristo,
Deus perdoou você.
O terceiro elemento na química do perdão envolve o impenitente que nos
ofendeu, nos feriu ou nos abusou. Eles nunca pediram desculpas, e talvez
eles estejam até mesmo desdenhosos do seu mal de mão armada. Talvez
eles gostem de nos atormentar e torcer a faca em nossas costas ou
derramar sal em nossas feridas. Aqui eu acredito que temos duas opções
bíblicas.
Primeiro, podemos optar por perdoá-los se acharmos que devemos. Jesus
orou por seus algozes, dizendo: "Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que
estão fazendo". ( Lucas 23:34 ) Estêvão orou enquanto ele estava sendo
apedrejado até a morte: "Senhor, não segure este pecado contra eles." ( Atos
7:60 )
Um casal em nossa igreja (eu os chamarei de Tom e Mary) me contou sua
história. Quando eles se casaram, a primeira esposa de Tom, que ainda
estava com raiva e amargurada, decidiu fazer todo o possível para tornar a
vida miserável para Tom. Ela repetidamente o levou ao tribunal, tentou
arruiná-lo financeiramente, pediu mais e mais pensão alimentícia e pensão
alimentícia e se recusou a dar a ele qualquer direito de visita. Tom e Mary
desenvolveram sentimentos muito hostis em relação a essa mulher. Mas
ambos eram cristãos novos e queriam lidar com suas atitudes de uma
maneira que agradasse ao Senhor. Eles não sabiam o que fazer, mas
decidiram pedir a Deus que lhes desse espíritos de perdão. Eles decidiram
orar por essa mulher e rezar por sua felicidade. Eles não oraram para que
Deus mudasse seu coração ou fizesse dela uma cristã. Eles apenas oraram
para que ela fosse feliz.
Tom e Mary oraram por um ano inteiro e descobriram que é muito difícil
ficar com raiva ou inveja de alguém por quem você está sinceramente
orando. No entanto, durante esse tempo, a situação tornou-se cada vez mais
difícil de lidar. Mas um dia eles receberam um telefonema surpreendente da
mulher. Ela havia encontrado o Senhor e instantaneamente toda a situação
mudou totalmente. Eles foram capazes de trabalhar em todas as suas
circunstâncias, e uma amizade de trabalho desenvolvida entre eles
continuou por treze anos.
Assim, o Senhor pode nos dar a graça e a sabedoria para perdoar até
aqueles que parecem ter corações impenitentes. Ainda assim, quando você
estuda esse assunto cuidadosamente na Bíblia, descobre que o próprio
perdão dos pecadores por Deus não é uma carta branca, mas é estendido
apenas àqueles que se arrependem.
O perdão bíblico é condicionado pelo arrependimento. Deus perdoar a
todos por tudo, sem exigências de contrição ou arrependimento, trairia sua
própria santidade e justiça. A Bíblia diz: "Se confessarmos os nossos
pecados, ele é fiel e justo e nos perdoará os nossos pecados ..." ( 1 João 1:
9 ). Jesus disse: "A menos que se arrependam, todos vocês também
perecerão" ( Lucas 13: 3 ).
Não nos dizem que devemos perdoar a todos por tudo. Robertson
McQuilkin escreveu em seu livreto sobre perdão,
"Embora o amor possa às vezes escolher perdoar, não é obrigado sem
arrependimento."
O que, então, fazemos com pessoas que nos abusam, ferem e nos traem e
nunca vêm buscando perdão? Tomamos a decisão de entregá-las ao Senhor
e, ao fazê-lo, liberar o ressentimento e a amargura que tão facilmente
entopem o encanamento de nossas almas. Romanos 12: 17ss diz:
Não pague a ninguém mal pelo mal. Tenha cuidado para fazer o que é certo
aos olhos de todos. Se é possível, na medida em que depende de você, viver
em paz com todos. Não se vingue, meus amigos, mas deixe espaço para a ira
de Deus, pois está escrito: "É meu para vingar; eu vou retribuir", diz o
Senhor. Pelo contrário, "se seu inimigo estiver com fome, alimente-o; se ele
estiver com sede, dê-lhe algo para beber. Ao fazer isso, você acumulará
brasas na cabeça dele". Não seja vencido pelo mal, mas supere o mal com o
bem.
Foi o que aconteceu no caso que lhe contei anteriormente sobre o homem
que invadiu a casa e estuprou a filha sob a mira de uma arma. Se algo assim
acontecesse em minha casa, acho que jamais poderia perdoar o homem que
faria isso se continuasse impenitente. Mesmo que ele confessasse seu
pecado e pedisse perdão, seria necessário a graça divina de Jesus Cristo
para que eu o perdoasse. Sem confissão, sem contrição, sem
arrependimento da parte dele, não tenho certeza se devo sequer pensar em
perdoá-lo. Mas tampouco quero que minha família passe pelo resto de
nossas vidas sobrecarregada de raiva e amargura.
Então essa família em particular chegou ao ponto de se ajoelhar e orar:
"Senhor, o homem que fez isso conosco nunca foi apanhado, e talvez nunca
o seja. Não há nada que possamos extrair justiça e julgamento. Mas você Sei
quem é este homem, onde ele está, e você nos disse para deixar espaço para
a sua ira. Pedimos-lhe para resolver esta conta. Nós entregamos a você, e
pedimos a você para expulsar a raiva de nossos corações Sua graça Nós
liberamos o homem em suas mãos e, ao fazê-lo, também liberamos a raiva e
a amargura.
Talvez o Senhor converta aqueles que nos magoaram. Talvez ele os
condene. De qualquer forma, quando deixamos isso em suas mãos,
podemos virar a esquina e seguir em frente com nossas vidas.
Esta semana, Pete Peterson foi confirmado como o primeiro embaixador
dos Estados Unidos no pós-guerra no Vietnã, e em breve viajará para Hanói
para representar os Estados Unidos. Peterson foi o último em Hanói como
prisioneiro de guerra. Ele foi torturado e interrogado, detido por mais de
seis anos no infame Hanoi Hilton. Mas ele disse que a partir do momento de
sua liberação "eu apenas resolvi que deixaria meu ódio no portão e
começaria a construir um futuro".
Vários anos atrás, li a história de um pastor no Zaire. Nestes dias mais
recentes, como vimos o derramamento de sangue e destruição do Zaire, eu
me pergunto o que aconteceu com ele. Seu nome era Botembo Isako. Ele era
um soldado, um militar em seu país. Após o treinamento básico, ele foi
designado para uma unidade da polícia militar em Muanda. Ele viveu uma
vida má, usando drogas, cometendo imoralidade e abusando de sua
autoridade contra civis.
Um dia ele foi designado para detalhes de segurança em um jogo de
futebol. Estando no comando de sua unidade, ele enviou seus homens para
dentro do estádio enquanto permanecia do lado de fora intimidando as
pessoas e forçando-as a lhe dar seus relógios, jóias e dinheiro. Ele se
aproximou de um jovem de 17 anos e revistou-o. A juventude não tinha
nada além de um pequeno livro. Furioso, Botembo espancou o garoto até
que o menino finalmente conseguiu se libertar e fugir, ferido e
ensanguentado em seu próprio sangue. Mas quando ele fugiu, ele gritou de
volta: "Deus te abençoe. Que o Senhor te perdoe".
Botembo riu. Depois do jogo ele foi para casa e inspecionou sua
pilhagem. Ele viu o pequeno livro e descobriu que era um Novo
Testamento. Ele começou a lê-lo e, pela primeira vez em sua vida, começou
a se sentir culpado por seus maus caminhos. Ele podia ouvir a voz do jovem,
dizendo repetidas vezes: "Deus te abençoe. Que o Senhor te perdoe".
Quanto mais ele lia o livrinho, mais ele começava a mudar. Sua família
notou, sem saber o que fazer com isso. Pouco depois, Botembo adoeceu e foi
levado às pressas para o hospital. Lá ele continuou a ler seu Novo
Testamento roubado até que ele finalmente se arrastou para fora de sua
cama de hospital, ajoelhou-se no chão e implorou a Deus por
perdão. Quando ele pediu a Jesus Cristo para ser seu Salvador, ele disse: "...
um fardo de culpa caiu do meu coração e entreguei minha vida a
Deus". Naquele dia, ele decidiu deixar o exército, e hoje ele está servindo ao
Senhor como pastor no Zaire, sempre à procura de um jovem de 17 anos
com um Novo Testamento desaparecido.
Eu me pergunto se alguém aqui precisa de um encanador espiritual. Seu
coração está entupido de raiva, amargura, mágoa ou espírito
implacável. Deus te perdoou de seus pecados contra ele através de Jesus
Cristo. Mas você não estendeu sua graça para os outros. Talvez haja alguém
que você precise perdoar do seu coração. Ou talvez haja alguém que você
precise dedicar às mãos de Deus, liberando anos de raiva, amargura e
ressentimento.
A graça de Deus demonstrada em Jesus Cristo é um desentupidor que pode
desobstruir o coração. Pode limpar os canos. Ele pode liberar os dutos para
mais uma vez transmitir as águas frescas e brilhantes do Espírito
Santo. Então aproveite. Descubra o poder do perdão. Descubra a verdade
de Hebreus 12:15, que diz: “Veja que ninguém sente falta da graça de Deus e
que nenhuma raiz amarga cresce para causar problemas e contaminar
muitos.

QUANDO A IMITAÇÃO É A COISA REAL


Efésios 5: 1-2
Bons cozinheiros ficam atentos a esse termo suspeito, frequentemente
usado e muito ridicularizado como "imitação". No outro dia, eu comprei
uma mistura de muffins de mirtilo, mas quando cheguei em casa, notei que
o rótulo dizia: "Feito com blueberries reais de imitação". Dentro havia um
pacote de pequenas pelotas púrpuras misteriosas que eu considerava
serem a verdadeira imitação de mirtilos, e me perguntei do que eram
feitas. Eles eram mais ou menos da cor dos mirtilos, e tinham um sabor
vago como o de mirtilo, mas eu não sei o que eles realmente eram. Talvez
eles fossem feitos de soja, ou talvez apenas alguns pedrinhas químicas. De
qualquer forma, na manhã seguinte, gostamos de bolinhos de blueberry
imitação quente e fumegante real em nossa casa.
A razão pela qual vemos a palavra "imitação" em nossas despensas e em
nossas prateleiras de cozinha é porque os ingredientes reais às vezes são
bastante caros, ou estão fora de época ou indisponíveis; então temos que
substituir. Mas a imitação é sempre inferior ao original.
Mas há um momento em que a imitação é a coisa real, e é isso que eu
gostaria de mostrar a vocês esta manhã. Em Efésios 5: 1-2 , o apóstolo Paulo
escreve:
Portanto, sejam imitadores de Deus como filhos amados e vivam uma vida
de amor, assim como Cristo nos amou e se entregou por nós como oferta e
sacrifício cheirosos a Deus.
Cristãos reais são - não imitação - mas imitam cristãos; isto é, somos
cristãos cujo grande propósito na vida é imitar nosso Deus e nosso Senhor e
Salvador Jesus Cristo. Esta manhã eu gostaria que estudássemos esses dois
versículos, frase por frase.
Seja imitadores de Deus
O capítulo 5 de Efésios começa com as palavras "Seja imitador de Deus". A
palavra imitadores é a tradução da palavra grega mimhthv '(mimeµteµs,
mim-ay-tace'), da qual obtemos nossas palavras inglesas 'mímica' e
'mímica'. Significa que devemos ser mímicos e imitadores de Deus. Este é
um tema recorrente através desta porção média de Efésios.
Por exemplo, olhe para Efésios 4 : 13 :… até que todos cheguemos à unidade
na fé e no conhecimento do Filho de Deus e nos tornemos maduros,
alcançando toda a medida da plenitude de Cristo.
O versículo 15 acrescenta: ... em todas as coisas cresceremos naquele que é
a Cabeça, isto é, Cristo.
E olhe para Efésios 4:24 : (devemos) colocar no novo eu, criado para ser
como Deus em verdadeira justiça e santidade.
E versículo 32: Seja gentil e compassivo com o outro, perdoando uns aos
outros, assim como em Cristo Deus perdoou você. Seja imitadores de Deus,
portanto ....
Agora, isso traz uma distinção muito interessante. Quando falamos em nos
tornar como Deus, estamos falando de uma linha muito tênue entre o bem e
o mal, entre a essência da iniqüidade e a essência da justiça.
A essência da iniqüidade é querer ser como Deus em Sua grandeza. No livro
de Isaías, temos um relato sobre a queda de Lúcifer, o arcanjo a quem
melhor conhecemos como Satanás ou o diabo. O grande desejo em seu
coração era ser como Deus. Em Isaías 14 , lemos:
12 Como caíste do céu,
ó estrela da manhã, filho da alva!
Você foi lançado à terra,
você que uma vez derrubou as nações!
13 Disseste no teu coração:
Subirei ao céu;
Eu elevarei meu trono
acima das estrelas de Deus;
Sentar-me-ei no monte da assembléia,
nas mais altas alturas da montanha sagrada.
14 Subirei acima dos cumes das nuvens;
Eu me farei como o Altíssimo.
Ele queria tornar-se tão grande quanto Deus, tão glorioso quanto Deus e tão
poderoso de Deus. Por causa disso, iniqüidade foi encontrada em seu
coração e Lúcifer foi expulso do céu. Ele acabou nesta terra no Jardim do
Éden, e você se lembra do que ele disse em sua tentação a Adão e
Eva? Gênesis 3: 4-5 diz: 'Você certamente não morrerá', disse a serpente à
mulher. 'Porque Deus sabe que quando você come, seus olhos serão abertos
e você será como Deus ...'
E no final dos tempos, a Bíblia prediz que um grande governante mundial
virá à frente da história, o Anticristo. E ouça esta descrição dele em 2
Tessalonicenses 2: 4 : Ele se oporá e se exaltará sobre tudo o que é chamado
de Deus ou é adorado, de modo que ele se coloca no templo de Deus,
proclamando ser Deus.
Há um pouco disso em todos nós. O primeiro imperador da China e o
homem para quem a nação da China é chamada foi Ying Cheng, que se
tornou um senhor da guerra aos 13 anos e acabou por reunir um exército
de um milhão de soldados. Ele se gabou de estabelecer uma dinastia que
duraria 10.000 anos. Ele se proclamou deus. Seu palácio media uma milha e
meia de comprimento e meia milha de largura, com milhares de salas e uma
sala de audiências que podia acomodar 10 mil pessoas. Foi Ying Cheng
quem construiu a Grande Muralha da China que, se fosse nos Estados
Unidos, alcançaria de Los Angeles a Nova York e de volta a Chicago. Mas o
que aconteceu com esse homem que se proclamou deus? Quando ele estava
no auge do poder, seu primeiro-ministro conspirou contra ele e ele foi
assassinado. Seu filho e herdeiro também pereceu no golpe.
Quantos homens e mulheres da história humana quiseram ser como
Deus? Mas alguém disse: "Aqueles que aparecem como deuses diante dos
homens logo aparecem como homens diante de Deus".
No entanto, todos nós temos esse mesmo anseio dentro de nós de sermos
deuses em nosso próprio pequeno universo, para ser o centro das atenções,
para ser notado, para obter reconhecimento. Somos egoístas e egocêntricos
por natureza. Queremos o que queremos, queremos o nosso próprio
caminho; e a essência do pecado é o desejo, em um grau ou outro, de ser
como Deus em Sua grandeza. Mas Isaías 42: 8 diz: Eu sou o Senhor; esse é
meu nome. E minha glória não compartilharei com outra.
Mas agora vamos olhar para o outro lado da moeda. Embora a essência da
iniqüidade esteja desejando ser como Deus em Sua grandeza, a essência da
justiça é desejar ser como Deus em Sua bondade.
O missionário E. Stanley Jones certa vez perguntou a Mahatma Gandhi o que
tornaria o cristianismo mais aceitável para as massas da Índia. Gandhi
disse: "Eu sugiro, primeiro, que todos vocês cristãos ... comecem a viver
mais como Jesus Cristo".
Voltando a Efésios 4:24 , somos instruídos a colocar o novo eu, criado para
ser como Deus em verdadeira justiça e santidade. Podemos dizer que o
processo de santificação é o processo de crescer cada vez mais para ser
como Cristo. Semelhança de Cristo é o nosso objetivo.
Li sobre uma mulher corpulenta que foi a uma clínica de exercícios e
dietas. A primeira coisa que o supervisor fez foi desenhar uma silhueta em
um espelho na forma que ela queria se tornar. Enquanto ela estava diante
do espelho, ela se projetou sobre a silhueta. O instrutor disse a ela: "Nosso
objetivo é que você ajuste essa forma". Durante muitas semanas a mulher
fez dieta e se exercitou. Toda semana ela ficava na frente do espelho, mas
seu volume, enquanto diminuía, ainda transbordava. Ela se exercitou mais e
fez dieta mais rigidamente. Finalmente, um dia, para o deleite de todos,
enquanto ela estava na frente do espelho, ela se conformava com a imagem
da silhueta.
É isso que Deus está procurando fazer conosco, para aperfeiçoar aquilo que
nos preocupa, para nos tornar mais e mais para sermos como Jesus Cristo
em Sua bondade. E assim Efésios 5 começa: sejam imitadores de Deus,
portanto.
Como filhos amados ...
Agora, observe a seguinte frase: sejam imitadores de Deus, portanto, como
crianças amadas. Estamos falando de uma semelhança familiar aqui. Somos
filhos do Pai celestial, por isso devemos compartilhar a semelhança da
família.
Eu tinha esquecido como as crianças naturalmente imitam e imitam seus
pais até que minha neta Christiana nasceu. Ela tem cerca de um ano agora,
mas sua tendência a imitar começou muito cedo. Ela focalizaria aqueles
grandes olhos azuis em mim, e se eu sorrisse para ela, ela provavelmente
sorriria de volta. Se eu fizesse uma cara engraçada, ela faria uma cara
engraçada. Se eu batesse palmas, ela iria bater na dela. Se eu fizesse um som
com a minha boca, ela tentaria fazer o mesmo som, e às vezes eu ficava
impressionada com o quão bem ela poderia me imitar.
Não é diferente com os filhos de Deus. Quando focamos nossos olhos no
Senhor, é natural que o imitemos - especialmente em uma grande área.
E viva uma vida de amor ...
Portanto, sejam imitadores de Deus como filhos amados e vivam uma vida
de amor.
A palavra ao vivo é a que vimos repetidas vezes nesta seção de Efésios, e
mesmo que você não tenha conhecimento de grego, talvez esteja
conhecendo esta palavra de nossos estudos. É peripateo , literalmente
andar ou andar por aí. Esta seção de Efésios nos fala sobre nossa caminhada
cristã, e aqui nos dizem para andarmos em amor.
Tony Campolo contou uma vez uma história sobre um cara chamado Joe,
que era um bêbado, mas que foi milagrosamente convertido em uma missão
Bowery. Antes de sua conversão, ele ganhou a reputação de ser um bêbado
sujo para quem não havia esperança, apenas uma existência miserável no
gueto. Mas depois de sua conversão para uma nova vida em Cristo, tudo
mudou. Joe tornou-se a pessoa mais atenciosa que alguém associado à
missão já conhecera. Joe passava seus dias e noites saindo na missão e
fazendo o que precisava ser feito. Nunca houve nada que lhe pedissem que
ele considerasse abaixo dele. Se estava limpando algum alcoólatra
violentamente doente ou esfregando os banheiros, Joe fez o que lhe
pediram com um sorriso no rosto e uma aparente atitude de gratidão.
Certa noite, quando o diretor da missão estava entregando sua mensagem
evangelística à multidão habitual de homens mal-humorados, havia um
homem que olhou para cima, desceu pelo altar até o altar e se ajoelhou para
orar. Ele clamou por Deus para mudá-lo. O bêbado arrependido continuava
gritando: 'Oh, Deus! Me faça gostar de Joe! Me faça gostar de Joe! Me faça
gostar de Joe!
O diretor da missão inclinou-se e disse ao homem: 'Filho, acho que seria
melhor se você orasse:' Faça-me como Jesus '.
O homem olhou para o diretor com expressão de estranheza e perguntou:
"Ele é como Joe?"
Há um pequeno poema que diz:
Você está escrevendo um evangelho
Um capítulo por dia,
Pelas ações que você faz,
pelas palavras que você diz;
Os homens lêem o que você escreve,
seja infiel ou verdadeiro.
Diga: o que é o evangelho,
segundo você?
Assim como Cristo nos amou ...
A última parte desta passagem diz: viva uma vida de amor, assim como
Cristo nos amou e se entregou por nós como oferta e sacrifício cheirosos a
Deus.
Há um filme popular agora intitulado Treze Dias, contando a história da
crise dos mísseis cubanos. Quando os eventos retratados no filme
ocorreram em 1962, eu tinha dez anos de idade. Foi em outubro e a escola
estava em sessão. Eu estava no quarto ano. Lembro-me daquele dia, porque
nossa professora, a senhora Norris, havia suspendido seu ensino. Ela tinha
um rádio e ficou ao lado dele no balcão sob as janelas, com medo e tensão
no rosto. Todos nós escutamos enquanto os navios soviéticos se
aproximavam cada vez mais do bloqueio americano e o mundo estava à
beira de uma guerra nuclear. Naquele momento, nada importava, e o
mundo inteiro prendeu a respiração.
Mas hoje, em 2001, o mundo enfrenta uma ameaça maior do que a crise dos
mísseis cubanos. A terra inteira está enfrentando o julgamento e a
condenação do Deus Todo-Poderoso por causa de sua pecaminosidade e
maldade. As palavras "juiz" e "julgamento" ocorrem 758 vezes na versão do
Rei Jaime da Bíblia.
Mas Deus, preocupado com Sua criação, enviou Jesus Cristo em uma missão
de paz, para mediar um acordo, e foi isso o que Ele fez na cruz quando
morreu por nossos pecados. E a Bíblia diz que quando somos justificados
pela fé, temos paz com Deus através de nosso Senhor Jesus Cristo.
Ele nos amou e se entregou por nós como oferta e sacrifício de perfumes a
Deus.
Nossa tarefa é recebê-lo como Salvador e Senhor, e então permitir que Ele
nos transforme na imagem de Seu próprio caráter Cristão. Você aceitará os
seus termos para a paz? Você dará sua vida a ele? Toda a vida cristã é
resumida nisto:
sejam imitadores de Deus, portanto, como filhos amados e vivam uma vida
de amor, assim como Cristo nos amou e se entregou por nós como oferta e
sacrifício cheirosos a Deus. .

A VIDA FILTRADA DO ESPÍRITO


Efésios 5:18

Hoje estamos chegando à passagem em Efésios que tem sido o tema do meu
ministério aqui nestes 21 anos, e um tema e uma passagem que é muito
preciosa e querida para mim. Estou falando de Efésios 5:18, o tema da
"plenitude do Espírito Santo".
Eu me familiarizei com essa passagem em 1971, aos 19 anos. Acredito que
genuinamente confiei em Cristo como meu Salvador na infância, embora
não consiga lembrar exatamente o dia e a hora. Meus anos de colegial e meu
primeiro ano na faculdade foram bem vacilantes, e quando me transferi
para o Colégio Bíblico da Colômbia em setembro de 1971, fiquei confuso e
desviado, fraco e inseguro, tanto pessoal quanto espiritualmente. Meu pai e
meu pastor me levaram para Columbia, Carolina do Sul, e me jogaram nos
degraus do dormitório. Eu encontrei meu quarto, desfiz as malas e, pouco a
pouco, dois caras entraram, com as malas na mão, que disseram que eram
meus colegas de quarto. Um deles, Bill McCoy, era de Orlando. Ele era um
"pirralho militar" que havia entrado no surfe enquanto seu pai estava no
Havaí, e lá ele também se envolvera celestialmente com drogas.
Como todos da minha idade sabem, o final da década de 1960 e o início da
década de 1970 foram muito difíceis para os americanos. A Guerra do
Vietnã estava em fúria, campi universitários foram marcados por tumultos
e sit-ins. Quatro estudantes da Universidade Estadual de Kent foram
baleados e mortos pela Guarda Nacional. Os assassinatos de Martin Luther
King e Robert Kennedy traumatizaram a nação. E uma contra-cultura
desenvolvida entre os jovens, marcada por um abandono das
restrições. Essa era a era de Woodstock, Timothy Leary e dos hippies.
Mas o Espírito Santo encontra os jovens onde quer que eles estejam, e um
reavivamento irrompeu em segmentos dessa contra-cultura. A revista Time
fez sua famosa reportagem de capa do Movimento Jesus, e esses jovens
hippies convertidos eram chamados de Jesus. Meu amigo Bill McCoy veio a
Cristo durante esse movimento e aqui estava ele agora, matriculado no
Bible College. Ao compartilhar seu testemunho comigo, fiquei
profundamente emocionado. Seus olhos eram tão frescos e excitados, e sua
alegria era como a de alguém que tinha nascido de novo. Foi uma das
histórias mais dramáticas e maravilhosas que já ouvi.
Então ele me pediu para compartilhar meu testemunho, e logo ficou
evidente que eu não tinha muito testemunho para compartilhar.
Finalmente, naquela noite, ele disse: "Você sabe o que há de errado com
você? Você precisa vir ao Senhor em plena rendição e ser cheio do Espírito".
No começo, eu não sabia o que ele queria dizer, e não gostei do som disso. A
única vez que eu ouvi a frase "cheia do Espírito" usada foi quando me referi
a pessoas que faziam coisas bizarras, como gritar e gritar e cair em transe e
alegar ter feito milagres e gritos sem sentido. Pensei em uma pequena igreja
pentecostal perto de minha casa em Elizabethton onde, ocasionalmente,
todos os membros seriam vistos correndo pela porta, correndo pela igreja,
e voltando voando sem perder uma nota do hino deles.
Mas Bill continuou explicando que ser cheio do Espírito significa
simplesmente que Jesus Cristo tem o controle da vida de alguém, que o
fizemos Senhor de todos os cantos e fendas de nossas vidas. Quando
estamos cheios do Espírito Santo, o caráter de Cristo começa a se
desenvolver dentro de nós.
Eu ponderei essa decisão por 24 horas, porque eu não tinha certeza se
estava pronta para desistir de tudo por Cristo. Mas na noite seguinte, 2 de
setembro de 1971, ajoelhei-me em um velho sofá de vinil no final do
corredor e entreguei minha vida ao Senhor e pedi a Ele que me enchesse de
Seu Espírito.
Lembro-me de ir para a cama algumas horas depois, olhando pela janela
aberta do meu dormitório. A noite estava quente na Carolina do Sul e o céu
estava claro. A lua estava apagada. Eu estava muito animada para
dormir. Eu tinha encontrado o que eu estava procurando por toda a minha
vida, e pela primeira vez na minha vida eu estava genuinamente animado
com Jesus Cristo, e eu não podia esperar para compartilhá-lo com os
outros. Aquela noite foi o ponto de virada na minha vida.
Nos dias imediatamente seguintes, Bill e outro estudante, Joe Medina,
atraíram-me para alguns estudos bíblicos de discipulado, e lá (assim como
nas minhas aulas na Columbia Bible College), conheci Efésios 5:18 . Eu
venho pregando esta mensagem desde então.
Eu não tenho certeza se tenho um sermão sobre essa passagem que você
não tenha ouvido de uma forma ou de outra, pelo menos uma dúzia de
vezes, mas se nada mais esta manhã, deixe-me agitar suas mentes por pura
lembrança. Vamos ler juntos esta passagem, uma passagem muito querida
para mim, de Efésios 5: 18-21 .
Não beba vinho, o que leva à devassidão. Em vez disso, seja cheio do
Espírito. Fale um com o outro com salmos, hinos e cânticos
espirituais. Cante e faça música em seu coração ao Senhor, sempre dando
graças a Deus Pai por tudo, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Submeta
um ao outro por reverência a Cristo.
Um comando
Aqui temos quatro coisas: um comando, um contraste, uma comparação e
uma mudança. Primeiro, o comando: não fique bêbado com vinho, mas seja
cheio do Espírito.
A palavra "bêbado" vem da palavra grega methe methe (methe, meth-ay),
da qual eu tenho certeza que recebemos nossa palavra em inglês
"methane". Referia-se a sidra alcoólica ou vinho quente, e Paulo adverte que
estar intoxicado leva à devassidão. Aqui a palavra grega para devassidão
é asotia (asotia, as-o-tee-ah) que é encontrada várias vezes na Bíblia. Por
exemplo, nos é dito em Lucas 15:13 que o filho pródigo desperdiçou sua
substância na vida átria. É a ideia de frouxidão moral. As pessoas fazem
coisas quando estão intoxicadas do que não fariam de outra forma, e nunca
é para melhor. De alguma forma, as coisas que fazemos quando estamos
bêbados nunca são boas.
Nós não devemos ficar bêbados. Em vez disso, devemos ser cheios do
Espírito e gostaríamos de salientar várias coisas sobre esse verbo
preenchido:
Está no humor imperativo. Em outras palavras, é um mandamento dado a
todos os cristãos. Todos nesta sala que afirmam ser um seguidor de Jesus
Cristo devem neste exato momento estar cheios do Espírito. É nosso
dever. É um imperativo, um comando.
É também um verbo presente no tempo, e na língua grega isso implica ação
contínua; devemos ser cheios do Espírito continuamente, repetidamente, de
novo e de novo, de novo e de novo.
Também é um verbo plural. Paul aqui não está falando apenas com uma
pessoa como você ou eu. Ele está se dirigindo a todas as pessoas da igreja.
Este verbo também está na voz passiva. Não significa "encha-se", mas
"deixe-se encher". Nós não podemos nos encher com o Espírito Santo, mas
quando chegamos ao Senhor em plena submissão, Ele nos enche com o
Espírito, e assim é traduzido aqui, "Enche-se ...", ou "Deixe-se ser
preenchido ...". "
Um contraste
Em segundo lugar, há um contraste. Observe a conjunção. "Não seja bebido
com vinho, mas seja enchido com o espírito…." Não faça o um; em vez disso,
faça o outro.
Uma comparação
Em terceiro lugar, há uma comparação. Há um paralelo entre ficar bêbado e
ser cheio do Espírito. Isso é uma coisa muito estranha de se dizer, mas note
que Paulo não disse: "Não cometa imoralidade, mas seja cheio do
Espírito". Ele não disse: "Não cometa assassinato, mas seja cheio do
Espírito. Ele disse:" Não fique embriagado, mas seja cheio do Espírito.
"Porque há algumas maneiras de ser cheio do Espírito. é um pouco como
estar bêbado.Quando uma pessoa é puxada por um policial por dirigir
alcoolizado, ele é acusado de dirigir embriagado - dirigindo sob a influência
do álcool.Quando somos cheios do Espírito estamos sob a influência do
Espírito Santo. Espírito Quando uma pessoa está bêbada, ela está sendo
controlada por uma força fora de si mesma, pois estar cheio do Espírito
significa que somos controlados e capacitados pelo Espírito Santo.
Uma mudança
Isso leva ao meu quarto ponto, há uma mudança que vem sobre a pessoa
cheia do Espírito. Existem características sobrenaturais semelhantes a
Cristo que se desenvolvem em cristãos cheios do Espírito, três deles dados
aqui em Efésios. Primeiro, as pessoas que estão cheias do Espírito não
podem evitar cantar. Eles amam as músicas de Sião. Eles amam a música da
igreja. Em seu coração, toca uma melodia.
Veja Efésios 5: 18-19 : Não fique bêbado com vinho, o que leva à
devassidão. Em vez disso, sejam cheios do Espírito, falando uns aos outros
com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e fazendo música em seu
coração para o Senhor.
Agora, a NVI divide isso em três frases diferentes para maior clareza, mas
no original, como Paulo escreveu isso, foi uma das suas frases mais
populares, e ele usa particípios: falando para vocês mesmos… cantando…
fazendo música. Como você sabe se você está cheio do Espírito? Qual é a
evidência? Bem, você está cantando? Existe uma música nos seus lábios e
uma melodia no seu coração?
E observe a variedade de músicas que devemos cantar. Nós devemos cantar
salmos - isto é, devemos cantar a Escritura, transformar as palavras da
Bíblia em músicas. Fazemos isso quando cantamos canções como "Como o
cervo beija a água, assim minha alma espera depois de ti", que é do Salmo
42 . Ou, para usar um exemplo completamente diferente, o Messias de
Handel é essencialmente baseado nas Escrituras. É realmente uma pena que
somente durante a época de Natal ouvimos a maravilhosa versão de Handel
de Isaías 9: 6 : Porque um menino nos nasceu, a nós um filho é dado.
Ruth Graham fala de um músico que viveu em uma terra onde a música de
Deus não podia ser tocada. Diariamente ele pegava sua partitura do Messias
de Handel e a colocava na mesa da sala de jantar. Lá, na mesa, seus dedos
silenciosamente e diligentemente tocaram a partitura inteira. Ele estava
fazendo música que só Deus podia ouvir.
Então, também estamos para cantar os hinos. AW Tozer costumava dizer
que um cristão era uma pessoa de dois livros - sua Bíblia e seu hinário. E eu
amo os grandes e antigos hinos, especialmente o grande corpo de hino
inglês - mais especialmente Watts e Wesley.
Jesus reinará onde quer que o sol
realize suas sucessivas jornadas;
Seu reino estende-se de costa a costa,
Até as luas devem aumentar e diminuir não mais.
E então nós devemos cantar músicas espirituais, e eu acho que muitos dos
nossos refrões contemporâneos se enquadram nessa categoria. Uma das
coisas que tentamos fazer aqui é incorporar todas essas coisas em um
serviço combinado de adoração e louvor. Mas este comando não é apenas
para as manhãs de domingo. Devemos viver com a música de Deus em
nossos corações, em nossas mentes e em nossos lábios sete dias por
semana.
A segunda característica de ser cheio do Espírito é uma atitude de ação de
graças. Aqui, novamente, Paulo está escrevendo uma frase com particípios.
… Cantando e fazendo música em seus corações ao Senhor, sempre dando
graças a Deus Pai por tudo em nome de nosso Senhor Jesus Cristo.
Isso vai um pouco mais fundo em nossos corações. Muitas vezes é fácil para
nós ter uma música em nossos lábios, mas ter um agradecimento em nossos
corações é um desafio maior. Mas isso também é o trabalho e a evidência do
Espírito Santo.
Um dos livros que lemos para os nossos filhos quando eram mais novos foi
o Dia Terrível, Horrível, Nada Bom, Muito Mau de Alexandre. É sobre um
garotinho que tem um dia difícil. Começa algo assim: "Fui para a cama com
goma de mascar na boca e acordei com goma de mascar no cabelo, e só
sabia que seria um dia terrível, horrível, nada bom, muito ruim".
Bem, na segunda ou terça-feira da semana passada, quando me sentei para
minhas devoções e comecei a escrever algumas linhas em meu diário, era
algo como: "Acordei tarde e Grace estava atrasada para a escola hoje (de
novo)". e as latas de lixo tinham que ser retiradas, e o cachorro esfregou o
nariz sujo no meu sobretudo branco, e a janela do drive-in McDonald's
demorou cinco vezes mais do que o habitual, e eles despejaram meu café de
uma panela velha e eu apenas saiba que será um dia terrível, horrível, nada
bom, muito ruim. "
Eu não tinha planejado escrever essas palavras, mas elas simplesmente
apareciam no papel. Ao lê-los, pensei em Alexander e comecei a rir. E eu tive
um dos melhores dias que tive em muito tempo. Está tudo em nossa atitude.
Ontem eu estava voando de volta para Nashville vindo de Tulsa, e o
meteorologista em Oklahoma havia nos avisado de que haveria terríveis
tempestades em todo o sudeste, então eu estava preocupado com o meu
voo. Mas o piloto perfurou as nuvens e nos colocou acima deles. Quando
olhei para aquelas nuvens magníficas, ondulantes e brilhantes, pensei
comigo mesmo que as tempestades são lindas do lado superior.
Todos nós temos dias terríveis, horríveis, não bons, muito ruins. Nós todos
temos dias tempestuosos. Mas quando estamos cheios do Espírito - quando
colocamos cada parte e parcela de nossas vidas sob o controle de Jesus
Cristo - isso afeta nossa atitude. Nós nos encontramos sempre dando graças
a Deus Pai através de nosso Senhor Jesus Cristo.
Agora, há uma terceira característica da vida cheia do Espírito, e esta é
ainda mais profunda e mais difícil. Veja o versículo 21: Envie um para o
outro por reverência a Cristo.
Aqui, também, no original de Paulo, isso é parte de sua sentença, e nós
temos um particípio: ... submetendo-se uns aos outros por reverência a
Cristo. Em outras palavras, as pessoas que são cheias do Espírito são
humildes.
Esta semana eu tenho lido um livro fascinante, escrito em 1800 - A
Autobiografia de Peter Cartwright. Cartwright era um pregador metodista
de circuito quando Tennessee e Kentucky ainda eram áreas de fronteira, e
ele pregou e ministrou nesta mesma área onde estamos hoje. Eu nunca li
essas histórias como as que Cartwright diz. Por exemplo, em um de seus
serviços de pregação, havia dois jovens, tanto ricos quanto de famílias
respeitáveis, e parentes distantes um do outro. Mas ambos estavam
interessados na mesma jovem e, em sua rivalidade, tornaram-se amargos
inimigos. Um dia eles entraram em uma briga, e isso os deixou tão
amargurados que cada um dos jovens jurou matar o outro. Cada um ouviu
que o outro iria participar do comício evangelístico de Cartwright,
Cartwright advertiu a platéia a fugir da ira vindoura de Deus, fugir para
Cristo; e quando ele deu o convite, notou que um dos rapazes respondeu e
estava ajoelhado em um lado do altar, e o outro no outro lado. Ele foi
primeiro para o outro, orou com ele e pediu sua pistola. Então ele foi e orou
com o outro jovem e pegou sua pistola também.
Quando os jovens se levantaram do altar, de repente viram um ao outro e
instantaneamente partiram um para o outro. Por um segundo, a platéia
prendeu a respiração, mas apenas por um segundo, porque os jovens
instantaneamente se abraçaram e, a partir daquele dia, eles eram irmãos
em Cristo.
Você sabe, a maioria dos problemas que temos com outras pessoas seria
resolvida em termos nossos corações com o Senhor. Somos muito
orgulhosos e teimosos por natureza. Mas quando estamos cheios do
Espírito, uma nova atitude cresce com a gente. Nós nos tornamos
submissos.
Isso aparece nos nossos casamentos. No restante do capítulo 5, Paulo diz,
no verão, que se você tiver um casamento em que marido e mulher sejam
ambos cheios do Espírito Santo, haverá humildade e submissão nesse lar. A
esposa dará ao marido o que ele precisa, o que é respeito. E o marido dará à
esposa o que ela precisa, o que é carinho.
As mesmas idéias continuam no capítulo 6 sobre pais e filhos, e
empregadores e empregados.
O ensino da vida cheia do Espírito é uma das mais belas e maravilhosas
mensagens que transformam a vida na Bíblia, e eu tento pedir ao Senhor
todos os dias que me encha com o Seu Espírito Santo.
Mas requer total submissão e entrega a ele. Há algo em sua vida hoje que
está de luto ou atrapalhando o Espírito Santo? Existe um pecado não
confessado? Existe uma área que você está segurando de Cristo?
Não se embriaguem com vinho, mas sejam cheios do Espírito, falando a si
mesmos em salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando e fazendo música
em seus corações ao Senhor, sempre dando graças a Deus Pai por tudo em
nome de nosso Senhor Jesus Cristo, e submetendo-se uns aos outros por
reverência a Cristo.
Ou como o velho hino diz:
Tende o teu próprio caminho, Senhor,
tem o teu próprio caminho.
Segure o meu ser
Absoluto balanço.
Encha com o seu espírito
Até que todos possam ver
Cristo, sempre, somente
Vivendo em mim.
A INFÂNCIA É BOM
Efésios 6: 4

Hoje, gostaria de começar uma série de mensagens de verão sobre o


assunto “A vida é boa!”. Esse é um tema que aparece alto e claro na Bíblia
desde o início, pois lemos no livro de Gênesis que Deus fez a luz e viu que
era bom. Ele fez a terra e o mar e viu que eram bons. Ele fez o sol e as
estrelas e eles eram bons. Ele fez homem e mulher, e Ele disse que eles
eram muito bons.
Embora em Gênesis 3 o pecado e Satanás tenham entrado em cena e
tentado estragar a bondade de Deus, a palavra “bom” continua se repetindo
em toda a Bíblia. Na verdade, isso ocorre muitas vezes para ser recontado -
mais de 600 vezes.
O salmista disse que a bondade e a misericórdia nos seguem todos os dias
de nossas vidas. Os Evangelhos nos dizem que Jesus saiu por aí fazendo o
bem e pregando a “Boa Nova”, e em uma ocasião Ele disse que se nós, sendo
maus, soubéssemos dar boas dádivas aos nossos filhos, quanto mais Deus
Pai dará boas presentes para aqueles que lhe perguntam. Tiago disse: “Todo
presente bom e perfeito vem do alto, do Pai das Luzes, de quem não há
variação ou sombra de mudança”.
Acredito que Deus quer nos abençoar com Sua bondade e com Suas boas
bênçãos em todas as fases da vida. Ele certamente quer abençoar nossos
filhos, e esse é o assunto da minha mensagem hoje.
Ele faz isso principalmente colocando-os em famílias amorosas. Para o
nosso texto de hoje, gostaria de direcionar sua atenção para Efésios 6: 4 .
Este é sem dúvida o primeiro texto sobre o tema da parentalidade no Novo
Testamento. É apenas um verso, mas é profundamente importante. Deixe-
me dizer uma palavra sobre o contexto. Em Efésios 5:18 , a Bíblia nos diz
para sermos cheios do Espírito Santo. Seja vendido a Cristo, seja dedicado a
Ele, seja cheio com Ele e com o Seu Espírito. O texto diz:
Não fique bêbado com vinho, o que leva à devassidão. Em vez disso, seja
cheio do Espírito. Fale um com o outro com salmos, hinos e cânticos
espirituais. Cante e faça música em seu coração ao Senhor, sempre dando
graças a Deus Pai por tudo, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo.
Então o versículo seguinte nos diz que uma das evidências de estar cheio do
Espírito é ter uma atitude submissa. Pessoas cheias do Espírito estão
preocupadas em satisfazer as necessidades dos outros. Veja o verso 21:
Submeta um ao outro por reverência a Cristo.
E agora a última parte de Efésios 5 e a primeira parte de Efésios 6 conta
como isso acontece em casa, entre marido e mulher e entre pais e filhos. E é
nesse contexto que chegamos a Efésios 6: 4 , que é dirigido aos pais.
Pais, não exasperem seus filhos; em vez disso, crie-os no treinamento e
instrução do Senhor. ( Efésios 6: 4 )
Observe que esta passagem é dirigida aos pais e, por extensão, aos pais. A
palavra que Paulo usou aqui é γονεύς, que vem de uma palavra que significa
gerar. É geralmente traduzido no Novo Testamento como pai, mas os
léxicos sugerem que esta palavra tem um significado mais amplo como
pais. De fato, esta é a mesma palavra grega que é usada em Hebreus
11:23 quando diz: “Pela fé, os pais de Moisés o esconderam por três meses
depois que ele nasceu”. Então aqui em Efésios 6: 4 , isso significa que os pais
, mas com especial ênfase no pai. Em outras palavras, é a forma masculina
da palavra grega para pais.
Observe que é dirigido aos pais e não às igrejas. Agora, as igrejas
certamente têm um papel a desempenhar quando se trata da formação
espiritual das crianças. É por isso que estamos empolgados com a abertura
do nosso Centro de Ministério Infantil. Eu quero alcançar e ensinar mais
filhos para Cristo, e igrejas têm feito isso há muito tempo.
Eu estava contando a alguém no outro dia a história do movimento da
Escola Dominical. Em meados da década de 1700, assim como George III e
George Washington estavam lutando durante a Revolução Americana, havia
um editor de jornal cristão em Gloucester, Inglaterra, chamado Robert
Raikes, que desenvolveu um fardo para as crianças que viviam nas favelas
da cidade. Os jovens (alguns deles muito jovens) trabalhavam longas horas
nas fábricas seis dias por semana, e não havia provisão para sua
escolaridade.
Robert Raikes, um rico publicador cristão, contratou uma mulher para
ensinar esses meninos a ler e escrever em um dia de folga - domingo. Ele
usou seu jornal para promover suas escolas dominicais, e os cristãos e as
igrejas em toda a Inglaterra captaram a visão. Muitas dessas escolas foram
realizadas em igrejas, e a Bíblia foi o principal livro didático. Com o passar
do tempo, a Escola Dominical tornou-se uma ferramenta importante em
muitas igrejas para ensinar às crianças a Bíblia.
Foi um tremendo movimento e sou grato às minhas próprias experiências
da Escola Dominical quando jovem. Aprendi meus primeiros versículos
bíblicos na Escola Dominical, e foi lá e na Escola Bíblica de Férias que
aprendi as grandes histórias da Bíblia.
Foi na Escola Dominical, quando adolescente, que comecei a ter algumas
oportunidades de ensinar e pregar por conta própria. Então eu amo a escola
dominical. Mas uma das conseqüências não intencionais da educação cristã
na igreja é que às vezes temos a idéia de que a igreja é o principal lugar
onde as crianças aprendem sobre Deus.
A Escola Dominical e a igreja têm um papel importante a desempenhar no
processo, mas não são os principais lugares onde as crianças aprendem
sobre o Senhor. Este versículo não diz: “Igrejas, não exasperem os filhos,
mas os criem na doutrina e admoestação do Senhor”. Ele diz aos pais para
fazê-lo, com os pais assumindo o papel principal.
E esse é o ensinamento consistente das Escrituras. O livro de Deuteronômio
estabeleceu isso sem questionar a cultura judaica - no lar, no lar, no lar - é
onde as crianças devem aprender sobre o Senhor. Estamos falando sobre a
Palavra de Deus quando nos levantamos e quando vamos para a cama,
quando ficamos em casa e quando você caminha pelo caminho. Nós
devemos contar essas coisas para nossos filhos e seus filhos depois deles.
Grande parte do livro de Provérbios é simplesmente feito de conselhos
piedosos que um bom pai está compartilhando com seus filhos.
No livro de 1 Timóteo, Paulo falou sobre a herança espiritual de
Timóteo. Embora Ele não tivesse evidentemente um pai cristão, sua mãe e
avó eram mulheres de fé, e delas aprendeu sobre o Senhor e desenvolveu
um alicerce espiritual que o serviu durante toda a vida.
Aqui no TDF, o ministério de nossos filhos deve complementar o que as
crianças estão aprendendo em casa, mas não podemos substituir a
casa. Portanto, esse versículo é dirigido aos pais em geral e aos pais em
particular. Neste verso, encontramos três instruções para nós como pais e
mães.
Evite a raiva no lar
Primeiro, evite a raiva em casa.
Pais, não exasperem seus filhos.
Em outras palavras, não trate seus filhos de modo a cultivar uma atitude de
raiva dentro deles. Você sabe, há tantas pessoas com raiva hoje; Eu nunca vi
tanta raiva. Você vê isso nos aeroportos e nos aviões. Você vê isso na
televisão e na política. Mas em nenhum outro lugar a raiva é mais destrutiva
do que em casa, e se as crianças crescem com pais raivosos, elas crescem
com raiva. Anos atrás, eu vi uma história em quadrinhos. No primeiro
painel, um homem no trabalho estava sendo mastigado por seu chefe. No
próximo painel, ele está dirigindo para casa e, chegando em casa, ele bate na
mulher. Na foto seguinte, a esposa está batendo no filho mais velho, um
filho. No próximo, o menino está mordendo sua irmã, e no último painel, a
garotinha está chutando o cachorro.
Há um efeito indireto na raiva, mas não queremos transmitir raiva aos
nossos filhos ou exasperá-los. Agora, todos os pais e mães às vezes ficam
com raiva; Eu certamente fiz durante os nossos anos de criação dos
filhos. Quem não iria? Eu estava interessada em algo que li recentemente de
Virginia Satir, uma líder no campo da terapia familiar, que se expressou
muito bem:
Os pais ensinam na escola mais difícil do mundo - A Escola para Fazer
Pessoas. Você é o conselho de educação, o diretor, o professor da sala de
aula e o zelador…. Espera-se que você seja especialista em todos os
assuntos relacionados à vida e à vida. Há poucas escolas para treiná-lo para
o seu trabalho e não há um acordo geral sobre o currículo. Você tem que
fazer isso sozinho. Sua escola não tem feriados, férias, sindicatos,
promoções automáticas ou aumentos salariais. Você está de plantão ou pelo
menos de plantão 24 horas por dia, 365 dias por ano, por pelo menos 18
anos para cada criança que você tem. Além disso, você tem que lidar com
uma administração que tem dois líderes ou chefes, qualquer que seja o caso
- e você conhece as armadilhas que dois chefes podem entrar um com o
outro. Nesse contexto, você continua realizando as pessoas.
Não há como evitar momentos diversos quando seus filhos lhe dão nos
nervos, e certamente houve incidentes em meus próprios anos de criação
quando perdi a calma. Mas, em geral, não acho que eu fosse um pai
zangado.
Mas se a sua raiva estiver logo abaixo da superfície, se você se livrar
facilmente, se estiver sempre atacando seus filhos, se você disser coisas
ofensivas, se estiver sempre andando com uma camada de raiva ao seu
redor - então você está criando um ambiente no qual seus filhos ficarão
exasperados.
A raiva gera raiva, mas a Bíblia diz que a ira humana não traz a vida justa
que Deus deseja ( Tiago 1:20 ).
Provérbios 29:11 diz que um tolo dá vazão à sua ira e um homem sábio se
mantém sob controle.
Provérbios 15: 1 diz que uma resposta gentil desvia a ira, mas uma palavra
dura desperta ira.
Provérbios 17: 1 diz que é melhor ter uma crosta seca de pão com paz e
sossego do que uma casa cheia de banquetes e lutas.
Então, se você está tendo problemas de raiva em sua própria vida, você
precisa de ajuda - talvez buscar algum aconselhamento. Você pode
memorizar alguns desses versículos e verificar as técnicas de controle da
raiva e obter algum aconselhamento; porque a raiva em um adulto cria um
espírito de raiva em uma criança - e isso viola a regra primária do Novo
Testamento de Deus para os pais: Pais, não exasperem seus filhos.

Fornecer disciplina para seus filhos


Mas aqui está o contrapeso. Isso não significa que devamos ser tão fáceis de
lidar que não proporcionemos disciplina significativa para nossos
filhos. Este versículo continua dizendo: (Pais), não exasperem seus
filhos; em vez disso, traga-os para o treinamento… E a palavra grega aqui
transmite a ideia de disciplina.
É a palavra: παιδεία ( paideia ), que geralmente é traduzida como disciplina,
até o ponto de castigar.
De alguma forma, essa ideia está fora de moda hoje em dia, mas gostaria de
ler uma coisa que Elizabeth Eliot escreveu. Eu amo os livros de Elizabeth
Eliot, e no outro dia em uma venda de livros eu encontrei um que eu não
tinha. Nele, ela incluiu um capítulo sobre este assunto, e foi tão oportuno
que pensei ter lido uma parte dele para você.
Muitos pais hoje odeiam seus filhos. Nós vimos isso há algumas semanas
atrás, e na igreja. Lars e eu fomos a uma igreja muito pequena, onde havia
um grande número de crianças pequenas. O rangido dos bancos, o farfalhar
de livros e papéis, a queda de giz de cera e brinquedos e o oferecimento de
níqueis, conversas, choro e corridas pelos corredores para ir ao banheiro
fizeram com que fosse impossível escutar o sermão. Uma criança que estava
sentada com o pai à nossa frente foi passada para a parte de trás do banco
para a mãe dele. Imediatamente ele queria papai. De volta ao banco da
frente, de cabeça no colo do pai. Em alguns minutos, até a mamãe. Então foi.
Uma semana depois, fomos a uma igreja muito maior, com mais de cem
crianças presentes. Eles estavam quietos. Ficamos surpresos e depois
questionamos um casal que era membro de lá. "Acreditamos que os pais
cristãos devem controlar seus filhos", disseram simplesmente.
De onde eles tiraram essa ideia, nós queríamos saber. Bem, da Bíblia. O livro
de Provérbios fala repetido do uso da vara. Uma referência é no capítulo 13:
“Um pai que poupa a vara odeia seu filho, mas aquele que o ama o mantém
em ordem.” (Elizabeth Elliot, Tudo o que era nosso) (Tarrytown, NY:
Fleming Revell Company, 1988). ), pp. 23-24.)
Meu pai certamente tinha essa atitude, e lembro-me dele me tirando da
igreja mais de uma vez. Agora, quando dizemos coisas assim hoje em dia,
isso deixa as pessoas desconfortáveis porque não são politicamente
corretas. Nós estigmatizamos a surra, mas olhe para o que uma era
indisciplinada estamos vivendo como resultado.
Aqui está a abordagem bíblica. A autodisciplina é uma das qualidades mais
importantes que podemos desenvolver. A Bíblia diz que uma pessoa sem
autodisciplina é como uma cidade sem paredes. O diabo pode apressar e
saquear e saquear à vontade. Se você desenvolver a capacidade de
autodisciplina, isso o protegerá de tantos ataques do diabo. Satanás tem
dificuldade em fazer qualquer coisa com uma pessoa autodisciplinada.
Mas nós não nascemos autodisciplinados; Assim, uma das funções mais
importantes dos pais é criar um senso de autodisciplina em seus jovens. Há
muitas maneiras de instilar a disciplina em uma criança, e a surra
raramente deve ser usada. Mas a Bíblia permite isso. Veja esta passagem
em Hebreus 12: 4-11 :
Em sua luta contra o pecado, você ainda não resistiu ao ponto de derramar
sangue. E você esqueceu aquela palavra de encorajamento que se dirige a
você como filhos ...
E agora, o escritor de Hebreus vai citar o Antigo Testamento. Agora pense
nisso. Aqui, o escritor do livro de Hebreus queria citar uma passagem do
Antigo Testamento para encorajar os cristãos de sua época que estavam
passando por um período de dificuldades e perseguições. Se você tivesse
que encorajar alguém que estivesse passando por um momento difícil, e
tivesse que escolher um texto do Antigo Testamento, qual seria? O 23º
Salmo? O capítulo 40 de Isaías? O escritor aqui puxa uma passagem de
Provérbios sobre um homem espancando seu filho! E essa passagem
deveria encorajá-los!
Vocês se esqueceram daquela palavra que se dirige a vocês como filhos:
Meu filho, não ilumine a παιδεία paideía do Senhor (a mesma palavra que
Paulo usou em Efésios 6- Disciplina), e não desanime quando Ele te
repreende, porque o Senhor disciplina aqueles que Ele ama, e Ele pune
todos que Ele aceita como um filho. Suportar dificuldades como παιδεία
paideía (disciplina); Deus está tratando você como filhos. Pois que filho não
é disciplinado por seu pai? Se você não é disciplinado (e todos se submetem
à παιδεία paideía - disciplina), então você é filho ilegítimo e não verdadeiro
filho. Além disso, todos nós tivemos pais humanos que nos disciplinaram e
os respeitamos por isso. Quanto mais devemos nos submeter ao Pai de
nossos espíritos e viver! Nossos pais nos disciplinaram por um tempo, como
acharam melhor; mas Deus nos disciplina para o nosso bem, para que
possamos compartilhar em Sua santidade. Não ter disciplina parece
agradável naquela hora, mas é doloroso. Mais tarde, no entanto,
The is an amplification of Ephesians 6:4—we are to bring up our children in
the παιδεία paideía or discipline of the Lord.

Nourish Your Children with Biblical Instruction


Third, we must nourish our children with biblical instruction: Parents, do
not exasperate your children; instead bring them up in the training and
instruction of the Lord.

Children need the Word of God, their hearts are hungry for it, and it needs
to be written on their hearts at a young age. Jesus said, “Let the little
children come unto Me, and forbid them not, for of such is the Kingdom of
Heaven.”

Right now we’re raising a generation of watchers instead of


readers. They’re more at home in front of a screen than in front of a book.
Estamos criando uma geração de crianças que querem ser celebridades em
vez de santos. Uma pesquisa recente na Grã-Bretanha perguntou às crianças
qual era a melhor coisa do mundo, e a resposta número 1 era ser uma
celebridade.
Criamos uma geração de crianças que são seculares ao núcleo em vez de
cristãs em seus pensamentos.
Tudo o que você puder fazer para levar a Palavra de Deus às mentes de seus
filhos - faça isso. Os versos que aprendi na infância permaneceram comigo
toda a minha vida, mas os que eu tentei memorizar recentemente não
parecem ficar bem. Nunca superei as histórias bíblicas simples que aprendi
na Escola Dominical ou os hinos que ouvi minha mãe cantar enquanto fazia
seus trabalhos domésticos. Eu nunca me esqueci do meu pai lendo sua
Bíblia ou comprando cópias para mim em vários momentos da minha
infância. Acho que, como pais, precisamos perguntar: “Quando foi a última
vez que li a Bíblia para meus filhos? Quando foi a última vez que me viram
lendo minha Bíblia? Quando foi a última vez que os ajudei a memorizar um
versículo na Bíblia? Está aprendendo a Palavra de Deus como importante
para mim e para meus filhos como seu trabalho escolar, seus esportes ou
suas outras realizações?
Temos uma geração de filhos para salvar, eles precisam do Senhor e da Sua
Palavra, e não há muito tempo.
Todos nós ficamos horrorizados esta semana quando vimos os restos da
ponte que desmoronou em Minneapolis e, sem dúvida, a imagem mais
comovente foi a foto do ônibus escolar preso entre os escombros. Dentro
havia 50 crianças pequenas, algumas com apenas quatro anos de
idade. Quando a ponte desmoronou, o ônibus, evidentemente, mergulhou
65 pés no abismo e foi imediatamente engolido por uma densa nuvem de
fumaça e poeira. As crianças começaram a gritar: “Vamos entrar no rio. Nós
estamos indo para o rio! ”Os jovens e seus patrocinadores adultos
perceberam que estavam presos dentro daquele ônibus, e podiam sentir
que começava a deslizar pela ponte, cada vez mais perto da água. Apenas a
alguns metros de distância, um trator-reboque explodiu em chamas. A porta
principal do ônibus estava fechada, mas havia uma saída de emergência nos
fundos; e um voluntário de 20 anos chamado Jeremy Hernandez correu
para lá e abriu a porta, chutou os refrigeradores e começou a pegar crianças
e tirá-las do ônibus. Alguns deles não queriam ficar sem suas mochilas ou
toalhas. Outros estavam tentando ligar para seus pais em telefones
celulares. Outros ficaram paralisados em choque e medo. Ele salvou todos
eles. Algumas das crianças ficaram feridas e com sangramento, mas apenas
uma exigiu um pernoite no hospital, e as pessoas estão chamando isso de
milagre.
Nossas crianças precisam de um milagre hoje se crescerem saudáveis e
fortes em nossa cultura em colapso; mas nosso Deus é um Deus de milagres
e creio que Ele usará nossas casas e nossa igreja para levar as criancinhas a
Ele - se obedecermos às Suas instruções e minimizarmos a raiva dentro de
casa, provermos uma disciplina divina e sábia, e ensinar-lhes o Palavra de
Deus.
Pais, não exasperem nossos filhos, mas criem-nos na disciplina nutridora e
na instrução do Senhor. ( Efésios 6: 4)

O LADO PRÁTICO DA SANTIDADE


Efésios 5: 3-16
Mas entre vocês não deve haver nem mesmo uma sugestão de imoralidade
sexual, ou de qualquer tipo de impureza, ou de ganância, porque estes são
impróprios para o povo santo de Deus. Nem deve haver obscenidade,
conversa tola ou brincadeira grosseira, que estão fora de lugar, mas sim
ação de graças. Para isso você pode ter certeza: nenhuma pessoa imoral,
impura ou gananciosa - tal homem é um idólatra - tem alguma herança no
reino de Cristo e de Deus. Que ninguém te engane com palavras vazias,
porque por causa dessas coisas a ira de Deus vem sobre aqueles que são
desobedientes. Portanto, não seja parceiro deles. Pois você já foi escuridão e
agora você é luz no Senhor. Viva como filhos da luz (pois o fruto da luz
consiste em toda bondade, retidão e verdade) e descubra o que agrada ao
Senhor. Não tem nada a ver com os atos infrutíferos das trevas, mas sim
expô-los. Pois é vergonhoso até mesmo mencionar o que os desobedientes
fazem em segredo. Mas tudo exposto pela luz torna-se visível, pois é a luz
que torna tudo visível. É por isso que é dito: "Acorde, ó dormente, ressuscite
dos mortos e Cristo brilhará sobre você". Tenha muito cuidado, então, como
você vive - não tão imprudente, mas tão sábio, aproveitando ao máximo
todas as oportunidades, porque os dias são maus (Efésios 5: 3-16 )
Eu não sei se você ouviu falar sobre o pregador que recebeu um dicionário
para seu aniversário, mas no domingo seguinte ele começou seu sermão
dizendo: "Hoje eu gostaria de pregar, admoestar, edificar, esclarecer,
exortar, instruir, pregar sobre o papel da igreja, os discípulos, o corpo de
Cristo, a família de Deus, a assembléia dos santos, a família da fé, a
companhia dos redimidos ... " Seu sermão normal de meia hora durou três
horas e vinte minutos.
Bem, poderíamos ficar aqui o dia todo chegando com sinônimos para a
palavra "igreja", porque a Bíblia usa tantas frases diferentes, termos,
palavras, substantivos e figuras de linguagem para descrever a igreja da
perspectiva de Deus. Na passagem que acabamos de ler, temos uma das
definições mais precisas e pungentes, embora consista em apenas três
palavras. Veja o final do versículo 3: Mas entre vocês não deve haver nem
mesmo um sinal de imoralidade sexual, ou de qualquer tipo de impureza, ou
de ganância, porque estes são impróprios para o Povo Sagrado de Deus.
Quem são cristãos? Como nós somos descritos na Bíblia? Como devemos
aparecer nos olhos do mundo ao nosso redor? Nós somos o povo sagrado de
Deus. Muitos teólogos acreditam que a santidade é a qualidade central de
Deus. O evangelista Billy Graham disse em um de seus livros: "Quando leio a
Bíblia, parece encontrar a santidade como seu supremo atributo".
Em seu livro de teologia sistemática, Louis Berkhof escreveu:
"Não parece apropriado falar de um atributo de Deus como sendo mais
central e fundamental do que outro; mas se isso fosse permissível, a ênfase
bíblica na santidade de Deus pareceria justificar sua seleção".
O pastor da Filadélfia, James Montgomery Boice, falou certa vez a um grupo
de discipulado sobre as características de Deus. Ele começou pedindo-lhes
que listassem as qualidades de Deus em ordem de importância. Eles
colocam o amor em primeiro lugar, seguido de sabedoria, poder,
misericórdia, onisciência e verdade. No final da lista, eles colocam a
santidade. "Isso me surpreendeu", escreveu Boice mais tarde, "porque a
Bíblia se refere à santidade de Deus mais do que qualquer outro atributo".
A Bíblia geralmente não se refere a Deus como amoroso, amoroso e
amoroso! Ou sábio, sábio, sábio! Ou onisciente, onisciente, onisciente! Ele é
todas essas coisas; mas repetidamente lemos o grito dos anjos: Santo, Santo,
Santo!
Um homem escreveu:
"Assim como todas as cores do espectro se juntam para formar a luz branca
pura que ilumina nosso mundo, todos os atributos de Deus se unem em Sua
santidade."
Por esta razão, quando damos a nossa vida a Jesus Cristo, estamos
endossando a santidade de Deus e comprometendo-nos a imitar a Sua
santidade nas nossas próprias vidas. Nós somos "o povo santo de Deus".
1 Pedro 1: 15-16 diz:
"Mas como aquele que te chamou é santo, santifica-te todo tipo de
conversação; porque está escrito: Sede santos, porque eu sou santo" (KJV).
Assim, no thesaurus do cristão, somos identificados como "o povo santo de
Deus". Agora, à luz dessa identidade, temos aqui em Efésios 5 uma
descrição do lado prático da vida santa. Há um conjunto de injunções,
seguidas por uma lógica, seguida de um somatório no final.
Nem mesmo uma sugestão ... - Versos 3 e 4
As injunções são dadas nos versículos 3 e 4. São "não-Tu-não" do Novo
Testamento, uma série de proibições e tabus, algumas coisas que estão fora
de lugar na vida do cristão. . O primeiro é a imoralidade sexual. O versículo
3 diz:
Mas entre vocês não deve haver nem mesmo um sinal de imoralidade
sexual. Nem mesmo uma sugestão.
A palavra grega que Paulo usou aqui é porneia (porneáia, por-ni´-ah), da
qual obtemos nossa palavra inglesa "pornografia". Mas esse termo grego
não se limita à pornografia. É uma palavra ampla que abrange a imoralidade
sexual em todas as suas formas.
Esta injunção em Efésios 5: 3por exemplo, proíbe sexo pré-marital e
extraconjugal. Proíbe morar junto antes do casamento. Ele proíbe todos os
tipos de pornografia, incluindo pornografia na internet. Ele proíbe o
comportamento homossexual. Todas essas tendências são forças poderosas
na cultura atual. A tentação sexual é muito forte em nossos dias e idade. Eu
acho que nossa sociedade se esforça mais do que as sociedades anteriores
por cinco razões. Primeiro, o colapso da família tradicional nos deixa
abertos à instabilidade sexual e à tentação. Em segundo lugar, as poderosas
imagens da mídia - especialmente televisão e cinema - compõem o
problema mil vezes. Precisamos começar a perceber que existe um sentido
em que nossos aparelhos de televisão são muitas vezes os evangelistas do
diabo, projetados para nos persuadirem sutilmente de uma filosofia de vida
que é exatamente contrária aos ensinamentos das Escrituras.
Terceiro, a perda de nossa estrutura tradicional de moralidade judaico-
cristã nos últimos cinquenta anos, aproximadamente, no mundo ocidental
nos torna vulneráveis. Em quinto lugar, nossa tecnologia hoje nos dá acesso
fácil a qualquer tipo de indulgência que desejamos.
E assim as tendências morais dos Estados Unidos estão descendo a um
ritmo alarmante. Talvez o padrão moral mais perturbador de nossa época
seja a cruzada para legitimar o comportamento homossexual. Os criadores
de tendências nos Estados Unidos estão determinados a "homossexualizar"
nossa sociedade, e qualquer um que discordar deles é acusado de
homofobia, de ódio ou, no mínimo, de intolerância.
Li esta semana que a organização da National Parent Teacher Association
(PTA) está endossando e disponibilizando um vídeo que abrange famílias
de pessoas do mesmo sexo como parte de um esforço nacional para
combater a "discriminação contra os homossexuais". O vídeo, intitulado
"Isso é uma família!" usa exemplos da vida real de crianças de 8 a 13 anos
para descrever como é crescer em várias situações domésticas não
tradicionais. Uma garotinha olha para a câmera e explica: "Meus pais são
gays e gays, quando dois homens ou duas mulheres se amam. É como ter
uma mãe e um pai que se amam. É só que é um homem e um homem ou
uma mulher e uma mulher ".
O que há de errado com isso? Gênesis 1:27 diz que no princípio Deus criou a
humanidade "à imagem de Deus ... macho e fêmea". E tanto o Antigo
Testamento como o Novo Testamento proíbem a homossexualidade.
Eu li esta semana em um livro do Dr. David Stern que 75% dos homens gays
fazem a maioria de seus atos sexuais com homens que eles nem conhecem,
e cerca de 30% dos gays acumulam mais de 1000 parceiros. Um estudo foi
realizado com 100 casais gay "estáveis". Depois de viver juntos por cinco
anos, nenhum casal permaneceu sexualmente fiel.
Talvez alguns aqui estejam lutando com os impulsos homossexuais. Outros
podem estar lutando contra tentações relacionadas à pornografia. Talvez
alguém esteja prestes a ir para a cama ou com seu namorado ou namorada.
O que eu quero lhe dizer esta manhã é que estas são escolhas doentias, mas
não são impulsos irresistíveis. Eles podem ser superados. A derrota não é
inevitável. Pode haver vitória.
No início da mitologia grega, havia criaturas chamadas sirenas - músicos
encantadores com corpos semelhantes aos de aves e belos rostos
humanos. Eles viviam em uma ilha solitária e rochosa perto da costa
sudoeste da Itália, onde esperavam por navios que passavam. Suas vozes
eram tão doces que marinheiros passando pela ilha inevitavelmente se
sentiram sob o feitiço. Estes marinheiros saltaram dos seus navios para
nadar até à ilha e afogaram-se, ou mudaram o curso dos seus navios nessa
direcção, apenas para bater nas rochas. A canção das sirenas era
considerada irresistível.
Mas não foi. Mesmo com as sirenes, a derrota não era inevitável. Um bravo
capitão, passando pela ilha, planejou o perigo e tocou sua própria música
tão alto que abafou a música das sirenes. Em outro navio, o capitão
derramou cera de abelha nos ouvidos dos marinheiros e colocou-se de
mãos e pés no mastro para que não pudesse ser desviado.
Talvez você esteja lutando com a tentação sexual ou pecado sexual, e você
está desanimado e derrotado. Eu quero dizer isso para você: não desista.
Quando a Bíblia diz aqui em Efésios 5: 3 que não deve haver nem mesmo
uma sugestão de imoralidade sexual entre nós, há nesse comando uma
promessa implícita. Todo mandamento contém em si a semente de uma
promessa, pois o Senhor nunca nos mandará fazer algo que Ele não possa
nos capacitar a fazer. Com a ajuda de Deus, você pode chegar a mais e mais
vitória.
Você não precisa ser derrotado pelo pecado sexual em sua vida. Pode levar
muita força de vontade. Pode levar algum aconselhamento cristão. Pode
levar um grupo de integridade ou alguns amigos para mantê-lo
responsável. Pode levar estudo bíblico diário. Pode ser preciso muita
oração. Mas quero dissipar esse mito de que nascemos com certas
orientações ou fraquezas que não podem ser superadas pela graça de Deus.
A Bíblia diz: No entanto, em todas estas coisas somos mais que vencedores,
por meio daquele que nos ama.
O Salmo 60:12 diz: Com Deus ganharemos a vitória.
O livro de Judas termina com as palavras: Para aquele que é capaz de evitar
que você caia ... seja glória, majestade, poder e autoridade.
1 Coríntios 15:57 diz: Graças a Deus, que nos dá a vitória por nosso Senhor
Jesus Cristo.
Não vos tem tentado senão as que são comuns ao homem; mas Deus é fiel, e
não permitirás que sejas tentado acima do que és capaz; mas com a
tentação também fazer um caminho para escapar, para que possais
suportar ( 1 Coríntios 10:13 ).
Então Efésios 5: 3 diz:
Mas entre vocês não deve haver nem mesmo uma sugestão de imoralidade
sexual, ou de qualquer tipo de impureza, ou de ganância, porque estes são
impróprios para o povo santo de Deus.
E o versículo 4 nos diz que devemos exercer o mesmo tipo de controle
sobre as palavras que dizemos:
Nem deve haver obscenidade, conversa tola ou brincadeira grosseira, que
estão fora de lugar, mas sim ação de graças.
Para isso, você pode ter certeza ... - Versos 5-13
Agora, nos versículos 5 a 13, o apóstolo Paulo nos dá a razão para essas
proibições. Ele já nos disse no versículo 3 que esses comportamentos são
"impróprios para o povo santo de Deus". Ele nos disse no versículo 4 que
essas atividades estão "fora do lugar". Mas agora ele será mais específico.
Primeiro, essas atividades são impróprias e fora de lugar por causa do
mundo perdido ao nosso redor. É assim que o mundo age e os cristãos estão
no mundo, mas não no mundo. Veja os versos 5ff:
Por isso, você pode ter certeza: nenhuma pessoa imoral, impura ou
gananciosa - tal homem é um idólatra - tem alguma herança no reino de
Cristo e de Deus. Que ninguém te engane com palavras vazias, porque por
causa dessas coisas a ira de Deus vem sobre aqueles que são
desobedientes. Portanto, não seja parceiro deles.
Esta semana a CNN relatou uma história bizarra. Em Ashland,
Massachusetts, técnicos de emergência médica encontraram uma mulher de
39 anos de idade, caída em sua banheira, morta. O corpo acabou em uma
bolsa de corpo na casa funerária. Foi lá que o diretor da funerária, John
Matarese, ouviu um ruído gorgolejante vindo da sacola do corpo. Ele
rapidamente abriu o zíper e manteve a boca da mulher aberta para manter
as passagens de ar limpas. Aparentemente ela teve uma overdose de drogas
e experimentou hipotermia a água fria na banheira e estava fria e dura e
parecia estar morta - quando ela não estava. Os médicos dizem que ela vai
bem.
Os cristãos não devem ser embrulhados em sacos de pecado do corpo
imitando pessoas mortas. Não devemos ser confundidos com aqueles que
estão mortos em delitos e pecados. Não devemos ser confundidos com
aqueles que estão enfrentando o julgamento. A Bíblia diz: "Saia do meio
deles e seja separado".
A segunda justificativa para guardar as proibições da Bíblia é dada no
versículo 8: “Vocês já foram trevas, mas agora são luz no Senhor. Viva como
filhos da luz (pois o fruto da luz consiste em toda a bondade, retidão e
verdade) e descubra o que agrada ao Senhor. Não tem nada a ver com os
atos infrutíferos das trevas, mas sim expô-los. Pois é vergonhoso até mesmo
mencionar o que os desobedientes fazem em segredo. Mas tudo exposto
pela luz torna-se visível, pois é a luz que torna tudo visível.
Quando você sai em um campo em um dia ensolarado e vira uma pedra, o
que acontece? Todos esses pequenos insetos e larvas e vermes e insetos
correm o mais rápido possível. Eles não suportam a luz. E quando andamos
com o Senhor à luz da Sua palavra, esses pecados, embora teimosos, não
têm chance.
Eu gosto das palavras dessa música de Stephen Curtis Chapman:
Bem, eu consegui uma camiseta que diz que eu acredito que
eu recebi cartas no meu bracelete para servir como minha identidade
Eu vou no colar e no chaveiro
E quase tudo que um bom cristão precisa; Sim…
Eu tenho os pequenos ímãs da Bíblia na porta da minha geladeira
E um tapete de boas vindas para abençoar você antes de entrar no meu
andar
Eu tenho um adesivo Jesus
E o contorno de um peixe preso no meu carro
E mesmo que tudo esteja bem …
Não posso deixar de me perguntar. . "E a mudança?
E a diferença?
E a graça?
E o perdão?"
Nós devemos ser pessoas que andam na luz. Pessoas de graça. Pessoas com
vidas mudadas. Isso nos leva à conclusão deste parágrafo…
Tenha muito cuidado então… - versículo 15-16
Agora nos versículos 15 e 16, temos um resumo. O que tudo isso
significa? Como podemos resumir? Tenha muito cuidado, então, como você
vive - não tão insensato, mas tão sábio, aproveitando ao máximo todas as
oportunidades, porque os dias são maus.
Esta semana li sobre um terrorista irlandês chamado Hugh Brown. Ele se
juntou a um dos grupos terroristas da Irlanda do Norte ainda adolescente e
foi responsável pela morte de várias pessoas. Ele também foi alvo. À noite,
homens armados invadiram sua casa e o levaram para uma sala sem
janelas, onde ele suportou duas horas de interrogatório e tortura
intermitentes. Então ele foi levado para fora e recebeu uma joelhada, que
consistia em uma bala disparada em cada joelheira.
Mas uma coisa interessante aconteceu com Hugh Brown. Ele foi capturado e
preso, e uma noite na prisão, ele se estabeleceu para assistir ao filme "Ben
Hur". Houve uma cena de crucificação no filme, e enquanto ele assistia a
cena, a história da crucificação de Cristo se tornou muito vívida e real para
ele. De repente, ele sentiu uma onda de culpa, não apenas por seu
terrorismo, mas por seus ladrões, brigas e bebedeiras. Ele deu sua vida a
Jesus Cristo e foi chamado para o campo missionário e foi para o Japão
como missionário. Hoje ele é capelão na Prisão de Kobe, e por causa de seu
histórico, ele tem um poderoso relacionamento com os detentos, e sua
biografia acaba de ser publicada em todo o Japão.
O poder de Jesus Cristo pode mudar a vida de alguém. Mas quando Jesus
muda nossa vida, Ele começa de maneira prática e diária a cultivar dentro
de nós a santidade. Você está deixando que Ele faça isso com você?
Tenha muito cuidado, então, como você vive - não tão insensato, mas tão
sábio, aproveitando ao máximo todas as oportunidades, porque os dias são
maus.
COMO AUMENTAR BEM CURSOS ASSADOS, BEM CONGELADOS
Efésios 6: 4

Eu tenho um amigo que acaba de co-autor de um livro chamado O Guia do


Pai Cristão para a Parentalidade Livre de Culpa. Sua tese é que, apesar dos
nossos melhores esforços para atender às necessidades de nossos filhos, a
maioria de nós, pais, nos sentimos sentindo que estamos fracassando (ou
estragamos) o trabalho. Muitos pais e mães estão sobrecarregados,
exaustos e ansiosos. Nós nos preocupamos com o que estamos fazendo e
como nossos filhos estão se saindo. Nós geralmente carregamos muita
culpa.
Costumo dizer aos pais em aconselhamento que não podemos voltar atrás e
mudar o passado. Todos cometemos erros nos dias anteriores, mas só
podemos confessá-los a Deus e colocá-los sob o sangue de Jesus Cristo, que
prometeu perdoar-nos e abençoar-nos. Então começamos onde estamos
agora com nossos filhos e netos, sobrinhas e sobrinhos, procurando criá-los
para que fiquem bem fundamentados e equilibrados, procurando educá-los
na doutrina e admoestação do Senhor. O versículo chave do Novo
Testamento sobre o assunto é Efésios 6: 4 -
Pais, não exasperem seus filhos; em vez disso, crie-os no treinamento e
instrução do Senhor.
Contexto
Efésios 6: 4 não aparece no vácuo. É parte do tecido de uma seção de
Efésios que começa no capítulo cinco, versículo 15:
Tenha muito cuidado, então, como você vive - não tão insensato, mas tão
sábio, aproveitando todas as oportunidades, porque os dias são
maus. Portanto, não seja tolo, mas entenda qual é a vontade do Senhor. Não
fique bêbado com vinho, o que leva à devassidão. Em vez disso, seja
preenchido com o espírito.
Vamos aplicar estes versos aos pais:
Tenha muito cuidado, então, como você é pai, não como pais imprudentes,
mas como sábios, aproveitando ao máximo todas as oportunidades com essas
crianças, porque elas estão crescendo nos dias maus. Portanto, não seja tolo
em criá-los, mas entenda qual é a vontade do Senhor para eles. E como pai,
não fique bêbado com álcool. Em vez disso, seja cheio do Espírito.
Esta é uma das minhas passagens favoritas na Bíblia. Ser cheio do Espírito
significa ser controlado e fortalecido pelo Espírito Santo, cada parte da sua
vida e coração tão cedidos e consagrados a ele que ele possui, controla e
capacita você de todas as maneiras.
Como saberemos se estamos cheios do Espírito? Bem, Efésios 5 e 6 listam
os efeitos da plenitude do Espírito. Primeiro, de acordo com o próximo
verso, vamos transbordar com a música cristã:
Falando uns aos outros com salmos, hinos e canções espirituais, cantando e
fazendo música em seu coração para o Senhor ....
Em seguida, haverá uma atitude de gratidão:
... sempre dando graças a Deus Pai por tudo, em nome de nosso Senhor
Jesus Cristo.
Então, nos tornaremos cada vez mais caracterizados pela humildade. O
versículo 21 continua dizendo:
Submeta um ao outro por reverência a Cristo.
Os versos seguintes passam a nos dizer que esse espírito de música, ação de
graças e humildade deve caracterizar nossos mais preciosos
relacionamentos na vida. O versículo 22 diz:
Esposas, submeta-se aos seus maridos quanto ao Senhor.
O versículo 25 diz:
Maridos, amem suas esposas assim como Cristo amou a igreja e entregou-se
a ela para torná-la santa, limpando-a pela lavagem com água através da
palavra.
O Capítulo 6 continua com esse mesmo tema:
Filhos, obedeçam a seus pais no Senhor, pois isso é certo.
E então chegamos ao verso 4:
Pais, não exasperem seus filhos; em vez disso, crie-os no treinamento e
instrução do Senhor.
Eu tomei tempo para conectar o versículo 4 com o seu contexto,
porque é impossível obedecer a este verso sem o controle e o
fortalecimento de Jesus Cristo pelo Espírito Santo. Nós não podemos
fazer isso sozinhos.
Há várias coisas simples que eu sempre tive um desejo infantil de fazer. Por
muitos anos, tive um terrível desejo de subir uma escada rolante para o
lado errado. Eu dificilmente poderia passar por uma escada rolante sem
querer subir. Bem, há cerca de um ano, no Hickory Hollow Mall, encontrei-
me sozinho perto das escadas rolantes e, se posso confessar, cedi
completamente aos meus impulsos. Eu também tenho um desejo insaciável
de deslizar para baixo de um poste de bronze em um quartel de bombeiros,
e você acredita que na semana passada Darin Coyle me disse que agora
trabalha em um posto de bombeiros em Franklin com um poste de
bronze. Ele prometeu que eu posso deslizar para baixo. Meu terceiro desejo
foi andar em um balão de ar quente. No último domingo à noite, nós
tínhamos um balão de ar quente aqui para as crianças no nosso Jamboree,
mas eu não acho que nenhum deles tenha gostado mais do passeio do que
do meu. A cesta era muito pequena com espaço suficiente para cerca de três
pessoas, ainda bastante pesado. Eu não poderia ter levantado para o ar
sozinho. Mas quando o balão acima de mim estava cheio de ar quente, de
repente ele subiu do chão sem nenhum esforço da minha parte. Eu era
capaz de flutuar acima do mundo quase sem esforço.
Agora, assim como não pude erguer a cesta de vime com minhas próprias
forças, não posso criar meus filhos com minhas próprias forças. É somente
quando minha vida e meu lar estão cheios do Espírito Santo que nós
ascendemos a uma planície mais alta. Somente pais comprometidos com
Cristo e cheios do Espírito podem criar seus filhos na doutrina e
admoestação do Senhor. É isso que o contexto dos capítulos 5 e 6 nos
diz. Devemos ser tão submissos a Deus e tão comprometidos com Jesus
Cristo, tão sérios em segui-lo, que nossos corações são controlados e
capacitados por ele e o hélio de seu Espírito nos enche dia após dia.
Agora, quando isso é verdade, estamos prontos para continuar com o verso
4. A primeira palavra é o Pai. É muito interessante que o apóstolo Paulo não
use a palavra grega para os pais da maneira que ele fez no versículo 1,
quando disse às crianças que obedecessem aos pais. Aqui, a palavra grega é
pater-pai. O Senhor conhece a poderosa influência que os pais têm sobre
seus filhos e Deus coloca nos pais a responsabilidade primária de cumprir
os mandamentos do versículo 4.
Pais, não exasperem seus filhos. Esta palavra exasperada é uma palavra
grega que significa frustrar, irritar. Não frustre seus filhos nem instale neles
uma disposição raivosa. Isso não significa que damos gorjeta aos nossos
filhos e nos esforçamos para evitar que eles se sintam irritados. Isso
significa que não somos tão rigorosos, tão zangados, tão superprotetores,
ou tão frouxos, tão lenientes, tão ausentes, tão críticos que os tornemos
frustrados e insatisfeitos.
Eu li outro dia sobre um jogador de futebol profissional chamado Dave
Simmons. Seu pai, Amos, um militar, era um bebedor problemático e
extremamente exigente. Ele raramente dizia uma palavra gentil para
Dave. Em vez disso, Amos estava sempre cutucando Dave com críticas
severas para fazer melhor, e ele reforçou suas exigências com abuso verbal
e espancamentos. Ao colocar constantemente novos objetivos na frente de
Dave, ele nunca permitiu que ele sentisse qualquer satisfação por qualquer
sucesso. Certa vez, quando Dave tinha seis anos, Amos deu-lhe uma bicicleta
desmontada, ordenando-lhe que a montasse do zero. Dave foi incapaz de ler
as instruções, e ele lutou com isso até que ele desmoronou em lágrimas. "Eu
sabia que você não poderia fazer isso", gritou o pai, que então reuniu para
ele. Quando Dave jogou futebol no ensino médio, seu pai era muito crítico
com ele. Depois de cada jogo, ele levaria Dave para o quintal e mostraria a
ele todas as coisas que ele fez de errado. "A maioria dos garotos tem
borboletas no estômago antes do jogo; eu os peguei depois", disse
Dave. "Enfrentar meu pai foi mais estressante do que enfrentar qualquer
time adversário". No momento em que ele entrou na faculdade, ele odiava
seu pai e sua disciplina severa. Ele escolheu entrar na Universidade da
Geórgia simplesmente porque era mais longe de casa do que qualquer outra
escola que lhe oferecesse uma bolsa de estudos. Depois da faculdade, Dave
ouviu a grande notícia de que ele acabara de se tornar o segundo grupo de
escolha do St. Louis Cardinals. Ele ligou para o pai para compartilhar as
novidades. Amós respondeu: "Como é ser o segundo?" Mas Dave se tornou
cristão durante a faculdade e começou a tentar construir uma ponte para o
pai. Ele começou a falar com ele e o fez abrir um pouco. Ele aprendeu pela
primeira vez que o pai de Amos tinha sido um lenhador durão, conhecido
por seu temperamento rápido. Ele uma vez destruiu uma caminhonete com
uma marreta porque não começaria. No momento em que Amos morreu, ele
e Dave se tornaram bons amigos. Mas a história não pára por aí. Dave se
casou e teve um filho próprio, Brandon. Dave ficou chocado ao encontrar-se
tratando Brandon assim como seu próprio pai o tratou. Uma vez depois de
um jogo de basquete, eles estavam dirigindo para casa. Brandon tinha
jogado mal e Dave acendeu-o, dizendo-lhe todas as coisas que ele tinha feito
de errado. Quando chegaram em casa, Brandon correu para a casa em
lágrimas, e a esposa de Dave se virou para ele com raiva e disse: "Você é
como seu pai". Dave mais tarde disse que nenhum choque no campo de
futebol o atingiu mais do que essas palavras,
Pais, podemos exasperar nossos filhos sendo muito duros, muito rigorosos,
muito protetores. E podemos frustrá-los sendo tolerantes demais,
permissivos demais para serem frouxos. Podemos frustrá-los por sermos
muito distantes, muito pouco emotivos, muito estóicos. Podemos frustrá-
los, depreciando-os e enganando-os demais. Precisamos da graça, equilíbrio
e sabedoria do Espírito Santo para tocar nosso pai e nos tornar homens de
sabedoria e homens de Deus.
Pais, não exasperem seus filhos; em vez disso, traga-os ...
Esta palavra no grego-ektrepho-trazê-los é muito interessante. Ele é
encontrado apenas duas vezes na Bíblia, aqui e em Efésios 5:29 : Afinal,
ninguém odiava seu próprio corpo, mas ele o alimenta e cuida dele, assim
como Cristo faz a igreja. Por isso, é traduzido de duas maneiras diferentes:
alimentar e educar.
A raiz da palavra trepho significa fornecer nutrição. Esta é a palavra que
Jesus usou quando nos disse para considerar como o Pai Celestial alimenta
os pássaros do ar. Esta é a palavra usada em Atos 12:20, quando o povo de
Tiro e Sidon se aproximou do rei Herodes para falar sobre seu suprimento
de alimentos. Esta é também a palavra usada em Lucas 4quando diz que
Jesus retornou à cidade de Nazaré, onde foi criado. A ideia é que os pais
devem fornecer o alimento que as crianças precisam para crescer. Não
apenas a nutrição física da comida na mesa, mas o alimento emocional,
espiritual e mental de que as crianças precisam.
Pais, não exasperem seus filhos; em vez disso, levante-os no treinamento ...
no ensino. Que tipo de ensinamento? Bem, esta frase está relacionada com
as últimas três palavras do verso: o ensino ... do Senhor. Não há fim para os
versículos da Bíblia que nos dizem para instilar amor e conhecimento das
Escrituras em nossos filhos. Li outro dia sobre uma mulher, Cynthia Allen,
que recebeu uma ligação do vice-diretor de sua filha, que disse: "Quero lhe
contar uma coisa que Charity fez. Aconteceu durante uma assembléia toda
na escola." Uma nova estudante de intercâmbio da China entrou depois que
a reunião começou. Ela ficou ali, assustada com a multidão, sem saber para
onde ir, onde se sentar. Todos os 800 estudantes estavam olhando para ela.
"
O vice-diretor limpou a garganta e continuou. "Charity se levantou de onde
estava sentada na arquibancada, desceu, atravessou a academia,
cumprimentou a nova garota e levou-a de volta a um assento. Fiquei tão
impressionada que queria ligar e contar a você."
Cynthia Allen sorriu para si mesma. Ela lembrou que no início da semana,
durante as devoções familiares, eles haviam discutido o versículo em 2
Coríntios que fala sobre como devemos consolar os outros com o mesmo
conforto que nós mesmos recebemos de Deus, o Pai de toda a
consolação. "Caridade", disse a sra. Allen, "estava simplesmente agindo
sobre o que ela havia aceitado".
Temos um programa infantil fantástico, pelo qual sou muito grato. Mas não
devemos depender de sermos os principais professores da Bíblia para
nossos filhos. Esse trabalho pertence aos pais e às mães e ao lar. Seus filhos
precisam ver você lendo sua Bíblia, apreciando o estudo da Bíblia,
aprendendo a palavra de Deus. E os pais são ordenados a ensinar essas
coisas a seus filhos em casa, quando se deitam e quando se levantam,
quando se sentam e quando andam pelo caminho. Precisamos criar nossos
filhos no treinamento - e na instrução do Senhor: Pais, não exasperem seus
filhos; em vez disso, crie-os no treinamento e instrução do Senhor.
A palavra instrução - nesia - vem da palavra nous, que significa mente; e
tithemi, ou seja, para depositar. Então, literalmente, significa depositar na
mente. Muitas vezes é traduzido para advertir, para admoestar.
A família cheia do Espírito é aquela em que os pais, especialmente (quando
possível) os pais, estão fornecendo mais do que provocando. Em vez de
criar filhos frustrados, devemos prover o alimento espiritual, emocional e
físico necessário para educá-los na instrução e no treinamento do Senhor. E,
às vezes, esse tipo de casa tem um conjunto ou prioridades diferentes do
que qualquer outra casa no bloco.
Debra Bruce e eu servimos juntas no conselho consultivo de uma revista
para pais. Ela disse que um dia ela ficou muito ocupada ajudando seus filhos
em suas várias atividades. Ela estava encarregada das vendas dos biscoitos
Brownie Scout, encarregados dos prêmios da equipe de natação e do retiro
para coro adulto, e do ensaio do coro infantil e do grupo de estudos bíblicos
da mãe. Ela estava envolvida com seus filhos em casa, igreja e escola. Ela
estava tão ocupada, na verdade, sentia-se como um pião oscilando
precariamente. Um dia ela pediu a seu grupo de estudo bíblico para orar
por ela. "Não posso priorizar minhas atividades", ela disse, "e sinto que
estou fora de controle". Duas semanas se passaram, e ela se sentiu tão
esgotada e comprometida como sempre. E então ela pegou a gripe. Foi um
caso particularmente desagradável de febre alta, peito frio, dores e dores e
queixas. Tudo o que ela podia fazer era deitar na cama gemendo enquanto
seu marido tentava desesperadamente encontrar outras pessoas para
assumir todas as suas responsabilidades. Ela estava infeliz, cheia de
remédios, com Vicks VapoRub no peito e um termômetro na boca. "Passei
um total de oito dias na cama", recorda ela, "e apenas os itens de maior
prioridade foram concluídos: nossas três crianças foram alimentadas,
banhadas, abraçadas e colocadas na cama. Enquanto eu me recuperava,
permaneci fraca por mais duas. semanas e me movi em volta da casa com
meu roupão. Comecei a ler e sonhar acordado e rir mais. As noites eram
passadas sentadas com a família, conversando e jogando em vez de correr
para reuniões. Meus amigos ligaram para me informar que atividades e
organizações estavam funcionando sem problemas. "
Nenhum de nós é um pai perfeito, mas aqueles que conhecem o Senhor
Jesus Cristo, que o amam e são cheios do seu Espírito, têm a habilidade de
sair do chão, voar para o céu, alcançar o céu e canalizar alguns deles para
nossos filhos. Encontramos tempo para ouvir e amar e, pela graça de Deus,
educar nossos filhos no treinamento e na instrução do Senhor.

VESTIDO DE BATALHA
Efésios 6: 10-18

O cardeal Dionigi Tettamanzi, o arcebispo católico romano de Gênova, foi


mencionado como um possível sucessor do papa João Paulo II, mas
recentemente sua futura carreira foi ameaçada pelas críticas a uma carta
congregacional que ele publicou sobre o tema de Satanás. Ele vê o diabo
como um inimigo real e perigoso, e ele enviou aos seus paroquianos uma
carta da Quaresma contendo dez regras sobre como resistir ao seu
poder. Sua primeira regra: não esqueça que o diabo existe. Segundo, não
esqueça que ele é um tentador; em terceiro lugar, não se esqueça de que ele
é muito inteligente e astuto. Tettamanzi recomendou oração, adoração,
estudo da Bíblia e o poder da cruz. Mas seus críticos condenaram sua visão
de Satanás como sendo mumbo-jumbo medieval e de ignorar os avanços
modernos da psicologia.
Bem, eu estou com o cardeal sobre isso - e assim é o apóstolo Paulo. Em
nosso estudo através de Efésios, estamos chegando à última grande divisão
do livro. Efésios 1-3 lida com nossa riqueza em Cristo - as riquezas de Suas
bênçãos para conosco. Os capítulos 4, 5 e 6a tratam da nossa caminhada em
Cristo - como devemos viver dia a dia neste mundo, nosso comportamento,
nossa fala, nossa conduta e atitude. Agora chegamos ao final da carta, e o
grande apóstolo quer dizer uma palavra sobre nossa guerra. Ele vê o diabo
como um inimigo astuto e perigoso que deve ser resistido em nossas vidas
diárias. Efésios 6: 10-18 diz:
10 Por fim, sê forte no Senhor e em grande poder. 11 Coloque a armadura
completa de Deus para que você possa se posicionar contra os esquemas do
diabo. 12 Porque a nossa luta não é contra a carne e o sangue, mas contra os
governantes, contra as autoridades, contra os poderes deste mundo
tenebroso e contra as forças espirituais do mal nos reinos celestes. 13
Portanto veste toda a armadura de Deus, para que, quando chegar o dia do
mal, possa permanecer firme em sua terra e depois de fazer tudo para ficar
em pé. 14 Em seguida, fique firme, com o cinto da verdade afivelado em
volta da cintura, com a couraça da justiça no lugar, 15 e com os pés
ajustados à disposição que vem do evangelho da paz. 16 Além de tudo isso,
pegue o escudo da fé, com o qual você pode extinguir todas as flechas
flamejantes do maligno. 17 Tomem o capacete da salvação e a espada do
Espírito, que é a palavra de Deus. 18 E ore no Espírito em todas as ocasiões
com todos os tipos de orações e pedidos. Com isso em mente, fique atento e
sempre continue orando por todos os santos.
Nosso Adversário
A primeira coisa que gostaria que você notasse é como literalmente Paulo
lida com o nosso adversário. Ele nos diz que cada um de nós - cada pessoa
que invoca o nome de Cristo - instantaneamente adquire um adversário
muito literal e poderoso que não fará nada para nos prejudicar, tentar ou
devorar-nos. Ele é perigoso em três níveis.
O primeiro nível de perigo é referido aqui nos esquemas do diabo (versículo
11). As traduções mais antigas dizem "as artimanhas do diabo". Não
estamos muito familiarizados com a palavra "wiles", mas a maioria de nós já
ouviu o adjetivo "astuto", que significa "astuto, inteligente". Eu gostaria de
mostrar a você como Paulo realmente escreveu isso no original grego. Ele
nos diz que devemos nos posicionar contra a meqodeiva da diavbolo -
literalmente, os métodos da diabólica.
Uma das coisas mais importantes sobre a guerra é estudar o inimigo,
sondando e explorando suas fraquezas. Isso é exatamente o que o diabo faz
para você e para mim. Ele procura nossos pontos fracos, nossa posição mais
fraca, e ele nos ataca nesse ponto. Pode ser uma tendência à luxúria ou
pornografia; pode ser a ganância e a disponibilidade de crédito fácil; pode
ser baixa auto-imagem; pode ser uma tendência para o comportamento
aditivo; pode ser um espírito medroso; pode ser um temperamento
curto. Seja o que for, você pode ter certeza de que Satanás, na verdade, tem
um arquivo com o seu nome escrito na guia, e ele observou você, analisou
seus pontos fortes e fracos, e ele desenvolveu uma estratégia para a sua
ruína.
1 Pedro 5: 8 diz: "Seja auto-controlado e alerta. Seu inimigo, o diabo, anda
por aí como um leão rugindo à procura de alguém para devorar."
O segundo nível de perigo vem das tropas de assalto do diabo. Veja o verso
12: Porque a nossa luta não é contra carne e sangue, mas contra os
governantes, contra as autoridades, contra os poderes deste mundo escuro
e contra as forças espirituais do mal nos reinos celestes.
Paulo lista quatro categorias diferentes de demônios ou demônios
aqui. Porque a nossa luta não é contra a carne e o sangue, mas contra os
governantes. Isso se refere aos governantes demoníacos, os generais de
cinco estrelas do exército de demônios do diabo. Contra as autoridades
... Estes são os coronéis e majores e capitães e tenentes sobre as forças
demoníacas que cercam o mundo. Contra os poderes deste mundo escuro
.... Estes são os sargentos e soldados. E contra as forças espirituais do mal
nos reinos celestes. Em outras palavras, há um exército malévolo invisível,
talvez bilhões e bilhões de demônios, que cobrem este mundo para
influenciar eventos mundiais, atacam a igreja, desacreditam o nome de
Deus e estão mirando sua artilharia contra você e eu.
Agora há um terceiro nível de perigo contra nós - o dia do mal. Veja o verso
13: Ponha toda a armadura de Deus, para que quando o dia do mal chegar,
você possa estar em pé…. Qual é o dia do mal? Bem, na linguagem militar é
hora zero. O momento em que o ataque é lançado, o momento em que os
mísseis são disparados. Para o patriarca Jó, foi o momento em que o
esquadrão demoníaco, por assim dizer, sobrevoou sua propriedade,
fazendo com que os bárbaros atacassem seus empregados e apreendessem
seus bens, fazendo com que seus filhos fossem mortos em um tornado,
fazendo com que sua saúde se quebrasse. . O dia do mal refere-se àqueles
momentos terríveis na vida quando somos atingidos no estômago com
notícias terríveis ou com más notícias, ou quando somos tentados pelo mal
a um grau terrível.
Nossa atitude
Agora, o apóstolo Paulo vai nos dizer em linguagem simples e direta qual
deve ser nossa atitude contra tal inimigo. Não deve ser medo ou
intimidação. Nós devemos ter duas atitudes.
Em primeiro lugar, ele nos diz para sermos fortes - O grego diz: "Inuncio-
nadamente fortalecidos no Mestre e no vigor da força pessoal dele."
Quando os comunistas invadiram a China, a missionária Isabel Kuhn
escapou a pé com seu filho, Danny, atravessando o perigoso Pienma Pass
coberto de neve (10.998 pés). Ela finalmente chegou a Myitkyina na Alta
Birmânia, mas lá ela ficou presa "no fim do mundo" sem dinheiro, incapaz
de falar a língua e ainda meio mundo distante de casa. "Eu não posso te
dizer o desânimo e alarme que me encheu", escreveu ela mais tarde.
Mas em sua perplexidade, ela tomou duas decisões. "A primeira coisa é
expulsar o medo", disse ela. "O único medo que um cristão deve ter é o
medo do pecado. Todos os outros temores são de Satanás enviados para nos
confundir e enfraquecer. Quantas vezes o Senhor reiterou aos seus
discípulos: 'Não tenha medo!'" Então Isabel se ajoelhou em oração e se
espalhou seu coração diante dele. "Recusei-me a ter medo e pedi a Ele que
expulsasse tais medos do meu coração".
Sua segunda determinação foi "buscar luz para o próximo passo". Ela não
tinha ideia de como sairia da Ásia, mas com a ajuda de Deus, ela poderia
descobrir o que fazer naquele dia para fornecer comida e fundos, encontrar
um lugar seguro para ficar, encontrar um meio de se comunicar com o
exterior. mundo.
Muitas vezes na vida devemos expulsar o medo e ser fortes no Senhor. O
salmista disse: "O Senhor é minha luz e minha salvação! A quem
temerei?" Mais uma vez, lemos: "Deus é o nosso refúgio e força, uma ajuda
muito presente em problemas. Portanto, não temeremos!"
Em segundo lugar, devemos nos posicionar. Ele usa esse termo quatro
vezes: Versículo 11: "Coloque toda a armadura de Deus para que você possa
tomar sua posição contra os esquemas do diabo". Verso 13: "Portanto, veste
toda a armadura de Deus, para que, quando chegar o dia do mal, você possa
permanecer firme e depois de tudo fazer."
Este termo tem conotações militares. No grego clássico, referia-se a resistir
ao inimigo e a manter uma posição crítica na batalha.
Quando Martinho Lutero foi julgado por seus pontos de vista diante do
conselho na cidade alemã de Worms, em meio a grande drama, ele
reafirmou suas opiniões e disse: "Aqui estou. Não posso fazer outra coisa.
Deus me ajude, Amém".
Estar de pé significa que não vamos nos afastar de nossas crenças
teológicas, de um lado, ou de nossos princípios morais, de outro. Isso
significa que não vamos deixar o diabo nos levar ao pecado, ao pânico ou à
descrença. Tem uma música antiga que diz:
Levanta-te, levanta-te por Jesus,
ó soldados da cruz;
Levante alto Sua bandeira real,
não deve sofrer perda.
De vitória a vitória
Seu exército liderará,
Até que todo inimigo seja derrotado,
E Cristo é Senhor de fato.
Nossa armadura
Agora, se vamos fazer esse tipo de posição, temos que ter algum tipo de
proteção, porque esta é uma guerra perigosa.
Eu li um artigo recentemente na revista Popular Science sobre a armadura
de alta tecnologia que está sendo desenvolvida para os soldados de amanhã,
e fiquei espantado com o quão avançado e sofisticado é, mas também fiquei
surpreso com o quão semelhante na descrição foi para a lista de Paul aqui
em Efésios 6 . O artigo falava sobre novos tecidos resistentes a balas que se
ajustam à forma para proteger o peito e as costas, óculos de vídeo e arnês
para a cabeça, uma cápsula de armas montada no pulso e assim por diante.
Bem, Paulo escreveu Efésios 6 quando era prisioneiro do Império Romano,
e ele estava bem familiarizado com a armadura usada pelas tropas
romanas. Ele provavelmente estava à vista de um soldado romano
enquanto escrevia estas palavras, e então decidiu nos dar instruções sobre
nossa luta contra as forças do mal, usando uma linguagem figurativa
baseada em trajes de batalha.
Em vez de olhar para eles na ordem dada, vamos vestir nosso soldado da
cabeça aos pés. Primeiro, há o capacete da salvação ( Efésios 6:17 ). Se você
tivesse subido a um soldado romano e o tivesse golpeado na cabeça com um
bastão, teria atordoado, mas não o teria matado.
Satanás não pode realmente prejudicar, em qualquer sentido permanente
ou definitivo, uma pessoa que é genuinamente nascida de novo e salva pelo
sangue de Cristo. Ele pode nos assediar por algum tempo, mas Jesus
ofereceu uma oração muito poderosa em João 17 quando orou por Seus
seguidores: "Minha oração não é que você os tire do mundo, mas que você
os proteja do maligno". O sangue de Jesus Cristo é uma cortina carmesim de
proteção, e o capacete da salvação é a proteção do cristão contra os golpes
mortais do inimigo.
Peter Cartwright was a circuit-riding Methodist evangelist in this part of the
country in the 1800s. In his autobiography, he tells of traveling to the
Methodist General Conference in Pittsburgh where he lodged in a particular
home where there appeared to be some sort of spiritual dysfunction. That
evening, the host asked him to lead in family devotions, but as soon as he
began, Cartwright later recalled, "thick darkness fell on me, and if ever I felt
the power of the devil physically and mentally, it was just then. I was almost
totally blind, literally blind, and the great drops of sweat rolled off my face."
Ele estava com tanto medo de ser incapaz de ler que ele se virou para o
Salmo 1 , que ele conhecia de memória, mas ele achou sua memória tão
defeituosa quanto sua visão. Ele de alguma forma gaguejou através de uma
versão quebrada do salmo, então sugeriu que o grupo cantasse junto. Ele
tinha uma voz razoavelmente boa, e ele se levantou e começou a cantar um
hino muito familiar. Mas nem uma pessoa se juntou a ele.
"Eu parei e me ajoelhei para orar, mas em toda a minha vida nunca tive uma
situação pior para orar ... Eu então pensei que minha cabeça era tão grande
quanto uma casa, e agora eu pensava que não tinha cabeça alguma.
Pareceu-me que o diabo estava verdadeiramente presente, e ao redor, e em
todo mundo e tudo mais.
No dia seguinte, na Conferência Geral, ele foi solicitado a liderar em oração,
mas dificilmente poderia sair algumas sílabas. Um horrível senso de
paralisia interior veio sobre ele, um pressentimento e confusão que o
tornaram impotente. Essa opressão durou uma semana inteira; e então uma
noite ele participou de uma reunião de oração. "Agradou a Deus naquela
noite reverter as nuvens que me cobriam na escuridão." E seu antigo senso
de clareza espiritual e vitalidade voltou mais forte do que nunca.
O diabo pode nos atingir na cabeça e nos atordoar - ele tem muitas
maneiras de fazer isso -, mas os cristãos são extraordinariamente
resistentes, e os golpes do maligno são embotados pelo elmo da salvação
que protege nossa cabeça.
E então, há o peitoral (ou, como diríamos hoje, o colete à prova de balas) de
justiça. Há grande proteção em viver uma vida justa. O diabo não pode fazer
muito com alguém que mantém uma consciência clara e limpa. Ele pode
apunhalar nossos braços e pernas, mas ele não pode chegar ao nosso
coração e alma, porque eles estão cobertos por uma camada protetora de
justiça.
Terceiro, existe o cinturão da verdade. O verso 14 diz: Permaneçam firmes,
com o cinto da verdade preso à cintura. Esta é a pessoa que descobriu a
verdade da Escritura, a verdade de Deus, e fez dela a base de todo
conhecimento. Eu não me importo se você é um pregador, um médico, um
cientista, um psicólogo, ou um financista, se você usa a Bíblia como o
melhor livro sobre o qual você constrói sua vida e carreira, você está
construindo a verdade .
Eu estava lendo outro dia sobre um professor chamado Dr. Henry F.
Schaefer III, que recebeu seu diploma de bacharel em física química pelo
MIT e seu Ph.D. de Stanford. Por 18 anos ele atuou como professor de
química na Universidade da Califórnia, em Berkeley. Ele agora dirige um
departamento importante da Universidade da Geórgia. Ele é o editor-chefe
de uma revista londrina sobre física molecular e escreveu mais de 800
artigos científicos sobre química e física. Ele é o sexto químico mais citado
do mundo, de um total de 628.000 químicos cuja pesquisa foi citada. Ele é
cinco vezes indicado ao Prêmio Nobel.
No artigo que li, ele disse: "De vez em quando, as pessoas me perguntam:
'Qual é a sua descoberta mais importante?' E eu respondo que a descoberta
mais importante em minha vida ocorreu durante o meu quarto ano na
faculdade em Berkeley ... Foi minha descoberta de Jesus Cristo. "
Esse é o cinturão da verdade, o fundamento da sabedoria. Paul disse que
deveríamos envolver a verdade em torno de nossas vidas, do mesmo modo
que um soldado se prepara com seu cinto de couro, ou um comando encaixa
em seu cinto de utilidades.
E então há o escudo da fé, com o qual podemos extinguir todas as flechas
flamejantes do maligno.
Nos primeiros dias da Segunda Guerra Mundial na Finlândia, os soldados
não tinham armas adequadas para atacar seus invasores, então eles
aprenderam a encher garrafas com uma mistura de gasolina, areia e
espuma de sabão, com um pano em chamas boca. Essas pequenas bombas
incendiárias ficaram conhecidas como Coquetéis Molotov.
Soldados hoje devem ter escudos antimotim quando estão enfrentando
manifestantes hostis nas ruas por causa de pedras e garrafas quebradas e
esses Coquetéis Molotov.
O diabo joga essas coisas - Coquetéis Molotov, dardos inflamados - para nós
hoje, e estamos em apuros se não tivermos nosso escudo antimotim na
mão. É fé. O livro de Hebreus diz: "Esta é a vitória que vence o mundo, até
mesmo a nossa fé". Podemos confiar em Deus e continuar quando as coisas
estão difíceis? Quando as coisas parecem estar caindo aos pedaços? Quando
más notícias vêm em ondas? Há forte proteção espiritual e emocional em
poder fazer isso.
E depois há as botas. Esta passagem fala sobre ter nossos pés ajustados à
disposição que vem do evangelho da paz. Em outras palavras, estamos
disponíveis e prontos para qualquer designação que Deus nos dê no
trabalho do Evangelho. A nossa vida é de constante atenção e
disponibilidade?
Há também nossos equipamentos de comunicação, nosso rádio. Efésios
6:18 diz:
Ore no Espírito em todas as ocasiões com todos os tipos de orações e
pedidos. Com isso em mente, fique atento e sempre continue orando por
todos os santos. Ore também por mim…
Agora, tendo colocado todas essas armaduras defensivas e tendo amarrado
o rádio da oração, estamos prontos para pegar a única arma ofensiva à
nossa disposição - a espada do Espírito que é a Palavra de Deus. Eu quero te
contar uma coisa. Se você está lendo sua Bíblia todos os dias de maneira
concentrada e sincera, e se está encontrando versículos do Senhor para
satisfazer as condições e necessidades de sua vida, e se está encontrando
aqueles versos específicos que combatem as provações e tentações que
você ' voltando, o diabo vai ficar muito desanimado com você
Ele não pode fazer muito com pessoas que continuam apunhalando-o com
as Escrituras.
Temos um grande adversário e um inimigo poderoso, mas podemos resistir
a ele no poder de Jesus Cristo, se continuarmos com a nossa armadura. Mas
nós baixamos a guarda, somos vulneráveis e expostos.

Deixe-me reler essa passagem como ela é apresentada na nova paráfrase de


Peterson:
Deus é forte e ele te quer forte. Então pegue tudo que o Mestre tenha
preparado para você, armas bem feitas dos melhores materiais. E coloque-
os em uso para que você seja capaz de resistir a tudo que o Diabo faz em seu
caminho. Esta não é uma competição atlética da tarde da qual sairemos e
esqueceremos daqui a algumas horas. Isto é para manter, uma luta de vida
ou morte até o fim contra o Diabo e todos os seus anjos. Esteja
preparado. Você está enfrentando muito mais do que você pode lidar
sozinho. Pegue toda a ajuda que puder obter, todas as armas que Deus
tenha emitido, de modo que quando tudo acabar, mas os gritos ainda
estejam em seus pés. Verdade, retidão, paz, fé e salvação são mais do que
palavras. Aprenda a aplicá-las. Você precisará deles por toda a sua vida. A
Palavra de Deus é uma arma indispensável. Do mesmo jeito, a oração é
essencial nesta guerra contínua. Ore duramente e por muito tempo. Ore por
seus irmãos e irmãs. Mantenha seus olhos abertos. Mantenha os espíritos
um do outro para que ninguém caia ou caia fora. E não esqueça de orar por
mim.
Mantenha sua guarda. Mantenha sua armadura, de modo que quando tudo
acabar, mas a gritaria, você ainda estará em pé.

UMA ORAÇÃO ANTIGA


Efésios 6: 18-25

Hoje estamos chegando ao final dos nossos estudos de manhã de domingo


no livro de Efésios. Antes de olharmos para a mensagem final, gostaria de
dar uma breve olhada no que vem pela frente. Na próxima semana, o Dr. Jay
Modha nos fará uma visita de retorno, e no domingo de Páscoa estaremos
olhando para Mateus 28 e um sermão intitulado "A Perspectiva da
Páscoa". No domingo seguinte, 22 de abril, gostaria de começar uma nova
série de sermões intitulada "A Pequena Loja de Medicamentos de
Deus". Nós vamos levar uma dúzia de domingos para visitar uma dúzia de
Salmos que nos dão os tônicos e curas que precisamos para os males da
vida. Na noite de 22 de abril, gostaria de começar uma série de mensagens
de domingo à noite intitulada "The Final Four", na qual estudaremos os
quatro capítulos finais da Bíblia, Apocalipse 19-22 . Mas hoje, vamos
encerrar nosso estudo atual olhando paraEfésios 6: 18-25 .
E ore no Espírito em todas as ocasiões com todos os tipos de orações e
pedidos. Com isso em mente, fique atento e sempre continue orando por
todos os santos.
Ore também por mim, para que sempre que eu abrir minha boca, as
palavras possam ser dadas para que eu destemidamente torne conhecido o
mistério do evangelho, pelo qual eu sou um embaixador acorrentado. Ore
para que eu possa declará-lo destemidamente, como deveria.
Tíquico, o querido irmão e servo fiel no Senhor, dirá tudo a você, para que
você também saiba como sou e o que estou fazendo. Estou enviando-o para
você com esse propósito, para que você saiba como somos e para que ele
possa encorajá-lo.
Paz aos irmãos e amor com fé de Deus Pai e do Senhor Jesus Cristo. Graça a
todos os que amam a nosso Senhor Jesus Cristo com um amor imortal ( Ef 6:
18-24 ).
Efésios 6:18 é verdadeiramente um dos grandes versículos da Bíblia sobre o
tema da oração, e é notável pelo uso em quatro partes da palavra "todos": E
orar no Espírito em todas as ocasiões com todos os tipos de orações e
pedidos . Com isso em mente, fique atento e sempre continue orando por
todos os santos.
Eu só quero fazer três comentários hoje: Primeiro, nos dizem para orar no
Espírito. Em segundo lugar, com todas as ocasiões. Terceiro, com todos os
tipos de orações.
Ore no espírito
O versículo começa nos dizendo para "orar no Espírito". Nós temos uma
palavra muito semelhante em Judas, versículo 20: Mas vocês, queridos
amigos, construam-se na sua mais santa Fé e orem no Espírito Santo. O que
isso significa?
O velho comentarista Matthew Henry disse que "orar neste Espírito" é orar
"sob Sua orientação e influência, de acordo com a regra de Sua palavra, com
fé, fervor e seriedade; isso é orar no Espírito Santo".
Em outras palavras, significa que nossas vidas de oração são significativas,
valiosas e eficazes somente dentro do contexto de uma vida espiritualmente
real e saudável. Em outras palavras, você não pode simplesmente viver da
maneira que quiser, e então esperar ter conversas íntimas e significativas
com Deus.
Isaías 59 diz: Certamente o braço do Senhor não é curto demais para salvar,
nem o Seu ouvido é muito fraco para ouvir. Mas as tuas iniqüidades
separaram-te do teu Deus, e os teus pecados esconderam o seu rosto de ti.
Eu tinha um conhecido em Elizabethton que abriu uma prática de
optometria. Durante o primeiro dia ou dois, ele não teve um único
paciente. Finalmente ele viu um homem andando pela calçada e, querendo
parecer ocupado, meu amigo pegou o telefone e fingiu estar falando ao
telefone, anotando um compromisso imaginário em seu calendário. O
homem entrou no escritório e esperou pacientemente até que meu amigo
terminou a conversa fingida e desligou o telefone. Então ele olhou para
cima, sorriu e disse: "Posso ajudá-lo".
"Sim", disse o homem. "Eu estou aqui da companhia telefônica. Eu vim para
instalar o seu telefone."
A maioria das pessoas reza. Eu acho que a última pesquisa que eu disse
sobre o assunto disse que 95% ou mais de todos os adultos americanos
rezam. Mas a questão é: eles estão conectados? As linhas estão acima? O
telefone está operacional? Paulo está nos dizendo aqui para "orar no
Espírito". Isto é, orar dentro do contexto de uma vida cheia do
Espírito. Rezar enquanto o Espírito Santo nos incita e ajuda e nos guia e
fortalece.
Todas as ocasiões
Vamos continuar lendo. Efésios 6:18 prossegue dizendo que devemos orar
em todas as ocasiões. Descobrimos, ao lermos os Salmos, que o rei Davi
adotou essa abordagem. No Salmo 4, ele orou antes de ir para a cama. No
Salmo 5 , ele orou antes de começar seu dia. No Salmo 5 , ele orou quando
sentiu vontade de gemer. No Salmo 6 , ele orou quando pecou. No Salmo
7, ele orou quando estava sob ataque. No Salmo 8 , ele orou quando foi
subjugado pela beleza da natureza. No Salmo 9 , ele orou quando estava
feliz e Deus parecia estar por perto. No Salmo 10 , ele orou quando Deus
parecia distante.
Todos os tipos de orações e pedidos
Efésios 6:18 nos diz que devemos orar com todo tipo de oração e pedidos.
Quantos tipos diferentes de oração existem? Bem, eu não sei. Talvez
existam milhares. Hoje de manhã gostaria de tocar brevemente em dez
tipos diferentes de orações.
Primeiro, há oração memorizada. Em 1873, em Istambul, um brilhante
teólogo e arcebispo ortodoxo estava fazendo pesquisas em seu monastério
quando encontrou um esconderijo de manuscritos antigos. Entre eles
estava um documento que agora chamamos de Didache. É reconhecido
como o documento mais antigo da história da igreja, além do próprio Novo
Testamento. Pode até mesmo ser do primeiro século, e descreve como a
igreja primitiva adorava. Ler é como espreitar pelas persianas de uma
congregação local no final do primeiro século. O que eles oraram quando se
reuniram? Eles oraram palavras que nós mesmos frequentemente rezamos
hoje, em nossas assembléias e em nossos lares, 1900 anos depois: Pai
Nosso, que és arte no céu. Santificado seja o teu nome. Teu reino vem .... A
coisa maravilhosa sobre as orações memorizadas é que podemos oferecê-
las repetidas vezes, com persistência e perseverança, desde que não se
tornem meras repetições irracionais. Toda quinta-feira, por exemplo, eu
rezo uma versão parafraseada da oração do Senhor por alguém que amo, e
muitas vezes empregarei a mesma oração durante a semana. Esse é um
exemplo de uma oração memorizada.
E depois há orações escritas. Às vezes, quando estou tendo problemas para
orar de outra maneira, escrevo uma oração. Se no futuro, quando um dos
meus grandes bisnetos descobrir meu diário em uma caixa esquecida no
sótão, ele encontrará muitas orações que escrevi. É uma prática bíblica, pois
muitos dos salmos são orações escritas. Uma das histórias mais
interessantes que já li tem a ver com o evangelista do sul, Mordecai
Ham. Em 1934, ele foi solicitado a conduzir uma cruzada em toda a cidade
de Charlotte, na Carolina do Norte, mas no começo a cruzada foi
péssima. Nos meus arquivos, tenho uma cópia da oração que Mordecai Ham
escreveu no papel de seu hotel em Charlotte. Ele orou: "Senhor, nos dê um
Pentecostes aqui ... Derrame teu Espírito amanhã ..." Sua oração foi
respondida além de seus sonhos,
Em terceiro lugar, há orações na hora de dormir. Eu li sobre uma garotinha
que estava fazendo suas preces na hora de dormir. Sua mãe ouviu ele rindo
de uma tempestade. Entrando em seu quarto, ela a repreendeu por rir e rir
durante sua oração. Mas ela respondeu: "Tudo bem, mãe. Eu estava apenas
contando uma piada a Deus".
Eu não costumo dizer piadas de Deus, mas espero que minha oração seja
tão agradável e natural e real quanto isso. Katrina e eu terminamos cada dia
rezando juntos na cama e quase sempre meus últimos pensamentos em
oração.
Quarto, há orações bíblicas. Nos últimos anos, aprendi algo sobre o poder
de transformar a Bíblia em um livro de orações. Por exemplo, uma coisa é
orar: "Senhor, abençoe esse missionário". Mas quanto melhor usar as
palavras de nossa passagem bíblica hoje aqui em Efésios 6 e orar por elas o
que Paulo pediu para si mesmo: "Senhor, eu oro por tal e tal, que sempre
que ele abrir a boca, palavras serão dadas para que ele destemidamente
torne conhecido o mistério do evangelho ”.
Quinto, há orações rápidas. Aprendi recentemente uma nova técnica de
oração a partir dos escritos da missionária Amy Carmichael, que aprendeu
ela mesma com o famoso professor da Bíblia, Dr. FB Meyer.
Ela disse que o Dr. Meyer disse a ela que quando ele era jovem, ele estava
muito irritado, e um velho disse a ele que tinha encontrado alívio por isso
mesmo, olhando para cima no momento em que ele sentiu chegando e
dizendo: "Tua doçura, Senhor. "
Amy Carmichael disse que aprendeu que sempre que se deparava com
alguém de quem não gostava, olhava para cima e dizia baixinho: "Teu amor,
Senhor".
Em uma ocasião, Jesus ofereceu uma oração que nada mais era do que um
suspiro oferecido ao céu. E eu descobri que às vezes posso apenas levantar
meu coração para o céu e dizer: "Sua doçura, Senhor". "Seu amor,
Senhor." "Sua paciência, Senhor." "O Senhor ... (seguido pelo nome de uma
pessoa por quem eu estou preocupado)."
Em sexto lugar, há orações cantadas. Muitos dos hinos e canções que
cantamos a cada semana são orações, e muitas delas foram memorizadas,
algumas até da infância. Que maravilha, quando deambulando ou dirigindo
pela estrada ou em pé no chuveiro, poder rezar:
Que a mente de Cristo, meu Salvador,
viva em mim de dia para dia;
Por Sua graça e poder controlando
Tudo o que fazemos e dizemos.
Sétimo, há orações de caminhada. Nos últimos três ou quatro anos, tenho
dirigido o termo "caminhada de oração", no qual as pessoas combinam seu
exercício físico com seus momentos de oração, e oram enquanto
caminham. E outras pessoas literalmente andam em torno de uma
determinada geografia, reivindicando isso para o Senhor. Mas isso não é
novidade. Recentemente, estudei a vida do evangelista da Guerra Civil, EM
Bounds, e li que, todas as tardes, em sua pequena cidade no Alabama, ele
fazia uma longa caminhada à tarde e rezava por todas as famílias nas casas
pelas quais passava. Mas há um exemplo ainda mais antigo. No livro do
Antigo Testamento de Josué, os filhos de Israel conduziram uma espécie de
caminhada de oração pela cidade de Jericó, reivindicando-a para o Senhor.
Oitavo, há o tempo normal de oração diário que ajuda a compor nosso
tempo de silêncio. Temo que muitos de nós rezemos na hora, por assim
dizer. Mas o acima mencionado EM Bounds, em um de seus livros sobre
oração, nos adverte que nossas orações rápidas e espontâneas são de valor
apenas se apoiadas por tempos mais longos, mais extensos em oração.
Mencionei isto brevemente na semana passada, mas quero compartilhar
com vocês um pouco mais completamente algo que li recentemente na
revista Christianity Today, que recentemente publicou um perfil do pastor
britânico John Stott, pastor emérito da famosa All Soul's Church. em
Londres, no seu 80º aniversário. O artigo foi escrito por um ex-assistente de
pesquisa do Dr. Stott, que conhecia seus hábitos diários intimamente.
Ele disse que o Dr. Stott começa todos os dias às 5 da manhã. Ele balança as
pernas para o lado da cama e começa o dia com uma versão dessa oração
trinitária.
Bom dia, Pai Celestial; bom dia, Senhor Jesus; bom dia, Espírito Santo. Pai
Celestial, eu te adoro como o Criador e Sustentador do universo. Senhor
Jesus, eu te adoro, Salvador e Senhor do mundo. Espírito Santo, eu te adoro,
Santificador do povo de Deus. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito
Santo. Como era no começo, é agora e será para sempre. Um homem.
Pai Celestial, eu oro para que eu possa viver este dia em sua presença e
agradar-lhe mais e mais. Senhor Jesus, eu oro para que neste dia eu possa
pegar minha cruz e te seguir. Espírito Santo, eu oro para que neste dia você
me encha de si mesmo e faça com que seus frutos amadureçam em minha
vida: amor, alegria, paz, paciência, bondade, bondade, fidelidade, gentileza e
autocontrole. Santíssima, abençoada e gloriosa Trindade, três pessoas em
um só Deus, tem misericórdia de mim. Um homem.
Durante décadas, Stott começou cada dia com uma versão daquela oração
trinitária.
E então ele tem um pequeno caderno de couro, cheio de papéis dobrados e
preso com um elástico. Todas as manhãs, depois de ler três capítulos da
Bíblia e meditar sobre elas, ele abre este caderno de orações e ora por
famílias, amigos, ministérios e até mesmo por estranhos. Ele mantém uma
lista de oração diária que está sempre sob revisão. Então ele tem um
calendário de oração que lista projetos missionários e grupos de pessoas
em todo o mundo. Ele ora sobre essas coisas sem pressa ou pressa.
É assim que ele começa todas as manhãs, e cada um de nós precisa
desenvolver um padrão de oração regular em nossas vidas. Nós podemos
não fazer isso como John Stott faz. Afinal, ele tem 80 anos, nunca se casou e
talvez tenha uma situação mais tranquila do que a maioria de nós. Mas é
essencial que desenvolvamos algum tipo de "tempo de silêncio" em nossas
vidas para a oração diária regular e o estudo da Bíblia.
Nono, há orações de agradecimento - momentos em que apenas louvamos a
Deus por todos os Seus benefícios em nosso favor. Abençoa o Senhor, ó
minha alma e tudo o que há em mim, abençoe Seu santo nome. Bendiga o
Senhor, ó minha alma, e não te esqueças de todos os seus benefícios.
Décimo, existem orações corporativas - orações que oramos com outra
pessoa ou com um grupo de pessoas.
Quando o Dr. Paul White, médico missionário, estava servindo em um
hospital na África Oriental, um professor chamado Yamusi Cikata veio até
ele, carregando uma maca de um vilarejo próximo. Parasitas e doenças
atacaram seus pés, inchando-os até o dobro do tamanho normal. Ele não
podia mais andar ou ficar de pé.
"A doença é realmente muito ruim", disse Dr. White, após um exame. "A
única maneira de salvar sua vida será cortar ambas as pernas acima do
joelho."
O rosto do homem caiu. "Mas não há lugar para um homem da nossa tribo
que não tenha pés. Como posso cultivar? Como posso cuidar do meu jardim
e do meu gado?" Yamusi puxou um Testamento desgastado de baixo de sua
pouca roupa, voltou-se para Tiago 5:16 e disse: "Leia isto". O Dr. White
olhou para o verso, mas não conseguiu ler a língua tribal. Ele pediu a seu
assistente para traduzi-lo: A oração muito forte de um homem que está
certo com Deus é mais eficaz.
"Você acredita nisso?" perguntou o paciente.
"Sim, Yamusi, eu sei."
"Você acredita o suficiente para apostar minha vida nisso?"
O médico ponderou a questão. "Isso depende de você também", ele
finalmente respondeu. "Diz no Livro: 'Se dois de vocês concordarem em
qualquer coisa que pedirem, isso será feito'". Juntos, os dois homens
fizeram um pacto, o doutor ajoelhado ao lado da cama do homem. As
orações foram acompanhadas por meses de banhos de pés quentes,
injeções, terapia e tratamento. Depois de sete meses, uma ligeira melhora
foi vista, e os dois homens se ajoelharam para agradecer a Deus e pedir
mais progresso ".
Certa manhã, o Dr. White encontrou Yamusi mancando ao redor da
enfermaria, radiante. Antes do final do ano, ele conseguia andar sem uma
bengala e sem dor.
Deus nem sempre diz "sim" a todos os nossos pedidos, mas escuta com
incomum atenção quando dois ou três se reúnem em oração conjunta - e Ele
responde em seu próprio caminho e tempo com poder e sabedoria.
Por isso, gostaria de lhe pedir que saia daqui hoje com uma decisão em seus
corações para começar hoje, ou amanhã, o mais tardar, a se tornar mais
sério sobre a oração. É a maior força do mundo e pode ser o meio pelo qual
as situações em sua vida podem ser alteradas, corrigidas, modificadas,
melhoradas e redimidas.
Orar.
E ore no Espírito.
E ore no Espírito em todas as ocasiões.
E ore no Espírito em todas as ocasiões com todos os tipos de orações e
pedidos.
E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos
corações e mentes em Cristo Jesus.

ABAIXO SÃO EXCERTOS DOS SERMÕES DE ROB MORGAN, NOS QUAIS


FORAM UM SNAPPET RELATIVO AO LIVRO DE EPHESIANS ...
Há uma advertência similar dada em Efésios 4:27 : Em sua ira não peca: Não
deixe o sol se pôr enquanto você ainda estiver zangado, e não dê ao diabo
uma posição segura. Nós damos ao demônio uma posição ou, para mudar a
figura, deixamos que ele afunde seus dentes em nós quando ficamos bravos
com alguém por muito tempo. Nós todos ficamos com raiva de vez em
quando, e às vezes ficamos com raiva daqueles que amamos mais. Mas
precisamos nos livrar disso, resolvê-lo rapidamente. Se deixarmos a raiva
se prolongar, ela comerá em nós até nos tornarmos amargurados e cairmos
na armadilha do diabo.
---
Que encorajamento para o cristão. Como aqueles que acendem sua lâmpada
do poder gerado pelo poderoso Niágara, nós conectamos nossas vidas à
onipotência de Deus, encontrando poder para a vida vitoriosa. Paulo falou
sobre a “energia de Deus que tão poderosamente opera em mim”
( Colossenses 1:29, NVI ), e ele orou para que os efésios pudessem entender
a grandeza de seu poder em relação a nós que cremos ”( Efésios 1: 19-
20 ). Muito da nossa raiva e ansiedade na vida vem de subestimar as
implicações da onipotência de Deus em nossas vidas.
---
Efésios 4:27 diz: "Não dê ao diabo uma posição segura". Ron Handley, chefe
da Irmandade de Atletas Cristãos, falou em uma conferência no Novo
México na semana passada, e disse que a sutileza do pecado e do
compromisso é tão grande que ele se encontra com um grupo de amigos
toda segunda-feira e se perguntam uns aos outros. estas 10 perguntas:
1. Você passou o tempo diário nas Escrituras e na oração?
2. Você teve alguma atitude de paquera ou luxúria, pensamento tentador ou
se expôs a quaisquer materiais explícitos que não glorificariam a Deus?
3. Você esteve completamente acima de qualquer crítica em suas transações
financeiras?
4. Você passou tempo de qualidade com a família e amigos?
5. Você fez o seu melhor 100% em seu trabalho, escola, etc?
6. Você contou alguma meia verdade ou mentira, colocando-se em uma luz
melhor para aqueles que estão ao seu redor?
7. Você compartilhou o Evangelho com um incrédulo esta semana?
8. Você cuidou do seu corpo através de exercícios físicos diários e hábitos
alimentares adequados?
9. Você permitiu que qualquer pessoa ou circunstâncias roubassem sua
alegria?
10. Você mentiu para nós em alguma de suas respostas hoje?
Essas são boas perguntas para nos perguntarmos.
---
Efésios 5:17 - Isso nos leva a Efésios 5:17 e este é um grande verso para
memorizar: Portanto, não seja imprudente, mas entenda qual é a vontade
do Senhor. Quando fazemos a vontade de Deus, somos os irmãos e mães e
irmãs de Jesus. Mas também podemos escolher rejeitar a vontade de Deus
por nós mesmos. Nossa grande necessidade, portanto, é ser sábio e não
insensato, entender qual é a vontade do Senhor.
Em outras palavras, existem duas maneiras de viver - com sabedoria e
tolice. Existem dois tipos de pessoas - os sábios e os tolos. Qual é a
diferença? Qual é a diferença entre uma pessoa sábia e um tolo? Os tolos
rejeitam a vontade de Deus. Os sábios entendem o que é a vontade do
Senhor.
Isso implica que a vontade do Senhor é compreensível. Podemos encontrá-
lo para nossas vidas, se quisermos. Deus nos revelará se cumprirmos certas
condições. Quais são essas condições? Bem, isso nos leva à nossa última
passagem, uma que eu toquei recentemente, mas nunca podemos nos
referir a esses versículos com muita frequência.
---
E a Bíblia também nos diz para orar no Espírito. Efésios 6:18 diz: “E orem
no Espírito em todas as ocasiões com todos os tipos de orações e pedidos.”
Estamos orando no Espírito quando sinceramente trazemos diante de Deus
os pedidos que o Espírito Santo nos leva a orar com a seriedade e fé que o
Espírito Santo dá.
---
O que a água representa? A água representa a Palavra de Deus. Olhe para
Efésios 5 . Nesta passagem, Paulo está dizendo aos maridos que eles devem
amar suas esposas como Cristo ama sua noiva, a igreja. O verso 25ff diz:
Maridos, amem suas esposas, assim como Cristo amou a igreja e se entregou
por ela para santificá-la, limpando-a pela lavagem com água através da
Palavra.
Em que sentido a Palavra de Deus nos purifica? De duas maneiras.
Primeiro, quando confessamos nossos pecados ao Senhor, é a Palavra de
Deus que nos assegura o perdão que foi adquirido para nós pelo sangue de
Cristo.
Você pode se lembrar de uma pequena história que usei no passado para
ilustrar isso. Corrie ten Boom, a cristã holandesa, compartilhou. Havia uma
garotinha que quebrou a preciosa xícara de café da mãe. Chegando a sua
mãe, ela confessou o que tinha feito. Ela se sentiu tão mal com isso, que
chorou e pediu a sua mãe para perdoá-la. Sua mãe fez isso, então abraçou-a
e segurou-a com força antes de varrer os pedaços e jogá-los no cesto de
lixo. Mas a garotinha ainda se sentia mal, e depois de um tempo ela foi até a
cesta de lixo e retirou os pedaços quebrados novamente. Trazendo-os para
a mãe, ela começou a chorar de novo e a confessar o que fizera. Desta vez,
sua mãe lhe disse: “Eu não disse que você foi perdoado? Você não acredita
em mim? Agora, jogue essas peças no cesto de lixo e deixe-as lá.
Quantas vezes nós continuamos indo para aquela cesta de lixo e tirando os
pedaços quebrados. O que precisamos fazer é ir às Escrituras e reivindicar
as garantias nele contidas sobre a suficiência do sangue de Cristo. Assim, a
palavra purifica-nos na medida em que nos transmite tudo o que
precisamos saber para reivindicar a certeza do grande perdão de Deus,
independentemente de nossos pecados.
Segundo, a Palavra nos purifica, pois é o principal meio pelo qual o Senhor
torna nossa vida diária limpa e íntegra. O evangelista DL Moody costumava
dizer: “O pecado te livrará da Bíblia, ou a Bíblia te afastará do pecado”. A
Palavra de Deus é o principal instrumento pelo qual Deus nos
santifica. Vários anos atrás, eu estava falando em um evento Batista do Sul
na Geórgia. Em minha mensagem, citei Provérbios 29:11 : Um tolo dá vazão
à sua ira, mas um homem sábio mantém-se sob controle.
Depois, um homem grande e corpulento veio até mim com sua pequena
esposa ao lado dele. Ele disse: “Você realmente me bateu na cabeça com
esse verso. Eu tive problemas com o meu temperamento, mas sempre
justifiquei gritar com minha esposa dizendo que era bom para eu expressar
meus sentimentos, que deveríamos expressar nossos sentimentos
abertamente em nosso casamento e tirar as coisas do nosso peito. Agora eu
percebo que gritar e gritar com minha esposa é uma marca de tolo, e eu só
queria que você soubesse como esse verso abriu meus olhos esta noite.
Recentemente, em uma biografia, li sobre um cristão, um missionário, que
foi profundamente magoado por outro homem que havia criticado sua
esposa. Quando isso aconteceu, ele estava com raiva o suficiente para matar
o homem, e por vários anos ele guardou uma amargura secreta. Um dia,
enquanto jejuava e orava por avivamento, três palavras de um versículo da
Escritura de repente lhe vieram à mente: Ame seus inimigos.
A força com que aquelas palavras lhe vieram trouxe lágrimas aos seus
olhos, e ele percebeu que em sua ira ele nunca havia orado para que o outro
homem fosse salvo. De joelhos, ele chorou, orou e confessou seu pecado, e
orou por este inimigo. E de repente o avivamento pelo qual ele estava
orando começou nele. Ele disse: “Quando o arrependimento lavou a culpa e
a paz do perdão encheu minha alma, eu conheci um êxtase de alegria além
da descrição”.
Repetidamente, é a Palavra de Deus que a ouvimos, conforme a lemos, à
medida que o Espírito Santo a traz à mente - é a Palavra de Deus que nos
santifica.
---
Deus faz todos nós do jeito que ele quer que sejamos pelo que ele quer que
façamos. Efésios 2:10 diz: “Somos feitura de Deus, criados em Cristo Jesus
para fazer boas obras, as quais Deus nos preparou com antecedência para
que façamos”. Quero que você saiba que possui certas forças que Deus quer
usar. Ele te deu esses pontos fortes, e ele te deu esses presentes. Cada um
de vocês.