Você está na página 1de 1

Universidade Federal de Minas Gerais

I n s t i t u t o d e C i ê n c i a s E xa t a s
D e p a r t a m e n t o d e Q u í m i c a / C o l e g i a d o d e E xt e n s ã o
Telefax : (31) 3409-5724 – e-mail: núcleo@qui.ufmg.br

CERTIFICADO DE ANÁLISE QUÍMICA

Solicitante: HARMONIE AROMATERAPIA LTDA ME CNPJ: 11.938.821/0001-90

Composição Química

ÓLEO ESSENCIAL de LARANJA DOCE Pico IR Constituintes %


Nome comercial: Óleo de Laranja doce calc
Nomenclatura botânica: Citrus aurantium
1 969 α-pineno 0.5
Extração: Destilação por arraste a vapor
2 991 β-pineno 0.5
Parte da planta: Cascas 220
Back Signal
220

Origem: Brasil
OE LARANJA DOCE.dat
Name
3 1002 mirceno 1.9
200 200
4 1011 α-felandreno 0.2
5 1028 δ-careno 0.1
180 180 6 1109 limoneno 95.7
7 1116 linalool 0.5
160 160
8 1120 carveol 0.2
9 1228 neral 0.1
140 140

10 1834 geranial 0.1


120 120
outros 0.5
pA

pA
100 100

80 80

60 60
3

40 40
1

4
5

10
7

9
20 20

Dra. Vany Ferraz


6

3 4 5 6 7 8
Minutes
9 10 11 12 13 14
Laboratório de Cromatografia
Método de análise: Departamento de Química – UFMG
Cromatografia Gasosa de Alta Resolução. Cromatógrafo a Gás AGILENT 7820A. vanyferraz@ufmg.br
Coluna: HP-5 30m x 0,32mm x 0,25 µm (AGILENT). Temp.: Coluna: 50°C (0min), 3°C /min a 200°C. Belo Horizonte, 02/05/2017
Injetor: 220°C Split: 1/50. Detector FID: 220°C. Vol. de injeção: 1 ul (conc 1.0 % em clorofórmio).

Av. Antônio Carlos,6627–Campus–Pampulha–Belo Horizonte/MG-Brasil -Cep:31.270-901