Você está na página 1de 6

AVALIAÇÃO DE PORTUGUÊS

ALUNO(A):__________________________________________________Nº______
ANO: _______DATA:____/____/_____ – VALOR:________ - NOTA:________

O namoro na adolescência
Um namoro, para acontecer de forma positiva, precisa de vários ingredientes: a começar pela família, que
não seja muito rígida e atrasada nos seus valores, seja conversável, e, ao mesmo tempo, tenha limites muito
claros de comportamento. O adolescente precisa disto, para se sentir seguro. O outro aspecto tem a ver com
o próprio adolescente e suas condições internas, que determinarão suas necessidades e a própria escolha.
São fatores inconscientes, que fazem com que a Mariazinha se encante com o jeito tímido do João e não dê
pelota para o herói da turma, o Mário. Aspectos situacionais, como a relação harmoniosa ou não entre os pais
do adolescente, também influenciarão o seu namoro. Um relacionamento em que um dos parceiros vem de
um lar em crise é, de saída, dose de leão para o outro, que passa a ser utilizado como anteparo de todas as
dores e frustrações. Geralmente, esta carga é demais para o outro parceiro, que também enfrenta suas crises
pelas próprias condições de adolescente. Entrar em contato com a outra pessoa, senti-la, ouvi-la, depender
dela afetivamente e, ao mesmo tempo, não massacrá-la de exigências, e não ter medo de se entregar, é
tarefa difícil em qualquer idade. Mas é assim que começa este aprendizado de relacionar-se afetivamente e
que vai durar a vida toda.
SUPLICY, Marta. A condição
da mulher. São Paulo: Brasiliense, 1984.
Questão 1. Para um namoro acontecer de forma positiva, o adolescente precisa do apoio da família. O
argumento que defende essa ideia é:

(A) A família tem uma relação harmoniosa. (C) O adolescente segue o exemplo da família.
(B) A família é o anteparo das frustrações. (D) O apoio da família dá segurança ao jovem

Questão 2- Leia o poema e responda.

A organização das últimas palavras do poema sugerem:

(A) Dor.
(B) Giro.
(C) Queda.
(D) Morte.

Questão 3- Leia o texto e responda a questão abaixo.

As mudanças climáticas representam uma ameaça constante para a saúde humana. Os efeitos adversos à
saúde das mudanças climáticas podem ser atenuados pela redução das emissões de gases de efeito estufa e
pela adoção de medidas de adaptação. Os custos financeiro e social destas medidas podem ser de grande
monta. Entretanto, há um conjunto de evidências indicando que algumas das medidas voltadas para a
mitigação das mudanças climáticas podem, por elas mesmas, promover ganhos imediatos de saúde. De
modo geral, os co-benefícios de saúde das medidas de redução de emissão de gases de efeito estufa os
quais não são devidamente considerados nas negociações globais de redução do aquecimento terrestre.
Neste cenário os líderes mundiais deveriam, nos fóruns de negociação ter em mente os benefícios de saúde
e estimular aquelas práticas que combinassem de modo mais efetivo os benefícios climáticos com a melhora
da saúde humana.

Além de informar, esse texto tem como objetivo como objetivo:


A) Apresentar dados estatísticos sobre as mudanças climáticas.
B) Fazer considerações subjetivas sobre fóruns de negociação.
C) Oferecer ao leitor a oportunidade de reflexão sobre o assunto.
D) Questionar possíveis malefícios decorrentes do efeito estufa.
Questão 4-
A conversa entre Mafalda e seus amigos:
A) Revela a real dificuldade de entendimento entre posições que pareciam convergir.
B) Desvaloriza a diversidade social e cultural e a capacidade de entendimento e respeito entre as pessoas.
C) Expressa o predomínio de uma forma de pensar e a possibilidade de entendimento entre posições
divergentes.
D) Ilustra a possibilidade de entendimento e de respeito entre as pessoas a partir do debate político de
ideias.
Questão 5-
NATIVO DIGITAL
Pela primeira vez a UIT (União Internacional de Telecomunicações) elaborou um modelo para estimar a
população nativa digital no mundo. São considerados nativos digitais os jovens conectados, de 15 a 24 anos
de idade, com cinco ou mais anos de experiência online. O Brasil ocupa o 37º lugar no ranking, com 60,2%
dos jovens dessa faixa etária conectados, equivalentes a 20.081.178 pessoas, o que corresponde a 10,1% da
população total do país.
Disponível em: HTTP.www.brasil.gov.br|governo|2013|10

Diante dos avanços das Tecnologias de Informação, é correto afirmar que nos próximos anos:
(A) A internet será expandida somente entre os mais jovens.
(B) As redes sociais ficarão restritas aos que tiverem cinco anos de experiência online.
(C) Ocorrerá um declínio das redes sociais pelos jovens nativos digitais.
(D) Haverá um aumento do número de jovens nativos digitais.
Questão 6-
O jogo é uma atividade ou ocupação voluntária, exercida dentro de certos e determinados limites de tempo e
de espaço, segundo regras livremente consentidas, mas absolutamente obrigatórias, dotado de um fim em si
mesmo, acompanhado de um sentimento de tensão e de alegria e de uma consciência de ser diferente da
“vida quotidiana”.
Segundo o texto, o jogo comporta a possibilidade de fruição. Do ponto de vista das práticas corporais, essa
fruição se estabelece por meio do (a):

(A) Caráter lúdico, que permite experiências inusitadas


(B) Competitividade, que impulsiona o interesse pelo sucesso.
(C) Refinamento técnico, que gera resultados satisfatórios.
(D). Fixação de táticas, que define a padronização para maior alcance popular.

7. * Transforme o texto abaixo em um discurso indireto.

a) Esta casa é a única coisa que eu tenho, respondeu o pobre homem. _____________________________

_______________________________________________________________________________________

* Passe para o discurso indireto:

b) "Os alunos estão interessados na competição do Mangahigh”, disse a professora ao coordenador.

_______________________________________________________________________________________

c) "Como você conseguiu ficar assim?” – perguntou Claudinei.

_______________________________________________________________________________________

8 . "A fúria de Alexandre chegara ao auge, e ele disse que arrombaria a porta, que jamais o prenderiam ali."
(A ARMADILHA, Murilo Rubião).

Assinalar a opção que indica a melhor alteração do discurso indireto do texto em direto:

a) - Arrombarei a porta, jamais me prenderão aqui.

b) - Arrombaria a porta, jamais me prenderiam aqui.

c) - Arrombarei a porta se me prenderem aqui.


EXERCÍCIOS DE REVISÃO: DISCURSO DIRETO E INDIRETO

1. Transforme o texto abaixo em um discurso indireto.

Esta casa é a única coisa que eu tenho, respondeu o pobre homem.

2. Passe para o discurso indireto:

a) "Os alunos estão interessados na competição do Mangahigh”, disse a professora ao coordenador.

b) "Como você conseguiu ficar assim?” – perguntou Claudinei.

3. "A fúria de Alexandre chegara ao auge, e ele disse que arrombaria a porta, que jamais o prenderiam ali." (A
ARMADILHA, Murilo Rubião).

Assinalar a opção que indica a melhor alteração do discurso indireto do texto em direto:

a) - Arrombarei a porta, jamais me prenderão aqui.

b) - Arrombaria a porta, jamais me prenderiam aqui.

c) - Arrombarei a porta se me prenderem aqui.

4. Leia a tirinha de Hagar:

Reescreva o primeiro quadrinho da tirinha utilizando o discurso indireto. Para tal, imagine que há, na
cena, um narrador que utiliza verbos dicendi (responder, dizer, perguntar...) e faça as modificações
estruturais necessárias.

5.

Assinale a alternativa que apresenta a correta transposição da fala de Hagar para o discurso indireto e a
adequada conexão de sentido entre as duas frases.

a) Hagar disse que não queria brigar porque era do tipo quieto e sensível.

b) Hagar disse que, embora fosse do tipo quieto e sensível, não queria brigar.

c) Hagar disse que era do tipo quieto e sensível, mas não queria brigar.
6. Texto:

─ O senhor não tem medo de nada, presidente?

─ Nada.

─ Nem barata?

Pausa de segundos ─ Digo a verdade, ou minto para parecer mais humano? [...]

Não. Melhor ser curto e sincero.

─ Nem barata.

(Veríssimo, L.F. Ortopterofobia. In: COMÉDIA DA VIDA PÚBLICA. Porto Alegre: L&PM, 1995. p.237).

Assinale a alternativa que melhor reproduz a primeira fala do diálogo.

a) Alguém perguntou se o presidente não tinha medo de barata.

b) Alguém perguntou se o senhor não tinha medo de nada, presidente.

c) Perguntaram ao presidente se o senhor não tinha medo de barata.

d) Perguntaram a alguém se o senhor, presidente, não tinha medo de nada.

e) Alguém perguntou ao presidente se ele não tinha medo de nada.

7. Identifique o discurso utilizado em cada enunciado como direto ou indireto:

a) O vendedor informou:

- Eu garanto a marca deste produto. _________________________________

b) O vendedor informou que garantia a marca daquele produto. ____________________________

c) A patroa disse-lhe que não queria aquela funcionária em sua casa. _________________________

d) Não quero aquela funcionária aqui na minha empresa – disse a patroa. ______________________

e) Faça-me um favor: compre os ingressos – pediu-lhe o amigo. _____________________

8. Identifique os verbos dicendi que aparecem na anedota a seguir. Para lembrar o que são verbos dicendi,
releia o final da página 72.

O pai estava passeando com o filhinho. A certa altura, o garoto perguntou:

- Pai, o que é eletricidade?

- Bem, não sei ao certo - respondeu o pai. - Tudo o que sei é que é algo que faz as coisas
funcionarem.

Mais adiante, o menino fez outra pergunta. - Pai, como é que a gasolina faz os motores
funcionarem?

- Não sei, filho. Não entendo nada de motores.


Depois de curto intervalo, o garoto questionou:

- Pai, por que o asfalto brilha como se estivesse molhado nos dias de calor?

- Não sei, não entendo de pavimentação, respondeu o pai calmamente.

Outras perguntas se seguiram, com quase os mesmos resultados. Por fim, o garoto disse:

- Pai, acho que você se aborrece quando faço todas essas perguntas.

- Claro que não, filho. De que outra forma você aprenderia alguma coisa?

GABARITO

1. O pobre respondeu que aquela casa era a única coisa que ele tinha.

2. a) A professora disse ao coordenador que os alunos estavam interessados na competição do Mangahigh.

b) Claudinei perguntou como ele tinha conseguido (ou como ele conseguira) ficar daquele jeito.

3. A

4. Eddie cumprimentou Helga e perguntou onde Hagar estava. Helga disse que Hagar estava no trono.

5. A

6. E

7.

a) discurso direto

b) discurso indireto

c) discurso indireto

d) discurso direto

e) discurso direto

8.

O pai estava passeando com o filhinho. A certa altura, o garoto perguntou:

- Pai, o que é eletricidade?

- Bem, não sei ao certo - respondeu o pai. - Tudo o que sei é que é algo que faz as coisas
funcionarem.

Mais adiante, o menino fez outra pergunta. - Pai, como é que a gasolina faz os motores
funcionarem?

- Não sei, filho. Não entendo nada de motores.

Depois de curto intervalo, o garoto questionou:


- Pai, por que o asfalto brilha como se estivesse molhado nos dias de calor?

- Não sei, não entendo de pavimentação, respondeu o pai calmamente.

Outras perguntas se seguiram, com quase os mesmos resultados. Por fim, o garoto disse:

- Pai, acho que você se aborrece quando faço todas essas perguntas.

- Claro que não, filho. De que outra forma você aprenderia alguma coisa?