Você está na página 1de 2

RESENHAS / BOOK REVIEWS

Nutrição em Obstetrícia e Pediatria. A secção 2, Nutrição em Obstetrícia, explora as


Elizabeth Accioly, Claudia Sauders, Elisa alterações fisiológicas que ocorrem no organismo mater-
Maria de Aquino Lacerda. Rio de Janeiro: no descrevendo pontos relevantes da assistência pré-na-
Cultura Médica; 2002. tal com ênfase na avaliação do ganho ponderal na ges-
tação, assunto que ainda se encontra em discussão no
Nos últimos anos a Nutrição vem se consolidando como que diz respeito à forma mais adequada para essa avalia-
uma área que tem interface com as mais variadas espe- ção nas mulheres brasileiras. Como não poderia deixar
cialidades médicas. Diversos problemas e doenças do de fazer, descreve também as recomendações nutri-
homem moderno podem ser curadas ou tratadas parale- cionais para a gestação, sem deixar de abordar o proble-
lamente com uma adequada orientação nutricional. ma da gestante adolescente, grupo que corresponde a
Nesse sentido faz-se necessário aos profissionais da área cerca de um quarto de todas as gestantes no Brasil.
médica ter um certo grau de conhecimento sobre os Reservam capítulos específicos para a discussão de dois
problemas nutricionais que estão inseridos dentro dos problemas bastante prevalentes na gestação: Síndromes
problemas de saúde, principalmente de saúde pública. hipertensivas e Diabetes, enfocando os aspectos nutri-
Oportunamente, o livro "Nutrição em Obstetrícia e Pedi- cionais que estão intimamente envolvidos com esses
atria" cuidadosamente organizado pelas nutricionistas agravos, e que não são abordados nos compêndios médi-
Elizabeth Accioly, Claudia Sauders e Elisa Maria de cos. Concluem a secção com os aspectos nutricionais da
Aquino Lacerda lançado pela editora Cultura Médica, lactação, introduzindo uma ligação com a próxima
Rio de janeiro, em 2002, traz uma brilhante contribuição secção.
para obstetras e pediatras envolvidos com os problemas A secção 3, Nutrição em pediatria, é mais extensa,
de saúde materno-infantil, embora no prefácio as autoras contendo 19 dos 29 capítulos do livro e abordando os
o destinem à nuticionistas e estudantes de nutrição. mais diferentes aspectos da nutrição na infância, desde o
A leitura das questões de saúde materno-infantil que atendimento nutricional, avaliação antropométrica e ori-
estão diretamente relacionadas à nutrição, na perspecti- entação dietética em pediatria até as peculiaridades iner-
va deste grupo de qualificados especialistas, é muito entes à nutrição da criança em diferentes condições
enriquecedora não só para obstetras e pediatras, mas patológicas. O capítulo sobre imunização, incluído no
para todos os que trabalham com esses problemas, livro, chama a atenção para a interação entre nutrição e
inclusive os próprios nutricionistas. infecção convidando os nutricionistas, como também
O livro vem adequadamente subdividido em três qualquer trabalhador da área de saúde, para sua respon-
secções: uma mais geral abordando a Nutrição no grupo sabilidade em reduzir as oportunidades perdidas e me-
materno-infantil, seguida didaticamente por outra sobre lhorar a cobertura vacinal de cada criança/mulher que
Nutrição em Obstetrícia e finalmente uma mais extensi- procura um serviço de saúde. Um capítulo exclusivo
va sobre Nutrição em Pediatria. Abordando os assuntos sobre aleitamento materno, reforça o compromisso das
numa linguagem simples e assimilável, o estilo do texto autoras em enfatizar a importância do aleitamento para a
estimula o leitor na busca de conhecimentos sobre o nutrição pediátrica, com destaque inclusive para a anato-
papel da nutrição em diversas áreas da saúde materno- mia da mama e fisiologia da lactação. Detalham, além
infantil. disso, a composição nutricional do leite materno, e as
A secção 1, Nutrição no grupo materno-infantil, ini- técnicas de amamentação e relactação. São incluídos
cia justificando a prioridade conferida a esse segmento ainda, muito apropriadamente, nesse capítulo, aspectos
populacional nos programas nacionais de saúde. Define da legislação brasileira no que tange ao trabalho mater-
com propriedade conceitos elementares para a com- no e aos direitos da amamentação. A conservação do
preensão dos temas que se seguem. Fornece um panora- leite ordenhado também é enfatizada no capítulo sobre
ma atual das carências nutricionais mais frequentes e alimentação complementar do lactente. A alergia alimen-
específicas para o grupo materno-infantil. Finalizando, a tar também recebeu capítulo à parte. Ali se descrevem as
secção aborda assunto que vem sendo muito debatido no razões pelas quais as crianças constituem o grupo mais
mundo todo - HIV na gestação e infância - trazendo o vulnerável, no que concerne às reações adversas aos adi-
problema para o âmbito dos estudos nutricionais, de for- tivos, bem como as conseqüências destes sob o ponto de
ma clara, objetiva e atualizada. Discorre inclusive sobre vista de saúde pública. Encerrando o livro, encontramos
a possível relação da vitamina A com a transmissão do um tópico sobre a legislação brasileira no que diz
HIV, tema que ainda necessita de pesquisas que compro- respeito aos aditivos, ao qual são anexadas as normas
vem tal associação. brasileiras para comercialização de alimentos para

Rev. Bras. Saúde Matern. Infant., Recife, 4 (2): 203-204, abr. / jun., 2004 203
RESENHA / BOOK REVIEWS

lactentes - Resolução do Conselho Nacional de Saúde. bém por obstetras, pediatras e estudantes de medicina,
Todos os capítulos são embasados em relevantes e na busca de uma maior integração multidiciplinar com o
atualizadas revisões bibliográficas, o que respalda a propósito final de ampliar o entendimento e a resolução
seriedade e o cuidado com que o livro foi elaborado. dos problemas de saúde da população materno-infantil
Apenas uma pequena ressalva poderíamos fazer brasileira.
quanto às autoras utilizarem o termo SIDA ao invés de
AIDS: embora o primeiro seja mais apropriado para os
países de língua portuguesa, é o último o termo con-
sagrado e adotado no Brasil. Esta pequena observação
não empana evidentemente a qualidade e oportunidade Ariani Impieri de Souza
Instituto Materno Infantil de Pernambuco, IMIP
desse texto.
Departamento de Pesquisas
Esperamos que o livro possa ser lido e divulgado Grupo de Estudos Saúde da Mulher.
tanto por nutricionistas e estudantes de nutrição, con- E-mail: saudedamulher@imip.org.br

forme intenção das autoras em seu prefácio, mas tam-

204 Rev. Bras. Saúde Matern. Infant., Recife, 4 (2): 203-204, abr. / jun., 2004