Você está na página 1de 25

Aula 1 - Cálculo Numérico

Conceitos básicos

Prof. Phelipe Fabres

Anhanguera

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 1 / 25


Sumário

Sumário

1 Sumário

2 Motivação

3 Plano de ensino

4 Introdução

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 2 / 25


Motivação

Cálculo Numérico - Definição

Ramo da matemática aplicada que tem por finalidade resolver por


meio de métodos aproximados problemas em que a solução
analítica ainda não existe ou que sua resolução é trabalhosa e
difícil.
Cálculo numérico ou Métodos numéricos correspondem a um
conjunto de ferramentas ou métodos usados para se obter a
solução de problemas matemáticos de forma aproximada.
Esses métodos se aplicam principalmente a problemas que não
apresentam uma solução exata, portanto precisam ser resolvidos
numericamente.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 3 / 25


Motivação

Cálculo Numérico - Aplicações na engenharia

Determinação de raízes de equações.


Interpolação de valores tabelados.
Integração numérica, entre outros.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 4 / 25


Plano de ensino

Cálculo Numérico - Plano de Ensino

Objetivo.
Ementa.
Metodologia.
Recursos didáticos.
Avaliações
Bibliografia.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 5 / 25


Plano de ensino

Cálculo Numérico - Objetivo

Fornecer condições para que os alunos possam conhecer,


calcular, utilizar e aplicar métodos numéricos na solução de
problemas de engenharia.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 6 / 25


Plano de ensino

Cálculo Numérico - Como?

Conceitos e entendimentos básicos de Cálculo Numérico.


Noções de precisão e eficiência nas soluções.
Introdução do métodos tradicionais.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 7 / 25


Plano de ensino

Cálculo Numérico - Ementa

1 Sistemas de Numeração e Erros.


1.1 Representação de Números: Ponto fixo e Ponto Flutuante.
1.2 Erros em processos numéricos e sua propagação.
1.3 Análise de Arredondamento em Ponto Flutuante.
2 Solução Numérica de Sistemas de Equações Lineares
2.1 Definições.
2.2 Métodos exatos.
2.2.1 Método de eliminação de Gauss.
2.2.2 Método de Gauss-Jordan.
2.3 Métodos Iterativos
2.3.1 Testes de parada.
2.3.2 Método de Jacobi.
2.3.3 Método de Gauss-Jacobi.
2.3.4 Método de Gauss-Seidel e comparação entre os métodos.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 8 / 25


Plano de ensino

Cálculo Numérico - Ementa

3 Solução Numérica de Sistemas de Equações Não Lineares.


3.1 Métodos de quebra.
3.2 Métodos de ponto fixo.
3.2.1 Iteração linear.
3.2.2 Newton-Raphson.
3.3 Método de Múltiplos pontos.
4 Método dos Mínimos Quadrados.
5 Ajuste de Funções pelo Método dos Mínimos Quadrados.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 9 / 25


Plano de ensino

Cálculo Numérico - Ementa

6 Interpolação
5 Integração Numérica

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 10 / 25


Plano de ensino

Cálculo Numérico - Metodologia e Recursos didáticos

Aulas expositivas(Quadro de giz e projetor).


Atividades individuais e/ou em grupo.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 11 / 25


Plano de ensino

Cálculo Numérico - Avaliações

Provas escritas e trabalhos realizados em sala!!.


Notas: (N1*0.4)+(N2*0.6).
PS: Substitui a N2. Não deixe para a última prova!!

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 12 / 25


Plano de ensino

Cálculo Numérico - Avaliações

Data da P1: 27/09 a 04/10


Data da P2: 25/11 a 29/11
Data da PS: 16/12 a 20/12

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 13 / 25


Plano de ensino

Cálculo Numérico - Bibliografia

FRANCO, NEIDE BEROILDI, Cálculo Numérico. 1.ed. São


Paulo, Prentice Hall, 2006.
BARROSO, L. C., BARROSO, M. A., CAMPOS, F. F., CARVALHO,
M. L. B. & MAIA, M. L. Cálculo Numérico (Com Aplicações),
2.ed. São Paulo, Editora Arbra, 1987.
RUGGIERO, M. A. G. & LOPES, V. L. R. Cálculo numérico:
aspectos teóricos e computacionais. 2.ed. São Paulo, Makron,
1997.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 14 / 25


Plano de ensino

Estatística - Importante!

I P
A

Horário auxiliar: Todos os dias a partir das 18 e 15!

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 15 / 25


Plano de ensino

Estatística - Importante!

I P
A

Email para dúvidas: phelipe.fabres@aedu.com

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 16 / 25


Introdução

Cálculo Numérico - Introdução

A obtenção de uma solução numérica nem sempre fornece


valores que se encaixam dentro de limites razoáveis.
Esta afirmação é verdadeira mesmo quando se aplica um método
adequado e os cálculos são efetuados de maneira correta.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 17 / 25


Introdução

Cálculo Numérico - Introdução

Característica: A solução é, quase sempre, aproximada.


Importância: Aplicação a problemas de solução analítica difícil
ou impossível.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 18 / 25


Introdução

Cálculo Numérico - Introdução

De modo geral o processo de solução de um problema físico é


representado por:

Problema
Fı́sico

Modelo
Matemático

Solução

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 19 / 25


Introdução

Cálculo Numérico - Introdução

Um problema de Matemática pode ser resolvido analiticamente,


mas esse método pode se tornar impraticável com o aumento do
tamanho do problema.
Ex: Solução de sistemas de equações lineares.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 20 / 25


Introdução

Cálculo Numérico - Introdução

Ex: Solução de sistemas de equações lineares.


Circuito elétrico composto de uma fonte de tensão e um
resistor.(solução exata)
V
V − R × i = 0 =⇒ i = .
R
Introdução de um diodo no circuito.(utilizando um método
numérico)
   
kT i kT i
v(i) = ln + 1 =⇒ V − R × i − ln +1 .
q Is q Is

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 21 / 25


Introdução

Cálculo Numérico - Introdução

A existência de problemas para os quais não existem métodos


matemáticos para solução (não podem ser resolvidos
analiticamente).
Exemplos:
R 2
ex dx não tem primitiva em forma simples.
0
y = y2 + t2 não pode ser resolvido analiticamente.
equações diferenciais parciais não lineares podem ser resolvidas
analiticamente só em casos particulares.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 22 / 25


Introdução

Cálculo Numérico - Introdução

Os métodos numéricos buscam soluções aproximadas para as


formulações matemáticas.
Nos problemas reais, os dados são medidas e, como tais, não
são exatos. Uma medida física não é um número, é um
intervalo, pela própria imprecisão das medidas. Daí, trabalha-se
sempre com a figura do erro, inerente à própria medição.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 23 / 25


Introdução

Cálculo Numérico - Introdução

Influência dos Erros nas Soluções


Erro:Falha no lançamento de mísseis.
Ocorrência: 25/02/1991 – Guerra do Golfo – míssil Patriot
Justificativa: Limitação na representação numérica (24 bits). Erro
de 0,34 s no cálculo do tempo de lançamento.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 24 / 25


Introdução

Cálculo Numérico - Introdução

Influência dos Erros nas Soluções


Erro:Explosão de foguetes.
Ocorrência: 04/06/1996 – Guiana Francesa – foguete Ariane 5.
Justificativa: Limitação na representação numérica (64/16
bits).Erro de trajetória 36,7s após o lançamento e prejuízo de 7.5
bilhões.

Prof. Phelipe Fabres (Anhanguera) Aula 1 - Cálculo Numérico 25 / 25