Você está na página 1de 3

Excomunhão de Espinosa

Essa excomunhão teria ocorrido no dia 6 do mês de Av, 5416, 27 de julho

de 1656, e foi proclamada na sinagoga do Talmude Torá, a congregação unida

dos judeus portugueses em Amsterdã. A versão completa da proclamação,

escrita em português, encontra-se no Livro de Ordenanças da Congregação

(Livro dos Acordos de Nação e Ascamot).1

Os dizeres teriam sido os seguintes:2

"Os Senhores do Ma'amad", ou seja, o corpo governante de seis parnasim

e do gabbai, anunciam que:

Há muito sabendo das más opiniões e atos de Baruque de Spinoza,


eles se esforçaram por vários meios e promessas, para desviá-lo de
seus maus caminhos. Mas tendo falhado em fazê-lo consertar seus
maus caminhos, e, ao contrário, diariamente recebendo informações
cada vez mais sérias sobre as abomináveis heresias que ele praticava
e ensinava e sobre seus atos monstruosos, e tendo por essas
numerosas testemunhas confiáveis que depuseram e deram
testemunho deste efeito (...), convenceram-se da verdade disto, e
depois de tudo isso ter sido investigado na presença dos honrados
hakhamim, eles decidiram que Espinoza deveria ser excomungado e
expulso do povo de Israel (...)

Os "hakhamim", ou seja, os rabinos oficiais da comunidade, com cujo

consentimento a resolução foi feita para excomungar a "Espinoza", estavam

familiarizados com o texto tradicional das proclamações de excomunhão e

trechos dessas formulações convencionais foram incorporados no anúncio da

excomunhão de Spinoza:3

1
Cf.KASHER, Asa; BIDERMAN, Shlomo. Why Was Baruch de Spinoza
Excommunicated?Disponível emhttps://m.tau.ac.il/~kasher/pspin.htm> Acessado em 13/12/2018.
2
KASHER, Asa; BIDERMAN, Shlomo. Why Was Baruch de Spinoza
Excommunicated?Disponível em<https://m.tau.ac.il/~kasher/pspin.htm> Acessado em 13/12/2018.
3
KASHER, Asa; BIDERMAN, Shlomo. Why Was Baruch de Spinoza
Excommunicated?Disponível em<https://m.tau.ac.il/~kasher/pspin.htm> Acessado em 13/12/2018.
e o Senhor apagará o seu nome de debaixo do céu. E o Senhor o
separará para mal de todas as tribos de Israel, conforme todas as
maldições do pacto, que estão escritas neste livro da lei. Mas os que
se apegarem ao Senhor, o seu Deus, estão vivos em cada um de vocês
neste dia.

A proclamação da excomunhão conclui com as seguintes linhas famosas

do aviso real:4 "Que ninguém se comunique com ele, nem por escrito, nem lhe

conceda qualquer favor, nem fique com ele sob o mesmo teto, nem dentro de

quatro côvados em sua vizinhança; nem lerá qualquer tratado composto ou

escrito por ele."

Mas quais eram as visões e abomináveis heresias que Baruch de

Espinosa praticava apenas alguns meses antes de completar 24 anos de idade?5

Sobre essa pergunta, tem sido respondido o seguinte: 6


Para quase todas essas questões, que emergem do fraseado
particular da excomunhão de Spinoza, nenhuma resposta pode ser
encontrada em qualquer fonte primária. Temos à nossa disposição,
por exemplo, os dossiês de declarações e cartas escritas sobre os
pontos de vista e atos de dois conhecidos de Spinoza, Daniel de
Prado e Daniel Ribera , mas tal dossiê não foi encontrado sobre o caso
de Spinoza.

É possível que Spinoza tenha participado publicamente de discussões públicas

sobre filosofia cartesiana, visões quacres e a teoria pré-adamita, e outras

similares. 7

4
KASHER, Asa; BIDERMAN, Shlomo. Why Was Baruch de Spinoza
Excommunicated?Disponível em<https://m.tau.ac.il/~kasher/pspin.htm> Acessado em 13/12/2018.
5
KASHER, Asa; BIDERMAN, Shlomo. Why Was Baruch de Spinoza
Excommunicated?Disponível em<https://m.tau.ac.il/~kasher/pspin.htm> Acessado em 13/12/2018.
6
KASHER, Asa; BIDERMAN, Shlomo. Why Was Baruch de Spinoza
Excommunicated?Disponível em<https://m.tau.ac.il/~kasher/pspin.htm> Acessado em 13/12/2018.
7
Uma excelente discussão sobre as visões pode ser encontrada em: KASHER, Asa;
BIDERMAN, Shlomo. Why Was Baruch de Spinoza Excommunicated?Disponível
em<https://m.tau.ac.il/~kasher/pspin.htm> Acessado em 13/12/2018.