Você está na página 1de 1

Interpretação de Textos

1. Conceito de texto – conjunto de idéias organizadas e relacionadas entre si, formando um todo
significativo capaz de produzir INTERAÇÃO COMUNICATIVA (capacidade de codificar e
decodificar).
2. Contexto – interligação estabelecida entre as frases e ou orações que compõem o texto, de modo
que estabelece condições para a estruturação do conteúdo a ser transmitido.
 OBS: Uma frase retirada de seu contexto original, se interpretada isoladamente, poderá sofrer
interpretação distinta de quando inserida ao contexto original.
3. Intertexto – ocorre quando o texto apresenta referências diretas ou indiretas a outros autores
através de citações.
4. Interpretação de texto
a. Objetivo: identificação de sua ideia principal. A partir de então, localizam-se as idéias
secundárias ou fundamentações, argumentações ou explicações que levem ao esclarecimento
das questões apresentadas na prova.
4.1. Das etapas de interpretar o texto.
1ª – Identificar  reconhecer os elementos fundamentais de uma argumentação, de
um processo, de uma época (neste caso, procuram-se verbos e os advérbios, os
quais definem o tempo).
2ª – Comparar  descobrir as relações de semelhanças e diferenças entre as
situações do texto.
3ª – Comentar  relacionar o conteúdo apresentado com uma realidade, opinando a
respeito. – técnica utilizada geralmente em questões discursivas ou redação de texto
dissertativo-argumentativo.
4ª - Resumir  concentrar as idéias centrais do texto reduzidos em um parágrafo.
5ª – Parafrasear  fazer menção ao texto com as próprias palavras. Exs: De acordo
com, Segundo...etc.
4.2. Condições básicas para interpretar textos
a. Conhecimento histórico-literário  escolas e gêneros textuais, literários, estrutura
textual, leitura e prática.
b. Conhecimento gramatical, estilístico e semântico;
c. Capacidade de observação e síntese.
5. Distinção:

a. Interpretar  explicar, comentar, julgar, concluir, deduzir, etc.


b. Compreender  intelecção, entendimento.
6. Falhas na interpretação
a. Extrapolação  interpretação fora do contexto apresentado, seja por conhecimento prévio ou
por imaginação.
b. Redução  foca apenas em um único aspecto, desprezando-se outros pontos abordados no
texto.
c. Contradição  ocorre quando o intérprete interpreta o texto de forma diversa e equivocada da
apresentada pela redação.